SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Escola Estadual Heronides Araújo
Série: 1° E.M.I.E.P.
Docente: Dionice Leite
Discentes: Alex Secundino e
Eduarda Gonçalves
Os seres vivos estão divididos em
três grupos de acordo com sua
necessidade do oxigênio:
Aeróbicos Obrigatórios

Necessitam

do oxigênio para obterem energia.
Anaeróbios Facultativos
As

leveduras, alguns moluscos e anelídeos
podem viver tanto na presença quanto na
ausência de gás oxigênio.
Anaeróbias Obrigatórias
Certas

bactérias não
suportam a
presença de
gás oxigênio,
o mesmo
pode até
matá-las
O que é fermentação ?
Processo

anaeróbico de produção de ATP a partir
de substâncias orgânicas, por meio da degradação
das moléculas orgânicas do alimento;

• Se a necessidade
de ATP for muito
grande, nossas
próprias células
executam
fermentação.
Aplicações e Benefícios
Produção de pães e bolos
A

levedura Saccharomyces
cerevisiae, misturada à farinha,
fermenta açúcares nela presente e
produz etanol e gás carbônico;
O gás é liberado na forma de
minúsculas bolhas que se dilatam
durante o cozimento, tornando a
massa macia e leve.
Produção de pães e bolos
Algumas

receitas de pães
e bolos utilizam o
bicarbonato de sódio ou
sal amoníaco;
Ele produz bolhas de gás
carbônico que também
tornam a massa macia e
leve;
Ambos apresentam valor
nutricional mais baixo
que as leveduras.
Bebidas Alcoólicas
Na

produção de cerveja e whisky,
que são provenientes da degradação
do amido, que ocorrem durante a
germinação das sementes da cevada;
Os agentes fermentadores neste
caso são as leveduras das espécies
Saccharomyces cerevisiae ou
Saccaromyces carlsbergensis.
Bebidas Alcoólicas
Na

produção do vinho, o substrato é
o suco de uva e o agente
fermentador, a levedura
Saccharomyces ellipsoideus, presente
na superfície de uvas maduras.
Bebidas Alcoólicas
No

México, o pulque (um tipo de cerveja) é
produzido desde tempos pré-colombianos pela
fermentação de plantas do gênero Agave por
leveduras e lactobacilos.
Bebidas Alcoólicas


O vinho de arroz dos japoneses
– saquê – resulta da ação de
leveduras sobre os açúcares
gerados pela degradação do
amido de sementes de arroz
pelo fungo Aspergillus orysae.
Fermentação láctica
Muito

utilizada na produção de laticínios como
queijos, coalhadas e iogurtes;
Fermentação láctica
O

sabor característico da
manteiga resulta da
atividade de uma espécie
de estreptococo, que
libera acetoína, presente
também em iogurtes.
Fermentação Láctica
A

produção de salame recebe a
ação fermentativa de bactérias do
gênero Pediococcus;
A produção de ácido láctico
contribui para o sabor e para
maior conservação desse
alimento.
Fermentação Acética
Vinagres

são produzidos por ação de bactérias
fermentadoras – Acetobacter e Acetomonas – que
convertem etanol em ácido acético.
Fermentação láctica
Na

produção de queijo suíço é empregada a
bactéria Propionibacterium freudenreichii, que
libera ácido propiônico e gás carbônico
responsáveis pelo sabor característico e
pelas cavidades típicas deste queijo.
Produção de Chocolate
As

sementes de cacau são
fermentadas por leveduras
e bactérias lácticas;
A fermentação é
necessária para dar o sabor
típico do chocolate.
Molho de Soja

É

produto da fermentação de açúcares e outros
compostos de sementes de soja pelo fungo
Aspergillus oryzae.
Produção de Etanol
Utiliza-se

a
fermentação do
melaço de cana por
leveduras do gênero
Saccharomyces.
Produção de Acetona
Proveniente

da
fermentação do
melaço de cana pela
bactéria Clostridium
acetobutylicum.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 1 introdução à tecnologia de alimentos
Aula 1 introdução à tecnologia de alimentosAula 1 introdução à tecnologia de alimentos
Aula 1 introdução à tecnologia de alimentos
Alvaro Galdos
 
Biotecnologia
Biotecnologia Biotecnologia
Ciclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicosCiclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicos
adelinacgomes
 
7229 9 microbiologia dos alimentos 2011.1
7229 9   microbiologia dos alimentos 2011.17229 9   microbiologia dos alimentos 2011.1
7229 9 microbiologia dos alimentos 2011.1
goretypuente
 
Segurança e qualidade de alimentos: a gestão na indústria
Segurança e qualidade de alimentos: a gestão na indústriaSegurança e qualidade de alimentos: a gestão na indústria
Segurança e qualidade de alimentos: a gestão na indústria
senaimais
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Bio
 

Mais procurados (20)

