SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Baixar para ler offline
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Exercícios Resolvidos: Aplicações de máximos e
mínimos
Contato: nibblediego@gmail.com
Escrito por Diego Oliveira - Publicado em 26/05/2015 - Atualizado em 19/03/2017
Exemplo 1: Um campo retangular à margem de uma parede deve ser cercado
com exceção do lado onde está a parede. Se o custo da cerca é de R$ 12 por metro
linear do lado paralelo a parede e R$ 8 nos dois extremos, ache o campo de maior
área possível que pode ser cercado com R$ 3600 de material.
Solução:
O desenho da situação é o seguinte
Parede
y my m
x m
A função de custo é dada por:
8y + 8y + 12 = 3600
⇒ 16y + 12 = 3600
⇒ 4y + 3 = 900 (simplificando por 4)
⇒ y =
900 − 3
4
Já a área do retângulo é dada por:
A(, y) = y
⇒ A(, y) = 
900 − 3
4
⇒ A() =
900 − 32
4
⇒ A() =
900 − 32
4
⇒ A() = 225 −
3
4
2
1
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Note que A() é uma função do 2◦ grau com concavidade voltado para baixo,
assim, seu ponto de máximo pode ser determinado tanto pela fórmula:
V = −
b
2
Como por meio da derivada.
A () = 0
⇒ 225 − 2
3
4

