SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
A variação da população total no globo depende do comportamento
dos seguintes indicadores:
Natalidade: número total de nados-vivos ocorridos durante um
ano num determinado território.
Mortalidade: número total de óbitos ocorridos durante um ano
num dado território.
A variação da população absoluta no globo obtém-se através do
cálculo do: CRESCIMENTO NATURAL
NATALIDADE MORTALIDADE
CRESCIMENTO
NATURAL
(OU SALDO FISIOLÓGICO)
Crescimento Natural ou Saldo Fisiológico: Diferença entre a natalidade
e a mortalidade, durante um ano, num determinado território.
CRESCIMENTO NATURAL
CN = N - M
Positivo
Natalidade > Mortalidade
POPULAÇÃO
AUMENTA
Negativo
Natalidade < Mortalidade
POPULAÇÃO
DIMINUI
Nulo
Natalidade = Mortalidade
POPULAÇÃO
MANTÉM-SE
Para se fazer um estudo comparativo da evolução populacional entre universos
populacionais de dimensões completamente diferentes, recorremos a Taxas.
Estas expressam-se em permilagem, já que dos dão valores médios por
universos de referência de 1000 habitantes.
N.º total de nados-vivos
TBN 1000
População total
 
N.º total de óbitos
TBM 1000
População total
 
TCN TBN TBM 
TAXA BRUTA DE NATALIDADE:
número total de nados-vivos registados
por cada 1000 habitantes, durante uma
ano e numa dada área.
TAXA BRUTA DE MORTALIDADE:
número total de óbitos registados por
cada 1000 habitantes, durante uma ano
e numa dada área.
TAXA DE CRESCIMENTO NATURAL:
diferença entre a taxa bruta de
natalidade e a taxa bruta de mortalidade.
AS TAXAS…
Nº total de nados-vivos
TF 1000
Nº de mulheres (15-49 anos)
 
Nº total de óbitos 1 ano
TMI 1000
Nº de nados-vivos

 
TAXA DE FECUNDIDADE:
número total de nados-vivos registados por
cada 1000 mulheres em idade fértil (15-49
anos), durante um ano numa dada área.
TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL:
número total de óbitos de crianças com
menos de um ano por cada 1000 nados-
vivos durante um ano numa dada área.
TAXA DE CRESCIMENTO EFETIVO:
crescimento real da população durante um
ano por mil habitantes.
Temos ainda...
(natalidade - mortalidade) (imigrantes- emigrantes)
TCE 1000
População total

 
AS TAXAS…
EXPLOSÃO
DEMOGRÁFICA
Desde meados do século
XX até à atualidade
Cresimento explosivo da
população.
REVOLUÇÃO
DEMOGRÁFICA
De meados do século XVIII
até meados do século XX
Crescimento rápido da
população.
3ª FASE2ª FASE1ª FASE
1ª FASE 2ª FASE 3ª FASE
FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
REGIME DEMOGRÁFICO
PRIMITIVO
Até meados
do século XVIII
Crescimento lento da
população.
• Crescimento lento da população devido:
- à elevada taxa bruta de natalidade;
- à elevada taxa bruta de mortalidade;
- baixa taxa de crescimento natural.
1. REGIME DEMOGRÁFICO PRIMITIVO
1ª FASE
FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
Crescimento rápido da população devido:
- à elevada taxa bruta de natalidade;
- à diminuição da taxa bruta de mortalidade (apenas nos
países desenvolvidos).
- à elevada taxa de crescimento natural.
2. REVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA
FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
2ª FASE
Crescimento muito rápido da população devido:
- à elevada taxa bruta de natalidade;
- à diminuição da taxa bruta de mortalidade;
- à elevada taxa de crescimento natural.
3. EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA
FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
3ª FASE
• As taxas brutas de natalidade são, contudo, ainda elevadas na
generalidade dos países menos desenvolvidos;
• As taxas brutas de mortalidade diminuem em todo o mundo,
sobretudo nos países em desenvolvimento.
3. EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA
FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
3ª FASE
Até meados do século XVIII, antes
da Revolução Industrial, a
população mundial manteve-se
relativamente estável.
A população tem crescido a um
ritmo vertiginoso ao longo do
seculo XX, sobretudo a partir da
segunda metade, desde 1950.
Contudo, os ritmos de evolução da população mundial em
Países desenvolvidos são diferentes dos
Países em Desenvolvimento
A população mundial já ultrapassou a barreira dos
7 000 000 000 habitantes.
Países desenvolvidos
(Europa, América do Norte,
Japão, Austrália e Nova
Zelândia) com crescimento
estagnado ou até perda de
população.
Sul e sudeste asiático com
crescimento da população
menos acentuado do que na
atualidade. Envelhecimento
da população.
Países em desenvlvimento
da África e Médio Oriente
com crescimento acentuado
da população.
Países da América Latina
com crescimento moderado
da população.
NUM FUTURO PRÓXIMO…
EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Países desenvolvidos vs países em desenvolvimento
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimentoPaíses desenvolvidos vs países em desenvolvimento
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimento
lidia76
 
Contrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimentoContrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimento
Mariana Sousa
 
Os Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e NaziOs Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e Nazi
Rui Neto
 
Temperatura e Humidade do Ar
Temperatura e Humidade do ArTemperatura e Humidade do Ar
Temperatura e Humidade do Ar
Beatriz Antunes
 
Geografia a 10ºano
Geografia a   10ºanoGeografia a   10ºano
Geografia a 10ºano
MissManson
 
Os diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidadesOs diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidades
rmmpr
 
Migrações: Causas e Consequências
Migrações: Causas e ConsequênciasMigrações: Causas e Consequências
Migrações: Causas e Consequências
lidia76
 
Formas relevo litoral
Formas relevo litoralFormas relevo litoral
Formas relevo litoral
manjosp
 
União europeia alargamentos
União europeia   alargamentosUnião europeia   alargamentos
União europeia alargamentos
Pocarolas
 

Mais procurados (20)

Países desenvolvidos vs países em desenvolvimento
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimentoPaíses desenvolvidos vs países em desenvolvimento
Países desenvolvidos vs países em desenvolvimento
 
Contrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimentoContrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimento
 
Os Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e NaziOs Regimes Fascista e Nazi
Os Regimes Fascista e Nazi
 
Temperatura e Humidade do Ar
Temperatura e Humidade do ArTemperatura e Humidade do Ar
Temperatura e Humidade do Ar
 
As estruturas e os comportamentos demográficos
As estruturas e os comportamentos demográficosAs estruturas e os comportamentos demográficos
As estruturas e os comportamentos demográficos
 
Riscos naturais 9ºano
Riscos naturais 9ºanoRiscos naturais 9ºano
Riscos naturais 9ºano
 
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
 
Marcelismo
MarcelismoMarcelismo
Marcelismo
 
Geografia a 10ºano
Geografia a   10ºanoGeografia a   10ºano
Geografia a 10ºano
 
Os diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidadesOs diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidades
 
Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)
 
Migrações: Causas e Consequências
Migrações: Causas e ConsequênciasMigrações: Causas e Consequências
Migrações: Causas e Consequências
 
Formas relevo litoral
Formas relevo litoralFormas relevo litoral
Formas relevo litoral
 
Evolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao MundialEvolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao Mundial
 
4 variação da temperatura em portugal
4  variação da temperatura em portugal4  variação da temperatura em portugal
4 variação da temperatura em portugal
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Resumo de macs
Resumo de macsResumo de macs
Resumo de macs
 
Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesa
 
As alterações-climáticas
As alterações-climáticasAs alterações-climáticas
As alterações-climáticas
 
União europeia alargamentos
União europeia   alargamentosUnião europeia   alargamentos
União europeia alargamentos
 

Destaque

Distribuição mundial da população
Distribuição mundial da população Distribuição mundial da população
Distribuição mundial da população
Paula Melo
 
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migraçõesFicha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Linda Pereira
 
1º Teste A
1º Teste A 1º Teste A
1º Teste A
Mayjö .
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
abarros
 
3º Teste Nov Pop 8ºAno
3º Teste Nov  Pop 8ºAno3º Teste Nov  Pop 8ºAno
3º Teste Nov Pop 8ºAno
Mayjö .
 
