SlideShare uma empresa Scribd logo

Projeto Meio Ambiente

1 de 31
Baixar para ler offline
"Quem ama a natureza, perdoa o homem e recomeça um novo tempo". Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO  MÉDIO NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO VITÓRIA DAS MISSÕES I-DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.TITULO DO PROJETO - MEIO AMBIENTE 2.ABRANGÊNCIA - ESCOLA E COMUNIDADE 3. COORDENADORA GERAL- PROFª JANETE 4.ELABORAÇÃO DO PROJETO- PROFª JANETE, PROFª ANDRÉIA, PROFª DENISE 5.PARTICIPANTES–PROFESSORES,FUNCIONÁRIOS, ALUNOS. COMUNIDADE E SETORES PÚBLICO E PRIVADO. 6.INÍCIO -  ABRIL DE 2007 7. DURAÇÃO – ANO LETIVO DE 2007 8. DIRETOR - SÉRGIO S. DOS SANTOS
II- JUSTIFICATIVA DO PROJETO A Escola E. E. M.  Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em sua metodologia tem a preocupação de contemplar questões relacionadas ao meio em que o aluno está inserido de forma participativa sendo capaz de estabelecer relações, interagir, transformar, reelaborar e agir no meio em que vive e em outras realidades. Diante disso, a escola realiza a Pesquisa Participante através de visitas a toda a comunidade escolar investigando suas preocupações, sonhos e anseios . Destacam-se as relacionadas com o caráter e dignidade, a importância da escola na formação do cidadão, sem esquecer, nunca, que o sustento vem da terra.
Portanto, sentiu-se a necessidade de mostrar que o equilíbrio da natureza é essencial para a vida na terra. Atualmente, a preocupação com a degradação do planeta ocupa atenção da sociedade local e mundial, onde a escola se engaja com os ambientalistas na busca de soluções para preservar o meio ambiente. Partindo do princípio  que a educação ambiental é um processo longo e contínuo, e mudar isso não é uma coisa fácil,devemos  primeiro  mudar nossos hábitos e atitudes,  uma vez que a mudança deve ser espontânea e vir de dentro para que ela possa de fato ocorrer. Muitas situações estão distantes fisicamente mas que influenciam na manutenção dos seres vivos. Por isso, a importância de pequenos  atos  em nossas casas e escolas.
A Educação Ambiental é muito mais do que conscientizar sobre o lixo, reciclagem e datas comemorativas, é trabalhar situações que possibilitem a comunidade escolar  pensar propostas de intervenção na realidade que os cerca. Ela será o elo entre todas as disciplinas e preencherá uma lacuna na área da educação, que é a valorização da vida e, portanto,  do meio ambiente.
“ As pessoas cuidam do meio ambiente por duas razões  apenas:por amor ou por temor. Vale dizer, algumas pessoas conservam a natureza porque gostam, porque acham bonito, independente para ela servir para alguma coisa. Elas conservam por razões puramente afetivas . Outras conservam porque já ouviram falar no desequilíbrio ecológico, porque tem medo de cortar a mata, assorear os rios, acabar com o oxigênio, a poluição dá doença, etc. Assim, basicamente nós temos um fator afetivo e um fator cognitivo, este depende do conhecimento. A preocupação maior de um educador ambientalista deve ser o de desenvolver no aluno esses dois fatores.(OLIVEIRA, 1990,p.18)

Recomendados

Projeto horta suspensa na escola
Projeto horta suspensa na escolaProjeto horta suspensa na escola
Projeto horta suspensa na escolalavi1423
 
Projeto o lixo e a reciclagem
Projeto o lixo e a reciclagemProjeto o lixo e a reciclagem
Projeto o lixo e a reciclagememjmachado
 
Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"Graça Sousa
 
Projeto reciclar é bom, reutilizar é melhor
Projeto reciclar é bom, reutilizar é melhorProjeto reciclar é bom, reutilizar é melhor
Projeto reciclar é bom, reutilizar é melhorMarilia Andrade Feitosa
 
Projeto Meio Ambiente
Projeto Meio AmbienteProjeto Meio Ambiente
Projeto Meio Ambienteangelavbecker
 
PROJETO CURSO DE RECICLAGEM DE PNEUS USADOS
PROJETO CURSO DE RECICLAGEM DE PNEUS USADOSPROJETO CURSO DE RECICLAGEM DE PNEUS USADOS
PROJETO CURSO DE RECICLAGEM DE PNEUS USADOSPaulo David
 