⇒  = 150
Ou seja, a maior área cercada possível é de A(150) = 16.875m2.
Exemplo 2: Um fabricante de latas sem tampa deseja usar folhas de flandres1
com dimensões de 8 cm por 15 cm, cortando quadrados iguais dos quatro cantos e
dobrando os lados para cima. Qual deve ser a área desses quadrados para que a
caixa tenha volume máximo?
Solução:
O desenho a seguir ilustra o problema.
x
x
x
x
x
x
x
x
8cm
15cm
8cm - 2x
15cm - 2x
1A folha de flandres ou simplesmente flandre é um material laminado estanhado composto por ferro
e aço de baixo teor de carbono revestido com estanho.
2
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
A função de volume seria:
V() = (15 − 2)(8 − 2)
⇒ V() = 43 − 462 + 120
Cujos pontos críticos ocorrem para: x = 5/3 ou x = 6.
Contudo, como  ∈ (0, 4) (veja novamente o desenho) então x = 6 não é um
valor possível. Assim, a área de cada quadrado é de 5.8 cm2.
A(5/3) = (5/3)2
(Área de cada retângulo)
= 5.8 cm2.
Exemplo 3: Ache a área do maior retângulo tendo dois vértices no eixo x e dois
outros vértices sobre a parábola y = 9 - x2 acima do eixo x.
Solução:
A situação é representada com a imagem a seguir:
9
3-3
x
A área do retângulo é dada por
A(, y) = 2y com  ∈ (0, 3) e y ∈ (0, 9)
Como os vértices estão sob a parábola y = 9 − 2 então
A(, y) = 2(9 − 2)
⇒ A() = 18 − 23
Cujo máximo ocorre para  = 3.
A () = 0
⇒ 18 − 62 = 0
⇒  = ± 3.
3
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Como x é uma medida não pode ser negativo, logo a solução ocorre para  = 3.
Assim, a maior área possível é de 12 3 m2.
A ( 3) = 18 3 − 2( 3)3
= 3(18 − 2 · 3)
= 12 3
Exemplo 4: Uma ilha está num ponto A, a 6 km do ponto mais próximo B, numa
praia reta. Uma mulher na ilha deseja ir até o ponto C, a 9 Km do ponto B. A mulher
pode alugar um barco por R$ 15 o quilometro e navegar até um ponto P entre B e C
e então alugar um carro a um custo de R$ 12 por quilometro e chegar a C por uma
estrada reta. Ache o percusso mais barato de A até C.
Solução:
O problema pode ser modelado como no desenho abaixo.
A B
C
P
6 Km
9 Km
A função que desejamos minimizar é a de custo
C = 15 · m(AP) + 12 · m(PC)
Pelo desenho percebe-se que:
m(AP)2 = m(AB)2 + m(BP)2
⇒ m(AP)2 = 62 + m(BP)2
⇒ m(AP) = ± m(BP)2 + 36
Como m(AP) é uma medida, ou seja, não faz sentido ser um valor negativo. Então
m(AP) deve ser positivo.
4
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
m(AP) = m(BP)2 + 36
Colocando o valor de m(AP) na função de custo (C) e levando em conta que
m(PC) = 9 – m(BP) então:
C = 15( m(BP)2 + 36) + 12(9 – m(BP))
Chamando m(BP) de x podemos escrever a função de custo de forma mais
agradável.
C(x) = 15( 2 + 36) + 12(9 – ) com  ∈ (0, 9)
O gráfico dessa função é uma parábola com concavidade voltada para cima (você
pode confirmar isso pelo teste da derivada segunda). Logo a solução deve ser seu
único ponto crítico.
Derivando então C(x) e igualando a zero
C(x) = 0
⇒ 15( 2 + 36) + 12(9 – ) = 0
⇒ 15
1
2 2 + 36
) – 12 = 0
⇒  = 8
Assim, o percusso mais barato seria de de A até P e depois de P até C, com P
estando a 8km abaixo de B.
Exemplo 5: Seja R o alcance de um projetil dado em função de sua velocidade
inicial (o)
R =
2
o
sen(2θ)
g
0 ≤ θ ≤
π
2
.
ache o valor de θ para que o alcance seja máximo.
Solução:
Uma vez que já temos a função resta nos somente que encontrar o seu valor
máximo.
Pela regra do quociente:
R =
(2
o
sen(2θ)) · g − (2
o
sen(2θ)) · g
g2
5
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Como g é uma constante (constante gravitacional) então sua derivada é zero de
modo que R pode ser escrito como:
R =
(2
o
sen(2θ)) · g
g2
Pela regra do produto para derivadas sabemos que:
(2
o
sen(2θ)) = 2
o
’ · sen(2θ) + 2
o
· sen (2θ)
= 0 · sen(2θ) + 2
o
· cos(2θ)
= 2
o
· cos(2θ)
⇒ R =
2
o
· cos(2θ) g
g2
⇒ R =
2
o
· cos(2θ)
g
Igualando a derivada de R igual a zero:
R = 0
⇒
2
o
· cos(2θ)
g
= 0
⇒ 2
o
· cos(2θ) = 0
⇒ cos(2θ) = 0
⇒ 2θ = 90◦
⇒ θ = 45◦
Assim o alcance é máximo para θ = 45◦.
6
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Exemplo 6: Uma excursão de uma escola que pode acomodar até 250 estu-
dantes custará R$ 15 por estudante, se no máximo 150 fizerem a viagem, contudo,
o custo por estudante será reduzido em R$ 0.05 para cada estudante que exceder
150, até que o custo caia para R$ 10 por estudante. Quantos alunos devem ser
acomodados na excursão para que a renda da escola seja máxima?
Solução:
Vamos imaginar que a função L(x) do lucro é contínua, então podemos descreve-
la assim:
L() =
15  ∈ [0, 150]
(15 − 0.05( − 150))  ∈ [151, 250]
Para encontrar o lucro máximo para a escola devemos determinar o valor de 
que resulte no maior valor de L(x).
No intervalo [0, 150] a função L() não possui ponto critico, pois não existe
nenhum valor para  tal que L’(x) seja nulo.
L’(x) = 15
Assim o valor de máximo absoluto nesse intervalo é o extremos direito do próprio
intervalo.
Já no intervalo [151, 250] a função L(x) têm ponto um ponto crítico em x = 225.
L’(x) = 0
⇒ 22.5 − 0.1 = 0
⇒  = 225
Testando os valores de fronteira dos dois intervalos e do ponto crítico encontrado
chegamos à:
L(150) = 2.250;
L(151) = 2.257,45;
e L(225) = 2.531,25;
e L(250) = 2.500
Como podemos ver o valor de máximo de L(x) ocorre para  = 225. Logo são
necessário 225 estudantes para fornecer o máximo de lucro a escola de excursão.
7
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Exemplo 7: Laranjeiras da califórnia produzem 600 laranjas por ano, se forem
plantadas no máximo 20 árvores por acre (4km2) cada árvore plantada a mais causa
um decréscimo de 15 laranjas por pé. Quantas árvores devem ser plantadas por
acre para se obter o maior número de laranjas?
Solução:
Sendo n() o número de laranjas quando são plantadas  árvores por acre então:
n() =
600  ∈ [0, 20]
(600 − 15( − 20))  ∈ [21, b]
Para determinar o valor de de b basta fazer n(x) = 0 considerando  ≥ 21.
n(x) = 0
⇒ (600 − 15( − 20)) = 0
⇒  = 60.
Assim b = 60 e então:
n() =
600  ∈ [0, 20]
600 − 15( − 20)  ∈ [21, 60]
No primeiro intervalo a função não têm ponto(s) crítico(s) de modo que o valor
de máximo é o extremo do próprio intervalo.
n(20) = 12.000
Já no segundo intervalo existe um ponto critico em  = 30.5.
n () = 0
⇒ 900 − 30 = 0
⇒  = 30
Calculando n() para os extremos do intervalo e para o ponto crítico encontrado
chegamos à:
n(20) = 1.200;
n(21) = 12.285;
n(30) = 13.500;
n(60) = 0.
8
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Assim, como podemos ver o maior número de laranjas é obtido com 30 arvores.
Exemplo 8: Ache as dimensões do cilindro circular reto de maior área de super-
fície lateral que possa ser inscrito em uma esfera com um raio de 6 cm.
Solução:
Uma representação do problema é feita a seguir.
6h/2
r
A área lateral do cilindro é calculada por A(r, h) = 2πrh
Pelo desenho observamos que 62 = r2 +
h
2
2
⇒ h = 144 − 4r2
Assim:
A(r, h) = 2πr 144 − 4r2
⇒ A(r) = 2πr 144 − 4r2
Levando em conta que o gráfico dessa função é uma parábola voltada para baixo,
então, seu ponto de máximo pode ser encontrado calculando A (r) e igualando a
zero. Onde chegamos a r = ±3 2.
Como o raio é uma medida deve, portanto, ser sempre maior que zero. O que
resulta em então r = 3 2.
Como h = 144 − r2 e r = 3 2 então h = 6 2.
Logo o raio do cilindro é 3 2 cm e sua altura 6 2 cm.
9
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Exemplo 9: Dado a circunferência de equação 2 + y2 = 9, ache o ponto da
circunferência mais próximo ao ponto (4, 5).
Solução:
O desenho a seguir deixa claro a situação.
(4,5)
(x,y) (4,y)
d
Pelo teorema de Pitágoras o quadrado da distância (d) entre os pontos (x,y) e
(4,5) é:
d2
= (4 − )2
+ (5 − y)2
(1)
Usando a equação da circunferência (2 + y2 = 9) encontramos o y.
y = ± 9 − 2
Como o ponto mais próximo de (4, 5) está obviamente no primeiro quadrante
(reveja o desenho) então fica evidente que y é positivo, ou seja:
y = 9 − 2 (2)
Substituindo (2) em (1) chegamos a expressão definitiva para a distância.
d2 = (4 − )2 + 5 − 9 − 2
2
⇒ d = (4 − )2 + 5 − 9 − 2
2
Fazendo a derivada de d():
10
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
d () =
5 − 4 −2 + 9
(4 − )2 + − 9 − 2 + 5
2
9 − 2
e igualando-a a zero determinamos que d’(x) = 0 apenas para x = 1.87 aproxi-
madamente.
Como o ponto mais próximo deve estar no 1◦ quadrante então  deve variar
entre 0 e 3 ( ∈ [0, 3]). Testando então os extremos desse intervalo e o ponto
crítico encontrado
d(0) = 4.47
d(1.87) = 3.4
d(3) = 5.1
descobrimos que a menor distância é 3,4.
Exemplo 10: Um pedaço de fio de 16 cm de comprimento será cortado em duas
partes. Uma delas será usada para fazer um quadrado e a outra para formar um
círculo. Como deverá ser feito o corte de modo a minimizar a área total das figuras?
Solução:
A função que deve ser minimizada é a da área total A(x,r) tal que:
A(x,r) = Área do quadrado + Área do círculo.
Supondo que o quadrado têm lado  e a circunferência raio r então:
A(x,r) = 2 + πr2 (1)
De acordo com o enunciado o fio têm 16 centímetros e não deve haver sobras
após o seu uso, assim o perímetro do quadrado somado ao do círculo deve ser
também igual a 16.
4x + 2πr = 16 cm ⇒ x =
8 − πr
2
Substituindo esse último resultado na equação (1)
A(r) =
8 − πr
2
2
+ πr2
Derivando a função em r chega-se à:
11
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
A’(r) =
π2r − 8π + 4πr
2
cujo zero ocorre somente para r =
8
π + 4
.
Como 4 + 2πr = 16 e r =
8
π + 4
então,  =
16
π + 4
.
Logo o corte deve ser feito a
16
π + 4
unidades de comprimento de um dos ex-
tremos do fio.
Exemplo 11: Pretende-se construir um campo de futebol (figura verde) com
a forma de um retângulo e com uma região semi-circular, em cada uma de suas
extremidades, conforme a figura a seguir.
a
hr
O perímetro da região deve ser uma pista de 440m. Determine as dimensões da
região pra que a parte retangular tenha área máxima.
Solução:
A função da área retangular que desejamos maximizar é:
A(, h) = h
Por hipótese o perímetro é igual a 440 então:
πr + 2 + πr = 440 ⇒  = 220 − πr (1)
Usando esse último resultado em A(, h) chega-se á
A(h, r) = h(220 − πr)
12
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Como h é o diâmetro então, assim como pode ser visto pelo desenho, ele deve
ser o dobro do valor do raio (h = 2r), sendo assim:
A(h) = h 220 − π
h
2
cujo ponto crítico ocorre apenas para h =
220
π
(2).
A (h) = 0
⇒ 220 − πh = 0
⇒ h =
220
π
Sabendo que h = 2r e usando (2) chega-se a r =
110
π
. Usando agora (1) e o valor
que obtemos para r encontramos  = 110
Assim, h =
220
π
m e  = 110 m.
Exemplo 12: Silos para conter cimento têm a forma de um cilindro de altura h
e raio r sobreposto a um cone de altura e raio iguais a r.
Para silos com volume total de 100 m3, determine r de modo que a área lateral
seja a menor possível, a fim de minimizar o custo de cada silo.
g
h
r
r
13
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Solução:
A função que desejamos minimizar é a da área lateral do silo que é a soma da
área lateral do cilindro com a área lateral do cone.
A = 2πrh + πrg
Pelo desenho g = r 2 (teorema de Pitágoras), então:
A = 2πrh + πr(r 2)
A = πr 2h + r 2 (1)
Para colocar h em função de r usamos a equação do volume (V = πr2h+
1
3
πr2 ·
r).
100 = πr2h + (1/3)πr2 · r
⇒ h = (100/πr2) − r/3 (2)
substituindo (2) em (1)
A = πr 2
100
πr2
−
r
3
+ r 2 com r ∈

