SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 66
Baixar para ler offline
A bíblia responde
Volume 1
Autor: Edinilson Aparecido
As citações são bíblia ARC
Índice
A teologia da prosperidade existe na bíblia?
Adão e Eva foram salvos?
Adultério e cobiça são pecados iguais?
Como a mulher cristã deve se vestir?
Como as pessoas eram salvas no antigo testamento?
Como fazer a vontade de Deus se a carne é fraca?
Viver com alguém é fornicação?
Porque Deus mandava matar no velho testamento?
Porque Deus não destruiu satanás?
Existe predestinação na bíblia?
Qual foi o pecado do diabo?
O que é blasfêmia contra o Espírito Santo?
O que é pecado para a morte?
O que significa 666?
Para que serve a santa ceia?
Para que serve o jejum?
Porque Jesus teve que nascer de uma mulher virgem?
Somos filhos de Deus ou criaturas?
Todo mal vem do diabo?
Uma vez salvo, salvo para sempre?
Como provar os espíritos?
Crianças tem pecado?
Devo orar a Deus, a Jesus ou ao Espírito Santo?
Fazer tatuagens e usar piercing é pecado?
Maltratar os animais é pecado?
Estamos pagando pelo pecado de Adão?
Evitar filhos é pecado?
Existe maldição hereditária?
Existe reencarnação na bíblia?
Existe livros no céu?
Haverá lembranças no céu?
No céu seremos como os anjos?
Posso namorar um descrente?
É pecado ouvir música secular?
O que é livre arbítrio?
O que é a segunda morte?
Para que serve a unção com óleo?
O que é santo na bíblia?
Porque Deus fez Adão e Eva sabendo que iriam pecar?
Porque nascem pessoas com deficiências?
Que idade tinha Adão quando foi criado?
Quem é o Espírito Santo?
Quem não é batizado pode tomar a santa ceia?
Quem nunca ouviu o evangelho será condenado?
Quem são os anjos presos no inferno?
Satanás está preso no inferno?
A origem dos discos voadores?
Bebida alcoólica é pecado?
Porque satanás queria o corpo de Moisés?
Devo obrigar meu filho ir à igreja e ler a bíblia
Apresentação
Em primeiro lugar agradeço a Deus pela oportunidade de estar
elaborando esse material para ajudar as pessoas que tem dificuldades de
entender a bíblia, e outras para aperfeiçoar seu conhecimento. Tenho um
canal no Youtube chamado “A bíblia responde” e estou criando um blog
de perguntas e respostas da bíblia.
”www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br” Todos os estudos são de
minha autoria que aprendi lendo a bíblia e através de estudos bíblicos.
Tenho 42 anos, fui criado na igreja Assembleia de Deus, não sou pastor.
Este é meu primeiro e-book, deixo meu e-mail para sugestões e opiniões.
Deus abençoe a todos! Denispr2000@gmail.com
É proibido comercializar este material sem autorização do autor. Os
estudos podem ser copiados desde que os textos não sejam alterados e
seja mantida a referência ao autor.
A teologia da prosperidade existe na bíblia?
Deve ser rejeitado todo ensino que diz que o cristão não pode ser pobre.
Em nenhum lugar da bíblia está escrito que o cristão deve ser rico ou que
não pode ser pobre.
Na bíblia não existe nenhuma promessa de prosperidade para todos.
Sendo assim, Deus não é obrigado a dar para ninguém algo que ele nunca
prometeu.
Essa artimanha é muito usada por diversas igrejas, e o resultado disso são
pessoas decepcionadas pois o tempo passa e não acontece nada.
A bíblia nunca nos ensinou que devemos pedir riquezas para Deus.
(Mateus 6.33) Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e
todas estas coisas vos serão acrescentadas. É assim que devemos orar.
Os pregadores da prosperidade têm medo dessa passagem pois ela bate
de frente com seus ensinos.
Riqueza não é sinal de bênção e ser pobre não é sinal de pecado.
Você deve ir à igreja para cultuar a Deus, se tiver em seus planos te
abençoar financeiramente ele assim fará. Mas se você for a igreja por
interesse ou iludido pelos pregadores da prosperidade, você correrá o
risco de sofrer uma grande decepção.
Não existe promessa de enriquecimento na bíblia para quem se converte,
Deus pode fazer isso se ele quiser, mas não significa que seja uma
promessa para todos.
Para tentar provar essa teologia eles usam passagens bíblicas mal
interpretadas e fora do seu contexto, por exemplo: Mateus 19 falas de um
diálogo que Jesus teve com um jovem rico, no final Pedro perguntou a
Jesus nos versos 27 e o 29
Então Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Eis que nós deixamos tudo, e
te seguimos; que receberemos?
E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes,
quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua
glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze
tribos de Israel.
E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou
mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá
cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.
Pedro perguntou qual seria a recompensa por eles deixarem tudo para
segui-lo, Jesus disse que receberiam cem vezes tanto e receberiam a vida
eterna. Muitos usam essa passagem, mas Pedro ficou rico? Os outros
discípulos ficaram ricos? Nenhum deles eram ricos, nem mesmo Jesus.
A riqueza que Jesus deu a eles foi espiritual e não material, somente eles
tiveram o privilégio de andar com jesus, aprender com ele durante o
pouco tempo em que Jesus esteve aqui na terra e receberam a vida eterna
como recompensa.
No livro de Josué 1.3 Deus disse para Josué que onde tu pisasses a planta
dos seus pés seria dado a ele conforme Deus tinha prometido a Moisés,
mas aquilo eras uma promessa antiga que já tinha sido feita a Abraão a
muito tempo atrás, era um prosseguimento de algo determinado por
Deus.
Não podemos exigir de Deus coisas que ele nunca prometeu (1 João 5.14)
E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa,
segundo a sua vontade, ele nos ouve.
Veja que o texto diz: segundo a sua vontade, isso significa que nem tudo é
da vontade de Deus.
Talvez você já tenha visto pastores e pregadores mandando você
determinar sua bênção financeira. Você só pode determinar algo que seja
uma promessa de Deus escrita na bíblia. Se você determinar algo que
Deus não prometeu, como um carro importado ou uma mansão, você
poderá ficar decepcionado pois será provável que não vai acontecer nada.
Devemos ir à igreja para cultuarmos a Deus, se tiver nos seus planos de
nos dar alguma bênção material ele assim fará e dessa forma não sermos
frustrados.
Deixo mais uma vez essa passagem para você refletir (Mateus 6.33) Mas,
buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos
serão acrescentadas.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Adão e Eva foram salvos?
A bíblia não diz que foram salvos, mas se analisarmos chegaremos à
conclusão que pelo menos Eva pode ter sido sim.
Quando o casal foi expulso do jardim, Deus não os condenou,
simplesmente foram expulsos e sofreram as consequências da
desobediência, mas a oportunidade de perdão e salvação estavam em
aberto. A bíblia deixa claro que pelo menos Eva teve comunhão com Deus
( Gênesis 4.1 E conheceu Adão a Eva são mulher, e ela concebeu, e teve a
Caim, e disse: Alcancei do Senhor um varão.
Note que Eva demonstrou sua gratidão a Deus pelo nascimento do seu
filho.
Veja novamente ( Gênesis 4.25 E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e
ela teve um filho e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me
deu outra semente em lugar de Abel; porquanto Caim o matou.
Note que mais um vez Eva demonstra sua gratidão a Deus e atribui a ele o
nascimento do seu filho.
A bíblia não cita a morte da Eva e nem quanto anos viveu, mas pela
maneira que está escrito, fica claro que ela teve comunhão com Deus.
Se referindo a Adão, a bíblia não cita nada se ele teve comunhão com
Deus após ser expulso do jardim. A última citação dele em foi em Gênesis
5.5
A bíblia não menciona quem morreu primeiro, uma vez que não cita a
morte de Eva.
Adultério e cobiça são pecados iguais?
Vamos usar como base (Mateus 5.28) eu, porém, vos digo, que qualquer
que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu
adultério com ela.
Nessa passagem Jesus iguala o ato do adultério com o ato da cobiça no
coração. Embora as duas atitudes sejam pecados, não significa que são
pecados iguais. O que Jesus quis dizer que algo já é pecado mesmo que a
pessoa só esteja pensando.
Pecado não é só o ato em si, mas também é um estado pecaminoso mental
onde a pessoa não realiza por falta de chance.
A pessoa que comete o adultério está pecando, e quem não comete por falta
de chance, mas, no caso se houvesse uma oportunidade cometeria, está
pecando também.
Deus julga tanto o pensamento de uma pessoa como o ato. Deus vai julgar
no dia do juízo o segredo do coração dos homens (Romanos 2.16).
Vejamos em (2 Pedro 2.14) tendo os olhos cheios de adultério, e não
cessando de pecar, engodando as almas inconstantes, tendo o coração
exercitado na avareza, filhos de maldição.
Aqui se trata de uma cobiça carnal (mental) semelhante a que Jesus citou
em (Mateus 5.28).
Jó também tinha o problema da cobiça (Jó 31.1) fiz aliança com os meus
olhos; como, pois, os fixaria numa virgem?
Note que Jó se arrependeu e fez um concerto com Deus!
Claro que é muito pior cometer um adultério do que cobiçar uma pessoa,
mesmo assim os dois casos são pecaminosos diante de Deus.
Existe graus de pecados, alguns são piores do que o outro, mas em relação
a salvação, todos pecados são iguais, todo pecado levará a condenação.
Mas não existe pecado tão grande que Deus não possa perdoar, Jesus
morreu para oferecer perdão a todo o tipo de pecado.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Como a mulher cristã deve se vestir?
Esse é um tema que causa medo em muitos pastores nos dias de hoje,
medo de perder suas ovelhas.
Muitos dizem que roupa não salva, mas os princípios bíblicos acerca da
vestimenta faz parte da salvação.
A bíblia ensina um padrão bíblico para um modo modesto de se vestir.
Foi Deus quem inventou a roupa ainda no Éden, em ( Gênesis 3.7 ) diz que
Adão e Eva fizeram aventais de folhas de figueira e se vestiram, no verso
21 diz que Deus fez túnicas de pele de animais e os vestiu.
Podemos entender que os aventais ainda não eram totalmente adequados
pois Deus fez roupas de pele de animais, provavelmente os aventais de
folhas de figueira cobriam seus corpos parcialmente.
Se não fosse pecado mostrar o corpo Deus não teria feito roupas para
eles.
Quando Adão e Eva viviam na inocência moral, a nudez não era imoral,
nem causava vergonha, depois que pecaram, a consciência de estarem
nus passou a associar-se ao pecado.
Por causa do mal que a nudez passaria a causar no mundo, o próprio Deus
vestiu o casal.
Deus ordena que a mulher se vista com pudor e modéstia. (1 Timóteo 2.9
que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com
pudor e modéstia...).
A palavra pudor aqui significa vergonha em exibir o corpo. Envolve a
recusa de vestir-se de tal modo que atraia a atenção para o seu corpo,
ultrapassando os limites da devida moderação.
Vestir-se de modo imodesto a ponto de despertar desejos sexuais nos
outros é tão errado como o desejo imoral que isso provoca.
Nenhuma atividade ou condição, justifica o uso de roupas imodestas que
exponham o corpo de tal maneira que provoquem desejo imoral em
alguém.
É de causar vergonha a situação de qualquer igreja que desconsidera o
padrão bíblico para o modo modesto de se vestir, e que adota os
costumes do mundo.
Nestes dias de liberação sexual, a igreja deve comportar-se e vestir-se de
modo diferente da sociedade mundana que ridicularia os padrões bíblico
quanto ao modo de se vestir.
A mulher cristã deve tomar cuidado para não se vestir de modo a atrair a
atenção para o seu corpo e deste modo causar tentação no homem.
Como as pessoas eram salvas no antigo
testamento?
A salvação sempre foi pela graça, a lei foi dada por Deus a Moisés,
não foi dada como meio de salvação para os perdidos, mas foi dada
para mostrar ao homem que ele era pecador e precisava de um
Salvador, apontando para Jesus como o salvador.
Os apóstolos disseram que os povos daquele tempo foram salvos
pela mesma graça do povo do novo testamento (Atos 15.10-11).
A primeira Revelação sobre a vinda de Jesus aqui na terra para
Morrer pelo pecado foi em (Gênesis 3. 15) depois disso teve várias
profecias como no livro de Isaías, onde esse profeta é chamado de
profeta messiânico. Antes da queda de Adão e Eva, ainda na
eternidade Deus já sabia que o casal iria pecar e providenciou um
meio para resgatar o homem do poder do pecado (Apocalipse 13.8)
esse meio foi enviar Jesus aqui na terra para morrer pela
humanidade (João 3.16).
Sendo assim, o povo daquele tempo sabia que Jesus viria aqui na
terra morrer pelos seus pecados, eles sabiam que o sacrifício de um
animal era temporário e que não removia o pecado do homem
(Hebreus 10.4) mas era apenas simbólico, simbolizava e apontava
par o sangue de Cristo que seria derramado na cruz e que somente
o sangue de Jesus Tiraria o pecado do homem .
Somente um homem isento do Pecado, nascido de uma mulher
virgem para não herdar a natureza pecaminosa de Adão, foi gerado
pelo Espírito Santo pois era Deus, teria que ser Deus para nos
resgatar do pecado, teria que ser homem para morrer (Hebreus 2.9)
ele teve duas naturezas, divina e humana. Essa foi a única
condição para alguém morrer para salvar o mundo
A Bíblia é cristocêntrica, é centralizada em Cristo.
(Gálatas 2.16) diz que nenhuma carne será justificada pelas obras
da lei, Mas pela fé em Cristo. Os povos do antigo testamento tinham
que crer que Jesus viria morrer para os salvar, aqueles que
estavam vivos no tempo em que Jesus estava na terra tinham que
crer que ele era o Cristo prometido, é nós nos dias de hoje temos
que crer e aquele homem foi o Cristo e morreu para salvar a
humanidade em todos os tempos.
Jesus é o único meio de salvação em todos os tempos.
Como fazer a vontade de Deus se a
carne é fraca?
(Mateus 26.41) Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na
verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.
Notamos que essa passagem é para convertidos e não para incrédulos, a
pessoa que não serve a Deus não vai vigiar, nem orar para não cair nas
tentações pecaminosas.
Deixo claro uma coisa, essa passagem não pode ser usada como desculpa
para pecar, do tipo pequei por que a carne é fraca. Essa desculpa cai por
terra quando examinamos algumas passagens bíblicas.
Vamos ver (Romanos 5.20...onde abundou o pecado, superabundou a
graça). Graça aqui significa favor imerecido que inclui força para orar, ler
a bíblia, força para resistir o pecado. etc...
A desculpa de que pequei porque a carne é fraca não será aceita por Deus
pois a bíblia diz que Deus não deixará sermos tentados além do que
podemos suportar (1 Coríntios 10.13) se baseando nessa passagem e a de
Romanos 5.20, podemos entender que onde o pecado prolifera a graça de
Deus é sempre maior na vida do cristão convertido.
Todo cristão convertido está sujeito a cometer deslizes devido a sua
natureza pecaminosa herdada de Adão (Romanos 5.12/Salmos 51.5).
O pecado que os incrédulos cometem é voluntário, ou seja, é premeditado e
sem se importar se isso ou aquilo desagrada a Deus ou não. O cristão está
sujeito a cometer deslizes devido as suas fraquezas, mas Deus que não se
deixa escarnecer, ele sabe as intenções do coração da pessoa. A bíblia cita
homens de Deus do passado que cometeram erros, mas também cita as
consequências que eles sofreram.
Esta é a lei da semeadura que serve tanto para cristãos como a incrédulos
(Gálatas 6.7-8) não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o
que o homem semear, isso também ceifará.
Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas
o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.
O cristão professo não pode justificar seu pecado com a desculpa de que ele
simplesmente é humano.
Ficou claro nos textos citados que o Espírito Santo nos dá graça suficiente
para resistirmos e vencermos todas as tentações.
O cristão não pode fazer do pecado uma prática habitual na sua vida.
O cristão que se cede as tentações é porque está em pecado e não tem a
graça de Cristo suficiente para resistir, ou se tinha ele simplesmente se
cedeu a algo que ele deseja.
Então temos que nos cuidarmos com o mau chamado pecado, pois se
pecarmos Deus nos perdoará (1 João 2.1) mas quais serão as
consequências? Existem consequências que conseguimos nos livrar, mas
existem consequências que vão mais além, e algumas delas são
irreversíveis. Vejam o caso de Davi, Sansão e Noé, eles erraram e Deus os
perdoou, mas as consequências que cada um deles sofreu deixaram marcas
para sempre.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Viver com alguém é fornicação?
Examinando a bíblia podemos afirmar que sim, fornicação é a relação
íntima entre pessoas não casadas, uma pessoa casada que tem relação com
outra que não seja seu cônjuge é um adultero. A relação sexual entre
pessoas solteiras é fornicação. Veja o exemplo abaixo:
Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que
nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem possua a
mulher de seu pai. (1 Coríntios5.1).
Essa passagem fala de um rapaz que estava tendo um caso com a sua
madrasta.
A única relação aprovada por Deus é no casamento (Hebreus 13.4
Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém,
aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará.
Analisando o texto acima concluímos que o matrimônio é o casamento,
leito sem mácula é sem a mancha do pecado, prostituição não se refere
apenas a uma mulher que tem relações a troco de dinheiro, mas no original
grego significa “perneia”, que se refere a todo tipo de imoralidade referente
a esse assunto, como adultério, fornicação, prostituição, pornografia. etc..
Alguém pode alegar que fornicação é somente a relação entre namorados,
um casal que resolveu viver junto em uma relação estável já vale como
matrimônio.
Mas a verdade não é essa, o matrimônio deve ser oficializado em um
cartório, da mesma forma que o divórcio também é oficializado em um
cartório. Desde os tempos bíblicos sempre houve algum meio de oficializar
o casamento, da mesma forma que era oficializado o divórcio por meio de
uma carta (Mateus 19.7) em Deuteronômio 24 explica que era feito um
documento para deixar a mulher livre das obrigações com seu ex-marido
em caso de divórcio.
Então com certeza também havia alguma forma de oficializar o casamento,
aqui no Brasil é no cartório.
Quando Rebeca se casou com Isaque, os familiares se reuniram e pediram
para que ela confirmasse, então eles a abençoaram (Gênesis 24.58-59).
Jesus foi a uma festa de casamento (João 2).
O casal que vive junto e toma a decisão de servir a Deus devem ir ao
cartório oficializar o casamento.
A fornicação engloba todo tipo de relação entre pessoas não casadas, seja
com prostituta, amante, ficante, namorado. etc. Uma pessoa casada que tem
relação com outra que não seja seu cônjuge é adultério, a outra se não for
casada, uma está cometendo adultério e a outra fornicação.
O pecado de imoralidade nesse sentido é o pior que existe pois profana o
corpo que é o templo do Espírito Santo.
(1 Coríntios 6.18-20)
Fugi da fornicação. Todo o pecado que o homem comete
é fora do corpo; mas o que fornica peca contra o seu próprio corpo.
19
Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que
habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
20
Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no
vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.
Porque Deus mandava matar?
O sexto mandamento não matarás proíbe o homicídio como forma de crime
intencional. Em (Gênesis 9.6) Deus ordenou a pena de morte para quem
cometesse esse crime.
O sexto mandamento não matarás, também pode ser interpretado como não
assassinarás, ou não cometerás assassinato. ( Êxodo 20.13)
Algumas mortes no velho testamento foram como forma de juízo divino
sobre o pecado, como no dilúvio, a destruição de Sodoma e Gomorra e
outros. Deus executou várias formas de juízo citados na bíblia, o maior de
todos ainda está por vir, que será a grande tribulação, onde haverá o maior
sofrimento em todos os tempos da humanidade sobre os ímpios (Mateus
24.21) nessa ocasião, as pessoas que fizeram a vontade de Deus já não
estarão aqui nessa terra.
Deus dá a vida e somente ele pode tirar (Ezequiel 18.4) Eis que todas as
almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do
filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.
Certas coisas que é proibido para nós, é permitido para Deus. Ele pode tirar
a vida e nós não, quem tira a vida de outra pessoa ficará sujeita ao juízo
divino da condenação eterna. Veja baixo onde diz que os homicidas serão
condenados.
(Apocalipse 21.8) Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos
abomináveis, e aos homicidas, e aos que se prostituem, e aos feiticeiros,
e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que
arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.
Nos nossos dias, Deus deixa os ímpios entregue aos seus pecados, veja
nessa passagem abaixo que diz que Deus os entregou aos seus pecados
(Romanos 1.24) Por isso também Deus os entregou às concupiscências
de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
No verso 26 diz que Deus os abandonou as suas paixões infames
(Romanos 1.26) Por isso Deus os abandonou às paixões infames.
Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à
natureza.
Esse texto fala de pecados sexuais, mas pode ser levado para todo tipo de
pecado.
Todo tipo de pecado tem perdão, incluindo o homicídio. Caso a pessoa não
se arrependa deu seus pecados, sofrerá o castigo eterno no dia do juízo
final.
No ministério de Jesus ele ofereceu a oportunidade de perdão enquanto a
pessoa tivesse vida. Na passagem a seguir, Tiago e João sugeriram a Jesus
que fizesse cair fogo do céu e consumissem um certo povo que não
quiseram dar abrigo a Jesus, mas Jesus os repreendeu e disse que não veio
para destruir, mas para salvar. (Lucas 9.54-56) E os seus discípulos, Tiago
e João, vendo isto, disseram: Senhor, queres que digamos que desça
fogo do céu e os consuma, como Elias também fez?
55
Voltando-se, porém, repreendeu-os e disse: Vós não sabeis de que
espírito sois.
56
Porque o Filho do homem não veio para destruir as almas dos
homens, mas para salvá-las. E foram para outra aldeia.
No evangelho da graça, o pecador tem toda a oportunidade de salvação
enquanto tiver vida, após a morte não haverá uma segunda chance, após a
morte segue se o juízo (Hebreus 9.27)
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Porque Deus não destruí satanás?
Essa é uma pergunta que muitos já fizeram, não se tem uma resposta
exata, somente analisando na bíblia o caráter de Deus e seu modo de agir,
podemos pensar em hipóteses prováveis (Deuteronômio 29,29) As coisas
encobertas são para o Senhor, porém as reveladas são para nós e para
nossos filhos...referente a salvação a bíblia está completa, muitas coisas
que estão em oculto quem sabe um dia Deus poderá nos revelar na
eternidade.
Existe o chamado livre arbítrio, nós seres humanos é que decidimos em
fazer a vontade de Deus ou não, sob pena de sofrermos as consequências
caso decidimos não servir a Deus.
Podemos entender que aos anjos Deus também deu a decisão de escolha,
caso contrário os anjos serviriam a Deus por obrigação e Satanás não teria
se rebelado.
Na queda de Satanás aprendemos que Deus não interfere em nossas
decisões, servir a Deus ou não, é uma questão de escolha (Josué 24.15)
Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei
hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos Pais, que
estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra
habitais; porém eu a minha casa serviremos ao Senhor.
Servir a Deus é opção de escolha, inclusive para Satanás e a terça parte
dos anjos que se rebelaram contra Deus. (Apocalipse 12.12.3-4).
Se pensarmos porque Deus não o destruiu depois dele ter pecado, então
também poderíamos pensar porque Deus não destruiu Adão e Eva depois
que pecaram?
A queda de Adão e Eva trouxe consequências a toda raça humana, da
mesma forma que a queda de Satanás também trouxe consequências.
Talvez Deus não o tenha destruído para que o povo veja que o caráter de
satanás é mau.
E para ficarmos livre das consequências da queda de Adão e Eva, devemos
