SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
 
 
 
 
 
O autor de 'Gostava tanto de você', Édson Trindade, não escreveu esta música por causa de uma namorada que o tinha abandonado, mas sim, para a filha dele que havia falecido em um acidente.  Talvez esta canção seja um bom motivo para você começar caçar libélulas, dançar, brincar, namorar, beijar, nadar, andar de bicicleta, soltar pipa ou fazer qualquer outra coisa que queira de verdade. Leia a letra da música pensando no seu verdadeiro significado.  HISTÓRIA DA MÚSICA  GOSTAVA TANTO DE VOCÊ   Não sei por que você se foi Quantas saudades eu senti E de tristezas vou viver E aquele adeus não pude dar Você marcou na minha vida Viveu morreu na minha história  Chego a ter medo do futuro E da solidão que em minha porta bate  E eu gostava tanto de você... Gostava tanto de você...  Eu corro, fujo desta sombra Em sonho vejo este passado E na parede do meu quarto Ainda está o seu retrato Não quero ver para não lembrar Pensei até em me mudar Lugar qualquer que não exista O pensamento em você E eu gostava tanto de você...  Gostava tanto de você...  Ao mudar o slide, muda a música.
Cartola fez esta música quando soube que sua filha era prostituta. A vida é um moínho . Ainda é cedo, amor  mal começaste a conhecer a vida já anuncias a hora da partida sem saber mesmo o rumo que irás tomar Presta atenção, querida, embora eu saiba que estás resolvida em cada esquina cai um pouco a tua vida em pouco tempo não serás mais o que és Ouça-me bem, amor,  presta atenção, o mundo é um moinho vai triturar teus sonhos tão mesquinhos vai reduzir as ilusões a pó Presta atenção, querida,  de cada amor tu herdarás só o cinismo quando notares estás à beira do abismo abismo que cavaste com os teus pés.  Ao mudar o slide, mudará a música.
Djavan teve uma mulher chamada Maria, os dois teriam uma filha que se chamaria Margarida, mas sua mulher teve um problema na hora do parto e ele teria que optar por sua mulher ou por sua filha... Ele pediu ao médico que fizesse tudo que pudesse para salvar as duas, mas o destino foi duro e a mulher e a filha faleceram no parto. Agora é possível 'sentir' a letra da música. Conhecendo esta breve história passamos a ouvir a música sob novo contexto, entendendo como a dor pode ser transformada em poema e arte. Valei-me, Deus! É o fim do nosso amor Perdoa, por favor, eu sei que o erro aconteceu. Mas não sei o que fez, tudo mudar de vez. Onde foi que eu errei? Eu só sei que amei, que amei, que amei, que amei. Será talvez que a minha ilusão, foi dar meu coração, com toda força, pra essa moça me fazer feliz, e o destino não quis, me ver como raiz de uma flor de Liz. E foi assim que eu vi nosso amor na poeira, poeira. Morto na beleza fria de Maria. E o meu jardim da vida ressecou, morreu. Do pé que brotou Maria, nem Margarida nasceu. E o meu jardim da vida ressecou, morreu. Do pé que brotou Maria, nem Margarida nasceu... HISTÓRIA DA MÚSICA FLOR DE LIZ
Aproveite cada momento da sua vida ao máximo... ...passe o maior tempo possível com as pessoas que você ama... ...torne estes momentos inesquecíveis.
A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego ... ...de tanto rir ... ...de surpresa .. ...de êxtase ...  ...de felicidade!
FIM!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (10)

Três Músicas e suas histórias
Três Músicas e suas históriasTrês Músicas e suas histórias
Três Músicas e suas histórias
 
TRÊS MÚSICAS E SUAS HISTÓRIAS
TRÊS MÚSICAS E SUAS HISTÓRIASTRÊS MÚSICAS E SUAS HISTÓRIAS
TRÊS MÚSICAS E SUAS HISTÓRIAS
 
Tres Músicas e Suas Historias
Tres Músicas e Suas HistoriasTres Músicas e Suas Historias
Tres Músicas e Suas Historias
 