0,
300
π


⇒ A =
200
r
−
2
3
πr2
+ r2
π 2
Finalmente fazendo A
= 0 chega-se r = 3
100
− 2
3
+ 2 π
m que é aproximada-
mente igual a 3.5 m.
Como esse ponto é de mínimo absoluto no intervalo chegamos a solução.
14
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Exemplo 13: Todas as manhãs, à mesma hora sai um barco do ponto P1 para
o leste, a 20km/h, e outro do ponto P2 para o norte, a 40Km/h. A boia B, no cruza-
mento das rotas, dista 100 Km de P1 e 60Km de P2.
P1
B
P2
100 km
20 km/h
60 km
40 km/h
A que horas os barcos estarão mais próximos um do outro?
Solução:
Pelo teorema de Pitágoras a distância entre os barcos do ponto P1 e P2 é dada
pela equação:
(P1P2)2 = (P1B)2 + (P2B)2
Se ambos os barcos se movem com velocidade constante então a medida de
cada segmento varia de acordo com o tempo que pela física é dado por:
(P1P2)2 = (100 − 20t)2 + (60 − 40t)2 com t ∈ [0, ∞)
⇒ (P1P2)2 = (104 − 4 · 103 + 202t2) + (602 − 48 · 102 + 402t2)
⇒ P1P2 = 2000t2 − 8800t + 13600
0.5
Fazendo a derivada de P1P2
dP1P2
=
2000t − 4400
20 5t2 − 22t + 34
e igualando-a a zero
0 =
2000t − 4400
20 5t2 − 22t + 34
⇒ 2000t − 4400 = 0
⇒ t = 2.2
Conclui-se que a função têm somente um ponto crítico em t = 2.2. Como o
gráfico da função é uma parábola sabemos que esse ponto é um ponto de mínimo
15
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
absoluto de modo que podemos afirmar que os barcos estarão mais próximos 2.2
horas depois de iniciarem juntos o seus movimentos.
Exemplo 14: Uma cerca de 8m de altura corre paralela a um edifício a uma
distância de 4 m desta. Qual é o comprimento da menor escada que alcança o
edifício quando inclinada sobre a cerca?
Solução:
Considere o desenho a seguir.
4
8
zprédio
y
x
Usando semelhança de triângulos encontramos a relação:
y

=
8
 − 4
⇒ y =
8
 − 4
(1)
Pelo mesmo desenho tiramos que:
z(, y)2
= 2
+ y2
(2)
Substituindo (1) em (2)
z()2
= 2
+
8
 − 4
2
16
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
z() = 2 +
8
 − 4
2
Para determinar os pontos críticos de z() fazemos z () = 0
⇒ z () = 2 + 2
8
 − 4
8( − 4) − 8
( − 4)2
= 0
⇒ z () = 2 + 2
8
 − 4
−32
( − 4)2
= 0
⇒ z () = 2 1 −
8 · 32
( − 4)3
= 0
⇒ z () = 2 1 −
256
( − 4)3
= 0
O primeiro zero desta ultima função ocorre para x = 0. O segundo ocorre quando:
256
( − 4)3
= 1
que implica em  10.35 veja:
( − 4)3 = 256
⇒  =
3
256 + 4
Fazendo então z(10.35) chegamos ao resultado de z = 16.65m. Logo a menor
escada que pode ser apoiada deve ter 16.65 m de comprimento.
Exemplo 15: Encontre a área do maior retângulo que pode ser inscrito em um
triângulo com catetos 3cm e 4cm se dois lados do retângulo estão sobre os catetos.
Solução:
Considere o desenho.
17
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
x
3 cm
y
4 cm
Usando a semelhança de triângulos
4 − y

=
y
3 − 
Que implica em  =
12 − 3y
4
A área do retângulo é:
AR =
12 − 3y
4
y
⇒ AR =
12y − 3y2
4
Fazendo AR
() = 0 chega-se à:
AR
=
12 − 6y
4
= 0
⇒
12 − 6y
4
= 0
⇒ 6y = 12 ⇒ y = 2c
Fazendo AR(2) chegamos á AR = 3. Ou seja, o maior retângulo que pode ser
inscrito têm altura de 2cm e largura de 1.5 cm (ou vice e versa).
Exemplo 16: Encontre o ponto da parábola y2 = 2 que está mais próximo do
ponto (1, 4).
Solução:
Não se sabe ainda qual ponto é esse, mas podemos expressá-lo por (, ƒ()).
18
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Como y2 = 2 então y = ± 2. Como o ponto (1, 4) fica no primeiro quadrante a
parte da função que iremos considerar é somente a parte positiva, isto é: y = 2.
Assim a distância entre os pontos (, ƒ()) e (1, 4) será:
d = ( − 1)2 + (4 − ƒ())2 = ( − 1)2 + (4 − 2)2
Fazendo a derivada de d igual a zero conseguimos determinar os pontos críticos
da função.
d = 0.5
2( − 1) −
2
2
(4 − 2)
( − 1)2 + (4 − 2)2
= 0
⇒ d = 2( − 1) −
2 2
2
4 − 2 = 0
⇒ 2 − 2 −
8 2
2
+ 2 = 0
⇒ 2 −
8 2
2
= 0
⇒ 42 − 8 2 = 0
Chamando  de y então:
4y4 − 8 2y = 0
⇒ y(4y3 − 8 2) = 0
Acima percebemos que um zero da função ocorre para y = 0 e consequente-
mente x = 0.
Outro zero deve ocorrer quando 4y3 − 8 2 = 0
y =
3 8 2
4
que implica em x = 2.
⇒ y =
3 8 2
4
= 
⇒  =
3
2 2 ⇒  = 2
19
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Como f(0) > f(2) então a distância mínima ocorre para o ponto (2, ƒ(2)) da
função.
20
Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA
Este trabalho está licenciado com uma
Licença Creative Commons -
Atribuição-NãoComercial-
CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Esse documento está sujeito a constante atualização ou mesmo correções, por
isso, certifique se que o que você têm em mãos é de fato a última versão do
mesmo. Para saber, bem como ter acesso a vários outros exercícios resolvidos
de matemática, acesse: www.number890.wordpress.com
Para aulas particulares, digitação de texto em LATEXe resolução de listas de exer-
cícios entre em contato.
nbbedego@gm.com
.ƒcebook.com/theNmberType
.nmber890.ordpress.com
21

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Matemática para concursos regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
Matemática para concursos   regra de três simples e composta - 10 exercícios ...Matemática para concursos   regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
Matemática para concursos regra de três simples e composta - 10 exercícios ...SEDUC-PA
 
Prova do 9º ano auzanir lacerda
Prova do 9º ano auzanir lacerdaProva do 9º ano auzanir lacerda
Prova do 9º ano auzanir lacerdaalunosderoberto
 
3 exercicios potencia conm respostas - 9º ano
3 exercicios potencia conm respostas - 9º ano3 exercicios potencia conm respostas - 9º ano
3 exercicios potencia conm respostas - 9º anosmpgiacobbo
 
Questões média mediana e moda
Questões média mediana e modaQuestões média mediana e moda
Questões média mediana e modaKeyla Christianne
 
Expressões para os Alunos
Expressões para os AlunosExpressões para os Alunos
Expressões para os AlunosRobinho Soares
 
1ª lista de exercícios 9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
1ª lista de exercícios   9º ano(equações do 2º grau - incompletas)1ª lista de exercícios   9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
1ª lista de exercícios 9º ano(equações do 2º grau - incompletas)Ilton Bruno
 
Microsoft word exercicio matemática com gabarito equações do 2º grau
Microsoft word   exercicio matemática com  gabarito equações do 2º grauMicrosoft word   exercicio matemática com  gabarito equações do 2º grau
Microsoft word exercicio matemática com gabarito equações do 2º grauBetão Betão
 
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° anoAtividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° anoSENHORINHA GOI
 
Exercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2pExercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2pJean Silveira
 
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e ProbabilidadeListão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e ProbabilidadeAndréia Rodrigues
 
Exercicios função
 Exercicios função Exercicios função
Exercicios funçãoRobson S
 
Função quadrática resumo teórico e exercícios - celso brasil
Função quadrática   resumo teórico e exercícios - celso brasilFunção quadrática   resumo teórico e exercícios - celso brasil
Função quadrática resumo teórico e exercícios - celso brasilCelso do Rozário Brasil Gonçalves
 
Exercícios resolvidos divisão de números decimais
Exercícios resolvidos divisão de números decimaisExercícios resolvidos divisão de números decimais
Exercícios resolvidos divisão de números decimaisNivea Neves
 
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisãoNúmeros inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisãoPatriciaLavos
 

Mais procurados (20)

Matemática para concursos regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
Matemática para concursos   regra de três simples e composta - 10 exercícios ...Matemática para concursos   regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
Matemática para concursos regra de três simples e composta - 10 exercícios ...
 
