Revolta do contestado

1.268 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
3 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Levei pra escola passei uma vergonha. Fui confiar e não conferi as imagens.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Boa noite, estaria melhor se não tivesse uma imagem da revolta da vacina no meio do slide da revolta do contestado,
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • (29)Jogando .net o MELHOR SERVIDOR DE MU ONLINE DO BRASIL!
    Season 6 Ep. 3 em todos os Servers. Sendo 7 servers diferenciados proporcionando sua diversão.
    Não perca os Eventos e promoções do Dia das crianças, diversão para todos na Jogando.net:
    - Jdiamonds e Jcachs em drobro, concorra a um iPad e diversos prêmios!
    Estamos preparando a nova Maratona de eventos das crianças, em breve os melhores eventos de todos os tempos!
    VEJA ALGUMAS NOVIDADES :
    Novos kits : DEVASTATOR e SUPREMO DIAMOND V2 {apenas 100 unidades} com Rings e Pendat Mysthical ;
    Novos Shields Power v3 18 opts ;
    Conheça também o site de Animes Cloud: http://www.animescloud.com, mais de 20.000 videos online.
    >> CADASTRE-SE E GANHE 5 DIAS DE VIP
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.268
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
3
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolta do contestado

  1. 1. Aconteceu entre outubro de 1912 e agosto de 1916.
  2. 2.  A Guerra do Contestado foi um conflito armado que ocorreu na região Sul do Brasil, entre outubro de 1912 e agosto de 1916. O conflito envolveu cerca de 20 mil camponeses que enfrentaram forças militares dos poderes federal e estadual. Ganhou o nome de Guerra do Contestado, pois os conflitos ocorrem numa área de disputa territorial entre os estados do Parará e Santa Catarina.
  3. 3. Forças Militares Camponeses
  4. 4.  A estrada de ferro entre São Paulo e Rio Grande do Sul estava sendo construída por uma empresa norte- americana, com apoio dos coronéis (grandes proprietários rurais com força política) da região e do governo. Para a construção da estrada de ferro, milhares de família de camponeses perderam suas terras. Este fato, gerou muito desemprego entre os camponeses da região, que ficaram sem terras para trabalhar. Outro motivo da revolta foi a compra de uma grande área da região por de um grupo de pessoas ligadas à empresa construtora da estrada de ferro. Esta propriedade foi adquirida para o estabelecimento de uma grande empresa madeireira, voltada para a exportação.
  5. 5.  O clima ficou mais tenso quando a estrada de ferro ficou pronta. Muitos trabalhadores que atuaram em sua construção tinham sido trazidos de diversas partes do Brasil e ficaram desempregados com o fim da obra, assim sem moradia e emprego. Esse foi o estopim da revolta do contestado.
  6. 6.  Nesta época, as regiões mais pobres do Brasil eram terreno fértil para o aparecimento de lideranças religiosas de caráter messiânico. Na área do Contestado não foi diferente, pois, diante da crise e insatisfação popular, ganhou força a figura do beato José Maria. Este pregava a criação de um mundo novo, regido pelas leis de Deus, onde todos viveriam em paz, com prosperidade justiça e terras para trabalhar. José Maria conseguiu reunir milhares de seguidores, principalmente de camponeses sem terras.
  7. 7.  Os coronéis da região e os governos (federal e estadual) começaram a ficar preocupados com a liderança de José Maria e sua capacidade de atrair os camponeses. O governo passou a acusar o beato de ser um inimigo da República, que tinha como objetivo desestruturar o governo e a ordem da região. Com isso, policiais e soldados do exército foram enviados para o local, com o objetivo de desarticular o movimento. Os soldados e policiais começaram a perseguir o beato e seus seguidores. Armados de espingardas de caça, facões e enxadas, os camponeses resistiram e enfrentaram as forças oficiais que estavam bem armadas. Nestes conflitos armados, entre 5 mil e 8 mil rebeldes, na maioria camponeses, morreram. As baixas do lado das tropas oficiais foram bem menores.
  8. 8.  A guerra terminou somente em 1916, quando as tropas oficiais conseguiram prender Adeodato, que era um dos chefes do último reduto de rebeldes da revolta. Ele foi condenado a trinta anos de prisão.
  9. 9.  A Guerra do Contestado mostra a forma com que os políticos e os governos tratavam as questões sociais no início da República. Os interesses financeiros de grandes empresas e proprietários rurais ficavam sempre acima das necessidades da população mais pobre. Não havia espaço para a tentativa de solucionar os conflitos com negociação. Quando havia organização daqueles que eram injustiçados, as forças oficiais, com apoio dos coronéis, combatiam os movimentos com repressão e força militar.
  10. 10.  Escola: Nossa Senhora do Brasil Nomes: Caroline Matuella, Diogo Vissoni, Eduarda Oliveira, Rafaella Doki, Rodrigo Lang e Roberta de Carvalho Professora: Camila Oliveira Disciplina: História Matéria: Revolta do Contestado

×