aceitar o sacrifício de Jesus na cruz como a forma que Deus deu para nos
resgatar da consequência maior que é a condenação eterna.
Satanás já está condenado, sua sentença é citada na bíblia desde o
princípio da humanidade. (Gênesis 3.25/Mateus 25.41/Apocalipse 20.10).
Existe predestinação na bíblia?
Este é um tema polêmico pois as passagens bíblicas que são usadas para
falar sobre isso algumas delas são de difícil interpretação e precisão ser
comparadas a outras para chegarmos a real interpretação.
Predestinação significa prever antecipadamente. Não podemos aceitar essa
doutrina de que as pessoas já nascem predestinadas, algumas para irem ao
céu e outras ao inferno. Não existe base bíblica para isso pois se fosse
assim não precisaríamos pregar o evangelho. (Marcos 16.16) Jesus disse:
ide a todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura, quem crer será
salvo, mas não crer será condenado.
Se existisse predestinação essa passagem ficaria inválida pois porque
pregar se a pessoa já tem seu destino traçado? Porque crer como está
escrito no verso pois se o destino já está traçado? A pessoa só tem seu
destino traçado após a morte (Hebreus 9.27) diz que porque ao homem
está ordenado a morrer uma só vez vindo depois disto o juízo.
Esse versículo quer dizer que depois da morte segue se o juízo, não existe
mais chance após a morte para quem morrer perdido pois seu destino final
será o inferno.
Mas em vida ninguém está destinado a nada (Efésios 1.4-5) como também
nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos
e irrepreensíveis diante dele em amor;
5
E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si
mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade.
Também em (Apocalipse 13.8) E adoraram-na todos os que habitam
sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do
Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.
A passagem de Efésios onde diz que nos elegeu antes da fundação do
mundo e a do Apocalipse, onde diz que o Cordeiro foi morto desde a
fundação do mundo, significa que o plano da redenção humana foi criado
por Deus antes da fundação do mundo. Deus já sabia que Adão e Eva iriam
pecar e antes disso já preparou um plano para resgatar a humanidade do
pecado mandando Jesus vir a terra para morrer para perdoar nosso pecado.
Quando a pessoa renuncia o mundo e abandona seus pecados ela passa a
fazer parte desse plano da redenção que Deus estabeleceu e passa a estar
predestinada a ir para o céu se permanecer firme.
(1 Pedro 2.9)
mas vos sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa,
o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos
chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.
Note que está escrito: geração eleita. Geração eleita são aqueles que
aceitaram o sacrifício de Jesus na cruz renunciando seus pecados e
passando a estar predestinados a vida eterna.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Qual foi o pecado do diabo?
Podemos dizer que a origem do Pecado é o orgulho, devido à sua
posição e formosura, Satanás se exaltou (Isaías 14. 13-15) diz e tu
dizias no teu coração eu subirei ao céu e acima das Estrelas de
Deus exaltarei o meu trono e no Monte da congregação me
assentarei subirei Acima das mais altas nuvens e serei
semelhante ao altíssimo e, contudo, será levado ao inferno ao
mais profundo do abismo (Ezequiel 28.15) perfeito eras nos
teus caminhos Desde o dia que foste criado até que se achou
iniquidade em ti.
Satanás foi um ser criado e queria ser semelhante ao criador,
Satanás é um ser espiritual com personalidade e inteligência,
inimigo de Deus e do ser humano, Satanás crê em Deus, mas do
que nós pois já foi um ser celestial habitando no céu (Tiago 2.19)
Nós cremos em Deus pela fé e ele crê por Vista.
Satanás introduz o orgulho na mente dos ímpios e dos crentes
frios, ele tenta os seres humanos a pensar que podem ser
semelhantes a Deus, levando uma vida independente de Deus,
decidindo por conta própria o que é bom e o que é mau, de acordo
com as suas próprias vontades e não de acordo com a palavra de
Deus.
Os incrédulos e os crentes mundanos levam uma vida egocêntrica,
centralizada no seu próprio eu, na sua própria vontade para
satisfazer seus desejos carnais, para usar roupas sensuais, ver
suas novelas mundanas, programas imorais na TV e na internet
alegando que nada disso é pecado, indo segundo a carne e seus
pensamentos.
Satanás governa o atual sistema mudando e corrupto através da
política, da TV, da internet, da moda sensual levando as pessoas
para o inferno.
A sabedoria deste mundo corrupto exclui a Deus e dá ao homem a
alto suficiência, recusando a palavra de Deus e vivendo segundo a
sua própria vontade. Satanás introduz no homem o mesmo pecado
que ele cometeu, levando muitos seres humanos a mesma
condenação que ele.
O que é blasfêmia contra o Espírito
Santo?
Essa questão é uma das mais polêmicas e uma das menos compreendidas
na bíblia.
Em (Mateus 12.22-32) diz que Jesus expulsou um demônio e os fariseus
disseram que ele tinha expulsado pelo poder de belzebu, satanás. Blasfêmia
significa insultar pessoas ou coisas respeitáveis. Toda blasfêmia contra
Deus é pecado, mas nem todas é tida como pecado imperdoável.
Mas então o que é blasfêmia contra o Espírito Santo na condição de pecado
imperdoável? Blasfêmia contra o Espírito Santo não é uma coisa que
acontece facilmente, embora seja possível. Blasfêmia contra o Espírito
Santo é negar as obras do Espírito Santo, note que os fariseus atribuíram a
satanás o milagre que Jesus fez de expulsar um demônio.
Claro que duvidar de certos milagres que vemos hoje na TV ou na internet
nem sempre é errado, pois não estamos duvidando que Deus possa curar
alguém ou realizar milagres pelo poder do Espírito Santo, em muitos casos
não é errado devido a muita pilantragem de certas igrejas que querem atrair
as pessoas a qualquer custas e podem inventar falsos milagres e falsos
testemunhos.
Note que os fariseus conheciam a Jesus desde o seu nascimento, sempre o
perseguiu, sempre viram seus milagres, e por fim atribuíram seus milagres
a satanás. Jesus conhecia o coração deles e sabia que eles nunca iriam se
arrepender. Nós não podemos atribui esse pecado a ninguém pois não
sabemos se um dia essa pessoa irá se arrepender pois não sabemos o futuro
de ninguém.
Blasfêmia contra o Espírito Santo é atribuir as obras do Espírito Santo a
satanás, é negar as obras do Espírito Santo, é negar que seja Deus que está
operando, mas isso só se caracteriza como pecado imperdoável se a pessoa
morrer nessa situação, pois enquanto ela tiver vida ela poderá arrepender-
se. A prova que a pessoa não cometeu o pecado imperdoável é o
arrependimento pois é o Espírito Santo que convence a pessoa do pecado
(João 16.8).
Toda a obra de Deus realizada aqui na terra é mediante o poder do Espírito
Santo. Negar as obras do Espírito Santo, é se opor a ele. A pessoa vai
afastar de si mesmo o único recurso que pode leva-lo ao perdão.
Sem o Espírito Santo a pessoa não se convence que é pecadora, é
impossível ela se chegar a Deus.
Veja os sinais que podem levar uma pessoa a cometer o pecado
imperdoável.
-Resistir ao Espírito Santo leva ao apagamento do Espírito Santo dentro da
pessoa.
-O apagamento leva ao endurecimento do coração.
-O endurecimento leva a pessoa a uma mente depravada.
-Quando o endurecimento do coração atinge certa intensidade que só Deus
sabe, o Espírito Santo não contenderá mais em para levar a pessoa ao
arrependimento. Veja o texto abaixo.
(Hebreus 3.7-8)
portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua
voz,
Não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da
tentação no deserto.
Hoje ouvimos a voz do Espírito Santo quando ouvimos ou lemos a palavra
de Deus, não podemos negar a palavra de Deus para que o nosso coração
não venha ser endurecido e o Espírito Santo venha a ser apagado de dentro
de nós.
Então fica claro que as pessoas que blasfemaram e pensam que não tem
mais perdão, a prova que ainda tem é o fato delas estarem arrependidas.
(João 16.8) diz que o Espírito Santo é quem convence a pessoa do pecado,
isso mostra uma ação do Espírito Santo na vida da pessoa.
O que é pecado para a morte?
Morte na bíblia não se refere apenas morte física, morte na bíblia pode
ser morte física, espiritual ou a segunda morte que é a condenação eterna
(Apocalipse 20.14; 21.8) o contexto é que vai definir o significado de cada
passagem.
Quanto ao pecado para a morte, primeiro vamos ler (1 João 5.16) se
alguém vir seu irmão cometer pecado que não é para a morte, orará, e
Deus dará a vida aqueles que não pecarem para a morte. Há pecado para
a morte, e por esse não digo que ore.
Quanto ao pecado que não é para a morte, João refere-se a um tipo de
oração dentro da vontade de Deus, em que temos certeza que ele
atenderá. A oração pelos crentes espiritualmente fracos, que necessitam
das orações do povo de Deus, para ministrar-lhes a vida e a graça. As
instruções sobre esse tipo de oração são as seguintes: Essa pessoa crente
que não quis pecar deliberadamente, e cujo pecado não foi rebelião
deliberada contra a vontade de Deus.
Assim sendo, ele não cometeu pecado para a morte espiritual. Ainda tem
vida espiritual, mas está espiritualmente fraco. Para a pessoa assim, a
igreja precisa orar, para que Deus lhes dê "vida”. Aqui, vida significa
restauração espiritual e renovação da graça de Deus. Deus promete ouvir
essa oração.
Para quem antes foi crente e cometeu pecado "para a morte”, a igreja não
pode orar com a certeza que Deus dará vida a essas pessoas. Esse tipo de
pecado envolve a transgressão deliberada, proveniente da desobediência
contínua a vontade de Deus. Tais pessoas estão mortas espiritualmente, e
somente poderão receber vida, caso se arrependam do pecado e se
voltem para Deus.
Isso não significa que não devemos orar pelos desviados, nem pensarmos
que eles estão condenados.
Vamos ver (Tiago 5.19) Irmãos, se algum de entre vós se tem desviado da
verdade, e se alguém o converter, saiba que aquele que fizer converter
do erro do seu caminho um pecador salvará da morte uma alma e
cobrirá uma multidão de pecado.
Note que essa passagem fala exclusivamente de um desviado da palavra
de Deus. Isso deixa claro que devemos orar e ir atrás dos desviado para
que eles voltem.
O livro de Lucas capítulo 15 traz três parábolas que falam dos desviados,
as cem ovelhas, a dracma perdida e o filho pródigo ( Lucas 15 ).No
próprio livro de (1 João 2.1) ele mesmo disse: Meus filhinhos, estas
coisas vos escrevo para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um
advogado para com o pai, Jesus Cristo, o justo.
Então fica claro que todo desviado se voltar a Deus terá perdão, e todo
crente que pecar sem cair definitivamente terá perdão.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
O que significa 666?
A bíblia não dá uma resposta exata, mas fazendo uma análise da
numerologia da bíblia dá para chegarmos a uma hipótese provável.
Mas quando haverá o número 666? Isso acontecerá no período da grande
tribulação, aquele que aceitar a religião do anticristo terá esse número na
sua mão direita ou na testa, como sinal de ser um adepto da sua religião,
somente esses poderão comprar ou vender (Apocalipse 13.16-18) aquele
que não aceitar segui-lo, será perseguido e morto.
Mas porque o número 6? Vamos fazer uma reflexão na bíblia para
tentarmos entender isso. O número 6 na bíblia é o número do homem,
está relacionado com o trabalho, seis dias trabalharás (Êxodo 20.9) O
mundo foi criado em 6 dias, e o homem foi feito no sexto dia (Gênesis
1.26-31).
Por mais que o homem se esforce, nunca chegará a perfeição do
7.Salomão, o rei de maior grandeza e sabedoria na terra, tinha um trono
de 6 degraus.
O gigante Golias tinha 6 côvados de altura, e sua lança 600 ciclos de ferro
(1 Samuel 17.4-7) A estátua de Nabucodonozor,60 côvados de altura e 6
de largura (Daniel 3.1). Por mais que o homem se esforce, não pode
chegar a perfeição do 7 que significa perfeição, plenitude. No livro de
Gênesis tem 50 vezes o número 7, em apocalipse mais de 40.
Porque três vezes o número 6? Então vamos a uma hipótese, o número 6
é o número do homem, o reino do anticristo terá três forças, o anticristo,
o falso profeta e Satanás, formando assim a trindade satânica, podemos
apresentar então um número 6 para cada personagem, ficando então três
vezes o número 6, ou seja,666.
Para que serve a santa ceia?
A santa ceia é um memorial da morte de Cristo na cruz para redimir os
cristãos do pecado e da condenação eterna.
Através da santa ceia, vemos mais uma vez diante de nós a morte
salvadora de Cristo e o seu significado salvífico para nossas vidas. A morte
de Cristo significa redenção.
Também é um ato de comunhão com Cristo e uma participação nos
benefícios da sua morte para nos salvar. É também um ato de comunhão
com os demais membros do corpo de Cristo.
O significado da santa ceia só tem valor sobre aquele que participa com fé
genuína e obediência a palavra. Tomar a santa ceia em pecado não tem
nenhum valor.
O cristão deverá fazer um autoexame da consciência para ver suas
condições. Veja o texto abaixo: (1 Coríntios 11.28) Examine-se, pois, o
homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice.
Quem toma a santa ceia em pecado, atrai para si juízo pois de novo
crucifica a Cristo, pois a santa ceia é em memória ao resultado da sua
morte salvadora e do efeito na vida da pessoa que isso produz.
Em pecado não pode tomar a ceia. Veja a passagem abaixo: (1 Coríntios
11.27) Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do
Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor.
Só pode tomar quem tem comunhão com Deus e a igreja, caso contrário, a
pessoa deverá se concertar para depois tomar a santa ceia.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Para que serve o jejum bíblico?
Na bíblia o jejum se refere a abstinência de alimentos por motivos
espirituais. É uma prática de proveito espiritual.
Existe o jejum normal, a abstinência de todo alimento sólido ou líquido,
mas não de água.
Existe o jejum absoluto, abstenção de todos os alimentos, inclusive água.
Este tipo de jejum não deve ir além de três dias, pois a partir daí o
organismo se desidrata.
Moisés e Elias fizeram jejum absoluto por 40 dias, mas sob condições
sobrenaturais.
O próprio Jesus ensinou que o jejum deveria fazer parte da vida da pessoa
(Mateus 6.16) Com o jejum, o cristão humilha-se a Deus para receber mais
graça divina para obter mais sabedoria, entendimento e poder.
No caso de Jesus quando foi tentado, jejuou 40 dias. Jesus disse que
existem demônios que só saem com oração e jejum (Mateus 17.21)
No jejum temos que abrir mão temporariamente das coisas da carne, o
jejum é um desligamento das coisas da carne, inclusive o sexo, mas no
caso do sexo, somente com o consentimento do casal (1 Coríntios 7.5)
Não é algo para ser feito como forma de dieta para emagrecer, não é uma
barganha, uma moeda de troca com Deus a troco de alguma coisa, o que
alcançamos de Deus é pela graça.
Jejum é se privar dos desejos naturais do corpo, é para fortalecer o
espírito e ter mais comunhão com Deus e uma aproximação maior, tem
que haver propósito.
Porque Jesus teve que nascer de uma mulher
virgem?
O nascimento virginal de Cristo já tinha sido profetizado por Isaías 700
anos antes do seu nascimento (Isaías 7.14).
O nascimento virginal de Cristo foi de extrema importância para a redenção
humana.
Esse plano foi estabelecido desde o princípio da humanidade (Apocalipse
13.8/Gênesis 3.15)
Para que Jesus pudesse expiar nossos pecados e salvar a humanidade, ele
teria que ser numa só pessoa Deus e homem, e o nascimento virginal de
Cristo preenche esses dois requisitos, a única maneira dele ser um homem
sem pecado era se concebido pelo Espírito Santo, ele não nasceu com a
natureza pecaminosa herdada de Adão ( Romanos 5.12/Salmo 51.5) Jesus
nunca pecou ( Hebreus 4.15).
A única maneira dele ser deidade (divindade) era ter Deus como Pai. Sendo
assim, a concepção de Jesus não foi por meios naturais, mas sobrenaturais,
ele tinha duas naturezas, divina humana, era Deus e era homem.
Hebreus 2.9Vemos, porém, coroado de glória e de honra aquele Jesus
que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da
morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos.
No texto deixa claro que Jesus precisava ser homem para que pudesse
morrer, se viesse apenas como Deus não iria morrer pois Deus é espírito e
não morre.
Precisava ser Deus para que pudesse resgatar a humanidade do pecado.
Como homem sentiu fome, sede, orou, foi cheio do Espírito Santo, cresceu
em sabedoria, foi menor do que os anjos.
Quando morreu e ressuscitou ele reassumiu sua glória anterior, a mesma de
quando estava no céu antes de vir a terra. (João 17.5)
Somos filhos de Deus ou criatura?
Sempre ouvimos dizer que todos são filhos de Deus, mas analisando a
bíblia chegamos à conclusão que nem todas as pessoas são filhas de Deus,
e as que são chamas de filhos temos que ver em que sentido.
Todo ser humano é uma criatura, tanto incrédulos como cristãos,
semelhantemente aos anjos, inclusive satanás que também é um anjo e
foi criado por Deus, em Ezequiel 28.15 está escrito perfeito eras nos teus
caminhos desde o dia em que fostes criado.
Podemos entender que os anjos foram criados por Deus um a um pois
anjos não se reproduzem (Mateus 22.30) diferente dos seres humanos.
Deus fez Adão e a partir daí os homens passaram a se reproduzem.
Muito provável que por causa disso Deus chamou os anjos de filhos de
Deus (Jó 1.6)
Dos seres humanos somente Adão foi feito ou gerado por Deus, no livro
de Lucas capítulo 3 onde fala das gerações, onde cita uma pessoa gerando
a outra, no verso 38 diz que Adão veio de Deus.
Nós seres humanos somos criatura de Deus, quando a pessoa aceita a
Jesus como seu Salvador e abandona seus pecados, ela passa a ser filha de
Deus por adoção ( Efésios 1.5 e nos predestinou para filhos de adoção
por Jesus Cristo...)
Em (João 1.12 diz: mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder
de serem feitos filhos de Deus...).
Quem anda no pecado não pode ser chamado de filho de Deus, a bíblia
chama de filhos da desobediência e da ira ( Efésios 2.1-3) também chama
de filhos do diabo (1 João 3.10) nisto são manifestos os filhos de Deus e
os filhos do diabo: qualquer que não pratica a justiça e não ama a seu
irmão não é de Deus.
Nesse versículo deixa claro que aquele que vive no pecado não é filho de
Deus.
Para uma pessoa ser chamada de filho de Deus é preciso que renuncie o
mundo, abandone seus pecados e viva segundo a palavra de Deus.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Todo mal vem do diabo?
De maneira nenhuma, são algumas igrejas que defendem essa
ideia, elas usam esse argumento como artimanha para atrair as
pessoas.
Atribuir a culpa ao diabo é tirar de si próprio a responsabilidade e a
culpa. Uma vez ouvir psicólogo dizendo: não atribua a culpa aos
outros, errou, assuma!
Os cristãos mais antigos diziam que o Diabo tem a costa larga,
mas não significa que tudo que acontece de ruim ele seja o
culpado.
Se isentar da culpa e da responsabilidade é dar o caso por
encerrado, do tipo: o culpado é o diabo e fim de papo, a pessoa não
vai refletir sobre o seu erro, não vai analisar para tentar conserta-lo.
Por exemplo: bateu o carro é o diabo, perdeu o emprego é o diabo.
Se você é crente e acha que tudo que acontece de ruim com você
o diabo é o culpado, isso significa que você precisa se converter
pois está escrito em (João 5.18) que aquele que é nascido de Deus
o maligno não lhe toca. O diabo não tem poder sobre a vida
daquele e tem comunhão com Deus.
O Cristão não deve dar lugar ao diabo (Efésios 4.27) não dar
ocasião a carne (Gálatas 5.13) fazendo assim estaremos vigiando
contra os ataques o diabo.
O mal que acontece na vida dos ímpios, alguns podem ser por
influência maligna devido os seus pecados e dos seus erros, e
outros consequências da vida, da mesma forma que acontece na
vida dos justos. O justo bate o carro, o ímpio também, o justo perde
o emprego, o ímpio também.
Aqui na terra as mesmas coisas se sucedem aos que servem a
Deus e aos que não servem, existe a lei da semeadura que serve
para todos, tantos aos bons quanto aos maus, veja a passagem
abaixo.
(Gálatas 6.7-8) Não erreis, Deus não se deixa escarnecer,
porque tudo o que o homem Semear, isso também ceifara.
Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifara a
corrupção; mas o que semeia no Espírito do Espírito ceifara a
vida eterna.
Todo homem é responsável diante de Deus pelo seu próprio erro,
tentar se livrar da culpa, as vezes atribuindo a culpa aos outros, isso
Adão tentou fazer atribuindo a culpa a sua mulher lá no princípio da
criação. Devemos ficar ciente que cada um dará conta de si mesmo
a Deus (Romanos 14.12)
Uma vez salvo, salvo para sempre?
É possível uma pessoa perder a salvação? Talvez você já tenha ouvido
aquela frase que diz que uma vez salvo, salvo para sempre. Apenas uma
minoria acredita que é impossível perdermos a salvação depois de nos
convertermos ao evangelho.
Esse ensino é uma heresia, uma armadilha para causar comodismo nas
pessoas que acreditam nisso, fazendo que as pessoas não se preocupem
muito em cada dia mais perseverar na doutrina achando que a salvação
estará sempre garantida sem a necessidade de melhorar cada dia mais na
presença de Deus.
Jesus disse em (Mateus 24.13) ...aquele que perseverar até o fim será
salvo. Se fosse impossível perder a salvação Jesus não teria dito isso. Jesus
mandou perseverar em que? Até no fim do que? Isso foi uma advertência!
Os que defendem esse ensino se confundem e se perdem em algumas
passagens bíblicas, como a eleição e a predestinação.(Efésios 1.4) Como
também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que
fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; E nos
predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo,
segundo o beneplácito de sua vontade.
Note que no verso 4 diz que Deus nos elegeu antes da fundação do
mundo, e no verso 5 diz que nos predestinou para filhos de adoção.
Jesus nos elegeu antes da fundação do mundo, isso significa que o plano
da redenção humana foi estabelecido por Deus antes que o mundo fosse
formado, Deus já sabia que Adão e Eva iriam pecar (Apocalipse 13.8).
Predestinado é aquela pessoa que aceita o evangelho, ela passa a ser um
eleito por Deus para ir ao céu após a sua morte, predestinação significa
prever antecipadamente, a pessoa está predestinada a vida eterna.
Se não fosse possível perder a salvação, não haveria advertência na bíblia.
Vejamos algumas. (2 Pedro 2.20-22) porquanto se, depois de terem
escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e
Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos,
tornou-se lhes o último estado pior do que o primeiro.
Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que,
conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado;
deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O
cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espoja douro de
lama.
Veja que se trata da situação de uma pessoa que se converteu, que
escapou da corrupção deste mundo e depois voltou a se envolver com o
pecado e foi vencido por ele.
(Apocalipse 2.4-5)
tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.
Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras
obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu
castiçal, se não te arrependeres.
Veja que Jesus advertiu a igreja de Éfeso para que eles se arrependessem
de seus pecados senão iria tirar o seu castiçal, eles perderiam a coroa, ou
seja, perderiam a salvação.
Em Lucas 15 cita três parábolas que falam acerca dos desviados, ou seja,
daqueles que um dia tiveram comunhão com Deus e deixaram a sua
palavra.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Como provar os espíritos?
O que significa provar os espíritos? (1 João 4.1) amados não
creias em todo espírito, mas Provai seus espíritos são de Deus
porque já muitos falsos profetas se têm levantado no
mundo. Provar os espíritos significa ver se tal Pregação ou