Prova do 9º ano auzanir lacerda
Prova do 9º ano auzanir lacerdaProva do 9º ano auzanir lacerda
Prova do 9º ano auzanir lacerda
 
3 exercicios potencia conm respostas - 9º ano
3 exercicios potencia conm respostas - 9º ano3 exercicios potencia conm respostas - 9º ano
3 exercicios potencia conm respostas - 9º ano
 
Soma dos ângulos internos de um triângulo gabarito
Soma dos ângulos internos de um triângulo gabaritoSoma dos ângulos internos de um triângulo gabarito
Soma dos ângulos internos de um triângulo gabarito
 
Questões média mediana e moda
Questões média mediana e modaQuestões média mediana e moda
Questões média mediana e moda
 
Expressões para os Alunos
Expressões para os AlunosExpressões para os Alunos
Expressões para os Alunos
 
1ª lista de exercícios 9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
1ª lista de exercícios   9º ano(equações do 2º grau - incompletas)1ª lista de exercícios   9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
1ª lista de exercícios 9º ano(equações do 2º grau - incompletas)
 
Microsoft word exercicio matemática com gabarito equações do 2º grau
Microsoft word   exercicio matemática com  gabarito equações do 2º grauMicrosoft word   exercicio matemática com  gabarito equações do 2º grau
Microsoft word exercicio matemática com gabarito equações do 2º grau
 
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° anoAtividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
 
Exercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2pExercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2p
 
Numeros decimais
Numeros decimaisNumeros decimais
Numeros decimais
 
Resumo função quadrática
Resumo função quadráticaResumo função quadrática
Resumo função quadrática
 
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e ProbabilidadeListão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
Listão 9º ano - Função de 1º e 2º grau e Probabilidade
 
Função exponencial
Função exponencialFunção exponencial
Função exponencial
 
Exercicios função
 Exercicios função Exercicios função
Exercicios função
 
Função quadrática resumo teórico e exercícios - celso brasil
Função quadrática   resumo teórico e exercícios - celso brasilFunção quadrática   resumo teórico e exercícios - celso brasil
Função quadrática resumo teórico e exercícios - celso brasil
 
lista-de-exercicios-funcao-exponencial
lista-de-exercicios-funcao-exponenciallista-de-exercicios-funcao-exponencial
lista-de-exercicios-funcao-exponencial
 
Exercícios resolvidos divisão de números decimais
Exercícios resolvidos divisão de números decimaisExercícios resolvidos divisão de números decimais
Exercícios resolvidos divisão de números decimais
 
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisãoNúmeros inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
 
L ista de exercícios operacoes com monômios
L ista de exercícios   operacoes com monômiosL ista de exercícios   operacoes com monômios
L ista de exercícios operacoes com monômios
 

Semelhante a Exercícios resolvidos máximos mínimos

Exercicios resolvidos
Exercicios resolvidosExercicios resolvidos
Exercicios resolvidostexa0111
 
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADAProva do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADAthieresaulas
 
Solucoes comentadas matematica_uerj_univ
Solucoes comentadas matematica_uerj_univSolucoes comentadas matematica_uerj_univ
Solucoes comentadas matematica_uerj_univOswaldo Stanziola
 
Resolução prova matematica naval 2008 2009
Resolução prova matematica naval 2008   2009Resolução prova matematica naval 2008   2009
Resolução prova matematica naval 2008 2009cavip
 
Simave proeb 2011 para 3º ano
Simave proeb 2011 para 3º anoSimave proeb 2011 para 3º ano
Simave proeb 2011 para 3º anoIdelma
 
Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018
Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018
Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018Arthur Lima
 
Cn2008 2009
Cn2008 2009Cn2008 2009
Cn2008 20092marrow
 
Derivadas Aplicações
Derivadas AplicaçõesDerivadas Aplicações
Derivadas AplicaçõesJones Fagundes
 
Gabarito 1ª Fase - Nível 3 - 2012
Gabarito 1ª Fase - Nível 3 - 2012Gabarito 1ª Fase - Nível 3 - 2012
Gabarito 1ª Fase - Nível 3 - 2012oim_matematica
 
Aula1 funcaoquadrática
Aula1 funcaoquadráticaAula1 funcaoquadrática
Aula1 funcaoquadráticaJosenildo Lima
 
Exercícios Resolvidos: Equação da reta tangente
Exercícios Resolvidos: Equação da reta tangenteExercícios Resolvidos: Equação da reta tangente
Exercícios Resolvidos: Equação da reta tangenteDiego Oliveira
 
Resolução ef 2 – 9º ano – prova anglo – p2 d9-2015
Resolução ef 2 – 9º ano – prova anglo – p2 d9-2015Resolução ef 2 – 9º ano – prova anglo – p2 d9-2015
Resolução ef 2 – 9º ano – prova anglo – p2 d9-2015Alpha Colégio e Vestibulares
 
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011thieresaulas
 
Exercícios Resolvidos: Área com integrais
Exercícios Resolvidos: Área com integraisExercícios Resolvidos: Área com integrais
Exercícios Resolvidos: Área com integraisDiego Oliveira
 
Glauco exercicios resolvidos (1)
Glauco exercicios resolvidos (1)Glauco exercicios resolvidos (1)
Glauco exercicios resolvidos (1)Amália Ribeiro
 

Semelhante a Exercícios resolvidos máximos mínimos (20)

Exercicios resolvidos
Exercicios resolvidosExercicios resolvidos
Exercicios resolvidos
 
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADAProva do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
Prova do Colégio Militar do Rio de Janeiro, COMENTADA
 
Solucoes comentadas matematica_uerj_univ
Solucoes comentadas matematica_uerj_univSolucoes comentadas matematica_uerj_univ
Solucoes comentadas matematica_uerj_univ
 
Resolução prova matematica naval 2008 2009
Resolução prova matematica naval 2008   2009Resolução prova matematica naval 2008   2009
Resolução prova matematica naval 2008 2009
 
Simave proeb 2011 para 3º ano
Simave proeb 2011 para 3º anoSimave proeb 2011 para 3º ano
Simave proeb 2011 para 3º ano
 
Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018
Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018
Cesgranrio petrobras engenheiro petroleo 2018
 
Ita02m
Ita02mIta02m
Ita02m
 
Cn2008 2009
Cn2008 2009Cn2008 2009
Cn2008 2009
 
Derivadas Aplicações
Derivadas AplicaçõesDerivadas Aplicações
Derivadas Aplicações
 
Gv economia 1fase_2010
Gv economia 1fase_2010Gv economia 1fase_2010
Gv economia 1fase_2010
 
