ANUARIO_INDT_2009

158 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

ANUARIO_INDT_2009

  1. 1. ANUÁRIOINdT09 ANUÁRIOINdT2009 indt.org.br
  2. 2. Manaus Av. Torquato Tapajós, 7200 Col. Terra Nova CEP: 69048-660 Tel: +55 92 2126-1000 Brasília SCS Quadra 01 Bloco F Ed. Camargo Corrêa - 6º andar CEP: 70397-900 Tel: +55 61 2102-0800 Recife R. Antonio Lumack do Monte, 96 Salas 801 e 802 - 8º andar CEP: 51020-350 Tel: +55 81 3087-9999 São Paulo Av. Nações Unidas, 12.551 17º andar sala 1715 CEP: 04578-000 Tel: +55 11 3443-7400 SEDE ENDEREÇOS ANUÁRIO INDT | 0302
  3. 3. 48 Tecnologias 88 Gestão da Inovação 74 Colaboração 07 Mensagem do Presidente 136 Quem Somos 08 DNA de Inovação 26 Produtos 34 Ferramentas 94 Tecnologias Sociais 104 Ações Promocionais 120 Publicações 116 Rede de Inovação 128 Formação de Competências 80 Consultorias e Certificações SUMÁRIO 04
  4. 4. ANUÁRIO INDT | 0706 Enquanto você nos lê, é bem provável que exista algum telefone celular ou dispositivo móvel ao alcance de suas mãos, permitindo que você estabeleça contato com qualquer pessoa neste planeta. Além das chamadas por voz, este mesmo aparelho permite que você produza fotos e vídeos, leia e envie e-mails, acesse a Internet, participe de redes sociais ou de jogos com pessoas de outros países, localize-se por mapas de satélite, efetue videochamadas ou tenha acesso a uma infinidade de outros serviços. Em pouco mais de uma década, foram expressivos os avanços nas tecnologias móveis, multiplicando suas possibilidades de comunicação. Em um futuro muito próximo, as melhorias nas infraestruturas de redes, na capacidade de baterias e de memória, na velocidade de processamento e até mesmo na adoção em larga escala de circuitos e displays flexíveis revolucionarão ainda mais o seu modo de interagir com o mundo à sua volta por meio desses dispositivos. A incorporação de ferramentas de redes sociais e de sensores, ampliando o número de serviços móveis sensíveis ao contexto, tornará esta tecnologia ainda mais humana, conectando mais pessoas e trazendo profundas mudanças ao nosso cotidiano. Nos bastidores deste processo de descoberta e de revolução tecnológica, há um intenso trabalho de pesquisa e desenvolvimento, do qual faz parte o Instituto Nokia de Tecnologia (INdT). O INdT desenvolve soluções inovadoras para diversas áreas relacionadas aos dispositivos móveis e Internet, desde a promoção de melhorias nas tecnologias de produto e manufatura até a geração de saltos de qualidade nas intangíveis tecnologias de rede. Nossas inovações também são percebidas no desenvolvimento de novas formas de interação com os dispositivos móveis e na criação de aplicações e serviços diferenciados, que podem até salvar vidas. Nossos laboratórios de classe mundial e o alto nível técnico de nossos colaboradores são frutos de investimentos consistentes e de longo prazo na formação de competências em nossas unidades em Manaus, Brasília, Recife e São Paulo. Através de uma rede de inovação com empresas e universidades, compartilhamos o conhecimento de nossos pesquisadores com estudantes e profissionais de diversas cidades do Brasil, onde promovemos ações de capacitação. Assim, os recursos da Lei de Informática são aplicados na formação de capital intelectual para o Pólo Industrial de Manaus e na elaboração de projetos de Pesquisa e Desenvolvimento em tecnologias móveis e Internet. Para a manutenção das outras unidades do INdT, a Nokia Brasil e Global tem investido recursos próprios que também permitem que estes benefícios sejam estendidos a todo o ecossistema tecnológico do país. Diariamente, respiramos o processo de descoberta, maturação e desenvolvimento tecnológico: a inovação faz parte do nosso DNA. Com bastante entusiasmo, apresentamos nas próximas páginas deste anuário nossos resultados alcançados em 2009 neste universo tão rico e promissor: projetos, publicações científicas, tecnologias, ferramentas, redes de inovação, entre outros frutos. Nossas conquistas situam-se na vanguarda tecnológica na área e antecipam tendências e possibilidades que, muito em breve, caberão no seu bolso. MENSAGEM DO PRESIDENTE Geraldo Feitoza Presidente do INdT
  5. 5. DNA DE INOVAÇÃO A inovação está no DNA do INdT, um centro de pesquisa e desenvolvimento sem fins lucrativos, focado na geração de novos conceitos, produtos e soluções para áreas relacionadas com tecnologias móveis e Internet. Conheça as pessoas, o processo e os recursos que tornam possível a transformação de ideias em soluções finais com valor.
  6. 6. Organização com DNA formado por pesquisa, desenvolvimento e inovação INSTITUTO NOKIA DE TECNOLOGIA A inovação está no DNA do INdT, um centro de pesquisa e desenvolvimento (P&D) sem fins lucrativos que visa a gerar novos conceitos, produtos e soluções para áreas ligadas às tecnologias móveis e Internet. O INdT possui times multidisciplinares organizados em quatro unidades. Unidades de Software e Interfaces de Usuário; Tecnologias de Rede; Tecnologias de Produto e Manufatura; e Experiência em Serviços. Os resultados da pesquisa e desenvolvimento aplicados nessas áreas culminam na geração de valor substancial aos produtos e serviços entregues aos clientes. O que faz O INdT alia a disponibilidade de laboratórios de ponta com a capacidade de profissionais qualificados e focados no desenvolvimento de soluções de abrangência mundial com impacto no Brasil. Com foco na excelência, o INdT atua em pesquisa aplicada e desenvolvimento de soluções de alto valor agregado para seus parceiros, onde a eficiência operacional e qualidade dos resultados são vinculadas a algum tipo de benefício para a sociedade. Por acreditar no poder de compartilhar conhecimento, o INdT promove treinamentos, eventos técnico-científicos e trabalha em parceria com universidades, alavancando competências locais em tecnologias móveis e Internet. Alinhados com as atuais necessidades por produtos considerados ecologicamente corretos e por tecnologias mais humanas, desenvolve projetos voltados à sustentabilidade e que contam com o envolvimento da comunidade. Desde sua criação, o INdT vivencia a cultura de inovação aliada à entrega de valor aos nossos parceiros e colaboradores. Como faz O INdT gera grandes oportunidades para seus clientes, graças à multidisciplinaridade da sua equipe e ao alinhamento com o estado da arte em tendências mercadológicas e tecnológicas. Suas atividades de P&D são orientadas para o mercado e para os interesses de seus parceiros. Sua produção de conhecimento é materializada através de publicações científicas, relatórios técnicos, especificações para órgãos de padronização e patentes. Dessa forma, o INdT constrói sua reputação na comunidade científica mundial, fornecendo produtos científicos tangíveis e de representação positiva para o Brasil e para região amazônica. O objetivo é otimizar e aplicar as melhores práticas de Gestão de Projetos e promover uma rede colaborativa com universidades e outras empresas, beneficiando todo o ecossistema de tecnologias móveis e de Internet. Também compõe o seu portfólio de competências as pesquisas de campo e etnográficas para entender as necessidades do consumidor e criar soluções surpreendentes. A paixão por inovação mobiliza o INdT: as melhores ideias são premiadas e recursos exclusivos são destinados à sua execução. Onde está O INdT tem quatro centros de operação no Brasil. O maior grupo de pesquisadores está em Manaus, trabalhando em cooperação com os times localizados nas outras unidades: em Brasília, Recife e São Paulo. Visando promover a transferência de tecnologia, alguns pesquisadores do INdT trabalham em sedes da Nokia fora do Brasil, incluindo no México e na Espanha. Valores fundamentais São quatro os valores que norteiam a ações do INdT: Respeito pelas pessoas é um princípio fundamental implícito em todas as atitudes. Isto inclui criar um ambiente que permita a livre expressão de ideias e percepções. O INdT valoriza esse princípio, baseado-se no valor da integridade e confiança. O ambiente em que o INdT está inserido apresenta-se em constante evolução. Apenas com idéias verdadeiramente inovadoras será possível desempenhar o trabalho da melhor forma possível. O INdT está focado em atender a expectativa e necessidade do cliente, comprometidos com a produção de soluções, produtos e serviços de alta qualidade. O INdT compromete-se a produzir soluções e serviços de alta qualidade. Esta é a prática de relacionar estratégia com a realidade, alinhando as atividades dos profissionais com os objetivos negociados, em tempo útil. RESPEITO EXECUÇÃOAPRENDIZAGEM CONTÍNUA SATISFAÇÃO DO CLIENTE DNA DE INOVAÇÃO | 1110
  7. 7. Estratégia que estimula a habilidade de inovar GESTÃO PELA INOVAÇÃO O Sistema de Gestão da Inovação busca promover a criação de um ambiente onde a inovação acontece naturalmente e é parte do dia-a-dia de seus colaboradores. Esta cultura é vivenciada por todos ligados ao Instituto, em uma atmosfera de paixão por inovação. Entre os objetivos dessa iniciativa está elevar o potencial da capacidade de inovar nas pessoas, seja no ambiente interno ou junto aos parceiros. Como incentivo a essa prática diária, o INdT possui recursos exclusivos para iniciar projetos baseados em inovação e premia as contribuições mais inovadoras. Também foram realizados treinamentos em inovação e formação de especialistas pela Unicamp. A expectativa é que o INdT seja reconhecido como ator expressivo nesse setor junto à comunidade científica de P&D no Brasil e no mundo. Conheça as etapas pelas quais as ideias passam até se transformarem em solução final: 1 - Uma vez que a ideia é documentada, ela entra no Funil de Inovação. 2 - Especialistas avaliam a viabilidade da proposta e decidem se ela é aprovada para o outro estágio ou se vai para o Banco de Ideias. 3 - No terceiro estágio, as propostas aprovadas passam por uma etapa de refinamento, na qual é preparado um documento mais completo chamado de Plano de Negócios que será avaliado pelo Grupo Diretor de Inovação. 4 - As propostas aprovadas recebem uma premiação. Se for necessário, deve ser desenvolvido um protótipo. 5 - Na fase de desenvolvimento, a proposta será documentada e executada de acordo com o processo de Gestão de Projetos do INdT. 6 - Na disponibilização da solução, o cliente dará o aceite do produto ou processo e o projeto será encerrado. 7 - Para que uma invenção vire patente no INdT, ela é avaliada pelo Comitê de Análise de Invenções da Nokia Corporation, sediado na Finlândia. Nessa fase, são realizados controles de confidencialidade, atualização e acompanhamento das invenções submetidas à Nokia no que se refere à aprovação e registro das mesmas. 8 - Na avaliação do processo são verificadas as lições aprendidas e se o produto ou processo teve aceitação no mercado. 9 - As propostas do Banco de Ideias poderão ser revisitadas. Funil de Inovação Como parte do processo de desenvolvimento de ideias, o Instituto aplica o Funil de Inovação, ferramenta utilizada na gestão de conceitos e inovação que parte do princípio de que, a partir da geração, desenvolvimento, teste e experimentações de um amplo conjunto de ideias, é possível encontrar propostas com maior potencial de se tornarem soluções inovadoras. O Funil ilustra essa relação. Parte-se de um grande número de ideias, que demandam poucos recursos, e segue-se com a redução de projetos ao longo do ciclo e o aumento dos recursos aplicados aos que transpassaram as várias fases do funil. Nada se perde. Mesmo as ideias que não evoluíram num primeiro momento são armazenadas e podem voltar a prosperar em um novo contexto. Para o INdT, inovação é tudo o que você faz de uma forma diferente que gera valor adicional ao cliente, à instituição ou à sociedade. A inovação pode vir de qualquer lugar e está sempre relacionada às pessoas. Já no âmbito da pesquisa e desenvolvimento, inovações são as soluções técnicas inventivas, genuinamente novas, que adicionam valor para os clientes. Isso está em nosso DNA Ana Sena, coordenadora de inovação DNA DE INOVAÇÃO | 1312