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º anoFicha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
anacristinaccc
 
Os problemas urbanos
Os problemas urbanosOs problemas urbanos
Os problemas urbanos
Paula Melo
 
Geografia 8º ano
Geografia 8º anoGeografia 8º ano
Geografia 8º ano
Eloy Souza
 
Comportamentos DemográFicos
Comportamentos DemográFicosComportamentos DemográFicos
Comportamentos DemográFicos
Paula Tomaz
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
Paula Tomaz
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
adelinoqueiroz
 
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAI - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
sandranascimento
 

Destaque (20)

Distribuição mundial da população
Distribuição mundial da população Distribuição mundial da população
Distribuição mundial da população
 
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migraçõesFicha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
 
1º Teste A
1º Teste A 1º Teste A
1º Teste A
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
 
3º Teste Nov Pop 8ºAno
3º Teste Nov  Pop 8ºAno3º Teste Nov  Pop 8ºAno
3º Teste Nov Pop 8ºAno
 
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º anoFicha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
 
Os problemas urbanos
Os problemas urbanosOs problemas urbanos
Os problemas urbanos
 
Geografia 8º ano
Geografia 8º anoGeografia 8º ano
Geografia 8º ano
 
Ficha de avaliação população convertido
Ficha de avaliação   população convertidoFicha de avaliação   população convertido
Ficha de avaliação população convertido
 
Comporrtamentos demográficos1
Comporrtamentos demográficos1Comporrtamentos demográficos1
Comporrtamentos demográficos1
 
Ge 8ºano ficha4
Ge 8ºano ficha4Ge 8ºano ficha4
Ge 8ºano ficha4
 
Ge teste 1_8ºeesrp
Ge teste 1_8ºeesrpGe teste 1_8ºeesrp
Ge teste 1_8ºeesrp
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Comportamentos DemográFicos
Comportamentos DemográFicosComportamentos DemográFicos
Comportamentos DemográFicos
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
 
II - FATORES ABIÓTICOS I
II - FATORES ABIÓTICOS III - FATORES ABIÓTICOS I
II - FATORES ABIÓTICOS I
 
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAI - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
 
Unidade 1 o expansionismo europeu
Unidade 1 o expansionismo europeuUnidade 1 o expansionismo europeu
Unidade 1 o expansionismo europeu
 

Semelhante a 12ª classe aula4

Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
Gina Espenica
 
População Mundial.ppt
População Mundial.pptPopulação Mundial.ppt
População Mundial.ppt
VldiadaSilva
 
A população no brasil e no mundo 8º
A população no brasil e no mundo 8ºA população no brasil e no mundo 8º
A população no brasil e no mundo 8º
flaviocosac
 
Populacao mundial e migracoes
Populacao mundial e migracoesPopulacao mundial e migracoes
Populacao mundial e migracoes
UFMS
 
2 o crescimento da população humana
2 o crescimento da população humana2 o crescimento da população humana
2 o crescimento da população humana
Pelo Siro
 
População Mundial
População MundialPopulação Mundial
População Mundial
olatdbm
 

Semelhante a 12ª classe aula4 (20)

Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
 
Demografia aplicada ao vestibular - População mundial
Demografia aplicada ao vestibular - População mundialDemografia aplicada ao vestibular - População mundial
Demografia aplicada ao vestibular - População mundial
 
Evolução da população
Evolução da populaçãoEvolução da população
Evolução da população
 
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
População e povoamento
População e povoamentoPopulação e povoamento
População e povoamento
 
População do brasil
População do brasilPopulação do brasil
População do brasil
 
População Mundial.ppt
População Mundial.pptPopulação Mundial.ppt
População Mundial.ppt
 
Aulas 3 e 4 População
Aulas 3 e 4 PopulaçãoAulas 3 e 4 População
Aulas 3 e 4 População
 
Slides Aula Extra
Slides Aula ExtraSlides Aula Extra
Slides Aula Extra
 
A população no brasil e no mundo 8º
A população no brasil e no mundo 8ºA população no brasil e no mundo 8º
A população no brasil e no mundo 8º
 
