Universidade de Pernambuco
Campus Petrolina
Fundamentos Sociofilosóficos
Armandinho (Facebook)
Educação Formal:
A Instituição Escolar
A educação é exercida
Pelo conjunto dos
membros que as
constituem
Sociedade Tribal
Com a divisão de
tarefas
Torna-se privi...
E os jovens da elite eram
confiados a preceptores
Surge a Aristocracia Surge a Póleis
Primeiras escolas , por
volta dos fi...
Mesmo com todas as
mudanças a escola
continuava
elitizada, estando
presente nela os jovens
de família tradicional
Elitizad...
• OS COLÉGIOS RELIGIOSOS
• QUAL O MOTIVO DESSA INSTITUCIONALIZAÇÃO?
• PARADIGMA DA MODERNIDADE
• A RUPTURA DA HEGEMONIA DA...
Com a evolução da escola, precisou-se criar novas didáticas e uma outra visão
pedagógica.
Realismo Pedagógico – considerav...
*O IMPACTO DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
A Revolução Industrial, iniciada no século XVIII. Alterou em alguns aspectos as
exigênc...
• XX – Foi pródigo em teorias pedagógicas, na tentativa de superar a escola.
tradicional(excessivamente rígida, magistrocê...
• Modernos Meios de Comunicação
• Inserção da Tecnologia da Informação
• Computadores e equipamentos de informática
• Inte...
Vídeo!
Educação e Inclusão
• Dificuldades de Conceituação
• Histórico da Educação Popular
• A educação Popular no Brasil
Educação da Mulher
Sim
Não
5
26
• No Brasil colônia, nenhuma educação formal era reservada às mulheres.
• Com a vinda da família real em 1808, apareceram ...
“Não basta querer para mudar o mundo.
Querer é fundamental mais não é suficiente.
É preciso também saber querer, aprender ...
Educação
Educação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Educação

902 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
902
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação

  1. 1. Universidade de Pernambuco Campus Petrolina Fundamentos Sociofilosóficos Armandinho (Facebook)
  2. 2. Educação Formal: A Instituição Escolar
  3. 3. A educação é exercida Pelo conjunto dos membros que as constituem Sociedade Tribal Com a divisão de tarefas Torna-se privilégio dos mais ricos, como fortalecimento do poder Antiguidade Grega Ministrada pela FAMILÍA, conforme a tradição religiosa
  4. 4. E os jovens da elite eram confiados a preceptores Surge a Aristocracia Surge a Póleis Primeiras escolas , por volta dos final dos século VI Período Clássico( V e IV) Em Atenas, a escola já estava estabelecida
  5. 5. Mesmo com todas as mudanças a escola continuava elitizada, estando presente nela os jovens de família tradicional Elitizada Idade Média Século VI – Foram fundadas escolas nos mosteiros, para instruir os noviços, eram lecionados latim e humanidade, os melhores aprendiam ainda filosofia e teologia Século X e XI Primeiras Universidades, que até o final da idade média eram 80.
  6. 6. • OS COLÉGIOS RELIGIOSOS • QUAL O MOTIVO DESSA INSTITUCIONALIZAÇÃO? • PARADIGMA DA MODERNIDADE • A RUPTURA DA HEGEMONIA DA IGREJA CATÓLICA • LUTERO DEFENDIA A INTENSAMENTE A IMPLATAÇÃO DA ESCOLA PRIMÁRIA • REPUDIAVA OS CASTIGOS A REAÇÃO CATÓLICA DA CONTRA-REFORMA • OS JESUÍTAS ERAM RIGOROSOS NA DISCIPLINA • PRIVILEGIAVAM A TRADIÇÃO CLÁSSICA • MPUNHAM POR MEIO DA VIGILÂNICA TOTAL • SE FUNDAVA NA CONVICÇÃO DE QUE A NATUREZA HUMANA É MÁ E CORRUPTÍVEL
  7. 7. Com a evolução da escola, precisou-se criar novas didáticas e uma outra visão pedagógica. Realismo Pedagógico – considerava que a educação devia partir da compreensão das coisas e não das palavras. No século XVII se reflete a respeito da pedagogia: se há métodos pra conhecer corretamente, existe métodos para ensinar de forma mais rápida e mais segura. João Amós, autor da Didática magna, defende que a aprendizagem deve partir sempre do conhecido, das próprias coisas, valorizar a experiência e defende também a escola única, universal e a cargo do estado. Porém e um representante da ordem buscada na escola tradicional Outro destaque é Jhon Locke, que em sua pedagogia realista, recusava a retorica e os excessos da lógica, propondo o estudo da história, geografia, geometria e ciências naturais
  8. 8. *O IMPACTO DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL A Revolução Industrial, iniciada no século XVIII. Alterou em alguns aspectos as exigências da escola burguesa. * A ÊNFASE DA EDUCAÇÃO ELEMENTAR Se devia, portanto, ao interesse não só de ensinar as primeiras letras, mas também de certo modo de organizaras massas, submetê-las à disciplina e à obediência. * ACENTUAÇÃO DO PROCESSO DE CONTROLE Esse processo acentuou-se no século XIX, com a instalação das escolas de ensino mútuo, ou monitorial. * A ESCOLA TRADICIONAL PASSOU A SER ALVO DE CRÍTICAS. * REALIDADE DA ESCOLA NOS DIAS ATUAIS.
  9. 9. • XX – Foi pródigo em teorias pedagógicas, na tentativa de superar a escola. tradicional(excessivamente rígida, magistrocêntrica, e voltada para a memorização) • A escola “roubou” funções da família e passou a ter forte influência na formação das crianças e dos jovens. • A escola nova busca enfim a democratização da educação • A mesma analisa a influência da escola, e sua importância na formação do individuo. • Criando uma sociedade que permitiria uma ascensão social e uma sociedade mais democrática. • Mas essa tendência foi criticada pelos socialistas que consideravam que a escola era apenas uma engrenagem dentro do sistema, e que por esse motivo reproduziria as diferenças sociais
  10. 10. • Modernos Meios de Comunicação • Inserção da Tecnologia da Informação • Computadores e equipamentos de informática • Internet • Analfabetismo Digital
  11. 11. Vídeo!
  12. 12. Educação e Inclusão
  13. 13. • Dificuldades de Conceituação • Histórico da Educação Popular • A educação Popular no Brasil
  14. 14. Educação da Mulher
  15. 15. Sim Não 5 26
  16. 16. • No Brasil colônia, nenhuma educação formal era reservada às mulheres. • Com a vinda da família real em 1808, apareceram algumas escolas leigas para as meninas da elite. • As mulheres têm buscado cada vez mais a educação formal, dividindo com os homens os bancos escolares. • A partir do capitalismo, com a instalação das fábricas que fez a separação do trabalho do local de moradia, obrigando a mulher, que precisava complementar o orçamento doméstico, a se ausentar da casa. • No século XIX, quando mulheres e crianças eram empregadas para trabalhar de catorze a dezesseis horas diárias, com salários aviltados. • Essa discussão não é isolada para cada tipo de discriminação, mas faz parte de uma totalidade econômica, política e social que precisa ser revista.
  17. 17. “Não basta querer para mudar o mundo. Querer é fundamental mais não é suficiente. É preciso também saber querer, aprender a saber querer, o que implica aprender a saber lutar politicamente com táticas adequadas e coerentes com os nossos sonhos estratégicos.”

×