  8. 8. Padrões internacionais ampliam e promovem excelência GESTÃO DA QUALIDADE Há três anos, o INdT começou a implementar seu Sistema de Gestão da Qualidade. A ideia era padronizar e esclarecer os processos, promover treinamentos e criar procedimentos para ampliar a excelência dos serviços prestados pelo Instituto. Um ano depois, a unidade de Manaus já estava certificada na ISO 9001. Em 2008, todas as unidades (incluindo Brasília, Recife e São Paulo) possuíam a certificação. Hoje, os processos estão definidos frente aos funcionários e foi possível focar na melhoria contínua e na relação com o cliente, reunindo alguns resultados positivos. Pioneirismo na utilização da metodologia Scrum O INdT possui hoje uma maior conscientização sobre o que é a certificação ISO 9001 e a gestão da qualidade. O processo de implementação do novo conceito não foi simples, mas foi facilitado pela inclusão do Scrum, sistema de gestão de projetos que incorporou os elementos da ISO. O INdT é a primeira instituição certificada pela ISO 9001 com instruções do Scrum completamente por escrito. Entre os pontos de melhoria identificados, destaca-se a produção de documentação formal, entre outros itens, transformando uma norma obrigatória em atividade cotidiana e transparente. Hoje, até as lições aprendidas são documentadas, e o relacionamento com o cliente está mais seguro e transparente. Homogeneidade que melhora a relação com o cliente A certificação da ISO 9001 homogeneizou a forma de gestão de projetos. Anteriormente, cada gerente de projeto possuía um documento diferente. Hoje o processo está mais fácil. Sabe-se onde procurar as informações. A certificação também influenciou a visão do cliente sobre as entregas do INdT. Consequentemente, a comunicação com o cliente ficou mais direta. Com o processo melhor estabelecido, os riscos são avaliados junto com o cliente, que divide as responsabilidades das decisões com o INdT. Procedimentos que constroem projetos bem sucedidos Após a introdução os conceitos da norma ISO 9001, os projetos do INdT são controlados e desenvolvidos seguindo-se procedimentos aprovados. Há, por exemplo, mais atenção nas questões não-técnicas do projeto e melhor controle de gastos previstos no orçamento e do faturamento de serviços. Diante de auditorias internas e externas, a documentação dos projetos é mantida em dia, o que ajuda a diretoria a ter uma visão do andamento de cada um praticamente em tempo real. Há também a possibilidade de incluir novos focos de atenção que antes não existiam, como evitar os mesmos erros praticados em projetos similares anteriores, por meio da consulta das lições aprendidas. Além disso, passou- se a aplicar maior controle do escopo e do custo dos projetos, evitando-se envidar esforços os quais não foram solicitados ou negociados com o cliente. A consequência disso são projetos com maior probabilidade de terminar com sucesso, escopos melhor elaborados e, consequentemente, satisfação por parte do cliente. Mais autonomia Com o trabalho de preparação para a certificação ISO, o INdT pode revisar criticamente seus procedimentos de trabalho, documentados ou não, trazendo mais padronização ao trabalho realizado, maior grau de controle sobre as informações relevantes e maior entendimento das pessoas do time acerca da questão da qualidade. Hoje, os funcionários entendem melhor os processos e os consideram mais transparentes. Quando cabível, tomam mais decisões sozinhos, agora fundamentados em procedimentos documentados. DNA DE INOVAÇÃO | 1514
  9. 9. Laboratórios que se destacam pela alta tecnologia e grandes competências INFRAESTRUTURA DE REFERÊNCIA MUNDIAL Bases muito fortes explicam por que o INdT vem se consolidando como uma das principais instituições de pesquisa e desenvolvimento no setor da telefonia móvel e internet. O grande parceiro da Nokia, destaca-se não apenas pela qualidade de produtos e serviços e pela competência de seus profissionais, mas também pela alta tecnologia de seus laboratórios os quais dispõem, inclusive, de alguns equipamentos com exclusividade no Brasil. Passeie por algumas dessas estruturas que constituem o ambiente ideal para promover a inovação. DNA DE INOVAÇÃO | 1716
  10. 10. O INdT está equipado com laboratórios de classe mundial e muitos de seus equipamentos e testes são exclusivos no Brasil. O laboratório de Tecnologias de Produto e Manufatura é formado por uma equipe multidisciplinar, que engloba engenheiros mecânicos, de materiais, químicos, eletrônicos, de computação e técnicos especializados. Suas instalações, localizadas em Manaus, são palco para pesquisas em análise de falhas, caracterização de materiais, testes acelerados de produtos eletrônicos, metrologia industrial, eletrônica, ensaios mecânicos, prototipagem rápida e colorimetria, entre outros. A estrutura de alto nível conta com câmaras climáticas, analisador de Raios-X, equipamentos para medições e prevenção a danos por descargas eletrostáticas e para prototipagem rápida, microscópios óticos e digitais, equipamentos para caracterização de materiais e para ensaios mecânicos, além do Drop Tester, patenteado pelo INdT em parceria com a Fucapi, e considerado o equipamento mais confiável deste tipo pela Nokia global. Nosso propósito é gerar conhecimento, viabilizar soluções para atender às necessidades de nossos clientes e dar suporte aos seus processos e produtos de acordo com padrões internacionais José Gaston, Gerente da Área de Mecânica de Hardware, Design e Qualidade. Drop Tester: câmera de alta velocidade e sensores capturam as defor- mações causadas pelo impacto da queda dos aparelhos. Análise dos testes garante alta durabilidade. A Prototipagem Rápida é uma tecnologia que otimiza o trabalho dos profissionais que atuam na criação de um produto novo para o mercado. Através dela, em poucas horas, é possível ter nas mãos um protótipo de um projeto. Este serviço é um dos destaques no INdT de Manaus, que está operando com o FDM (Fused Deposition Modeling) 400 MC, um equipamento que produz peças a partir de conceitos, utilizando o termoplástico ABS M30. Na prática, o processo pode ser comparado a uma impressão 3D. Este equipamento transforma formatos digitais produzidos em 3D em peças plásticas com riqueza de detalhes técnicos. Desde quando foi implantado, o FDM 400 MC já produziu grande variedade de conjuntos de protótipos, compostos por dezenas de peças e micropeças. Prototipagem que antecipa resultados CAMPO DE PROVAS MULTIDISCIPLINAR Testes garantem alta confiabilidade de produtos DNA DE INOVAÇÃO | 1918
  11. 11. O laboratório de tecnologia da manufatura, situado em Manaus, envolve processos e atividades ligadas às tecnologias baseadas em identificação por radiofrequência (RFID), ao Alinhamento, Teste e Programação (ATP) e às melhorias de processos, utilizando, entre outras coisas, ferramentas de simulação. Essa estrutura tem o objetivo de aumentar a eficiência da manufatura, propondo e criando soluções inovadoras. Entre as competências do laboratório, está o desenvolvimento de softwares de teste de produção para ATP. Já para as demandas ligadas a processos, o laboratório foi criado visando a atender o programa MEx (Manufacturing Excellence) e está equipado para simular parte do ambiente fabril. Além disso, possui também capacidade para testar a aplicação da tecnologia no processo logístico com o RFID. Um dos diferenciais dessas estruturas é a constante atualização tecnológica para atender à demanda, assim como o corpo técnico especializado para operá-los. Equipamentos como analisadores de espectro vetoriais, geradores de sinais analógicos e digitais, simuladores de estação rádio base, software para simulação de processo e testadores de telefone e antenas, são alguns de seus destaques. Com os recursos físicos e humanos adequados, o INdT garante entregas com a qualidade requerida, no prazo negociado Tsuyoshi Fukuda, Gerente de Alinhamento, Teste e Programação (ATP) Excelência operacional: Competências locais desenvolvem soluções que alavancam o processo de manufatura da Nokia em vários países. EFICIÊNCIA DA MANUFATURA Soluções inovadoras agilizam operações e processo logístico DNA DE INOVAÇÃO | 2120
  12. 12. Presentes em Manaus e Recife, os pesquisadores dos laboratórios de Software e Interface de Usuário criam conceitos e implementações de referência para plataformas móveis, em especial para Qt e Linux. Os trabalhos abrangem interfaces de usuário multiplataforma, Linux Core Software e computação ubíqua. Também são desenvolvidas plataformas de aplicação que permitem a prototipação rápida e o uso de interfaces ricas. O grupo colabora e interage intensamente com desenvolvedores da comunidade de Software Livre e Código Aberto, em nível local e global. As pesquisas na área de design voltadas à experiência do usuário são reconhecidas pela qualidade, resultando em inovações atraentes no processo de interação com dispositivos móveis. Entre as atividades realizadas nesta área, estão análises de experiências completas de uso, pesquisas etnográficas, pesquisas de mercado com parceiros de peso como Ibope, além do desenho de vida útil do produto de forma otimizada para o modelo do mercado de hoje, onde o que importa é o relacionamento com o produto como um todo e não somente sua interface de hardware ou software. No Laboratório de Usabilidade Rosáurea Magalhães são realizadas pesquisas, serviços e transferência de conhecimento em usabilidade e experiência do usuário, seja em produtos eletrônicos de consumo ou em sistemas de interação. Além da surpreendente infraestrutura, a excelente qualificação dos funcionários é nosso grande diferencial. Essa combinação de time de desenvolvimento, designers premiados e um processo extremamente criativo e flexível, focado nas pessoas e em suas qualidades, nos impulsiona para desenvolvermos inovações em áreas desafiadoras Marcelo Eduardo Oliveira, gerente da área de Experiência Unificada de Usuário Para estimular a capacidade inovadora da equipe de design, o INdT fomenta a realização de Pet Projects, idéias que são prototipadas a partir de interesses pessoais e que podem tornar-se soluções de mercado. NOVAS EXPERIÊNCIAS DE USO Código aberto, visual apurado e interação facilitada: uma combinação possível DNA DE INOVAÇÃO | 2322
  13. 13. Atendendo direta ou indiretamente a todas as áreas do conhecimento no INdT, os laboratórios de tecnologias de rede possuem infraestrutura única no Brasil, permitindo a realização de pesquisas e o desenvolvimento de projetos alinhados com a Nokia e Nokia Siemens Networks (NSN). Situados em Manaus e em Brasília, os laboratórios dispõem de estrutura equivalente à de uma operadora, contemplando as tecnologias GSM-EDGE e WCDMA, em equipamentos como MSS, HLR, BSC, 2G-SGSN, Node B e BTS (instalados no laboratório de Brasília), e RNC, MGW, FLEXI-ISN, 3G-SGSN, Node B, BTS e plataformas de serviços agregados com SMS, MMS, LBS e DVB-H (em Manaus). Os laboratórios são compostos ainda por equipamentos de teste como analisadores de espectro, geradores de sinais, analisadores de protocolos, scanner de frequências, geradores de tráfegos IPv4 e IPv6, além de grids de processamento para simuladores de rede. Em 2003, o INdT foi responsável pela primeira chamada de dados EGDE nas Américas, e pela primeira videochamada do Brasil, entre Manaus e Brasília, em 2005. Em 2009, a estrutura foi ampliada com a instalação de softwares e equipamentos para rede WiMAX móvel, um dos poucos laboratórios com esta tecnologia no mundo. Os laboratórios de Tecnologias de Rede são estruturas que detém os simuladores e, ao mesmo tempo, o ambiente real para validação de protótipos e realização de testes. Além disso, eles viabilizam a produção científica David Gallegos, Gerente de Pesquisas em Teste & Engenharia de Rádio As principais operadoras de telefonia móvel do país homologam novas tecnologias e realizam testes de altíssima complexidade na infraestrutura única dos laboratórios de Tecnologias de Rede do INdT. O trabalho de pesquisadores da área é destaque na Sociedade Brasileira de Telecomunicações e na comunidade científica internacional. TECNOLOGIAS DE REDE Estrutura única no Brasil é referência para operadoras DNA DE INOVAÇÃO | 2524
  14. 14. PRODUTOS O INdT é comprometido com a geração de soluções tecnológicas que geram valor. Seu foco na produtização complementa o ciclo de pesquisa e desenvolvimento, aproxima a pesquisa pura das necessidades do mercado e acelera o desenvolvimento tecnológico da região.
