FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL

3.452 visualizações

Publicada em

ESPIRITISMO - KARDEC - ESDE - EADE -ESTUDO SISTEMATIZADO DA DOUTRINA ESPÍRITA
PROGRAMA FUNDAMENTAL - TOMO I - MÓDULO VII: Pluralidade dos Mundos Habitados roteiro 1: O fluido cósmico universal - Elementos gerais do universo: espírito e matéria.

Publicada em: Espiritual
1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.452
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
271
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A tabela periódica consiste num ordenamento dos elementos conhecidos de acordo com as suas propriedades físicas e químicas, em que os elementos que apresentam as propriedades semelhantes são dispostos em colunas. Este ordenamento foi proposto pelo químico russo Dmitri Mendeleiev , substituindo o ordenamento pela massa atômica. Ele publicou a tabela periódica em seu livro Princípios da Química em 1869, época em que eram conhecidos apenas cerca de 60 elementos químicos.
    Nos anos que se seguiram após a publicação da tabela periódica de Mendeleiev, as lacunas que ele deixou foram preenchidas quando os químicos descobriram mais elementos químicos. O último elemento de ocorrência natural a ser descoberto foi o frâncio (referido por Mendeleiev como eka-césio) em 1939.[11] A tabela periódica também cresceu com a adição de elementos sintéticos e transurânicos. O primeiro elemento transurânico a ser descoberto foi o netúnio, que foi formado pelo bombardeamento de urânio com nêutrons num ciclotron em 1939.[12]
    Fonte:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Tabela_peri%C3%B3dica
  • Por possuir propriedades distintas, não se enquadra claramente em nenhum grupo da tabela periódica, sendo muitas vezes colocado no grupo 1 (ou família 1A) por possuir apenas 1 próton.
  • FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL

    1. 1. MÓDULO VII: PLURALIDADE DOS MUNDOS HABITADOSMÓDULO VII: PLURALIDADE DOS MUNDOS HABITADOS ROTEIRO 1: O FLUIDO CÓSMICO UNIVERSALROTEIRO 1: O FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL ESTUDO SISTEMATIZADO DA DOUTRINA ESPÍRITAESTUDO SISTEMATIZADO DA DOUTRINA ESPÍRITA PROGRAMA FUNDAMENTAL - TOMO IPROGRAMA FUNDAMENTAL - TOMO I 1
    2. 2. PLURALIDADEDOSMUNDOSHABITADOSPLURALIDADEDOSMUNDOSHABITADOS 2 1.1. O fluido cósmico universalO fluido cósmico universal 2.2. Elementos gerais doElementos gerais do universo: espírito e matériauniverso: espírito e matéria 3.3. Formação dos mundos e dosFormação dos mundos e dos seres vivosseres vivos 4.4. Os reinos da natureza:Os reinos da natureza: mineral, vegetal, animal emineral, vegetal, animal e hominalhominal 5.5. Diferentes categorias deDiferentes categorias de mundos habitadosmundos habitados 6.6. Encarnação nos diferentesEncarnação nos diferentes mundosmundos 7.7. A Terra: mundo de expiaçãoA Terra: mundo de expiação e provase provas
    3. 3. 3 ...parece que a compreensão do assunto requer, não apenas condições intelectivas adiantadas, mas, também, uma organização física mais especializada... (ESDE TOMO I) 3 ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA ??????
    4. 4. 4 Espírito espírito ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA PrincípioPrincípio inteligente dointeligente do universouniverso IndividualidadeIndividualidade humana dotadahumana dotada de razãode razão
    5. 5. Origem no Fluido Cósmico Universal ou Éter 5 Matéria ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA Perispírito Espírito Semi material Veículo do pensamento Ser indefinido Abstrato
    6. 6. INTELIGÊNCIA DIVINAINTELIGÊNCIA DIVINA DEUSDEUS INTELIGÊNCIA DIVINAINTELIGÊNCIA DIVINA DEUSDEUS TRINDADE UNIVERSAL 6 ESPÍRITOESPÍRITO MATÉRIAMATÉRIAMATÉRIAMATÉRIA ou Princípio inteligente ou Princípio espiritual ou Princípio material ou Fluído Cósmico Universal Dois elementos do universo ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    7. 7. 7 INFLUXO DE DEUSINFLUXO DE DEUS Inteligências Divinas em cocriação em Plano Maior atuam no Fluido Cósmico Universal (FCU) Resultam vários tipos de matéria Pressão Calor Luz Eletricidade Ativa Ondas Magnéticas Gravidade Coesão Afinidade Atração Som ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA FORÇASFORÇAS FCUFCU
    8. 8. A união é necessária para “inteligenciar” intelectualizar a matéria. INTELIGÊNCIAINTELIGÊNCIA DIVINADIVINAINTELIGÊNCIAINTELIGÊNCIA DIVINADIVINA 8 ESPÍRITOS CRÍSTICOSESPÍRITOS CRÍSTICOSESPÍRITOS CRÍSTICOSESPÍRITOS CRÍSTICOS ou Inteligências Superiores ou Princípio inteligente ou Princípio espiritual ou Princípio material ou Fluído Cósmico Universal UNIÃO Novos elementos materiais Matérias mais complexas ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA ESPÍRITOESPÍRITO MATÉRIAMATÉRIA espíritoespírito
    9. 9. 25 – a) Esta união é igualmente necessária para a manifestação do espírito. (Por espírito entendemos aqui o princípio da inteligência, abstração feita das individualidades designadas por esse nome.) É necessária para vós. porque não estais organizados para perceber o espírito sem a matéria; vossos sentidos não foram feitos para isso. LE, cap. II, Espírito e Matéria 9 ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    10. 10. 10 Resultam os planetasResultam os planetas Gravidade Coesão Afinidade Atração Som Pressão Calor Luz Eletricidade Ativa Ondas Magnéticas Agitação inteligente do átomo é desconhecida Onde o princípio inteligente vai se desenvolverOnde o princípio inteligente vai se desenvolver ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA Os mundos se formam pela condensação da matéria disseminada no Espaço FORÇASFORÇAS FCUFCU
    11. 11. INTELECTUALIZAR : origina-se de intelecto e quer dizer: dar caráter intelectual a; dar forma ou conteúdo racional; elevar algo (um sentimento, uma discussão) à categoria das coisas intelectuais. INTELIGENCIAR: caso existissem originaria do vocábulo inteligência e pode ser entendido: como faculdade de entender, de compreender, de conhecer, de aprender; juízo; discernimento; penetração do espírito; conj. de funções psíquicas e psicofisiológicas que contribuem para o conhecimento ou compreensão das coisas e significado dos fatos; para a Psicologia é a capacidade de apreender e organizar os dados de uma situação, em circunstâncias para as quais de nada servem o instinto, o aprendizado e o hábito; é a habilidade em tirar partido das circunstâncias; para a Metafísica, é a substância espiritual e abstrata considerada como fonte de toda a intelectualidade. 11 ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    12. 12. TABELA PERIÓDICA 12 Disposição sistemática dos elementos, na forma de uma tabela, em função de suas propriedades ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    13. 13. HIDROGÊNIO • Elemento químico • Nº atômico 1 • Átomo Primordial da Matéria Planetária 13 FCUFCU ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA Origina os demais elementos no mecanismo evolutivo da matéria 250.000 substâncias aproximadamente Reduzidos a: 103 Elementos da Tabela Periódica 90 Elementos naturais do planeta 13 Elementos produzidos pelo homem
    14. 14. 14 AÇÃO DOS MENTORES SUPERIORES Origina todas as substâncias conhecidas e desconhecidas ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA FluidoFluido CósmicoCósmico UniversalUniversal
    15. 15. .... Deus, espírito e matéria constituem o.... Deus, espírito e matéria constituem o princípio de tudo o que existe, a trindadeprincípio de tudo o que existe, a trindade universal.universal. Mas, ao elemento material se tem que juntarMas, ao elemento material se tem que juntar o fluido universal, que desempenha o papelo fluido universal, que desempenha o papel de intermediário entre o Espírito e a matériade intermediário entre o Espírito e a matéria propriamente dita, por demais grosseiras parapropriamente dita, por demais grosseiras para que o Espírito possa exercer ação sobre ela.que o Espírito possa exercer ação sobre ela. Allan Kardec: O Livro dos Espíritos, questão 27.Allan Kardec: O Livro dos Espíritos, questão 27. 15 ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    16. 16. A matéria é o laço que prende o Espírito; é o instrumento de que este se serve e sobre o qual, ao mesmo tempo, exerce sua ação. Allan Kardec: O Livro dos Espíritos, questão 22-a. 16 ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    17. 17. 17 O espírito [ou princípio inteligente] independe da matéria, ou é apenas uma propriedade desta, como as cores o são da luz e o som o é do ar? São distintos uma do outro; mas, a união do Espírito e da matéria é necessária para intelectualizar (inteligenciar) a matéria. Allan Kardec: O Livro dos Espíritos, questão 25. ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    18. 18. ... vemos matéria destituída de inteligência e vemos um princípio inteligente que independe da matéria. A origem e a conexão destas duas coisas nos são desconhecidas. Se promanam ou não de uma só fonte; se há pontos de contato entre ambas... (11) 18 ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    19. 19. se a inteligência tem existência própria, ou se é uma propriedade, um efeito; se é mesmo, conforme à opinião de alguns, uma emanação da Divindade, ignoramos. Elas se nos mostram como sendo distintas; daí o considerarmo-Ias formando os dois princípios constitutivos do Universo. (11) ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    20. 20. Vemos acima de tudo isso uma inteligência que domina todas as outras, que as governa, que se distingue delas por atributos essenciais. A essa inteligência suprema é que chamamos Deus. (11) ESPÍRITOEMATÉRIAESPÍRITOEMATÉRIA
    21. 21. 21 1. KARDEC, Allan. A Gênese. Tradução de Guillon Ribeiro. 45. ed. Rio de Janeiro:FEB, 2004. Cap. VI, item 3, p.1 07. 2. . Item 7, p.1 09. 3. .ltem10,p.111. 4. . O Livro dos Espíritos. Tradução de Guillon Ribeiro. 84. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2003, questão 23, p. 59. 5. . Quesftlo 24, p. 59. 6. . Questão 25, p. 59. 7. . Questão 25-a, p. 59. 8. . Questão 27, p. 59. 9. . Questão 27, p. 59-60. 10. . Questão 28, p. 60. 11. .p.60-61. 12. XAVIER, Francisco Cândido e VIEIRA, Waldo. Evolução em Dois Mundos. Pelo Espírito André Luiz. 21. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2003. Primeira parte, cap. I (Fluido cósmico), p. 21. 13. . p. 23 (Forças atômicas). 14. . p. 24 (Luz e calor). 15. XAVIER, Francisco Cândido. O Consolador. Pelo espírito Emmanuel. 22. ed.Rio de Janeiro: FEB, 2000, questão 4, p. 24-25. 16. . p. 25. BIBLIOGRAFIABIBLIOGRAFIA
    22. 22. 22 Muito obrigada!Muito obrigada! deni.aguiar.silva@gmail.comdeni.aguiar.silva@gmail.com 20122012

    ×