A plantation Escravista

11.739 visualizações

Publicada em

A plantation escravista no período colonial brasileiro.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.739
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.576
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
79
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A plantation Escravista

  1. 1. A Plantation Escravista A Plantation Escravista
  2. 2. A produção açucareira <ul><li>Produto tropical com grande mercado consumidor na Europa; </li></ul><ul><li>Alta lucratividade; </li></ul><ul><li>Financiamento holandês na produção; </li></ul><ul><li>Condições geográficas favoráveis; </li></ul><ul><li>Experiência portuguesa em seu plantio; </li></ul>
  3. 5. A cultura de cana-de-açúcar <ul><li>Setor agrícola – latifúndio monocultor, escravista; </li></ul><ul><li>Setor fabril – engenho (caracterização ampla); </li></ul>
  4. 6. Trabalho no interior de um engenho
  5. 8. A casa-grande de um engenho
  6. 9. plantation <ul><li>Latifúndio monocultor (plantações); </li></ul><ul><li>Engenho (beneficiamento da produção); </li></ul>
  7. 10. engenho <ul><li>Fabricação do açúcar; </li></ul><ul><li>Utilização de trabalho escravo; </li></ul><ul><li>Presença de homens livres e assalariados; </li></ul>
  8. 11. Panorama de um engenho colonial
  9. 14. Pecuária <ul><li>Atividade complementar e paralela à economia açucareira; </li></ul><ul><li>Promoveu a ocupação do interior do território; </li></ul><ul><li>Áreas de criação: vale do rio São Francisco (Nordeste) além da região sul do Brasil; </li></ul>

×