SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Escola E.B. 2,3/S Vieira de AraújoÁrea de Projecto Técnicas de Investigação Não – Documentais A Entrevista – Actividade 3 ETAR- Estamos Tramados com a Água do Rio. Blogue: http://www.etar-projecto.blogspot.com/ Docente: Miguel Costa Discentes: Ana Nova, nº2                    José Carvalho, nº10                    Manuel Silva ,nº13                    Marta Pereira,nº14. Ano lectivo 2009/2010 Vieira do Minho
Introdução Apresentação de uma entrevista audiovisual; Entrevista à engenheira da EPMAR acerca da qualidade da água no concelho de Vieira do Minho; Referência à situação da água da escola, como forma de conclusão do inquérito por questionário realizado pelo grupo; Aplicação das competências adquiridas em aula; Síntese temática da entrevista;
Caracterização da Entrevistada Nome: Rosa Carneiro; Idade: 30 anos; Naturalidade: Guilhofrei, Vieira do Minho; Habilitações: Licenciatura em Engenharia Biológica (Universidade do Minho); Função na EPMAR: Desde 2005 que, após um estágio profissional, a Engª Rosa labora na empresa municipal, desempenhando a função de gestão e controlo das águas do concelho; Interesses Profissionais: Gosto em trabalhar com água; Fig 1: Engª Rosa Carneiro.
Entrevista
Reflexão Crítica Existe um plano anual de controlo da qualidade da água no nosso concelho;  Os parâmetros dos boletins analíticos da água na vila estão em conformidade com a lei em vigor;  Na vila, a água é abastecida de 2 formas: abastecimento em alta e em baixa;  A comunidade escolar pode estar descansada com a água, uma vez que esta cumpre os parâmetros biológicos e físico-químicos;  As ETA e ETAR são da responsabilidade das Águas do Ave;  Em relação ao futuro desta área, está previsto para o final de 2010 o abastecimento em alta para todo o concelho a partir da captação do Alto Rabagão e das Andorinhas;
Esta entrevista foi realizada num escritório da EPMAR, E.M, que apresenta um bom ambiente, nomeadamente sem ruídos e com uma boa visibilidade, sendo estas  as características ideais à realização de uma entrevista;
Conclusão Vieira do Minho é um concelho com bastantes recursos hídricos que são monitorizados para consumo da população; A gestão dos recursos obedece a um rigoroso plano de controlo de qualidade, acreditado pelo IPAC; Tal como já se tinha constatado através da opinião dos alunos, aquando da realização do inquérito por questionário, conclui-se que água da escola é boa para consumo; O facto de não termos focado as entrevistadoras e entrevistada,simultaneamente;
O facto de termos recorrido ao auxílio de um fotógrafo profissional. Contudo, tínhamos consciência que se fossemos por outro caminho, devido ao factor tempo e lacunas a nível informático, o trabalho final possivelmente, não teria tanta qualidade.  Este trabalho permitiu-nos pôr em prática os conhecimentos adquiridos, e foi uma experiência bastante gratificante para nós, enquanto jovens;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

VALOR: Aproveitamento de água de chuva
VALOR: Aproveitamento de água de chuvaVALOR: Aproveitamento de água de chuva
VALOR: Aproveitamento de água de chuvaslides-mci
 
AVALIAÇÃO DA GESTÃO COMPARTILHADA DO AQUÍFERO JANDAÍRA , REGIÃO LIMÍTROFE DOS...
AVALIAÇÃO DA GESTÃO COMPARTILHADA DO AQUÍFERO JANDAÍRA , REGIÃO LIMÍTROFE DOS...AVALIAÇÃO DA GESTÃO COMPARTILHADA DO AQUÍFERO JANDAÍRA , REGIÃO LIMÍTROFE DOS...
AVALIAÇÃO DA GESTÃO COMPARTILHADA DO AQUÍFERO JANDAÍRA , REGIÃO LIMÍTROFE DOS...Gabriella Ribeiro
 