Mini Projeto de Meio Ambiente
Mini Projeto de Meio AmbienteMini Projeto de Meio Ambiente
Mini Projeto de Meio AmbienteRodger Rocha
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PROJETO JARDIM E ARTE NA ESCOLA
PROJETO JARDIM E ARTE NA ESCOLAPROJETO JARDIM E ARTE NA ESCOLA
PROJETO JARDIM E ARTE NA ESCOLAMarcio Souza Reis
 
Projeto Brincar e Descobrir como Preservar o Ambiente. UNEB - 2012 - Claudiné...
Projeto Brincar e Descobrir como Preservar o Ambiente. UNEB - 2012 - Claudiné...Projeto Brincar e Descobrir como Preservar o Ambiente. UNEB - 2012 - Claudiné...
Projeto Brincar e Descobrir como Preservar o Ambiente. UNEB - 2012 - Claudiné...Claudinéia Barbosa
 
A PRODUÇÃO DE BRINQUEDOS COM MATERIAL RECICLÁVEL, UM MATERIAL DIDÁTICO PARA O...
A PRODUÇÃO DE BRINQUEDOS COM MATERIAL RECICLÁVEL, UM MATERIAL DIDÁTICO PARA O...A PRODUÇÃO DE BRINQUEDOS COM MATERIAL RECICLÁVEL, UM MATERIAL DIDÁTICO PARA O...
A PRODUÇÃO DE BRINQUEDOS COM MATERIAL RECICLÁVEL, UM MATERIAL DIDÁTICO PARA O...Vis-UAB
 
Educação Ambiental Infantil
Educação Ambiental InfantilEducação Ambiental Infantil
Educação Ambiental Infantilmpaffetti
 
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"Cleiton10
 
Oficina de reciclagem
Oficina de reciclagemOficina de reciclagem
Oficina de reciclagemdalvatenas
 
Projeto.meio.ambiente.saude
Projeto.meio.ambiente.saudeProjeto.meio.ambiente.saude
Projeto.meio.ambiente.saudeSuely Santos
 
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slidesProjeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slidesprof_roseli_barbosa
 
Projeto combate a dengue escola nascimento leal
Projeto combate a dengue   escola nascimento lealProjeto combate a dengue   escola nascimento leal
Projeto combate a dengue escola nascimento lealFabiola Oliveira
 
Projeto lixo, reciclagem e reutilização na EJA
Projeto lixo, reciclagem e reutilização na EJAProjeto lixo, reciclagem e reutilização na EJA
Projeto lixo, reciclagem e reutilização na EJAJacqueline Liedja
 
Projeto Meio Ambiente - Profª Cleide)
Projeto Meio Ambiente - Profª Cleide)Projeto Meio Ambiente - Profª Cleide)
Projeto Meio Ambiente - Profª Cleide)empeq
 
Projeto Materiais Reciclaveis
Projeto Materiais ReciclaveisProjeto Materiais Reciclaveis
Projeto Materiais ReciclaveisKelma Pamplona
 
Projeto de Jardinagem
Projeto de JardinagemProjeto de Jardinagem
Projeto de JardinagemEduardo Tuba
 
Projeto interdisciplinar "Preservando o meio ambiente através da reciclagem"
Projeto interdisciplinar "Preservando o meio ambiente através da reciclagem"Projeto interdisciplinar "Preservando o meio ambiente através da reciclagem"
Projeto interdisciplinar "Preservando o meio ambiente através da reciclagem"mbl2012
 
Projeto meio ambiente fauna e flora
Projeto meio ambiente  fauna e floraProjeto meio ambiente  fauna e flora
Projeto meio ambiente fauna e floraFauFlo
 

Mais procurados (20)

PROJETO JARDIM E ARTE NA ESCOLA
PROJETO JARDIM E ARTE NA ESCOLAPROJETO JARDIM E ARTE NA ESCOLA
PROJETO JARDIM E ARTE NA ESCOLA
 
Projeto Brincar e Descobrir como Preservar o Ambiente. UNEB - 2012 - Claudiné...
Projeto Brincar e Descobrir como Preservar o Ambiente. UNEB - 2012 - Claudiné...Projeto Brincar e Descobrir como Preservar o Ambiente. UNEB - 2012 - Claudiné...
Projeto Brincar e Descobrir como Preservar o Ambiente. UNEB - 2012 - Claudiné...
 
