SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
LUÍS DE CAMÕES - BIOGRAFIA




                         O célebre poeta Luís Vaz de
                         Camões nasceu em Lisboa,
                         provavelmente no ano 1524 e
                         morreu a 10 de Junho de 1580,
                         sendo considerada uma das
                         maiores figuras da literatura
portuguesa e grande poeta do Ocidente. Pouco se sabe
da sua vida na infância, mas consta que nasceu numa
família de bons princípios, recebeu uma sólida educação,
aprendeu o latim, conheceu a literatura, a história antiga
e moderna e provavelmente estudou na Universidade de
Coimbra. Frequentou a corte de Dom João III, iniciou a
sua carreira como poeta lírico e envolveu-se, como narra
a tradição, em amores com damas da nobreza e
possivelmente plebeias, além de levar uma vida boémia e
turbulenta. Diz-se que, por conta de um amor frustrado,
se auto-exilou em África, alistado como militar, onde
perdeu um olho em batalha. Foi no Oriente, onde
combatia ao lado das forças portugueses que escreveu
uma grande parte da sua maior e mais conhecida obra, a
epopeia “Os Lusíadas”.Regressou à sua pátria em 1569 e
dois anos mais tarde, no reinado de D. Sebastião,
publicou esta epopeia, atingindo um enorme êxito sendo-
lhe atribuída pelo rei uma quantia de 15000 réis anuais.
“Os Lusíadas”
Publicado em 1572, este livro é constituído por dez
cantos, dez partes que narram os feitos históricos dos
portugueses. Através da viagem
marítima de Vasco da Gama para a
Índia e das aventuras dos marinheiros
nas descobertas são entrelaçados os
mitos, as figuras e os momentos que
definem a História de Portugal. São
figuras importantes como D.Inês de
Castro,D.Afonso            Henriques,
NunoÁlvares Pereira e tantos outros
que passeiam pelas estrofes e
compõem um quadro grandioso de
exaltação dos portugueses.



                           O Velho do Restelo ou o
                           gigante Adamastor, mais
                           que figuras míticas de um
                           poema, já se tornaram
                           referências desta cultura
                           que é a nossa... E que
                           Camões cantou.


Trabalho elaborado por Graça Soares

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação luís de camões
Apresentação luís de camõesApresentação luís de camões
Apresentação luís de camõesinaciasantana
 
Biografia de Luís Vaz de Camões
Biografia de Luís Vaz de CamõesBiografia de Luís Vaz de Camões
Biografia de Luís Vaz de Camõescamoesparasempre
 
Trabalho de português vida e obra de luís vaz de camões - andré fonseca nº1...
Trabalho de português   vida e obra de luís vaz de camões - andré fonseca nº1...Trabalho de português   vida e obra de luís vaz de camões - andré fonseca nº1...
Trabalho de português vida e obra de luís vaz de camões - andré fonseca nº1...AndreVerissimoFonseca
 
Jose Maria-de-Eça-de-Queirós
Jose Maria-de-Eça-de-QueirósJose Maria-de-Eça-de-Queirós
Jose Maria-de-Eça-de-QueirósClaudia Lazarini
 
Luís Vaz de Camões - Vida e obra
Luís Vaz de Camões - Vida e obraLuís Vaz de Camões - Vida e obra
Luís Vaz de Camões - Vida e obramariacosta
 
Autobiografia de Luís de Camões
Autobiografia de Luís de CamõesAutobiografia de Luís de Camões
Autobiografia de Luís de CamõesLetceO
 
Luís Vaz de Camões - Biografia
Luís Vaz de Camões - BiografiaLuís Vaz de Camões - Biografia
Luís Vaz de Camões - BiografiaPaulo Santos
 
Lusiadas eloisa silva, jailson barbosa, nilton estevão e eric luis
Lusiadas eloisa silva, jailson barbosa, nilton estevão e eric luisLusiadas eloisa silva, jailson barbosa, nilton estevão e eric luis
Lusiadas eloisa silva, jailson barbosa, nilton estevão e eric luisjuninhowwave
 