  15. 15. Considerado uma das grandes entregas do INdT em 2009 e um resultado dos investimentos locais da Nokia em pesquisa e desenvolvimento, o modelo SU-33Wb chegou ao mercado em novembro de 2009. Lançado durante uma coletiva de imprensa realizada pela Nokia, o receptor de TV digital é compatível com o sistema de transmissão brasileiro – o SBTVD – e teve seu software desenvolvido por pesquisadores do INdT, em Manaus. O receptor é uma variação do SU-33W para DVB-H, criado na Europa pela Nokia para atender outros mercados. Com ele, o consumidor pode receber o sinal da TV aberta na versão brasileira do padrão ISDB-T. A primeira oferta veio em um pacote com o Nokia N85, modelo que possui uma das melhores telas disponíveis no mercado: um visor de 2,6’’ de OLED com a tecnologia Active Matrix, perfeita para vídeo, jogos e navegação na Internet. Ainda no primeiro semestre de 2010, está também previsto o lançamento de versões compatíveis com o Nokia N97 e Nokia 5800 Comes With Music. Além disso, a partir do primeiro trimestre, o SU-33Wb também será vendido separadamente. Segundo Carlos Silva, Gerente de programas da área de Gestão de Programas e Colaboração do INdT, o instituto está atuando em outros projetos, inclusive na plataforma de interatividade Ginga, que deverão expandir a experiência do usuário na área de TV móvel. “Graças ao expressivo esforço e dedicação de nossa equipe, podemos dizer que esse produto tem um pouco de nossa inteligência rodando dentro dele e resultados ainda melhores estão por vir”, declarou. A edição especial Nokia N85 com TV Digital já está disponível aos consumidores nos canais de venda da Nokia e em redes do varejo. Todo o desenvolvimento do software foi feito em Manaus. Trabalhamos por quase um ano para criar o primeiro produto da Nokia compatível com o padrão brasileiro de TV Digital Geraldo Feitoza, presidente do INdT Fácil de usar O uso do módulo de TV digital SU-33Wb é simples e intuitivo. Para utilizá-lo, o consumidor deverá sincronizar o receptor com o telefone, por meio do Bluetooth, e digitar uma senha. Imediatamente já é possível sintonizar os canais de TV. A tela inicial do aparelho traz um ícone para acessar a TV. Uma das vantagens desta solução é que o receptor e o telefone podem funcionar bem até uma distância de 10 metros, garantindo mais mobilidade e qualidade de sinal. TV DIGITALINdT desenvolve software compatível com sistema de transmissão brasileiro PRODUTOS | 2928 PRODUTOS | 2928
  16. 16. WIDGETS Oferecer ao usuário os principais serviços da internet, diretamente em um dispositivo móvel. Este é o princípio do widget, uma tecnologia conhecida nos computadores, que chegou aos celulares. O INdT saiu na frente com as pesquisas nesta área e posiciona-se atualmente como parceiro preferencial da Nokia no seu desenvolvimento. O início deste projeto deu-se com a criação de widgets para o MySpace, Amazon, eBay, Friendster e hi5 - aplicativos de Web 2.0 e rede social - que fizeram parte do lançamento mundial do smartphone Nokia N97, em dezembro de 2008. “A Nokia fez uma análise focada em competências e capacidade de entrega e identificou no INdT o parceiro ideal para um desenvolvimento com qualidade neste cenário. Os primeiros widgets foram finalizados em três semanas, ” declara Álvaro Gonçalves, líder técnico do projeto no INdT. No decorrer de 2009, foram desenvolvidos widgets para outras empresas, como Starbucks, CNN,Terra TV e Netflix, serviço americano que permite o aluguel de filmes pela internet, com diferenciais competitivos. Atualmente, os widgets desenvolvidos pelo INdT estão embarcados nos celulares N97, 5800, E72, N85 e N96, ao redor do mundo. Para agilizar a produção, o INdT e o Forum Nokia desenvolveram o Guaraná UI Library, com 24 componentes gráficos que reduziram em até 60% o tempo de produção dos widgets. A biblioteca foi acrescentada ao Ovi Store, portal de serviços da Nokia e também passou a ser utilizada no estúdio de desenvolvolvimento web Aptana, apoiado pela Nokia. Perspectivas Além da alta tecnologia desenvolvida no Amazonas, um dos destaques dos widgets desenvolvidos pelo INdT é o preço competitivo. Os resultados deste projeto evidenciam o potencial tecnológico do Amazonas e o alinhamento do INdT com a estratégia da Nokia de incorporar serviços da Internet no celular. Diante dos prazos curtos, o INdT teve que desenvolver widgets para um celular que ainda não existia. O resultado do trabalho foi excepcional Daniel Rocha, expert em tecnologia do Forum Nokia Segundo o presidente do Forum Nokia, Rob Taylor e o Head of Channel, Richard Witham, o nosso trabalho está entre os melhores do mundo Ângelo Nicolay, gerente de Serviços de Internet do INdT Pioneirismo e excelência com repercussão global PRODUTOS | 3130
  17. 17. MOBILEDECK Inovar também é democratizar o acesso à informação. O MobileDeck é uma solução que leva aos aparelhos celulares Nokia conteúdos informativos e publicitários da Internet, através de uma interface amigável, utilizando o SMS como meio de transmissão de dados. Desenvolvido em parceria com a Nokia do Brasil, o software é focado em usuários que não possuem plano de dados e que usam celulares de baixo custo, mas tem interesse em acessar esses conteúdos e serviços de forma simples e com preço fixo. Mais que uma ferramenta de informação e entretenimento, o MobileDeck é também um novo canal de mídia e uma ferramenta de brand utility, ou seja, que proporciona aos usuários e consumidores uma experiência útil no que se refere à informação. Lançado em maio de 2009, esse produto já está integrado a todas as operadoras brasileiras, entre elas BrT, Claro, TIM, CTBC, Oi e Sercomtel. A novidade já foi lançada nos modelos 5130, 2330 e 2720 da Nokia e será embarcada nos modelos N97, 2690, 7020, 5230, X3, 3710, X6, 2220, 2730 no primeiro semestre de 2010. No futuro, o MobileDeck será integrado aos serviços do portal Ovi. A ideia é disponibilizar tais recursos ao público que utiliza o SMS como meio de transmissão de informações em texto. Além dos canais de conteúdo atuais, serviços Ovi via SMS possibilitariam, por exemplo, a criação de contas Ovi e Ovi Mail. O conteúdo enviado aos usuários é disponibilizado por provedores de conteúdo através de uma parceria entre as empresas Nokia e Cyclelogic. Além de receber conteúdos patrocinados, os usuários também obtém informações de anunciantes sobre produtos em destaque e promoções. Os usuários também podem receber conteúdos ligados à meteorologia, horóscopo, finanças e outras notícias. Tudo acontece dentro de uma interface gráfica e usabilidade diferenciadas. Assim, a tramitação de dados via SMS deixa de ser a mais importante fonte comercial do software já que ele possibilita a realização de uma grande variedade de outros tipos de serviços e negócios. Uma nova forma de acesso à informação Como funciona? PRODUTOS | 3332
  18. 18. FERRAMENTAS O INdT desenvolve soluções inovadoras nas atividades operacionais da área de manufatura que promovem importantes melhorias de eficiência e reduções de custos, repercutindo bons resultados até nos processos de gestão de vendas.
  19. 19. MAINTENANCE MONITORING TOOL Gerando valor na cadeia produtiva O Maintenance Monitoring Tool (MMT) monitora o uso de equipamentos testadores mecânicos nas fábricas de celulares da Nokia e possibilita a manutenção preventiva em tempo hábil, evitando o surgimento de problemas que possam resultar na paralisação das linhas de produção. “Com o MMT, os técnicos poderão fazer a manutenção preventiva nos intervalos e os equipamentos de testes irão funcionar ininterruptamente durante a produção”, explica Tulio Silva, gerente de programas. “Essa prevenção também irá impedir que os equipamentos emitam informações errôneas, como falsas falhas, por causa do desgaste”, ressalta. O software é capaz de informar quais peças precisam ser substituídas e também as que precisarão ser trocadas no futuro. Isso evita compras desnecessárias, enxugando ainda mais os custos com testes de produção. Este projeto é mais um exemplo de inovação que surgiu a partir dos próprios colaboradores. Segundo o pesquisador Armínio Sousa, “Como nosso foco é inovação, lancei a ideia para o time, com base em um problema que era enfrentado pela Nokia. Fizemos o projeto, que foi aprovado e é muito bem aceito pelo cliente”, relatou ele. Este programa está sendo testado na fábrica da Nokia, em Salo, Finlândia, e as próximas etapas prevêem a extensão de sua implantação nas fábricas da Nokia em Reynosa, no México, e em Manaus. FERRAMENTA DE CALIBRAÇÃO Equilíbrio entre qualidade de conexão e durabilidade de bateria A excelente qualidade de conexão e também a durabilidade da carga de bateria são, sem dúvida, dois diferencias dos celulares da Nokia no mercado global. Para garantir o equilíbrio entre estas duas variáveis, utilizando o mínimo possível de potência da bateria, o INdT desenvolveu, em 2009, uma nova ferramenta de calibração. As ferramentas de calibração enfrentam um desafio importante. Se o telefone transmitir o sinal numa potência maior que a especificada, gera-se um consumo maior de energia. Isso fará com que a bateria dure muito menos. Mas se esta potência for abaixo da especificada, haverá menos consumo de bateria, porém, a qualidade da conexão será ruim e o usuário terá dificuldades de realizar a ligação. Em 2009, várias etapas de desenvolvimento do novo sistema foram concluídas e a previsão é que ele passe a suportar todas as tecnologias existentes, entrando em operação ainda em 2010, quando será levado a todas as unidades fabris da Nokia no mundo. O sistema de compensação de erros garante a confiabilidade e a eficácia dos módulos de RF do telefone, diminuindo as falhas em campo e durante a produção. FERRAMENTAS | 3736