A PRODUÇÃO DE BRINQUEDOS COM MATERIAL RECICLÁVEL, UM MATERIAL DIDÁTICO PARA O...
A PRODUÇÃO DE BRINQUEDOS COM MATERIAL RECICLÁVEL, UM MATERIAL DIDÁTICO PARA O...A PRODUÇÃO DE BRINQUEDOS COM MATERIAL RECICLÁVEL, UM MATERIAL DIDÁTICO PARA O...
A PRODUÇÃO DE BRINQUEDOS COM MATERIAL RECICLÁVEL, UM MATERIAL DIDÁTICO PARA O...
 
Educação Ambiental Infantil
Educação Ambiental InfantilEducação Ambiental Infantil
Educação Ambiental Infantil
 
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
 
Oficina de reciclagem
Oficina de reciclagemOficina de reciclagem
Oficina de reciclagem
 
Reciclar
ReciclarReciclar
Reciclar
 
Projeto.meio.ambiente.saude
Projeto.meio.ambiente.saudeProjeto.meio.ambiente.saude
Projeto.meio.ambiente.saude
 
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slidesProjeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
 
Projeto Reciclagem
Projeto ReciclagemProjeto Reciclagem
Projeto Reciclagem
 
Apresentação do portfólio
Apresentação do portfólioApresentação do portfólio
Apresentação do portfólio
 
Projeto combate a dengue escola nascimento leal
Projeto combate a dengue   escola nascimento lealProjeto combate a dengue   escola nascimento leal
Projeto combate a dengue escola nascimento leal
 
Projeto lixo, reciclagem e reutilização na EJA
Projeto lixo, reciclagem e reutilização na EJAProjeto lixo, reciclagem e reutilização na EJA
Projeto lixo, reciclagem e reutilização na EJA
 
Plano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambientePlano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambiente
 
Projeto Reciclagem
Projeto ReciclagemProjeto Reciclagem
Projeto Reciclagem
 
Projeto Meio Ambiente - Profª Cleide)
Projeto Meio Ambiente - Profª Cleide)Projeto Meio Ambiente - Profª Cleide)
Projeto Meio Ambiente - Profª Cleide)
 
Projeto Materiais Reciclaveis
Projeto Materiais ReciclaveisProjeto Materiais Reciclaveis
Projeto Materiais Reciclaveis
 
Projeto de Jardinagem
Projeto de JardinagemProjeto de Jardinagem
Projeto de Jardinagem
 
Projeto interdisciplinar "Preservando o meio ambiente através da reciclagem"
Projeto interdisciplinar "Preservando o meio ambiente através da reciclagem"Projeto interdisciplinar "Preservando o meio ambiente através da reciclagem"
Projeto interdisciplinar "Preservando o meio ambiente através da reciclagem"
 
Projeto meio ambiente fauna e flora
Projeto meio ambiente  fauna e floraProjeto meio ambiente  fauna e flora
Projeto meio ambiente fauna e flora
 

Destaque

Planejamento fauna e flora berçario e maternal simone helen drumond
Planejamento fauna e flora berçario e maternal simone helen drumondPlanejamento fauna e flora berçario e maternal simone helen drumond
Planejamento fauna e flora berçario e maternal simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade Jonatãs Demétrio
 
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica diogo lui...
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica   diogo lui...A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica   diogo lui...
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica diogo lui...bio_fecli
 
Presentacion reciclado
Presentacion recicladoPresentacion reciclado
Presentacion recicladomirimbar
 
Coleta seletiva conscientização
Coleta seletiva conscientizaçãoColeta seletiva conscientização
Coleta seletiva conscientizaçãoAne Pimentel
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeeercavalcanti
 
Sequencia didatica animais
Sequencia didatica animaisSequencia didatica animais
Sequencia didatica animaisrenatajaguaribe
 
Flora brasileira
Flora brasileiraFlora brasileira
Flora brasileiraMary Jeanne
 
Fauna e flora
Fauna e floraFauna e flora
Fauna e floraebelly26
 
Fauna e flora Africa e Brasil
Fauna e flora Africa e BrasilFauna e flora Africa e Brasil
Fauna e flora Africa e BrasilMary Jeanne
 
fauna e flora
 fauna e flora fauna e flora
fauna e floraanaraivel
 
Case de Gerenciamento de Projetos - Rock in Sumaré
Case de Gerenciamento de Projetos - Rock in SumaréCase de Gerenciamento de Projetos - Rock in Sumaré
Case de Gerenciamento de Projetos - Rock in SumaréEli Rodrigues
 