Luís Vaz de camões
Luís Vaz de camõesLuís Vaz de camões
Luís Vaz de camõesGateira
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Os lusíadas
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Os lusíadasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Os lusíadas
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Os lusíadasBiblioteca UCS
 

Mais procurados (20)

Apresentação luís de camões
Apresentação luís de camõesApresentação luís de camões
Apresentação luís de camões
 
Luís vaz de camões
Luís vaz de camõesLuís vaz de camões
Luís vaz de camões
 
Biografia de Luís Vaz de Camões
Biografia de Luís Vaz de CamõesBiografia de Luís Vaz de Camões
Biografia de Luís Vaz de Camões
 
Trabalho de português vida e obra de luís vaz de camões - andré fonseca nº1...
Trabalho de português   vida e obra de luís vaz de camões - andré fonseca nº1...Trabalho de português   vida e obra de luís vaz de camões - andré fonseca nº1...
Trabalho de português vida e obra de luís vaz de camões - andré fonseca nº1...
 
Jose Maria-de-Eça-de-Queirós
Jose Maria-de-Eça-de-QueirósJose Maria-de-Eça-de-Queirós
Jose Maria-de-Eça-de-Queirós
 
Luís Vaz de Camões - Vida e obra
Luís Vaz de Camões - Vida e obraLuís Vaz de Camões - Vida e obra
Luís Vaz de Camões - Vida e obra
 
Autobiografia de Luís de Camões
Autobiografia de Luís de CamõesAutobiografia de Luís de Camões
Autobiografia de Luís de Camões
 
Obras de Camões
Obras de CamõesObras de Camões
Obras de Camões
 
Luís Vaz de Camões - Biografia
Luís Vaz de Camões - BiografiaLuís Vaz de Camões - Biografia
Luís Vaz de Camões - Biografia
 
Luís de camões
Luís de camõesLuís de camões
Luís de camões
 
Vida de camões epopeia
Vida de camões epopeiaVida de camões epopeia
Vida de camões epopeia
 
Lusiadas eloisa silva, jailson barbosa, nilton estevão e eric luis
Lusiadas eloisa silva, jailson barbosa, nilton estevão e eric luisLusiadas eloisa silva, jailson barbosa, nilton estevão e eric luis
Lusiadas eloisa silva, jailson barbosa, nilton estevão e eric luis
 
Luis vaz de_camoes
Luis vaz de_camoesLuis vaz de_camoes
Luis vaz de_camoes
 
Eça de queirós
Eça de queirósEça de queirós
Eça de queirós
 
Luís Vaz de Camões
Luís Vaz de CamõesLuís Vaz de Camões
Luís Vaz de Camões
 
Luís Vaz de camões
Luís Vaz de camõesLuís Vaz de camões
Luís Vaz de camões
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Os lusíadas
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Os lusíadasSistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Os lusíadas
Sistema de Bibliotecas UCS - Seção de Obras Raras - Os lusíadas
 
Fls figuras reais
Fls figuras reaisFls figuras reais
Fls figuras reais
 
Os lusiadas
Os lusiadasOs lusiadas
Os lusiadas
 
Vida e obra de Wuanhenga Xitu
Vida e obra de Wuanhenga XituVida e obra de Wuanhenga Xitu
Vida e obra de Wuanhenga Xitu
 

Destaque

Funções sintáticas internas ao grupo nominal.docx
Funções sintáticas internas ao grupo nominal.docxFunções sintáticas internas ao grupo nominal.docx
Funções sintáticas internas ao grupo nominal.docxMarta Espada
 
Adjetivadetalhada 101019051533-phpapp02
Adjetivadetalhada 101019051533-phpapp02Adjetivadetalhada 101019051533-phpapp02
Adjetivadetalhada 101019051533-phpapp02Diego Prezia
 
P10 exp10 3_sintaxe_i_funcoes_sintaticas
P10 exp10 3_sintaxe_i_funcoes_sintaticasP10 exp10 3_sintaxe_i_funcoes_sintaticas
P10 exp10 3_sintaxe_i_funcoes_sintaticasRuiPelicano
 
