Serrano 235

252 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
74
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Serrano 235

  1. 1. NA00000000000000000000000000 sssaf ELEIÇÕES NA CÂMARA DEVEM OCORRER ATÉ 17 DE NOVEMBRO Na pequena cidade, o tema cujo tem sido discutido entre os parlamentares desde outubro de 2013, deve enfim ter um desfecho considerando está vencido o tempo de administração da mesa diretora que deveria haver sido reformulada ainda no final do ano passado, conforme definido na Lei orgânica do município que não permite reeleição dos dirigentes e que estipula o prazo de doze meses de cada gestão da casa legislativa. Com a decisão apresentada na última sexta-feira,07, a presidência da casa deve apresentar a data de realização do pleito, por configurar-se como ilegal a permanência do atuais dirigentes até então amparados pelo artigo 27 do regimento interno, cujo está submisso a constituição municipal. Diante da situação tanto a base aliada a candidatura do PT como do PMDB à presidência do parlamento municipal estudam estratégias para eleger seus candidatos que devem ser empossados tão logo seja apresentado o resultado das eleições internas. Ainda de acordo com o teor da decisão o descumprimento da sentença resultará em multa de R$1000 reais diários. Redação do Serrano Nº 235 – ANO IV - Alcântaras, 08 de novembro de 2014 Nº 235 – ANO IV - Alcântaras, 08 de novembro de 2014– Impresso Oficial da ECOS ALCANTARAS E SUA VOCAÇÃO ECONÔMICA Nas últimas décadas a agricultura e pecuária tem dado lugar a expansão do comércio varejista em Alcântaras, zona norte do Ceará. No pequeno município, com apenas 57 anos de emancipação política a vocação econômica sofreu um ligeira mudança desde o início dos anos 2000, quando foi crescente o número de novos negócios que surgiram no lugar e que tem prosperado até os dias atuais. Com um significativo centro comercial formado por lojas de móveis e eletros, depósitos de construção, bares, lanchonetes, restaurantes, ópticas, boutiques e mercadinhos a economia da pequena cidade serrana gira em torno do comércio, que é o principal setor de circulação de capital no município hoje com mais de 11 mil habitantes.Com vendas aquecidas e uma clientela cada vez mais exigente, microempresários tem investido na ampliação e modernização de seus negócios como forma de continuarem prosperando. Somente no centro da cidade, recentemente quatro grandes estabelecimentos mudaram de local, abriram novas lojas e/ou estão ampliando suas instalações. Tais mudanças ocorrem paralelamente ao fluxo de vendas e lucro obtido na comercialização de alimentos, roupas, acessórios e outros produtos. Devido o avanço, as muitas compras que antes eram realizadas nas cidades vizinhas, passam a concentrar-se no município que também recebeu grandes investimentos de redes de lojas que atuam na região norte do Ceará e passou a arrecadar mais devido a retenção de impostos como o ICMS. Redação Online do Serrano Redação Virtual do Serrano RAPIDINHAS 1- Praça Gregório Cunha ganhará mudas de plantas; 2 – Seinfra amplia divulgação de coleta domiliciar em Alcântaras; 3 – Na zona rural: taxa de iluminação publica é cobrada em conta de luz; 4 – Alunos de Alcântaras participam no enem 2014 em Coreaú e Sobral; 5 – Postos de saúde deveriam haver sido entregues há sete meses; . “TODAS AS INFORMAÇOES AQUI CONTIDAS SÃO DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS AUTORES E/OU FONTES CITADAS” . ADRIANO VARIEDADES A Câmara Municipal de Alcântaras, zona norte do Ceará, tem até o próximo dia 17 de novembro de 2014 para promover a escolha de sua nova mesa diretora. As eleições devem ocorrer nos próximos dez dias em atendimento a uma determinação judicial emitida pelo juiz que responde pela Comarca de Alcântaras.
  2. 2. . Nº 235 – ANO IV - Alcântaras, 08 de novembro de 2014 Nº 235 – ANO IV - Alcântaras, 09 de novembro de 2014 EM 2014: CRESCE CASOS ENVOLVENDO IMPRUDÊNCIA NO TRÂNSITO DE ALCANTARAS O município de Alcântaras, zona norte do Ceará, tem registrado em 2014 um ligeiro crescimento nos casos de imprudência no trânsito. Na cidade onde o maior percentual da frota é constituído por motonetas e carros as estatísticas de registros relacionados a punição da Lei Seca sugerem uma curva ascendente nas ocorrências onde os condutores dirigem após fazer a ingestão de bebida alcóolica. Segundo os dados do Destacamento de Policia Militar da cidade, de setembro até o início deste mês mais de sete casos de embriaguez ao volante, ou direção perigosa foram registrados na cidade, uma situação alarmante quando considerado que a maioria dos casos envolve pessoas cujo não tem permissão para dirigir veículos automotores. Segundo o comandante da PM, além do enquadramento na legislação de trânsito previsto no CTB, os infratores respondem criminalmente por danos materiais e/ou pessoais estando ainda sujeitos ao encaminhamento dos casos para a Diretoria Regional do Departamento Estadual de Trânsito – Detran. Redação do Serrano CASA PEGA FOGO NO DIA DE FINADOS Moradores de uma das casas do Sitio Picos, próximo ao Distrito de Ventura ficaram desabrigados após o casebre pegar fogo. A humilde residência, construída ainda com barro e palha de palmeiras ficou em