SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Gestão de Pessoas


Competências e Diversidade
Gestão de Pessoas:
    o que é isso?
    Conjunto de políticas e práticas
“

     definidas de uma organização
     para orientar o comportamento humano e as
    relações interpessoais no ambiente de trabalho.”

                                       Fisher e Fleury (1998)




                                                                2
    Denise Ferrari   2008
Como já foi...

     Até 1930: visão contábil


     De 1930 a 1950: leis trabalhistas

          CLT em 1943
      

     De 1950 a 1965: visão técnica

          Treinamento, R&S, cargos e salários, benefícios
      

     De 1965 a 1985: visão administrativa

          Sindicatos regem os indivíduos e as relações
      



                                                         3
    Denise Ferrari   2008
Como é hoje
      De 1985 até hoje: visão estratégica

           Objetiva aumentar a sinergia entre os colaboradores e
       
           integrar os sistemas de suporte

As pessoas e as situações de trabalho diferem de
  uma empresa para outra, de um país para outro e
  por isso precisamos estar atentos as tendências do
  mercado e especialmente às pessoas - clientes
  internos e externos - que estão conosco.


                                                              4
    Denise Ferrari   2008
Trabalhamos com gente!
     Pessoas são capazes de conduzir a empresa a seus


     objetivos estratégicos, gerando mudanças, riqueza e
     valor.

     Os seres humanos são a chave do sucesso ou do


     fracasso das estratégias inovadoras de uma
     organização. Os processos e a tecnologia são
     necessários para transformar uma empresa mas são
     as pessoas que dão vida a esses aspectos.


                                                   5
    Denise Ferrari   2008
Walt Disney
                          1901- 1966

'Você pode sonhar, projetar, criar e
  construir o lugar mais maravilhoso do
  mundo, mas é preciso pessoas para
  tornar o sonho realidade'

                                        6
  Denise Ferrari   2008
Competências: o quê é isso?
    O aperfeiçoamento das habilidades técnicas e


    específicas ao desempenho das tarefas operacionais
    do cargo. (Frederick TAYLOR, cerca de 1910: ênfase
    no trabalho)

    “... é o conjunto de conhecimentos, habilidades,


    tecnologias, sistemas físicos, gerenciais e valores que
    geram diferencial competitivo para a organização.”
    (PRAHALAD & HAMEL, 1990)



                                                      7
    Denise Ferrari   2008
Competências: o quê é isso?
    “... é o conjunto de conhecimentos, habilidades e


    atitudes interdependentes e necessárias à
    consecução de determinado propósito.” (DURAND,
    1998)

    “... um saber agir responsável e reconhecido, que


    implica mobilizar, integrar, transferir conhecimentos,
    recursos, habilidades, que agreguem valor econômico
    à organização e valor social ao indivíduo.” (Fleury,
    2000)

                                                     8
    Denise Ferrari   2008
Competências são
Diferentes?
Competência Humana > Comprometimento
  Conhecimentos, habilidades e atitudes requeridos pelos
  diferentes níveis de gestão para atingir os objetivos específicos
  de cada função.

Competência Corporativa > Habilidade
   Conjunto de qualificações e tecnologias essenciais de difícil
   imitação por parte dos concorrentes e necessárias para o
   atingimento dos objetivos estratégicos.


                                                            9
 Denise Ferrari   2008
Para que servem?



                        Objetivos
                         Planos de ação
                           Decisões
                               Competências
                                Pessoais e
                               Corporativas

                                              10
Denise Ferrari   2008
Gestão de
    Pessoas por
    COMPETÊNCIAS
    Implementar ações que permitam conhecer, potencializar,


    integrar e subsidiar a gestão das competências individuais e
    institucionais visando a auto-realização das pessoas e a
    excelência no cumprimento da missão institucional.


                                                               11
     Denise Ferrari   2008
Competências Individuais
           PROATIVIDADE              COMUNICAÇÃO


                            APRENDIZAGEM         VISÃO
   LIDERANÇA
                                              ESTRATÉGICA


                             CAPACIDADE
CONHECIMENTOS                                  ADAPTABILIDADE
                              DE ANÁLISE
 ESPECÍFICOS

                                           TRABALHO
            NEGOCI
                  AÇÃO
                                           EM EQUIPE

                                                            12
    Denise Ferrari   2008
... são sempre iguais?
2521=Administradores
     Agir com iniciativa             Demonstrar capacidade de
2.                              1.
                                     comunicação
     Demonstrar liderança
3.
                                     Demonstrar capacidade de análise
     Demonstrar capacidade de   2.
4.
     síntese                         Administrar conflitos
                                3.
     Demonstrar capacidade de        Demonstrar raciocínio abstrato
5.                              4.
     negociação                      Trabalhar em equipe
                                5.
     Demonstrar raciocínio           Demonstrar espírito
6.                              6.
     lógico                          empreendedor
                                     Demonstrar capacidade de
     Demonstrar visão crítica   7.
7.
                                     decisão