Aula Bioquimica
Aula BioquimicaAula Bioquimica
Aula Bioquimica
 
Cerveja
CervejaCerveja
Cerveja
 
Ar e saude
Ar e saudeAr e saude
Ar e saude
 
Aula 1 introdução à tecnologia de alimentos
Aula 1 introdução à tecnologia de alimentosAula 1 introdução à tecnologia de alimentos
Aula 1 introdução à tecnologia de alimentos
 
Fermentação
FermentaçãoFermentação
Fermentação
 
Biotecnologia
Biotecnologia Biotecnologia
Biotecnologia
 
Fungos 2º ano
Fungos 2º anoFungos 2º ano
Fungos 2º ano
 
Aula 9 - Metabolismo energético - Respiração celular e Fermentação
Aula 9 - Metabolismo energético - Respiração celular e FermentaçãoAula 9 - Metabolismo energético - Respiração celular e Fermentação
Aula 9 - Metabolismo energético - Respiração celular e Fermentação
 
AULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptx
AULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptxAULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptx
AULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptx
 
Ciclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicosCiclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicos
 
Polinização: Formas e
Polinização: Formas e Polinização: Formas e
Polinização: Formas e
 
Os microrganismos
Os microrganismos Os microrganismos
Os microrganismos
 
Ciclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicosCiclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicos
 
Microrganismos
MicrorganismosMicrorganismos
Microrganismos
 
Metabolismo Energético
Metabolismo EnergéticoMetabolismo Energético
Metabolismo Energético
 
7229 9 microbiologia dos alimentos 2011.1
7229 9   microbiologia dos alimentos 2011.17229 9   microbiologia dos alimentos 2011.1
7229 9 microbiologia dos alimentos 2011.1
 
III. 1 Histórico Biotecnologia
III. 1 Histórico BiotecnologiaIII. 1 Histórico Biotecnologia
III. 1 Histórico Biotecnologia
 
Introdução a microbiologia dos alimentos
Introdução a microbiologia dos alimentosIntrodução a microbiologia dos alimentos
Introdução a microbiologia dos alimentos
 
Segurança e qualidade de alimentos: a gestão na indústria
Segurança e qualidade de alimentos: a gestão na indústriaSegurança e qualidade de alimentos: a gestão na indústria
Segurança e qualidade de alimentos: a gestão na indústria
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
 

Destaque

Aula 5.1 - conservaçao por reduçao de umidade.resumo
Aula 5.1 - conservaçao por reduçao de umidade.resumoAula 5.1 - conservaçao por reduçao de umidade.resumo
Aula 5.1 - conservaçao por reduçao de umidade.resumo
primaquim
 
Aplicações da fermentação na indústria alimentar
Aplicações da fermentação na indústria alimentarAplicações da fermentação na indústria alimentar
Aplicações da fermentação na indústria alimentar
Pelo Siro
 
Respiração sistêmica e celular
Respiração sistêmica e celularRespiração sistêmica e celular
Respiração sistêmica e celular
Enio Silva De Lima
 
Processos energéticos que ocorrem nas células
Processos energéticos que ocorrem nas célulasProcessos energéticos que ocorrem nas células
Processos energéticos que ocorrem nas células
Roberto Bagatini
 
Citologia organelas
Citologia   organelasCitologia   organelas
Citologia organelas
letyap
 
Processos fermentativos
Processos fermentativosProcessos fermentativos
Processos fermentativos
wilso saggiori
 
Fermentação e respiração
Fermentação e respiraçãoFermentação e respiração
Fermentação e respiração
margaridabt
 
Sesion 12 biología
Sesion 12 biologíaSesion 12 biología
Sesion 12 biología
TCAMIZANODAL
 

Destaque (20)

Fermentação
FermentaçãoFermentação
Fermentação
 
Angelita
AngelitaAngelita
Angelita
 
Aula 5.1 - conservaçao por reduçao de umidade.resumo
Aula 5.1 - conservaçao por reduçao de umidade.resumoAula 5.1 - conservaçao por reduçao de umidade.resumo
Aula 5.1 - conservaçao por reduçao de umidade.resumo
 
Aplicações da fermentação na indústria alimentar
Aplicações da fermentação na indústria alimentarAplicações da fermentação na indústria alimentar
Aplicações da fermentação na indústria alimentar
 
Respiração sistêmica e celular
Respiração sistêmica e celularRespiração sistêmica e celular
Respiração sistêmica e celular
 
Fermentação e aditivos quimicos
Fermentação e aditivos quimicosFermentação e aditivos quimicos
Fermentação e aditivos quimicos
 
Desigualdades na África
Desigualdades na ÁfricaDesigualdades na África
Desigualdades na África
 
Importância dieta mediterrânica
Importância dieta mediterrânicaImportância dieta mediterrânica
Importância dieta mediterrânica
 
Processos energéticos que ocorrem nas células
Processos energéticos que ocorrem nas célulasProcessos energéticos que ocorrem nas células
Processos energéticos que ocorrem nas células
 
Fermentação
FermentaçãoFermentação
Fermentação
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Citologia organelas
Citologia   organelasCitologia   organelas
Citologia organelas
 