GÊNESE, OCORRÊNCIA E TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO PARA O EXCESSO DE FLÚOR NA ÁGU...
GÊNESE, OCORRÊNCIA E TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO PARA O EXCESSO DE FLÚOR NA ÁGU...GÊNESE, OCORRÊNCIA E TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO PARA O EXCESSO DE FLÚOR NA ÁGU...
GÊNESE, OCORRÊNCIA E TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO PARA O EXCESSO DE FLÚOR NA ÁGU...Gabriella Ribeiro
 
EXPANSÃO DO AGROHIDRONEGÓCIO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (UGRHI-22): OCUPAÇÃO D...
EXPANSÃO DO AGROHIDRONEGÓCIO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (UGRHI-22): OCUPAÇÃO D...EXPANSÃO DO AGROHIDRONEGÓCIO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (UGRHI-22): OCUPAÇÃO D...
EXPANSÃO DO AGROHIDRONEGÓCIO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (UGRHI-22): OCUPAÇÃO D...Gabriella Ribeiro
 
FITORREMEDIAÇÃO DE AQUÍFEROS CONTAMINADOS POR NITRATO
FITORREMEDIAÇÃO DE AQUÍFEROS CONTAMINADOS POR NITRATOFITORREMEDIAÇÃO DE AQUÍFEROS CONTAMINADOS POR NITRATO
FITORREMEDIAÇÃO DE AQUÍFEROS CONTAMINADOS POR NITRATOGabriella Ribeiro
 
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ slides-mci
 
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de PoçosProblemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poçosslides-mci
 
Jardim das Aves - Moreirinha
Jardim das Aves - MoreirinhaJardim das Aves - Moreirinha
Jardim das Aves - MoreirinhaRogerio Catanese
 
ÁGUA SUSTENTÁVEL (AS) E AS INDÚSTRIAS DE CERVEJA NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PCJ...
ÁGUA SUSTENTÁVEL (AS) E AS INDÚSTRIAS DE CERVEJA NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PCJ...ÁGUA SUSTENTÁVEL (AS) E AS INDÚSTRIAS DE CERVEJA NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PCJ...
ÁGUA SUSTENTÁVEL (AS) E AS INDÚSTRIAS DE CERVEJA NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PCJ...Gabriella Ribeiro
 
Vereador Lau Almeida solicita manutenção de Escola do Jardim Caçula
Vereador Lau Almeida solicita manutenção de Escola do Jardim Caçula Vereador Lau Almeida solicita manutenção de Escola do Jardim Caçula
Vereador Lau Almeida solicita manutenção de Escola do Jardim Caçula Luís Carlos Nunes
 
Vereador Rezende - Indicações 05
Vereador Rezende - Indicações 05Vereador Rezende - Indicações 05
Vereador Rezende - Indicações 05Prestone
 
ProibiçãO Latas
ProibiçãO LatasProibiçãO Latas
ProibiçãO Latasvfalcao
 
ÍNDICE GUS E GSI NA AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR INSET...
ÍNDICE GUS E GSI NA AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR INSET...ÍNDICE GUS E GSI NA AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR INSET...
ÍNDICE GUS E GSI NA AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR INSET...Gabriella Ribeiro
 
Polo estruturante III
Polo estruturante IIIPolo estruturante III
Polo estruturante IIImaproejab
 
ASSINATURA ISOTÓPICA DAS ÁGUAS PLUVIAIS E SUBTERRÂNEAS NA BACIA HIDROGRÁFICA ...
ASSINATURA ISOTÓPICA DAS ÁGUAS PLUVIAIS E SUBTERRÂNEAS NA BACIA HIDROGRÁFICA ...ASSINATURA ISOTÓPICA DAS ÁGUAS PLUVIAIS E SUBTERRÂNEAS NA BACIA HIDROGRÁFICA ...
ASSINATURA ISOTÓPICA DAS ÁGUAS PLUVIAIS E SUBTERRÂNEAS NA BACIA HIDROGRÁFICA ...Gabriella Ribeiro
 