                                                           13
     Denise Ferrari   2008
Desdobramento de Competências
                        Fonte: Faria, S. (2005)




                                             14
Denise Ferrari   2008
Competências:               Fonte: Faria, S. (2005)



    CBO
      x
 Organizações
 Fonte: Faria, S. (2005)




                                                 15
    Denise Ferrari   2008
O Mercado e as Empresas
    Antes: estabilidade               Hoje: mudanças
                                 
        Estratégia é vista como           Estratégia: abordagem de
                                     
        “linha de montagem”               contingência
        Maximizam controle                Maximizam velocidade,
                                     
        interno e ordem                   flexibilidade e inovação
        Protegem-se contra a              Protegem-se contra a
                                     
        variação: auditoria e             obsolescência e
        disciplina                        ignorância
        Lutas de poder entre              Tem altos níveis de
                                     
        níveis e unidades                 comunicação, colaboração
                                          e inovação entre níveis !


                                                                 16
     Denise Ferrari   2008
Um novo Modelo de Liderança
    Antes                               Futuro Líder
                                   
         Ser um chefe                       Ser um coach e facilitador
                                       

         Controlar as pessoas               Empowerment
                                       

         Centralizar a autoridade           Distribuir a liderança
                                       

         Estabelecer objetivos              Conciliar visão e estratégia
                                       

         Dirigir com regras e               Guiar com valores
                                       
         regulamentos                       compartilhados
         Confrontar e combater              Colaborar e unificar
                                       

         Mudar por necessidade e            Antever modificações: ter
                                       
         crise                              um olhar mais amplo
         Enfoque: eu e meu                  Enfoque: minha empresa
                                       
         departamento

                                                                  17
        Denise Ferrari   2008
O que querem de nós?

                                     Desenvolver equipes altamente eficazes
                                 
Planejamento     de Metas
                                   Motivar o grupo para o alcance de metas e
                                 
                                 resultados
Motivação
                                  Aprimorar a comunicação entre os
                                 
                                 membros da equipe
Delegação
                                   Aplicar e receber feedbacks de forma
                                 
                                 adequada
Aconselhamento
                                   Administrar mudanças e situações de stress
                                 
                                 na equipe
Administração    de Conflitos
                                   Integrar pessoas e harmonizar o ambiente
                                 
                                 profissional para aumentar a produtividade,
Retenção    de Talentos
                                 contribuir com a criatividade e inovação no
                                 trabalho e melhorar a qualidade dos produtos
                                 e serviços da sua empresa          18
 Denise Ferrari   2008
Como tornar-se esse profissional...
     Ter um plano e gerenciar sua carreira.


     Conhecer seus pontos fortes e fracos.


     Desenvolver atitudes necessárias para

     atingir o sucesso profissional.
     Participar de associações, eventos,

     clubes => networking.
     Saber criar alternativas para sua

     carreira: consultor, professor,
     empresário?
     Saber buscar novas oportunidades

     profissionais.

           Fazer o que gosta!


                                              19
    Denise Ferrari   2008
Os 7 Hábitos das Pessoas
      Altamente Eficazes
1 Seja pró-ativo              Somos responsáveis por nossas vidas.

2 Tenha um objetivo           Saiba aonde quer chegar.

3 Primeiro o + importante     Organizar e executar conforme as prioridades.

4 Pense ganha-ganha           Buscar o benefício mútuo em todas as relações.

5 Primeiro compreender,       Princípio mais importante das relações
  depois ser compreendido     interpessoais
6 Criar sinergia              É a manifestação de todos os outros hábitos em
                              conjunto.
7 Afine o instrumento         Aprimorar 4 dimensões da vida: material,
                              emocional, intelectual e espiritual.

                                                                         20
      Denise Ferrari   2008
Gestão da DIVERSIDADE

                        Diversidade (Houaiss)
                            substantivo feminino
                        

                            1 qualidade daquilo que é diverso,
                            diferente, variado; variedade
                            2 conjunto variado; multiplicidade


                            3 desacordo, contradição,
                            oposição

                                                        21
Denise Ferrari   2008
Na Wikipedia...
      O termo diversidade diz respeito à variedade e


      convivência de idéias, características ou elementos
      diferentes entre si, em determinado assunto, situação ou
      ambiente.

      A idéia de diversidade está ligada aos conceitos de


      pluralidade, multiplicidade, diferentes ângulos de visão ou
      de abordagem, heterogeneidade e variedade. E, muitas
      vezes, também, pode ser encontrada na comunhão de
      contrários, na intersecção de diferenças, ou ainda, na
      tolerância mútua.


                                                              22
    Denise Ferrari   2008
Quem são?
    Portadores de necessidades especiais


         A lei nº 8.213 de 1991 estipula uma cota de 2% de empregados
     
         portadores de necessidades especiais quando a empresa tem até
         100 funcionários. Quando este número é de 1000 empregados, a
         cota mínima para portadores sobe para 5%.
    Discriminação no trabalho: raça e gênero


         A Constituição (Art. 7º., XXX da CF) proíbe a diferença de salários,
     
         de exercício de funções e de critérios de admissão por motivo de
         sexo, idade, cor ou estado civil.
    Portadores de Doenças Crônicas


         HIV, Diabetes, Cardiopatias...
     




