SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Diz-se que
a paisagem
   é um
 estado de
   alma.
E que
 a paisagem
   de fora,
a vemos com
   os olhos
  de dentro.
O tempo
 prático
& o tempo
 poético.
Nos sinuosos
     caminhos do
   trem do tempo,
    recomeçamos
      a cada nova
a nossa manhã sem
         viagem
“É nas
   aparentes
 irrelevâncias
 do cotidiano
que se esconde
    o nosso
   destino...”,
ela ponderou.
“É nas
     aparentes
   irrelevâncias
   do cotidiano
  que se esconde
      o nosso
     destino...”,
Cada um percebe
   elapaisagem,
    a ponderou.
 cada um percebe
     o mundo,
segundo a história
    de sua vida
Ao fim
 e ao cabo,
o que vemos
está em nós.
O que percebemos
                  do mundo
              é uma articulação
                  entre o que
                 enxergamos,
o que sabemos e o que sentimos.
“Vejo o outro,
 assim como
vejo o mundo,
 através dos
meus olhos”,
refletiu ela...
A visão do mar calmo, das nuvens que deslizam
      suavemente, do sorriso que ilumina
           o rosto de uma criança...
...chegam a cada um de nós
   através dos nossos olhos.
O que sabemos acerca do mar calmo,
das nuvens que deslizam suavemente?
E o que sabemos acerca do sorriso
que ilumina o rosto de uma criança?...
O que vemos
não é o que
enxergamos,
   é o que
percebemos.
  Cada um
 de nós é um
caleidoscópio
multifacetado,
  capaz de
   infinitos
   arranjos. sabemos acerca do sorriso
       E o que
     que ilumina o rosto de uma criança?...
Cada criança
  pequenina,
um imenso mar
      de
possibilidades.
Há mundos
  dentro do
    mundo.
Só se mostram,
porém, a quem
   paga um
ingresso caro,
que é dedicar-se
    a vê-los.
“Se podes
  olhar, vê.
Se podes ver,
  repara.”
   José Saramago
E ao avistar
um beija-flor,
ela refletiu:...
“O que há de mais
 terno e delicado do
que colher o alimento
 ao beijar as flores?”
“Alimentar-se
  da beleza,
  que é uma
 abstração.”
“Nutrir-se
 do perfume,
  que é pura
evanescência.”
O insondável
mistério do existir.
  O intocável, o
   intangível,
   o inefável...
“O que há de
 mais terno e
   delicado
do que colher
  o alimento
   ao beijar
 as flores?”
“Alimentar-se
 da beleza,
 que é uma
 abstração.”
“Nutrir-se
 do perfume,
  que é pura
evanescência.”
O intocável,
o intangível,
 o inefável...
O insondável
  mistério
 do existir.
O intocável,
 o intangível,
  o inefável...
  Texto adaptado
      do livro
 O insondável
“Urgente é a Vida”,
    mistério
 de Alcione Araújo.
   do existir.
Texto adaptado
      do livro
“Urgente é a Vida”,
 de Alcione Araújo.

    Tema musical:
“Ma France”, Jean Ferrat

      Formatação:
um_peregrino@hotmail.com
Tema musical:
“Ma France”, Jean Ferrat

      Formatação:
um_peregrino@hotmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (18)

Mensagem Reunião Pública 03/08/11
Mensagem Reunião Pública 03/08/11Mensagem Reunião Pública 03/08/11
Mensagem Reunião Pública 03/08/11
 
Diversidade
DiversidadeDiversidade
Diversidade
 
8 poemas 8 mulheres 8 imagens 8
8 poemas 8 mulheres 8 imagens 88 poemas 8 mulheres 8 imagens 8
8 poemas 8 mulheres 8 imagens 8
 
A arte de ser feliz
A arte de ser felizA arte de ser feliz
A arte de ser feliz
 
Mensagem Reunião Pública 24/10/2012
Mensagem Reunião Pública 24/10/2012Mensagem Reunião Pública 24/10/2012
Mensagem Reunião Pública 24/10/2012
 
Beleza invisivel por saramago
Beleza invisivel por saramagoBeleza invisivel por saramago
Beleza invisivel por saramago
 
Beleza Invisível (José Saramago)
Beleza Invisível (José Saramago)Beleza Invisível (José Saramago)
Beleza Invisível (José Saramago)
 
Beleza invisivel
Beleza invisivelBeleza invisivel
Beleza invisivel
 
Beleza invisivel
Beleza invisivelBeleza invisivel
Beleza invisivel
 
crepusculo
crepusculocrepusculo
crepusculo
 
Um navegar
Um navegarUm navegar
Um navegar
 
Silencio
SilencioSilencio
Silencio
 
Sonho
SonhoSonho
Sonho
 
Paisagens do Mundo e da Alma
Paisagens do Mundo e da AlmaPaisagens do Mundo e da Alma
Paisagens do Mundo e da Alma
 