Mais procurados (18)

VALOR: Aproveitamento de água de chuva
VALOR: Aproveitamento de água de chuvaVALOR: Aproveitamento de água de chuva
VALOR: Aproveitamento de água de chuva
 
AVALIAÇÃO DA GESTÃO COMPARTILHADA DO AQUÍFERO JANDAÍRA , REGIÃO LIMÍTROFE DOS...
AVALIAÇÃO DA GESTÃO COMPARTILHADA DO AQUÍFERO JANDAÍRA , REGIÃO LIMÍTROFE DOS...AVALIAÇÃO DA GESTÃO COMPARTILHADA DO AQUÍFERO JANDAÍRA , REGIÃO LIMÍTROFE DOS...
AVALIAÇÃO DA GESTÃO COMPARTILHADA DO AQUÍFERO JANDAÍRA , REGIÃO LIMÍTROFE DOS...
 
GÊNESE, OCORRÊNCIA E TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO PARA O EXCESSO DE FLÚOR NA ÁGU...
GÊNESE, OCORRÊNCIA E TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO PARA O EXCESSO DE FLÚOR NA ÁGU...GÊNESE, OCORRÊNCIA E TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO PARA O EXCESSO DE FLÚOR NA ÁGU...
GÊNESE, OCORRÊNCIA E TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO PARA O EXCESSO DE FLÚOR NA ÁGU...
 
EXPANSÃO DO AGROHIDRONEGÓCIO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (UGRHI-22): OCUPAÇÃO D...
EXPANSÃO DO AGROHIDRONEGÓCIO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (UGRHI-22): OCUPAÇÃO D...EXPANSÃO DO AGROHIDRONEGÓCIO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (UGRHI-22): OCUPAÇÃO D...
EXPANSÃO DO AGROHIDRONEGÓCIO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (UGRHI-22): OCUPAÇÃO D...
 
FITORREMEDIAÇÃO DE AQUÍFEROS CONTAMINADOS POR NITRATO
FITORREMEDIAÇÃO DE AQUÍFEROS CONTAMINADOS POR NITRATOFITORREMEDIAÇÃO DE AQUÍFEROS CONTAMINADOS POR NITRATO
FITORREMEDIAÇÃO DE AQUÍFEROS CONTAMINADOS POR NITRATO
 
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
CIESP - Realidades e Desafios da Gestão dos Recursos Hídricos nas Bacias PCJ
 
Microbiologia 1
Microbiologia 1Microbiologia 1
Microbiologia 1
 
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de PoçosProblemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
Problemas de Qualidade e Tratamento de Água de Poços
 
Ata cmma 03 11
Ata cmma 03 11Ata cmma 03 11
Ata cmma 03 11
 
Jardim das Aves - Moreirinha
Jardim das Aves - MoreirinhaJardim das Aves - Moreirinha
Jardim das Aves - Moreirinha
 
Apresentação francisco romeiro - seminário cianobactérias
Apresentação  francisco romeiro - seminário cianobactériasApresentação  francisco romeiro - seminário cianobactérias
Apresentação francisco romeiro - seminário cianobactérias
 
ÁGUA SUSTENTÁVEL (AS) E AS INDÚSTRIAS DE CERVEJA NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PCJ...
ÁGUA SUSTENTÁVEL (AS) E AS INDÚSTRIAS DE CERVEJA NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PCJ...ÁGUA SUSTENTÁVEL (AS) E AS INDÚSTRIAS DE CERVEJA NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PCJ...
ÁGUA SUSTENTÁVEL (AS) E AS INDÚSTRIAS DE CERVEJA NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PCJ...
 
