2. Requisitos Físicos e Funcionais da Prótese total

10.629 visualizações

Publicada em

Nesta apresentação é abordada os requisitos físicos e funcionais aplicados as dentaduras completas.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

2. Requisitos Físicos e Funcionais da Prótese total

  1. 1. Requisitos Físicos e Funcionais da Prótese Total PRÓTESE TOTAL - AULA 02
  2. 2. Introdução • TAMAKI em 1983 afirmou que os fatores que influem na retenção de uma dentadura podem ser divididos em: físicos, fisiológicos, psíquicos, mecânicos e cirúrgicos; • De acordo com GENARI FILHO (2005), uma dentadura quando em atividade, recebe cargas em determinados momentos. São elas: Forças extrusivas: tendem a deslocar a prótese total dos tecidos ou seja, o desalojamento. Forças intrusivas: tendem a comprimir os tecidos que suportam a prótese total. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 2
  3. 3. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 3
  4. 4. 4 Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005.
  5. 5. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 5 • TAMAKI em 1983 descreveu: 1. Fenômenos físicos: adesão, coesão, tensão superficial e pressão atmosférica; 2. Fenômenos fisiológicos: grau de tonicidade dos tecidos, características anatômicas do rebordo alveolar, do controle neuromuscular e da qualidade e quantidade de saliva; 3. Fenômenos psíquicos: compreensão e cooperação do paciente na melhoria da retenção ou a influência negativa da atitude mental de pessimismo; 4. Fenômenos mecânicos e cirúrgicos: o estudo da interferência da oclusão e da articulação na rentenção assim como o aumento cirúrgico da área chapeável.
  6. 6. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 6 Quadro didático de GENARI FILHO em 2005
  7. 7. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 7 TURANO & TURANO em 2007 modificaram o diagrama de Jacobson e Krol, onde a interação das propriedades de retenção e estética, estabilidade e suporte, levam ao sucesso do tratamento das próteses totais.
  8. 8. 1. Requisitos Funcionais - Retenção 1) Retenção: É a capacidade da dentadura resistir às forças extrusivas como na mastigação, tosse, espirro, fala. Se a dentadura é facilmente deslocada durante a fala ou a mastigação, a perturbação experimentada pode ser mentalmente traumática. a) Mucosa de sustentação + base resinosa da dentadura + saliva = Adesão  Retenção; b) A coesão está ligada principalmente à viscosidade salivar, ou seja, uma saliva serosa (mais fina) promove melhor retenção que a mucosa (mais grossa) por formar uma película mais fina entre as estruturas, evitando o deslizamento; c) A tensão superficial está ligada a capacidade elástica da saliva que por este fato ela forma um menisco que acompanha os movimentos das próteses impedindo a penetração do ar entre a mucosa e as bordas da mesma. Se o movimento for excessivo, a tal ponto de ultrapassar o limite da tensão superficial, teremos o rompimento do menisco a penetração do ar e o desprendimento da prótese; Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 8
  9. 9. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 9 Mucosa de sustentação + base resinosa da dentadura + saliva = Adesão  Retenção;
  10. 10. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 10 Segundo TAMAKI em 1983, a tensão superficial é o fenômeno que se passa com a saliva em contato com as bordas da dentadura, uma vez instalada na boca. A tensão superficial da saliva favorece a força de adesão e aumenta a retenção da base do aparelho.
  11. 11. Continuação d) Segundo TAMAKI (1983), a pressão atmosférica influi diretamente na retenção das dentaduras completas. De acordo com GENARI FILHO em 2005, ela somente atuará em momentos de trabalho. Há necessidade de movimentação da prótese para que se crie uma câmara de pressão reduzida no seu interior, possibilitando a atuação da pressão externa. A dentadura está em íntimo contato com a mucosa e a saliva veda toda a extensão de sua borda. Qualquer tração que tenda a desloca-la cria-se, no seu interior, uma câmara de pressão reduzida. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 11 Requisitos Funcionais - Retenção
  12. 12. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 12 Modelo laboratorial para simular a ação da pressão atmosférica na situação clínica. 1) Duas placas de vidro sobrepostas molhadas com água. Pressão do fluido (PF) é igual = a Pressão Atmosférica (PA).  PF=PA. 2) Quando tenta separar as duas placas (F), a PF diminui formando um gradiente de pressão que é mantido graças ao menisco que se forma nas extremidades das placas. Fonte: TURANO & TURANO (2007).
