SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTODOS PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO    DA ÁREA DE ARTES / MÚSICA                     Brasília       ...
PROPOSTAS DO PROGRAMARevisão das linhas de pesquisa a partir da produçãoatual dos grupos de pesquisa e docentespermanentes...
7. O PPGMUS se propõe a ofertar um amplo leque de especialidades   distribuídas entre suas áreas de concentração, possibil...
PROPOSTAS DO PROGRAMAPromoção de eventos Internacionais (em 2011 realizamos o Congresso RIdIMRepertório Internacional de I...
CORPO DISCENTE,TESES E DISSERTAÇÕES12 professores orientaram trabalhos deMestrado concluídos em 20108 professores orientar...
Corpo docente
Corpo docente - disciplinas
Corpo discente e defesas 2010Alunos    Antigos   Novos   Titulados Restantes          2009      2010Doutorado 33        15...
Produção docente 2007/2009Classificação                    A2   B1   B3   B4   CPeriódicos                       01   02  ...
2010 – Produção DocenteArtigos em periódicos               06Trabalhos em anais                  09Técnica (cursos, curado...
INSERÇÃO SOCIALO programa se destaca pelo Minter/Dinter com a UFPA,titulando 10 Mestres e 08 Doutores sendo que, destesMes...
AVALIAÇÃO GERALAvaliação do triênio 2007-2009 e do ano de 2010Pontos Positivos:boa produção acadêmica discente; visibilida...
Pontos negativos: Infra-estrutura físicaO espaço físico atual não atende às necessidades e foi umadas causas da má avaliaç...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Musica ufba

405 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
405
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Recentes contratações de docentes resultarão, provavelmente, na expansão do corpo docente do PPGMUS.
  • A oferta das disciplinas é compartilhada entre os professores a depender do andamento das orientações. Em outras palavras, quem tem orientandos próximos a defender, pode se reservar o direito de ministrar menos disciplinas e vice versa.
  • Produção reflete a característica atual do corpo docente do PPG, que, por sua vez está em fase de reestruturação de linhas de pesquisa e áreas de concentração que deverá resultar num maior equilíbrio entre produção bibliográfica, artística e técnica, além da iminente criação do Programa de Mestrado Profissional.
  • Musica ufba

