Anticorpos Monoclonais

13.665 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
128
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
186
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anticorpos Monoclonais

  1. 1. Escola EB 2,3/S Vieira de Araújo Anticorpos monoclonais Docente: Profª Elsa Ribeiro Discentes: José Ricardo nº11 Marta Isabel nº 15 Biologia
  2. 2. Introdução <ul><li>Nos anticorpos reside a chave para o diagnostico e a terapêutica de muitas doenças responsáveis por epidemias e outras patologias, como o cancro. Ao longo das ultimas décadas, a Biotecnologia tem sido essencial para produzir novos produtos com aplicações do diagnostico e terapêutica. </li></ul><ul><li>Com este trabalho pretendemos conhecer as suas aplicações e clarificar ou dar a conhecer melhor este tema. </li></ul>
  3. 3. O que são anticorpos ? <ul><li>Existem dois tipos de anticorpos os monoclonais e os policlonais. Os Anticorpos monoclonais ou mAb surgem a partir de um único linfócito B, que é clonado e imortalizado, produzindo sempre os mesmos anticorpos, em resposta um agente patogénico. Estes anticorpos apresentam-se iguais entre si em estrutura, especificidade e afinidade, ligando-se por isso ao mesmo epítopo no antigénio. </li></ul>
  4. 4. Produção de anticorpos monoclonais
  5. 5. Utilizações dos anticorpos <ul><li>Transplantes de órgãos </li></ul><ul><li>Tratamento de tumores </li></ul><ul><li>Doenças auto-imunes </li></ul><ul><li>Testes de gravidez </li></ul><ul><li>Antídotos de drogas e venenos </li></ul><ul><li>… </li></ul>
  6. 6. Vantagens vs Desvantagens <ul><li>Alta especificidade; </li></ul><ul><li>Alta afinidade; </li></ul><ul><li>Determinação de um só epítopo de um antigénio; </li></ul><ul><li>Alta homogeneidade; </li></ul><ul><li>Ausência de anticorpos não específicos; </li></ul><ul><li>Maior facilidade de caracterização; </li></ul><ul><li>Reduzida variabilidade de lote para lote; </li></ul><ul><li>Extremamente caros; </li></ul><ul><li>Reconhecimento de um só epítopo de um antigénio. </li></ul><ul><li>Existem certos casos em que a imensa vantagem da alta especificidade será inútil; </li></ul>
  7. 7. Reflexão Crítica <ul><li>Este trabalho foi muito enriquecedor e esclarecedor. Esperemos ter transmitido as noções básicas do que é um anticorpo monoclonal. Permitiu nos também conhecer e aprofundar as suas aplicações o que esperemos que seja uma mais valia para a nossa vida académica futura. </li></ul>

×