3 musicas & suas historias
3 musicas & suas historias3 musicas & suas historias
3 musicas & suas historias
 
E lindo
E lindoE lindo
E lindo
 
Bons Tempos
Bons TemposBons Tempos
Bons Tempos
 
E Lindo
E LindoE Lindo
E Lindo
 
é Lindo Danuza LeãO1
é Lindo Danuza LeãO1é Lindo Danuza LeãO1
é Lindo Danuza LeãO1
 
Portugal rio tejo
Portugal rio tejoPortugal rio tejo
Portugal rio tejo
 
Arpoador de Agosto a gosto
Arpoador de Agosto a gostoArpoador de Agosto a gosto
Arpoador de Agosto a gosto
 

Destaque

Alunos nota 10 do 1ºbimestre
Alunos nota 10 do 1ºbimestreAlunos nota 10 do 1ºbimestre
Alunos nota 10 do 1ºbimestreGenilsa Aparecida
 
ALUNOS DESTAQUE 2º bimestre - 2012
ALUNOS DESTAQUE   2º bimestre - 2012ALUNOS DESTAQUE   2º bimestre - 2012
ALUNOS DESTAQUE 2º bimestre - 2012Genilsa Aparecida
 
Taller de aspectos[1]
Taller de aspectos[1]Taller de aspectos[1]
Taller de aspectos[1]guestc5c61f4
 
Naruto contra pain
Naruto contra painNaruto contra pain
Naruto contra painBORIS
 
Afstudeerontwerp D. le Pair
Afstudeerontwerp D. le PairAfstudeerontwerp D. le Pair
Afstudeerontwerp D. le Paird.lepair
 
Chapa fênix - apresentação - aperj
Chapa   fênix - apresentação - aperjChapa   fênix - apresentação - aperj
Chapa fênix - apresentação - aperjDenise Rivera
 
Natal nas asas_do_arco-iris
Natal nas asas_do_arco-irisNatal nas asas_do_arco-iris
Natal nas asas_do_arco-irislilaro
 
Mecanismes de transmissio circular
Mecanismes de transmissio circularMecanismes de transmissio circular
Mecanismes de transmissio circularSusana Valls Andreu
 
Concept presentatie 1
Concept presentatie 1Concept presentatie 1
Concept presentatie 1mbpotters
 
What works on client side pentesting
What works on client side pentestingWhat works on client side pentesting
What works on client side pentestingLeonardo Pigñer
 
Tabajo de computación
Tabajo de computaciónTabajo de computación
Tabajo de computaciónkaren
 
Portfolio_Cont
Portfolio_ContPortfolio_Cont
Portfolio_Contphil71
 
Carrera placido
Carrera placidoCarrera placido
Carrera placidoEdwin
 
006 AMLO deja solo a May; fracasa megamarcha
006 AMLO deja solo a May; fracasa megamarcha006 AMLO deja solo a May; fracasa megamarcha
006 AMLO deja solo a May; fracasa megamarchalatifamarquez
 

Destaque (20)

Alunos nota 10 do 1ºbimestre
Alunos nota 10 do 1ºbimestreAlunos nota 10 do 1ºbimestre
Alunos nota 10 do 1ºbimestre
 
ALUNOS DESTAQUE 2º bimestre - 2012
ALUNOS DESTAQUE   2º bimestre - 2012ALUNOS DESTAQUE   2º bimestre - 2012
ALUNOS DESTAQUE 2º bimestre - 2012
 
Taller de aspectos[1]
Taller de aspectos[1]Taller de aspectos[1]
Taller de aspectos[1]
 
Naruto contra pain
Naruto contra painNaruto contra pain
Naruto contra pain
 
Afstudeerontwerp D. le Pair
Afstudeerontwerp D. le PairAfstudeerontwerp D. le Pair
Afstudeerontwerp D. le Pair
 
Chapa fênix - apresentação - aperj
Chapa   fênix - apresentação - aperjChapa   fênix - apresentação - aperj
Chapa fênix - apresentação - aperj
 