Vereador Lau Almeida solicita manutenção de Escola do Jardim Caçula
Vereador Lau Almeida solicita manutenção de Escola do Jardim Caçula Vereador Lau Almeida solicita manutenção de Escola do Jardim Caçula
Vereador Lau Almeida solicita manutenção de Escola do Jardim Caçula
 
Vereador Rezende - Indicações 05
Vereador Rezende - Indicações 05Vereador Rezende - Indicações 05
Vereador Rezende - Indicações 05
 
ProibiçãO Latas
ProibiçãO LatasProibiçãO Latas
ProibiçãO Latas
 
ÍNDICE GUS E GSI NA AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR INSET...
ÍNDICE GUS E GSI NA AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR INSET...ÍNDICE GUS E GSI NA AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR INSET...
ÍNDICE GUS E GSI NA AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR INSET...
 
Polo estruturante III
Polo estruturante IIIPolo estruturante III
Polo estruturante III
 
ASSINATURA ISOTÓPICA DAS ÁGUAS PLUVIAIS E SUBTERRÂNEAS NA BACIA HIDROGRÁFICA ...
ASSINATURA ISOTÓPICA DAS ÁGUAS PLUVIAIS E SUBTERRÂNEAS NA BACIA HIDROGRÁFICA ...ASSINATURA ISOTÓPICA DAS ÁGUAS PLUVIAIS E SUBTERRÂNEAS NA BACIA HIDROGRÁFICA ...
ASSINATURA ISOTÓPICA DAS ÁGUAS PLUVIAIS E SUBTERRÂNEAS NA BACIA HIDROGRÁFICA ...
 

Destaque

Base de datos alumnos 2011
Base de datos alumnos 2011Base de datos alumnos 2011
Base de datos alumnos 2011Ricardo Viqueira
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1Heidnner
 
R B E Sessao 7 Tarefa 1 Quadro
R B E  Sessao 7  Tarefa 1  QuadroR B E  Sessao 7  Tarefa 1  Quadro
R B E Sessao 7 Tarefa 1 Quadroisabelcristinavale
 
Los Libros-PD: Holaaa *o*
Los Libros-PD: Holaaa *o*Los Libros-PD: Holaaa *o*
Los Libros-PD: Holaaa *o*MariaTeresaP
 
Nire familia justo
Nire familia justoNire familia justo
Nire familia justoDUNBOA
 
Palio 2009
Palio 2009Palio 2009
Palio 2009Heidnner
 
27/01/2010 - 3º Conferência Anual Brasil do Credit Suisse
27/01/2010  	-   	3º Conferência Anual Brasil do Credit Suisse27/01/2010  	-   	3º Conferência Anual Brasil do Credit Suisse
27/01/2010 - 3º Conferência Anual Brasil do Credit SuisseAES Tietê
 
Resenha - The power of branded differentiator
Resenha - The power of branded differentiatorResenha - The power of branded differentiator
Resenha - The power of branded differentiatorJeferson L. Feuser
 
Agradecer
AgradecerAgradecer
AgradecerVVCX
 
1 diapositivas de curriculo
1 diapositivas de curriculo1 diapositivas de curriculo
1 diapositivas de curriculoyeseniaforever
 

Destaque (20)

Base de datos alumnos 2011
Base de datos alumnos 2011Base de datos alumnos 2011
Base de datos alumnos 2011
 
Apresentação Emgoldex capitalemgoldex.com
Apresentação Emgoldex capitalemgoldex.comApresentação Emgoldex capitalemgoldex.com
Apresentação Emgoldex capitalemgoldex.com
 
Aproveite O Dia
Aproveite O DiaAproveite O Dia
Aproveite O Dia
 
Cantores – R&B
Cantores – R&BCantores – R&B
Cantores – R&B
 
Camilli
CamilliCamilli
Camilli
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
R B E Sessao 7 Tarefa 1 Quadro
R B E  Sessao 7  Tarefa 1  QuadroR B E  Sessao 7  Tarefa 1  Quadro
R B E Sessao 7 Tarefa 1 Quadro
 