manifestação espiritual, bem como milagres ou doutrinas estão em
conformidade com a Bíblia.
Todo falso ensino tem origem diabólica (1 Timóteo 4.1) Mas o
espírito expressamente diz nos últimos tempos apostatarão
alguns da Fé dando ouvidos a espíritos enganadores e a
doutrinas de demônios.
Deve ser testado todos pregadores, doutrinas, manifestações
espirituais, em como milagre, profecias e revelações, mesmo que
tal pessoa afirme ser cristão professo.
Nunca Devemos Crer que certas doutrinas ou experiências
espirituais vem de Deus Somente por causa do Sucesso, milagres
ou aparência de unção, manifestações espirituais. Qualquer ensino
ou manifestações deve ser testado para ver se está em
conformidade como a Bíblia
Nunca Devemos Crer no ensino de tal pastor só porque ele tem
dons, realiza milagres ou expulsar demônios, isso não significa que
essa pessoa tenha o conhecimento da verdade, Deus usa quem
quiser, também não significa que essa pessoa será salva ou tal
manifestação venha de Deus, só deve ser aceito se estiver em
conformidade com a bíblia. Veja o que Jesus disse:
(Mateus 7.21-23) nem tudo o que me diz senhor, senhor entrará
no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu pai
que está nos Celso muitos me dirão naquele dia senhor,
senhor não profetizamos nos em teu nome e em teu nome não
expulsamos demônios e em teu nome não fizemos muitas
maravilhas E então eu direi abertamente Não vos conheci
apartai-vos de mim voz que praticais a iniquidade.
A Bíblia é a nossa regra de fé e prática, tudo que não está em
conformidade com ela deve ser rejeitado, a bíblia é a verdadeira e
infalível Revelação de Deus ao homem
Crianças tem pecado?
Crianças pecam? Elas podem ir para o inferno? Que idade começam a
pecar?
A resposta é que criança é inocente e não tem pecado, vamos ver o que
diz a bíblia ( Deuteronômio 1.39 ) E vossos meninos, de que dissestes:
Por presa serão; e vossos filhos, que hoje nem bem nem mal sabem...
Nessa primeira análise podemos ver que as crianças não sabem nem bem
nem mal.
Vamos continuar ( Mateus 18.2-3 ) E Jesus chamando uma criança, a pôs
no meio deles e disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes
e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no Reino dos
céus.
Nessa passagem Jesus compara a pureza de uma criança como exemplo
para sermos salvos. A conversão consiste no abandono total de toda
forma de impiedade e entrega a Deus, seguida de boas obras e justiça,
que produzam frutos dignos de arrependido. Ela é uma necessidade,
porque o homem natural segue um caminho de vida que o leva para longe
de Deus.
Jesus a seguir prova mais uma vez a inocência das crianças ( Mateus 19.14
) Jesus porém, disse: Deixai os pequeninos e não estorveis de vir a mim,
porque dos tais é o reino dos céus.
Jesus usou algumas vezes a pureza e a inocência das crianças como
exemplo de salvação. Os antigos diziam que as crianças são inocentes até
os 7 anos de idade, mas a realidade não é essa! Não existe uma idade
exata que uma criança começa a pecar, isso vai depender da sua
maturidade, existem adolescentes de 13 anos com mentalidade de uma
criança de 7 anos, isso vai depender do seu desenvolvimento.
Uma pessoa só começa a pecar quando tiver consciência do erro,
maturidade suficiente para poder diferenciar o certo do errado, vamos ver
o que Paulo disse (Romanos 7.9 E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas,
indo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri).
A declaração de Paulo,`"eu...vivia”, e "o pecado...me matou”, apoiam a
crença geral que a criança é inocente até deliberadamente pecar contra a
lei de Deus.
O ensino que diz que as crianças entram no mundo afetadas pela culpa do
pecado e dignas de condenação eterna não se acham na bíblia.
Usar o texto de (Romanos 5.12 ) que diz que por um homem entrou o
pecado no mundo, e por isso todos pecaram, não pode ser aplicado a
crianças, porque isso se refere a natureza do pecado que todos herdaram
de Adão, a pessoa nasce com a semente do pecado que vai germinar
quando alcança certa maturidade.
Também o texto de (Salmos 51.5) onde David diz que em iniquidade fui
formado, e em pecado me concebeu minha mãe também não pode ser
aplicado, isso também se refere a semente do pecado citado a cima. Davi
reconhece que desde sua infância possui uma propensão natural para o
pecado. Ele reconhece que sua própria natureza é pecaminosa.
Toda a pessoa, desde o seu nascimento tem uma propensão egoísta para
satisfazer seus próprios desejos, mesmo que isso prejudique e cause
sofrimento ao próximo. Tal inclinação só pode ser desfeita de nossa vida
através da redenção em Cristo e habitação do Espírito Santo em nós.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Devemos orar a Deus, a Jesus ou ao Espírito
Santo?
(João 16.23)
E naquele dia nada me perguntareis. Na verdade, na verdade
vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo
há de dar.
Aqui Jesus ensina uma oração dirigida a Deus em nome de Jesus. Em
Mateus 6.9 quando Jesus ensinou a oração do Pai nosso ele disse para orar
dizendo: Pai nosso que estás no céu...
Mas podemos notar que Estevão orou a Jesus quando foi apedrejado, ele
disse: Senhor Jesus, receba o meu espírito (Atos 7.59) sendo assim, fazer
orações dirigidas a Jesus também é válido.
Quanto ao Espírito Santo, embora ele faça parte da trindade, nunca
encontramos na bíblia alguém orando a ele, e nem pedindo para que nós
façamos orações a ele.
Temos que entender qual é a função do Espírito Santo. Deus e Jesus estão
no céu, mas o Espírito Santo está aqui na terra, sua função é capacitar os
cristãos para fazer a obra de Deus, dando poder, autoridade e capacidade
para pregar o evangelho.
O Espírito Santo habita no cristão que tem uma conversão genuína ao
evangelho. O Espírito Santo será tirado da terra no dia do arrebatamento,
quando Jesus voltar a buscar sua igreja (1 Tessalonicenses 2.7).
Fazer tatuagem e usar piercing é pecado?
Os que defendem a ideia de que não seja pecado, dizem que é porque
está escrito no velho testamento.
Vamos fazer uma análise. O VT é dividido em três partes: lei civil,
cerimonial e moral. As leis civis e cerimoniais não precisamos mais
obedece-las, a lei moral eram regras determinadas por Deus para um
Santo viver. Por exemplo: nos dez mandamentos está escrito: não
matarás, não furtarás, não adulterarás, precisamos obedecer isso? Claro
que sim!
Então fica claro, tudo que se trata de regra para um viver santo na
presença de Deus precisamos obedecer, mesmo que esteja escrito no
velho testamento.
Agora vamos para o novo testamento, vamos ler ( 1 Coríntios 10.31 )
Portanto, quer comais, quer bebais ou façais qualquer outra coisa, fazei
tudo para a glória de Deus.
O objetivo principal da vida do crente é agradar a Deus e promover a sua
glória. Sendo assim, aquilo que não for feito para a glória de Deus e sua
honra não deve ser feito de modo nenhum. Honramos a Deus mediante a
nossa obediência, ações de graças, confiança, oração, fé e lealdade a ele.
Viver para a glória de Deus deve ser uma norma fundamental em nossas
vidas, o alvo da nossa conduta, e teste das nossas ações.
Sendo assim, tudo que formos fazer, devemos avaliar se é para nossa
edificação e para a glória de Deus, no caso da tatuagem e piercing, não
acredito que seja para edificação e para a glória de Deus.
Vejamos ( 1 Coríntios 10.23 ) Todas as coisas me são lícitas, mas nem
todas me convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as
coisas edificam.
O que Paulo quis dizer? Por ser dono de minha vida, ninguém pode me
impedir de fazer qualquer coisa, mas não faço por que não me edifica, é aí
que está a questão! Se eu quiser comprar uma garrafa de bebida alcoólica
e ficar bêbado ninguém pode me impedir, mas eu não faço porque não
me edifica e ainda é pecado e não agradaria a Deus. Foi isso que Paulo
quis dizer!
No capítulo 6.12 de 1 Coríntios ele disse a mesma coisa, todas as coisas
me são lícitas..., mas eu não me deixarei dominar por nenhuma. Ele tinha
domínio próprio como todo Cristão deve ter!
Agora vamos ler (Romanos 14.21) Bom é não comer carne, nem beber
vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se
escandalize, ou se enfraqueça.
Paulo quer dizer que não devemos fazer nada que pode causar escândalo
para nossos irmãos, no caso da tatuagem e piercing, não apenas
escandaliza os de dentro mas também os de fora, imagine a pessoa com a
bíblia na mão evangelizando com o corpo tatuado e com piercing?
As pessoas vão escarnecer e zombar! Não me refiro alguém que se
converteu e já tinha o corpo tatuado! Paulo quis dizer que se comer vinho
e beber carne escandaliza seu irmão, então não devemos comer e nem
beber, ou seja, tudo aquilo que causa escândalo ou divide opiniões não
devemos fazer.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
É pecado maltratar os animais?
(Provérbios 12.10)
O justo tem consideração pela vida dos seus animais, mas
as afeições dos ímpios são cruéis.
Deus fez o homem superior aos animais, e ordenou que dominasse sobre
eles, sobre todos os animais, aves, peixes. etc.... (Gênesis 1.28).
Mas esse domínio não significa que podemos maltratar os animais, tanto no
trabalho, alimentação e na saúde.
Quem maltrata um animal é chamado por Deus de ímpio conforme citado
no verso acima.
Esse domínio sobre os animais é chamado de superioridade, mas temos que
proceder com os animais de acordo com a vontade de Deus.
Deus fez alguns animais para o nosso sustento, como o gado, o frango.Etc..
Os animais que não foram feitos para nosso sustento, não podem ser mortos
nem por esporte.
A bíblia relata como Deus se preocupa com os animais.
(Êxodo 23.12) Seis dias farás os teus trabalhos, mas ao sétimo dia
descansarás; para que descanse o teu boi, e o teu jumento; e para que
tome alento o filho da tua escrava, e o estrangeiro.
Aqui mostra a preocupação de Deus, não somente com as pessoas, mas
também com seus animais. Deus cuida até mesmo do sustento de alguns
animais (Mateus 6.26).
No reino milenar de Cristo aqui na terra, quando vier julgar o mundo e
estabelecer seu reino, haverá animais e não serão ferozes (Isaías 65.25).
Após o reino milenar, vira a eternidade e lá não terá animais porque no céu
só vão entrar corpos ressuscitados de pessoas que foram fiéis a Deus aqui
na terra.
Estamos pagando pelo pecado de Adão?
(Romanos 5.12) pelo que, como por um homem entrou o pecado no
mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos
os homens, por isso que todos pecaram.
À primeira vista observando esse versículo nos dá a impressão que
estamos sim pagando pelo pecado de Adão.
O pecado penetrou no mundo através da transgressão de Adão, ele
transmitiu o pecado a toda raça humana.
A partir disso, todo ser humano passou a nascer com uma propensão
natural para o pecado e o mal. Vamos ver o que disse Davi, (Salmos 51.5)
eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha
mãe...
Davi reconhece que desde a sua infância possui uma propensão natural
para o pecado, ele reconhece que a sua natureza é pecaminosa. Isso não
significa que uma criança tenha pecado ou nasça em pecado, ela nasce
com a semente do pecado herdada de Adão, essa natureza pecaminosa
vai se desenvolver quando ela alcançar uma certa idade onde tenha
maturidade suficiente para responder pelos seus erros diante de Deus.
Adão simplesmente foi o agente transmissor do pecado. Adão pecou, nós
pecamos hoje porque conhecemos o pecado.
Não estamos pagando pelo pecado de Adão, ele dará conta diante de
Deus pelos seus pecados, nós daremos conta diante de Deus pelo nossos
pecados.
A bíblia diz que cada um dará conta diante de Deus pelos seus próprios
pecados (Romanos 14.12) de maneira que cada um de nós dará conta de
si mesmo a Deus.
Ninguém pagará pelo pecado de outra pessoa (Ezequiel 18.20) A alma
que pecar, essa morrerá; o filho não levará a maldade do pai, nem o pai
levará a maldade do filho;a justiça do justo ficará sobre ele, e a
impiedade do ímpio cairá sobre ele.
Todos são culpados diante de Deus por causa de seus próprios pecados,
nunca deveremos atribuir a culpa ou a responsabilidade aos outros pelo
nossos erros, é como disse certa vez um psicólogo: errou, assuma!
Mas a boa notícia é que Deus perdoa todo tipo de pecado (Provérbios
28.13) o que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que
a confessa e deixa alcançará misericórdia.
Jesus morreu justamente para isso, para nos resgatar do poder do pecado
(João 3.16) Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu
filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas
tenha a vida eterna.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Evitar filhos é pecado?
Evitar filhos não é pecado! Mas deixo claro, não é pecado entre casados,
todo tipo de relação sexual entre não casados é pecado (Hebreus 13.4).
Nenhum método como camisinha, anticoncepcional. etc.. De maneira
nenhuma é pecado, alguns pensam que camisinha é pecado, mas a
camisinha nada mais é que mais um método de evitar a gravidez, é apenas
o método mais usado entre não casados, como namorados por exemplo.
Mas se evitar filhos fosse pecado, qualquer método usado seria pecado.
Os que acham que evitar filhos é pecado, se baseiam em Gênesis 1,28 E
Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei
a terra...
Mas isso foi dito para os primeiros habitantes da terra, note que Deus
disse para encher a terra, isso significa que a terra estava vazia, o plano de
Deus era que a terra se enchesse!
Mas nos dias de hoje a terra está cheia, imagine se toda mulher não
evitasse filhos, se referindo a nível de Brasil, não haveria escola para todas
as crianças, bem como saúde adequada, qualidade de vida, para muitos os
salários dos pais não seriam suficientes para o sustendo.
Será se Deus se agradaria disso? Se a previsão é que vai faltar água daqui a
poucos anos, imagine como seria hoje com tantos habitantes? Já faltaria
hoje, não apenas Água, como já estaria havendo falta também de
alimentos.
A coisa de Deus é com ordem e decência (1 Coríntios 14.40) O
planejamento familiar é aprovado por Deus!!!
Existe maldição hereditária
Isso não existe, apesar de ser uma questão já muito debatida e explicada,
alguns ainda insistem em acreditar devido não saberem interpretar a bíblia.
Alguns usam a passagem a seguir.
(Êxodo 20.4-5) não farás para ti imagem de escultura, nem alguma
semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem
nas águas debaixo da terra.
5-Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu
Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a
terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
No final do verso 5 é que muitos não sabem interpretar. Para entendermos
essa passagem temos que ler todo o contexto e também compararmos com
outras passagens bíblicas para chegarmos a interpretação correta.
Este texto de maneira nenhuma está dizendo que Deus vai descontar os
pecados dos pais nos filhos.
Aqui está se referindo a influência da idolatria. Pelo fato dos pais serem
idolatras, os filhos poderiam também se tornarem idólatras influenciados
pelos seus pais.
Para provar mais, vamos ler alguns versículos no livro de Ezequiel 18,
vamos ver o verso 4.
Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim
também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.
Note que está escrito que a pessoa que pecar essa morrerá. Vamos ver
agora os versos 19 e 20
19
mas dizeis: Por que não levará o filho a iniquidade do pai? Porque o
filho procedeu com retidão e justiça, e guardou todos os meus
estatutos, e os praticou, por isso certamente viverá.
20
A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do
pai, nem o pai levará a iniquidade do filho. A justiça do justo ficará
sobre ele e a impiedade do ímpio cairá sobre ele.
Vejam que os textos acima deixaram claro que o filho não paga pelo
pecado do pai e o pai não paga pelo pecado do filho. Cada um dará conta
de si mesmo a Deus (Romanos 14.12).
Então fica claro que ninguém vai receber alguma maldição pelos erros de
seus antepassados. Alguém poderá ser influenciado, por exemplo: se o pai
foi alcoólatra, o filho poderá ser influenciado e poderá acabar se tornando
um alcoólatra também.
Existem questões genéticas, vamos supor que o pai ou a mãe foi diabético,
o filho terá grande probabilidade de se tornar um diabético, mas não
significa que seja uma maldição herdada de seus pais.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Existe reencarnação na bíblia?
O ensino da reencarnação não tem nenhum fundamento bíblico.
Reencarnação é a crença de que após a morte de uma pessoa ela retorna a
vida em outro corpo.
Essa crença é facilmente desmascarada pela bíblia (Hebreus 9.27) E,
como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso
o juízo.
Note que o texto deixa claro que após a morte segue se o juízo. A bíblia
nunca citou uma pessoa que morreu e voltou a vida como outra pessoa ou
animais.
Jesus disse para o ladrão da cruz: hoje estarás comigo no paraíso (Lucas
23.43) se houvesse reencarnação ele teria dito: hoje você terá outra chance
aqui na terra. A reencarnação é uma crença anti bíblica e nunca deve ser
aceita pelos cristãos.
Os que defendem essa crença usam a bíblia citando algumas passagens,
mas essas citações não resistem uma análise profunda das escrituras. Eles
citam a passagem da transfiguração de Cristo (Mateus 17.10-12) onde
Moisés e Elias apareceram e conversavam com Jesus.
Primeiro, Elias não morreu, mas foi para o céu com corpo e tudo (2 Reis
2.11), isso não serve para provar a reencarnação. Jesus se transfigurou em
um corpo glorificado, ou seja, um corpo celestial para conversar com eles
pois o corpo de Jesus era terreno. Transfigurar significa mudar de figura.
Alegam que João Batista era Elias, mas esse argumento não resiste a bíblia,
eles usam a passagem de Malaquias 4.5.
Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e
terrível dia do Senhor.
Temos de ler outras passagens da bíblia para chegar a interpretação correta
de alguns textos da bíblia, João Batista foi enviado com o poder e a
virtude de Elias.
Lucas 1.17
E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter
os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos,
com o fim de preparar ao Senhor um povo bem-disposto.
No espírito não se refere que o espírito de Elias ia entrar em João Batista,
mas se refere ao poder do Espírito Santo, veja esse exemplo de quando
Elizeu pediu para Elias dar a porção dobrada do espírito de Elias, se referiu
ao poder em dobro que o espírito Santo deu a Elias. Veja na passagem
abaixo.
2 Reis 2.9
Sucedeu que, havendo eles passado, Elias disse a Eliseu: Pede-
me o que queres que te faça, antes que seja tomado de ti. E disse
Eliseu: Peço-te que haja porção dobrada de teu espírito sobre mim.
Esse espírito citado se refere ao Espírito Santo que que capacita a pessoa
para fazer cumprir sua missão diante de Deus, João Batista foi cheio do
Espírito Santo desde o ventre de sua mãe (Lucas 1.15).
O próprio João Batista confessou que não era Elias (João 1.21) E
perguntaram-lhe: Então quê? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu
profeta? E respondeu: Não.
Toda heresia não tem origem divina (1 Timóteo 4.1) as heresias desviam as
pessoas da palavra de Deus para que não cheguem ao pleno conhecimento
da verdade.
Temos que ter a mente aberta para a verdade, só assim o Espírito Santo que
convence o homem do pecado (João 16.8) irá trabalhar em nossas vidas e
sairemos da condição de homem natural para espiritual.
Existe livros no céu?
(Apocalipse 20.12)
E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de
Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E
os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros,
segundo as suas obras.
Não temos a menor sombra de dúvidas que estamos sendo observados, tudo
o que nós fazemos está sendo escrito em algum livro. Veja que está escrito
livros no plural: os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas
nos livros.
Todas as pessoas são observadas, tanto as pessoas que fazem o bem, quanto
as pessoas que fazem o mal.
Todas as pessoas darão conta diante de Deus pelas suas obras (Romanos
14.12)
Até mesmo o justo dará conta diante de Deus no julgamento das obras,
chamado o tribunal de Cristo.
(2 Coríntios 5.10) Porque todos devemos comparecer ante o tribunal
de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio
do corpo, ou bem, ou mal.
Os perdidos darão conta no juízo final para serem condenados (Apocalipse
20.11-15)
A diferença é que o julgamento do justo não será para fins de condenação,
mas para prestação de conta acerca do que fez para Deus aqui na terra, e a
do ímpio somente para ser julgado pelas suas más obras e serem condenado
ao fogo eterno (Apocalipse 20.15).
Com certeza todas as nossas obras estão sendo anotadas em algum livro,
mas existe um livro que apenas aqueles que fazem a vontade de Deus terá
seu nome escrito, o livro da vida.
O nome escrito no livro da vida é algo no presente, quem serve a Deus já
tem o seu nome escrito.
(Êxodo 32.32-33) agora, pois, perdoa o seu pecado; se não, risca-me,
peço-te, do teu livro, que tens escrito.
Então disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este
riscarei do meu livro.
Nesse diálogo entre Deus e Moisés deixa claro que o salvo já tem seu nome
escrito no livro e permanece para sempre e de maneira nenhuma será
riscado (Apocalipse 3.5).
Aquele que pecar terá seu nome riscado conforme já escrito acima (Êxodo
32.32-33).
Aquele que não tiver seu nome escrito no livro da vida será condenado
(Apocalipse 20.15) E aquele que não foi achado escrito no livro da vida
foi lançado no lago de fogo.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Haverá lembranças no céu?
Quando uma pessoa morre salva ela se lembra de quando morava aqui na
terra? E na eternidade, vamos se lembrar de quando morávamos aqui na
terra?
Aqueles que acreditam que no céu há lembranças se baseiam em
Apocalipse capítulos 6.9 onde João viu os mártires da grande tribulação
conscientes e pedindo vingança...no capítulo 18.20 e no capítulo 19 o céu
se alegra devido a derrota final do anticristo.
No capítulo 18.20 cita os apóstolos e profetas, isso indica pessoas de
todos os tempos.
Quando analisamos o livro de Isaías 65, podemos achar que há alguma
contradição, pois lá diz que na eternidade não haverá lembranças da
terra. (Isaías 65.17 Porque eis que eu crio céus novos e nova terra; e não
haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão).
À primeira vista parece haver uma contradição, mas está escrito novo céu
e nova terra. As pessoas que morrem hoje, ainda não estão no novo céu e
nova terra, mas sim no paraíso, Jesus disse para o ladrão arrependido:
Hoje estarás comigo no paraíso (Lucas 23.43)
O novo céu e nova terra será apenas na eternidade, após o reino milenar
de Cristo aqui na terra, veja (Apocalipse 21.1-2).
Esse novo céu e nova terra foi justamente aquele que jesus foi preparar
após a sua ressurreição (João 14.1-3). No livro de Isaías 65.17 está escrito
acerca do novo céu e nova terra, a mesma de apocalipse 21.1-2
Em Isaías 65.17 cita o novo céu e anova terra que será habitada após o
reino milenar, ou seja, na eternidade. Já nos versos 18 até o 25 cita o reino
milenar de Cristo aqui na terra antes da eternidade.
No céu seremos como os anjos?
Não seremos, a única semelhança entre os salvos no céu e os
anjos está em (Mateus 22.30) porque na ressurreição nem
casam nem se dão em casamento, mas serão como os anjos
no céu.
Essa será a única semelhança, não haverá casamento e nem
reprodução humana no céu.
Na eternidade os anjos continuarão sendo anjos, os anjos são
espíritos (Hebreus 1.14) os cristãos salvos na Eternidade não serão
espíritos, mas terão corpos transformados semelhante ao corpo de
Cristo (Filipenses 3.21) ...que transformará o nosso corpo
abatido para ser conforme o seu corpo glorioso...
Os salvos no céu terão corpos transformados, glorificado e imortal
(1 Coríntios 15.52-54).
Deus é Espírito e na eternidade Continuará sendo Espírito, da
mesma forma e os anjos sempre serão espíritos.
Jesus não é espírito, ele tem um corpo glorificado, Foi a Primícias
dos que dormem, ou seja, foi o primeiro a ressuscitar com um corpo