Natal nas asas_do_arco-iris
Natal nas asas_do_arco-irisNatal nas asas_do_arco-iris
Natal nas asas_do_arco-iris
 
La historia de Rulete
La historia de RuleteLa historia de Rulete
La historia de Rulete
 
Mecanismes de transmissio circular
Mecanismes de transmissio circularMecanismes de transmissio circular
Mecanismes de transmissio circular
 
Borges
BorgesBorges
Borges
 
Concept presentatie 1
Concept presentatie 1Concept presentatie 1
Concept presentatie 1
 
What works on client side pentesting
What works on client side pentestingWhat works on client side pentesting
What works on client side pentesting
 
Tabajo de computación
Tabajo de computaciónTabajo de computación
Tabajo de computación
 
Presentacin1
Presentacin1Presentacin1
Presentacin1
 
..
....
..
 
sp2.feeltoday
sp2.feeltodaysp2.feeltoday
sp2.feeltoday
 
Portfolio_Cont
Portfolio_ContPortfolio_Cont
Portfolio_Cont
 
Carrera placido
Carrera placidoCarrera placido
Carrera placido
 
8
88
8
 
006 AMLO deja solo a May; fracasa megamarcha
006 AMLO deja solo a May; fracasa megamarcha006 AMLO deja solo a May; fracasa megamarcha
006 AMLO deja solo a May; fracasa megamarcha
 

Semelhante a Três músicas e suas histórias

Três músicas e suas histórias
Três músicas e suas históriasTrês músicas e suas histórias
Três músicas e suas históriasBruno Dinardi
 
Tres músicas e suas histórias
Tres músicas e suas históriasTres músicas e suas histórias
Tres músicas e suas históriasguest0c62edcc
 
Três músicas e suas histórias
Três músicas e suas históriasTrês músicas e suas histórias
Três músicas e suas históriasJNR
 
Gerações poéticas
Gerações poéticasGerações poéticas
Gerações poéticasAndre Guerra
 
Poesias mostra cultural
Poesias mostra culturalPoesias mostra cultural
Poesias mostra culturalBarbara Coelho
 
AULÃO LITERATURA - MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptx
AULÃO LITERATURA - MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptxAULÃO LITERATURA - MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptx
AULÃO LITERATURA - MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptxProfessoraAline7
 
MODERNISMO BRASILEIRO 1 (2).pptx
MODERNISMO BRASILEIRO 1 (2).pptxMODERNISMO BRASILEIRO 1 (2).pptx
MODERNISMO BRASILEIRO 1 (2).pptxPabloGabrielKdabra
 
Pés no chão e sonhos no ar - Marcos Samuel Costa
Pés no chão e sonhos no ar - Marcos Samuel Costa Pés no chão e sonhos no ar - Marcos Samuel Costa
Pés no chão e sonhos no ar - Marcos Samuel Costa Marcos Costa
 
Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem 144porhora
 
Qualquer versar
Qualquer versar Qualquer versar
Qualquer versar Iran Maia
 

Semelhante a Três músicas e suas histórias (20)

Três músicas e suas histórias
Três músicas e suas históriasTrês músicas e suas histórias
Três músicas e suas histórias
 
Tres músicas e suas histórias
Tres músicas e suas históriasTres músicas e suas histórias
Tres músicas e suas histórias
 
Três músicas e suas histórias
Três músicas e suas históriasTrês músicas e suas histórias
Três músicas e suas histórias
 
Gerações poéticas
Gerações poéticasGerações poéticas
Gerações poéticas
 
Poesias mostra cultural
Poesias mostra culturalPoesias mostra cultural
Poesias mostra cultural
 
AULÃO LITERATURA - MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptx
AULÃO LITERATURA - MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptxAULÃO LITERATURA - MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptx
AULÃO LITERATURA - MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptx
 