Transcontrol | Produtos
Transcontrol | ProdutosTranscontrol | Produtos
Transcontrol | Produtos
 
Los Libros-PD: Holaaa *o*
Los Libros-PD: Holaaa *o*Los Libros-PD: Holaaa *o*
Los Libros-PD: Holaaa *o*
 
cms
cmscms
cms
 
Nire familia justo
Nire familia justoNire familia justo
Nire familia justo
 
Palio 2009
Palio 2009Palio 2009
Palio 2009
 
27/01/2010 - 3º Conferência Anual Brasil do Credit Suisse
27/01/2010  	-   	3º Conferência Anual Brasil do Credit Suisse27/01/2010  	-   	3º Conferência Anual Brasil do Credit Suisse
27/01/2010 - 3º Conferência Anual Brasil do Credit Suisse
 
Resenha - The power of branded differentiator
Resenha - The power of branded differentiatorResenha - The power of branded differentiator
Resenha - The power of branded differentiator
 
Mi tecno-autobiografía
Mi tecno-autobiografíaMi tecno-autobiografía
Mi tecno-autobiografía
 
Agradecer
AgradecerAgradecer
Agradecer
 
Tabela Isabel Trabucho 2 Nov
Tabela Isabel Trabucho 2 NovTabela Isabel Trabucho 2 Nov
Tabela Isabel Trabucho 2 Nov
 
1 diapositivas de curriculo
1 diapositivas de curriculo1 diapositivas de curriculo
1 diapositivas de curriculo
 
La electricidad 1
La electricidad 1La electricidad 1
La electricidad 1
 
Aguacarta2070
Aguacarta2070Aguacarta2070
Aguacarta2070
 

Semelhante a .

Escola E
Escola EEscola E
Escola EETAR
 
Agricultura orgânica e Análise físico-química dos diferentes tipos de agua.
Agricultura orgânica e Análise físico-química dos diferentes tipos de agua.Agricultura orgânica e Análise físico-química dos diferentes tipos de agua.
Agricultura orgânica e Análise físico-química dos diferentes tipos de agua.Fagner Aquino
 
projeto de agua na verdade purificação de agua
projeto de agua na verdade purificação de aguaprojeto de agua na verdade purificação de agua
projeto de agua na verdade purificação de aguajuliocezar20067
 
Plano De Projeto Finalizado Data 04
Plano De Projeto Finalizado Data 04Plano De Projeto Finalizado Data 04
Plano De Projeto Finalizado Data 04guest18166af
 
Tcc genilson 07.06.16 vindo de gustavo com ajuste atual
Tcc genilson 07.06.16 vindo de gustavo com ajuste atualTcc genilson 07.06.16 vindo de gustavo com ajuste atual
Tcc genilson 07.06.16 vindo de gustavo com ajuste atualGenilson Fagundes Fagundes
 
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 2
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 2PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 2
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 2Jonasblog
 
Projeto escola nagen
Projeto escola nagenProjeto escola nagen
Projeto escola nagenleisarobles
 
Jornal CMT News- A água move o mundo
Jornal CMT News- A água move o mundoJornal CMT News- A água move o mundo
Jornal CMT News- A água move o mundoSilvanete Gomes
 
Biomonitoramento como ferramenta de avaliação da revitalização
Biomonitoramento como ferramenta de avaliação da revitalizaçãoBiomonitoramento como ferramenta de avaliação da revitalização
Biomonitoramento como ferramenta de avaliação da revitalizaçãoCBH Rio das Velhas
 
04 relatorio-avaliacão-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
04 relatorio-avaliacão-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe04 relatorio-avaliacão-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
04 relatorio-avaliacão-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribeComite
 
04 relatorio-avaliacao-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
04 relatorio-avaliacao-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe04 relatorio-avaliacao-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
04 relatorio-avaliacao-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribeComite
 

Semelhante a . (16)

.
..
.
 