                                                                       23
    Denise Ferrari   2008
Quais são elas?
      Doenças dermatológicas ou deformantes


           Psoríase, Fenda Labial...
       

      Orientação Religiosa


           Muçulmanas usam véu
       

           Judeus com solidéu (guardam o sábado)
       

           Pentecostais
       

      Orientação Sexual


      Diferenças sociais e educacionais


      Intercâmbio cultural





                                                   24
    Denise Ferrari   2008
25
Denise Ferrari   2008
Diversidade / Inclusão?
Hoje, a gestão da diversidade significa inclusão social. !

Dentro do desenvolvimento organizacional, a gestão da
diversidade impulsiona a inovação e é fonte de excelência em
produtos e serviços.
Os profissionais são fontes de informação e conhecimento e
trazem as vantagens da diversidade aliada à gestão estratégica
de recursos humanos.

 “É preciso pensar primeiramente como sendo questão
cultural. ... No mundo atual achamos que pensar diferente é ser
burro. ... É preciso usar o diferente para enxergar novos níveis de
gestão dentro da organização”.       Raquel Kuhn, FDC

                                                             26
 Denise Ferrari   2008
Como integrar?
Viver a diversidade!
      Aprender sobre igualdades e diferenças.


      Compreender, respeitar e valorizar as diferenças


            investir nos pontos fortes
       

            compensar os pontos fracos >>> SINERGIA
       

      “Como se EU fosse o outro”


      Escolas: Projetos de Inclusão e Convivência


      ...





                                                         27
    Denise Ferrari   2008
quot;Trate as pessoas como se elas
  fossem o que poderiam ser
e você as ajudará a se tornarem
  aquilo que são capazes de ser.quot;
                          Goethe (1749 – 1832)



                                                 28
  Denise Ferrari   2008
Bibliografia
        Dica de Leitura – Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes. Disponível em: <http

        ://www.simplessolucoes.com.br/blog>
        DIMENSTEIN, G. Mulheres e negros ainda são discriminados no mercado de

        trabalho. Disponível em:
        <http://www1.folha.uol.com.br/folha/dimenstein/temporeal/gd290801.htm> Acesso em
        27 nov. 2008.
        FARIA, Sueli et al . Competências do profissional da informação: uma reflexão a

        partir da Classificação Brasileira de Ocupações. Ci. Inf. , Brasília, v. 34, n. 2, Aug.
        2005 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?
        script=sci_arttext&pid=S0100-19652005000200003&lng=en&nrm=iso>. Acesso em:
        27 Nov. 2008.
        Gestão de Pessoas. Disponível em: <www.prdu.unicamp.br/gestao

        _por_processos/palestras/Palestra_Gestao_de_Pessoas.pdf> Acesso em 27 nov.2008.
        ITALIANI, F. Gestão de Pessoas- A Principal Ferramenta para o Sucesso. Disponível

        em: <http://www.portaldomarketing.com.br/Artigos/ gestao%20de%20pessoas.htm>
        Acesso em 21nov.2008.




                                                                                  29
    Denise Ferrari   2008
Bibliografia
       KUHN, R. Diversidade é fator competitivo. Disponível em:

       <http://revistavocerh.abril.com.br/noticia/conteudo_297389.shtml> Acesso em 27
       nov.2008.
       MINISTERIO DO TRABALHO E EMPREGO. CBO - Classificação Brasileira de

       Ocupações. Disponível em: <http://www.mtecbo.gov.br/busca/competencias.asp?
       codigo=2521> Acesso em 27 nov. 2008.
       MINISTERIO PÚBLICO DO TRABALHO. In Coordenadoria da discriminação.

       Disponível em: <http://www.pgt.mpt.gov.br/pgtgc/publicacao/engine.wsp?tmp.area
       =259> Acesso em 27 nov. 2008.
       MINISTERIO PÚBLICO FEDERAL. Discriminação Racial no Trabalho. Disponível

       em: <www.prt17.mpt.gov.br/discracialtrab.ppt> Acesso em 27 nov. 2008.
       PsicoRH. Disponível em: <http://www.inclusao.com.br/psicorh/gestao_de_pessoas.htm

       > Acesso em 21nov2008.