  20. 20. SISTEMA DE TESTE DE PRODUÇÃO Nova geração de software de testes LABORATÓRIO DE ESD A descarga eletrostática sob controle As melhorias desenvolvidas pelo INdT nos sistemas de testes de produção da Nokia tem impactado positivamente o trabalho diário de cerca de 10 mil funcionários em oito países, entre operadores, engenheiros e desenvolvedores. Entre as melhorias está a renovação da arquiterura do software utilizado nos testes de produção da Nokia. O projeto é fruto de uma parceria com profissionais da Finlândia, Estados Unidos, Alemanha e Índia. O INdT teve uma participação expressiva: 80% de seu escopo foi desenvolvido pela equipe de Tecnologia de Produto e Manufatura, com base em Manaus. Segundo os pesquisadores Thiago Falcão e Renato Abreu, entre os resultados alcançados, destacam- se a redução do tempo de testes de produção, a redução do número de manutenções dos códigos de teste - que mantêm os equipamentos testadores em funcionamento - e a adequação do sistema às mudanças que ocorrem ao longo do tempo. Descuidar-se do controle de descargas eletrostáticas no processo produtivo pode resultar na produção de aparelhos com falhas graves no circuito elétrico. A partir de 2009, o INdT ganhou um reforço extra no teste e controle destas descargas: o laboratório de ESD. Entre os equipamentos do laboratório, destaca-se o Semiconductor Device Analyser, um computador capaz de analisar, de forma minuciosa, os danos provocados pela descarga eletrostática nos circuitos eletrônicos. Este equipamento simula uma descarga e registra todas as variações de danos ocorridas no objeto, fazendo a avaliação microscópica destas variações, com foco preventivo. A partir do novo laboratório, é possível desenvolver pesquisas mais aplicadas e emitir laudos mais abrangentes, com base em normas internacionais. Os resultados dos testes garantem a validação e a homologação dos seus fornecedores e auxiliam em vistorias técnicas em setores que vão muito além da linha de produção. FERRAMENTAS | 3938
  21. 21. FERRAMENTA DE CONTROLE ESTATÍSTICO DE PROCESSOS Desenvolvido em Manaus e já implantada em várias unidades de produção da Nokia, em cinco países, a “Ferramenta de Controle Estatístico de Processo” é um software responsável por reduzir em até 5% os índices de falhas de produção, o que resulta em uma economia significativa para a corporação. Segundo o gerente técnico do setor de Alinhamento, Teste e Programação (ATP) do INdT, Tsuyoshi Fukuda, “esta ferramenta mantém o bom funcionamento dos equipamentos de testes de celulares”. Para isso, quando necessário e possível, ela faz o ajuste automático dos parâmetros destas máquinas durante o trabalho. Estes parâmetros geralmente sofrem variações, por diversos motivos, o que pode resultar na pausa do equipamento e na perda de eficiência. Com a ferramenta, estas paradas tendem a diminuir, já que as variações são detectadas a tempo e são feitas as correções necessárias. O melhor é que este processo é feito sem a intervenção humana. A ferramenta está sendo utilizada nas fábricas da Nokia no México, na China, na Finlândia, na Coréia do Sul e no Brasil. O próximo passo, afirma o gerente técnico, é expandir a implantação do software para as linhas de produção da Nokia na Índia e na Hungria. A lógica Fuzzy, princípio matemático que se baseia na análise de tendências, é base do projeto Fuzzy2, que visa a otimizar a área de testes do processo de manufatura de aparelhos celulares na Nokia. O Fuzzy2 fornece dados instantâneos sobre tendências de falhas nas estações de testes, dando condições aos operadores de se anteciparem aos erros, resolvendo os problemas em tempo real. Segundo o pesquisador Leandro Leão, “assim, são geradas melhorias de resultados à Nokia, garantindo a qualidade na produção”. Esta solução foi desenvolvida em Manaus pelo time de Tecnologias de Produto e de Manufatura, através de uma parceria com a Nokia. Esta inovação já está implantada em oito fábricas da Nokia: Brasil, Finlândia, Hungria, México, Coréia do Sul, China (Beijing e Donguan) e Índia. INDICEDEFALHAS TEMPO FUZZY 2 Índice de falhas de produção em queda Sistema antecipa tendências de falhas FERRAMENTAS | 4140
  22. 22. COLORIMETRIAPioneirismo na busca pela qualidade da reprodução de cores em displays no Brasil LABORATÓRIO DE Uma conquista pioneira marcou o INdT no mês de novembro de 2009: o primeiro laboratório de análise colorimétrica de displays do Brasil. Denominado Display Colorimetry (DISCO) Lab, o novo laboratório foi instalado em Manaus e gera expectativas que vão além da oferta de um novo serviço a seus clientes. Um dos objetivos é torná-lo um laboratório conveniado ao Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial (INMETRO) para certificar a qualidade de displays de aparelhos eletrônicos de até 17 polegadas, com base em normas internacionais. Toda a infraestrutura já foi instalada. O segundo passo, a ser realizado em 2010, é a definição dos métodos de teste e dos critérios de aceitação. Entre as atividades técnicas, o DISCO Lab terá capacidade para realizar ensaios de fidelidade de resposta cromática, luminância, contraste, não- uniformidade, entre outras, o que é considerado um feito inédito para o Brasil. Além de atender a Nokia, que mergulhou no segmento da TV digital, o INdT também está preocupado em ajudar a criar normas de qualidade a este setor, o que ainda não existe no país. Para alcançar esses objetivos, o INdT já conta com a parceria do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) para desenvolver os métodos de testes em displays que serão aplicados. O DISCO Lab, tem 20 metros quadrados de área e possui equipamentos de origem alemã. Entre eles, estão o espectroradiômetro e telescópio óptico (que realiza medições de radiância e luminância), colorímetro e câmera de alta definição, capazes de analisar a qualidade da imagem emitida através de luzes e cores. Esses equipamentos podem analisar displays de até 17 polegadas. Isso significa que, assim que o laboratório estiver totalmente operacional, o INdT poderá atender a clientes de segmentos variados, como o automobilístico, o eletromédico e o eletroeletrônico. O novo laboratório configura-se como mais um passo ousado e inovador para o instituto, pois, além de oferecer um serviço de alto nível, o Instituto dará apoio à normatização do setor de displays de celular. Infraestrutura FERRAMENTAS | 4342
  23. 23. Mr. EBA Mais agilidade na aprovação de softwares de manutenção Para o INdT, a inovação também está associada à criação de alternativas que proporcionem melhor eficiência à produção industrial. Pensando nessa combinação, o instituto desenvolveu um projeto de estudo que visa a tornar mais ágil a fase de testes funcionais na produção de aparelhos celulares Nokia. A pesquisa estuda a viabilidade de o telefone realizar o auto-teste durante o processo de produção e finalizou o ano com o desenvolvimento de um protótipo. Baseado no sistema operacional Linux, essa tecnologia tornará a fase de testes mais simples e barata, diminuindo a quantidade de hardware, robôs e instrumentos necessários, já que o próprio celular faria boa parte do trabalho. Cada funcionalidade do celular precisa ser testada, como câmera, display, teclado e microfone. Este processo é totalmente automatizado e exige a utilização de muitos aparelhos robóticos e de programação, além de muitos instrumentos de medição. No entanto, o celular é um poderoso computador que é subutilizado no processo de produção. Ao tornar possível o aproveitamento desse potencial, ampliando a funcionalidade do celular nessa fase de testes, ele poderá atuar de forma benéfica à sua própria produção. O projeto teve início no primeiro semestre de 2009, e é fruto de uma parceria entre as equipes da área de Alinhamento, Teste e Programação (ATP), que é responsável pelos testes feitos no celular durante o processo de produção na Nokia, e da área de Unidade de Software & Interface, do INdT. Atualmente, o projeto está na etapa de demonstração dos resultados das pesquisas. Durante todo o ano foram desenvolvidas provas de conceito que testam o áudio (microfone e caixa de som), a câmera do telefone e o teclado. O próximo passo será a demonstração dos resultados aos potenciais clientes e, possivelmente, a realização de testes nas linhas de montagem e produção. Redução de custos e promoção de maior velocidade na fase de aprovação em serviços de telecomunicação. Esses são os principais objetivos do Mr. EBA (Maintenance Release Evidence Based Approval), projeto que visa a facilitar o processo de aprovação de softwares de manutenção de produtos Nokia nas operadoras. Em abril de 2009, o INdT passou a assumir todos os testes, antes realizados pela operadora Vivo. Devido ao aumento de complexidade dos aparelhos, a necessidade de novos softwares de manutenção também ficou maior. Com o apoio do INdT, os resultados são mais imediatos. Entre as realizações, está a obtenção de maior agilidade na aprovação da operadora para diversos novos softwares. Assim, não há necessidade de adicionar gastos ao processo do cliente e de alocar recursos para acompanhamento dos testes externamente, o que dificulta a entrega desses novos softwares à operadora e ao cliente final, além de acarretar custos para o Nokia Care. O projeto, cuja liderança está a cargo do time Devices R&D da Nokia do Brasil, tem o apoio do INdT no projeto Testing Consultancy, VIVO Sales Team e Nokia Care. Testes quinzenais foram realizados e serão continuados em 2010. A expectativa é caminhar para que se possa aumentar o escopo do projeto Testing Consultancy, do qual o Mr. EBA faz parte. PLATAFORMA DE TESTES BASEADOS EM LINUX Protótipo de auto-teste que pode agilizar processo de produção de celulares FERRAMENTAS | 4544
  24. 24. PROFILÔMETRO Alta precisão na medição de superfícies O profilômetro, uma espécie de microscópio de alta precisão que permite criar imagens em três dimensões de superfícies, está sendo utilizado pelos pesquisadores do INdT desde o segundo semestre de 2009 para garantir maior qualidade e alta precisão nos testes. Segundo o pesquisador Renato Bonadiman, as imagens criadas pelo profilômetro possuem resolução muito alta e podem chegar à escala de nanômetros. “Ele gera imagens através de um processo de interferência de luz branca.Além disso, este aparelho apoia pesquisas, dentro dos projetos, e pode auxiliar no controle de processo e qualidade da fábrica”, explica. Com o aparelho, os pesquisadores do INdT têm a capacidade de medir todas as superfícies com texturas irregulares. “O profilômetro nos possibilita ver a rugosidade das superfícies a serem trabalhadas, o que normalmente não é visível a olho nu”, informou o pesquisador. O aparelho também pode ser utilizado no desenvolvimento e controle do processo de impressão de dispositivos flexíveis, como os displays de celulares. FERRAMENTAS | 4746
  25. 25. TECNOLOGIAS Os projetos de pesquisa e desenvolvimento do INdT geram novas tecnologias, conceitos, habilitadores e relatórios técnicos, essenciais para alavancar decisões de negócio e viabilizar novos caminhos para a área de mobilidade e Internet.
