A Energia e a transformação para as
Cidades Inteligentes do futuro
Luís Vale Cunha. 30 de Outubro de 2015
1
Energia, um setor decisivo em transformação, ...
▪ As políticas energéticas
Europeias têm vindo a
promover a
“flexibilid...
2
... num mundo em mudança acelerada, ...
▪ 44% da população
mundial está
“conectada”
▪ Os Europeus fazem-no,
preferencial...
3
... com uma contribuição ativa e transversal para o desenvolvimento das cidades
inteligentes do futuro, ...
▪ A energia ...
4
... em que as redes inteligentes de energia ...
▪ As Smart Grids são
redes digitais de energia
capazes de integrar,
ativ...
5
... terão um papel central em toda a dinâmica de mudança, nomeadamente ...
6
... i) na construção de uma sociedade moderna, que coloca o cidadão / munícipe /
consumidor no centro da equação, ...
▪ ...
7
... ii) na dinamização da inovação e de novos serviços à escala local e, também, mais
alargada, ...
▪ Facilitação do
des...
8
... iii) na gestão de sistemas resilientes, que garantam o fornecimento de energia e os
padrões atuais de qualidade de s...
9
... iv) e no cumprimento das metas críticas e globais de energia e de clima, ...
▪ Metas de eficiência
energética e de c...
10
... promovendo a aceleração da eficiência energética nas cidades, ...
▪ Múltiplos vetores de
atuação convergem, de
form...
11
... nos serviços e na indústria, ...
▪ Os exemplos concretos
demonstram que há
uma capacidade efetiva
para a melhoria d...
12
... e nas nossas casas, ...
▪ A eficiência energética é
uma realidade
alcançável e um driver
efetivo para a mudança
▪ A...
13
... dinamizando a mobilidade urbana sustentável no transporte individual ...
▪ Portugal conta, hoje,
com uma rede pione...
14
... e na vertente mais coletiva ...
▪ O gás natural nos
transportes revela-se
hoje a opção mais
custo-eficaz para
cumpr...
15
... e, adicionalmente, partilhando de forma segura a informação que garantirá um
envolvimento crescente da sociedade, ....
16
... superando desafios atuais e futuros com novas soluções e serviços, e com o
contributo ativo de todos
▪ Ultrapassar ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Energia e a transformação para as Cidades Inteligentes do futuro por EDP

325 visualizações

Publicada em

O Desafios Porto é uma competição que pretende encontrar as soluções tecnológicas que dão a resposta mais inovadora aos desafios identificados pela cidade.

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
325
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Energia e a transformação para as Cidades Inteligentes do futuro por EDP