Populacao mundial e migracoes
Populacao mundial e migracoesPopulacao mundial e migracoes
Populacao mundial e migracoes
 
1.1 Os Censos e Variáveis Demográficas.pptx
1.1 Os Censos e Variáveis Demográficas.pptx1.1 Os Censos e Variáveis Demográficas.pptx
1.1 Os Censos e Variáveis Demográficas.pptx
 
2 o crescimento da população humana
2 o crescimento da população humana2 o crescimento da população humana
2 o crescimento da população humana
 
demografia do brasil
demografia do brasildemografia do brasil
demografia do brasil
 
Cópia de população
Cópia de populaçãoCópia de população
Cópia de população
 
Aula Demografia
Aula   DemografiaAula   Demografia
Aula Demografia
 
População Mundial
População MundialPopulação Mundial
População Mundial
 
População Mundial
População MundialPopulação Mundial
População Mundial
 
População Mundial
População MundialPopulação Mundial
População Mundial
 

Mais de Diabzie

Mais de Diabzie (20)

Quadros na sala
Quadros na salaQuadros na sala
Quadros na sala
 
Migratip
MigratipMigratip
Migratip
 
Tipos de migrações
Tipos de migraçõesTipos de migrações
Tipos de migrações
 
Formas de representação da Terra
Formas de representação da TerraFormas de representação da Terra
Formas de representação da Terra
 
Mortalidade infantil
Mortalidade infantilMortalidade infantil
Mortalidade infantil
 
Taxa mortalidade
Taxa mortalidadeTaxa mortalidade
Taxa mortalidade
 
Taxa bruta natalidade
Taxa bruta natalidadeTaxa bruta natalidade
Taxa bruta natalidade
 
Tema 1 - aula3 12ª classe
Tema 1 - aula3 12ª classe Tema 1 - aula3 12ª classe
Tema 1 - aula3 12ª classe
 
Composição do ar 6ª classe
Composição do ar 6ª classeComposição do ar 6ª classe
Composição do ar 6ª classe
 
Desflorestação 6ª
Desflorestação 6ªDesflorestação 6ª
Desflorestação 6ª
 
Recursos biológicos 6ª
Recursos biológicos 6ªRecursos biológicos 6ª
Recursos biológicos 6ª
 
Rcursos EnergéticosRecursos energéticos
Rcursos EnergéticosRecursos energéticosRcursos EnergéticosRecursos energéticos
Rcursos EnergéticosRecursos energéticos
 
Vida recolectora
Vida recolectoraVida recolectora
Vida recolectora
 
Revolucao neolitica
Revolucao neoliticaRevolucao neolitica
Revolucao neolitica
 
Resumo Representações Geográficas
Resumo Representações GeográficasResumo Representações Geográficas
Resumo Representações Geográficas
 
Orientação geográfica 10ª classe
Orientação geográfica 10ª classeOrientação geográfica 10ª classe
Orientação geográfica 10ª classe
 
Mapa físico angola
Mapa físico angolaMapa físico angola
Mapa físico angola
 
Mapas e globos
Mapas e globosMapas e globos
Mapas e globos
 
Representacoes da superficie_terrestre 7ª
Representacoes da superficie_terrestre 7ªRepresentacoes da superficie_terrestre 7ª
Representacoes da superficie_terrestre 7ª
 
Localização
LocalizaçãoLocalização
Localização
 

Último

Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
anapsuls
 

Último (20)

HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 

12ª classe aula4

  • 2. A variação da população total no globo depende do comportamento dos seguintes indicadores: Natalidade: número total de nados-vivos ocorridos durante um ano num determinado território. Mortalidade: número total de óbitos ocorridos durante um ano num dado território.
  • 3. A variação da população absoluta no globo obtém-se através do cálculo do: CRESCIMENTO NATURAL NATALIDADE MORTALIDADE CRESCIMENTO NATURAL (OU SALDO FISIOLÓGICO) Crescimento Natural ou Saldo Fisiológico: Diferença entre a natalidade e a mortalidade, durante um ano, num determinado território.
  • 4. CRESCIMENTO NATURAL CN = N - M Positivo Natalidade > Mortalidade POPULAÇÃO AUMENTA Negativo Natalidade < Mortalidade POPULAÇÃO DIMINUI Nulo Natalidade = Mortalidade POPULAÇÃO MANTÉM-SE
  • 5. Para se fazer um estudo comparativo da evolução populacional entre universos populacionais de dimensões completamente diferentes, recorremos a Taxas. Estas expressam-se em permilagem, já que dos dão valores médios por universos de referência de 1000 habitantes. N.º total de nados-vivos TBN 1000 População total   N.º total de óbitos TBM 1000 População total   TCN TBN TBM  TAXA BRUTA DE NATALIDADE: número total de nados-vivos registados por cada 1000 habitantes, durante uma ano e numa dada área. TAXA BRUTA DE MORTALIDADE: número total de óbitos registados por cada 1000 habitantes, durante uma ano e numa dada área. TAXA DE CRESCIMENTO NATURAL: diferença entre a taxa bruta de natalidade e a taxa bruta de mortalidade. AS TAXAS…
  • 6. Nº total de nados-vivos TF 1000 Nº de mulheres (15-49 anos)   Nº total de óbitos 1 ano TMI 1000 Nº de nados-vivos    TAXA DE FECUNDIDADE: número total de nados-vivos registados por cada 1000 mulheres em idade fértil (15-49 anos), durante um ano numa dada área. TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL: número total de óbitos de crianças com menos de um ano por cada 1000 nados- vivos durante um ano numa dada área. TAXA DE CRESCIMENTO EFETIVO: crescimento real da população durante um ano por mil habitantes. Temos ainda... (natalidade - mortalidade) (imigrantes- emigrantes) TCE 1000 População total    AS TAXAS…
  • 7. EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA Desde meados do século XX até à atualidade Cresimento explosivo da população. REVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA De meados do século XVIII até meados do século XX Crescimento rápido da população. 3ª FASE2ª FASE1ª FASE 1ª FASE 2ª FASE 3ª FASE FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL REGIME DEMOGRÁFICO PRIMITIVO Até meados do século XVIII Crescimento lento da população.
  • 8. • Crescimento lento da população devido: - à elevada taxa bruta de natalidade; - à elevada taxa bruta de mortalidade; - baixa taxa de crescimento natural. 1. REGIME DEMOGRÁFICO PRIMITIVO 1ª FASE FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL
  • 9. Crescimento rápido da população devido: - à elevada taxa bruta de natalidade; - à diminuição da taxa bruta de mortalidade (apenas nos países desenvolvidos). - à elevada taxa de crescimento natural. 2. REVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL 2ª FASE
  • 10. Crescimento muito rápido da população devido: - à elevada taxa bruta de natalidade; - à diminuição da taxa bruta de mortalidade; - à elevada taxa de crescimento natural. 3. EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL 3ª FASE
  • 11. • As taxas brutas de natalidade são, contudo, ainda elevadas na generalidade dos países menos desenvolvidos; • As taxas brutas de mortalidade diminuem em todo o mundo, sobretudo nos países em desenvolvimento. 3. EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA FASES DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL 3ª FASE
  • 12. Até meados do século XVIII, antes da Revolução Industrial, a população mundial manteve-se relativamente estável. A população tem crescido a um ritmo vertiginoso ao longo do seculo XX, sobretudo a partir da segunda metade, desde 1950. Contudo, os ritmos de evolução da população mundial em Países desenvolvidos são diferentes dos Países em Desenvolvimento A população mundial já ultrapassou a barreira dos 7 000 000 000 habitantes.
  • 13. Países desenvolvidos (Europa, América do Norte, Japão, Austrália e Nova Zelândia) com crescimento estagnado ou até perda de população. Sul e sudeste asiático com crescimento da população menos acentuado do que na atualidade. Envelhecimento da população. Países em desenvlvimento da África e Médio Oriente com crescimento acentuado da população. Países da América Latina com crescimento moderado da população. NUM FUTURO PRÓXIMO…