A ancestralidade mato-grossense

4.568 visualizações

Publicada em

Saiba mais sob

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.568
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.841
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A ancestralidade mato-grossense

  1. 1. A ancestralidade mato-grossense
  2. 2. A ancestralidade mato-grossense A ORIGEM DO HOMEM AMERICANO• O homem chegou à América em sucessivas migrações.- conclusão dos estudiosos das áreas de História, Antropologia e Arqueologia.- vestígios mais antigos da ocupação humana nas Américas (cerca de 50 mil anos).- sítios arqueológicos na Serra da Capivara (São Raimundo Nonato – PI).
  3. 3. A ancestralidade mato-grossense
  4. 4. A ancestralidade mato-grossense
  5. 5. A ancestralidade mato-grossense PROVÁVEIS ROTAS DO SER HUMANO PARA AS AMÉRICAS• Rota Asiática:- os primeiros habitantes do território americano vieram da Ásia Oriental.- chegaram à América através do Estreito de Bering, época do congelamento das regiões polares.• Rota Malaio-polinésia:- os americanos originaram-se de 7 povos asiáticos:Tasmanóide, Australóide, Melanesóide, Proto-indonésio, Mongolóide e Esquimó.- teriam saído da Malásia e da Polinésia, viajando de ilha em ilha, no Pacífico, até chegar à costa ocidental da América.• Rota Australiana:- os americanos antigos emigraram da Ásia para a América em levas sucessivas, através do Pacífico.- entre eles: melanésios e australianos, que adentraram pela rota da Terra do Fogo.
  6. 6. A ancestralidade mato-grossense
  7. 7. A ancestralidade mato-grossense PONTOS DE CONCORDÂNCIA SOBRE O POVOAMENTO DA AMÉRICA• O homem não surgiu na América, mas nela chegou vindo de outras partes do mundo.• O homem europeu e asiático é muito mais antigo que o homem americano.• A imigração mais intensa para a América veio da Ásia através do Estreito de Bering, mas não é provavelmente a única.• Os primeiros habitantes eram caçadores-coletores, desconhecendo portanto, a agricultura.
  8. 8. A ancestralidade mato-grossense
  9. 9. A ancestralidade mato-grossense O HOMEM NO PLANALTO CENTRAL BRASILEIRO• Diferentes hipóteses sobre as origens dos habitantes dessa região.• O PRONAPA (Programa Nacional de Pesquisas Arqueológica):- defesa da teoria difusionista.- o Planalto Central serviu de corredor de passagem para populações advindas das regiões amazônica e nordestina.• Pesquisas recentes:- arqueólogos mato-grossenses e goianos.- defesa da tese de que o Planalto Central foi área de confluência das populações migradas da Amazônia e do Nordeste.- MT e GO seriam territórios onde houve efetiva fixação de importante e volumoso contingente populacional.- ocupação do Brasil Central há, pelo menos 11 mil anos, para alguns pesquisadores essa ocupação ultrapassa os 30 mil anos.
  10. 10. A ancestralidade mato-grossense QUEM ERAM ESSES POVOS?• Caçadores-coletores:- viviam da caça, pesca e coleta de frutos e raízes;- eram povos nômades.• Agricultores e ceramistas:- plantavam e beneficiavam a sua produção;- eram povos sedentários.
  11. 11. A ancestralidade mato-grossense
  12. 12. A ancestralidade mato-grossense QUEM ERAM ESSES POVOS?• Os primeiros habitantes deixaram indícios de sua passagem pelo Brasil Central.• Existência de vários sítios arqueológicos:- locais que apresentam indícios da ocupação humana;- objetos (machados, utensílios de pedra lascada, de pedra polida, cerâmica, artesanato, pinturas sobre os paredões, etc.), além de ossadas humanas;- classificação desses povos em diferentes estágios evolutivos;- nossos ancestrais eram ágrafos, desconheciam a escrita.
  13. 13. A ancestralidade mato-grossenseOS TESTEMUNHOS DA OCUPAÇÃO PRÉ-COLONIAL
  14. 14. A ancestralidade mato-grossense OS CAÇADORES-COLETORES- as primeiras ocupações humanas no Centro-Oeste;- entre 10 mil e 12 mil anos atrás;- em MT, caçadores-coletores estão representados por grupos que ocuparam o Vale do Guaporé (8650 e 6980 a.C.);- também grupos que ocuparam os sítios Santa Elina, em Jangada, e Morro da Janela, em Rondonópolis, respectivamente datados em 27 mil e 10 mil anos;- organizavam-se em pequenos grupos, com grande mobilidade espacial, baseada na disponibilidade de alimentos.
  15. 15. A ancestralidade mato-grossense AGRICULTORES E CERAMISTAS• Grande parte do Centro-Oeste tornou-se área de confluência para onde grupos ceramistas de outras regiões se deslocaram.• Grupos que conheciam o fogo, técnicas de cultivo e processavam os alimentos.• Realizavam dois tipos de sepultamento:- Primário: quando o sepultamento era realizado em local definitivo.- Secundário: quando há, no ritual fúnebre, a remoção dos restos mortais do primeiro sepultamento, para serem depositados em local definitivo.
  16. 16. A ancestralidade mato-grossense
  17. 17. A ancestralidade mato-grossensePinturas rupestres no sítio arqueológico Perdida, em Jaciara.
  18. 18. A ancestralidade mato-grossense Sítio arqueológico, na fazenda Santa Elina, em Jangada (MT)
  19. 19. A ancestralidade mato-grossenseArtefatos pré-históricos mato-grossenses
  20. 20. A ancestralidade mato-grossense Pesquisas em sítios arqueológicos

×