O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Por que a má higienização de verduras e alimentos in natura pode apresentar ligação direta com doenças neurológicas? Como parasitos normalmente

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 4 Anúncio

Por que a má higienização de verduras e alimentos in natura pode apresentar ligação direta com doenças neurológicas? Como parasitos normalmente

Baixar para ler offline

Por que a má higienização de verduras e alimentos in natura pode apresentar ligação direta com doenças neurológicas? Como parasitos normalmente presentes em carnes mal cozidas e causadores doenças intestinais, podem afetar o sistema nervoso?

Embora o termo verme seja comum para a maioria da população, sua designação científica “helminto” é bem menos conhecida. Apesar disso, dados da Organização Mundial da Saúde estimam que, aproximadamente, 24% da população mundial, cerca de 2 bilhões de pessoas, está, nesse momento, infectada com algum tipo de geo-helminto, podendo desencadear complicações que vão desde dor abdominal até convulsões graves. Como a maioria desses parasitos tem como habitat o intestino humano e apresentam como meio de infecção a ingestão de alimentos contaminados, é função dos profissionais que trabalham diretamente com a alimentação, buscar meios para diminuir ou cessar essa transmissão, quer seja pela adição de práticas corretas de higienização, quer seja pela conscientização da população sobre os meios para prevenção da contaminação por esses parasitos.

Você é um(a) nutricionista responsável por Unidade de Alimentação e Nutrição. Sua unidade tem como principal finalidade a preparação de refeições escolares. Sob sua coordenação, a unidade adotou um projeto que envolve a utilização de alimentos de pequenos produtores, com o intuíto de estimular a produção desse segmento. No último mês, você recebeu informações de um projeto de acompanhamento da saúde das crianças atendidas pela sua unidade. Nestas informações, além das características nutricionais, chamou sua atenção o índice elevado de crianças (maior que a média nacional) com teníase. Chamou sua atenção ainda o fato de serem registradas duas crianças com neurocisticercose.

Com base nas informações, e analisando os alimentos fornecidos pela sua unidade, foi possível identificar seis fornecedores do projeto de pequenos produtores, responsáveis por fornecer carne suína, verduras e legumes. O exame parasitológico das carnes e verduras fornecidos, identificou a presença de cisticercos nas carnes suínas, embora em pequena quantidade, e de ovos de Taenia solium, nas verduras.

Em contato com os produtores, constatou-se que a maioria utilizava poços simples ou semiartesianos, tanto para a irrigação das verduras como para a dessedentação dos animais. Constatou-se ainda, que nas propriedades o esgoto era direcionado para fossas negras. Com a análise você determinou que uma provável fonte de contaminação dos alunos seriam os alimentos fornecidos contaminados e a própria preparação que não soube identificar a contaminação ou preparou de forma errada os alimentos.

Por que a má higienização de verduras e alimentos in natura pode apresentar ligação direta com doenças neurológicas? Como parasitos normalmente presentes em carnes mal cozidas e causadores doenças intestinais, podem afetar o sistema nervoso?

Embora o termo verme seja comum para a maioria da população, sua designação científica “helminto” é bem menos conhecida. Apesar disso, dados da Organização Mundial da Saúde estimam que, aproximadamente, 24% da população mundial, cerca de 2 bilhões de pessoas, está, nesse momento, infectada com algum tipo de geo-helminto, podendo desencadear complicações que vão desde dor abdominal até convulsões graves. Como a maioria desses parasitos tem como habitat o intestino humano e apresentam como meio de infecção a ingestão de alimentos contaminados, é função dos profissionais que trabalham diretamente com a alimentação, buscar meios para diminuir ou cessar essa transmissão, quer seja pela adição de práticas corretas de higienização, quer seja pela conscientização da população sobre os meios para prevenção da contaminação por esses parasitos.

Você é um(a) nutricionista responsável por Unidade de Alimentação e Nutrição. Sua unidade tem como principal finalidade a preparação de refeições escolares. Sob sua coordenação, a unidade adotou um projeto que envolve a utilização de alimentos de pequenos produtores, com o intuíto de estimular a produção desse segmento. No último mês, você recebeu informações de um projeto de acompanhamento da saúde das crianças atendidas pela sua unidade. Nestas informações, além das características nutricionais, chamou sua atenção o índice elevado de crianças (maior que a média nacional) com teníase. Chamou sua atenção ainda o fato de serem registradas duas crianças com neurocisticercose.

Com base nas informações, e analisando os alimentos fornecidos pela sua unidade, foi possível identificar seis fornecedores do projeto de pequenos produtores, responsáveis por fornecer carne suína, verduras e legumes. O exame parasitológico das carnes e verduras fornecidos, identificou a presença de cisticercos nas carnes suínas, embora em pequena quantidade, e de ovos de Taenia solium, nas verduras.

Em contato com os produtores, constatou-se que a maioria utilizava poços simples ou semiartesianos, tanto para a irrigação das verduras como para a dessedentação dos animais. Constatou-se ainda, que nas propriedades o esgoto era direcionado para fossas negras. Com a análise você determinou que uma provável fonte de contaminação dos alunos seriam os alimentos fornecidos contaminados e a própria preparação que não soube identificar a contaminação ou preparou de forma errada os alimentos.

Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Mais de DlAssessoriaacadmica (18)

Mais recentes (20)

Anúncio

Por que a má higienização de verduras e alimentos in natura pode apresentar ligação direta com doenças neurológicas? Como parasitos normalmente

  1. 1. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: MAPA - NUT - PARASITOLOGIA - 54/2022 Assessoria nos seus TRABALHOS entre em contato com a DL ASSESSORIA E-mail: assessoriaacademicadl@gmail.com (15) 99143-3322 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: QUESTÃO 1 Por que a má higienização de verduras e alimentos in natura pode apresentar ligação direta com doenças neurológicas? Como parasitos normalmente presentes em carnes mal cozidas e causadores doenças intestinais, podem afetar o sistema nervoso? Embora o termo verme seja comum para a maioria da população, sua designação científica “helminto” é bem menos conhecida. Apesar disso, dados da Organização Mundial da Saúde estimam que, aproximadamente, 24% da população mundial, cerca de 2 bilhões de pessoas, está, nesse momento, infectada com algum tipo de geo-helminto, podendo desencadear complicações que vão desde dor abdominal até convulsões graves. Como a maioria desses parasitos tem como habitat o intestino humano e apresentam como meio de infecção a ingestão de alimentos contaminados, é função dos profissionais que trabalham diretamente com a alimentação, buscar meios para diminuir ou cessar essa transmissão, quer seja pela adição de práticas corretas de higienização, quer seja pela conscientização da população sobre os meios para prevenção da contaminação por esses parasitos. Você é um(a) nutricionista responsável por Unidade de Alimentação e Nutrição. Sua unidade tem como principal finalidade a preparação de refeições escolares. Sob sua coordenação, a unidade adotou um projeto que envolve a utilização de alimentos de pequenos produtores, com o intuíto de estimular a produção desse segmento. No último mês, você recebeu informações de um projeto de acompanhamento da saúde das crianças atendidas pela sua unidade. Nestas informações, além das características nutricionais, chamou sua atenção o índice elevado de crianças (maior que a média nacional) com teníase. Chamou sua atenção ainda o fato de serem registradas duas crianças com neurocisticercose.
  2. 2. Com base nas informações, e analisando os alimentos fornecidos pela sua unidade, foi possível identificar seis fornecedores do projeto de pequenos produtores, responsáveis por fornecer carne suína, verduras e legumes. O exame parasitológico das carnes e verduras fornecidos, identificou a presença de cisticercos nas carnes suínas, embora em pequena quantidade, e de ovos de Taenia solium, nas verduras. Em contato com os produtores, constatou-se que a maioria utilizava poços simples ou semiartesianos, tanto para a irrigação das verduras como para a dessedentação dos animais. Constatou-se ainda, que nas propriedades o esgoto era direcionado para fossas negras. Com a análise você determinou que uma provável fonte de contaminação dos alunos seriam os alimentos fornecidos contaminados e a própria preparação que não soube identificar a contaminação ou preparou de forma errada os alimentos. Assim, a equipe decidiu montar uma palestra informativa sobre a Teníase direcionada para as famílias atendidas, com a finalidade de prevenir este tipo de infecção. Com base nos conhecimentos e estudos adquiridos no decorrer da Disciplina de Parasitologia, quais aspectos você considera relevantes para uma palestra de conscientização sobre a Teníase e a Cisticercose? Quais medidas os produtores e preparadores de alimentos, conscientizados e treinados, deveriam adotar para prevenir a contaminação com o Taenia sp.? Uma das áreas de atuação do nutricionista, está relacionada diretamente com a Assistência e Educação Nutricional Individual e Coletiva, englobando desde a importância dos componentes da dieta alimentar, até o cuidado e preparo dos alimentos. Neste aspecto, deve-se abordar os mecanismos de transmissão e infecção através dos alimentos, bem como os procedimentos que devem ser adotados para sua prevenção. Com todas as informações expostas acima, é hora de agir! Nesta atividade você, atuando como Nutricionista da equipe da Unidade de Alimentação e Nutrição, será o responsável por ministrar a palestra educativa idealizada. Você deverá pensar na estrutura da palestra, abordando os conceitos essenciais para que os ouvintes possam conhecer a Teníase e desenvolver os conhecimentos necessários para adotar práticas que previnam a contaminação dos alimentos, bem como o preparo de alimentos que possa resultar na transmissão do parasito.
  3. 3. Para esta etapa da atividade, o aluno deverá ler a unidade 5 Cestoides Parasitos do Homem do livro da disciplina. Com este objetivo, você deverá analisar, pesquisar e responder cada item apresentado a seguir, com a finalidade de estruturar a palestra: a) Explique o que são cestoides e sua relação com Taenia sp. b) Apresente as principais características da: Teníase e da Cisticercose. c) Explique como é feito o diagnóstico de Teníase e descreva como deve ser realizado o tratamento para a doença. d) Apresente quais procedimentos indicaria como estratégia de educação em saúde para auxiliar os produtores e preparadores de alimentos, a evitar a contaminação dos alimentos pelas formas contaminantes da Taenia sp. Não se esqueça de assistir ao Vídeo Explicativo da atividade mapa disponível na: Sala do Café da Disciplina. Lembre-se de responder a sua atividade dentro do Formulário Padrão da atividade Mapa disponível em: Material da Disciplina .

×