  26. 26. NANOTECNOLOGIAS Flexibilidade no futuro dos dispositivos Os avanços nas pesquisas envolvendo nanotecnologias permitirão que a indústria fabrique objetos eletrônicos maleáveis, com baixo custo, que mudarão completamente nossa forma de interação com os dispositivos eletrônicos. O INdT está avançando nas pesquisas nesta área. Um exemplo é o projeto Printable Eletronics, que consiste na impressão de circuitos elétricos em placas flexíveis, utilizando uma tinta especial à base de nanomateriais metálicos. “Essas pesquisas abrem muitas possibilidades de novas aplicações. Um produto poderá modelar-se ao pulso, à roupa, ou estar conjugado a outro objeto”, destaca Renato Bonadiman, pesquisador da área de Tecnologia de Produto e Manufatura. O projeto utiliza recursos de alta tecnologia para obter resultados confiáveis. O plástico poliamida – que pode ser aquecido em aproximadamente 400 graus sem perder suas propriedades – é utilizado para criar as placas flexíveis. Estas placas são submetidas a um processo de impressão de traços condutores de eletricidade feitos por um equipamento gráfico de alto desempenho. O resultado é uma placa de circuito eletrônico leve, flexível, que utiliza traços condutores feitos com tinta especial, como transmissores dos pulsos elétricos. Em 2009, estas pesquisas foram temas de artigos científicos publicados em revistas e conferências internacionais. O projeto também está na fase de testes eletrônicos, mecânicos e ambientais. Ecologicamente correto Além de ser um produto que gera economia na produção, a tecnologia Printable Electronics é também ecologicamente correta. “O processo convencional de fabricação de placas rígidas utiliza uma grande quantidade de ácidos e também gera uma enorme quantidade de metais pesados, que são nocivos ao meio ambiente. Já esta nova tecnologia é aditiva, portanto, não necessita a utilização de ácidos e há uma geração mínima de metais pesados”, afirma Bonadiman. O conceito Nokia Morph apresenta uma proposta surpreendente de revolução no formato dos dispositivos móveis, graças à nanotecnologia e ao uso de circuitos e displays flexíveis. TECNOLOGIAS | 5150
  27. 27. ENSAIOS AMBIENTAIS Testes apontam vantagens no uso de circuitos flexíveis e semiflexíveis Em um futuro bem próximo, grande parte dos dispositivos eletrônicos serão construídos com base em circuitos flexíveis e semiflexíveis. Pesquisas sobre as respostas mecânicas destes novos materiais são essenciais para que eles sejam aplicados em larga escala e revolucionem ainda mais nossa interação com eletroeletrônicos. Recentes resultados de um projeto desenvolvido pelo INdT sobre os efeitos da variação térmica em placas de circuito semiflexíveis geraram grande repercussão em vários níveis. Com o título “O Fenômeno de Fissuras na Interface Flexorrígida em Placas de Circuito Impressas Submetido ao Carregamento de Ciclagem Térmica”, o artigo gerado a partir da pesquisa explica o fenômeno da falha mecânica nos circuitos semiflexíveis ocorrida por causa das variações térmicas a que foram submetidos experimentalmente. Foi aplicado um teste em laboratório que envolveu 500 ciclos de variação térmica entre 85 graus positivos e 40 graus negativos. Os resultados mostraram o aparecimento em fissuras provocadas por esta variação térmica a partir de 125 ciclos. O trabalho durou três meses e colocou o INdT em posição de destaque na área de P&D no mundo. A equipe apresentou o artigo científico na Electronic Packaging Technology Conference - EPTC, uma das principais conferências asiáticas, realizada em dezembro de 2008, em Cingapura. Durante o evento, o trabalho despertou o interesse do professor Martin Goosey, diretor industrial do Innovative Electronics Manufacturing Research Center, órgão da Universidade de Loughborough, na Inglaterra, que também é editor da revista Circuit World Magazine. A oportunidade rendeu um espaço de destaque ao INdT na edição de abril de 2009 da conceituada revista. Os pesquisadores do INdT também receberam convite para participar do Eurosime, um dos mais importantes eventos europeus na área de simulação computacional e experimentos aplicados a problemas de falhas em circuitos e aparatos eletrônicos, realizado em abril de 2009 na cidade de Delft, Holanda. Estudo Ampliado Futuro Além dos testes envolvendo a variação térmica, também foi estudada a resposta mecânica dos circuitos flexíveis e semiflexíveis. Para isto, foram aplicados mais tipos de carregamentos mecânicos como tração, flexão, queda, compressão e aqueles originados pelo meio ambiente, como a umidade. Além dos experimentos em laboratório, a pesquisa se estendeu para modelagens em mecânica computacional. Os resultados mostraram que tanto as placas flexíveis de circuitos impressos como semiflexíveis têm algumas vantagens em relação às placas totalmente rígidas, como leveza e liberdade no arqueamento, melhorando assim a miniaturização dos dispositivos móveis. A ampliação da aplicação industrial deste tipo de tecnologia é cada vez mais latente. Ficou comprovado que ela se comporta melhor mecanicamente do que as placas rígidas. Os próximos passos consistem em analisar os componentes eletrônicos ativos com estes novos materiais. Câmara térmica submete dispositivos móveis a oscilações de -40ºC a +85ºC TECNOLOGIAS | 5352
  28. 28. PESQUISAS ORIENTADAS POR SIMULAÇÃO DE REDES Vanguarda na pesquisa de soluções para a melhoria de tecnologias de rede Projeto Broadband Research Este projeto tem o objetivo de conceber, implementar e avaliar o desempenho de soluções para sistemas de banda larga à Internet em redes de área metropolitanas, como alternativa ao xDSL e outras tecnologias tradicionais com desempenho semelhante. Através de protótipo de simulação, esse projeto manteve foco no estudo e análise de desempenho de soluções voltadas aos aspectos de interoperabilidade de sistemas entre sistemas legados (sistemas 2G) e tecnologias emergentes (sistemas 4G, WiMAX e LTE). Como resultado, foram desenvolvidas diversas ferramentas de simulação para análise do uso do espectro de TV para serviços de comunicações móveis. Este projeto incentivou uma produção científica expressiva pelos pesquisadores envolvidos: uma tese de doutorado e uma dissertação de mestrado, além de sete artigos apresentados em conferências nacionais e um em conferência internacional. Projeto WIMAX A tecnologia WiMAX, (Worldwide Interoperability for Microwave Access) surgiu como uma alternativa sem fio para acesso fixo a redes de dados banda larga, competindo com tecnologias cabeadas como ADSL e TV a cabo. Agora o WiMAX conta com uma versão que permite mobilidade, a qual provê, além do acesso fixo sem fio a redes de dados de banda larga, o acesso de banda larga móvel. O projeto WiMAX visou a desenvolver e analisar a viabilidade de funcionalidades para a tecnologia IEEE 802.16e, correspondente ao WiMAX móvel. Essa iniciativa também buscou dar suporte à padronização da tecnologia 802.16m (Evolução do sistema WiMAX para o 4G), atendendo às demandas da Nokia e Nokia Siemens Networks. O INdT também liderou um estudo de melhorias para os esquemas de gerenciamento de energia para o padrão WiMAX Móvel. Como resultado, diversos IPRs (Direitos de Propriedade Intelectual) foram conquistados e o instituto também teve expressiva participação em reuniões de padronização das redes sem fio IEEE 802.11. O projeto WiMAX contou com 12 pesquisadores em Manaus e 3 em Brasília. No contexto do desenvolvimento de novos produtos, as pesquisas geraram relatórios técnicos com sugestões de soluções para aumento de capacidade da rede WiMAX. Projeto WIPA O projeto WiMAX Performance Analysis (WIPA) tem como objetivo avaliar novas tecnologias de transceptores para sistemas WiMAX. O projeto tem como principais objetivos: (i) adquirir uma compreensão geral do padrão WIMAX 802.16e; (ii) desenvolver de um simulador de enlace WiMAX; (iii) avaliar soluções para aproveitamento de diversidade de frequência em transceptores com múltiplas antenas (MIMO). Esse trabalho rendeu a produção de artigos científicos e a orientação conjunta de alunos de mestrado. Também guiou o desenvolvimento de um simulador de WiMAX básico, em nível de enlace, que comporta o desbalanceamento I/Q e múltiplas antenas. É importante salientar que este projeto foi financiado por meio de uma cooperação com o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e suas atividades fomentaram a capacitação técnica de profissionais na área de telecomunicações em tecnologias recentes e inovadoras. TECNOLOGIAS | 5554 A maturação, propagação e aumento da complexidade das tecnologias para comunicação sem fio ampliou a busca por protocolos, serviços e aplicações para redes móveis. O INdT desenvolve pesquisas a fim de conceber melhoramentos, gerar soluções proprietárias e avaliar o desempenho de sistemas de comunicações móveis por meio de simulação. Através de simulação do sistema de comunicação, o INdT explora uma metodologia de prototipagem rápida, possibilitando que os pesquisadores contribuam para a padronização de novos sistemas, os quais serão lançados no mercado em um horizonte de 10 anos. Assim, as pesquisas produzem resultados em curto e longo prazo, contribuindo para o aprimoramento dos sistemas legados e concebendo sistemas futuros. Fazendo uso das várias metodologias disponíveis nessa área, o trabalho de simulação tornou possível driblar desafios, gerar soluções inovadoras e comprovar, a partir da avaliação de desempenho, o potencial e valor de cada solução proposta. Estes projetos estão na vanguarda das pesquisas mundiais em telecomunicações e alavancaram muitas conquistas na busca por soluções nessa área. Além disso, estes resultados fortaleceram o trabalho de formação de competências do instituto, gerando estudos de alto valor agregado e fortemente reconhecidos pela comunidade científica. Conheça alguns destaques e frutos desse serviço prestado pelo INdT em 2009.
  29. 29. Projeto WiSIL Realizado em conjunto com o Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade de Brasília (DEE/UnB), esse projeto tem o objetivo de investigar o comportamento de sistemas de comunicação móvel de terceira e quarta gerações, utilizando simuladores desenhados para modelar os sistemas LTE (3GPP Long Term Evolution) e WiMAX. Os sistemas LTE e WiMAX representam visões complementares para sistemas móveis de banda larga de grande alcance. O projeto WiSil está também vinculado ao Laboratório de Estruturas de Microondas e Ondas Milimétricas (LEMOM) do DEE/UnB. Diversos artigos foram gerados. Quatros deles foram apresentados em conferência internacionais e oito em conferências nacionais. Além disso, as pesquisas compuseram dez trabalhos finais de curso e quatro dissertações de Mestrado. Em particular, esse projeto já produziu publicações científicas no tema rádio cognitivo, oriundos de trabalhos de mestrado e de graduação e orientados por profissionais do INdT, também associados ao Departamento de Engenharia Elétrica da UnB. Projeto SMART/SIMS O projeto trabalha com a concepção e análise de viabilidade de funcionalidades para tecnologia GSM e com o suporte à padronização da rede Geran (rede de acesso de rádio GSM/GPRS/EDGE). Os temas são divididos essencialmente na avaliação de cenários de simulação definidos pelo comitê de padronização do 3GPP (3rd Generation Partnership Project) e no desenvolvimento de novas funcionalidades para elementos de redes, em alinhamento com as necessidades de desenvolvimento de produto da Nokia. O padrão GSM é hoje o sistema de telefonia celular mais utilizado no mundo, com presença em 170 países e mais de três bilhões de aparelhos habilitados. Devido à sua imensa base instalada, existe uma forte demanda por modelos de simulação em GSM que permitem testar novas funcionalidades, mudanças de topologia e atualizações tecnológicas antes de sua efetiva implantação. O projeto SMART/SIMS tem como objetivo a proposta de soluções inovadoras para aumento de capacidade da rede GSM/EDGE. A partir de simulação orientada a software, o INdT vem trabalhando, nos sites de Manaus e Brasília, em conjunto com pesquisadores da Nokia na Finlândia desde 2004, alcançando excelentes resultados tanto na formação especializada de pesquisadores brasileiros como na propostas de soluções para a Nokia. Em 2009, a pesquisa rendeu conteúdo que compôs dois capítulos no livro “GSM/EDGE: Evolution and Performance” e cinco artigos em conferências nacionais e internacionais. TECNOLOGIAS | 5756