                                                                              30
    Denise Ferrari   2008

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
Aula - Estratégias de Gestão Organizacional
Aula - Estratégias de Gestão OrganizacionalAula - Estratégias de Gestão Organizacional
Aula - Estratégias de Gestão Organizacional
 
Gerenciamento de Recrutamento e Seleção
Gerenciamento de Recrutamento e SeleçãoGerenciamento de Recrutamento e Seleção
Gerenciamento de Recrutamento e Seleção
 
Etica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoEtica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de Trabalho
 
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
 
Aula 5 - Teoria das Relações Humanas
Aula 5  - Teoria das Relações HumanasAula 5  - Teoria das Relações Humanas
Aula 5 - Teoria das Relações Humanas
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoas
 
Fundamentos da Administração
Fundamentos da AdministraçãoFundamentos da Administração
Fundamentos da Administração
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Cultura Organizacional
Cultura OrganizacionalCultura Organizacional
Cultura Organizacional
 
Recrutamento e seleção de pessoas
Recrutamento e seleção de pessoasRecrutamento e seleção de pessoas
Recrutamento e seleção de pessoas
 
Introdução de rh
Introdução de rhIntrodução de rh
Introdução de rh
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1   evolução na gestão de pessoasCapítulo 1   evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
 
Fundamentos de administração 1
Fundamentos de administração 1Fundamentos de administração 1
Fundamentos de administração 1
 
Relações humanas
Relações humanasRelações humanas
Relações humanas
 

Destaque

Gestao De Pessoas
Gestao De PessoasGestao De Pessoas
Gestao De Pessoasmartinssoul
 
Caderno - Gestão de Pessoas
Caderno - Gestão de PessoasCaderno - Gestão de Pessoas
Caderno - Gestão de PessoasCadernos PPT
 
Gestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosGestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosRafael Pozzobon
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Wandick Rocha de Aquino
 
Apresentação RH
Apresentação RHApresentação RH
Apresentação RHmmsml
 
Antonio carlos gil gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionais
Antonio carlos gil   gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionaisAntonio carlos gil   gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionais
Antonio carlos gil gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionaisMaiara Santos
 
Gestão por competência
Gestão por competênciaGestão por competência
Gestão por competênciaelimarmelo
 
Slides padrao senac gestao estrategica aula
Slides padrao senac gestao estrategica aulaSlides padrao senac gestao estrategica aula
Slides padrao senac gestao estrategica aulavivianecalmeida
 
Aula Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula   Planejamento Estratégico de PessoasAula   Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula Planejamento Estratégico de PessoasRafael Gonçalves
 
Aula 5 planejamento estratégico de gestão de pessoas
Aula 5   planejamento estratégico de gestão de pessoasAula 5   planejamento estratégico de gestão de pessoas
Aula 5 planejamento estratégico de gestão de pessoasRD COACH
 
Gestão por Competência
Gestão por CompetênciaGestão por Competência
Gestão por Competênciaguest65dc90
 
Gestao de conflitos.ppt
Gestao de conflitos.pptGestao de conflitos.ppt
Gestao de conflitos.pptFtfmatta
 
Estilos de Liderança - Postura do Líder
Estilos de Liderança - Postura do LíderEstilos de Liderança - Postura do Líder
Estilos de Liderança - Postura do LíderRenato Martinelli
 
Liderança e Motivação
Liderança e  MotivaçãoLiderança e  Motivação
Liderança e MotivaçãoVania Cardoso
 
Slides curso online Gestão de rh gestão estratégica de pessoas
Slides curso online Gestão de rh gestão estratégica de pessoasSlides curso online Gestão de rh gestão estratégica de pessoas
Slides curso online Gestão de rh gestão estratégica de pessoasUnichristus Centro Universitário
 
gestão de pessoas e RH
 gestão de pessoas e RH gestão de pessoas e RH
gestão de pessoas e RHLilian Siqueira
 

Destaque (20)

Gestao De Pessoas
Gestao De PessoasGestao De Pessoas
Gestao De Pessoas
 
Caderno - Gestão de Pessoas
Caderno - Gestão de PessoasCaderno - Gestão de Pessoas
Caderno - Gestão de Pessoas
 
Gestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosGestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanos
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
 
Recursos humanos
Recursos humanosRecursos humanos
Recursos humanos
 
Apresentação RH
Apresentação RHApresentação RH
Apresentação RH
 
Antonio carlos gil gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionais
Antonio carlos gil   gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionaisAntonio carlos gil   gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionais
Antonio carlos gil gestão de pessoas; enfoque nos papéis profissionais
 
Gestão por competência
Gestão por competênciaGestão por competência
Gestão por competência
 
6059077 -gestao-de-pessoas
6059077 -gestao-de-pessoas6059077 -gestao-de-pessoas
6059077 -gestao-de-pessoas
 
Gestao de pessoas
Gestao de pessoas Gestao de pessoas
Gestao de pessoas
 
Slides padrao senac gestao estrategica aula
Slides padrao senac gestao estrategica aulaSlides padrao senac gestao estrategica aula
Slides padrao senac gestao estrategica aula
 
Aula Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula   Planejamento Estratégico de PessoasAula   Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula Planejamento Estratégico de Pessoas
 
Aula 5 planejamento estratégico de gestão de pessoas
Aula 5   planejamento estratégico de gestão de pessoasAula 5   planejamento estratégico de gestão de pessoas
Aula 5 planejamento estratégico de gestão de pessoas
 
Gestão por Competência
Gestão por CompetênciaGestão por Competência
Gestão por Competência
 