chamas no último domingo,02, e transformou em cinzas todos os pertences da família de Dona Luci. Consternados com a situação da família e das quatro crianças o Conselho Tutelar de Alcântaras iniciou uma campanha para a arrecadação de roupas, gêneros alimentícios e calçados afim de prestar um maior apoio aos vitimados neste momento. As causas do acidente ainda são desconhecidas, porém acredita-se que o incêndio ocorreu de forma acidental. Ainda segundo o coordenador Fernando Batista o recebimento de doações também está sendo feita nos Conselhos Tutelar das cidades de Meruoca e Coreaú, que agem como parceiros da campanha. De acordo com as últimas informações recebidas os pais e as quatro crianças estariam na casa de parentes. Redação Online do Serrano Na boca do Povo # BRIGA DE PODERES Desde que o Brasil é Brasil sempre existiu neste território a briga de poderes entre aqueles que situam-se na elite social. Se de um lado desde as diretas já nossos representantes aprenderam a conquistar o povo para conseguirem ser eleitos e ocuparem cargos ditos como a serviço da comunidade, a luta por interesses particulares continua a acompanhar os capítulos da política brasileira que muda de personagens, porém continua com o mesmo cenário. Em Alcântaras, a situação não é diferente. Se por um lado a disputa pela cadeira da presidência da câmara não configura como uma briga como muitos negam, do outro as estratégias de um jeito ou de outro chegar e/ou manter-se no poder reflete que para nossos representantes em primeiro lugar está o saciamento de desejos próprios e não os verdadeiros anseios da sociedade. Prova maior de tudo isso é que em muitos anos de administração pública em Alcântaras, poucos foram os legisladores que de fato arregaçaram as mangas para brigarem com o povo por projetos de interesse comum, ou que duelaram com situação e oposição na aprovação de matérias propostas pelas classes esquecidas e menos favorecidas, como servidores públicos, universitários e comunidades carentes. Situações como estas, salve engano nunca foram tratadas como bandeiras defendidas ou lutas(brigas) deflagradas em tribuna uns situação que nos remete que cada dia mais as sessões do parlamento municipal tornaram-se num território de combate a acusações pessoais, que nada influenciam para o crescimento de Alcântaras e sim caminham cada vez pela disputa suja e desonesta na briga de poderes. Por.Francisco Freire ALCÂNTARAS: GASTOS COM PESSOAL COMPROMETEM QUASE 25% DE TODA A RECEITA DO MUNICIPIO Elevada a cidade há quase 57 anos, apesar do crescimento obtido nas últimas décadas o município de Alcântaras continua a ser sustentado em sua maior parte com recursos oriundo do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Na cidade onde o serviço público é a primeira maior fonte de renda para os munícipes, a Prefeitura Municipal tem os repasses da cota do referido fundo como as maiores receitas, seguida das transferências do Fundeb. Somente para 2014, até o momento Alcântaras teria recebido de FPM do Governo Federal o equivalente a R$ 4.850.151,53 conforme os dados do Portal da Transparência. Ao todo o montante já em mãos do município supera os R$15 milhões quando considerado todos os valores arrecadado até o último dia 30 de setembro. Entretanto, apesar dos altos valores transferidos aos cofres públicos para o mesmo período os gastos já chegam a R$ 12.759.907,22, sendo a metade das despesas relacionadas a vencimentos e vantagens fixas de pessoal. Devido a utilização quase que total do que entra, mais uma vez a cidade é alvo de bloqueio de recursos pela Justiça, como forma de fazer valer com que o ente administrativo cumpra com o pagamento de dívidas que já se arrastam há quase 20 anos. Redação Online do Serrano SECA: SÃO PAULO TERÁ PROGRAMA DE REUSO DE ÁGUA A ideia do projeto é abastecer diretamente as bacias que alimentam sistemas de represamento Guarapiranga e Alto Cotia. Ao todo a estimativa do Estado é gerar 3 metros cúbicos de água por segundo, o que em números corresponde a 3.000 litros do líquido que posteriormente deve ser fornecidos aos paulistas através da rede de abastecimento. Em todo o planeta, a tecnologia do reuso de água cinzas e águas negras tem sido adotada em países como os Estados Unidos, Austrália e Bélgica, inclusive em alguns casos já direcionadas para o consumo humano. Em linhas gerais o reúso de água consiste no tratamento das águas de esgoto de grandes cidades, ou mesmo de ambientes familiares, submetendo o líquido a processos químicos que garantam sua potabilidade, afim de redirecionar o líquido para atividades domésticas como lavagem de roupas, regar plantas e até mesmo para o consumo humano. Fonte: blog da ECOS Com as alterações climáticas registradas mais notoriamente no início deste século a seca anteriormente determinada exclusivamente como um problema nordestino tem atingido diversas regiões do Brasil. Em 2014 o Estado de São Paulo, na região Sudeste do país enfrenta uma das piores secas de sua história. Devido a falta d'água necessária para abastecer a população da maior cidade da América Latina o Governo do Estado anunciou no inicio da última semana que planeja entregar até o final do próximo ano duas estações de produção de água de reuso

×