O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

O abastecimento das minas

738 visualizações

Publicada em

Saiba mais sobre o abastecimento das minas cuiabana durante o século XVIII.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

O abastecimento das minas

  1. 1. 1 AbastecimentoAbastecimento das minasdas minas História de MatoHistória de Mato GrossoGrosso
  2. 2. 2 1. Bandeirantes em Mato Grosso • Caça aos índios coxiponés; • Utilização do rio Paraguai e seus afluentes (rede hidroviária que drena o centro do continente); • Longos trechos fluviais e alguns trechos terrestres;
  3. 3. 3
  4. 4. 4 2. As minas de Cuiabá • Florescimento do Arraial do Bom Jesus; • Regularização do abastecimento;
  5. 5. 5 Engenho na Serra Acima
  6. 6. 6 3. Abastecimento das minas cuiabanas • Produtos de primeira necessidade – agricultura de subsistência (Rio Abaixo e Serra Acima); • Comércio de maior porte (Capitania de São Paulo – monções de abastecimento).
  7. 7. 7 AS MONÇÕES DE ABASTECIMENTO
  8. 8. 8 MONÇÕES DE ABASTECIMENTO
  9. 9. 9 4. Monções de abastecimento • Expedições que partiam da Capitanias de São Paulo; • Sistema abastecedor de mercadorias; • Transporte de pessoas; • Realizado geralmente duas vezes por ano; • Duração: 4 a 6 meses (dependendo do volume de água dos rios);
  10. 10. 10 CHEGADA DA MONÇÃO DO GOVERNADOR DE SP
  11. 11. 11 5. As dificuldades enfrentadas pelas monções • Trechos encachoeirados; • Travessias dos varadouros; • Avaria das embarcações; • Ataques dos índios (Paiaguá, Guaicuru e Caiapó); • Carência de alimentos.
  12. 12. 12 ATAQUE PAIAGUÁ À UMA MONÇÃO
  13. 13. 13 6. As monções paulistas • Os monçoeiros contaram com o fundamental apoio das nações indígenas aliadas; • Constituía-se no meio mais seguro de se atingir a vila de Cuiabá durante o século XVIII e início do século XIX; • Em razões das dificuldades enfrentadas, as mercadorias tinham preços exorbitantes.
  14. 14. 14 7. Auxílio dos índios aliados • Guias e mestres dos sertanistas; • Fabricação das embarcações; • Conhecimento do roteiro das viagens; • Hábitos alimentares e medicinais; • Conhecimento de outras etnias indígenas.
  15. 15. 15 O ROTEIRO DAS MONÇÕES
  16. 16. 16 8. O roteiro das monções • 1º roteiro: Rios Tietê, Grande, Pardo, Anhanduí, travessia por terra pelos campos da Vacaria, rios Miranda, Paraguai, São Lourenço e Cuiabá; - Dificuldades: atravessar o Campos das Vacarias e eventuais ataques de espanhóis e indígenas.
  17. 17. 17 8. O roteiro das monções • 2º roteiro: Rios Tietê, Grande, Pardo, Sanguessuga, travessia por terra pelo Varadouro de Camapuã, rios Coxim, Taquari, Paraguai, São Lourenço e Cuiabá; - Dificuldades: ataques das nações indígenas, que habitavam a região.
  18. 18. 18 ROTEIROS DE ACESSO À MT NO SÉC. XVIII
  19. 19. 19 9. O caminho de Goiás • Alternativa de acesso às minas cuiabanas (após 1726); • Contribuiu para o desenvolvimento da pecuária.
  20. 20. 20 10. A pecuária • Chegada do gado bovino (meados de 1730); • Produção voltada para o abastecimento interno; • Baixa produtividade – pecuária extensiva; • Destaque para a fazenda Jacobina (Cáceres).
  21. 21. 21 FAZENDA JACOBINA, EM CÁCERES
  22. 22. 22

×