Fauna e flora
Fauna e floraFauna e flora
Fauna e floraemefelza
 
A biodiversidade da fauna e flora 2
A biodiversidade da fauna e flora 2A biodiversidade da fauna e flora 2
A biodiversidade da fauna e flora 2Gabriela Calixto
 
Fauna e flora da áfrica
Fauna e flora da áfricaFauna e flora da áfrica
Fauna e flora da áfricaIrlene Coutinho
 

Destaque (20)

Planejamento fauna e flora berçario e maternal simone helen drumond
Planejamento fauna e flora berçario e maternal simone helen drumondPlanejamento fauna e flora berçario e maternal simone helen drumond
Planejamento fauna e flora berçario e maternal simone helen drumond
 
PolíMeros - Prof Thaiza
PolíMeros - Prof ThaizaPolíMeros - Prof Thaiza
PolíMeros - Prof Thaiza
 
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
 
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica diogo lui...
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica   diogo lui...A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica   diogo lui...
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica diogo lui...
 
Presentacion reciclado
Presentacion recicladoPresentacion reciclado
Presentacion reciclado
 
Coleta seletiva conscientização
Coleta seletiva conscientizaçãoColeta seletiva conscientização
Coleta seletiva conscientização
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidade
 
Sequencia didatica animais
Sequencia didatica animaisSequencia didatica animais
Sequencia didatica animais
 
Las 5 "R"
Las 5 "R"Las 5 "R"
Las 5 "R"
 
Flora brasileira
Flora brasileiraFlora brasileira
Flora brasileira
 
Fauna e a Flora
Fauna e a Flora Fauna e a Flora
Fauna e a Flora
 
Flora brasileira
Flora brasileiraFlora brasileira
Flora brasileira
 
4aderson
4aderson4aderson
4aderson
 
Fauna e flora
Fauna e floraFauna e flora
Fauna e flora
 
Fauna e flora Africa e Brasil
Fauna e flora Africa e BrasilFauna e flora Africa e Brasil
Fauna e flora Africa e Brasil
 
fauna e flora
 fauna e flora fauna e flora
fauna e flora
 
Case de Gerenciamento de Projetos - Rock in Sumaré
Case de Gerenciamento de Projetos - Rock in SumaréCase de Gerenciamento de Projetos - Rock in Sumaré
Case de Gerenciamento de Projetos - Rock in Sumaré
 
Fauna e flora
Fauna e floraFauna e flora
Fauna e flora
 
A biodiversidade da fauna e flora 2
A biodiversidade da fauna e flora 2A biodiversidade da fauna e flora 2
A biodiversidade da fauna e flora 2
 
Fauna e flora da áfrica
Fauna e flora da áfricaFauna e flora da áfrica
Fauna e flora da áfrica
 

Semelhante a Projeto Meio Ambiente

Projeto iracema ecotécnicas
Projeto iracema   ecotécnicasProjeto iracema   ecotécnicas
Projeto iracema ecotécnicasFabio Roque
 
Socializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoSocializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoElianacapimdourado
 
Socializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoSocializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoElianacapimdourado
 
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016Anderson Ramos
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aulaTais29
 
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdfPROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdfsilvana938032
 
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemBicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemtemastransversais
 
Rio muriae_ Onde tudo começa
Rio muriae_ Onde tudo começaRio muriae_ Onde tudo começa
Rio muriae_ Onde tudo começaTataia Araujo
 
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...cefaprodematupa
 
3º trimestre especialista - meio ambiente (bolsa dia das mães) por simone ...
3º trimestre    especialista - meio ambiente (bolsa dia das mães) por simone ...3º trimestre    especialista - meio ambiente (bolsa dia das mães) por simone ...
3º trimestre especialista - meio ambiente (bolsa dia das mães) por simone ...SimoneHelenDrumond
 
Proposta projeto escola verde versão final
Proposta projeto escola verde versão finalProposta projeto escola verde versão final
Proposta projeto escola verde versão finalAna Paula Motta
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambienteelaniasf
 
Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136cacau flamengo
 

Semelhante a Projeto Meio Ambiente (20)

Projeto iracema ecotécnicas
Projeto iracema   ecotécnicasProjeto iracema   ecotécnicas
Projeto iracema ecotécnicas
 
Socializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoSocializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projeto
 
Socializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoSocializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projeto
 
Projeto meio ambiente
Projeto meio ambienteProjeto meio ambiente
Projeto meio ambiente
 