  30. 30. PROJETO ATLANTA Pesquisa garante saltos tecnológicos a operadoras Além de participar da padronização dos sistemas de rede, o INdT também busca soluções para oferecer infraestrutura de comunicação flexível, com recursos inovadores. Assim, desenvolve projetos em áreas selecionadas, como simulações de rede e serviços de radiofrequência. Fornece também consultoria por meio de pesquisas independentes e mantêm parcerias fortes com a Nokia e com a Nokia Siemens Networks (NSN). Com esse conjunto de competências, a cada novo projeto, o INdT se destaca no cenário tecnológico. Uma das grandes conquistas está ligada ao Programa de Serviços de Radiofreqüência: os resultados e desdobramentos do Projeto Atlanta. A iniciativa tem o objetivo de fornecer suporte no planejamento e otimização de desempenho de redes celulares em diferentes tecnologias - como GSM, WCDMA e WiMAX - para a Nokia Siemens Networks (NSN) e foi fator determinante para que a empresa fechasse um contrato com a operadora de celular Telus/Bell Canada, visando à implantação de uma rede 3G em todo o território canadense. Além de ser um reflexo do bom resultado das entregas do INdT, essa conquista ampliou o escopo das realizações do projeto, previsto pelo instituto. A operadora possuía uma rede de tecnologia CDMA e, durante o ano de 2009, o INdT acompanhou todo o processo de implantação da nova rede 3G HSPA da Nokia Siemens Networks, além de trabalhar para otimizar o seu desempenho. Também apresentou tecnicamente os possíveis próximos passos referentes à evolução da geração subsequente da rede, a 4G, o que pode culminar em novos serviços no futuro. O Projeto Atlanta continua em andamento e tem proporcionado uma visibilidade global para o trabalho feito nessa área. Da mesma forma, prosseguirá permitindo que os engenheiros e pesquisadores do INdT permaneçam vinculados às últimas soluções, funcionalidades e implementações em redes celulares, inclusive em testes pré-comercias ou de prototipagem, com uma antecedência de dois a quatro anos da época em que seriam implementadas no Brasil. Nossos recursos, assim como nossa forma de trabalhar, já são reconhecidos mundialmente no âmbito da Nokia e da Nokia Siemens Networks e, em alguns casos, o conhecimento que geramos no INdT é referência no mercado David Gallegos, gerente de Pesquisas em Teste & Engenharia de Rádio Frequência TECNOLOGIAS | 5958
  31. 31. REDES GSM Pesquisa permite duplicação de capacidade FERRAMENTA IPv6 Possível solução para futura escassez de IP A comodidade de ter um novo endereço eletrônico (IP) ou mesmo a de ter vários dispositivos conectados à internet pode estar com os dias contados. Isso porque o número de IPs no mundo pode se esgotar dentro de dois anos. Preocupados com este cenário, a Nokia e o INdT iniciaram um estudo para impedir a escassez e sugerir uma solução definitiva, utilizando o protocolo IPv6, uma nova versão do sistema de endereçamento eletrônico da internet. Desde o início de 2009, pesquisadores dos laboratórios de Tecnologias de Rede do INdT estão trabalhando no projeto IPv6 Research, que consiste na busca de mecanismos de transição “suave” para o protocolo IPv6. Nos laboratórios do INdT foi montada uma estrutura de rede onde é possível utilizar os dispositivos N810 em uma rede Wi-Fi totalmente integrada a uma rede IPv6 real. Assim, é possível testar e avaliar os protótipos de protocolos em condições reais de funcionamento. Os resultados das pesquisas do INdT são apresentados em reuniões periódicas do Internet Engineering Task Force (IETF) e despertam grande interesse da comunidade tecnológica. Em 2009, dois trabalhos foram apresentados: (i) na 75º reunião do IETF, em Estocolmo, na Suécia; e (ii) na 76º reunião do IETF, em Hiroshima, no Japão. Outros resultados são um IPR submetido à Nokia, duas publicações e um draft de proposta de solução original para o IETF. Em janeiro de 2009, pesquisas do time de Tecnologias de Rede do INdT comprovaram ser possível duplicar a capacidade da rede de rádio GSM sem alterar significativamente a estrutura de recepção e transmissão das redes atuais. O resultado garante a sobrevida das redes atuais, que têm cobertura global. De modo geral, esta nova tecnologia permitirá que as operadoras de telefonia celular atendam até dois usuários simultaneamente, onde antes era possível atender apenas um. Ainda assim, as alterações na infraestrutura existente são mínimas, sem a necessidade de instalação de mais torres de transmissão. A nova funcionalidade oferece três benefícios: a redução de custos e de energia; a otimização do uso da infra-estrutura existente; e o de economizar espectro usado para as redes GSM. Estes resultados deram suporte às reuniões do 3GPP, o grupo que define os padrões da tecnologia GSM adotados globalmente. Essa funcionalidade pode proporcionar que as operadoras destinem parte da sua faixas de frequência, hoje utilizada pelo GSM, para a implantação de sistemas 3G/4G, ou de gerações futuras, sem necessidade de obtenção de novas faixas de frequência. O mercado deverá receber a novidade a partir de 2010. TECNOLOGIAS | 6160
  32. 32. LTE - LONG TERM EVOLUTION Internet sem falhas e mais confiável VIDEOS P2P Pesquisa agiliza transmissão de dados A tecnologia Long Term Evolution (LTE) é a última fronteira para o desenvolvimento da tecnologia de quarta geração (4G). De agosto a dezembro de 2009, pesquisadores da área de Tecnologias de Rede do INdT, participaram do primeiro Trial Commercial de Long Term Evolution (LTE) das Américas. Este Trial promoveu o desenvolvimento e a aplicação testes que garantam a funcionalidade dessa nova tecnologia. “Muitas pessoas não gostam de utilizar a internet móvel banda larga por ainda apresentar muitas falhas. Com o LTE, essa visão irá mudar”, afirmou Arthur Szervinsk, engenheiro de telecomunicações do INdT. Segundo Arthur, a internet móvel será mais prática e confiável, melhorando o fluxo de acessos. Pensando em proporcionar um aumento significativo na taxa de transferência de dados, o LTE está sendo desenvolvido com uma arquitetura ‘Flat‘, que reduzirá as barreiras que provocam falhas na conexão. Os pesquisadores do INdT participaram da elaboração e execução de testes realizados em Dallas e Texas, nos Estados Unidos. O principal objetivo foi garantir as funcionalidades e comprovar a performance eficiente dos equipamentos da Nokia Siemens Network (NSN) para a AT&T, maior operadora de telefonia americana. O INdT está formando competências no conhecimento das interfaces da tecnologia de acesso na quarta geração de celulares. Esse conhecimento deixa o INdT preparado para lidar com uma nova ferramenta que deverá ser introduzida no mercado brasileiro apenas em 2012 Arthur Szervinsk, engenheiro de telecomunicações do INdT As dificuldades de baixar vídeos pela web de forma mais rápida estão próximas do fim. É o que afirma o pesquisador Allan Bezerra, do Internet Lab do INdT Manaus, que participa de uma pesquisa sobre métodos para melhorar a distribuição de vídeo em redes peer-to-peer (P2P). Em outras palavras, os elementos da rede podem intercomunicar-se de forma mais eficiente, trocar informações em tempo real, resultando em uma melhora significativa no tempo de resposta para o usuário. Com este recurso, será mais rápido e fácil assistir a vídeos pela Internet. A pesquisa foi desenvolvida por Allan (como pesquisador-visitante), juntamente com pesquisadores da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), da Universidade de Campinas (UNICAMP) e da Escola Superior de Informática da França (ENSIIE), e apresentada, em setembro de 2009, no IEEE Conference on Communication, que aconteceu em Medellin, na Colômbia. A proposta não é recriar o sistema de transmissão de dados na web, mas proporcionar um melhor aproveitamento da infraestrutura que existe hoje. A iniciativa, que teve a contribuição do INdT, é considerada inovadora, já que não há muitos trabalhos que abordem exclusivamente o cenário da transmissão de dados para vídeos na internet em redes P2P. TECNOLOGIAS | 6362
  33. 33. LBS - SERVIÇOS BASEADOS EM LOCALIZAÇÃO Ampliando as possibilidades de localização em espaços internos e externos O projeto Location Based Services (LBS) visa a ampliar os mecanismos de localização em espaços externos e internos. O foco está no desenvolvimento de soluções para localização em prédios, túneis e outros lugares fechados onde o sinal do GPS não funciona e a localização pela rede de telefonia celular não é viável. Em uma das aplicações em pesquisa no INdT, câmeras filmadoras irão compor uma rede de localização. Quando uma pessoa passar por aquele local, o sistema lhe enviará o mapeamento do prédio e o local exato em que ela se encontra. Resultados oriundos do LBS já podem ser averiguados no dia-a-dia. Além dos protótipos criados, várias atividades já foram desenvolvidas em 2009. Uma das mais interessantes foi o mapeamento completo do novo centro de compras de Manaus, o Manauara Shopping, que será utilizado como campo de testes do método de posicionamento baseado em Wireless Local Área Network (WLAN). Além disso, um dos frutos do LBS, o Traffic Information, pode estar no mercado em breve para prover informações sobre congestionamentos em tempo real, facilitando a vida de muitos motoristas. TECNOLOGIAS | 6564
  34. 34. QUASAR Interoperabilidade: A Rede das redes MEDIA ON THE GO Nova interface que adapta-se ao contexto Imagine estar em casa participando de uma videoconferência, via Skype, utilizando o sistema Wi-Fi instalado no espaço doméstico. De repente, você precisa sair do local sem, no entanto, desconectar-se desta reunião importante. A solução ideal seria transferir a conexão iniciada pelo Skype para o aparelho celular que, por sua vez, utilizaria a rede de uma operadora de telefonia celular, a fim de manter a conexão ininterrupta. Este processo aconteceria de forma instantânea e transparente, em milésimos de segundos e sem essa intervenção do usuário. A tecnologia para viabilizar realidade é alvo de pesquisas do INdT. O projeto QUASAR (Qualidade de Serviço Aplicada a Redes Móveis Integradas), pesquisa a possibilidade de existir um sistema universal, formado por redes distintas porém complementares e operando em conjunto. Para desenvolver a solução, estão sendo feitos estudos de algoritmos de gerenciamento de recursos de rádio (RRM), análises do desenvolvimento de perfis de interoperabilidade, entre outras ações que resultam em uma série de relatórios técnicos. Além disso, um dos grandes desafios é encontrar um modelo de negócio que garanta a interoperabilidade. Esse é o Media On the Go (MOG), projeto que poderá ser usado em todos os aparelhos com touchscreen da Nokia e servir de interface de usuário para o Genivi, novíssimo padrão de mercado para computadores de bordo. O principal atrativo do MOG é a inteligência que permite adaptar sua interface automaticamente, utilizando sensores presentes nos aparelhos mais modernos. No carro, por exemplo, os ícones ficam maiores e os comandos ficam mais simples. O MOG redesenha os menus para serem usados em movimento. Durante exercícios, o foco é na música e no registro da performance, e o usuário é capaz de navegar pelo playlist, acompanhar os batimentos cardíacos ou gravar sua rota via GPS sem precisar tirar o aparelho do bolso. Menus, tocador de música, agenda, vídeos, navegação via GPS e outras funcionalidades se transformam, visando a auxiliar o usuário da melhor forma de acordo com a atividade que estiver realizando no momento. O acesso à navegação é direto e o usuário pode comandar as principais funções por gestos, sem precisar reduzir a atenção no trânsito. Genivi Genivi é uma aliança da indústria que visa a definir uma plataforma de referência para sistemas de informação e entretenimento dentro de veículos. No INdT, o plano é utilizar a interface inovadora do Media On the Go como uma implementação do Genivi, feita totalmente em Qt e totalmente integrada com aparelhos Nokia. No futuro, seu celular e seu carro estarão ainda mais conectados. As facilidades que a tecnologia touchscreen trouxe para a vida das pessoas serviram de inspiração aos designers e desenvolvedores do INdT para a criação de um software que permite adaptar os comandos dos celulares Nokia ao contexto em que os usuários estiverem inseridos. TECNOLOGIAS | 6766