Gestao de conflitos.ppt
Gestao de conflitos.pptGestao de conflitos.ppt
Gestao de conflitos.ppt
 
Estilos de Liderança - Postura do Líder
Estilos de Liderança - Postura do LíderEstilos de Liderança - Postura do Líder
Estilos de Liderança - Postura do Líder
 
Curso Gestão de Conflitos
Curso Gestão de ConflitosCurso Gestão de Conflitos
Curso Gestão de Conflitos
 
Liderança e Motivação
Liderança e  MotivaçãoLiderança e  Motivação
Liderança e Motivação
 
Slides curso online Gestão de rh gestão estratégica de pessoas
Slides curso online Gestão de rh gestão estratégica de pessoasSlides curso online Gestão de rh gestão estratégica de pessoas
Slides curso online Gestão de rh gestão estratégica de pessoas
 
gestão de pessoas e RH
 gestão de pessoas e RH gestão de pessoas e RH
gestão de pessoas e RH
 

Semelhante a GestãO Pessoas.Ppt

Liderança empreendedora 2013 bb
Liderança empreendedora 2013 bbLiderança empreendedora 2013 bb
Liderança empreendedora 2013 bbtaraujoh1
 
Administração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e PráticaAdministração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e PráticaÉrlei Araújo
 
Treinamento O Papel do Líder na Gestão
Treinamento O Papel do Líder na GestãoTreinamento O Papel do Líder na Gestão
Treinamento O Papel do Líder na GestãoGrupo E. Fabris
 
Empreendedorismo Corporativo - Modelo de implantação
Empreendedorismo Corporativo - Modelo de implantaçãoEmpreendedorismo Corporativo - Modelo de implantação
Empreendedorismo Corporativo - Modelo de implantaçãojosedornelas
 
Aula 0 competência, habilidade e atitude
Aula 0   competência, habilidade e atitudeAula 0   competência, habilidade e atitude
Aula 0 competência, habilidade e atitudeRAFAELA BRUGGER
 
Aula 0 competência, habilidade e atitude (1)
Aula 0   competência, habilidade e atitude (1)Aula 0   competência, habilidade e atitude (1)
Aula 0 competência, habilidade e atitude (1)RAFAELA BRUGGER
 
Ri aula 2 competências essenciais - gestão e resistências
Ri aula 2 competências essenciais - gestão e resistênciasRi aula 2 competências essenciais - gestão e resistências
Ri aula 2 competências essenciais - gestão e resistênciaszeusi9iuto
 
Intraempreendedorismo: Inovação e Benefícios
Intraempreendedorismo: Inovação e BenefíciosIntraempreendedorismo: Inovação e Benefícios
Intraempreendedorismo: Inovação e BenefíciosReginaldo Dal`Bó
 
Aula -gestão_por_competências
Aula  -gestão_por_competênciasAula  -gestão_por_competências
Aula -gestão_por_competênciasCicero Feitosa
 
Lideranca desafios tendencias em lideranca
Lideranca desafios tendencias em liderancaLideranca desafios tendencias em lideranca
Lideranca desafios tendencias em liderancaAldo Bianco
 
Administração: teoria e prática na formação profissional
Administração: teoria e prática na formação profissionalAdministração: teoria e prática na formação profissional
Administração: teoria e prática na formação profissionalÉrlei Araújo
 
Instituto Interagir
Instituto InteragirInstituto Interagir
Instituto InteragirGrupo DSRH
 
Professora Conceição Lacerda - Liderança
Professora Conceição Lacerda - LiderançaProfessora Conceição Lacerda - Liderança
Professora Conceição Lacerda - LiderançaFernando Oliveira
 

Semelhante a GestãO Pessoas.Ppt (20)

Liderança empreendedora 2013 bb
Liderança empreendedora 2013 bbLiderança empreendedora 2013 bb
Liderança empreendedora 2013 bb
 
Administração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e PráticaAdministração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e Prática
 
Treinamento O Papel do Líder na Gestão
Treinamento O Papel do Líder na GestãoTreinamento O Papel do Líder na Gestão
Treinamento O Papel do Líder na Gestão
 
O Grande Líder
O Grande LíderO Grande Líder
O Grande Líder
 
Empreendedorismo Corporativo - Modelo de implantação
Empreendedorismo Corporativo - Modelo de implantaçãoEmpreendedorismo Corporativo - Modelo de implantação
Empreendedorismo Corporativo - Modelo de implantação
 
Aula 0 competência, habilidade e atitude
Aula 0   competência, habilidade e atitudeAula 0   competência, habilidade e atitude
Aula 0 competência, habilidade e atitude
 
Aula 0 competência, habilidade e atitude (1)
Aula 0   competência, habilidade e atitude (1)Aula 0   competência, habilidade e atitude (1)
Aula 0 competência, habilidade e atitude (1)
 
Ri aula 2 competências essenciais - gestão e resistências
Ri aula 2 competências essenciais - gestão e resistênciasRi aula 2 competências essenciais - gestão e resistências
Ri aula 2 competências essenciais - gestão e resistências
 