  1. 1. A Energia e a transformação para as Cidades Inteligentes do futuro Luís Vale Cunha. 30 de Outubro de 2015
  2. 2. 1 Energia, um setor decisivo em transformação, ... ▪ As políticas energéticas Europeias têm vindo a promover a “flexibilidade” no sistema de energia ▪ Os consumidores tendem a ser mais ativos e a utilizar um novo conjunto de recursos ao seu alcance ▪ A rede terá que ser ainda mais resiliente Fonte: EDSO for Smart Grids
  3. 3. 2 ... num mundo em mudança acelerada, ... ▪ 44% da população mundial está “conectada” ▪ Os Europeus fazem-no, preferencialmente, a partir do Smartphone (68%) ou do Laptop (67%) ▪ No final de 2014, 28% dos Portugueses utilizavam “instant messaging” Fonte: Domo. 2015 Fontes: Internet live stats e ICP- Anacom. 2015
  4. 4. 3 ... com uma contribuição ativa e transversal para o desenvolvimento das cidades inteligentes do futuro, ... ▪ A energia tem um impacto transversal e está presente em todas as dimensões das comunidades/cidades inteligentes ▪ Suportada no digital, é uma alavanca para uma sociedade moderna, participada e sustentável
  5. 5. 4 ... em que as redes inteligentes de energia ... ▪ As Smart Grids são redes digitais de energia capazes de integrar, ativamente, ações locais ou agregadas, controlar automaticamente os fluxos de energia balanceando oferta e procura, e procurando garantir elevados padrões de qualidade de serviço, a custos controlados
  6. 6. 5 ... terão um papel central em toda a dinâmica de mudança, nomeadamente ...
  7. 7. 6 ... i) na construção de uma sociedade moderna, que coloca o cidadão / munícipe / consumidor no centro da equação, ... ▪ Uma União Europeia para a Energia que garanta a sustentabilidade e a liderança energética da Europa ▪ Distribuidores de energia têm papel decisivo e estruturante ▪ Consumidores no centro do processo, com papel ativo, e com mais benefícios
  8. 8. 7 ... ii) na dinamização da inovação e de novos serviços à escala local e, também, mais alargada, ... ▪ Facilitação do desenvolvimento de novas soluções e serviços, em distintos contextos de atuação ▪ Novos modelos de negócio para players “tradicionais”, startups e consumidores ▪ Contribuição para a sustentabilidade do sistema
  9. 9. 8 ... iii) na gestão de sistemas resilientes, que garantam o fornecimento de energia e os padrões atuais de qualidade de serviço, ... ▪ Proliferação de recursos distribuídos, cujos comportamentos têm impacto direto na gestão das redes de distribuição ▪ Maior independência energética dos consumidores, sem, contudo, abdicarem de uma rede resiliente ▪ Necessidade de gestão ativa do sistema
  10. 10. 9 ... iv) e no cumprimento das metas críticas e globais de energia e de clima, ... ▪ Metas de eficiência energética e de clima na agenda das principais Cidades Europeias ▪ Necessidade de um compromisso alargado para garantir impacto à escala global ▪ Energia “local”, também como elemento decisivo para a sustentabilidade
  11. 11. 10 ... promovendo a aceleração da eficiência energética nas cidades, ... ▪ Múltiplos vetores de atuação convergem, de forma integrada, para a gestão energética das cidades do futuro ▪ As dimensões tecnológica, social e económica estão interligadas ▪ Portugal, através do InovGrid, é uma referência internacional neste domínio
  12. 12. 11 ... nos serviços e na indústria, ... ▪ Os exemplos concretos demonstram que há uma capacidade efetiva para a melhoria dos consumos ▪ Os “quick-wins” são importantes ▪ A indústria, os serviços, assim como os edifícios, podem beneficiar significativamente de uma gestão pró-ativa e mais equilibrada
  13. 13. 12 ... e nas nossas casas, ... ▪ A eficiência energética é uma realidade alcançável e um driver efetivo para a mudança ▪ A oferta no setor residencial é cada vez mais inovadora e diversificada ▪ Um novo conjunto de oportunidades está a emergir, em particular para os consumidores
  14. 14. 13 ... dinamizando a mobilidade urbana sustentável no transporte individual ... ▪ Portugal conta, hoje, com uma rede pioneira de abastecimento e de gestão da mobilidade elétrica ▪ A tendência é crescente e não está limitada aos automóveis ▪ Os veículos elétricos são mais um recurso distribuído que trará benefícios diretos aos consumidores
  15. 15. 14 ... e na vertente mais coletiva ... ▪ O gás natural nos transportes revela-se hoje a opção mais custo-eficaz para cumprir com os standards europeus de emissões ▪ Existe já uma vasta gama de veículos GNC/LNG/Bi-fuel ▪ EDP Gás Distribuição é um exemplo na sua utilização eficiente
  16. 16. 15 ... e, adicionalmente, partilhando de forma segura a informação que garantirá um envolvimento crescente da sociedade, ... ▪ A informação é fundamental para a gestão ativa das redes de distribuição ▪ A EDPD é responsável pela disponibilização neutra e segura da informação ao mercado ▪ As Smart Cities e os novos modelos de negócio também beneficiam desta disponibilização http://www.edpdistribuicao.pt http://www.edpgasdistribuicao.pt
  17. 17. 16 ... superando desafios atuais e futuros com novas soluções e serviços, e com o contributo ativo de todos ▪ Ultrapassar os desafios está ao nosso alcance ▪ As redes inteligentes de energia garantem alinhamento entre qualidade de serviço, qualidade de vida, e o desenvolvimento económico e social ▪ Cooperação entre DSOs, Cidades e Sociedade é fundamental Fonte: CMP. http://www.desafiosporto.pt. Outubro 2015

×