  35. 35. Ele tem o formato de uma mesa, mas sua função não é a de decorar a sala nem a de ser local para as refeições diárias. O que parece ser um móvel, na verdade acolhe um computador equipado com tela LCD e sistema multitoque, tecnologia que permite acessar comandos virtuais através do toque e do movimento de múltiplos dedos, simultaneamente. Esse conjunto forma o Computador Pessoal Multitouch, projeto desenvolvido no INdT em parceria com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba. O objetivo é criar um terminal digital de onde será possível acessar a internet e arquivos pessoais, bastando arrastar o dedo pela tela do computador. Esta iniciativa torna possível explorar um novo mercado e oferecer um computador sofisticado que pode ser utilizado por todos na casa, de maneira mais divertida e interativa que os computadores atuais. O desenvolvimento do software, que acompanha o hardware do computador doméstico multitoque, utilizando retroprojeção baseado no uso da plataforma Linux. O protótipo já está pronto. Os pesquisadores do INdT trabalham agora nas melhorias da adaptação da tela de LCD ao sistema multitoque e também na criação do software do equipamento. Movimentando os dedos pela tela do computador, o usuário tem acesso à internet e aos seus programas e arquivos. O equipamento também tem teclado real, o que torna possível elaborar textos e outros documentos. A opção por trabalhar com um sistema aberto deve- se ao fato de ele permitir, de maneira mais ampla, inventar novas formas de as pessoas interagirem com o computador, utilizando uma tecnologia que vai crescer no futuro e que hoje está disponível somente nos aparelhos celulares. O aprimoramento que permite ao Linux reconhecer e processar múltiplos toques simultâneos em um painel sensível é de autoria de um grupo de desenvolvedores ligado ao Laboratório de Computação Interativa da Escola Nacional de Aviação Civil (ENAC), em Toulouse, na França. Foi esse ponto de partida que ajudou aos pesquisadores do INdT a buscarem formas de tornar mais próximo o dia em que a tecnologia multitoque no Linux estará pronta para o consumo do grande público. Ao alcance dos dedos COMPUTADOR PESSOAL MULTITOQUE Novas formas de interação na plataforma Linux TECNOLOGIAS | 6968
  36. 36. este aplicativo habilita o uso no telefone celular de uma parte de funcionalidades do serviço Ovi Organiser, que permite gerenciamento e compartilhamento de eventos, notas e compromissos. Segundo André Neto, arquiteto de Software no projeto Ovi Platforms do INdT, 2009 foi um ano em que foi possível evoluir muito a participação do Instituto no desenvolvimento de serviços Ovi. “É gratificante saber que fazemos parte deste movimento, dado seu forte alinhamento com a estratégia da Nokia”, comentou. Já o Ovi Bots, sistema voltado aos desenvolvedores e que fornece os mecanismos para criar componentes de software que acessam serviços do portal via SMS, amplia as possibilidades de acesso ao Ovi, já que contempla aparelhos de baixo custo que não possuem recurso de conexão com a internet. O sistema está baseado na plataforma de desenvolvimento SM Bots, que permite a criação de serviços acessíveis por SMS. Ele está integrado à plataforma do MobileDeck, que é a base de trabalho de outros grandes projetos focados para serviços em internet no INdT. A meta é integrar os serviços do Ovi no software MobileDeck, disponível atualmente em mais de vinte modelos, entre eles 5130, 2330 e 2720 da Nokia Hoje o Mobile Deck, uma parceria entre o INdT e a Nokia do Brasil, é um dos serviços que mais crescem em usuários ativos no Brasil. Os lançamentos da Ovi Loja no Brasil em 2010, além dos novos aparelhos smartphones da Nokia, darão um grande impulso ao mercado nacional de aplicações. Ovi e INdT Relação que leva serviços de internet para o celular Mais serviços de internet no celular Agilidade no desenvolvimento de aplicações web Os usuários podem esperar por muitas novidades e novas aplicações para os aparelhos Nokia, enquanto os desenvolvedores verão um grande aumento nas oportunidades de negócio em 2010 nesta parceria entre INdT e Nokia do Brasil Ângelo Nicolay, gerente do grupo Internet Lab TECNOLOGIAS | 7170 Em finlandês, Ovi significa porta. Foi essa a palavra escolhida pela Nokia para dar nome à sua marca de serviços, anunciada em 2007. A novidade aumentou a abrangência de soluções da empresa no mercado e pode ser definida como resultado de uma mudança de foco da empresa no sentido de prover serviços mais completos para os consumidores. A partir de 2009, o INdT teve sua parcela de contribuição nesse processo, criando mecanismos para aprimorar os serviços de internet tanto para o celular como para a Web. Entre os pontos fortes dessa contribuição está o Ovi Integration Framework, um conjunto de componentes que disponibiliza serviços em Ovi.com por meio de widgets. No decorrer do projeto, vários componentes foram criados para facilitar e padronizar o trabalho de desenvolvimento do Ovi.com. Outra iniciativa visando a alavancar serviços Ovi foi o projeto Service Buddy. O projeto atua junto ao Ovi Chat - plataforma de comunicadores instantâneos do Ovi - habilitando a presença de empresas parceiras como contatos de chat dos usuários Ovi. O Service Buddy provê API’s para empresas parceiras se integrarem ao Ovi Chat e conversarem com seus clientes. Assim, ele permite ao usuário interagir com seu banco, restaurante favorito ou a livraria que frequenta via chat, adicionando um diferencial que vai aprimorar a experiência. Na plataforma mobile, foi desenvolvido o Ovi Organiser Widget. Baseado na tecnologia Web Run Time – WRT, www.ovi.com
  37. 37. Qt Mais agilidade no desenvolvimento de aplicativos multiplataforma A ferramenta Qt foi adquirida pela Nokia em 2008 através da compra da empresa norueguesa TrollTech. Esta ferramenta ganhou destaque mundial após ser utilizada no desenvolvimento de importantes aplicativos como Adobe Photoshop, Google Earth, KDE, KOffice e Skype. O INdT colabora diretamente no aprimoramento da ferramenta Qt, um dos melhores e mais inovadores sistemas multiplataforma para o desenvolvimento de programas de interface gráfica. Interativo, de fácil aprendizagem e com recursos praticamente ilimitados, a cada dia aumenta o universo de desenvolvedores que estão tirando proveito das facilidades desta ferramenta para criar novos aplicativos para diversas plataformas e os celulares da Nokia. Segundo Renato Chencarek, gerente técnico da área de Software e Interface de Usuário, em 2009, cerca de 20 profissionais de Manaus e Recife atuaram neste sentido. “Na área de aplicações que usam o Qt, o INdT criou alguns protótipos que impressionaram inclusive os próprios criadores da biblioteca”, explica. Com o Qt, é possível desenvolver aplicações e interfaces com o usuário uma única vez e depois compilar o código fonte para diversos sistemas operacionais, como Linux, Windows, Mac, Symbian, Maemo e outros, sem que seja necessário reescrever o código fonte. A tecnologia utilizada pelo Qt está presente nos celulares Nokia série 60 e nos internet tablets N800, N810 e N900, que utilizam a plataforma Maemo. O INdT também desenvolveu o PySide, um conjunto de bindings para a biblioteca Qt, que permite que programadores Python utilizem as funcionalidades da biblioteca Qt sem precisar aprender outra linguagem, uma vez que o Qt é predominantemente escrito na linguagem de programação C++. Segundo Matti Airas, especialista de software da Nokia, a repercussão do PySide foi muito positiva. A iniciativa do INdT também teve ótima aceitação no canal IRC e foi repercutida em vários sites de notícias na web. TECNOLOGIAS | 7372
  38. 38. COLABORAÇÃO Com foco no desenvolvimento e capacitação de pessoas, o INdT promove intensos programas de capacitação para desenvolver competências nas áreas de mobilidade e Internet, beneficiando todo o ecossistema de inovação.
  39. 39. ABIL - ALL BUDDIES INSTANT LOCATOR Cooperação científica estimula estudantes a criar protótipo em Qt O projeto ABIL é fruto do Programa de Cooperação Tecnocientífica entre o INdT e a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), em Manaus, e visa à formação de competências na plataforma de desenvolvimento Qt. Com o suporte do INdT, estudantes de Ciência da Computação bolsistas do Acordo de Cooperação Científica iniciaram, em 2009, o desenvolvimento da aplicação All Budies Instant Locator (ABIL). Trata-se de uma aplicação de chat para os modelos Nokia Tablet N900 e N810, que suportará protocolos de comunicação como os usados no MSN, Google Talk, Yahoo Messenger, entre outros. “Desenvolver o ABIL irá incentivar os estudantes a aprender a utilizar o Qt, esse sistema multiplataforma de criação de programas que vem crescendo no mercado e largamente usado pela Nokia e pelo INdT”, explica o desenvolvedor Frederico Duarte, integrante do projeto ABIL. O desenvolvimento desta ferramenta começou como um projeto de estudo da ferramenta Qt. “O projeto teve seu início por desenvolvedores do INdT e, após a fase de amadurecimento da ideia e criação de um protótipo básico, essa tecnologia passou a ser repassada aos pesquisadores da Fucapi”, explica Anderson Briglia, desenvolvedor do INdT. Atualmente, a aplicação ABIL é citada como um dos projetos de cooperação do Qt Labs Americas, uma iniciativa do INdT para promover o desenvolvimento de comunidades com interesse em Qt e KDE em todo o território do continente americano, começando pelo Brasil. COLABORAÇÃO | 7776
  40. 40. Círculo virtuoso na formação de competências Lançado em 2009, o Qt Labs Americas é uma iniciativa do INdT visando à formação de competências em comunidades de desenvolvedores com interesse em Qt e KDE em todo o território do continente americano, começando pelo Brasil. O Qt é um kit de ferramentas gráficas capaz de gerar aplicativos compatíveis com todos os tipos de plataformas (Linux, Windows, Symbian, Maemo e outras). O KDE é uma comunidade internacional de desenvolvedores que cria softwares livres para computadores pessoais e portáteis. O Qt Labs Americas TechDay é uma ação que integra o trabalho de cooperação científica e o desenvolvimento de competências com universidades realizado pelo INdT. Em parceria com a comunidade KDE e com universidades locais, o INdT organiza eventos educacionais como oficinas, conferências e “TechDays” . Durante um dia, em seis horas de aula, desenvolvedores levam teoria e práticas de Qt a alunos e profissionais do setor. Desta maneira, apresenta o Qt a novos desenvolvedores e os incentiva a aprofundarem seus conhecimentos sobre esta tecnologia. “Com os TechDays promovidos pelo Qt Labs, cria-se um círculo virtuoso. Como a plataforma Qt é aberta, os novos desenvolvedores ganham autonomia para desenvolver suas próprias ideias ou para aperfeiçoar a própria ferramenta”, afirma Igor Almeida, um dos coordenadores dos TechDays. “Quanto mais profissionais capacitados em Qt, novos e melhores aplicativos irão surgir no mercado”, acrescenta. Em outubro de 2009, o INdT promoveu dois TechDays: um na Faculdade iDez, em João Pessoa, e outro na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O TechDay na UFPE ocorreu no Centro de Informática (CIN), reunindo 49 pessoas vindas de todo o Estado de Pernambuco, da Paraíba e de Alagoas. Já na Faculdade iDez, o evento reuniu 40 pessoas de João Pessoa e de Campina Grande, interior da Paraíba. Foram duas horas de teoria e quatro horas de prática (hands-on). Alunos de graduação, pós, mestres e desenvolvedores que atuam no mercado participaram de um dia de curso básico de Qt. Além de informações sobre a iniciativa, o portal do Qt Labs Americas disponibiliza informações sobre projetos, parceiros e atualizações sobre o universo Qt. As informações estão disponíveis em inglês, português e espanhol. Durante o ano de 2009, cerca de 500 alunos de 7 cidades do país foram beneficiados pelos Tech Days. qtlabs.openbossa.org COLABORAÇÃO | 7978
  41. 41. CONSULTORIAS E CERTIFICAÇÕES O alto nível de qualidade dos laboratórios e equipamentos do INdT e a excelência de sua equipe técnica são referências no Brasil. Em suas instalações são realizados serviços de consultorias, testes e certificações para várias empresas, como as grandes operadoras de telefonia móvel do país.