Escola E
Escola EEscola E
Escola E
 
Agricultura orgânica e Análise físico-química dos diferentes tipos de agua.
Agricultura orgânica e Análise físico-química dos diferentes tipos de agua.Agricultura orgânica e Análise físico-química dos diferentes tipos de agua.
Agricultura orgânica e Análise físico-química dos diferentes tipos de agua.
 
projeto de agua na verdade purificação de agua
projeto de agua na verdade purificação de aguaprojeto de agua na verdade purificação de agua
projeto de agua na verdade purificação de agua
 
Caminho das Águas
Caminho das ÁguasCaminho das Águas
Caminho das Águas
 
EE Ruth Dalva Ferraz Farão
EE Ruth Dalva Ferraz FarãoEE Ruth Dalva Ferraz Farão
EE Ruth Dalva Ferraz Farão
 
Plano De Projeto Finalizado Data 04
Plano De Projeto Finalizado Data 04Plano De Projeto Finalizado Data 04
Plano De Projeto Finalizado Data 04
 
Tcc genilson 07.06.16 vindo de gustavo com ajuste atual
Tcc genilson 07.06.16 vindo de gustavo com ajuste atualTcc genilson 07.06.16 vindo de gustavo com ajuste atual
Tcc genilson 07.06.16 vindo de gustavo com ajuste atual
 
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 2
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 2PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 2
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 2
 
Projeto escola nagen
Projeto escola nagenProjeto escola nagen
Projeto escola nagen
 
Jornal CMT News- A água move o mundo
Jornal CMT News- A água move o mundoJornal CMT News- A água move o mundo
Jornal CMT News- A água move o mundo
 
Projeto fontes sustentável 2015.
Projeto fontes sustentável 2015.Projeto fontes sustentável 2015.
Projeto fontes sustentável 2015.
 
Biomonitoramento como ferramenta de avaliação da revitalização
Biomonitoramento como ferramenta de avaliação da revitalizaçãoBiomonitoramento como ferramenta de avaliação da revitalização
Biomonitoramento como ferramenta de avaliação da revitalização
 
Grupo Agua
Grupo AguaGrupo Agua
Grupo Agua
 
04 relatorio-avaliacão-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
04 relatorio-avaliacão-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe04 relatorio-avaliacão-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
04 relatorio-avaliacão-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
 
04 relatorio-avaliacao-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
04 relatorio-avaliacao-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe04 relatorio-avaliacao-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
04 relatorio-avaliacao-participativa-da-qualidade-agua-do-capibaribe
 

Mais de ETAR

Actividade3 Final
Actividade3 FinalActividade3 Final
Actividade3 FinalETAR
 
Act
ActAct
ActETAR
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApETAR
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApETAR
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApETAR
 
Anticorpos Monoclonais
Anticorpos MonoclonaisAnticorpos Monoclonais
Anticorpos MonoclonaisETAR
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApETAR
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApETAR
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApETAR
 
...
......
...ETAR
 
Escola E B 2,3 A P
Escola  E B 2,3 A PEscola  E B 2,3 A P
Escola E B 2,3 A PETAR
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApETAR
 
Calendari Final
Calendari  FinalCalendari  Final
Calendari FinalETAR
 
QuestionáRio Reformulado Final
QuestionáRio Reformulado FinalQuestionáRio Reformulado Final
QuestionáRio Reformulado FinalETAR
 
Calendari Final
Calendari  FinalCalendari  Final
Calendari FinalETAR
 

Mais de ETAR (20)

Actividade3 Final
Actividade3 FinalActividade3 Final
Actividade3 Final
 
Act
ActAct
Act
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 Ap
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 Ap
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 Ap
 
Anticorpos Monoclonais
Anticorpos MonoclonaisAnticorpos Monoclonais
Anticorpos Monoclonais
 
.
..
.
 