Gabarito 1ª Fase - Nível 3 - 2012
Gabarito 1ª Fase - Nível 3 - 2012Gabarito 1ª Fase - Nível 3 - 2012
Gabarito 1ª Fase - Nível 3 - 2012
 
Aula1 funcaoquadrática
Aula1 funcaoquadráticaAula1 funcaoquadrática
Aula1 funcaoquadrática
 
Exercícios Resolvidos: Equação da reta tangente
Exercícios Resolvidos: Equação da reta tangenteExercícios Resolvidos: Equação da reta tangente
Exercícios Resolvidos: Equação da reta tangente
 
Resolução ef 2 – 9º ano – prova anglo – p2 d9-2015
Resolução ef 2 – 9º ano – prova anglo – p2 d9-2015Resolução ef 2 – 9º ano – prova anglo – p2 d9-2015
Resolução ef 2 – 9º ano – prova anglo – p2 d9-2015
 
Revisao udesc
Revisao udescRevisao udesc
Revisao udesc
 
Aulaemgrupo
AulaemgrupoAulaemgrupo
Aulaemgrupo
 
Fatec1 mat
Fatec1 matFatec1 mat
Fatec1 mat
 
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
Prova de Matemática fuzileiro naval 2011
 
Exercícios Resolvidos: Área com integrais
Exercícios Resolvidos: Área com integraisExercícios Resolvidos: Área com integrais
Exercícios Resolvidos: Área com integrais
 
Glauco exercicios resolvidos (1)
Glauco exercicios resolvidos (1)Glauco exercicios resolvidos (1)
Glauco exercicios resolvidos (1)
 

Mais de Diego Oliveira

Exercícios Resolvidos: Distribuição Binomial
Exercícios Resolvidos: Distribuição BinomialExercícios Resolvidos: Distribuição Binomial
Exercícios Resolvidos: Distribuição BinomialDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumulada
Exercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumuladaExercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumulada
Exercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumuladaDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Média Geométrica
Exercícios Resolvidos: Média GeométricaExercícios Resolvidos: Média Geométrica
Exercícios Resolvidos: Média GeométricaDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Média Aritmetica
Exercícios Resolvidos: Média AritmeticaExercícios Resolvidos: Média Aritmetica
Exercícios Resolvidos: Média AritmeticaDiego Oliveira
 
Exercícios resolvidos: Parte real e imaginária de números complexos
Exercícios resolvidos: Parte real e imaginária de números complexosExercícios resolvidos: Parte real e imaginária de números complexos
Exercícios resolvidos: Parte real e imaginária de números complexosDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Área entre curvas
Exercícios Resolvidos: Área entre curvasExercícios Resolvidos: Área entre curvas
Exercícios Resolvidos: Área entre curvasDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Volume dos sólidos de revolução
Exercícios Resolvidos: Volume dos sólidos de revoluçãoExercícios Resolvidos: Volume dos sólidos de revolução
Exercícios Resolvidos: Volume dos sólidos de revoluçãoDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Integração por substituição trigonométrica
Exercícios Resolvidos: Integração por substituição trigonométricaExercícios Resolvidos: Integração por substituição trigonométrica
Exercícios Resolvidos: Integração por substituição trigonométricaDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Integração por parte
Exercícios Resolvidos: Integração por parteExercícios Resolvidos: Integração por parte
Exercícios Resolvidos: Integração por parteDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Aplicação da integral
Exercícios Resolvidos: Aplicação da integralExercícios Resolvidos: Aplicação da integral
Exercícios Resolvidos: Aplicação da integralDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Reta secante
Exercícios Resolvidos: Reta secanteExercícios Resolvidos: Reta secante
Exercícios Resolvidos: Reta secanteDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Regra da cadeia
Exercícios Resolvidos: Regra da cadeia Exercícios Resolvidos: Regra da cadeia
Exercícios Resolvidos: Regra da cadeia Diego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Teorema de Rolle
Exercícios Resolvidos: Teorema de RolleExercícios Resolvidos: Teorema de Rolle
Exercícios Resolvidos: Teorema de RolleDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Reta paralela
Exercícios Resolvidos: Reta paralelaExercícios Resolvidos: Reta paralela
Exercícios Resolvidos: Reta paralelaDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Taxa relacionada
Exercícios Resolvidos: Taxa relacionadaExercícios Resolvidos: Taxa relacionada
Exercícios Resolvidos: Taxa relacionadaDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Reta normal
Exercícios Resolvidos: Reta normalExercícios Resolvidos: Reta normal
Exercícios Resolvidos: Reta normalDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Máximo e minimo absoluto
Exercícios Resolvidos: Máximo e minimo absolutoExercícios Resolvidos: Máximo e minimo absoluto
Exercícios Resolvidos: Máximo e minimo absolutoDiego Oliveira
 
Exercícios Resolvidos: Sentido da função
Exercícios Resolvidos: Sentido da funçãoExercícios Resolvidos: Sentido da função
Exercícios Resolvidos: Sentido da funçãoDiego Oliveira
 
Derivação com logaritmo
Derivação com logaritmoDerivação com logaritmo
Derivação com logaritmoDiego Oliveira
 
Derivada de funções trigonométricas inversas
Derivada de funções trigonométricas inversasDerivada de funções trigonométricas inversas
Derivada de funções trigonométricas inversasDiego Oliveira
 

Mais de Diego Oliveira (20)

Exercícios Resolvidos: Distribuição Binomial
Exercícios Resolvidos: Distribuição BinomialExercícios Resolvidos: Distribuição Binomial
Exercícios Resolvidos: Distribuição Binomial
 
Exercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumulada
Exercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumuladaExercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumulada
Exercícios Resolvidos: Frequência relativa, absoluta, acumulada
 
Exercícios Resolvidos: Média Geométrica
Exercícios Resolvidos: Média GeométricaExercícios Resolvidos: Média Geométrica
Exercícios Resolvidos: Média Geométrica
 
Exercícios Resolvidos: Média Aritmetica
Exercícios Resolvidos: Média AritmeticaExercícios Resolvidos: Média Aritmetica
Exercícios Resolvidos: Média Aritmetica
 
Exercícios resolvidos: Parte real e imaginária de números complexos
Exercícios resolvidos: Parte real e imaginária de números complexosExercícios resolvidos: Parte real e imaginária de números complexos
Exercícios resolvidos: Parte real e imaginária de números complexos
 
Exercícios Resolvidos: Área entre curvas
Exercícios Resolvidos: Área entre curvasExercícios Resolvidos: Área entre curvas
Exercícios Resolvidos: Área entre curvas
 
Exercícios Resolvidos: Volume dos sólidos de revolução
Exercícios Resolvidos: Volume dos sólidos de revoluçãoExercícios Resolvidos: Volume dos sólidos de revolução
Exercícios Resolvidos: Volume dos sólidos de revolução
 
Exercícios Resolvidos: Integração por substituição trigonométrica
Exercícios Resolvidos: Integração por substituição trigonométricaExercícios Resolvidos: Integração por substituição trigonométrica
Exercícios Resolvidos: Integração por substituição trigonométrica
 
Exercícios Resolvidos: Integração por parte
Exercícios Resolvidos: Integração por parteExercícios Resolvidos: Integração por parte
Exercícios Resolvidos: Integração por parte
 
Exercícios Resolvidos: Aplicação da integral
Exercícios Resolvidos: Aplicação da integralExercícios Resolvidos: Aplicação da integral
Exercícios Resolvidos: Aplicação da integral
 
Exercícios Resolvidos: Reta secante
Exercícios Resolvidos: Reta secanteExercícios Resolvidos: Reta secante
Exercícios Resolvidos: Reta secante
 