Sá de Miranda - Trabalho de Lp
Sá de Miranda - Trabalho de LpSá de Miranda - Trabalho de Lp
Sá de Miranda - Trabalho de LpFrancisco Teixeira
 
Dante & a Divina Comédia
Dante & a Divina Comédia Dante & a Divina Comédia
Dante & a Divina Comédia Awmergin O Bardo
 
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)guest93d9a1
 
Francesco Petrarca
Francesco PetrarcaFrancesco Petrarca
Francesco Petrarcavaleriaprof
 
Análise sintática
Análise sintáticaAnálise sintática
Análise sintáticaKarla Costa
 
Exercício de Orações Subordinadas Adverbiais
Exercício de  Orações Subordinadas AdverbiaisExercício de  Orações Subordinadas Adverbiais
Exercício de Orações Subordinadas AdverbiaisKeilla Ramos
 
Orações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasOrações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasMargarida Tomaz
 
Lírica de Luís de Camões
Lírica de Luís de Camões Lírica de Luís de Camões
Lírica de Luís de Camões Lurdes Augusto
 

Destaque (17)

Funções sintáticas internas ao grupo nominal.docx
Funções sintáticas internas ao grupo nominal.docxFunções sintáticas internas ao grupo nominal.docx
Funções sintáticas internas ao grupo nominal.docx
 
Adjetivadetalhada 101019051533-phpapp02
Adjetivadetalhada 101019051533-phpapp02Adjetivadetalhada 101019051533-phpapp02
Adjetivadetalhada 101019051533-phpapp02
 
Petrarca
PetrarcaPetrarca
Petrarca
 
Dolce Stil Nuovo, Petrarca e o petrarquismo
Dolce Stil Nuovo, Petrarca e o petrarquismo Dolce Stil Nuovo, Petrarca e o petrarquismo
Dolce Stil Nuovo, Petrarca e o petrarquismo
 
Dante divina comédia - quizz
Dante   divina comédia - quizzDante   divina comédia - quizz
Dante divina comédia - quizz
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
 
P10 exp10 3_sintaxe_i_funcoes_sintaticas
P10 exp10 3_sintaxe_i_funcoes_sintaticasP10 exp10 3_sintaxe_i_funcoes_sintaticas
P10 exp10 3_sintaxe_i_funcoes_sintaticas
 
Sá de Miranda - Trabalho de Lp
Sá de Miranda - Trabalho de LpSá de Miranda - Trabalho de Lp
Sá de Miranda - Trabalho de Lp
 
Dante & a Divina Comédia
Dante & a Divina Comédia Dante & a Divina Comédia
Dante & a Divina Comédia
 
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
 
Francesco Petrarca
Francesco PetrarcaFrancesco Petrarca
Francesco Petrarca
 
Análise sintática
Análise sintáticaAnálise sintática
Análise sintática
 
28_EXERCÍCIOS DE ORAÇÕES ADVERBIAIS
28_EXERCÍCIOS DE ORAÇÕES ADVERBIAIS28_EXERCÍCIOS DE ORAÇÕES ADVERBIAIS
28_EXERCÍCIOS DE ORAÇÕES ADVERBIAIS
 
Exercício de Orações Subordinadas Adverbiais
Exercício de  Orações Subordinadas AdverbiaisExercício de  Orações Subordinadas Adverbiais
Exercício de Orações Subordinadas Adverbiais
 
Orações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasOrações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativas
 
Lírica de Luís de Camões
Lírica de Luís de Camões Lírica de Luís de Camões
Lírica de Luís de Camões
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadas
 

Semelhante a Luís de Camões

Semelhante a Luís de Camões (20)

Os lusíadas luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo-
Os lusíadas  luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo- Os lusíadas  luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo-
Os lusíadas luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo-
 
Português - Renascimento ou Classicismo
Português - Renascimento ou ClassicismoPortuguês - Renascimento ou Classicismo
Português - Renascimento ou Classicismo
 