transformado (1 Coríntios 15.20)...Cristo ressuscitou dos
mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.
Depois seremos nós na ressurreição (1 Coríntios 15.23) mas cada
um por sua ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de
Cristo, na sua vinda.
O cristão pode namorar um descrente?
A resposta correta é não! (II Coríntios 6:14) está escrito: “Não vos
prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a
justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? “
Esta passagem não menciona especificamente acerca do casamento, mas
certamente tem implicações para o casamento. O texto continua dizendo:
“E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o
infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós
sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre
eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí
do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E
eu vos receberei” (II Coríntios 6:15-17).
Diante de Deus, há apenas duas categorias de pessoas: as que estão em
Cristo e as que não estão. O crente não deve ter comunhão ou amizade
íntima com os incrédulos, porque tais relacionamentos corrompem sua
comunhão com Cristo.
Neste contexto estão namoro e casamento com incrédulos. A associação
entre o crente e o incrédulo deve ser o mínimo necessário a convivência
social, ou com intuito de mostrar ao incrédulo o caminho da salvação.
A palavra continua dizendo: “Não vos enganeis: as más conversações
corrompem os bons costumes” (I Coríntios 15:33). Ter qualquer tipo de
relacionamento íntimo com um descrente pode rapidamente se tornar
algo que destrua a nossa comunhão com Cristo.
Somos chamados a evangelizar os perdidos, não a sermos íntimos com
eles. Não há nada errado em fazermos boas amizades com os incrédulos,
mas isto é o máximo que se pode ser feito.
Se você tiver namorando um incrédulo, como vocês dois poderão cultivar
intimidade espiritual dentro do casamento? Como um casamento de
qualidade poderá ser edificado se vocês não concordarem acerca das
coisas de Deus?
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
O cristão pode ouvir música secular?
A bíblia não é um livro de pode ou não pode, e nem de mandamentos
específicos, como não fumarás, não beberás, não ouvirás músicas que não
seja cristã.
A bíblia é um livro de princípios, então tudo que o cristão for fazer tem que
ver em que princípio bíblico ele se encaixa.
(1 Coríntios 10.31)
Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra
qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.
Analisando esse versículo, chegamos à conclusão que o cristão vive para
promover a glória de Deus, tudo o que ele for fazer terá que ver se agrada a
Deus ou não. Sendo assim, aquilo que não for feito para a glória de Deus
não deve ser feito.
A maioria dos cristãos chamam a música secular de música mundana, mas
no meu ver mundana não se refere ao autor, mas sim a letra da música.
Músicas que falam de adultério, fornicação, que demonstram estar
morrendo de desejo pela outra pessoa como está cheio por aí, que são
verdadeiras músicas pornográficas, isso o cristão não deve ouvir.
Muitos podem alegar que apenas ouvir sem ser influenciado pela letra não
tem problema, mas Paulo disse em (Romanos 1.32) Os quais, conhecendo
o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam),
não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.
Antes desse versículo Paulo citou vários tipos de pecados, então esse
versículo indica que apoiar, apreciar, aprovar, se divertir com o pecado
alheio, sentir prazer vendo outras pessoas pecarem, terão a mesma
condenação que eles.
Ver ou ouvir coisas pecaminosas como forma de entretenimento, como
músicas mundanas, novelas e filmes com cenas imorais, essa pessoa terá a
mesma condenação que aqueles que as cometem.
Aqueles que professam a fé em Deus, mas se divertem com as práticas
imorais dos outros, mesmo sem comete-las, estão contribuindo para
predispor a opinião pública a imoralidade.
Quem comete pecado, e quem consente mesmo sem comete-los, serão
dignos de morte conforme o versículo citado, morte aqui não se refere a
morte física, se refere a condenação eterna, a chama segunda morte
(Apocalipse 20.6/20.14/21.8).
O compositor fez uma música com letra imoral e foi gravada por um
cantor, serão dignos de juízo divino o compositor, o cantor e quem ouve,
pois tanto o cantor como as pessoas que ouvem estão consentindo com o
pecado do compositor.
O que é livre arbítrio?
Significa vontade que se manifesta livremente.
Deus fez os seres humanos superiores aos animais (Gênesis 1.26-27) que
são seres irracionais, somente ao homem Deus deu o poder de decisão de
escolha.
O ser humano não é um ser controlado como um robô, um fantoche, uma
marionete. O livre arbítrio embora não esteja escrito na bíblia, mas a
decisão de escolha foi dada desde a eternidade.
Porque satanás e seus anjos foram expulsos do céu? Por terem se
rebelados contra Deus, e se eles rebelaram é porque tinham a opção de
fazer o certo ou o errado.
Quando Deus pôs Adão e Eva no jardim, Deus deu a eles a opção de
obedecerem a ele ou não.
Tanto satanás como Adão e Eva tinham a opção de obedecer a Deus ou
não, caso contrário eles serviriam a Deus por obrigação.
Servir a Deus ou não, fazer o bem ou o mal é opção de escolha também
para nós. Veja (Josué 24.15/Deuteronômio 30.15).
E você está disposto a servir a Deus ou viver no pecado fazendo a vontade
deste mundo? Já que Deus nos deu a opção de escolha, vamos optar em
fazer a sua vontade para herdarmos a vida eterna.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
O que é a segunda morte?
Essa citação está apenas no livro de Apocalipse (2.11; 20.6; 20.14; 21.8)
Segunda morte significa condenação eterna, isso acontecerá após o reino
milenar, será no juízo final.
Vejamos (Apocalipse 20.6 Bem-aventurado e santo aquele que tem parte
na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte,
mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos)
Vejamos agora em (Apocalipse 20.14 E a morte e o inferno foram
lançados no lago de fogo, está é a segunda morte).
Para confirmar (Apocalipse 21.8, mas, quanto aos tímidos, e aos
incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas aos fornecedores, e aos
feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no
lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte).
Então fica confirmado do que se trata a segunda morte, Jesus disse ...o
que vencer não receberá o dano da segunda morte (Apocalipse 2.11).
Morte na bíblia pode ser morte física, morte espiritual e a segunda morte,
o contexto é que vai definir qual morte se refere.
Por exemplo: em Ezequiel 18.4 está escritores que todas as almas são
minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha; a alma
que pecar, essa morrerá.
Para que serve a unção com óleo?
Na bíblia a unção com óleo tinha mais de uma finalidade.
Ainda existe muita confusão acerca disso por parte de alguns.
A unção para cura divina só existe duas citações na bíblia, em (Tiago 5.14
onde diz: está alguém entre vó doente? Chame os presbíteros da igreja,
e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor) e em
Marcos 6.13 onde diz que os discípulos ungiam os doentes e os curavam.
O óleo simboliza a presença e o poder do Espírito Santo, não tem nenhum
poder miraculoso, é apenas simbólico. A pessoa quando aceita a unção ela
está evidenciando e pondo em prática a sua fé, caso venha a ser curada,
sua cura será atribuída a Jesus mediante a sua fé.
Note que Tiago disse: Chame os presbíteros...isso indica que a unção deve
ser feita por alguém que tenha cargo ministerial, a maioria acredita que
somente presbíteros podem ungir.
Em Marcos 6.13 diz que os discípulos ungiam os doentes. A bíblia cita
apenas como presbítero Pedro (1 Pedro 5.1) e João (3 João 1.3) isso
significa que nem todos eram presbíteros.
Mesmo assim devemos crer que somente alguém que tenha cargo
ministerial possa ungir, pois antes da unção deve haver um ensino para a
pessoa saber do que se trata e a finalidade.
Não pode ser algo feito de qualquer jeito como muitas igrejas fazem por
aí, algumas usam isso para atrair pessoas apresentando um óleo
milagroso.
A bíblia nunca citou distribuição de óleo consagrado com poderes
miraculosos, muitas igrejas usam isso como artimanha para atrair pessoas
e arrecadar dinheiro.
A unção com óleo também era usada para consagrar pessoas a cargos e
funções ministeriais, como no caso de Saul (1 Samuel 10.1) também Davi
(1Samuel 16.13).
Deus mandou Moisés ungir objetos, mas com a finalidade de serem
santificados (Êxodo 30.26).
Ninguém pode alegar que quer o óleo para santificar o gato, o cachorro, o
carro, aquilo que Moisés fez foi algo ordenado pelo próprio Deus.
Maria ungiu os pés de Jesus, mas foi um ato de grande fé e sacrifício, pois
o seu perfume era muito caro, não foi algo feito como moeda de troca do
tipo: vou ungir com óleo caro e em troca vou ser abençoada com bens
materiais caros como fazem por aí, barganha em nome de Deus.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
O que significa santo na bíblia?
Na bíblia existe várias referências a santo, exemplo (Efésios 1.4) diz que
Deus nos elegeu para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele.
Más o que significa ser santo?
Santo que a bíblia se refere não tem nada a ver com os santos da igreja
católica, a bíblia nunca citou uma pessoa que morreu e foi beatificada ou
canonizada e virou santo e agora está no céu intercedendo por nós.
A bíblia pede para que sejamos santos (1 Pedro 1.16) isso se refere a
santificação que é fazer a vontade de Deus, santo é aquele que abandona
seus pecados e anda na presença de Deus.
Somente Jesus foi Santo na condição de que devemos adora-lo e que ele
intercede por nós. Jesus foi eleito por Deus Pai, muito diferente do
catolicismo que o papa que elege alguém que morreu para ser santo sem
nenhuma base bíblia válida.
Somente Jesus preencheu todos os requisitos para ser chamado o Santo
(Lucas 1.35) ...descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo
te cobrirá com a sua sombra; pelo que também o Santo que de ti há de
nascer, será chamado filho de Deus.
Note que está escrito o Santo. Por causa da sua concepção milagrosa Jesus
foi chamado de o Santo. Ele não tinha qualquer mácula do pecado,
somente ele foi gerado pelo Espírito Santo no ventre de uma mulher
virgem, veio como homem para que pudesse morrer, era Deus para que
pudesse salvar o homem do pecado.
Somente alguém nessas condições poderia ser chamado de Santo. Nunca
existiu aqui na terra um ser humano com essas condições. Somente Jesus
preencheu todos os requisitos para ser Santo. Essa foi a única condição
para ser Santo.
Atribuir essa honra a outros como faz o catolicismo é uma idolatria. A
bíblia nunca atribui essa honra de ser chamado de Santo a ninguém, pois
ela é dada somente a Jesus, ele não divide a glória dele com ninguém.
Satanás quis ter uma honra semelhante a Deus e foi expulso do céu.
Alegar que tal pessoa que morreu virou santo e as pessoas fazer pedidos a
ele é dividir a honra que foi dada somente a Cristo pois a bíblia nunca
citou tal prática usada pelo catolicismo.
Porque Deus criou Adão e Eva sabendo
que iriam pecar?
Também podemos perguntar, porque Deus fez satanás sabendo que ele iria
pecar? É a mesma questão de Adão e Eva, se Deus sabia que eles iam cair e
as consequências disso então porque os fez?
Uma grande parte das pessoas de hoje morrem perdidas, então se Deus
sabendo que tal pessoa iria se perder então porque permitiu que ela viesse
ao mundo?
Deus é onisciente, sabe o presente, o passado e o futuro, mas na sua
onisciência não impede os acontecimentos. Deus deu ao ser humano aquilo
que chamamos de livre arbítrio, devemos entender que Deus não interfere
nas nossas decisões. Da mesma forma que uma pessoa decidiu servir a
Deus, essa mesma pessoa poderá no futuro se desviar dos caminhos de
Deus. Fazer a vontade de Deus é opção de escolha
(Josué 24.15
) porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor,
escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos
pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja
terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor.
Deus não criou Adão e Eva em pecado, foram criados perfeitos da mesma
forma que satanás também foi, veja esse versículo se referindo a satanás
(Ezequiel 28-15) Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que
foste criado, até que se achou iniquidade em ti.
Mas tanto o casal quanto a satanás, foram criados com livre arbítrio. Isso é
válido também para os anjos pois os demônios foram anjos celestiais antes
de pecarem contra Deus.
Deus criou tanto Adão e Eva quanto aos anjos com decisão de escolha,
senão eles obedeceriam a Deus por obrigação e não por opção.
Da mesma forma nós servimos a Deus por opção e não por obrigação ou
medo.
Antes que o mundo fosse formado Deus já sabia que o casal iria pecar e
providenciou o plano da redenção humana para resgatar o homem do
pecado (Apocalipse 13.8).
Então existe a pergunta feita por muitos: Se Deus sabia que o casal iria
pecar então porque os fez?
Deus os criou para servi-lo, para andarem em comunhão com ele nos seus
caminhos.
Da mesma forma que cada ser humano que vem ao mundo Deus tem um
propósito para cada um deles, mas devido o pecado o homem segue seu
próprio caminho separado de Deus ficando sujeito a condenação.
Todos os seres criados por Deus, tanto os anjos bem como Adão e Eva e
nós seres humanos, todos foram criados com livre arbítrio. Deus não
manipula a mente de ninguém, ele não criou robôs ou fantoches para serem
manipulados por ele.
Deus é onisciente, mas não interfere nas decisões de ninguém. Da
mesma forma que Adão e Eva, satanás e os demônios sofreram as
consequências das suas decisões tomadas, todo ser humano também sofrerá
as consequências por andarem separados de Deus.
Deixo esse versículo para encerrar.
(Gálatas 6.7-8)
Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que
o homem semear, isso também ceifará.
8
Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas
o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Porque nascem pessoas com doenças físicas?
Vou usar como base (Êxodo 4) onde lá diz que Moisés quis recusar falar
com faraó devido a limitação na sua fala. No verso 11 Deus disse a Moisés
que foi ele quem fez o mudo, o surdo e o cego.
Esse texto não está dizendo que Deus fez com que uma pessoa nascesse
cego, mudo, surdo ou qualquer outro tipo de doença. Aqui se refere que
Deus fez todas as pessoas, todos as pessoas nascem porque Deus quis, e
não que Deus tenha destinada algumas pessoas a nascerem com doenças
físicas.
Se referindo as enfermidades, todas são resultado da entrada do pecado
no mundo através de Adão.
Pelo fato de Deus ter todo o poder, ele pode permitir que uma pessoa
venha a nascer com alguma doença para que ela venha a ser curada pelo
poder de Deus.
Vemos o exemplo de um cego que Jesus o curou em (João 9).Os discípulos
perguntaram para Jesus quem havia pecado para que ele nascesse
daquele jeito, ele ou seus pais, então Jesus disse que ninguém havia
pecado, nem ele e nem seus pais, mas ele tinha nascido daquele jeito para
que nele se manifestasse o poder de Deus.
Nesse texto Jesus deixou claro que nem toda doença ou problema é
resultado de algum pecado cometido pela pessoa ou por outra.
Existem casos que Deus permite doenças ou aflições por causa de algum
propósito divino, tanto na vida do incrédulo para que ele se converta, na
vida do cristão em pecado para que ele se conserte, e também na vida do
cristão fiel como provação.
Vemos o exemplo da cegueira de Paulo que contribuiu para a sua
conversão. Jesus fez com que ele ficasse cego no caminho para Damasco
para que ficasse curado através da oração de Ananias (Atos 9).
Toda enfermidade bem como todas aflições que afetam os seres humanos
entrou no mundo em consequência do pecado de Adão trazendo a morte
aos seres humanos (Romanos 5.12) e por isso o corpo humano é perecível
estando sujeito a todo tipo de enfermidade.
Somente na ressurreição que os salvos vão ressuscitar com um corpo
incorruptível e revestido de imortalidade (1 Coríntios 15.52-54) um corpo
transformado semelhante ao corpo de Cristo (Filipenses 3.21).
Que idade tinha Adão quando foi criado?
A bíblia não diz que idade ele tinha quando foi criado, mas podemos tirar
algumas conclusões em cima disso.
Adão seria eterno se não pecasse, foi criado para ser eterno já na
condição para isso.
Então podemos afirmar que ele era adulto pois tinha idade reprodutiva
pois teve filhos e foi responsável pelos seus erros indicando maturidade.
Então podemos entender que não era criança por ter idade reprodutiva e
ser responsável pelos seus erros, também não era velho pois a velhice
veio como consequência do pecado.
A bíblia traz muitos mistérios que não foram reveladas a nós pela palavra
(Deuteronômio 29.29) As coisas encobertas são para o Senhor, nosso
Deus; porém as reveladas são para nós e para nossos filhos.
Mas referente a nossa salvação a bíblia possui revelações completa para
sabermos a vontade de Deus.
A idade exata não sabemos, mas podemos saber algo acerca da criação:
O homem e a mulher é a criação especial de Deus e não produto da
evolução.
Toda criação humana vem inicialmente de Adão e Eva
Foram criados inferiores e dependentes de Deus.
O homem é conhecedor do bem o do mal tendo isso como opção de
escolha.
Todo ser humano precisa de Deus para ser salvo.
Escolhendo o bem, precisa confessar a Cristo seus pecados para ser salvo.
Quem é o Espírito Santo?
O Espírito Santo é a terceira pessoa da trindade, embora a palavra trindade
não exista na bíblia, mas esse nome foi dado ao estudo que fala sobre o Pai,
o filho e o Espírito Santo. A bíblia descreve os três como pessoas distintas,
vejamos o exemplo a seguir que citou as três pessoas separadas uma da
outra
(Mateus 3.16-17)
E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe
abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e
vindo sobre ele.
E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem
me comprazo.
A bíblia prova que o Espírito Santo é um ser pessoal e não uma força ativa
como pensam as testemunhas de Jeová.
O Espírito Santo opera no mundo desde que a terra foi formada (Gênesis
1.2) E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do
abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
Em Gênesis mostra o Espírito Santo ativo na criação do ser humano.
(Gênesis 1.26) E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem,
conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e
sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre
todo o réptil que se move sobre a terra.
Note que disse no plural a palavra façamos, indicando a trindade divina.
O Espírito Santo é revelado na bíblia como pessoa, com sua própria
individualidade e com seus atributos pessoais, ele pensa (Romanos 8.27)
sente (Romanos 15.30) determina (1 Coríntios 12.11) entristece (Efésios
4.30).
Tudo isso deixa claro que ele é um ser pessoal e não uma força ativa como
alguns religiosos pensam e ensinam.
www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
Quem não é batizado pode tomar a santa
ceia?
A bíblia não diz se pode ou não pode, mas analisando a bíblia chegaremos
à conclusão que não pode.
Vamos analisar.
(1 Coríntios 11.27-28)
portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice
do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do
Senhor.
Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba
deste cálice.
Este texto fala acerca da santa ceia e deixa claro algumas coisas, no verso
27 diz que não pode tomar a ceia indignamente, isso indica alguém que
conhece a verdade, pois terá que ter o conhecimento da palavra para saber
quanto a sua condição perante Deus.
O verso 28 diz para a pessoa examinar-se a si mesmo, isso indica mais uma
vez uma pessoa conhecedora da palavra pois para fazer um autoexame da
consciência tem que saber o que é pecado.
Quem não é batizado nas águas conforme o ensino bíblico, não pode tomar
a santa ceia, após a conversão o próximo passo é o batismo.
O novo convertido deverá ouvir sempre a palavra, quando ele achar que
está em condições deverá se batizar, já liberto do mundo e do pecado, então
já será um conhecedor da palavra e estará se enquadrando na passagem
bíblica citada.
Para poder tomar a santa ceia, a pessoa deverá estar em comunhão com
Deus e a igreja.
Quem tomar santa ceia em pecado ficará sujeito ao juízo divino.
Quem nunca ouviu o evangelho não será
salvo?
Essa é uma pergunta muito questionável. Existe a revelação natural de
Deus que ele dá a todo ser humano, através dessa revelação é revelada a
sua existência.
(Romanos 1.20) porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do
mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e
claramente se veem pelas coisas que estão criadas, para eles fiquem
inescusáveis).
Deus se revela ao homem, ele prova a sua existência pelas coisas que são
criadas conforme o texto acima, a natureza e tudo que Deus criou serve
para testemunhar que ele existe pois foi ele que tudo criou, e com isso os
incrédulos ficam como diz no final do versículo, inescusáveis, ou seja,
imperdoáveis.
Veja agora o (salmo 19.1-2)Os céus declaram a glória de Deus e o
firmamento anuncia a obra das suas mãos. Um dia faz declaração a
outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.
(Veja o salmo 33.9)
porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu.
Leiam Gênesis a partir do capítulo um acerca da criação da terra e dos
seres vivos.
Deus prova a sua existência através das coisas que foram criadas para que
através disso o homem reconheça que ele existe e a pessoa por esse motivo
tenha interesse em conhecer a sua palavra e Deus venha revelar a essa
pessoa qual é a sua vontade.
Essa é a revelação natural que Deus dá a todo homem para provar a sua
existência, mas não traz a salvação.
Agora vamos analisar (Romanos 2.12) porque todos os que sem lei
pecaram sem lei também perecerão; e todos os que sob a lei pecaram
pela lei serão julgados.
A lei que se refere aqui não é a lei do Velho Testamento, mas a lei de Deus
referente a obediência a palavra, Paulo quis dizer que aqueles que pecaram
sem conhecer a palavra serão condenados da mesma forma que aqueles que
conheceram a palavra de Deus mas andaram no pecado.
Isso se confirma em (Lucas 12.47-48) E o servo que soube a vontade do
seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será
castigado com muitos açoites;
48,
mas o que a não soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos
açoites será castigado. E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe
pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá.
O texto acima indica que aqueles que conheceram a palavra e não
obedeceram sofrerão um castigo maior do que aqueles que não conheceram
a palavra de Deus por falta de interesse.
Fica claro que aqueles que continuarem no pecado mesmo sem ter ouvido a
palavra de Deus perecerão, porque até certo ponto todos tem o
conhecimento do bem e do mal.
Pelo fato de Deus ter se revelado a todo os seres humanos pelas coisas que
foram criadas, isso serve para que as pessoas tenham interesse em conhecer
a sua palavra, em (Romanos 1.28) deixa claro que aqueles que não tiveram
o conhecimento de Deus é porque não tiveram interesse.
Também existe a revelação especial que Deus dos aqueles que tiveram
interesse em conhecer a sua palavra. Em (1 Coríntios 2.14-15) mostra dois
tipos de pessoas, o natural que não conhece a palavra e o espiritual que
chegou ao conhecimento de Deus e vive a sua palavra. Veja no texto
abaixo:
50 perguntas e respostas da bíblia
50 perguntas e respostas da bíblia
50 perguntas e respostas da bíblia
50 perguntas e respostas da bíblia
50 perguntas e respostas da bíblia
50 perguntas e respostas da bíblia
50 perguntas e respostas da bíblia
50 perguntas e respostas da bíblia
50 perguntas e respostas da bíblia
50 perguntas e respostas da bíblia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docxApostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docxJooAlbertoSoaresdaSi
 