Exercícios Resolvidos: Regra da cadeia
Exercícios Resolvidos: Regra da cadeia Exercícios Resolvidos: Regra da cadeia
Exercícios Resolvidos: Regra da cadeia
 
Exercícios Resolvidos: Teorema de Rolle
Exercícios Resolvidos: Teorema de RolleExercícios Resolvidos: Teorema de Rolle
Exercícios Resolvidos: Teorema de Rolle
 
Exercícios Resolvidos: Reta paralela
Exercícios Resolvidos: Reta paralelaExercícios Resolvidos: Reta paralela
Exercícios Resolvidos: Reta paralela
 
Exercícios Resolvidos: Taxa relacionada
Exercícios Resolvidos: Taxa relacionadaExercícios Resolvidos: Taxa relacionada
Exercícios Resolvidos: Taxa relacionada
 
Exercícios Resolvidos: Reta normal
Exercícios Resolvidos: Reta normalExercícios Resolvidos: Reta normal
Exercícios Resolvidos: Reta normal
 
Exercícios Resolvidos: Máximo e minimo absoluto
Exercícios Resolvidos: Máximo e minimo absolutoExercícios Resolvidos: Máximo e minimo absoluto
Exercícios Resolvidos: Máximo e minimo absoluto
 
Exercícios Resolvidos: Sentido da função
Exercícios Resolvidos: Sentido da funçãoExercícios Resolvidos: Sentido da função
Exercícios Resolvidos: Sentido da função
 
Derivação com logaritmo
Derivação com logaritmoDerivação com logaritmo
Derivação com logaritmo
 
Derivada de funções trigonométricas inversas
Derivada de funções trigonométricas inversasDerivada de funções trigonométricas inversas
Derivada de funções trigonométricas inversas
 

Último

Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 

Último (20)

Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 

Exercícios resolvidos máximos mínimos

  • 1. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Exercícios Resolvidos: Aplicações de máximos e mínimos Contato: nibblediego@gmail.com Escrito por Diego Oliveira - Publicado em 26/05/2015 - Atualizado em 19/03/2017 Exemplo 1: Um campo retangular à margem de uma parede deve ser cercado com exceção do lado onde está a parede. Se o custo da cerca é de R$ 12 por metro linear do lado paralelo a parede e R$ 8 nos dois extremos, ache o campo de maior área possível que pode ser cercado com R$ 3600 de material. Solução: O desenho da situação é o seguinte Parede y my m x m A função de custo é dada por: 8y + 8y + 12 = 3600 ⇒ 16y + 12 = 3600 ⇒ 4y + 3 = 900 (simplificando por 4) ⇒ y = 900 − 3 4 Já a área do retângulo é dada por: A(, y) = y ⇒ A(, y) =  900 − 3 4 ⇒ A() = 900 − 32 4 ⇒ A() = 900 − 32 4 ⇒ A() = 225 − 3 4 2 1
  • 2. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Note que A() é uma função do 2◦ grau com concavidade voltado para baixo, assim, seu ponto de máximo pode ser determinado tanto pela fórmula: V = − b 2 Como por meio da derivada. A () = 0 ⇒ 225 − 2 3 4  ⇒  = 150 Ou seja, a maior área cercada possível é de A(150) = 16.875m2. Exemplo 2: Um fabricante de latas sem tampa deseja usar folhas de flandres1 com dimensões de 8 cm por 15 cm, cortando quadrados iguais dos quatro cantos e dobrando os lados para cima. Qual deve ser a área desses quadrados para que a caixa tenha volume máximo? Solução: O desenho a seguir ilustra o problema. x x x x x x x x 8cm 15cm 8cm - 2x 15cm - 2x 1A folha de flandres ou simplesmente flandre é um material laminado estanhado composto por ferro e aço de baixo teor de carbono revestido com estanho. 2
  • 3. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA A função de volume seria: V() = (15 − 2)(8 − 2) ⇒ V() = 43 − 462 + 120 Cujos pontos críticos ocorrem para: x = 5/3 ou x = 6. Contudo, como  ∈ (0, 4) (veja novamente o desenho) então x = 6 não é um valor possível. Assim, a área de cada quadrado é de 5.8 cm2. A(5/3) = (5/3)2 (Área de cada retângulo) = 5.8 cm2. Exemplo 3: Ache a área do maior retângulo tendo dois vértices no eixo x e dois outros vértices sobre a parábola y = 9 - x2 acima do eixo x. Solução: A situação é representada com a imagem a seguir: 9 3-3 x A área do retângulo é dada por A(, y) = 2y com  ∈ (0, 3) e y ∈ (0, 9) Como os vértices estão sob a parábola y = 9 − 2 então A(, y) = 2(9 − 2) ⇒ A() = 18 − 23 Cujo máximo ocorre para  = 3. A () = 0 ⇒ 18 − 62 = 0 ⇒  = ± 3. 3
  • 4. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Como x é uma medida não pode ser negativo, logo a solução ocorre para  = 3. Assim, a maior área possível é de 12 3 m2. A ( 3) = 18 3 − 2( 3)3 = 3(18 − 2 · 3) = 12 3 Exemplo 4: Uma ilha está num ponto A, a 6 km do ponto mais próximo B, numa praia reta. Uma mulher na ilha deseja ir até o ponto C, a 9 Km do ponto B. A mulher pode alugar um barco por R$ 15 o quilometro e navegar até um ponto P entre B e C e então alugar um carro a um custo de R$ 12 por quilometro e chegar a C por uma estrada reta. Ache o percusso mais barato de A até C. Solução: O problema pode ser modelado como no desenho abaixo. A B C P 6 Km 9 Km A função que desejamos minimizar é a de custo C = 15 · m(AP) + 12 · m(PC) Pelo desenho percebe-se que: m(AP)2 = m(AB)2 + m(BP)2 ⇒ m(AP)2 = 62 + m(BP)2 ⇒ m(AP) = ± m(BP)2 + 36 Como m(AP) é uma medida, ou seja, não faz sentido ser um valor negativo. Então m(AP) deve ser positivo. 4
  • 5. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA m(AP) = m(BP)2 + 36 Colocando o valor de m(AP) na função de custo (C) e levando em conta que m(PC) = 9 – m(BP) então: C = 15( m(BP)2 + 36) + 12(9 – m(BP)) Chamando m(BP) de x podemos escrever a função de custo de forma mais agradável. C(x) = 15( 2 + 36) + 12(9 – ) com  ∈ (0, 9) O gráfico dessa função é uma parábola com concavidade voltada para cima (você pode confirmar isso pelo teste da derivada segunda). Logo a solução deve ser seu único ponto crítico. Derivando então C(x) e igualando a zero C(x) = 0 ⇒ 15( 2 + 36) + 12(9 – ) = 0 ⇒ 15 1 2 2 + 36 ) – 12 = 0 ⇒  = 8 Assim, o percusso mais barato seria de de A até P e depois de P até C, com P estando a 8km abaixo de B. Exemplo 5: Seja R o alcance de um projetil dado em função de sua velocidade inicial (o) R = 2 o sen(2θ) g 0 ≤ θ ≤ π 2 . ache o valor de θ para que o alcance seja máximo. Solução: Uma vez que já temos a função resta nos somente que encontrar o seu valor máximo. Pela regra do quociente: R = (2 o sen(2θ)) · g − (2 o sen(2θ)) · g g2 5
  • 6. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Como g é uma constante (constante gravitacional) então sua derivada é zero de modo que R pode ser escrito como: R = (2 o sen(2θ)) · g g2 Pela regra do produto para derivadas sabemos que: (2 o sen(2θ)) = 2 o ’ · sen(2θ) + 2 o · sen (2θ) = 0 · sen(2θ) + 2 o · cos(2θ) = 2 o · cos(2θ) ⇒ R = 2 o · cos(2θ) g g2 ⇒ R = 2 o · cos(2θ) g Igualando a derivada de R igual a zero: R = 0 ⇒ 2 o · cos(2θ) g = 0 ⇒ 2 o · cos(2θ) = 0 ⇒ cos(2θ) = 0 ⇒ 2θ = 90◦ ⇒ θ = 45◦ Assim o alcance é máximo para θ = 45◦. 6
  • 7. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Exemplo 6: Uma excursão de uma escola que pode acomodar até 250 estu- dantes custará R$ 15 por estudante, se no máximo 150 fizerem a viagem, contudo, o custo por estudante será reduzido em R$ 0.05 para cada estudante que exceder 150, até que o custo caia para R$ 10 por estudante. Quantos alunos devem ser acomodados na excursão para que a renda da escola seja máxima? Solução: Vamos imaginar que a função L(x) do lucro é contínua, então podemos descreve- la assim: L() = 15  ∈ [0, 150] (15 − 0.05( − 150))  ∈ [151, 250] Para encontrar o lucro máximo para a escola devemos determinar o valor de  que resulte no maior valor de L(x). No intervalo [0, 150] a função L() não possui ponto critico, pois não existe nenhum valor para  tal que L’(x) seja nulo. L’(x) = 15 Assim o valor de máximo absoluto nesse intervalo é o extremos direito do próprio intervalo. Já no intervalo [151, 250] a função L(x) têm ponto um ponto crítico em x = 225. L’(x) = 0 ⇒ 22.5 − 0.1 = 0 ⇒  = 225 Testando os valores de fronteira dos dois intervalos e do ponto crítico encontrado chegamos à: L(150) = 2.250; L(151) = 2.257,45; e L(225) = 2.531,25; e L(250) = 2.500 Como podemos ver o valor de máximo de L(x) ocorre para  = 225. Logo são necessário 225 estudantes para fornecer o máximo de lucro a escola de excursão. 7
  • 8. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Exemplo 7: Laranjeiras da califórnia produzem 600 laranjas por ano, se forem plantadas no máximo 20 árvores por acre (4km2) cada árvore plantada a mais causa um decréscimo de 15 laranjas por pé. Quantas árvores devem ser plantadas por acre para se obter o maior número de laranjas? Solução: Sendo n() o número de laranjas quando são plantadas  árvores por acre então: n() = 600  ∈ [0, 20] (600 − 15( − 20))  ∈ [21, b] Para determinar o valor de de b basta fazer n(x) = 0 considerando  ≥ 21. n(x) = 0 ⇒ (600 − 15( − 20)) = 0 ⇒  = 60. Assim b = 60 e então: n() = 600  ∈ [0, 20] 600 − 15( − 20)  ∈ [21, 60] No primeiro intervalo a função não têm ponto(s) crítico(s) de modo que o valor de máximo é o extremo do próprio intervalo. n(20) = 12.000 Já no segundo intervalo existe um ponto critico em  = 30.5. n () = 0 ⇒ 900 − 30 = 0 ⇒  = 30 Calculando n() para os extremos do intervalo e para o ponto crítico encontrado chegamos à: n(20) = 1.200; n(21) = 12.285; n(30) = 13.500; n(60) = 0. 8
  • 9. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Assim, como podemos ver o maior número de laranjas é obtido com 30 arvores. Exemplo 8: Ache as dimensões do cilindro circular reto de maior área de super- fície lateral que possa ser inscrito em uma esfera com um raio de 6 cm. Solução: Uma representação do problema é feita a seguir. 6h/2 r A área lateral do cilindro é calculada por A(r, h) = 2πrh Pelo desenho observamos que 62 = r2 + h 2 2 ⇒ h = 144 − 4r2 Assim: A(r, h) = 2πr 144 − 4r2 ⇒ A(r) = 2πr 144 − 4r2 Levando em conta que o gráfico dessa função é uma parábola voltada para baixo, então, seu ponto de máximo pode ser encontrado calculando A (r) e igualando a zero. Onde chegamos a r = ±3 2. Como o raio é uma medida deve, portanto, ser sempre maior que zero. O que resulta em então r = 3 2. Como h = 144 − r2 e r = 3 2 então h = 6 2. Logo o raio do cilindro é 3 2 cm e sua altura 6 2 cm. 9