MODERNISMO BRASILEIRO 1 (2).pptx
MODERNISMO BRASILEIRO 1 (2).pptxMODERNISMO BRASILEIRO 1 (2).pptx
MODERNISMO BRASILEIRO 1 (2).pptx
 
MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptx
MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptxMODERNISMO BRASILEIRO 1.pptx
MODERNISMO BRASILEIRO 1.pptx
 
Escolhendo Poesias
Escolhendo Poesias Escolhendo Poesias
Escolhendo Poesias
 
Projeto “O Jogo do Poema”
Projeto “O Jogo do Poema” Projeto “O Jogo do Poema”
Projeto “O Jogo do Poema”
 
Diamundialpoesia 100503060711-phpapp02
Diamundialpoesia 100503060711-phpapp02Diamundialpoesia 100503060711-phpapp02
Diamundialpoesia 100503060711-phpapp02
 
Pés no chão e sonhos no ar - Marcos Samuel Costa
Pés no chão e sonhos no ar - Marcos Samuel Costa Pés no chão e sonhos no ar - Marcos Samuel Costa
Pés no chão e sonhos no ar - Marcos Samuel Costa
 
Vinícius+de+moraes
Vinícius+de+moraesVinícius+de+moraes
Vinícius+de+moraes
 
Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem
 
Músicas
MúsicasMúsicas
Músicas
 
Qualquer versar
Qualquer versar Qualquer versar
Qualquer versar
 
O adeus que eu nao pude dar
O adeus que eu nao pude darO adeus que eu nao pude dar
O adeus que eu nao pude dar
 
Padre fabio
Padre fabioPadre fabio
Padre fabio
 
Padre Fabio
Padre FabioPadre Fabio
Padre Fabio
 
Padre Fabio
Padre FabioPadre Fabio
Padre Fabio
 

Mais de Denise Rivera

Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016   DENISE RIVERACampanha vereadora 2016   DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERADenise Rivera
 
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgaçãoXXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgaçãoDenise Rivera
 
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015Denise Rivera
 
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de JaneiroAperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de JaneiroDenise Rivera
 
A situaçao pericia rj
A situaçao pericia rjA situaçao pericia rj
A situaçao pericia rjDenise Rivera
 
A vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damasA vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damasDenise Rivera
 
Superbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noelSuperbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noelDenise Rivera
 
Encante se e se emocione
Encante se e se emocioneEncante se e se emocione
Encante se e se emocioneDenise Rivera
 
Apresentação aperj - estrutura da perícia
Apresentação   aperj - estrutura da períciaApresentação   aperj - estrutura da perícia
Apresentação aperj - estrutura da períciaDenise Rivera
 
Apresentação aperj - estrutura da perícia
Apresentação   aperj - estrutura da períciaApresentação   aperj - estrutura da perícia
Apresentação aperj - estrutura da períciaDenise Rivera
 
Manifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerjManifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerjDenise Rivera
 
Primeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos ColoridasPrimeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos ColoridasDenise Rivera
 
1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-dd1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-ddDenise Rivera
 
LES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIRELES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIREDenise Rivera
 
La france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_lLa france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_lDenise Rivera
 

Mais de Denise Rivera (20)

Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016   DENISE RIVERACampanha vereadora 2016   DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERA
 
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgaçãoXXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
 
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
 
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de JaneiroAperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
 
A situaçao pericia rj
A situaçao pericia rjA situaçao pericia rj
A situaçao pericia rj
 
A vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damasA vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damas
 
Winter Day
Winter DayWinter Day
Winter Day
 
Tour eiffel
Tour eiffelTour eiffel
Tour eiffel
 
Superbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noelSuperbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noel
 
Encante se e se emocione
Encante se e se emocioneEncante se e se emocione
Encante se e se emocione
 
Amazing worldphotos
Amazing worldphotosAmazing worldphotos
Amazing worldphotos
 
Apresentação aperj - estrutura da perícia
Apresentação   aperj - estrutura da períciaApresentação   aperj - estrutura da perícia
Apresentação aperj - estrutura da perícia
 
