Quais os objetivos centrais de descartes- Filosofia 11ºano

336 visualizações

Publicada em

Resumos sobre o pensamento de Descartes, filosofia 11ºano.
3º teste de avaliação

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
336
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Quais os objetivos centrais de descartes- Filosofia 11ºano

  1. 1. Quaisos objetivoscentraisde Descartes,combase naaplicaçãodo seumétodo? -Descartespretende rejeitarosconhecimentose crençasdaépoca e construir,atravésde métodoinspiradonamatemática,novosconhecimento,segurose credíveis; Esclarece as 4 regrasdo métodocartesiano,de inspiraçãomatemática? Quatro regrasdo métodocartesiano,usadasnaprocura do conhecimentoverdadeiro: evidencia,análise,síntese,enumeração. Identificaotipode ceticismoseguidoporDescartes.Justifica Que razãoJustifica a atitude inicial de Descartes? É um ceticismometódico,inicialmenteusadopararejeitarconhecimentose certezas adquiridase ,a partirdaí , construirnovosconhecimentos,que sejamevidentes; Distingue astrêsetapasde duvidaemDescartespara alcançar um conhecimentoseguro; -Dúvidaemrelaçãoaos sentidos(elespodemserenganadores). -Dúvidarelativaáindistinçãoentre sonoe vigília; -Duvidarelativaaogéniomaligno(indicaumarealidade inexistente, ilusória,paranos enganar,que é a realidade emque vivemos). O significadode dúvidahiperbólicaemDescartes. A dúvidacartesianaé hiperbólica( excessivaouradical) poislevaaafirmarque nadaexiste, nada pode serconhecido. Em que sentido,oargumentodogéniomalignofoi recuperadorecentemente? - O géniomalignopode sercomparadoaum cérebrohumano,colocadoe alimentadonuma cuba, masisoladodomundoexterior.Tal levariaaque os dadosdesse mundonãofossem aceitescomoverdadeirase elafosse comoumailusão. Qual o méritoque se pode atribuirá dúvidade Descartes? O méritofoi mostrarque uma atitude céticapode sernecessária,paraduvidarde alguns conhecimentos,e que oconhecimentodarealidadenãoé tão seguroe certo comoparece.
  2. 2. Esclarece de que modoDescartesalcança, a partirda dúvida,umaprimeiraverdade? Se duvido,mesmodaminhaprópriaexistência,euestouapensar.Logo,se penso,souuma realidade que existe,enquantopensamento(Descartescomeçaaultrapassara sua atitude cética). Mostra em que sentido,aprimeiraverdade (cogito) é ummodelode outrasverdadespor descobrir? O cogitoé o modelode outrasverdades,pordescobrir,poisé umaevidencia,umaideiaclarae distinta,oque deveráverificar-se comoutrasverdades. O que entende Descartesporideiasinatas?Seráocogitoumadelas? O cogitoé uma ideiainata(fazparte da nossarazão, nascendo,de algummodo,connosco=e uma ideiaclarae distinta,que nãoderivadaexperienciasensível. O cogitonão é suficiente,nareflexãode Descartescomoprimeiracerteza.Porque? A descobertadocogitoindicaque eucomo serpensante,existomasnãoexplicaaminha origem,ouseja,a razão pelaqual existonemaexistênciade outrasverdades,que venhama serdescobertas; Distingue ostrês tiposde ideias,defendidasporDescartes? Descartessugere trêstiposde ideias: - Adventícias(fornecidaspelaexperienciasensível,aposteriori). -Factícias(Imagensque resultamdaimaginação) - Inatas(as únicasque são claras e distintas,ex:perfeição,existência,pensamento) Esclarece de que modoDescartesafirma,a partir da ideiade cogitoa existênciade Deus? O ser humano,aoter dúvidas,é imperfeito.Aomesmotempo,possui emsi umaideiade perfeição,masnãopode sera causa dela,visto que é imperfeito.Logo,temde haverumser perfeito,que sejaacausa da minhaideiade perfeiçãoe de mimpróprio.Esse seré Deus.