  42. 42. USABILIDADE E EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO Testes garantem satisfação e produtos bem sucedidos Entre os critérios que influenciam o consumidor na hora de escolher um produto estão os relacionados à sua funcionalidade e usabilidade. Produtos que proporcionam uma experiência de uso amigável, fácil e satisfatória conquistam o consumidor, geram fidelidade à marca e ampliam a participação da empresa que o criou no mercado. Porém, reunir os elementos certos para chegar a esse conjunto de características ideais exige a realização de estudos para entender o que as pessoas esperam de um determinado produto. Trata-se de uma análise bastante subjetiva, que envolve aspectos psicológicos e emocionais que vão além da tecnologia. Visando a atender a essa demanda, o INdT criou o Laboratório de Usabilidade Rosáurea Magalhães, uma estrutura pioneira no Brasil no ponto de vista da tecnologia empregada e equipamentos e que se destaca no campo de pesquisas, serviços e transferência de conhecimento em usabilidade e experiência do usuário. Desde a sua criação, há pouco mais de um ano, o laboratório tem acumulado resultados expressivos, disponibilizando recomendações úteis para melhorar soluções e conceitos. Em 2009, sete relevantes projetos contaram com a qualidade dos serviços do INdT nessa área: Out of Box Experience (OOBE), Nokia Retention, Nokia Education Delivery (NED), Nokia Data Gathering (NDG), Bluebox, Series 60 Usability Assessment e MobileDeck. Contando com equipamentos e métodos de grande precisão e profissionais com alta qualificação, o INdT proporcionou resultados que geraram retorno positivo a cada um deles. Através de interfaces de fácil uso e aprendizado, foram alcançados patamares superiores de eficiência, que diminuíram o tempo de realização das tarefas e a taxa de erros dos usuários. Em outras palavras, os estudos realizados pelo INdT ajudaram a promover melhorias e a encontrar soluções para as dificuldades de uso identificadas pelos usuários. As recomendações influenciaram, por exemplo, a disposição mais adequada dos ícones de acesso a serviços nas telas do celular, avanços na elaboração de websites e o estabelecimento de melhorias na interface para comunicação entre dispositivo e usuário. Além disso, contribuíram com a valorização da engenharia da usabilidade e do design centrado no usuário, que é a melhor fonte de informações para promover o funcionamento aprimorado dos dispositivos. Como resultado, são desenvolvidos serviços e produtos mais acessíveis e simples de usar. CONSULTORIAS E CERTIFICAÇÕES | 8382
  43. 43. No Laboratório de Usabilidade Rosaurea Magalhães, todas as atividades são realizadas de forma autônoma ou em parceria com outros institutos de pesquisa, instituições de ensino superior e empresas e tornam o INdT uma referência brasileira no desenvolvimento de projetos de pesquisa na área de usabilidade e áreas afins, seja com produtos eletrônicos de consumo ou com sistemas de interação entre homem e tecnologia digital. Infraestrutura pioneira Localizado na sede do INdT em Manaus, o laboratório está estruturado de forma a poder executar testes abordando aspectos emocionais e psicológicos dos usuários. Não há conhecimento de laboratório similar em termos de tecnologia empregada e equipamentos disponíveis no Brasil. Referência Nacional A coleta de dados é feita por meio de diversos instrumentos e técnicas. Formulários, questionários, escalas de avaliação e entrevistas são algumas delas. Os registros são feitos em vídeo e áudio e contam com a estrutura de ponta dos laboratórios fixo e móvel. A observação comportamental também é utilizada como ferramenta de suporte aos testes de usabilidade, buscando a relação que há entre determinadas expressões faciais e corporais, comparadas com os resultados das outras ferramentas utilizadas quantitativamente durante o teste. O método de expressões faciais é um conjunto de mais de duas mil expressões faciais que ajudam a esclarecer, de forma técnica, o grau de satisfação dos usuários a um determinado produto, em fase de teste de usabilidade. O corpo fala Eye tracker Mapeia o movimento dos olhos, permitindo indicar com precisão como os usuários vêem as coisas. Laboratório Móvel É utilizado em atividades externas e, em conjunto com câmeras de vídeo e microfones, permite a execução de testes em qualquer sala ou ambiente. Sala de Entrevistas Dotada de câmeras de alta definição e microfones, ambientada como uma sala de estar para realização de testes que podem ser acompanhados da sala de observação contígua a qual possui janelas espelhadas que permitem visualização somente de um lado. Visualizer Câmera autofoco para registro em vídeo ou fotos da utilização de dispositivos, o que permite observar os pontos de melhoria, tanto em hardwares como softwares. CONSULTORIAS E CERTIFICAÇÕES | 8584
  44. 44. OPERATIVE PROJECT MANAGEMENT - OPM Eficiência em serviços GSM para operadoras de telefonia celular na América Latina e Europa Os serviços oferecidos pelo INdT foram expadindos após a criação do Operative Project Management (OPM), gerando excelentes resultados e ampliando as perspectivas de atuação para o instituto nessa área. O projeto teve início no segundo semestre de 2008. Nesse período, o foco era a customização de temas para a TIM Brasil e a América Móvil, com as operadoras Claro, em toda América Latina; Comcel, na Colômbia; Porta, no Equador e Telcel, no México. Com menos de seis meses de execução, já em 2009, o INdT fortaleceu ainda mais a sua credibilidade e passou a prestar auxílio com outras atividades, como testes de variantes com custos de operação reduzidos. Além disso, iniciou o desenvolvimento de atividades para a Telefonica, na América Latina, Vivo Brasil e O2, na Europa. Esse serviço envolvem a produção e teste de branding e inclusão de aplicações, ringtones, bookmarks, ícones, serviços e outros tipos de conteúdo embarcados no telefone que, assim como os temas, são previamente negociados e acordados entre a Nokia e a operadora. O grande diferencial do OPM é que há um sistema de governança de prioridades e gerenciamento de entregas com alto padrão de qualidade, além de ter operações baseadas no Brasil (em São Paulo e Brasília), no México e, recentemente, na Espanha. Assim, o INdT foi capaz de atuar em mais de 11 países e atender mais de 20 operadoras, dando grande suporte para a Nokia. Após pouco mais de um ano de funcionamento, o INdT contou com uma grande oportunidade de expansão. Fernando Castro, um dos pesquisadores que compõe a equipe do projeto, passou a sediar-se em Madrid, na Espanha. Isso resultou na ampliação do escopo de atividades e na oportunidade de novos negócios no atendimento à Europa. Atuando na Espanha, o INdT poderá expandir ainda mais e desenvolver novos projetos com as operadoras da Europa e Asia. Satisfação do cliente e conhecimento do processo são os grandes diferenciais na execução desse serviço. Atendemos sempre com segurança nas entregas e datas acordadas para que as variantes estejam prontas e o produto no mercado, dentro do tempo previsto. Isso só tem ampliado nossa credibilidade Francisco Beu, Coordenador do Projeto CONSULTORIAS E CERTIFICAÇÕES | 8786
  45. 45. GESTÃO DA INOVAÇÃO Conheça os resultados do processo de gestão da inovação do INdT, que fomenta uma rede local de inovação através de parcerias com expoentes internacionais. O fortalecimento de sua credibilidade científica começa em casa, com a premiação de seus talentos.
  46. 46. INOVAÇÃO SEM FRONTEIRAS Ações inovadoras galgando conquistas Selo Anpei Graças às ações de fomento à inovação promovidas pelo INdT, em dezembro de 2009, a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei) concedeu ao Instituto o Selo Anpei de Empresa Inovadora, juntamente com outras empresas e instituições, como a Eletrobrás, a Rhodia, o Instituto Inovação, a PUC do Paraná e a PUC do Rio Grande do Sul. Segundo Ana Sena, Coordenadora de Inovação do INdT, “este selo vem ser um facilitador, apresentando as empresas inovadoras à comunidade científica, à sociedade em geral e nos outorgando maior credibilidade”, completa. Atualmente, apenas 81 empresas e Institutos de Ciência e Tecnologia (ICT) são identificados com este selo no país. A expectativa da Anpei é que o selo venha a se constituir em uma certificação reconhecida pelos órgãos de fomento à inovação, de forma que as empresas portadoras possam ter acesso facilitado a financiamentos públicos para projetos de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação. Mais credibilidade Em agosto de 2009, o Instituto Nokia de Tecnologia (INdT) foi reconhecido como membro do Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC). Além de fortalecer o potencial do INdT para contribuir com essas questões, esse novo reconhecimento também o credencia a concorrer a editais para estruturação de Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), ampliando ainda mais seu campo de ação. Por meio da pesquisa em inovação aberta, o INdT também tomou conhecimento da metodologia living labs, submeteu sua proposta e foi aceito como membro da Rede Européia de Living Labs – EnoLL. O INdT tem sido pioneiro na disseminação desta ferramenta no Brasil e contribuiu diretamente para a conquista do reconhecimento do Amazonas Living Lab da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Amazonas. Com essas iniciativas, o INdT aumentou a sua visibilidade como parceiro em projetos europeus de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação e tem se tornado um forte ator do Sistema de Inovação do Amazonas. Reconhecimento Conheça outras conquistas importantes da área de Gestão de Inovação do INdT: • O INdT cadastrou-se no FP7 – Programa Quadro da Comissão Européia para financiamento de P&D; • O INdT foi convidado para participar do projeto de benchmark em Gestão de Inovação da CPFL Energia / TerraForum; • O Projeto de Gestão de Inovação foi relatado com sucesso junto ao MCT/SUFRAMA; • O INdT foi incluído no mapa de competências do Brasil para a Cooperação Internacional com a União Européia. Projeto Nokia Data Gathering , que ajudou a reduzir em mais de 90% os casos de dengue em Manaus, é destaque na 61a Conferência Anual da ANPEI GESTÃO DA INOVAÇÃO | 9190
  47. 47. VALORIZANDO IDÉIAS Resultados do Funil de Inovação O estímulo à inovação é tão importante no INdT, que são reservados recursos exclusivos para iniciar projetos baseados em ideias dos colaboradores. Periodicamente, o Instituto promove chamadas internas e premia as contribuições mais inovadoras. Em 2009, catorze propostas foram selecionadas no Funil de Inovação e transformadas em projetos: 1 - New Intuitive User Interface, por Germano Freitas e Eduardo Assunção; 2 - Failure Damage Characterization, por João Morais, Eduardo Assunção e Bruno Leite; 3 - Accelerometer for LBS, por Robson Domingos; 4 - Selfone, por Leonardo Cunha; 5 - New Touch Display, por Luciano Arruda e Eduardo Assunção; 6 - Wooden Cover, por Germano Freitas, Edson Silva e Cláudio Oliveira; 7 - N810 RFID, por André Araújo; 8 - Nokia Magnifier, por Jackson Feijó e Wilson Prata; 9 - MultiUtil Sw Hw Bluetooth, por Arminio Adolfo de Pontes e Sousa Junior; 10 - WorkOutBuddy, por Claudio Oliveira Filho, Edson Silva e Germano Freitas; 11 - SoundShare, por Milena Lopes e Guilherme Costa; 12 - Vibra, por Iramylson Freitas, João Morais, Marcos Teixeira e Renato Bonadiman; 13 - AudioAid, por Jackson Feijó e Wilson Prata; 14 - Nokia Magnifier, por Jackson Feijó e Wilson Prata; Reconhecimentos Internacionais: 1 - AudioAid, por Jackson Feijó e Wilson Prata; 2 - Mr. Postman, por Ian Moreira e Allyson Santos, no Flash Lite Developer Challenge. INdT recebe menção honrosa do FORUM NOKIA, em Setembro de 2009, no evento Calling All Inovators, em Stuttgart, Alemanha. GESTÃO DA INOVAÇÃO | 9392
  48. 48. TECNOLOGIAS SOCIAIS A inovação proporciona aplicações interessantes às tecnologias móveis, beneficiando pessoas com necessidades especiais e organismos governamentais de países em desenvolvimento. As tecnologias desenvolvidas por pesquisadores do INdT e exportadas para vários países alavancam indicadores sociais e podem salvar vidas.
  49. 49. NOKIA EDUCATION DELIVERY Tecnologia reduz evasão escolar e índices de reprovação Levar conteúdo de qualidade para alunos em escolas remotas, bem como criar um mecanismo para enriquecer as aulas e contribuir para a diminuição dos índices de evasão escolar. Estes são alguns resultados do projeto Nokia Education Delivery (NED), desenvolvido pelo INdT em parceria com a Nokia, e que já beneficia milhares de crianças em três continentes. O projeto permite a entrega e apresentação de vídeos educacionais através de celulares Nokia conectados a uma TV dentro da sala de aula. Através da tela do telefone, o professor pode selecionar categorias de vídeos por séries, disciplinas ou faixa etária, e escolher aqueles que deseja baixar via Internet para apresentar aos alunos. Este conteúdo audiovisual complementa as informações dos livros, enriquecendo a experiência de aprendizagem de crianças e jovens carentes. Antes o sistema funcionava através da conexão por set-top-box: os dados eram baixados via satélite por meio de um canal de TV aberta e o processo levava horas. Com as melhorias desenvolvidas pelo INdT, foi possível agilizar e diminuir o custo do processo. Agora, a transmissão de dados é feita pelas operadoras de celular e, para a apresentação na tela grande, basta usar o cabo de TV que vem no próprio kit dos aparelhos celulares. Alcance Global O NED é fornecido gratuitamente para países que tenham interesse em utilizá-lo e que possuam recursos para a produção e localização dos vídeos. O projeto foi lançado em Ilagan, na ilha de Isabela, nas Filipinas (Ásia), em 2007, em parceria com a Ayala Foundation, Globe Telecom, SEAMEO-Innotech e com o Governo local. Em 2009, o projeto foi implantado em 150 escolas públicas de Dar Es Salaam, na Tanzânia (África), em parceria com a ONG International Youth Foundation. Neste país, o projeto já conta com mais de 1.500 professores treinados e mais de 40 mil alunos entre 10 e 13 anos beneficiados. O projeto também foi implantado na América do Sul. Graças a uma parceria entre a Associación Chilena Pro Naciones Unidas, Movistar Chile, Fundacion Telefonica, Nokia Siemens Networks, Pearson Foundation e a Associação Chilena de Municipalidades, em 2009 foram iniciados os treinamentos de 500 professores e a tecnologia deverá beneficiar 10.000 estudantes de 230 escolas do Chile. Impacto Social Em poucos meses de implementação da solução, os educadores já puderam sentir seus efeitos positivos. Os alunos estão mais assíduos, atenciosos e o desempenho escolar melhorou consideravelmente. “O desempenho dos jovens tem melhorado com a ajuda dos vídeos educativos. Essa ferramenta prende a atenção deles e também facilita a vida dos professores”, afirma o diretor de Experiência em Serviços do INdT, André Erthal. De acordo com ele, nas escolas onde o NED está implantado, os educadores relataram que a produtividade escolar melhorou nos últimos meses e o índice de reprovação vem caindo aos poucos. Diante de resultados tão promissores, o próximo passo é expandir ainda mais o número de países, escolas e alunos beneficiados pela tecnologia, incluindo o Brasil. TECNOLOGIAS SOCIAIS | 9796

×