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
 
Grupo 4
Grupo 4Grupo 4
Grupo 4
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdfPROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
 
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemBicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
 
Rio muriae_ Onde tudo começa
Rio muriae_ Onde tudo começaRio muriae_ Onde tudo começa
Rio muriae_ Onde tudo começa
 
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
 
Projeto impactos ambientais
Projeto impactos ambientaisProjeto impactos ambientais
Projeto impactos ambientais
 
Projeto 2016
Projeto 2016Projeto 2016
Projeto 2016
 
3º trimestre especialista - meio ambiente (bolsa dia das mães) por simone ...
3º trimestre    especialista - meio ambiente (bolsa dia das mães) por simone ...3º trimestre    especialista - meio ambiente (bolsa dia das mães) por simone ...
3º trimestre especialista - meio ambiente (bolsa dia das mães) por simone ...
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Proposta projeto escola verde versão final
Proposta projeto escola verde versão finalProposta projeto escola verde versão final
Proposta projeto escola verde versão final
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
 
Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136
 

Último

Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 

Último (20)

Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 

Projeto Meio Ambiente

  • 1. "Quem ama a natureza, perdoa o homem e recomeça um novo tempo". Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
  • 2. ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO VITÓRIA DAS MISSÕES I-DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.TITULO DO PROJETO - MEIO AMBIENTE 2.ABRANGÊNCIA - ESCOLA E COMUNIDADE 3. COORDENADORA GERAL- PROFª JANETE 4.ELABORAÇÃO DO PROJETO- PROFª JANETE, PROFª ANDRÉIA, PROFª DENISE 5.PARTICIPANTES–PROFESSORES,FUNCIONÁRIOS, ALUNOS. COMUNIDADE E SETORES PÚBLICO E PRIVADO. 6.INÍCIO - ABRIL DE 2007 7. DURAÇÃO – ANO LETIVO DE 2007 8. DIRETOR - SÉRGIO S. DOS SANTOS
  • 3. II- JUSTIFICATIVA DO PROJETO A Escola E. E. M. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em sua metodologia tem a preocupação de contemplar questões relacionadas ao meio em que o aluno está inserido de forma participativa sendo capaz de estabelecer relações, interagir, transformar, reelaborar e agir no meio em que vive e em outras realidades. Diante disso, a escola realiza a Pesquisa Participante através de visitas a toda a comunidade escolar investigando suas preocupações, sonhos e anseios . Destacam-se as relacionadas com o caráter e dignidade, a importância da escola na formação do cidadão, sem esquecer, nunca, que o sustento vem da terra.
  • 4. Portanto, sentiu-se a necessidade de mostrar que o equilíbrio da natureza é essencial para a vida na terra. Atualmente, a preocupação com a degradação do planeta ocupa atenção da sociedade local e mundial, onde a escola se engaja com os ambientalistas na busca de soluções para preservar o meio ambiente. Partindo do princípio que a educação ambiental é um processo longo e contínuo, e mudar isso não é uma coisa fácil,devemos primeiro mudar nossos hábitos e atitudes, uma vez que a mudança deve ser espontânea e vir de dentro para que ela possa de fato ocorrer. Muitas situações estão distantes fisicamente mas que influenciam na manutenção dos seres vivos. Por isso, a importância de pequenos atos em nossas casas e escolas.
  • 5. A Educação Ambiental é muito mais do que conscientizar sobre o lixo, reciclagem e datas comemorativas, é trabalhar situações que possibilitem a comunidade escolar pensar propostas de intervenção na realidade que os cerca. Ela será o elo entre todas as disciplinas e preencherá uma lacuna na área da educação, que é a valorização da vida e, portanto, do meio ambiente.
  • 6. “ As pessoas cuidam do meio ambiente por duas razões apenas:por amor ou por temor. Vale dizer, algumas pessoas conservam a natureza porque gostam, porque acham bonito, independente para ela servir para alguma coisa. Elas conservam por razões puramente afetivas . Outras conservam porque já ouviram falar no desequilíbrio ecológico, porque tem medo de cortar a mata, assorear os rios, acabar com o oxigênio, a poluição dá doença, etc. Assim, basicamente nós temos um fator afetivo e um fator cognitivo, este depende do conhecimento. A preocupação maior de um educador ambientalista deve ser o de desenvolver no aluno esses dois fatores.(OLIVEIRA, 1990,p.18)