Vida de camões
Vida de camõesVida de camões
Vida de camões
 
Camões e a epopeia
Camões e a epopeiaCamões e a epopeia
Camões e a epopeia
 
Camões e os lusíadas
Camões e os lusíadasCamões e os lusíadas
Camões e os lusíadas
 
Literatura
LiteraturaLiteratura
Literatura
 
Camões
CamõesCamões
Camões
 
Camões
Camões Camões
Camões
 
Os lusiadas introdução
Os lusiadas introduçãoOs lusiadas introdução
Os lusiadas introdução
 
Biografia de luis vaz de camões
Biografia de luis vaz de camões Biografia de luis vaz de camões
Biografia de luis vaz de camões
 
Camões
CamõesCamões
Camões
 
BIOGRAFIAS GIL VICENTE TIAGO REBELO LESLEY PERASE DITA VON TEESE FERNÃO LOPES...
BIOGRAFIAS GIL VICENTE TIAGO REBELO LESLEY PERASE DITA VON TEESE FERNÃO LOPES...BIOGRAFIAS GIL VICENTE TIAGO REBELO LESLEY PERASE DITA VON TEESE FERNÃO LOPES...
BIOGRAFIAS GIL VICENTE TIAGO REBELO LESLEY PERASE DITA VON TEESE FERNÃO LOPES...
 
Os Lusíadas, de Camões
Os Lusíadas, de CamõesOs Lusíadas, de Camões
Os Lusíadas, de Camões
 
Camoes
CamoesCamoes
Camoes
 
Luiz Vaz de Camoes - Vida-e-Obra .ppt
Luiz  Vaz  de  Camoes - Vida-e-Obra .pptLuiz  Vaz  de  Camoes - Vida-e-Obra .ppt
Luiz Vaz de Camoes - Vida-e-Obra .ppt
 
Luis - Vaz - de - Camoes-Vida-e-Obra.ppt
Luis - Vaz - de - Camoes-Vida-e-Obra.pptLuis - Vaz - de - Camoes-Vida-e-Obra.ppt
Luis - Vaz - de - Camoes-Vida-e-Obra.ppt
 
Aula 10 romantismo no brasil e em portugal
Aula 10   romantismo no brasil e em portugalAula 10   romantismo no brasil e em portugal
Aula 10 romantismo no brasil e em portugal
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
 
Oslusiadas modificado
Oslusiadas modificadoOslusiadas modificado
Oslusiadas modificado
 
início-romantismo
início-romantismoinício-romantismo
início-romantismo
 

Mais de EFA11

Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo GolfeEFA11
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo GolfeEFA11
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo GolfeEFA11
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo GolfeEFA11
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo GolfeEFA11
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo GolfeEFA11
 
Música pop
Música popMúsica pop
Música popEFA11
 
Música pop
Música popMúsica pop
Música popEFA11
 
Porto santo golfe
Porto santo golfePorto santo golfe
Porto santo golfeEFA11
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo GolfeEFA11
 
Preços como estes.cl cdocx
Preços como estes.cl cdocxPreços como estes.cl cdocx
Preços como estes.cl cdocxEFA11
 
Prática de mergulho nas águas do porto santo
Prática de mergulho nas águas do porto santoPrática de mergulho nas águas do porto santo
Prática de mergulho nas águas do porto santoEFA11
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociaisEFA11
 
Portáteis - nuno
Portáteis - nunoPortáteis - nuno
Portáteis - nunoEFA11
 
As sete maravilhas naturais de portugal - Graça
As sete maravilhas naturais de portugal - GraçaAs sete maravilhas naturais de portugal - Graça
As sete maravilhas naturais de portugal - GraçaEFA11
 
Somos todos responsáveis - Adosinda
Somos todos  responsáveis - AdosindaSomos todos  responsáveis - Adosinda
Somos todos responsáveis - AdosindaEFA11
 
Somos todos responsáveis
Somos todos  responsáveisSomos todos  responsáveis
Somos todos responsáveisEFA11
 
Somos responsáveis
Somos  responsáveisSomos  responsáveis
Somos responsáveisEFA11
 
Somos todos responsáveis
Somos todos responsáveisSomos todos responsáveis
Somos todos responsáveisEFA11
 