Fermentacao em batelada
Fermentacao em bateladaFermentacao em batelada
Fermentacao em batelada
 
Leveduras trabalho
Leveduras trabalhoLeveduras trabalho
Leveduras trabalho
 
Filo ascomycota
Filo ascomycotaFilo ascomycota
Filo ascomycota
 
Aula salga e carne de sol (Ana Alice)
Aula  salga e carne de sol (Ana Alice)Aula  salga e carne de sol (Ana Alice)
Aula salga e carne de sol (Ana Alice)
 
Processos fermentativos
Processos fermentativosProcessos fermentativos
Processos fermentativos
 
Fermentação e respiração
Fermentação e respiraçãoFermentação e respiração
Fermentação e respiração
 
Sesion 12 biología
Sesion 12 biologíaSesion 12 biología
Sesion 12 biología
 
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de AlimentosMicrobiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
 

Semelhante a A importância da fermentação para a humanidade

A Biologia E Os Desafios De Actualidade
A Biologia E Os Desafios De ActualidadeA Biologia E Os Desafios De Actualidade
A Biologia E Os Desafios De Actualidade
Nuno Correia
 
1°S carboidratos e metabolismo energético_ abril_2014
1°S carboidratos e metabolismo energético_ abril_20141°S carboidratos e metabolismo energético_ abril_2014
1°S carboidratos e metabolismo energético_ abril_2014
Ionara Urrutia Moura
 
Fermentação química
Fermentação químicaFermentação química
Fermentação química
Maria Menezes
 
1S carboidratos e metabolismo energético abril_2015
1S carboidratos e metabolismo energético abril_20151S carboidratos e metabolismo energético abril_2015
1S carboidratos e metabolismo energético abril_2015
Ionara Urrutia Moura
 
Metabolismo energético II | Fermentação, respiração e fotossíntese
Metabolismo energético II | Fermentação, respiração e fotossínteseMetabolismo energético II | Fermentação, respiração e fotossíntese
Metabolismo energético II | Fermentação, respiração e fotossíntese
Alpha Colégio e Vestibulares
 

Semelhante a A importância da fermentação para a humanidade (20)

Metabolismo microbiano
Metabolismo microbianoMetabolismo microbiano
Metabolismo microbiano
 
Metabolismo microbiano
Metabolismo microbianoMetabolismo microbiano
Metabolismo microbiano
 
A Biologia E Os Desafios De Actualidade
A Biologia E Os Desafios De ActualidadeA Biologia E Os Desafios De Actualidade
A Biologia E Os Desafios De Actualidade
 
BioGeo10-fermentacao
BioGeo10-fermentacaoBioGeo10-fermentacao
BioGeo10-fermentacao
 
Bactérias utilizadas na produção de alimentos
Bactérias utilizadas na produção de alimentosBactérias utilizadas na produção de alimentos
Bactérias utilizadas na produção de alimentos
 
1°S carboidratos e metabolismo energético_ abril_2014
1°S carboidratos e metabolismo energético_ abril_20141°S carboidratos e metabolismo energético_ abril_2014
1°S carboidratos e metabolismo energético_ abril_2014
 
Fermentação química
Fermentação químicaFermentação química
Fermentação química
 
Apresentaçao
ApresentaçaoApresentaçao
Apresentaçao
 
1S carboidratos e metabolismo energético abril_2015
1S carboidratos e metabolismo energético abril_20151S carboidratos e metabolismo energético abril_2015
1S carboidratos e metabolismo energético abril_2015
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Kefir
KefirKefir
Kefir
 
Kefir
KefirKefir
Kefir
 
Ficha prof 1
Ficha prof 1Ficha prof 1
Ficha prof 1
 
Metabolismo energético II | Fermentação, respiração e fotossíntese
Metabolismo energético II | Fermentação, respiração e fotossínteseMetabolismo energético II | Fermentação, respiração e fotossíntese
Metabolismo energético II | Fermentação, respiração e fotossíntese
 
APOSTILA DE FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA
APOSTILA DE FERMENTAÇÃO ALCOÓLICAAPOSTILA DE FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA
APOSTILA DE FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA
 
Microbiologia aplicada aula13 alimentos
Microbiologia aplicada aula13 alimentosMicrobiologia aplicada aula13 alimentos
Microbiologia aplicada aula13 alimentos
 
1318 microbiologia dos alimentos(1)
1318 microbiologia dos alimentos(1)1318 microbiologia dos alimentos(1)
1318 microbiologia dos alimentos(1)
 
leveduras - apresentação.pptx
leveduras - apresentação.pptxleveduras - apresentação.pptx
leveduras - apresentação.pptx
 
Respiração anaeróbica
Respiração anaeróbicaRespiração anaeróbica
Respiração anaeróbica
 
Microrganismos
MicrorganismosMicrorganismos
Microrganismos
 

Último

Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 

Último (20)

O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 

A importância da fermentação para a humanidade