    1. 1. SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTODOS PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO DA ÁREA DE ARTES / MÚSICA Brasília 14, 15 e 16 de fevereiro 2012 PPGMUS – UFBA Coordenadora Prof. Dr. Cristina Tourinho Prof. Dr. Heinz Karl Schwebel – Diretor da EMUS
    2. 2. PROPOSTAS DO PROGRAMARevisão das linhas de pesquisa a partir da produçãoatual dos grupos de pesquisa e docentespermanentes existentes, que não necessariamente seadéquam totalmente ao perfil do programadelineado à época de sua criação. Verticalidadebottom up.
    3. 3. 7. O PPGMUS se propõe a ofertar um amplo leque de especialidades distribuídas entre suas áreas de concentração, possibilitando que se contemplem os mais variados perfis de candidatos mestrandos e doutorandos que poderão vir a adentrar o PPGMUS. Dentre as áreas ofertadas, aquela que se subdivide em mais especialidades é a área de Execução Musical que oferece hoje a possibilidade de qualificação em 7 especialidades, com planos de expansão para possibilitar o atendimento a mais instrumentos, o que irá resultar na criação do MP. O programa entende que é parte de sua responsabilidade o atendimento à demanda da comunidade musical em seus interesses apesar de estar ciente das dificuldades que podem acarretar de um corpo docente e discente mais ampliados em vistas aos critérios hoje adotados para sua avaliação. Nos parece, no entanto, que uma estratégia de ação que vise, exclusivamente, a boa avaliação do programa, sem levar em conta o impacto direto que este venha a ter em nosso pais, não é adequada para enfrentar os desafios postos para a área de música em nossa região. Exemplo disso é o alto número de teses e dissertações resultantes de pesquisas sobre, e na área de Música Popular, para a qual ainda não há uma linha de pesquisa institucional. A criação recente do curso de Música Popular na graduação certamente resultará na institucionalização da linha de pesquisa no PPGMUS, com prováveis ramificações interdisciplinares.
    4. 4. PROPOSTAS DO PROGRAMAPromoção de eventos Internacionais (em 2011 realizamos o Congresso RIdIMRepertório Internacional de Iconografia Musical; Semana Internacional de MusicalComposição; Visita de palestrantes estrangeiros; BAFRIK)Apoio à participação de docentes e discentes em eventos internacionais: Poreventos, o programa entende também os eventos de cunho artístico derelevância e não apenas os tradicionais eventos acadêmicos como congressosetc. DIFICULDADE EM APOIAR ESSE TIPO DE VENTOIncentivo ao Pós-Doc: 4 Docentes afastados para Pós Doc e previsão deafastamento de mais 2 em 2012.
    5. 5. CORPO DISCENTE,TESES E DISSERTAÇÕES12 professores orientaram trabalhos deMestrado concluídos em 20108 professores orientaram trabalhos deDoutorado.Apenas um bolsista CNPq não fez a sua defesa em2010. Os demais bolsistas defenderam em prazomédio de 26 meses no Mestrado.Tempo médio de conclusão no Doutorado50 meses
    6. 6. Corpo docente
    7. 7. Corpo docente - disciplinas
    8. 8. Corpo discente e defesas 2010Alunos Antigos Novos Titulados Restantes 2009 2010Doutorado 33 15 12 36Mestrado 24 26 19 31
    9. 9. Produção docente 2007/2009Classificação A2 B1 B3 B4 CPeriódicos 01 02 08 01 01Classificação evento EV1 EV2 EV3 EV4 EV5Eventos 08 34 25 06 05Fonte: Avaliação Trienal CAPES
    10. 10. 2010 – Produção DocenteArtigos em periódicos 06Trabalhos em anais 09Técnica (cursos, curadorias, org. 24eventos)Artística 32Livros 02Discos 04
    11. 11. INSERÇÃO SOCIALO programa se destaca pelo Minter/Dinter com a UFPA,titulando 10 Mestres e 08 Doutores sendo que, destesMestres, três fizeram up grade para o Doutorado. Ao final doconvênio, agosto 2012, serão 11 doutores titulados, nenhumadesistência.O PPGMUS tem dois convênios internacionais, um convênioProcad com a UFPA/UEMG e outro Procad/Casadinho com aUFRGS/Unicamp.Existe página atualizada (www2.ppgmus.ufba.br) e link para aBDTD (Biblioteca Digital de Teses e Dissertações).
    12. 12. AVALIAÇÃO GERALAvaliação do triênio 2007-2009 e do ano de 2010Pontos Positivos:boa produção acadêmica discente; visibilidade, inserção social ecooperação. Recente melhora na pontuação do Periódico ICTUSpara B2. Intenção de transformá-la em bilíngüe ou editada em Inglês,buscando a internacionalização do conhecimento ali publicado.Boa captação de recursos via Pró-equipamentos e Ct-Infra/obrasPontos Negativos:baixa produção intelectual docente: O Programa não concorda que tenhabaixa produção intelectual, embora reconheça que apresentou no últimotriênio baixa produção bibliográfica. O corpo docente tem feito um esforçocoletivo para mudar esse quadro, já observando publicações nacionais einternacionais de diversos artigos, livros e capítulos de livros.
    13. 13. Pontos negativos: Infra-estrutura físicaO espaço físico atual não atende às necessidades e foi umadas causas da má avaliação do programa no último triênio. OPPGMUS, ao ser criado, foi instalado em uma área anexa aoprédio principal da Escola de Música, inadequada ao ensino, àpesquisa e à extensão. A falta de investimentos em infraestrutura universitária durante anos, nos obrigou a fazerconstantes improvisos e adaptações que em nada facilitam, ouestimulam a produção docente/discente do PPGMUS.Atualmente possuímos uma sala multi-meios, laboratório deinformática e mais o NUPSIM, GENOS, Laboratório deEtnomusicologia/Musicologia, Laboratório de EducaçãoMusical e compartilhamos salas com a Graduação. Aconstrução em curso da nova Escola de Música, com previsãode conclusão para 2013, irá sanar todas essa deficiênciaspropiciando as condições próximas do ideal para odesenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão emnossa instituição. CT Infra aprovado p construção delaboratórios - LIARTES

    ×