Somos todos responsáveis - Adosinda
Somos todos responsáveis - AdosindaSomos todos responsáveis - Adosinda
Somos todos responsáveis - AdosindaEFA11
 

Mais de EFA11 (20)

Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo Golfe
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo Golfe
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo Golfe
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo Golfe
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo Golfe
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo Golfe
 
Música pop
Música popMúsica pop
Música pop
 
Música pop
Música popMúsica pop
Música pop
 
Porto santo golfe
Porto santo golfePorto santo golfe
Porto santo golfe
 
Porto Santo Golfe
Porto Santo GolfePorto Santo Golfe
Porto Santo Golfe
 
Preços como estes.cl cdocx
Preços como estes.cl cdocxPreços como estes.cl cdocx
Preços como estes.cl cdocx
 
Prática de mergulho nas águas do porto santo
Prática de mergulho nas águas do porto santoPrática de mergulho nas águas do porto santo
Prática de mergulho nas águas do porto santo
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 
Portáteis - nuno
Portáteis - nunoPortáteis - nuno
Portáteis - nuno
 
As sete maravilhas naturais de portugal - Graça
As sete maravilhas naturais de portugal - GraçaAs sete maravilhas naturais de portugal - Graça
As sete maravilhas naturais de portugal - Graça
 
Somos todos responsáveis - Adosinda
Somos todos  responsáveis - AdosindaSomos todos  responsáveis - Adosinda
Somos todos responsáveis - Adosinda
 
Somos todos responsáveis
Somos todos  responsáveisSomos todos  responsáveis
Somos todos responsáveis
 
Somos responsáveis
Somos  responsáveisSomos  responsáveis
Somos responsáveis
 
Somos todos responsáveis
Somos todos responsáveisSomos todos responsáveis
Somos todos responsáveis
 
Somos todos responsáveis - Adosinda
Somos todos responsáveis - AdosindaSomos todos responsáveis - Adosinda
Somos todos responsáveis - Adosinda
 

Último

Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 

Luís de Camões

  • 1. LUÍS DE CAMÕES - BIOGRAFIA O célebre poeta Luís Vaz de Camões nasceu em Lisboa, provavelmente no ano 1524 e morreu a 10 de Junho de 1580, sendo considerada uma das maiores figuras da literatura portuguesa e grande poeta do Ocidente. Pouco se sabe da sua vida na infância, mas consta que nasceu numa família de bons princípios, recebeu uma sólida educação, aprendeu o latim, conheceu a literatura, a história antiga e moderna e provavelmente estudou na Universidade de Coimbra. Frequentou a corte de Dom João III, iniciou a sua carreira como poeta lírico e envolveu-se, como narra a tradição, em amores com damas da nobreza e possivelmente plebeias, além de levar uma vida boémia e turbulenta. Diz-se que, por conta de um amor frustrado, se auto-exilou em África, alistado como militar, onde perdeu um olho em batalha. Foi no Oriente, onde combatia ao lado das forças portugueses que escreveu uma grande parte da sua maior e mais conhecida obra, a epopeia “Os Lusíadas”.Regressou à sua pátria em 1569 e dois anos mais tarde, no reinado de D. Sebastião, publicou esta epopeia, atingindo um enorme êxito sendo- lhe atribuída pelo rei uma quantia de 15000 réis anuais.
  • 2. “Os Lusíadas” Publicado em 1572, este livro é constituído por dez cantos, dez partes que narram os feitos históricos dos portugueses. Através da viagem marítima de Vasco da Gama para a Índia e das aventuras dos marinheiros nas descobertas são entrelaçados os mitos, as figuras e os momentos que definem a História de Portugal. São figuras importantes como D.Inês de Castro,D.Afonso Henriques, NunoÁlvares Pereira e tantos outros que passeiam pelas estrofes e compõem um quadro grandioso de exaltação dos portugueses. O Velho do Restelo ou o gigante Adamastor, mais que figuras míticas de um poema, já se tornaram referências desta cultura que é a nossa... E que Camões cantou. Trabalho elaborado por Graça Soares