  • 7. Geralmente, a criança desenvolve com mais sensibilidade o gosto e o amor pela natureza, já no adulto , muitas vezes, é preciso desenvolver o respeito. Percebe-se, portanto, que a E.A. abrange todas as áreas. A cidadania tem fator fundamental para conscientização deste contexto global. Não é por falta de conhecimento que o meio ambiente é destruído, mas devido ao estágio de desenvolvimento existente nas relações sociais de nossa espécie. Ao desmatar, queimar, poluir, utilizar ou desperdiçar recursos naturais ou energéticos, cada ser humano está reproduzindo o que aprendeu ao longo da história e a cultura do seu povo. Portanto, este não é um ato isolado de um ou outro indivíduo, mas reflete as relações sociais e tecnológicas de sua sociedade.
  • 8. Não adianta um aluno tirar nota dez nas provas e continuar atirando lixo nas ruas, pescar peixes fêmeas prontas para reproduzir, desperdiçar água e energia elétrica, desmatar ou realizar outro tipo de ação danosa, seja por não perceberem a extensão dessas ações ou por não se sentirem responsáveis pelo mundo em que vivem. Há a necessidade de conciliar a teoria com a prática no dia-a-dia, garantindo, assim, o futuro da humanidade. Logo, precisamos desenvolver a valorização da vida, espontaneamente voltaremos a nos integrar com a natureza e conseqüentemente procuraremos preservar o meio ambiente, pois teremos uma noção clara de que tudo é integrado. Somos parte da natureza, porém, devido a inúmeros fatores, esquecemos disto.
  • 9. O projeto Educação Ambiental faz-se necessário para colocar em prática no dia-a-dia, através de pequenos atos, que darão início as grandes transformações que devem ser assumidas por todos neste século XXI.
  • 10. III- OBJETIVO GERAL Estimular a mudança prática de atitudes e a formação de novos hábitos com relação a utilização dos recursos naturais favorecendo a reflexão sobre a responsabilidade ética de nossa espécie e o próprio planeta como um todo, auxiliando para que a sociedade possua um ambiente sustentável, garantindo a vida no planeta.
  • 12.
  • 13. d) Conscientizar o aluno para a necessidade de pensar no problema do lixo, nas formas de coleta e destino, na reciclagem, nos responsáveis pela produção e destino na escola, em casa e em espaços comuns, e que venha se tirar proveito e lucro da coleta e reciclagem, ao mesmo tempo, trazendo retorno para a escola e para o município. Sendo assim, buscar-se-á parcerias que envolvam empresas e setor público. e) Perceber que o lixo pode ser uma fonte importante de recurso financeiro através da reciclagem. f) Identificar o nível de dependência em relação a energia elétrica, buscando alternativas para a redução do consumo e outras fontes produtoras de energia. g) Conscientizar sobre a importância da água para manter a vida no planeta, além de buscar meios para economizar e usá-la racionalmente.
  • 14. h) Criar uma consciência sobre a necessidade de diminuir e buscar formas para solucionar a poluição do ar, da água, do solo, sonora e visual. Possibilitar a comunidade escolar o acesso a áreas verdes preservadas. j) Capacitar os alunos para plantar, preservar e recuperar áreas verdes na escola e comunidade, visando formar cidadãos que interagem e participem de forma ativa na recuperação do meio ambiente. l) Recuperar o terreno da escola para criar um espaço de reflorestamento e embelezamento, servindo para efetivar na prática as ações da E.A. m) Participar de ações sociais que resgatem valores humanos como respeito pela vida, responsabilidade, solidariedade, amizade e ética.
  • 15. V-METODOLOGIA O projeto Educação Ambiental será apresentado aos professores para que surjam propostas de trabalho e atividades relacionadas ao assunto explorando diversos aspectos conceituais do seu campo de estudo. A situação problema será exposta aos alunos para que o assunto entre em discussão e a partir daí sejam construídos o seu pré-projeto.
  • 16.
  • 17.
  • 18. o) Apresentação de peças teatrais com o objetivo de sensibilizar e conscientizar os indivíduos sobre a importância de preservar o meio ambiente. p) Assistir documentários. q) Trabalho de campo. r) Reciclagem de papel. s) Estudo comparativo do gasto de energia elétrica nas casas dos alunos e na escola, com propostas de redução gradativa e busca de alternativas. t) Pedágios.
  • 19. VII- AVALIAÇÃO Espera-se que durante o desenvolvimento da prática pedagógica aplicada a educação ambiental: - a relativa mudança de comportamento dos educandos na comunidade escolar; - o exercício da cidadania, solidariedade e cooperação entre escola e comunidade;
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.