.
..
.
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 Ap
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 Ap
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 Ap
 
...
......
...
 
Escola E B 2,3 A P
Escola  E B 2,3 A PEscola  E B 2,3 A P
Escola E B 2,3 A P
 
.
..
.
 
Escola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 ApEscola Eb 2,3 Ap
Escola Eb 2,3 Ap
 
.
..
.
 
Calendari Final
Calendari  FinalCalendari  Final
Calendari Final
 
.
..
.
 
QuestionáRio Reformulado Final
QuestionáRio Reformulado FinalQuestionáRio Reformulado Final
QuestionáRio Reformulado Final
 
Calendari Final
Calendari  FinalCalendari  Final
Calendari Final
 

.

  • 1. Escola E.B. 2,3/S Vieira de AraújoÁrea de Projecto Técnicas de Investigação Não – Documentais A Entrevista – Actividade 3 ETAR- Estamos Tramados com a Água do Rio. Blogue: http://www.etar-projecto.blogspot.com/ Docente: Miguel Costa Discentes: Ana Nova, nº2 José Carvalho, nº10 Manuel Silva ,nº13 Marta Pereira,nº14. Ano lectivo 2009/2010 Vieira do Minho
  • 2. Introdução Apresentação de uma entrevista audiovisual; Entrevista à engenheira da EPMAR acerca da qualidade da água no concelho de Vieira do Minho; Referência à situação da água da escola, como forma de conclusão do inquérito por questionário realizado pelo grupo; Aplicação das competências adquiridas em aula; Síntese temática da entrevista;
  • 3. Caracterização da Entrevistada Nome: Rosa Carneiro; Idade: 30 anos; Naturalidade: Guilhofrei, Vieira do Minho; Habilitações: Licenciatura em Engenharia Biológica (Universidade do Minho); Função na EPMAR: Desde 2005 que, após um estágio profissional, a Engª Rosa labora na empresa municipal, desempenhando a função de gestão e controlo das águas do concelho; Interesses Profissionais: Gosto em trabalhar com água; Fig 1: Engª Rosa Carneiro.
  • 5. Reflexão Crítica Existe um plano anual de controlo da qualidade da água no nosso concelho; Os parâmetros dos boletins analíticos da água na vila estão em conformidade com a lei em vigor; Na vila, a água é abastecida de 2 formas: abastecimento em alta e em baixa; A comunidade escolar pode estar descansada com a água, uma vez que esta cumpre os parâmetros biológicos e físico-químicos; As ETA e ETAR são da responsabilidade das Águas do Ave; Em relação ao futuro desta área, está previsto para o final de 2010 o abastecimento em alta para todo o concelho a partir da captação do Alto Rabagão e das Andorinhas;
  • 6. Esta entrevista foi realizada num escritório da EPMAR, E.M, que apresenta um bom ambiente, nomeadamente sem ruídos e com uma boa visibilidade, sendo estas as características ideais à realização de uma entrevista;
  • 7. Conclusão Vieira do Minho é um concelho com bastantes recursos hídricos que são monitorizados para consumo da população; A gestão dos recursos obedece a um rigoroso plano de controlo de qualidade, acreditado pelo IPAC; Tal como já se tinha constatado através da opinião dos alunos, aquando da realização do inquérito por questionário, conclui-se que água da escola é boa para consumo; O facto de não termos focado as entrevistadoras e entrevistada,simultaneamente;
  • 8. O facto de termos recorrido ao auxílio de um fotógrafo profissional. Contudo, tínhamos consciência que se fossemos por outro caminho, devido ao factor tempo e lacunas a nível informático, o trabalho final possivelmente, não teria tanta qualidade. Este trabalho permitiu-nos pôr em prática os conhecimentos adquiridos, e foi uma experiência bastante gratificante para nós, enquanto jovens;