Intraempreendedorismo: Inovação e Benefícios
Intraempreendedorismo: Inovação e BenefíciosIntraempreendedorismo: Inovação e Benefícios
Intraempreendedorismo: Inovação e Benefícios
 
I Fórum Gomes de Matos - Um guia para o comprometimento
I Fórum Gomes de Matos - Um guia para o comprometimentoI Fórum Gomes de Matos - Um guia para o comprometimento
I Fórum Gomes de Matos - Um guia para o comprometimento
 
Aula -gestão_por_competências
Aula  -gestão_por_competênciasAula  -gestão_por_competências
Aula -gestão_por_competências
 
TD Treinamento & Desenvolvimento
TD Treinamento & Desenvolvimento TD Treinamento & Desenvolvimento
TD Treinamento & Desenvolvimento
 
Lideranca desafios tendencias em lideranca
Lideranca desafios tendencias em liderancaLideranca desafios tendencias em lideranca
Lideranca desafios tendencias em lideranca
 
Curso Liderança para a Inovação Patriciasafreire
Curso Liderança para a Inovação PatriciasafreireCurso Liderança para a Inovação Patriciasafreire
Curso Liderança para a Inovação Patriciasafreire
 
Administração: teoria e prática na formação profissional
Administração: teoria e prática na formação profissionalAdministração: teoria e prática na formação profissional
Administração: teoria e prática na formação profissional
 
SARH - portfólio e artigos
SARH - portfólio e artigosSARH - portfólio e artigos
SARH - portfólio e artigos
 
Competencia lideranca pessoas prof. farah
Competencia lideranca pessoas prof. farahCompetencia lideranca pessoas prof. farah
Competencia lideranca pessoas prof. farah
 
Instituto Interagir
Instituto InteragirInstituto Interagir
Instituto Interagir
 
Cafe pessoas 15_jun_ricardo_farah
Cafe pessoas 15_jun_ricardo_farahCafe pessoas 15_jun_ricardo_farah
Cafe pessoas 15_jun_ricardo_farah
 
Professora Conceição Lacerda - Liderança
Professora Conceição Lacerda - LiderançaProfessora Conceição Lacerda - Liderança
Professora Conceição Lacerda - Liderança
 

Último

Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 

Último (20)

Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 

GestãO Pessoas.Ppt

  • 2. Gestão de Pessoas: o que é isso? Conjunto de políticas e práticas “ definidas de uma organização para orientar o comportamento humano e as relações interpessoais no ambiente de trabalho.” Fisher e Fleury (1998) 2 Denise Ferrari 2008
  • 3. Como já foi... Até 1930: visão contábil  De 1930 a 1950: leis trabalhistas  CLT em 1943  De 1950 a 1965: visão técnica  Treinamento, R&S, cargos e salários, benefícios  De 1965 a 1985: visão administrativa  Sindicatos regem os indivíduos e as relações  3 Denise Ferrari 2008
  • 4. Como é hoje De 1985 até hoje: visão estratégica  Objetiva aumentar a sinergia entre os colaboradores e  integrar os sistemas de suporte As pessoas e as situações de trabalho diferem de uma empresa para outra, de um país para outro e por isso precisamos estar atentos as tendências do mercado e especialmente às pessoas - clientes internos e externos - que estão conosco. 4 Denise Ferrari 2008
  • 5. Trabalhamos com gente! Pessoas são capazes de conduzir a empresa a seus  objetivos estratégicos, gerando mudanças, riqueza e valor. Os seres humanos são a chave do sucesso ou do  fracasso das estratégias inovadoras de uma organização. Os processos e a tecnologia são necessários para transformar uma empresa mas são as pessoas que dão vida a esses aspectos. 5 Denise Ferrari 2008
  • 6. Walt Disney 1901- 1966 'Você pode sonhar, projetar, criar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo, mas é preciso pessoas para tornar o sonho realidade' 6 Denise Ferrari 2008
  • 7. Competências: o quê é isso? O aperfeiçoamento das habilidades técnicas e  específicas ao desempenho das tarefas operacionais do cargo. (Frederick TAYLOR, cerca de 1910: ênfase no trabalho) “... é o conjunto de conhecimentos, habilidades,  tecnologias, sistemas físicos, gerenciais e valores que geram diferencial competitivo para a organização.” (PRAHALAD & HAMEL, 1990) 7 Denise Ferrari 2008
  • 8. Competências: o quê é isso? “... é o conjunto de conhecimentos, habilidades e  atitudes interdependentes e necessárias à consecução de determinado propósito.” (DURAND, 1998) “... um saber agir responsável e reconhecido, que  implica mobilizar, integrar, transferir conhecimentos, recursos, habilidades, que agreguem valor econômico à organização e valor social ao indivíduo.” (Fleury, 2000) 8 Denise Ferrari 2008
  • 9. Competências são Diferentes? Competência Humana > Comprometimento Conhecimentos, habilidades e atitudes requeridos pelos diferentes níveis de gestão para atingir os objetivos específicos de cada função. Competência Corporativa > Habilidade Conjunto de qualificações e tecnologias essenciais de difícil imitação por parte dos concorrentes e necessárias para o atingimento dos objetivos estratégicos. 9 Denise Ferrari 2008
  • 10. Para que servem? Objetivos Planos de ação Decisões Competências Pessoais e Corporativas 10 Denise Ferrari 2008
  • 11. Gestão de Pessoas por COMPETÊNCIAS Implementar ações que permitam conhecer, potencializar,  integrar e subsidiar a gestão das competências individuais e institucionais visando a auto-realização das pessoas e a excelência no cumprimento da missão institucional. 11 Denise Ferrari 2008
  • 12. Competências Individuais PROATIVIDADE COMUNICAÇÃO APRENDIZAGEM VISÃO LIDERANÇA ESTRATÉGICA CAPACIDADE CONHECIMENTOS ADAPTABILIDADE DE ANÁLISE ESPECÍFICOS TRABALHO NEGOCI AÇÃO EM EQUIPE 12 Denise Ferrari 2008
  • 13. ... são sempre iguais? 2521=Administradores Agir com iniciativa Demonstrar capacidade de 2. 1. comunicação Demonstrar liderança 3. Demonstrar capacidade de análise Demonstrar capacidade de 2. 4. síntese Administrar conflitos 3. Demonstrar capacidade de Demonstrar raciocínio abstrato 5. 4. negociação Trabalhar em equipe 5. Demonstrar raciocínio Demonstrar espírito 6. 6. lógico empreendedor Demonstrar capacidade de Demonstrar visão crítica 7. 7. decisão 13 Denise Ferrari 2008
  • 14. Desdobramento de Competências Fonte: Faria, S. (2005) 14 Denise Ferrari 2008
  • 15. Competências: Fonte: Faria, S. (2005) CBO x Organizações Fonte: Faria, S. (2005) 15 Denise Ferrari 2008
  • 16. O Mercado e as Empresas Antes: estabilidade Hoje: mudanças   Estratégia é vista como Estratégia: abordagem de   “linha de montagem” contingência Maximizam controle Maximizam velocidade,   interno e ordem flexibilidade e inovação Protegem-se contra a Protegem-se contra a   variação: auditoria e obsolescência e disciplina ignorância Lutas de poder entre Tem altos níveis de   níveis e unidades comunicação, colaboração e inovação entre níveis ! 16 Denise Ferrari 2008
  • 17. Um novo Modelo de Liderança Antes Futuro Líder   Ser um chefe Ser um coach e facilitador   Controlar as pessoas Empowerment   Centralizar a autoridade Distribuir a liderança   Estabelecer objetivos Conciliar visão e estratégia   Dirigir com regras e Guiar com valores   regulamentos compartilhados Confrontar e combater Colaborar e unificar   Mudar por necessidade e Antever modificações: ter   crise um olhar mais amplo Enfoque: eu e meu Enfoque: minha empresa   departamento 17 Denise Ferrari 2008
  • 18. O que querem de nós? Desenvolver equipes altamente eficazes  Planejamento de Metas Motivar o grupo para o alcance de metas e  resultados Motivação Aprimorar a comunicação entre os  membros da equipe Delegação Aplicar e receber feedbacks de forma  adequada Aconselhamento Administrar mudanças e situações de stress  na equipe Administração de Conflitos Integrar pessoas e harmonizar o ambiente  profissional para aumentar a produtividade, Retenção de Talentos contribuir com a criatividade e inovação no trabalho e melhorar a qualidade dos produtos e serviços da sua empresa 18 Denise Ferrari 2008