  13. 13. ATENÇÃO: • Quando as forças externas tendem a puxar a dentadura dos tecidos, o menisco formado tenta conter para que não haja deslocamento. No momento que o menisco rompe-se, inicia vários fenômenos em cascata: O deslocamento faz com que a saliva escorra da mucosa causando a entrada de ar, que este faz com que seque os tecidos fazendo com que não haja adesão e consequentemente não havendo retenção da prótese. Fonte: GENARI FILHO (2005) Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 13
  14. 14. Câmara de Sucção ou de Vácuo • No primeiro livro escrito para a Odontologia em 1728, chamado “Le Cirurgien Dentiste”, o autor francês Pièrre Fouchard recomendava realizar um pequeno furo a área basal (palatina) da prótese superior com a finalidade de obter uma câmara de vácuo para retenção da dentadura. • Tal furo permite que as pressões interna e externa se igualem, tornando débil a retenção. Não se utiliza mais deste recurso pelo fato de ocorrer lesões na região do palato duro. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 14 IMPORTANTE SABER ...
  15. 15. • A reação da mucosa diante da pressão causada pelo meio externo faz com que haja aos poucos um preenchimento da câmara de vácuo pelos tecidos causando portanto, uma hipertrofia da fibromucosa gengival e consequentemente, perda da retenção da prótese. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 15 TAMAKI (1983)
  16. 16. ATENÇÃO! • Segundo TURANO & TURANO em 2007, atualmente está comprovado que a melhoria da retenção está no alargamento das bordas nas próteses totais, desde que, logicamente, estas bordas reproduzam fielmente o sulco gengivo-vestibular. • Estes conceitos estão diretamente ligados a confecção e conformação do selamento periférico realizado no processo de moldagem funcional. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 16
  17. 17. 2. Requisitos Funcionais - Suporte • Se por um lado a retenção é a capacidade da dentadura de resistir às forças extrusivas, o suporte é a capacidade da dentadura de resistir às forças intrusivas (mastigação, bruxismo, etc.). • Fatores de suporte: 1. Condição do osso e da fibromucosa; 2. Extensão da base da dentadura; 3. Resiliência da fibromucosa. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 17
  18. 18. • Para que uma prótese possa assentar-se corretamente tirando proveito de todos os fenômenos físicos, evitando sua intrusão nos tecidos, os mesmos devem estar saudáveis para promover a sustentação. Tecidos moles inflamados e/ou tecidos ósseos muito reabsorvidos, não representam área de boa qualificação para a ancoragem de uma prótese total. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 18
  19. 19. • Quando uma prótese não envolve corretamente todo o limite da área de sustentação tenderá a intruir-se nos tecidos, modificando sua relação com o antagonista, caracterizando-se como uma prótese iatrogênica. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 19
  20. 20. 3. Requisitos Funcionais - Estabilidade • De acordo com GENARI FILHO em 2005, a estabilidade pode ser definida como sendo a capacidade da dentadura de manter-se em equilíbrio, uma vez cessadas as forças intrusivas e extrusivas. • Tal reqisito deve ser obrigatoriamente lembrado quando realizar o recorte muscular (alívios das inserções musculares) tanto na moldeira funcional quanto na moldeira de trabalho ambas de resina acrílica autopolimerizável. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 20
  21. 21. Continuação... • Fatores para a estabilidade: 1. A relação da base da dentadura com os tecidos subjacentes; 2. A relação da superfície externa e da borda com a musculatura circunjacente; 3. A relação das superfícies oclusais antagonistas. • Relação Interdental = os dentes devem manter uma oclusão confortável, sem contatos prematuros e/ou deflectivos ao primeiro contato para não gerar instabilidade. (A) • Posição dos dentes em relação à crista do rebordo alveolar = é sabido que os dentes artificiais devem ser montados sobre ela para que a transmissão das forças seja feita de tal forma a não criar uma alavanca; (B) • Relação da base com a musculatura adjacente = para que possa ocorrer uma adequação entre ambas de maneira que a musculatura auxilie a retenção e consequentemente a estabilidade; (C) • Educação funcional = a capacidade do indivíduo de adaptar-se à prótese total de tal forma que a mesma passe a fazer parte integrante do organismo. Referências Bibliográficas: TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. -- TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. -- GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005. 21
  22. 22. Referências Bibliográficas 1. TAMAKI, Tadachi; Dentaduras Completas; 4ªEdição, SARVIER, 1983. 2. TURANO, J.C. & TURANO, L.M.; Fundamentos de Prótese Total, 8ªEdição, SANTOS, 2007. 3. GENARI FILHO, Humberto; REQUISITOS FUNCIONAIS E FÍSICOS EM PRÓTESES TOTAIS; Revista Odontológica de Araçatuba, 26(1):36-43, jan./jun., 2005.

×