Lição 7 - O Senhor peleja pelo Seu Povo
Lição 7 - O Senhor peleja pelo Seu PovoLição 7 - O Senhor peleja pelo Seu Povo
Lição 7 - O Senhor peleja pelo Seu PovoÉder Tomé
 
LIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTO
LIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTOLIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTO
LIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTOHamilton Souza
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaÉder Tomé
 
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeLição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeÉder Tomé
 
Lição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
Lição 14 - Israel e a Escatologia BíblicaLição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
Lição 14 - Israel e a Escatologia BíblicaÉder Tomé
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaADMILTON SOARES
 
Credo Assembleia de Deus - Brasil
Credo Assembleia de Deus - BrasilCredo Assembleia de Deus - Brasil
Credo Assembleia de Deus - BrasilJeorge Sávio
 
A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação Geversom Sousa
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaErberson Pinheiro
 
Método de Estudo Indutivo
Método de Estudo IndutivoMétodo de Estudo Indutivo
Método de Estudo IndutivoDyogo E Cris
 
Colossenses - Introdução e parte 01
Colossenses - Introdução e parte 01Colossenses - Introdução e parte 01
Colossenses - Introdução e parte 01Daniel M Junior
 
Velho testamento foi abolido. Deus não muda
Velho testamento foi abolido.  Deus não muda Velho testamento foi abolido.  Deus não muda
Velho testamento foi abolido. Deus não muda Gilberto Theiss
 

Mais procurados (20)

Plano da salvação todos
Plano da salvação todosPlano da salvação todos
Plano da salvação todos
 
A NATUREZA HUMANA DE CRISTO
A NATUREZA HUMANA DE CRISTOA NATUREZA HUMANA DE CRISTO
A NATUREZA HUMANA DE CRISTO
 
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docxApostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
Apostila-Novos-Convertidos-Assembleia-de-Deus-PDF.docx
 
Lição 7 - O Senhor peleja pelo Seu Povo
Lição 7 - O Senhor peleja pelo Seu PovoLição 7 - O Senhor peleja pelo Seu Povo
Lição 7 - O Senhor peleja pelo Seu Povo
 
LIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTO
LIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTOLIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTO
LIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTO
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
 
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeLição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
 
Lição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
Lição 14 - Israel e a Escatologia BíblicaLição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
Lição 14 - Israel e a Escatologia Bíblica
 
Cristologia aula04
Cristologia aula04Cristologia aula04
Cristologia aula04
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
 
Credo Assembleia de Deus - Brasil
Credo Assembleia de Deus - BrasilCredo Assembleia de Deus - Brasil
Credo Assembleia de Deus - Brasil
 
Hebreus 9
Hebreus 9Hebreus 9
Hebreus 9
 
A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
 
Método de Estudo Indutivo
Método de Estudo IndutivoMétodo de Estudo Indutivo
Método de Estudo Indutivo
 
Uma Palavra de Encorajamento em Dias de Crise
Uma Palavra de Encorajamento em Dias de CriseUma Palavra de Encorajamento em Dias de Crise
Uma Palavra de Encorajamento em Dias de Crise
 
Colossenses - Introdução e parte 01
Colossenses - Introdução e parte 01Colossenses - Introdução e parte 01
Colossenses - Introdução e parte 01
 
Velho testamento foi abolido. Deus não muda
Velho testamento foi abolido.  Deus não muda Velho testamento foi abolido.  Deus não muda
Velho testamento foi abolido. Deus não muda
 
A necessidade de um novo nascimento
A necessidade de um novo nascimentoA necessidade de um novo nascimento
A necessidade de um novo nascimento
 

Destaque

Gleason l archer jr merece confiança o antigo testamento
Gleason l  archer jr   merece confiança o antigo testamentoGleason l  archer jr   merece confiança o antigo testamento
Gleason l archer jr merece confiança o antigo testamentoMARCOS KROMENBERGER
 
A veracidade da bíblia
A veracidade da bíbliaA veracidade da bíblia
A veracidade da bíblialeniogravacoes
 
Os Quatro Evangelhos - Volume 2, J.-B. Roustaing
Os Quatro Evangelhos - Volume 2, J.-B. RoustaingOs Quatro Evangelhos - Volume 2, J.-B. Roustaing
Os Quatro Evangelhos - Volume 2, J.-B. RoustaingLuiz Alexandre Vieira
 
Artigo alternativas tecnológicas em pré moldados de concreto
Artigo alternativas tecnológicas em pré moldados de concretoArtigo alternativas tecnológicas em pré moldados de concreto
Artigo alternativas tecnológicas em pré moldados de concretoRonisson Santiago Ribeiro
 
Os Quatro Evangelhos - Volume 4, J.-B. Roustaing
Os Quatro Evangelhos - Volume 4, J.-B. RoustaingOs Quatro Evangelhos - Volume 4, J.-B. Roustaing
Os Quatro Evangelhos - Volume 4, J.-B. RoustaingLuiz Alexandre Vieira
 
Gleason archer enciclopédia de temas bíblicos
Gleason archer   enciclopédia de temas bíblicosGleason archer   enciclopédia de temas bíblicos
Gleason archer enciclopédia de temas bíblicosgvirtual
 
Perguntas bíblicas super difíceis
Perguntas bíblicas super difíceisPerguntas bíblicas super difíceis
Perguntas bíblicas super difíceisRogerio Sena
 
Reis e profetas - aula 1
Reis e profetas  - aula 1Reis e profetas  - aula 1
Reis e profetas - aula 1Moisés Sampaio
 

Destaque (12)

Gleason l archer jr merece confiança o antigo testamento
Gleason l  archer jr   merece confiança o antigo testamentoGleason l  archer jr   merece confiança o antigo testamento
Gleason l archer jr merece confiança o antigo testamento
 
Livro de Jonas
Livro de JonasLivro de Jonas
Livro de Jonas
 
A veracidade da bíblia
A veracidade da bíbliaA veracidade da bíblia
A veracidade da bíblia
 
Os Quatro Evangelhos - Volume 2, J.-B. Roustaing
Os Quatro Evangelhos - Volume 2, J.-B. RoustaingOs Quatro Evangelhos - Volume 2, J.-B. Roustaing
Os Quatro Evangelhos - Volume 2, J.-B. Roustaing
 
Artigo alternativas tecnológicas em pré moldados de concreto
Artigo alternativas tecnológicas em pré moldados de concretoArtigo alternativas tecnológicas em pré moldados de concreto
Artigo alternativas tecnológicas em pré moldados de concreto
 
Os Quatro Evangelhos - Volume 4, J.-B. Roustaing
Os Quatro Evangelhos - Volume 4, J.-B. RoustaingOs Quatro Evangelhos - Volume 4, J.-B. Roustaing
Os Quatro Evangelhos - Volume 4, J.-B. Roustaing
 
CURIOSIDADES BÍBLICAS
CURIOSIDADES BÍBLICASCURIOSIDADES BÍBLICAS
CURIOSIDADES BÍBLICAS
 
Curiosidades bíblicas você sabia
Curiosidades bíblicas    você sabiaCuriosidades bíblicas    você sabia
Curiosidades bíblicas você sabia
 
Gleason archer enciclopédia de temas bíblicos
Gleason archer   enciclopédia de temas bíblicosGleason archer   enciclopédia de temas bíblicos
Gleason archer enciclopédia de temas bíblicos
 
Atlas Bíblico
Atlas BíblicoAtlas Bíblico
Atlas Bíblico
 
Perguntas bíblicas super difíceis
Perguntas bíblicas super difíceisPerguntas bíblicas super difíceis
Perguntas bíblicas super difíceis
 
Reis e profetas - aula 1
Reis e profetas  - aula 1Reis e profetas  - aula 1
Reis e profetas - aula 1
 

Semelhante a 50 perguntas e respostas da bíblia

Estudos doutrinários no metodismo
Estudos doutrinários no metodismoEstudos doutrinários no metodismo
Estudos doutrinários no metodismoPaulo Dias Nogueira
 
Apresentação do evangelho ii
Apresentação do evangelho iiApresentação do evangelho ii
Apresentação do evangelho iiJoao Rumpel
 
Falando sobre a graça em jesus
Falando sobre a graça em jesusFalando sobre a graça em jesus
Falando sobre a graça em jesusRafael Negrao
 
Vida Conjugal Cristã - Dois Estudos de Casos
Vida Conjugal Cristã - Dois Estudos de CasosVida Conjugal Cristã - Dois Estudos de Casos
Vida Conjugal Cristã - Dois Estudos de CasosRogério de Sousa
 
Somos justificados, mas não perdoados
Somos justificados, mas não perdoadosSomos justificados, mas não perdoados
Somos justificados, mas não perdoadosJuraci Rocha
 
10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecado10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecadoDaniel M Junior
 
10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecado10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecadoDaniel M Junior
 
O cristão e o naturismo gospel
O cristão e o naturismo gospelO cristão e o naturismo gospel
O cristão e o naturismo gospelJuraci Rocha
 
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdfecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdfFrancisco Almoxarifado
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptxKARINEVONEYVIEIRABAR
 
O livro sem palavras e Semadinho
O livro sem palavras e SemadinhoO livro sem palavras e Semadinho
O livro sem palavras e SemadinhoLucia Verissimo
 
Restaurando o ferido
Restaurando o feridoRestaurando o ferido
Restaurando o feridoarthurgomes33
 

Semelhante a 50 perguntas e respostas da bíblia (20)

Estudos doutrinários no metodismo
Estudos doutrinários no metodismoEstudos doutrinários no metodismo
Estudos doutrinários no metodismo
 
Jormi - Jornal Missionário n° 76
Jormi  -   Jornal Missionário n° 76Jormi  -   Jornal Missionário n° 76
Jormi - Jornal Missionário n° 76
 
Vamos falar sobre sexo
Vamos falar sobre sexo   Vamos falar sobre sexo
Vamos falar sobre sexo
 
EncontroPenielLixo.pdf
EncontroPenielLixo.pdfEncontroPenielLixo.pdf
EncontroPenielLixo.pdf
 
Apresentação do evangelho ii
Apresentação do evangelho iiApresentação do evangelho ii
Apresentação do evangelho ii
 
Falando sobre a graça em jesus
Falando sobre a graça em jesusFalando sobre a graça em jesus
Falando sobre a graça em jesus
 
Estudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docxEstudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docx
 
Estudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docxEstudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docx
 
Estudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docxEstudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docx
 
Vida Conjugal Cristã - Dois Estudos de Casos
Vida Conjugal Cristã - Dois Estudos de CasosVida Conjugal Cristã - Dois Estudos de Casos
Vida Conjugal Cristã - Dois Estudos de Casos
 
Somos justificados, mas não perdoados
Somos justificados, mas não perdoadosSomos justificados, mas não perdoados
Somos justificados, mas não perdoados
 
10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecado10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecado
 
10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecado10 mentiras sobre o pecado
10 mentiras sobre o pecado
 
O cristão e o naturismo gospel
O cristão e o naturismo gospelO cristão e o naturismo gospel
O cristão e o naturismo gospel
 
Módulo 01 Boas Novas
Módulo 01 Boas NovasMódulo 01 Boas Novas
Módulo 01 Boas Novas
 
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdfecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
ecc-02-harmonia-conjugal_231009_212559.pdf
 
Agar
AgarAgar
Agar
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-5-vivendo-uma-santa.pptx
 
O livro sem palavras e Semadinho
O livro sem palavras e SemadinhoO livro sem palavras e Semadinho
O livro sem palavras e Semadinho
 
Restaurando o ferido
Restaurando o feridoRestaurando o ferido
Restaurando o ferido
 

Último

slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfRoteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfLehonanSouza
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresAntonino Silva
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 

Último (9)

slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfRoteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 