  • 19. Como tornar-se esse profissional... Ter um plano e gerenciar sua carreira.  Conhecer seus pontos fortes e fracos.  Desenvolver atitudes necessárias para  atingir o sucesso profissional. Participar de associações, eventos,  clubes => networking. Saber criar alternativas para sua  carreira: consultor, professor, empresário? Saber buscar novas oportunidades  profissionais. Fazer o que gosta! 19 Denise Ferrari 2008
  • 20. Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes 1 Seja pró-ativo Somos responsáveis por nossas vidas. 2 Tenha um objetivo Saiba aonde quer chegar. 3 Primeiro o + importante Organizar e executar conforme as prioridades. 4 Pense ganha-ganha Buscar o benefício mútuo em todas as relações. 5 Primeiro compreender, Princípio mais importante das relações depois ser compreendido interpessoais 6 Criar sinergia É a manifestação de todos os outros hábitos em conjunto. 7 Afine o instrumento Aprimorar 4 dimensões da vida: material, emocional, intelectual e espiritual. 20 Denise Ferrari 2008
  • 21. Gestão da DIVERSIDADE Diversidade (Houaiss) substantivo feminino  1 qualidade daquilo que é diverso, diferente, variado; variedade 2 conjunto variado; multiplicidade 3 desacordo, contradição, oposição 21 Denise Ferrari 2008
  • 22. Na Wikipedia... O termo diversidade diz respeito à variedade e  convivência de idéias, características ou elementos diferentes entre si, em determinado assunto, situação ou ambiente. A idéia de diversidade está ligada aos conceitos de  pluralidade, multiplicidade, diferentes ângulos de visão ou de abordagem, heterogeneidade e variedade. E, muitas vezes, também, pode ser encontrada na comunhão de contrários, na intersecção de diferenças, ou ainda, na tolerância mútua. 22 Denise Ferrari 2008
  • 23. Quem são? Portadores de necessidades especiais  A lei nº 8.213 de 1991 estipula uma cota de 2% de empregados  portadores de necessidades especiais quando a empresa tem até 100 funcionários. Quando este número é de 1000 empregados, a cota mínima para portadores sobe para 5%. Discriminação no trabalho: raça e gênero  A Constituição (Art. 7º., XXX da CF) proíbe a diferença de salários,  de exercício de funções e de critérios de admissão por motivo de sexo, idade, cor ou estado civil. Portadores de Doenças Crônicas  HIV, Diabetes, Cardiopatias...  23 Denise Ferrari 2008
  • 24. Quais são elas? Doenças dermatológicas ou deformantes  Psoríase, Fenda Labial...  Orientação Religiosa  Muçulmanas usam véu  Judeus com solidéu (guardam o sábado)  Pentecostais  Orientação Sexual  Diferenças sociais e educacionais  Intercâmbio cultural  24 Denise Ferrari 2008
  • 26. Diversidade / Inclusão? Hoje, a gestão da diversidade significa inclusão social. ! Dentro do desenvolvimento organizacional, a gestão da diversidade impulsiona a inovação e é fonte de excelência em produtos e serviços. Os profissionais são fontes de informação e conhecimento e trazem as vantagens da diversidade aliada à gestão estratégica de recursos humanos. “É preciso pensar primeiramente como sendo questão cultural. ... No mundo atual achamos que pensar diferente é ser burro. ... É preciso usar o diferente para enxergar novos níveis de gestão dentro da organização”. Raquel Kuhn, FDC 26 Denise Ferrari 2008
  • 27. Como integrar? Viver a diversidade! Aprender sobre igualdades e diferenças.  Compreender, respeitar e valorizar as diferenças  investir nos pontos fortes  compensar os pontos fracos >>> SINERGIA  “Como se EU fosse o outro”  Escolas: Projetos de Inclusão e Convivência  ...  27 Denise Ferrari 2008
  • 28. quot;Trate as pessoas como se elas fossem o que poderiam ser e você as ajudará a se tornarem aquilo que são capazes de ser.quot; Goethe (1749 – 1832) 28 Denise Ferrari 2008
  • 29. Bibliografia Dica de Leitura – Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes. Disponível em: <http  ://www.simplessolucoes.com.br/blog> DIMENSTEIN, G. Mulheres e negros ainda são discriminados no mercado de  trabalho. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folha/dimenstein/temporeal/gd290801.htm> Acesso em 27 nov. 2008. FARIA, Sueli et al . Competências do profissional da informação: uma reflexão a  partir da Classificação Brasileira de Ocupações. Ci. Inf. , Brasília, v. 34, n. 2, Aug. 2005 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php? script=sci_arttext&pid=S0100-19652005000200003&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 27 Nov. 2008. Gestão de Pessoas. Disponível em: <www.prdu.unicamp.br/gestao  _por_processos/palestras/Palestra_Gestao_de_Pessoas.pdf> Acesso em 27 nov.2008. ITALIANI, F. Gestão de Pessoas- A Principal Ferramenta para o Sucesso. Disponível  em: <http://www.portaldomarketing.com.br/Artigos/ gestao%20de%20pessoas.htm> Acesso em 21nov.2008. 29 Denise Ferrari 2008
  • 30. Bibliografia KUHN, R. Diversidade é fator competitivo. Disponível em:  <http://revistavocerh.abril.com.br/noticia/conteudo_297389.shtml> Acesso em 27 nov.2008. MINISTERIO DO TRABALHO E EMPREGO. CBO - Classificação Brasileira de  Ocupações. Disponível em: <http://www.mtecbo.gov.br/busca/competencias.asp? codigo=2521> Acesso em 27 nov. 2008. MINISTERIO PÚBLICO DO TRABALHO. In Coordenadoria da discriminação.  Disponível em: <http://www.pgt.mpt.gov.br/pgtgc/publicacao/engine.wsp?tmp.area =259> Acesso em 27 nov. 2008. MINISTERIO PÚBLICO FEDERAL. Discriminação Racial no Trabalho. Disponível  em: <www.prt17.mpt.gov.br/discracialtrab.ppt> Acesso em 27 nov. 2008. PsicoRH. Disponível em: <http://www.inclusao.com.br/psicorh/gestao_de_pessoas.htm  > Acesso em 21nov2008. 30 Denise Ferrari 2008