  3. 3. Sintetizaastrêsprovasda existênciade Deus,segundoDescartes? Primeiraprova:umser imperfeito(contingente,finito)nãopode sera causa de si mesmoe das ideiasinatasque possui. Segundaprova:Se o ser humanoé imperfeito,nãopode sera origemdaideiade perfeição, que traduz a ideiade serabsolutoe infinito.Logo,aideiade perfeiçãosopode tercomocausa um sercorrespondente-Deus. Terceiraprova:Na ideiade perfeiçãocorrespondente aDeus,temque estarincluídaa ideiade existência,comoseuatributo.LogoDeustemde existir! Identificaaconclusãoa que chegaDescartesaos provara existênciade Deus. A conclusãode Descartesacerca da existênciade Deus(segundaevidenciaouideiainata) é a de um ser perfeitonãopoderse enganador,nãopoderiludiroserhumanosobre si mesmoou sobre o conhecimentodomundoexterior. A que tipode conhecimento,Descartes,procuraaindaaplicaroseu método? Descartesprocura,nestafase,entenderocarater evidente (claro e distinto) dasverdades alcançadas(cogito e Deus) aoconhecimentodomundoexterior,de modoafundaruma nova física.Tal significaque continuaaaplicaro seumétodode origemmatemática,ádescoberta de outras verdades. No mundofísico,que característicasdoscorpos podemserconhecidosde modoclaroe distinto? Ao assegurara existênciadomundofísico,Descartesidentificaaspropriedadesque,neste, podemserconhecidaclarase distintamente,porseremobjetivas:comprimento,largurae alturado pontode vistacientífico,rejeitaoutrascaracterísticasdamatéria,por não serem claras e distintas-casodascores,sabores, texturas.Estassãosubjetivas,aoseremfornecidas pelossentidos. Esclarece a ideiaque Deusé a garantia da existênciadomundofísico. Ao demonstraraexistênciade deus,Descartesafirmaque Ele é perfeito.Comotal,nãoser enganadore iludiroser humano.Logo,Deusé a garantia,não apenasda existênciadosujeito pensante,mastambémdoconhecimentodomundofísico.Estãocriadasas condiçõesparaa construçãode uma novafísica.
  4. 4. ExplicitaocuidadodefendidoporDescartesnoestudodomundofísico? Para Descartes,é necessáriomanterocuidadoemrelaçãoao estudodomundofísico caracterizadopelaextensão:importarejeitarascaracterísticassubjetivas,fornecidaspelos sentidos( a posteriori) e valorizarasobjetivas,pelarazão( apriori).AssimDescartesmantema desconfiançanossentidoscomofonte de conhecimento. Criticasao conhecimentoCartesiano Primeira: O conhecimentohumanoé limitado,emespecialnoque respeitaaomudnfísico.Sóalgumas características deste podemserconhecidase ossentidosnãosãoumafonte aceitável do conhecimento. Segunda: A posiçãode Descartesfoi vistacomodogmática,emtermosmetafísicos,pois,apos demonstrara existênciade Deus,consideraestaumaverdade ( evidencia) absolutae indiscutível.Deusé oelementocentral dopensamentocartesianoe nãoé refutável! Terceira: Caso nãose aceite a demonstraçãocartesianadaexistênciade Deus,todoopensamentode Descartesé postoem causa poisDeusé a garantia,querda existênciadosujeitopensante querdo conhecimentodomundofísico; Quarta: Descartes,aoprovar a existênciade Deus.Parte de umaideiade perfeição,que possui,para afirmara existênciade umserperfeito.Neste caso,apremissa,nãoprovada,levaaconcluir uma ideiaque repete oque jáfoi ditoantesna premissa.Trata-se de umargumentofalacioso( petiçãode principio),peloque estaprovanãoé valida!

×