50 perguntas e respostas da bíblia

  • 1. A bíblia responde Volume 1 Autor: Edinilson Aparecido As citações são bíblia ARC Índice A teologia da prosperidade existe na bíblia? Adão e Eva foram salvos?
  • 2. Adultério e cobiça são pecados iguais? Como a mulher cristã deve se vestir? Como as pessoas eram salvas no antigo testamento? Como fazer a vontade de Deus se a carne é fraca? Viver com alguém é fornicação? Porque Deus mandava matar no velho testamento? Porque Deus não destruiu satanás? Existe predestinação na bíblia? Qual foi o pecado do diabo? O que é blasfêmia contra o Espírito Santo? O que é pecado para a morte? O que significa 666? Para que serve a santa ceia? Para que serve o jejum? Porque Jesus teve que nascer de uma mulher virgem? Somos filhos de Deus ou criaturas? Todo mal vem do diabo? Uma vez salvo, salvo para sempre? Como provar os espíritos? Crianças tem pecado? Devo orar a Deus, a Jesus ou ao Espírito Santo? Fazer tatuagens e usar piercing é pecado? Maltratar os animais é pecado? Estamos pagando pelo pecado de Adão? Evitar filhos é pecado? Existe maldição hereditária?
  • 3. Existe reencarnação na bíblia? Existe livros no céu? Haverá lembranças no céu? No céu seremos como os anjos? Posso namorar um descrente? É pecado ouvir música secular? O que é livre arbítrio? O que é a segunda morte? Para que serve a unção com óleo? O que é santo na bíblia? Porque Deus fez Adão e Eva sabendo que iriam pecar? Porque nascem pessoas com deficiências? Que idade tinha Adão quando foi criado? Quem é o Espírito Santo? Quem não é batizado pode tomar a santa ceia? Quem nunca ouviu o evangelho será condenado? Quem são os anjos presos no inferno? Satanás está preso no inferno? A origem dos discos voadores? Bebida alcoólica é pecado? Porque satanás queria o corpo de Moisés? Devo obrigar meu filho ir à igreja e ler a bíblia Apresentação Em primeiro lugar agradeço a Deus pela oportunidade de estar elaborando esse material para ajudar as pessoas que tem dificuldades de
  • 4. entender a bíblia, e outras para aperfeiçoar seu conhecimento. Tenho um canal no Youtube chamado “A bíblia responde” e estou criando um blog de perguntas e respostas da bíblia. ”www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br” Todos os estudos são de minha autoria que aprendi lendo a bíblia e através de estudos bíblicos. Tenho 42 anos, fui criado na igreja Assembleia de Deus, não sou pastor. Este é meu primeiro e-book, deixo meu e-mail para sugestões e opiniões. Deus abençoe a todos! Denispr2000@gmail.com É proibido comercializar este material sem autorização do autor. Os estudos podem ser copiados desde que os textos não sejam alterados e seja mantida a referência ao autor. A teologia da prosperidade existe na bíblia? Deve ser rejeitado todo ensino que diz que o cristão não pode ser pobre. Em nenhum lugar da bíblia está escrito que o cristão deve ser rico ou que não pode ser pobre. Na bíblia não existe nenhuma promessa de prosperidade para todos. Sendo assim, Deus não é obrigado a dar para ninguém algo que ele nunca prometeu. Essa artimanha é muito usada por diversas igrejas, e o resultado disso são pessoas decepcionadas pois o tempo passa e não acontece nada. A bíblia nunca nos ensinou que devemos pedir riquezas para Deus. (Mateus 6.33) Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. É assim que devemos orar. Os pregadores da prosperidade têm medo dessa passagem pois ela bate de frente com seus ensinos. Riqueza não é sinal de bênção e ser pobre não é sinal de pecado. Você deve ir à igreja para cultuar a Deus, se tiver em seus planos te abençoar financeiramente ele assim fará. Mas se você for a igreja por interesse ou iludido pelos pregadores da prosperidade, você correrá o risco de sofrer uma grande decepção.
  • 5. Não existe promessa de enriquecimento na bíblia para quem se converte, Deus pode fazer isso se ele quiser, mas não significa que seja uma promessa para todos. Para tentar provar essa teologia eles usam passagens bíblicas mal interpretadas e fora do seu contexto, por exemplo: Mateus 19 falas de um diálogo que Jesus teve com um jovem rico, no final Pedro perguntou a Jesus nos versos 27 e o 29 Então Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Eis que nós deixamos tudo, e te seguimos; que receberemos? E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel. E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna. Pedro perguntou qual seria a recompensa por eles deixarem tudo para segui-lo, Jesus disse que receberiam cem vezes tanto e receberiam a vida eterna. Muitos usam essa passagem, mas Pedro ficou rico? Os outros discípulos ficaram ricos? Nenhum deles eram ricos, nem mesmo Jesus. A riqueza que Jesus deu a eles foi espiritual e não material, somente eles tiveram o privilégio de andar com jesus, aprender com ele durante o pouco tempo em que Jesus esteve aqui na terra e receberam a vida eterna como recompensa. No livro de Josué 1.3 Deus disse para Josué que onde tu pisasses a planta dos seus pés seria dado a ele conforme Deus tinha prometido a Moisés, mas aquilo eras uma promessa antiga que já tinha sido feita a Abraão a muito tempo atrás, era um prosseguimento de algo determinado por Deus. Não podemos exigir de Deus coisas que ele nunca prometeu (1 João 5.14) E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve. Veja que o texto diz: segundo a sua vontade, isso significa que nem tudo é da vontade de Deus.
  • 6. Talvez você já tenha visto pastores e pregadores mandando você determinar sua bênção financeira. Você só pode determinar algo que seja uma promessa de Deus escrita na bíblia. Se você determinar algo que Deus não prometeu, como um carro importado ou uma mansão, você poderá ficar decepcionado pois será provável que não vai acontecer nada. Devemos ir à igreja para cultuarmos a Deus, se tiver nos seus planos de nos dar alguma bênção material ele assim fará e dessa forma não sermos frustrados. Deixo mais uma vez essa passagem para você refletir (Mateus 6.33) Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Adão e Eva foram salvos? A bíblia não diz que foram salvos, mas se analisarmos chegaremos à conclusão que pelo menos Eva pode ter sido sim. Quando o casal foi expulso do jardim, Deus não os condenou, simplesmente foram expulsos e sofreram as consequências da desobediência, mas a oportunidade de perdão e salvação estavam em aberto. A bíblia deixa claro que pelo menos Eva teve comunhão com Deus ( Gênesis 4.1 E conheceu Adão a Eva são mulher, e ela concebeu, e teve a Caim, e disse: Alcancei do Senhor um varão. Note que Eva demonstrou sua gratidão a Deus pelo nascimento do seu filho. Veja novamente ( Gênesis 4.25 E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela teve um filho e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outra semente em lugar de Abel; porquanto Caim o matou. Note que mais um vez Eva demonstra sua gratidão a Deus e atribui a ele o nascimento do seu filho. A bíblia não cita a morte da Eva e nem quanto anos viveu, mas pela maneira que está escrito, fica claro que ela teve comunhão com Deus.
  • 7. Se referindo a Adão, a bíblia não cita nada se ele teve comunhão com Deus após ser expulso do jardim. A última citação dele em foi em Gênesis 5.5 A bíblia não menciona quem morreu primeiro, uma vez que não cita a morte de Eva. Adultério e cobiça são pecados iguais? Vamos usar como base (Mateus 5.28) eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Nessa passagem Jesus iguala o ato do adultério com o ato da cobiça no coração. Embora as duas atitudes sejam pecados, não significa que são pecados iguais. O que Jesus quis dizer que algo já é pecado mesmo que a pessoa só esteja pensando. Pecado não é só o ato em si, mas também é um estado pecaminoso mental onde a pessoa não realiza por falta de chance. A pessoa que comete o adultério está pecando, e quem não comete por falta de chance, mas, no caso se houvesse uma oportunidade cometeria, está pecando também. Deus julga tanto o pensamento de uma pessoa como o ato. Deus vai julgar no dia do juízo o segredo do coração dos homens (Romanos 2.16). Vejamos em (2 Pedro 2.14) tendo os olhos cheios de adultério, e não cessando de pecar, engodando as almas inconstantes, tendo o coração exercitado na avareza, filhos de maldição. Aqui se trata de uma cobiça carnal (mental) semelhante a que Jesus citou em (Mateus 5.28). Jó também tinha o problema da cobiça (Jó 31.1) fiz aliança com os meus olhos; como, pois, os fixaria numa virgem? Note que Jó se arrependeu e fez um concerto com Deus! Claro que é muito pior cometer um adultério do que cobiçar uma pessoa, mesmo assim os dois casos são pecaminosos diante de Deus.
  • 8. Existe graus de pecados, alguns são piores do que o outro, mas em relação a salvação, todos pecados são iguais, todo pecado levará a condenação. Mas não existe pecado tão grande que Deus não possa perdoar, Jesus morreu para oferecer perdão a todo o tipo de pecado. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Como a mulher cristã deve se vestir? Esse é um tema que causa medo em muitos pastores nos dias de hoje, medo de perder suas ovelhas. Muitos dizem que roupa não salva, mas os princípios bíblicos acerca da vestimenta faz parte da salvação. A bíblia ensina um padrão bíblico para um modo modesto de se vestir. Foi Deus quem inventou a roupa ainda no Éden, em ( Gênesis 3.7 ) diz que Adão e Eva fizeram aventais de folhas de figueira e se vestiram, no verso 21 diz que Deus fez túnicas de pele de animais e os vestiu. Podemos entender que os aventais ainda não eram totalmente adequados pois Deus fez roupas de pele de animais, provavelmente os aventais de folhas de figueira cobriam seus corpos parcialmente. Se não fosse pecado mostrar o corpo Deus não teria feito roupas para eles. Quando Adão e Eva viviam na inocência moral, a nudez não era imoral, nem causava vergonha, depois que pecaram, a consciência de estarem nus passou a associar-se ao pecado. Por causa do mal que a nudez passaria a causar no mundo, o próprio Deus vestiu o casal. Deus ordena que a mulher se vista com pudor e modéstia. (1 Timóteo 2.9 que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia...). A palavra pudor aqui significa vergonha em exibir o corpo. Envolve a recusa de vestir-se de tal modo que atraia a atenção para o seu corpo, ultrapassando os limites da devida moderação.
  • 9. Vestir-se de modo imodesto a ponto de despertar desejos sexuais nos outros é tão errado como o desejo imoral que isso provoca. Nenhuma atividade ou condição, justifica o uso de roupas imodestas que exponham o corpo de tal maneira que provoquem desejo imoral em alguém. É de causar vergonha a situação de qualquer igreja que desconsidera o padrão bíblico para o modo modesto de se vestir, e que adota os costumes do mundo. Nestes dias de liberação sexual, a igreja deve comportar-se e vestir-se de modo diferente da sociedade mundana que ridicularia os padrões bíblico quanto ao modo de se vestir. A mulher cristã deve tomar cuidado para não se vestir de modo a atrair a atenção para o seu corpo e deste modo causar tentação no homem. Como as pessoas eram salvas no antigo testamento? A salvação sempre foi pela graça, a lei foi dada por Deus a Moisés, não foi dada como meio de salvação para os perdidos, mas foi dada para mostrar ao homem que ele era pecador e precisava de um Salvador, apontando para Jesus como o salvador. Os apóstolos disseram que os povos daquele tempo foram salvos pela mesma graça do povo do novo testamento (Atos 15.10-11). A primeira Revelação sobre a vinda de Jesus aqui na terra para Morrer pelo pecado foi em (Gênesis 3. 15) depois disso teve várias profecias como no livro de Isaías, onde esse profeta é chamado de profeta messiânico. Antes da queda de Adão e Eva, ainda na eternidade Deus já sabia que o casal iria pecar e providenciou um meio para resgatar o homem do poder do pecado (Apocalipse 13.8) esse meio foi enviar Jesus aqui na terra para morrer pela humanidade (João 3.16). Sendo assim, o povo daquele tempo sabia que Jesus viria aqui na terra morrer pelos seus pecados, eles sabiam que o sacrifício de um animal era temporário e que não removia o pecado do homem
  • 10. (Hebreus 10.4) mas era apenas simbólico, simbolizava e apontava par o sangue de Cristo que seria derramado na cruz e que somente o sangue de Jesus Tiraria o pecado do homem . Somente um homem isento do Pecado, nascido de uma mulher virgem para não herdar a natureza pecaminosa de Adão, foi gerado pelo Espírito Santo pois era Deus, teria que ser Deus para nos resgatar do pecado, teria que ser homem para morrer (Hebreus 2.9) ele teve duas naturezas, divina e humana. Essa foi a única condição para alguém morrer para salvar o mundo A Bíblia é cristocêntrica, é centralizada em Cristo. (Gálatas 2.16) diz que nenhuma carne será justificada pelas obras da lei, Mas pela fé em Cristo. Os povos do antigo testamento tinham que crer que Jesus viria morrer para os salvar, aqueles que estavam vivos no tempo em que Jesus estava na terra tinham que crer que ele era o Cristo prometido, é nós nos dias de hoje temos que crer e aquele homem foi o Cristo e morreu para salvar a humanidade em todos os tempos. Jesus é o único meio de salvação em todos os tempos. Como fazer a vontade de Deus se a carne é fraca? (Mateus 26.41) Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. Notamos que essa passagem é para convertidos e não para incrédulos, a pessoa que não serve a Deus não vai vigiar, nem orar para não cair nas tentações pecaminosas. Deixo claro uma coisa, essa passagem não pode ser usada como desculpa para pecar, do tipo pequei por que a carne é fraca. Essa desculpa cai por terra quando examinamos algumas passagens bíblicas. Vamos ver (Romanos 5.20...onde abundou o pecado, superabundou a graça). Graça aqui significa favor imerecido que inclui força para orar, ler a bíblia, força para resistir o pecado. etc...
  • 11. A desculpa de que pequei porque a carne é fraca não será aceita por Deus pois a bíblia diz que Deus não deixará sermos tentados além do que podemos suportar (1 Coríntios 10.13) se baseando nessa passagem e a de Romanos 5.20, podemos entender que onde o pecado prolifera a graça de Deus é sempre maior na vida do cristão convertido. Todo cristão convertido está sujeito a cometer deslizes devido a sua natureza pecaminosa herdada de Adão (Romanos 5.12/Salmos 51.5). O pecado que os incrédulos cometem é voluntário, ou seja, é premeditado e sem se importar se isso ou aquilo desagrada a Deus ou não. O cristão está sujeito a cometer deslizes devido as suas fraquezas, mas Deus que não se deixa escarnecer, ele sabe as intenções do coração da pessoa. A bíblia cita homens de Deus do passado que cometeram erros, mas também cita as consequências que eles sofreram. Esta é a lei da semeadura que serve tanto para cristãos como a incrédulos (Gálatas 6.7-8) não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. O cristão professo não pode justificar seu pecado com a desculpa de que ele simplesmente é humano. Ficou claro nos textos citados que o Espírito Santo nos dá graça suficiente para resistirmos e vencermos todas as tentações. O cristão não pode fazer do pecado uma prática habitual na sua vida. O cristão que se cede as tentações é porque está em pecado e não tem a graça de Cristo suficiente para resistir, ou se tinha ele simplesmente se cedeu a algo que ele deseja. Então temos que nos cuidarmos com o mau chamado pecado, pois se pecarmos Deus nos perdoará (1 João 2.1) mas quais serão as consequências? Existem consequências que conseguimos nos livrar, mas existem consequências que vão mais além, e algumas delas são irreversíveis. Vejam o caso de Davi, Sansão e Noé, eles erraram e Deus os perdoou, mas as consequências que cada um deles sofreu deixaram marcas para sempre. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br
  • 12. Viver com alguém é fornicação? Examinando a bíblia podemos afirmar que sim, fornicação é a relação íntima entre pessoas não casadas, uma pessoa casada que tem relação com outra que não seja seu cônjuge é um adultero. A relação sexual entre pessoas solteiras é fornicação. Veja o exemplo abaixo: Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem possua a mulher de seu pai. (1 Coríntios5.1). Essa passagem fala de um rapaz que estava tendo um caso com a sua madrasta. A única relação aprovada por Deus é no casamento (Hebreus 13.4 Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará. Analisando o texto acima concluímos que o matrimônio é o casamento, leito sem mácula é sem a mancha do pecado, prostituição não se refere apenas a uma mulher que tem relações a troco de dinheiro, mas no original grego significa “perneia”, que se refere a todo tipo de imoralidade referente a esse assunto, como adultério, fornicação, prostituição, pornografia. etc.. Alguém pode alegar que fornicação é somente a relação entre namorados, um casal que resolveu viver junto em uma relação estável já vale como matrimônio. Mas a verdade não é essa, o matrimônio deve ser oficializado em um cartório, da mesma forma que o divórcio também é oficializado em um cartório. Desde os tempos bíblicos sempre houve algum meio de oficializar o casamento, da mesma forma que era oficializado o divórcio por meio de uma carta (Mateus 19.7) em Deuteronômio 24 explica que era feito um documento para deixar a mulher livre das obrigações com seu ex-marido em caso de divórcio. Então com certeza também havia alguma forma de oficializar o casamento, aqui no Brasil é no cartório. Quando Rebeca se casou com Isaque, os familiares se reuniram e pediram para que ela confirmasse, então eles a abençoaram (Gênesis 24.58-59).
  • 13. Jesus foi a uma festa de casamento (João 2). O casal que vive junto e toma a decisão de servir a Deus devem ir ao cartório oficializar o casamento. A fornicação engloba todo tipo de relação entre pessoas não casadas, seja com prostituta, amante, ficante, namorado. etc. Uma pessoa casada que tem relação com outra que não seja seu cônjuge é adultério, a outra se não for casada, uma está cometendo adultério e a outra fornicação. O pecado de imoralidade nesse sentido é o pior que existe pois profana o corpo que é o templo do Espírito Santo. (1 Coríntios 6.18-20) Fugi da fornicação. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que fornica peca contra o seu próprio corpo. 19 Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? 20 Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus. Porque Deus mandava matar? O sexto mandamento não matarás proíbe o homicídio como forma de crime intencional. Em (Gênesis 9.6) Deus ordenou a pena de morte para quem cometesse esse crime. O sexto mandamento não matarás, também pode ser interpretado como não assassinarás, ou não cometerás assassinato. ( Êxodo 20.13) Algumas mortes no velho testamento foram como forma de juízo divino sobre o pecado, como no dilúvio, a destruição de Sodoma e Gomorra e outros. Deus executou várias formas de juízo citados na bíblia, o maior de todos ainda está por vir, que será a grande tribulação, onde haverá o maior sofrimento em todos os tempos da humanidade sobre os ímpios (Mateus 24.21) nessa ocasião, as pessoas que fizeram a vontade de Deus já não estarão aqui nessa terra. Deus dá a vida e somente ele pode tirar (Ezequiel 18.4) Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá. Certas coisas que é proibido para nós, é permitido para Deus. Ele pode tirar
  • 14. a vida e nós não, quem tira a vida de outra pessoa ficará sujeita ao juízo divino da condenação eterna. Veja baixo onde diz que os homicidas serão condenados. (Apocalipse 21.8) Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos que se prostituem, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte. Nos nossos dias, Deus deixa os ímpios entregue aos seus pecados, veja nessa passagem abaixo que diz que Deus os entregou aos seus pecados (Romanos 1.24) Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; No verso 26 diz que Deus os abandonou as suas paixões infames (Romanos 1.26) Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. Esse texto fala de pecados sexuais, mas pode ser levado para todo tipo de pecado. Todo tipo de pecado tem perdão, incluindo o homicídio. Caso a pessoa não se arrependa deu seus pecados, sofrerá o castigo eterno no dia do juízo final. No ministério de Jesus ele ofereceu a oportunidade de perdão enquanto a pessoa tivesse vida. Na passagem a seguir, Tiago e João sugeriram a Jesus que fizesse cair fogo do céu e consumissem um certo povo que não quiseram dar abrigo a Jesus, mas Jesus os repreendeu e disse que não veio para destruir, mas para salvar. (Lucas 9.54-56) E os seus discípulos, Tiago e João, vendo isto, disseram: Senhor, queres que digamos que desça fogo do céu e os consuma, como Elias também fez? 55 Voltando-se, porém, repreendeu-os e disse: Vós não sabeis de que espírito sois. 56 Porque o Filho do homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las. E foram para outra aldeia. No evangelho da graça, o pecador tem toda a oportunidade de salvação enquanto tiver vida, após a morte não haverá uma segunda chance, após a morte segue se o juízo (Hebreus 9.27)
  • 15. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Porque Deus não destruí satanás? Essa é uma pergunta que muitos já fizeram, não se tem uma resposta exata, somente analisando na bíblia o caráter de Deus e seu modo de agir, podemos pensar em hipóteses prováveis (Deuteronômio 29,29) As coisas encobertas são para o Senhor, porém as reveladas são para nós e para nossos filhos...referente a salvação a bíblia está completa, muitas coisas que estão em oculto quem sabe um dia Deus poderá nos revelar na eternidade. Existe o chamado livre arbítrio, nós seres humanos é que decidimos em fazer a vontade de Deus ou não, sob pena de sofrermos as consequências caso decidimos não servir a Deus. Podemos entender que aos anjos Deus também deu a decisão de escolha, caso contrário os anjos serviriam a Deus por obrigação e Satanás não teria se rebelado. Na queda de Satanás aprendemos que Deus não interfere em nossas decisões, servir a Deus ou não, é uma questão de escolha (Josué 24.15) Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos Pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu a minha casa serviremos ao Senhor. Servir a Deus é opção de escolha, inclusive para Satanás e a terça parte dos anjos que se rebelaram contra Deus. (Apocalipse 12.12.3-4). Se pensarmos porque Deus não o destruiu depois dele ter pecado, então também poderíamos pensar porque Deus não destruiu Adão e Eva depois que pecaram? A queda de Adão e Eva trouxe consequências a toda raça humana, da mesma forma que a queda de Satanás também trouxe consequências. Talvez Deus não o tenha destruído para que o povo veja que o caráter de satanás é mau. E para ficarmos livre das consequências da queda de Adão e Eva, devemos aceitar o sacrifício de Jesus na cruz como a forma que Deus deu para nos resgatar da consequência maior que é a condenação eterna.
  • 16. Satanás já está condenado, sua sentença é citada na bíblia desde o princípio da humanidade. (Gênesis 3.25/Mateus 25.41/Apocalipse 20.10). Existe predestinação na bíblia? Este é um tema polêmico pois as passagens bíblicas que são usadas para falar sobre isso algumas delas são de difícil interpretação e precisão ser comparadas a outras para chegarmos a real interpretação. Predestinação significa prever antecipadamente. Não podemos aceitar essa doutrina de que as pessoas já nascem predestinadas, algumas para irem ao céu e outras ao inferno. Não existe base bíblica para isso pois se fosse assim não precisaríamos pregar o evangelho. (Marcos 16.16) Jesus disse: ide a todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura, quem crer será salvo, mas não crer será condenado. Se existisse predestinação essa passagem ficaria inválida pois porque pregar se a pessoa já tem seu destino traçado? Porque crer como está escrito no verso pois se o destino já está traçado? A pessoa só tem seu destino traçado após a morte (Hebreus 9.27) diz que porque ao homem está ordenado a morrer uma só vez vindo depois disto o juízo. Esse versículo quer dizer que depois da morte segue se o juízo, não existe mais chance após a morte para quem morrer perdido pois seu destino final será o inferno. Mas em vida ninguém está destinado a nada (Efésios 1.4-5) como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; 5 E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade. Também em (Apocalipse 13.8) E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. A passagem de Efésios onde diz que nos elegeu antes da fundação do mundo e a do Apocalipse, onde diz que o Cordeiro foi morto desde a fundação do mundo, significa que o plano da redenção humana foi criado por Deus antes da fundação do mundo. Deus já sabia que Adão e Eva iriam
  • 17. pecar e antes disso já preparou um plano para resgatar a humanidade do pecado mandando Jesus vir a terra para morrer para perdoar nosso pecado. Quando a pessoa renuncia o mundo e abandona seus pecados ela passa a fazer parte desse plano da redenção que Deus estabeleceu e passa a estar predestinada a ir para o céu se permanecer firme. (1 Pedro 2.9) mas vos sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Note que está escrito: geração eleita. Geração eleita são aqueles que aceitaram o sacrifício de Jesus na cruz renunciando seus pecados e passando a estar predestinados a vida eterna. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Qual foi o pecado do diabo? Podemos dizer que a origem do Pecado é o orgulho, devido à sua posição e formosura, Satanás se exaltou (Isaías 14. 13-15) diz e tu dizias no teu coração eu subirei ao céu e acima das Estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no Monte da congregação me assentarei subirei Acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao altíssimo e, contudo, será levado ao inferno ao mais profundo do abismo (Ezequiel 28.15) perfeito eras nos teus caminhos Desde o dia que foste criado até que se achou iniquidade em ti. Satanás foi um ser criado e queria ser semelhante ao criador, Satanás é um ser espiritual com personalidade e inteligência, inimigo de Deus e do ser humano, Satanás crê em Deus, mas do que nós pois já foi um ser celestial habitando no céu (Tiago 2.19) Nós cremos em Deus pela fé e ele crê por Vista. Satanás introduz o orgulho na mente dos ímpios e dos crentes frios, ele tenta os seres humanos a pensar que podem ser semelhantes a Deus, levando uma vida independente de Deus, decidindo por conta própria o que é bom e o que é mau, de acordo com as suas próprias vontades e não de acordo com a palavra de Deus.