Apresentação aperj - estrutura da perícia
Apresentação   aperj - estrutura da períciaApresentação   aperj - estrutura da perícia
Apresentação aperj - estrutura da perícia
 
Manifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerjManifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerj
 
Paris
ParisParis
Paris
 
Primeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos ColoridasPrimeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos Coloridas
 
1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-dd1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-dd
 
LES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIRELES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIRE
 
La france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_lLa france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_l
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
 

Três músicas e suas histórias

  • 1.  
  • 2.  
  • 3.  
  • 4.  
  • 5.  
  • 6. O autor de 'Gostava tanto de você', Édson Trindade, não escreveu esta música por causa de uma namorada que o tinha abandonado, mas sim, para a filha dele que havia falecido em um acidente. Talvez esta canção seja um bom motivo para você começar caçar libélulas, dançar, brincar, namorar, beijar, nadar, andar de bicicleta, soltar pipa ou fazer qualquer outra coisa que queira de verdade. Leia a letra da música pensando no seu verdadeiro significado. HISTÓRIA DA MÚSICA GOSTAVA TANTO DE VOCÊ Não sei por que você se foi Quantas saudades eu senti E de tristezas vou viver E aquele adeus não pude dar Você marcou na minha vida Viveu morreu na minha história Chego a ter medo do futuro E da solidão que em minha porta bate E eu gostava tanto de você... Gostava tanto de você... Eu corro, fujo desta sombra Em sonho vejo este passado E na parede do meu quarto Ainda está o seu retrato Não quero ver para não lembrar Pensei até em me mudar Lugar qualquer que não exista O pensamento em você E eu gostava tanto de você... Gostava tanto de você... Ao mudar o slide, muda a música.
  • 7. Cartola fez esta música quando soube que sua filha era prostituta. A vida é um moínho . Ainda é cedo, amor mal começaste a conhecer a vida já anuncias a hora da partida sem saber mesmo o rumo que irás tomar Presta atenção, querida, embora eu saiba que estás resolvida em cada esquina cai um pouco a tua vida em pouco tempo não serás mais o que és Ouça-me bem, amor, presta atenção, o mundo é um moinho vai triturar teus sonhos tão mesquinhos vai reduzir as ilusões a pó Presta atenção, querida, de cada amor tu herdarás só o cinismo quando notares estás à beira do abismo abismo que cavaste com os teus pés. Ao mudar o slide, mudará a música.
  • 8. Djavan teve uma mulher chamada Maria, os dois teriam uma filha que se chamaria Margarida, mas sua mulher teve um problema na hora do parto e ele teria que optar por sua mulher ou por sua filha... Ele pediu ao médico que fizesse tudo que pudesse para salvar as duas, mas o destino foi duro e a mulher e a filha faleceram no parto. Agora é possível 'sentir' a letra da música. Conhecendo esta breve história passamos a ouvir a música sob novo contexto, entendendo como a dor pode ser transformada em poema e arte. Valei-me, Deus! É o fim do nosso amor Perdoa, por favor, eu sei que o erro aconteceu. Mas não sei o que fez, tudo mudar de vez. Onde foi que eu errei? Eu só sei que amei, que amei, que amei, que amei. Será talvez que a minha ilusão, foi dar meu coração, com toda força, pra essa moça me fazer feliz, e o destino não quis, me ver como raiz de uma flor de Liz. E foi assim que eu vi nosso amor na poeira, poeira. Morto na beleza fria de Maria. E o meu jardim da vida ressecou, morreu. Do pé que brotou Maria, nem Margarida nasceu. E o meu jardim da vida ressecou, morreu. Do pé que brotou Maria, nem Margarida nasceu... HISTÓRIA DA MÚSICA FLOR DE LIZ
  • 9. Aproveite cada momento da sua vida ao máximo... ...passe o maior tempo possível com as pessoas que você ama... ...torne estes momentos inesquecíveis.
  • 10. A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego ... ...de tanto rir ... ...de surpresa .. ...de êxtase ... ...de felicidade!
  • 11. FIM!