FRADE
1. Assinala as passagens onde estão explícitas ou   implícitas as características que fazem do Frade um   cortesão.      A...
2.     Relê o verso 383 e explica de que forma esta resposta do     Frade aponta para uma generalização da crítica que Gil...
3. “Nom Ficou isso n’avença” [verso 404]   3.1 A que contrato se referirá o Frade?     O Frade referia-se ao “contrato que...
4. Que tipo de cómico é mais evidente nos versos em que   o Frade ensina ao Diabo as técnicas de esgrima?     O cómico que...
5. Justifica o silêncio do Anjo e a intervenção do Parvo   [versos 465-466].     O silêncio do Anjo é a sentença final do ...
6. Como interpretas o facto de Florença, ao contrário do   Pajem da cena do Fidalgo, entrar também na barca do   Inferno? ...
Barca Infernal, 22 de Agosto de 1517   Caros Irmãos,       Que todos os Apóstolos estejam convosco, contacto-vos da terram...
Símbolos           Percurso         Argumentos             Argumentos            Caracterização             DestinoFiguras...
Auto Da Barca Do Inferno
Auto Da Barca Do Inferno
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Auto Da Barca Do Inferno

2.027 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.027
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auto Da Barca Do Inferno

  1. 1. FRADE
  2. 2. 1. Assinala as passagens onde estão explícitas ou implícitas as características que fazem do Frade um cortesão. As passagens onde estão explícitas ou implícitas as características que fazem do Frade um cortesão são: Quando este, no início do texto, traz consigo um broquel, um casco e uma espada; Quando este, perante o Diabo, decide demonstrar as suas habilidades de esgrima (Verso 425 ao Verso 455).
  3. 3. 2. Relê o verso 383 e explica de que forma esta resposta do Frade aponta para uma generalização da crítica que Gil Vicente pretende fazer. A resposta do Frade aponta para uma generalização da crítica que Gil Vicente pretende fazer porque este, ao escrever a obra, critica todo o clero presente no convento de ter uma mulher (um facto que era contra os fundamentos católicos).
  4. 4. 3. “Nom Ficou isso n’avença” [verso 404] 3.1 A que contrato se referirá o Frade? O Frade referia-se ao “contrato que fez com Deus”, poissupostamente quem entra para o Clero só o Bem praticará,logo, isso é mais que suficiente para no Paraíso entrar, oque o Frade não pôde fazer, porque o Mal corria-lhe nasveias.
  5. 5. 4. Que tipo de cómico é mais evidente nos versos em que o Frade ensina ao Diabo as técnicas de esgrima? O cómico que é mais evidente nos versos em que oFrade ensina ao Diabo as técnicas de esgrima é o cómico decarácter pois este mostra-se muito convencido por saberesgrima.
  6. 6. 5. Justifica o silêncio do Anjo e a intervenção do Parvo [versos 465-466]. O silêncio do Anjo é a sentença final do Frade e paratraçar definitivamente o caminho do Frade o Parvotambém intervêm. O Frade por fim compreende que poreste estar com a Moça diante do Anjo o caminho a seguir éo do Inferno.
  7. 7. 6. Como interpretas o facto de Florença, ao contrário do Pajem da cena do Fidalgo, entrar também na barca do Inferno? Na cena do Fidalgo o Pajem era apenas um símbolocénico enquanto que a Florença era a amante do Frade eesta mesma tinha pecado para com Deus.
  8. 8. Barca Infernal, 22 de Agosto de 1517 Caros Irmãos, Que todos os Apóstolos estejam convosco, contacto-vos da terramais quente em que alguma vez já estive, “O Inferno”. Alerto-vos para seguirem todos os princípios em que Deus sefundamenta e que o mal esteja muito longe de todos os actos feitos porvós. Dito isto, espero que na terra, vossa vida seja baseada no bem e nãono mal para não se iludirem e para que quando chegar à altura dedescansar em paz, o vosso descanso não seja infernal como o meu massim divinal. Com toda a fé do mundo Frei Babriel
  9. 9. Símbolos Percurso Argumentos Argumentos Caracterização DestinoFiguras Cénicos Cénico De Defesa De Acusação FIDALGO Pajem, Manto e Diabo – Anjo – Na outra vida á Não se embarca Nobre, Vaidoso, Condenado a Cadeira. Diabo. quem reze por ele; tirania neste batel Tirano, Convencido, embarcar na Fidalgo de Solar (Barca Divinal). Ganancioso. Barca Infernal. (Estatuto Social).ONZENEIRO Bolsão. Diabo – Anjo – Levava o saco vazio. Só pensava no Avarento, Ganancioso, Condenado a Diabo. dinheiro, vida Arrogante, Preguiçoso embarcar na imoral; viveu do e Ambicioso. Barca Infernal. lucro dos outros. PARVO N/A Diabo – Anjo. Defende-o dizendo N/A Honesto, Ingénuo, Convidado a que este não errou Humilde, Cómico, entrar na Barca por malícia (Anjo). Irresponsável e Idiota. Divinal.SAPATEIRO Avental e várias Diabo – Anjo – Morreu confessado Roubou o Povo, Mentiroso, Desonesto Condenado a formas de sapatos. Diabo. e comungado; ouviu praticou falsa e Ladrão. embarcar na missas e deu confissão e nunca Barca Infernal. donativos à Igreja. foi honesto. FRADE Broquel, Espada, Diabo – Anjo – Virtuoso, Corrupção Moral, Ocioso, Dançarino, Condenado a Casco, Capelo e Diabo. Enamorado, Mundano e Rufião, Leviano e embarcar na Uma Moça. Confiante nas Amante. Enamorado. Barca Infernal. Orações.ALCOVITEIRA JUDEUCORREGEDOR EPROCURADORENFORCADO QUATROCAVALEIROS

×