  • 18. Os incrédulos e os crentes mundanos levam uma vida egocêntrica, centralizada no seu próprio eu, na sua própria vontade para satisfazer seus desejos carnais, para usar roupas sensuais, ver suas novelas mundanas, programas imorais na TV e na internet alegando que nada disso é pecado, indo segundo a carne e seus pensamentos. Satanás governa o atual sistema mudando e corrupto através da política, da TV, da internet, da moda sensual levando as pessoas para o inferno. A sabedoria deste mundo corrupto exclui a Deus e dá ao homem a alto suficiência, recusando a palavra de Deus e vivendo segundo a sua própria vontade. Satanás introduz no homem o mesmo pecado que ele cometeu, levando muitos seres humanos a mesma condenação que ele. O que é blasfêmia contra o Espírito Santo? Essa questão é uma das mais polêmicas e uma das menos compreendidas na bíblia. Em (Mateus 12.22-32) diz que Jesus expulsou um demônio e os fariseus disseram que ele tinha expulsado pelo poder de belzebu, satanás. Blasfêmia significa insultar pessoas ou coisas respeitáveis. Toda blasfêmia contra Deus é pecado, mas nem todas é tida como pecado imperdoável. Mas então o que é blasfêmia contra o Espírito Santo na condição de pecado imperdoável? Blasfêmia contra o Espírito Santo não é uma coisa que acontece facilmente, embora seja possível. Blasfêmia contra o Espírito Santo é negar as obras do Espírito Santo, note que os fariseus atribuíram a satanás o milagre que Jesus fez de expulsar um demônio. Claro que duvidar de certos milagres que vemos hoje na TV ou na internet nem sempre é errado, pois não estamos duvidando que Deus possa curar alguém ou realizar milagres pelo poder do Espírito Santo, em muitos casos não é errado devido a muita pilantragem de certas igrejas que querem atrair as pessoas a qualquer custas e podem inventar falsos milagres e falsos
  • 19. testemunhos. Note que os fariseus conheciam a Jesus desde o seu nascimento, sempre o perseguiu, sempre viram seus milagres, e por fim atribuíram seus milagres a satanás. Jesus conhecia o coração deles e sabia que eles nunca iriam se arrepender. Nós não podemos atribui esse pecado a ninguém pois não sabemos se um dia essa pessoa irá se arrepender pois não sabemos o futuro de ninguém. Blasfêmia contra o Espírito Santo é atribuir as obras do Espírito Santo a satanás, é negar as obras do Espírito Santo, é negar que seja Deus que está operando, mas isso só se caracteriza como pecado imperdoável se a pessoa morrer nessa situação, pois enquanto ela tiver vida ela poderá arrepender- se. A prova que a pessoa não cometeu o pecado imperdoável é o arrependimento pois é o Espírito Santo que convence a pessoa do pecado (João 16.8). Toda a obra de Deus realizada aqui na terra é mediante o poder do Espírito Santo. Negar as obras do Espírito Santo, é se opor a ele. A pessoa vai afastar de si mesmo o único recurso que pode leva-lo ao perdão. Sem o Espírito Santo a pessoa não se convence que é pecadora, é impossível ela se chegar a Deus. Veja os sinais que podem levar uma pessoa a cometer o pecado imperdoável. -Resistir ao Espírito Santo leva ao apagamento do Espírito Santo dentro da pessoa. -O apagamento leva ao endurecimento do coração. -O endurecimento leva a pessoa a uma mente depravada. -Quando o endurecimento do coração atinge certa intensidade que só Deus sabe, o Espírito Santo não contenderá mais em para levar a pessoa ao arrependimento. Veja o texto abaixo. (Hebreus 3.7-8) portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, Não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da tentação no deserto. Hoje ouvimos a voz do Espírito Santo quando ouvimos ou lemos a palavra de Deus, não podemos negar a palavra de Deus para que o nosso coração não venha ser endurecido e o Espírito Santo venha a ser apagado de dentro de nós.
  • 20. Então fica claro que as pessoas que blasfemaram e pensam que não tem mais perdão, a prova que ainda tem é o fato delas estarem arrependidas. (João 16.8) diz que o Espírito Santo é quem convence a pessoa do pecado, isso mostra uma ação do Espírito Santo na vida da pessoa. O que é pecado para a morte? Morte na bíblia não se refere apenas morte física, morte na bíblia pode ser morte física, espiritual ou a segunda morte que é a condenação eterna (Apocalipse 20.14; 21.8) o contexto é que vai definir o significado de cada passagem. Quanto ao pecado para a morte, primeiro vamos ler (1 João 5.16) se alguém vir seu irmão cometer pecado que não é para a morte, orará, e Deus dará a vida aqueles que não pecarem para a morte. Há pecado para a morte, e por esse não digo que ore. Quanto ao pecado que não é para a morte, João refere-se a um tipo de oração dentro da vontade de Deus, em que temos certeza que ele atenderá. A oração pelos crentes espiritualmente fracos, que necessitam das orações do povo de Deus, para ministrar-lhes a vida e a graça. As instruções sobre esse tipo de oração são as seguintes: Essa pessoa crente que não quis pecar deliberadamente, e cujo pecado não foi rebelião deliberada contra a vontade de Deus. Assim sendo, ele não cometeu pecado para a morte espiritual. Ainda tem vida espiritual, mas está espiritualmente fraco. Para a pessoa assim, a igreja precisa orar, para que Deus lhes dê "vida”. Aqui, vida significa restauração espiritual e renovação da graça de Deus. Deus promete ouvir essa oração. Para quem antes foi crente e cometeu pecado "para a morte”, a igreja não pode orar com a certeza que Deus dará vida a essas pessoas. Esse tipo de pecado envolve a transgressão deliberada, proveniente da desobediência contínua a vontade de Deus. Tais pessoas estão mortas espiritualmente, e somente poderão receber vida, caso se arrependam do pecado e se voltem para Deus.
  • 21. Isso não significa que não devemos orar pelos desviados, nem pensarmos que eles estão condenados. Vamos ver (Tiago 5.19) Irmãos, se algum de entre vós se tem desviado da verdade, e se alguém o converter, saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador salvará da morte uma alma e cobrirá uma multidão de pecado. Note que essa passagem fala exclusivamente de um desviado da palavra de Deus. Isso deixa claro que devemos orar e ir atrás dos desviado para que eles voltem. O livro de Lucas capítulo 15 traz três parábolas que falam dos desviados, as cem ovelhas, a dracma perdida e o filho pródigo ( Lucas 15 ).No próprio livro de (1 João 2.1) ele mesmo disse: Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um advogado para com o pai, Jesus Cristo, o justo. Então fica claro que todo desviado se voltar a Deus terá perdão, e todo crente que pecar sem cair definitivamente terá perdão. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br O que significa 666? A bíblia não dá uma resposta exata, mas fazendo uma análise da numerologia da bíblia dá para chegarmos a uma hipótese provável. Mas quando haverá o número 666? Isso acontecerá no período da grande tribulação, aquele que aceitar a religião do anticristo terá esse número na sua mão direita ou na testa, como sinal de ser um adepto da sua religião, somente esses poderão comprar ou vender (Apocalipse 13.16-18) aquele que não aceitar segui-lo, será perseguido e morto. Mas porque o número 6? Vamos fazer uma reflexão na bíblia para tentarmos entender isso. O número 6 na bíblia é o número do homem, está relacionado com o trabalho, seis dias trabalharás (Êxodo 20.9) O mundo foi criado em 6 dias, e o homem foi feito no sexto dia (Gênesis 1.26-31).
  • 22. Por mais que o homem se esforce, nunca chegará a perfeição do 7.Salomão, o rei de maior grandeza e sabedoria na terra, tinha um trono de 6 degraus. O gigante Golias tinha 6 côvados de altura, e sua lança 600 ciclos de ferro (1 Samuel 17.4-7) A estátua de Nabucodonozor,60 côvados de altura e 6 de largura (Daniel 3.1). Por mais que o homem se esforce, não pode chegar a perfeição do 7 que significa perfeição, plenitude. No livro de Gênesis tem 50 vezes o número 7, em apocalipse mais de 40. Porque três vezes o número 6? Então vamos a uma hipótese, o número 6 é o número do homem, o reino do anticristo terá três forças, o anticristo, o falso profeta e Satanás, formando assim a trindade satânica, podemos apresentar então um número 6 para cada personagem, ficando então três vezes o número 6, ou seja,666. Para que serve a santa ceia? A santa ceia é um memorial da morte de Cristo na cruz para redimir os cristãos do pecado e da condenação eterna. Através da santa ceia, vemos mais uma vez diante de nós a morte salvadora de Cristo e o seu significado salvífico para nossas vidas. A morte de Cristo significa redenção. Também é um ato de comunhão com Cristo e uma participação nos benefícios da sua morte para nos salvar. É também um ato de comunhão com os demais membros do corpo de Cristo. O significado da santa ceia só tem valor sobre aquele que participa com fé genuína e obediência a palavra. Tomar a santa ceia em pecado não tem nenhum valor. O cristão deverá fazer um autoexame da consciência para ver suas condições. Veja o texto abaixo: (1 Coríntios 11.28) Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Quem toma a santa ceia em pecado, atrai para si juízo pois de novo crucifica a Cristo, pois a santa ceia é em memória ao resultado da sua
  • 23. morte salvadora e do efeito na vida da pessoa que isso produz. Em pecado não pode tomar a ceia. Veja a passagem abaixo: (1 Coríntios 11.27) Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor. Só pode tomar quem tem comunhão com Deus e a igreja, caso contrário, a pessoa deverá se concertar para depois tomar a santa ceia. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Para que serve o jejum bíblico? Na bíblia o jejum se refere a abstinência de alimentos por motivos espirituais. É uma prática de proveito espiritual. Existe o jejum normal, a abstinência de todo alimento sólido ou líquido, mas não de água. Existe o jejum absoluto, abstenção de todos os alimentos, inclusive água. Este tipo de jejum não deve ir além de três dias, pois a partir daí o organismo se desidrata. Moisés e Elias fizeram jejum absoluto por 40 dias, mas sob condições sobrenaturais. O próprio Jesus ensinou que o jejum deveria fazer parte da vida da pessoa (Mateus 6.16) Com o jejum, o cristão humilha-se a Deus para receber mais graça divina para obter mais sabedoria, entendimento e poder. No caso de Jesus quando foi tentado, jejuou 40 dias. Jesus disse que existem demônios que só saem com oração e jejum (Mateus 17.21) No jejum temos que abrir mão temporariamente das coisas da carne, o jejum é um desligamento das coisas da carne, inclusive o sexo, mas no caso do sexo, somente com o consentimento do casal (1 Coríntios 7.5) Não é algo para ser feito como forma de dieta para emagrecer, não é uma barganha, uma moeda de troca com Deus a troco de alguma coisa, o que alcançamos de Deus é pela graça.
  • 24. Jejum é se privar dos desejos naturais do corpo, é para fortalecer o espírito e ter mais comunhão com Deus e uma aproximação maior, tem que haver propósito. Porque Jesus teve que nascer de uma mulher virgem? O nascimento virginal de Cristo já tinha sido profetizado por Isaías 700 anos antes do seu nascimento (Isaías 7.14). O nascimento virginal de Cristo foi de extrema importância para a redenção humana. Esse plano foi estabelecido desde o princípio da humanidade (Apocalipse 13.8/Gênesis 3.15) Para que Jesus pudesse expiar nossos pecados e salvar a humanidade, ele teria que ser numa só pessoa Deus e homem, e o nascimento virginal de Cristo preenche esses dois requisitos, a única maneira dele ser um homem sem pecado era se concebido pelo Espírito Santo, ele não nasceu com a natureza pecaminosa herdada de Adão ( Romanos 5.12/Salmo 51.5) Jesus nunca pecou ( Hebreus 4.15). A única maneira dele ser deidade (divindade) era ter Deus como Pai. Sendo assim, a concepção de Jesus não foi por meios naturais, mas sobrenaturais, ele tinha duas naturezas, divina humana, era Deus e era homem. Hebreus 2.9Vemos, porém, coroado de glória e de honra aquele Jesus que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos. No texto deixa claro que Jesus precisava ser homem para que pudesse morrer, se viesse apenas como Deus não iria morrer pois Deus é espírito e não morre. Precisava ser Deus para que pudesse resgatar a humanidade do pecado. Como homem sentiu fome, sede, orou, foi cheio do Espírito Santo, cresceu em sabedoria, foi menor do que os anjos. Quando morreu e ressuscitou ele reassumiu sua glória anterior, a mesma de quando estava no céu antes de vir a terra. (João 17.5)
  • 25. Somos filhos de Deus ou criatura? Sempre ouvimos dizer que todos são filhos de Deus, mas analisando a bíblia chegamos à conclusão que nem todas as pessoas são filhas de Deus, e as que são chamas de filhos temos que ver em que sentido. Todo ser humano é uma criatura, tanto incrédulos como cristãos, semelhantemente aos anjos, inclusive satanás que também é um anjo e foi criado por Deus, em Ezequiel 28.15 está escrito perfeito eras nos teus caminhos desde o dia em que fostes criado. Podemos entender que os anjos foram criados por Deus um a um pois anjos não se reproduzem (Mateus 22.30) diferente dos seres humanos. Deus fez Adão e a partir daí os homens passaram a se reproduzem. Muito provável que por causa disso Deus chamou os anjos de filhos de Deus (Jó 1.6) Dos seres humanos somente Adão foi feito ou gerado por Deus, no livro de Lucas capítulo 3 onde fala das gerações, onde cita uma pessoa gerando a outra, no verso 38 diz que Adão veio de Deus. Nós seres humanos somos criatura de Deus, quando a pessoa aceita a Jesus como seu Salvador e abandona seus pecados, ela passa a ser filha de Deus por adoção ( Efésios 1.5 e nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo...) Em (João 1.12 diz: mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus...). Quem anda no pecado não pode ser chamado de filho de Deus, a bíblia chama de filhos da desobediência e da ira ( Efésios 2.1-3) também chama de filhos do diabo (1 João 3.10) nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: qualquer que não pratica a justiça e não ama a seu irmão não é de Deus. Nesse versículo deixa claro que aquele que vive no pecado não é filho de Deus.
  • 26. Para uma pessoa ser chamada de filho de Deus é preciso que renuncie o mundo, abandone seus pecados e viva segundo a palavra de Deus. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Todo mal vem do diabo? De maneira nenhuma, são algumas igrejas que defendem essa ideia, elas usam esse argumento como artimanha para atrair as pessoas. Atribuir a culpa ao diabo é tirar de si próprio a responsabilidade e a culpa. Uma vez ouvir psicólogo dizendo: não atribua a culpa aos outros, errou, assuma! Os cristãos mais antigos diziam que o Diabo tem a costa larga, mas não significa que tudo que acontece de ruim ele seja o culpado. Se isentar da culpa e da responsabilidade é dar o caso por encerrado, do tipo: o culpado é o diabo e fim de papo, a pessoa não vai refletir sobre o seu erro, não vai analisar para tentar conserta-lo. Por exemplo: bateu o carro é o diabo, perdeu o emprego é o diabo. Se você é crente e acha que tudo que acontece de ruim com você o diabo é o culpado, isso significa que você precisa se converter pois está escrito em (João 5.18) que aquele que é nascido de Deus o maligno não lhe toca. O diabo não tem poder sobre a vida daquele e tem comunhão com Deus. O Cristão não deve dar lugar ao diabo (Efésios 4.27) não dar ocasião a carne (Gálatas 5.13) fazendo assim estaremos vigiando contra os ataques o diabo. O mal que acontece na vida dos ímpios, alguns podem ser por influência maligna devido os seus pecados e dos seus erros, e outros consequências da vida, da mesma forma que acontece na vida dos justos. O justo bate o carro, o ímpio também, o justo perde o emprego, o ímpio também.
  • 27. Aqui na terra as mesmas coisas se sucedem aos que servem a Deus e aos que não servem, existe a lei da semeadura que serve para todos, tantos aos bons quanto aos maus, veja a passagem abaixo. (Gálatas 6.7-8) Não erreis, Deus não se deixa escarnecer, porque tudo o que o homem Semear, isso também ceifara. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifara a corrupção; mas o que semeia no Espírito do Espírito ceifara a vida eterna. Todo homem é responsável diante de Deus pelo seu próprio erro, tentar se livrar da culpa, as vezes atribuindo a culpa aos outros, isso Adão tentou fazer atribuindo a culpa a sua mulher lá no princípio da criação. Devemos ficar ciente que cada um dará conta de si mesmo a Deus (Romanos 14.12) Uma vez salvo, salvo para sempre? É possível uma pessoa perder a salvação? Talvez você já tenha ouvido aquela frase que diz que uma vez salvo, salvo para sempre. Apenas uma minoria acredita que é impossível perdermos a salvação depois de nos convertermos ao evangelho. Esse ensino é uma heresia, uma armadilha para causar comodismo nas pessoas que acreditam nisso, fazendo que as pessoas não se preocupem muito em cada dia mais perseverar na doutrina achando que a salvação estará sempre garantida sem a necessidade de melhorar cada dia mais na presença de Deus. Jesus disse em (Mateus 24.13) ...aquele que perseverar até o fim será salvo. Se fosse impossível perder a salvação Jesus não teria dito isso. Jesus mandou perseverar em que? Até no fim do que? Isso foi uma advertência! Os que defendem esse ensino se confundem e se perdem em algumas passagens bíblicas, como a eleição e a predestinação.(Efésios 1.4) Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; E nos
  • 28. predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade. Note que no verso 4 diz que Deus nos elegeu antes da fundação do mundo, e no verso 5 diz que nos predestinou para filhos de adoção. Jesus nos elegeu antes da fundação do mundo, isso significa que o plano da redenção humana foi estabelecido por Deus antes que o mundo fosse formado, Deus já sabia que Adão e Eva iriam pecar (Apocalipse 13.8). Predestinado é aquela pessoa que aceita o evangelho, ela passa a ser um eleito por Deus para ir ao céu após a sua morte, predestinação significa prever antecipadamente, a pessoa está predestinada a vida eterna. Se não fosse possível perder a salvação, não haveria advertência na bíblia. Vejamos algumas. (2 Pedro 2.20-22) porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espoja douro de lama. Veja que se trata da situação de uma pessoa que se converteu, que escapou da corrupção deste mundo e depois voltou a se envolver com o pecado e foi vencido por ele. (Apocalipse 2.4-5) tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. Veja que Jesus advertiu a igreja de Éfeso para que eles se arrependessem de seus pecados senão iria tirar o seu castiçal, eles perderiam a coroa, ou seja, perderiam a salvação.
  • 29. Em Lucas 15 cita três parábolas que falam acerca dos desviados, ou seja, daqueles que um dia tiveram comunhão com Deus e deixaram a sua palavra. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Como provar os espíritos? O que significa provar os espíritos? (1 João 4.1) amados não creias em todo espírito, mas Provai seus espíritos são de Deus porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Provar os espíritos significa ver se tal Pregação ou manifestação espiritual, bem como milagres ou doutrinas estão em conformidade com a Bíblia. Todo falso ensino tem origem diabólica (1 Timóteo 4.1) Mas o espírito expressamente diz nos últimos tempos apostatarão alguns da Fé dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios. Deve ser testado todos pregadores, doutrinas, manifestações espirituais, em como milagre, profecias e revelações, mesmo que tal pessoa afirme ser cristão professo. Nunca Devemos Crer que certas doutrinas ou experiências espirituais vem de Deus Somente por causa do Sucesso, milagres ou aparência de unção, manifestações espirituais. Qualquer ensino ou manifestações deve ser testado para ver se está em conformidade como a Bíblia Nunca Devemos Crer no ensino de tal pastor só porque ele tem dons, realiza milagres ou expulsar demônios, isso não significa que essa pessoa tenha o conhecimento da verdade, Deus usa quem quiser, também não significa que essa pessoa será salva ou tal manifestação venha de Deus, só deve ser aceito se estiver em conformidade com a bíblia. Veja o que Jesus disse: (Mateus 7.21-23) nem tudo o que me diz senhor, senhor entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu pai
  • 30. que está nos Celso muitos me dirão naquele dia senhor, senhor não profetizamos nos em teu nome e em teu nome não expulsamos demônios e em teu nome não fizemos muitas maravilhas E então eu direi abertamente Não vos conheci apartai-vos de mim voz que praticais a iniquidade. A Bíblia é a nossa regra de fé e prática, tudo que não está em conformidade com ela deve ser rejeitado, a bíblia é a verdadeira e infalível Revelação de Deus ao homem Crianças tem pecado? Crianças pecam? Elas podem ir para o inferno? Que idade começam a pecar? A resposta é que criança é inocente e não tem pecado, vamos ver o que diz a bíblia ( Deuteronômio 1.39 ) E vossos meninos, de que dissestes: Por presa serão; e vossos filhos, que hoje nem bem nem mal sabem... Nessa primeira análise podemos ver que as crianças não sabem nem bem nem mal. Vamos continuar ( Mateus 18.2-3 ) E Jesus chamando uma criança, a pôs no meio deles e disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no Reino dos céus. Nessa passagem Jesus compara a pureza de uma criança como exemplo para sermos salvos. A conversão consiste no abandono total de toda forma de impiedade e entrega a Deus, seguida de boas obras e justiça, que produzam frutos dignos de arrependido. Ela é uma necessidade, porque o homem natural segue um caminho de vida que o leva para longe de Deus. Jesus a seguir prova mais uma vez a inocência das crianças ( Mateus 19.14 ) Jesus porém, disse: Deixai os pequeninos e não estorveis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus. Jesus usou algumas vezes a pureza e a inocência das crianças como exemplo de salvação. Os antigos diziam que as crianças são inocentes até
  • 31. os 7 anos de idade, mas a realidade não é essa! Não existe uma idade exata que uma criança começa a pecar, isso vai depender da sua maturidade, existem adolescentes de 13 anos com mentalidade de uma criança de 7 anos, isso vai depender do seu desenvolvimento. Uma pessoa só começa a pecar quando tiver consciência do erro, maturidade suficiente para poder diferenciar o certo do errado, vamos ver o que Paulo disse (Romanos 7.9 E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, indo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri). A declaração de Paulo,`"eu...vivia”, e "o pecado...me matou”, apoiam a crença geral que a criança é inocente até deliberadamente pecar contra a lei de Deus. O ensino que diz que as crianças entram no mundo afetadas pela culpa do pecado e dignas de condenação eterna não se acham na bíblia. Usar o texto de (Romanos 5.12 ) que diz que por um homem entrou o pecado no mundo, e por isso todos pecaram, não pode ser aplicado a crianças, porque isso se refere a natureza do pecado que todos herdaram de Adão, a pessoa nasce com a semente do pecado que vai germinar quando alcança certa maturidade. Também o texto de (Salmos 51.5) onde David diz que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe também não pode ser aplicado, isso também se refere a semente do pecado citado a cima. Davi reconhece que desde sua infância possui uma propensão natural para o pecado. Ele reconhece que sua própria natureza é pecaminosa. Toda a pessoa, desde o seu nascimento tem uma propensão egoísta para satisfazer seus próprios desejos, mesmo que isso prejudique e cause sofrimento ao próximo. Tal inclinação só pode ser desfeita de nossa vida através da redenção em Cristo e habitação do Espírito Santo em nós. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Devemos orar a Deus, a Jesus ou ao Espírito Santo?
  • 32. (João 16.23) E naquele dia nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar. Aqui Jesus ensina uma oração dirigida a Deus em nome de Jesus. Em Mateus 6.9 quando Jesus ensinou a oração do Pai nosso ele disse para orar dizendo: Pai nosso que estás no céu... Mas podemos notar que Estevão orou a Jesus quando foi apedrejado, ele disse: Senhor Jesus, receba o meu espírito (Atos 7.59) sendo assim, fazer orações dirigidas a Jesus também é válido. Quanto ao Espírito Santo, embora ele faça parte da trindade, nunca encontramos na bíblia alguém orando a ele, e nem pedindo para que nós façamos orações a ele. Temos que entender qual é a função do Espírito Santo. Deus e Jesus estão no céu, mas o Espírito Santo está aqui na terra, sua função é capacitar os cristãos para fazer a obra de Deus, dando poder, autoridade e capacidade para pregar o evangelho. O Espírito Santo habita no cristão que tem uma conversão genuína ao evangelho. O Espírito Santo será tirado da terra no dia do arrebatamento, quando Jesus voltar a buscar sua igreja (1 Tessalonicenses 2.7). Fazer tatuagem e usar piercing é pecado? Os que defendem a ideia de que não seja pecado, dizem que é porque está escrito no velho testamento. Vamos fazer uma análise. O VT é dividido em três partes: lei civil, cerimonial e moral. As leis civis e cerimoniais não precisamos mais obedece-las, a lei moral eram regras determinadas por Deus para um Santo viver. Por exemplo: nos dez mandamentos está escrito: não matarás, não furtarás, não adulterarás, precisamos obedecer isso? Claro que sim! Então fica claro, tudo que se trata de regra para um viver santo na presença de Deus precisamos obedecer, mesmo que esteja escrito no velho testamento.