  • 10. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Exemplo 9: Dado a circunferência de equação 2 + y2 = 9, ache o ponto da circunferência mais próximo ao ponto (4, 5). Solução: O desenho a seguir deixa claro a situação. (4,5) (x,y) (4,y) d Pelo teorema de Pitágoras o quadrado da distância (d) entre os pontos (x,y) e (4,5) é: d2 = (4 − )2 + (5 − y)2 (1) Usando a equação da circunferência (2 + y2 = 9) encontramos o y. y = ± 9 − 2 Como o ponto mais próximo de (4, 5) está obviamente no primeiro quadrante (reveja o desenho) então fica evidente que y é positivo, ou seja: y = 9 − 2 (2) Substituindo (2) em (1) chegamos a expressão definitiva para a distância. d2 = (4 − )2 + 5 − 9 − 2 2 ⇒ d = (4 − )2 + 5 − 9 − 2 2 Fazendo a derivada de d(): 10
  • 11. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA d () = 5 − 4 −2 + 9 (4 − )2 + − 9 − 2 + 5 2 9 − 2 e igualando-a a zero determinamos que d’(x) = 0 apenas para x = 1.87 aproxi- madamente. Como o ponto mais próximo deve estar no 1◦ quadrante então  deve variar entre 0 e 3 ( ∈ [0, 3]). Testando então os extremos desse intervalo e o ponto crítico encontrado d(0) = 4.47 d(1.87) = 3.4 d(3) = 5.1 descobrimos que a menor distância é 3,4. Exemplo 10: Um pedaço de fio de 16 cm de comprimento será cortado em duas partes. Uma delas será usada para fazer um quadrado e a outra para formar um círculo. Como deverá ser feito o corte de modo a minimizar a área total das figuras? Solução: A função que deve ser minimizada é a da área total A(x,r) tal que: A(x,r) = Área do quadrado + Área do círculo. Supondo que o quadrado têm lado  e a circunferência raio r então: A(x,r) = 2 + πr2 (1) De acordo com o enunciado o fio têm 16 centímetros e não deve haver sobras após o seu uso, assim o perímetro do quadrado somado ao do círculo deve ser também igual a 16. 4x + 2πr = 16 cm ⇒ x = 8 − πr 2 Substituindo esse último resultado na equação (1) A(r) = 8 − πr 2 2 + πr2 Derivando a função em r chega-se à: 11
  • 12. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA A’(r) = π2r − 8π + 4πr 2 cujo zero ocorre somente para r = 8 π + 4 . Como 4 + 2πr = 16 e r = 8 π + 4 então,  = 16 π + 4 . Logo o corte deve ser feito a 16 π + 4 unidades de comprimento de um dos ex- tremos do fio. Exemplo 11: Pretende-se construir um campo de futebol (figura verde) com a forma de um retângulo e com uma região semi-circular, em cada uma de suas extremidades, conforme a figura a seguir. a hr O perímetro da região deve ser uma pista de 440m. Determine as dimensões da região pra que a parte retangular tenha área máxima. Solução: A função da área retangular que desejamos maximizar é: A(, h) = h Por hipótese o perímetro é igual a 440 então: πr + 2 + πr = 440 ⇒  = 220 − πr (1) Usando esse último resultado em A(, h) chega-se á A(h, r) = h(220 − πr) 12
  • 13. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Como h é o diâmetro então, assim como pode ser visto pelo desenho, ele deve ser o dobro do valor do raio (h = 2r), sendo assim: A(h) = h 220 − π h 2 cujo ponto crítico ocorre apenas para h = 220 π (2). A (h) = 0 ⇒ 220 − πh = 0 ⇒ h = 220 π Sabendo que h = 2r e usando (2) chega-se a r = 110 π . Usando agora (1) e o valor que obtemos para r encontramos  = 110 Assim, h = 220 π m e  = 110 m. Exemplo 12: Silos para conter cimento têm a forma de um cilindro de altura h e raio r sobreposto a um cone de altura e raio iguais a r. Para silos com volume total de 100 m3, determine r de modo que a área lateral seja a menor possível, a fim de minimizar o custo de cada silo. g h r r 13
  • 14. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Solução: A função que desejamos minimizar é a da área lateral do silo que é a soma da área lateral do cilindro com a área lateral do cone. A = 2πrh + πrg Pelo desenho g = r 2 (teorema de Pitágoras), então: A = 2πrh + πr(r 2) A = πr 2h + r 2 (1) Para colocar h em função de r usamos a equação do volume (V = πr2h+ 1 3 πr2 · r). 100 = πr2h + (1/3)πr2 · r ⇒ h = (100/πr2) − r/3 (2) substituindo (2) em (1) A = πr 2 100 πr2 − r 3 + r 2 com r ∈  0, 300 π   ⇒ A = 200 r − 2 3 πr2 + r2 π 2 Finalmente fazendo A = 0 chega-se r = 3 100 − 2 3 + 2 π m que é aproximada- mente igual a 3.5 m. Como esse ponto é de mínimo absoluto no intervalo chegamos a solução. 14
  • 15. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Exemplo 13: Todas as manhãs, à mesma hora sai um barco do ponto P1 para o leste, a 20km/h, e outro do ponto P2 para o norte, a 40Km/h. A boia B, no cruza- mento das rotas, dista 100 Km de P1 e 60Km de P2. P1 B P2 100 km 20 km/h 60 km 40 km/h A que horas os barcos estarão mais próximos um do outro? Solução: Pelo teorema de Pitágoras a distância entre os barcos do ponto P1 e P2 é dada pela equação: (P1P2)2 = (P1B)2 + (P2B)2 Se ambos os barcos se movem com velocidade constante então a medida de cada segmento varia de acordo com o tempo que pela física é dado por: (P1P2)2 = (100 − 20t)2 + (60 − 40t)2 com t ∈ [0, ∞) ⇒ (P1P2)2 = (104 − 4 · 103 + 202t2) + (602 − 48 · 102 + 402t2) ⇒ P1P2 = 2000t2 − 8800t + 13600 0.5 Fazendo a derivada de P1P2 dP1P2 = 2000t − 4400 20 5t2 − 22t + 34 e igualando-a a zero 0 = 2000t − 4400 20 5t2 − 22t + 34 ⇒ 2000t − 4400 = 0 ⇒ t = 2.2 Conclui-se que a função têm somente um ponto crítico em t = 2.2. Como o gráfico da função é uma parábola sabemos que esse ponto é um ponto de mínimo 15
  • 16. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA absoluto de modo que podemos afirmar que os barcos estarão mais próximos 2.2 horas depois de iniciarem juntos o seus movimentos. Exemplo 14: Uma cerca de 8m de altura corre paralela a um edifício a uma distância de 4 m desta. Qual é o comprimento da menor escada que alcança o edifício quando inclinada sobre a cerca? Solução: Considere o desenho a seguir. 4 8 zprédio y x Usando semelhança de triângulos encontramos a relação: y  = 8  − 4 ⇒ y = 8  − 4 (1) Pelo mesmo desenho tiramos que: z(, y)2 = 2 + y2 (2) Substituindo (1) em (2) z()2 = 2 + 8  − 4 2 16
  • 17. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA z() = 2 + 8  − 4 2 Para determinar os pontos críticos de z() fazemos z () = 0 ⇒ z () = 2 + 2 8  − 4 8( − 4) − 8 ( − 4)2 = 0 ⇒ z () = 2 + 2 8  − 4 −32 ( − 4)2 = 0 ⇒ z () = 2 1 − 8 · 32 ( − 4)3 = 0 ⇒ z () = 2 1 − 256 ( − 4)3 = 0 O primeiro zero desta ultima função ocorre para x = 0. O segundo ocorre quando: 256 ( − 4)3 = 1 que implica em  10.35 veja: ( − 4)3 = 256 ⇒  = 3 256 + 4 Fazendo então z(10.35) chegamos ao resultado de z = 16.65m. Logo a menor escada que pode ser apoiada deve ter 16.65 m de comprimento. Exemplo 15: Encontre a área do maior retângulo que pode ser inscrito em um triângulo com catetos 3cm e 4cm se dois lados do retângulo estão sobre os catetos. Solução: Considere o desenho. 17
  • 18. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA x 3 cm y 4 cm Usando a semelhança de triângulos 4 − y  = y 3 −  Que implica em  = 12 − 3y 4 A área do retângulo é: AR = 12 − 3y 4 y ⇒ AR = 12y − 3y2 4 Fazendo AR () = 0 chega-se à: AR = 12 − 6y 4 = 0 ⇒ 12 − 6y 4 = 0 ⇒ 6y = 12 ⇒ y = 2c Fazendo AR(2) chegamos á AR = 3. Ou seja, o maior retângulo que pode ser inscrito têm altura de 2cm e largura de 1.5 cm (ou vice e versa). Exemplo 16: Encontre o ponto da parábola y2 = 2 que está mais próximo do ponto (1, 4). Solução: Não se sabe ainda qual ponto é esse, mas podemos expressá-lo por (, ƒ()). 18
  • 19. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Como y2 = 2 então y = ± 2. Como o ponto (1, 4) fica no primeiro quadrante a parte da função que iremos considerar é somente a parte positiva, isto é: y = 2. Assim a distância entre os pontos (, ƒ()) e (1, 4) será: d = ( − 1)2 + (4 − ƒ())2 = ( − 1)2 + (4 − 2)2 Fazendo a derivada de d igual a zero conseguimos determinar os pontos críticos da função. d = 0.5 2( − 1) − 2 2 (4 − 2) ( − 1)2 + (4 − 2)2 = 0 ⇒ d = 2( − 1) − 2 2 2 4 − 2 = 0 ⇒ 2 − 2 − 8 2 2 + 2 = 0 ⇒ 2 − 8 2 2 = 0 ⇒ 42 − 8 2 = 0 Chamando  de y então: 4y4 − 8 2y = 0 ⇒ y(4y3 − 8 2) = 0 Acima percebemos que um zero da função ocorre para y = 0 e consequente- mente x = 0. Outro zero deve ocorrer quando 4y3 − 8 2 = 0 y = 3 8 2 4 que implica em x = 2. ⇒ y = 3 8 2 4 =  ⇒  = 3 2 2 ⇒  = 2 19
  • 20. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Como f(0) > f(2) então a distância mínima ocorre para o ponto (2, ƒ(2)) da função. 20
  • 21. Exercícios Resolvidos Diego Oliveira - Vitória da Conquista/BA Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial- CompartilhaIgual 4.0 Internacional. Esse documento está sujeito a constante atualização ou mesmo correções, por isso, certifique se que o que você têm em mãos é de fato a última versão do mesmo. Para saber, bem como ter acesso a vários outros exercícios resolvidos de matemática, acesse: www.number890.wordpress.com Para aulas particulares, digitação de texto em LATEXe resolução de listas de exer- cícios entre em contato. nbbedego@gm.com .ƒcebook.com/theNmberType .nmber890.ordpress.com 21