Eu, sonhador, te peço eu, sonhador, te peço
Eu, sonhador, te peço eu, sonhador, te peçoEu, sonhador, te peço eu, sonhador, te peço
Eu, sonhador, te peço eu, sonhador, te peço
 
Saramago
SaramagoSaramago
Saramago
 
O Arco Iris
O Arco IrisO Arco Iris
O Arco Iris
 
A Velhice
A VelhiceA Velhice
A Velhice
 

Semelhante a Tempo Poético (20)

Tempo poetico
Tempo poeticoTempo poetico
Tempo poetico
 
Beleza invisivel
Beleza invisivelBeleza invisivel
Beleza invisivel
 
Beleza invisivel
Beleza invisivelBeleza invisivel
Beleza invisivel
 
000 capa a 022 final aka om lind mundo
000 capa a 022 final aka om lind mundo000 capa a 022 final aka om lind mundo
000 capa a 022 final aka om lind mundo
 
Materia e Espirito
Materia e EspiritoMateria e Espirito
Materia e Espirito
 
O Modo LíRico
O Modo LíRicoO Modo LíRico
O Modo LíRico
 
Quando começamos a dizer adeus
Quando começamos a dizer adeusQuando começamos a dizer adeus
Quando começamos a dizer adeus
 
Para dizer a verdade
Para dizer a verdadePara dizer a verdade
Para dizer a verdade
 
Avelhice
AvelhiceAvelhice
Avelhice
 
A velhice
A velhiceA velhice
A velhice
 
Palavras (rubem alves)
Palavras (rubem alves)Palavras (rubem alves)
Palavras (rubem alves)
 
Silencio
SilencioSilencio
Silencio
 
Vislumbres
VislumbresVislumbres
Vislumbres
 
Silencio
SilencioSilencio
Silencio
 
Existem os caminhos
Existem os caminhosExistem os caminhos
Existem os caminhos
 
Área de Amor
Área de AmorÁrea de Amor
Área de Amor
 
Existem os caminhos
Existem os caminhosExistem os caminhos
Existem os caminhos
 
Aria De Amor Hh
Aria De Amor HhAria De Amor Hh
Aria De Amor Hh
 
Expressões da Alma
Expressões da AlmaExpressões da Alma
Expressões da Alma
 
O retorno - Para alcançar uma nova sociedade
O retorno - Para alcançar uma nova sociedadeO retorno - Para alcançar uma nova sociedade
O retorno - Para alcançar uma nova sociedade
 

Mais de Denise Rivera

Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016   DENISE RIVERACampanha vereadora 2016   DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERADenise Rivera
 
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgaçãoXXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgaçãoDenise Rivera
 
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015Denise Rivera
 
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de JaneiroAperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de JaneiroDenise Rivera
 
A situaçao pericia rj
A situaçao pericia rjA situaçao pericia rj
A situaçao pericia rjDenise Rivera
 
A vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damasA vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damasDenise Rivera
 
Superbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noelSuperbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noelDenise Rivera
 
Encante se e se emocione
Encante se e se emocioneEncante se e se emocione
Encante se e se emocioneDenise Rivera
 
Apresentação aperj - estrutura da perícia
Apresentação   aperj - estrutura da períciaApresentação   aperj - estrutura da perícia
Apresentação aperj - estrutura da períciaDenise Rivera
 
Apresentação aperj - estrutura da perícia
Apresentação   aperj - estrutura da períciaApresentação   aperj - estrutura da perícia
Apresentação aperj - estrutura da períciaDenise Rivera
 
Manifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerjManifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerjDenise Rivera
 
Primeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos ColoridasPrimeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos ColoridasDenise Rivera
 
1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-dd1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-ddDenise Rivera
 
LES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIRELES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIREDenise Rivera
 
La france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_lLa france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_lDenise Rivera
 

Mais de Denise Rivera (20)

Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016   DENISE RIVERACampanha vereadora 2016   DENISE RIVERA
Campanha vereadora 2016 DENISE RIVERA
 
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgaçãoXXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
XXIII Congresso Nacional de Criminalística - divulgação
 
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
Diagnostico da pericia oficial do rio de janeiro 2015
 
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de JaneiroAperj  - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
Aperj - Associação de Peritos Oficiais do Rio de Janeiro
 
A situaçao pericia rj
A situaçao pericia rjA situaçao pericia rj
A situaçao pericia rj
 
A vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damasA vida como um jogo de damas
A vida como um jogo de damas
 
Winter Day
Winter DayWinter Day
Winter Day
 
Tour eiffel
Tour eiffelTour eiffel
Tour eiffel
 
Superbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noelSuperbe et joyeux noel
Superbe et joyeux noel
 
Encante se e se emocione
Encante se e se emocioneEncante se e se emocione
Encante se e se emocione
 
Amazing worldphotos
Amazing worldphotosAmazing worldphotos
Amazing worldphotos
 
Apresentação aperj - estrutura da perícia
Apresentação   aperj - estrutura da períciaApresentação   aperj - estrutura da perícia
Apresentação aperj - estrutura da perícia
 
Apresentação aperj - estrutura da perícia
Apresentação   aperj - estrutura da períciaApresentação   aperj - estrutura da perícia
Apresentação aperj - estrutura da perícia
 
Manifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerjManifestacao durante audiencia publica na alerj
Manifestacao durante audiencia publica na alerj
 
Paris
ParisParis
Paris
 
Primeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos ColoridasPrimeiras Fotos Coloridas
Primeiras Fotos Coloridas
 
1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-dd1 3- premièresphotoscoul-dd
1 3- premièresphotoscoul-dd
 
LES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIRELES CHATEAUX DE LA LOIRE
LES CHATEAUX DE LA LOIRE
 
La france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_lLa france au_patrimoine_mondial_pv_l
La france au_patrimoine_mondial_pv_l
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
 

Último

LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfO Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfSUELLENBALTARDELEU
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoRicardo Azevedo
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José OperárioNilson Almeida
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxSebastioFerreira34
 

Último (10)

LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfO Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 

Tempo Poético

  • 1. Diz-se que a paisagem é um estado de alma.
  • 2. E que a paisagem de fora, a vemos com os olhos de dentro.
  • 3. O tempo prático & o tempo poético.
  • 4. Nos sinuosos caminhos do trem do tempo, recomeçamos a cada nova a nossa manhã sem viagem
  • 5. “É nas aparentes irrelevâncias do cotidiano que se esconde o nosso destino...”, ela ponderou.
  • 6. “É nas aparentes irrelevâncias do cotidiano que se esconde o nosso destino...”, Cada um percebe elapaisagem, a ponderou. cada um percebe o mundo, segundo a história de sua vida
  • 7. Ao fim e ao cabo, o que vemos está em nós.
  • 8. O que percebemos do mundo é uma articulação entre o que enxergamos, o que sabemos e o que sentimos.
  • 9. “Vejo o outro, assim como vejo o mundo, através dos meus olhos”, refletiu ela...
  • 10. A visão do mar calmo, das nuvens que deslizam suavemente, do sorriso que ilumina o rosto de uma criança...
  • 11. ...chegam a cada um de nós através dos nossos olhos.
  • 12. O que sabemos acerca do mar calmo, das nuvens que deslizam suavemente?
  • 13. E o que sabemos acerca do sorriso que ilumina o rosto de uma criança?...
  • 14. O que vemos não é o que enxergamos, é o que percebemos. Cada um de nós é um caleidoscópio multifacetado, capaz de infinitos arranjos. sabemos acerca do sorriso E o que que ilumina o rosto de uma criança?...
  • 15. Cada criança pequenina, um imenso mar de possibilidades.
  • 16. Há mundos dentro do mundo. Só se mostram, porém, a quem paga um ingresso caro, que é dedicar-se a vê-los.
  • 17. “Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara.” José Saramago
  • 18. E ao avistar um beija-flor, ela refletiu:...
  • 19. “O que há de mais terno e delicado do que colher o alimento ao beijar as flores?”
  • 20. “Alimentar-se da beleza, que é uma abstração.”
  • 21. “Nutrir-se do perfume, que é pura evanescência.”
  • 22. O insondável mistério do existir. O intocável, o intangível, o inefável...
  • 23. “O que há de mais terno e delicado do que colher o alimento ao beijar as flores?”
  • 24. “Alimentar-se da beleza, que é uma abstração.”
  • 25. “Nutrir-se do perfume, que é pura evanescência.”
  • 26. O intocável, o intangível, o inefável... O insondável mistério do existir.
  • 27. O intocável, o intangível, o inefável... Texto adaptado do livro O insondável “Urgente é a Vida”, mistério de Alcione Araújo. do existir.
  • 28. Texto adaptado do livro “Urgente é a Vida”, de Alcione Araújo. Tema musical: “Ma France”, Jean Ferrat Formatação: um_peregrino@hotmail.com
  • 29. Tema musical: “Ma France”, Jean Ferrat Formatação: um_peregrino@hotmail.com