Calorimetria
CALOR• Calor é energia térmica em trânsito entre  corpos de diferentes temperaturas.   Considere dois corpos A e B em dif...
. Calor Sensível  quantidade de calor que umdeterminado corpo cede ou recebe, quando variarsua temperatura. Causa a varia...
EQUAÇÃO FUNDAMENTAL DA CALORIMETRIA   Definimos a capacidade térmica, C, e o calor específico, c,    respectivamente, com...
Que                              Q     m.c. T         Macete !         onde:           ...                          Q  qu...
Capacidade Térmica de Um Corpo (C):   quantidade de calor necessária para que atemperatura do corpo varie de 1 C. Depende ...
MUITO IMPORTANTE!• A capacidade térmica é uma característica do  corpo e não da substância.• Portanto, diferentes blocos d...
Tabela com alguns valores de calor específico.                       Substância      Calor                                ...
UNIDADES DE MEDIDAS   Unidades usuais               Unidades do SIQ............cal...........................Joule (J)m......
POTÊNCIA• É a grandeza que expressa a quantidade de energia  fornecida por uma fonte a cada unidade de tempo.• É a rapidez...
1) Quando dois corpos de tamanhosdiferentes estão em contato e em equilíbriotérmico, e ambos isolados do meio ambiente,pod...
2) Quando uma enfermeira coloca um termômetroclínico de mercúrio sob a língua de um paciente, porexemplo, ela sempre aguar...
3) Uma certa quantidade de água a temperatura de0 C é mantida num recipiente de vidro. Inicia-seentão o aquecimento da águ...
4) Uma batata recém-cozida, ao ser retirada da águaquente, demora para se esfriar.Uma justificativa possível para esse fat...
5) Um corpo de massa 100g ao receber 2400 cal variasua temperatura de 20°C para 60°C, sem variar seuestado de agregação. O...
Aula de calorimetria
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula de calorimetria

9.865 visualizações

Publicada em

0 comentários
15 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.865
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
593
Comentários
0
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula de calorimetria

  1. 1. Calorimetria
  2. 2. CALOR• Calor é energia térmica em trânsito entre corpos de diferentes temperaturas. Considere dois corpos A e B em diferentes temperaturas TA e TB, tais que a temperatura do corpo A seja maior que a temperatura do corpo B; Cada corpo possui energia térmica e essa energia é transferida do corpo de maior temperatura, no caso acima A, para para o corpo de menor temperatura (corpo B); A transferência da energia térmica cessa no momento em que os dois corpos atingirem a mesma temperatura: o EQUILÍBRIO TÉRMICO.
  3. 3. . Calor Sensível  quantidade de calor que umdeterminado corpo cede ou recebe, quando variarsua temperatura. Causa a variação de temperatura de um sistema. Calor Latente  quantidade de calor que umdeterminado corpo cede ou recebe, quando mudar sua fase ou estado físico. Durante a mudança de estado a temperatura permanece constante.Calor Específico (c): corresponde à quantidade decalor que se deve fornecer ou retirar de uma massa unitária da substância, para variar de 1 C a sua temperatura. Depende da substância.
  4. 4. EQUAÇÃO FUNDAMENTAL DA CALORIMETRIA Definimos a capacidade térmica, C, e o calor específico, c, respectivamente, como segue: Q C C c t m Isolando C na segunda equação e substituindo-o na primeira, obtemos: Q m.c. T
  5. 5. Que Q m.c. T Macete ! onde: ... Q  quantidade de calor m  massa c  calor específico T  variação de temperatura Observações:T > To  T > 0  Q > 0 (calor recebido pelo corpo: o corpo ganha calor)T < To  T < 0  Q < 0 (calor cedido pelo corpo: o corpo perde calor)
  6. 6. Capacidade Térmica de Um Corpo (C): quantidade de calor necessária para que atemperatura do corpo varie de 1 C. Depende da massa do corpo e da natureza da substância. Unidades: No SI  J/K +2 Prática  cal/ C equações ... C m.c comi muita coxinha ... Q C comi quibe à tarde ... T
  7. 7. MUITO IMPORTANTE!• A capacidade térmica é uma característica do corpo e não da substância.• Portanto, diferentes blocos de alumínio têm diferentes capacidades térmicas, apesar de serem da mesma substância.• Calor específico é uma característica da substância e não do corpo.• Portanto cada substância possui o seu calor específico.
  8. 8. Tabela com alguns valores de calor específico. Substância Calor Específico (cal/g.oC) água 1,000 álcool 0,580 alumínio 0,219 chumbo 0,031 cobre 0,093 ferro 0,110 gelo 0,550 mercúrio 0,033 prata 0,056 vidro 0,200 vapor dágua 0,480 O calor específico possui uma certa variação com a temperatura. A tabela mostra um valor médio.
  9. 9. UNIDADES DE MEDIDAS Unidades usuais Unidades do SIQ............cal...........................Joule (J)m.......grama (g)................quilograma (kg)T.......Celsius (oC)………..…..Kelvin (K)c..........cal/g.oC………….…….J/kg.K
  10. 10. POTÊNCIA• É a grandeza que expressa a quantidade de energia fornecida por uma fonte a cada unidade de tempo.• É a rapidez com a qual uma certa quantidade de energia é transformada. Unidades usuais Unidades do SI Q P Q..............cal...............................Joule (J) t........minuto (min)…….…...…..segundo (s) t P… …cal/min…………….…Watt (W) = J/s
  11. 11. 1) Quando dois corpos de tamanhosdiferentes estão em contato e em equilíbriotérmico, e ambos isolados do meio ambiente,pode-se dizer que:a) o corpo maior é o mais quente.b) o corpo menor é o mais quente.c) não há troca de calor entre os corpos.d) o corpo maior cede calor para o corpomenor.e) o corpo menor cede calor para o corpomaior.
  12. 12. 2) Quando uma enfermeira coloca um termômetroclínico de mercúrio sob a língua de um paciente, porexemplo, ela sempre aguarda algum tempo antes fazera sua leitura. Esse intervalo de tempo é necessárioa) para que o termômetro entre em equilíbrio térmicocom o corpo do paciente.b) para que o mercúrio, que é muito pesado, possasubir pelo tubo capilar.c) para que o mercúrio passe pelo estrangulamento dotubo capilar.d) devido à diferença entre os valores do calorespecífico do mercúrio e do corpo humano.e) porque o coeficiente de dilatação do vidro édiferente do coeficiente de dilatação do mercúrio.
  13. 13. 3) Uma certa quantidade de água a temperatura de0 C é mantida num recipiente de vidro. Inicia-seentão o aquecimento da água até a temperatura de100 C. Desprezando-se a dilatação do recipiente, onível da água em seu interior durante o aquecimento:a) mantêm-se constante;b) aumenta somente;c) diminui somente;d) inicialmente aumenta e depoisdiminui;e) inicialmente diminui e depoisaumenta.
  14. 14. 4) Uma batata recém-cozida, ao ser retirada da águaquente, demora para se esfriar.Uma justificativa possível para esse fato pode serdada afirmando-se que a batata tem:a) alta condutividade térmica.b) alto calor específico.c) baixa capacidade térmica.d) baixa quantidade de energia interna.
  15. 15. 5) Um corpo de massa 100g ao receber 2400 cal variasua temperatura de 20°C para 60°C, sem variar seuestado de agregação. O calor específico da substânciaque constitui esse corpo, nesse intervalo detemperatura, é:a) 0,2 cal/g.°Cb) 0,3 cal/g.°Cc) 0,4 cal/g.°Cd) 0,6 cal/g.°Ce) 0,7 cal/g.°C.

×