  • 33. Agora vamos para o novo testamento, vamos ler ( 1 Coríntios 10.31 ) Portanto, quer comais, quer bebais ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus. O objetivo principal da vida do crente é agradar a Deus e promover a sua glória. Sendo assim, aquilo que não for feito para a glória de Deus e sua honra não deve ser feito de modo nenhum. Honramos a Deus mediante a nossa obediência, ações de graças, confiança, oração, fé e lealdade a ele. Viver para a glória de Deus deve ser uma norma fundamental em nossas vidas, o alvo da nossa conduta, e teste das nossas ações. Sendo assim, tudo que formos fazer, devemos avaliar se é para nossa edificação e para a glória de Deus, no caso da tatuagem e piercing, não acredito que seja para edificação e para a glória de Deus. Vejamos ( 1 Coríntios 10.23 ) Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. O que Paulo quis dizer? Por ser dono de minha vida, ninguém pode me impedir de fazer qualquer coisa, mas não faço por que não me edifica, é aí que está a questão! Se eu quiser comprar uma garrafa de bebida alcoólica e ficar bêbado ninguém pode me impedir, mas eu não faço porque não me edifica e ainda é pecado e não agradaria a Deus. Foi isso que Paulo quis dizer! No capítulo 6.12 de 1 Coríntios ele disse a mesma coisa, todas as coisas me são lícitas..., mas eu não me deixarei dominar por nenhuma. Ele tinha domínio próprio como todo Cristão deve ter! Agora vamos ler (Romanos 14.21) Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça. Paulo quer dizer que não devemos fazer nada que pode causar escândalo para nossos irmãos, no caso da tatuagem e piercing, não apenas escandaliza os de dentro mas também os de fora, imagine a pessoa com a bíblia na mão evangelizando com o corpo tatuado e com piercing?
  • 34. As pessoas vão escarnecer e zombar! Não me refiro alguém que se converteu e já tinha o corpo tatuado! Paulo quis dizer que se comer vinho e beber carne escandaliza seu irmão, então não devemos comer e nem beber, ou seja, tudo aquilo que causa escândalo ou divide opiniões não devemos fazer. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br É pecado maltratar os animais? (Provérbios 12.10) O justo tem consideração pela vida dos seus animais, mas as afeições dos ímpios são cruéis. Deus fez o homem superior aos animais, e ordenou que dominasse sobre eles, sobre todos os animais, aves, peixes. etc.... (Gênesis 1.28). Mas esse domínio não significa que podemos maltratar os animais, tanto no trabalho, alimentação e na saúde. Quem maltrata um animal é chamado por Deus de ímpio conforme citado no verso acima. Esse domínio sobre os animais é chamado de superioridade, mas temos que proceder com os animais de acordo com a vontade de Deus. Deus fez alguns animais para o nosso sustento, como o gado, o frango.Etc.. Os animais que não foram feitos para nosso sustento, não podem ser mortos nem por esporte. A bíblia relata como Deus se preocupa com os animais. (Êxodo 23.12) Seis dias farás os teus trabalhos, mas ao sétimo dia descansarás; para que descanse o teu boi, e o teu jumento; e para que tome alento o filho da tua escrava, e o estrangeiro. Aqui mostra a preocupação de Deus, não somente com as pessoas, mas também com seus animais. Deus cuida até mesmo do sustento de alguns animais (Mateus 6.26). No reino milenar de Cristo aqui na terra, quando vier julgar o mundo e estabelecer seu reino, haverá animais e não serão ferozes (Isaías 65.25).
  • 35. Após o reino milenar, vira a eternidade e lá não terá animais porque no céu só vão entrar corpos ressuscitados de pessoas que foram fiéis a Deus aqui na terra. Estamos pagando pelo pecado de Adão? (Romanos 5.12) pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram. À primeira vista observando esse versículo nos dá a impressão que estamos sim pagando pelo pecado de Adão. O pecado penetrou no mundo através da transgressão de Adão, ele transmitiu o pecado a toda raça humana. A partir disso, todo ser humano passou a nascer com uma propensão natural para o pecado e o mal. Vamos ver o que disse Davi, (Salmos 51.5) eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe... Davi reconhece que desde a sua infância possui uma propensão natural para o pecado, ele reconhece que a sua natureza é pecaminosa. Isso não significa que uma criança tenha pecado ou nasça em pecado, ela nasce com a semente do pecado herdada de Adão, essa natureza pecaminosa vai se desenvolver quando ela alcançar uma certa idade onde tenha maturidade suficiente para responder pelos seus erros diante de Deus. Adão simplesmente foi o agente transmissor do pecado. Adão pecou, nós pecamos hoje porque conhecemos o pecado. Não estamos pagando pelo pecado de Adão, ele dará conta diante de Deus pelos seus pecados, nós daremos conta diante de Deus pelo nossos pecados. A bíblia diz que cada um dará conta diante de Deus pelos seus próprios pecados (Romanos 14.12) de maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.
  • 36. Ninguém pagará pelo pecado de outra pessoa (Ezequiel 18.20) A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a maldade do pai, nem o pai levará a maldade do filho;a justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele. Todos são culpados diante de Deus por causa de seus próprios pecados, nunca deveremos atribuir a culpa ou a responsabilidade aos outros pelo nossos erros, é como disse certa vez um psicólogo: errou, assuma! Mas a boa notícia é que Deus perdoa todo tipo de pecado (Provérbios 28.13) o que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que a confessa e deixa alcançará misericórdia. Jesus morreu justamente para isso, para nos resgatar do poder do pecado (João 3.16) Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Evitar filhos é pecado? Evitar filhos não é pecado! Mas deixo claro, não é pecado entre casados, todo tipo de relação sexual entre não casados é pecado (Hebreus 13.4). Nenhum método como camisinha, anticoncepcional. etc.. De maneira nenhuma é pecado, alguns pensam que camisinha é pecado, mas a camisinha nada mais é que mais um método de evitar a gravidez, é apenas o método mais usado entre não casados, como namorados por exemplo. Mas se evitar filhos fosse pecado, qualquer método usado seria pecado. Os que acham que evitar filhos é pecado, se baseiam em Gênesis 1,28 E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra... Mas isso foi dito para os primeiros habitantes da terra, note que Deus disse para encher a terra, isso significa que a terra estava vazia, o plano de Deus era que a terra se enchesse!
  • 37. Mas nos dias de hoje a terra está cheia, imagine se toda mulher não evitasse filhos, se referindo a nível de Brasil, não haveria escola para todas as crianças, bem como saúde adequada, qualidade de vida, para muitos os salários dos pais não seriam suficientes para o sustendo. Será se Deus se agradaria disso? Se a previsão é que vai faltar água daqui a poucos anos, imagine como seria hoje com tantos habitantes? Já faltaria hoje, não apenas Água, como já estaria havendo falta também de alimentos. A coisa de Deus é com ordem e decência (1 Coríntios 14.40) O planejamento familiar é aprovado por Deus!!! Existe maldição hereditária Isso não existe, apesar de ser uma questão já muito debatida e explicada, alguns ainda insistem em acreditar devido não saberem interpretar a bíblia. Alguns usam a passagem a seguir. (Êxodo 20.4-5) não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. 5-Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. No final do verso 5 é que muitos não sabem interpretar. Para entendermos essa passagem temos que ler todo o contexto e também compararmos com outras passagens bíblicas para chegarmos a interpretação correta. Este texto de maneira nenhuma está dizendo que Deus vai descontar os pecados dos pais nos filhos. Aqui está se referindo a influência da idolatria. Pelo fato dos pais serem idolatras, os filhos poderiam também se tornarem idólatras influenciados pelos seus pais. Para provar mais, vamos ler alguns versículos no livro de Ezequiel 18, vamos ver o verso 4.
  • 38. Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá. Note que está escrito que a pessoa que pecar essa morrerá. Vamos ver agora os versos 19 e 20 19 mas dizeis: Por que não levará o filho a iniquidade do pai? Porque o filho procedeu com retidão e justiça, e guardou todos os meus estatutos, e os praticou, por isso certamente viverá. 20 A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai levará a iniquidade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele e a impiedade do ímpio cairá sobre ele. Vejam que os textos acima deixaram claro que o filho não paga pelo pecado do pai e o pai não paga pelo pecado do filho. Cada um dará conta de si mesmo a Deus (Romanos 14.12). Então fica claro que ninguém vai receber alguma maldição pelos erros de seus antepassados. Alguém poderá ser influenciado, por exemplo: se o pai foi alcoólatra, o filho poderá ser influenciado e poderá acabar se tornando um alcoólatra também. Existem questões genéticas, vamos supor que o pai ou a mãe foi diabético, o filho terá grande probabilidade de se tornar um diabético, mas não significa que seja uma maldição herdada de seus pais. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Existe reencarnação na bíblia? O ensino da reencarnação não tem nenhum fundamento bíblico. Reencarnação é a crença de que após a morte de uma pessoa ela retorna a vida em outro corpo. Essa crença é facilmente desmascarada pela bíblia (Hebreus 9.27) E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo.
  • 39. Note que o texto deixa claro que após a morte segue se o juízo. A bíblia nunca citou uma pessoa que morreu e voltou a vida como outra pessoa ou animais. Jesus disse para o ladrão da cruz: hoje estarás comigo no paraíso (Lucas 23.43) se houvesse reencarnação ele teria dito: hoje você terá outra chance aqui na terra. A reencarnação é uma crença anti bíblica e nunca deve ser aceita pelos cristãos. Os que defendem essa crença usam a bíblia citando algumas passagens, mas essas citações não resistem uma análise profunda das escrituras. Eles citam a passagem da transfiguração de Cristo (Mateus 17.10-12) onde Moisés e Elias apareceram e conversavam com Jesus. Primeiro, Elias não morreu, mas foi para o céu com corpo e tudo (2 Reis 2.11), isso não serve para provar a reencarnação. Jesus se transfigurou em um corpo glorificado, ou seja, um corpo celestial para conversar com eles pois o corpo de Jesus era terreno. Transfigurar significa mudar de figura. Alegam que João Batista era Elias, mas esse argumento não resiste a bíblia, eles usam a passagem de Malaquias 4.5. Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor. Temos de ler outras passagens da bíblia para chegar a interpretação correta de alguns textos da bíblia, João Batista foi enviado com o poder e a virtude de Elias. Lucas 1.17 E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem-disposto. No espírito não se refere que o espírito de Elias ia entrar em João Batista, mas se refere ao poder do Espírito Santo, veja esse exemplo de quando Elizeu pediu para Elias dar a porção dobrada do espírito de Elias, se referiu ao poder em dobro que o espírito Santo deu a Elias. Veja na passagem abaixo. 2 Reis 2.9 Sucedeu que, havendo eles passado, Elias disse a Eliseu: Pede- me o que queres que te faça, antes que seja tomado de ti. E disse Eliseu: Peço-te que haja porção dobrada de teu espírito sobre mim.
  • 40. Esse espírito citado se refere ao Espírito Santo que que capacita a pessoa para fazer cumprir sua missão diante de Deus, João Batista foi cheio do Espírito Santo desde o ventre de sua mãe (Lucas 1.15). O próprio João Batista confessou que não era Elias (João 1.21) E perguntaram-lhe: Então quê? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu profeta? E respondeu: Não. Toda heresia não tem origem divina (1 Timóteo 4.1) as heresias desviam as pessoas da palavra de Deus para que não cheguem ao pleno conhecimento da verdade. Temos que ter a mente aberta para a verdade, só assim o Espírito Santo que convence o homem do pecado (João 16.8) irá trabalhar em nossas vidas e sairemos da condição de homem natural para espiritual. Existe livros no céu? (Apocalipse 20.12) E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. Não temos a menor sombra de dúvidas que estamos sendo observados, tudo o que nós fazemos está sendo escrito em algum livro. Veja que está escrito livros no plural: os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros. Todas as pessoas são observadas, tanto as pessoas que fazem o bem, quanto as pessoas que fazem o mal. Todas as pessoas darão conta diante de Deus pelas suas obras (Romanos 14.12) Até mesmo o justo dará conta diante de Deus no julgamento das obras, chamado o tribunal de Cristo. (2 Coríntios 5.10) Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.
  • 41. Os perdidos darão conta no juízo final para serem condenados (Apocalipse 20.11-15) A diferença é que o julgamento do justo não será para fins de condenação, mas para prestação de conta acerca do que fez para Deus aqui na terra, e a do ímpio somente para ser julgado pelas suas más obras e serem condenado ao fogo eterno (Apocalipse 20.15). Com certeza todas as nossas obras estão sendo anotadas em algum livro, mas existe um livro que apenas aqueles que fazem a vontade de Deus terá seu nome escrito, o livro da vida. O nome escrito no livro da vida é algo no presente, quem serve a Deus já tem o seu nome escrito. (Êxodo 32.32-33) agora, pois, perdoa o seu pecado; se não, risca-me, peço-te, do teu livro, que tens escrito. Então disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei do meu livro. Nesse diálogo entre Deus e Moisés deixa claro que o salvo já tem seu nome escrito no livro e permanece para sempre e de maneira nenhuma será riscado (Apocalipse 3.5). Aquele que pecar terá seu nome riscado conforme já escrito acima (Êxodo 32.32-33). Aquele que não tiver seu nome escrito no livro da vida será condenado (Apocalipse 20.15) E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Haverá lembranças no céu? Quando uma pessoa morre salva ela se lembra de quando morava aqui na terra? E na eternidade, vamos se lembrar de quando morávamos aqui na terra? Aqueles que acreditam que no céu há lembranças se baseiam em Apocalipse capítulos 6.9 onde João viu os mártires da grande tribulação
  • 42. conscientes e pedindo vingança...no capítulo 18.20 e no capítulo 19 o céu se alegra devido a derrota final do anticristo. No capítulo 18.20 cita os apóstolos e profetas, isso indica pessoas de todos os tempos. Quando analisamos o livro de Isaías 65, podemos achar que há alguma contradição, pois lá diz que na eternidade não haverá lembranças da terra. (Isaías 65.17 Porque eis que eu crio céus novos e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão). À primeira vista parece haver uma contradição, mas está escrito novo céu e nova terra. As pessoas que morrem hoje, ainda não estão no novo céu e nova terra, mas sim no paraíso, Jesus disse para o ladrão arrependido: Hoje estarás comigo no paraíso (Lucas 23.43) O novo céu e nova terra será apenas na eternidade, após o reino milenar de Cristo aqui na terra, veja (Apocalipse 21.1-2). Esse novo céu e nova terra foi justamente aquele que jesus foi preparar após a sua ressurreição (João 14.1-3). No livro de Isaías 65.17 está escrito acerca do novo céu e nova terra, a mesma de apocalipse 21.1-2 Em Isaías 65.17 cita o novo céu e anova terra que será habitada após o reino milenar, ou seja, na eternidade. Já nos versos 18 até o 25 cita o reino milenar de Cristo aqui na terra antes da eternidade. No céu seremos como os anjos? Não seremos, a única semelhança entre os salvos no céu e os anjos está em (Mateus 22.30) porque na ressurreição nem casam nem se dão em casamento, mas serão como os anjos no céu. Essa será a única semelhança, não haverá casamento e nem reprodução humana no céu. Na eternidade os anjos continuarão sendo anjos, os anjos são
  • 43. espíritos (Hebreus 1.14) os cristãos salvos na Eternidade não serão espíritos, mas terão corpos transformados semelhante ao corpo de Cristo (Filipenses 3.21) ...que transformará o nosso corpo abatido para ser conforme o seu corpo glorioso... Os salvos no céu terão corpos transformados, glorificado e imortal (1 Coríntios 15.52-54). Deus é Espírito e na eternidade Continuará sendo Espírito, da mesma forma e os anjos sempre serão espíritos. Jesus não é espírito, ele tem um corpo glorificado, Foi a Primícias dos que dormem, ou seja, foi o primeiro a ressuscitar com um corpo transformado (1 Coríntios 15.20)...Cristo ressuscitou dos mortos, e foi feito as primícias dos que dormem. Depois seremos nós na ressurreição (1 Coríntios 15.23) mas cada um por sua ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda. O cristão pode namorar um descrente? A resposta correta é não! (II Coríntios 6:14) está escrito: “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? “ Esta passagem não menciona especificamente acerca do casamento, mas certamente tem implicações para o casamento. O texto continua dizendo: “E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei” (II Coríntios 6:15-17). Diante de Deus, há apenas duas categorias de pessoas: as que estão em Cristo e as que não estão. O crente não deve ter comunhão ou amizade íntima com os incrédulos, porque tais relacionamentos corrompem sua comunhão com Cristo.
  • 44. Neste contexto estão namoro e casamento com incrédulos. A associação entre o crente e o incrédulo deve ser o mínimo necessário a convivência social, ou com intuito de mostrar ao incrédulo o caminho da salvação. A palavra continua dizendo: “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes” (I Coríntios 15:33). Ter qualquer tipo de relacionamento íntimo com um descrente pode rapidamente se tornar algo que destrua a nossa comunhão com Cristo. Somos chamados a evangelizar os perdidos, não a sermos íntimos com eles. Não há nada errado em fazermos boas amizades com os incrédulos, mas isto é o máximo que se pode ser feito. Se você tiver namorando um incrédulo, como vocês dois poderão cultivar intimidade espiritual dentro do casamento? Como um casamento de qualidade poderá ser edificado se vocês não concordarem acerca das coisas de Deus? www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br O cristão pode ouvir música secular? A bíblia não é um livro de pode ou não pode, e nem de mandamentos específicos, como não fumarás, não beberás, não ouvirás músicas que não seja cristã. A bíblia é um livro de princípios, então tudo que o cristão for fazer tem que ver em que princípio bíblico ele se encaixa. (1 Coríntios 10.31) Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus. Analisando esse versículo, chegamos à conclusão que o cristão vive para promover a glória de Deus, tudo o que ele for fazer terá que ver se agrada a Deus ou não. Sendo assim, aquilo que não for feito para a glória de Deus não deve ser feito. A maioria dos cristãos chamam a música secular de música mundana, mas no meu ver mundana não se refere ao autor, mas sim a letra da música.
  • 45. Músicas que falam de adultério, fornicação, que demonstram estar morrendo de desejo pela outra pessoa como está cheio por aí, que são verdadeiras músicas pornográficas, isso o cristão não deve ouvir. Muitos podem alegar que apenas ouvir sem ser influenciado pela letra não tem problema, mas Paulo disse em (Romanos 1.32) Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem. Antes desse versículo Paulo citou vários tipos de pecados, então esse versículo indica que apoiar, apreciar, aprovar, se divertir com o pecado alheio, sentir prazer vendo outras pessoas pecarem, terão a mesma condenação que eles. Ver ou ouvir coisas pecaminosas como forma de entretenimento, como músicas mundanas, novelas e filmes com cenas imorais, essa pessoa terá a mesma condenação que aqueles que as cometem. Aqueles que professam a fé em Deus, mas se divertem com as práticas imorais dos outros, mesmo sem comete-las, estão contribuindo para predispor a opinião pública a imoralidade. Quem comete pecado, e quem consente mesmo sem comete-los, serão dignos de morte conforme o versículo citado, morte aqui não se refere a morte física, se refere a condenação eterna, a chama segunda morte (Apocalipse 20.6/20.14/21.8). O compositor fez uma música com letra imoral e foi gravada por um cantor, serão dignos de juízo divino o compositor, o cantor e quem ouve, pois tanto o cantor como as pessoas que ouvem estão consentindo com o pecado do compositor. O que é livre arbítrio? Significa vontade que se manifesta livremente. Deus fez os seres humanos superiores aos animais (Gênesis 1.26-27) que são seres irracionais, somente ao homem Deus deu o poder de decisão de escolha. O ser humano não é um ser controlado como um robô, um fantoche, uma
  • 46. marionete. O livre arbítrio embora não esteja escrito na bíblia, mas a decisão de escolha foi dada desde a eternidade. Porque satanás e seus anjos foram expulsos do céu? Por terem se rebelados contra Deus, e se eles rebelaram é porque tinham a opção de fazer o certo ou o errado. Quando Deus pôs Adão e Eva no jardim, Deus deu a eles a opção de obedecerem a ele ou não. Tanto satanás como Adão e Eva tinham a opção de obedecer a Deus ou não, caso contrário eles serviriam a Deus por obrigação. Servir a Deus ou não, fazer o bem ou o mal é opção de escolha também para nós. Veja (Josué 24.15/Deuteronômio 30.15). E você está disposto a servir a Deus ou viver no pecado fazendo a vontade deste mundo? Já que Deus nos deu a opção de escolha, vamos optar em fazer a sua vontade para herdarmos a vida eterna. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br O que é a segunda morte? Essa citação está apenas no livro de Apocalipse (2.11; 20.6; 20.14; 21.8) Segunda morte significa condenação eterna, isso acontecerá após o reino milenar, será no juízo final. Vejamos (Apocalipse 20.6 Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos) Vejamos agora em (Apocalipse 20.14 E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo, está é a segunda morte). Para confirmar (Apocalipse 21.8, mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas aos fornecedores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte).
  • 47. Então fica confirmado do que se trata a segunda morte, Jesus disse ...o que vencer não receberá o dano da segunda morte (Apocalipse 2.11). Morte na bíblia pode ser morte física, morte espiritual e a segunda morte, o contexto é que vai definir qual morte se refere. Por exemplo: em Ezequiel 18.4 está escritores que todas as almas são minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha; a alma que pecar, essa morrerá. Para que serve a unção com óleo? Na bíblia a unção com óleo tinha mais de uma finalidade. Ainda existe muita confusão acerca disso por parte de alguns. A unção para cura divina só existe duas citações na bíblia, em (Tiago 5.14 onde diz: está alguém entre vó doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor) e em Marcos 6.13 onde diz que os discípulos ungiam os doentes e os curavam. O óleo simboliza a presença e o poder do Espírito Santo, não tem nenhum poder miraculoso, é apenas simbólico. A pessoa quando aceita a unção ela está evidenciando e pondo em prática a sua fé, caso venha a ser curada, sua cura será atribuída a Jesus mediante a sua fé. Note que Tiago disse: Chame os presbíteros...isso indica que a unção deve ser feita por alguém que tenha cargo ministerial, a maioria acredita que somente presbíteros podem ungir. Em Marcos 6.13 diz que os discípulos ungiam os doentes. A bíblia cita apenas como presbítero Pedro (1 Pedro 5.1) e João (3 João 1.3) isso significa que nem todos eram presbíteros. Mesmo assim devemos crer que somente alguém que tenha cargo ministerial possa ungir, pois antes da unção deve haver um ensino para a pessoa saber do que se trata e a finalidade. Não pode ser algo feito de qualquer jeito como muitas igrejas fazem por
  • 48. aí, algumas usam isso para atrair pessoas apresentando um óleo milagroso. A bíblia nunca citou distribuição de óleo consagrado com poderes miraculosos, muitas igrejas usam isso como artimanha para atrair pessoas e arrecadar dinheiro. A unção com óleo também era usada para consagrar pessoas a cargos e funções ministeriais, como no caso de Saul (1 Samuel 10.1) também Davi (1Samuel 16.13). Deus mandou Moisés ungir objetos, mas com a finalidade de serem santificados (Êxodo 30.26). Ninguém pode alegar que quer o óleo para santificar o gato, o cachorro, o carro, aquilo que Moisés fez foi algo ordenado pelo próprio Deus. Maria ungiu os pés de Jesus, mas foi um ato de grande fé e sacrifício, pois o seu perfume era muito caro, não foi algo feito como moeda de troca do tipo: vou ungir com óleo caro e em troca vou ser abençoada com bens materiais caros como fazem por aí, barganha em nome de Deus. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br O que significa santo na bíblia? Na bíblia existe várias referências a santo, exemplo (Efésios 1.4) diz que Deus nos elegeu para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele. Más o que significa ser santo? Santo que a bíblia se refere não tem nada a ver com os santos da igreja católica, a bíblia nunca citou uma pessoa que morreu e foi beatificada ou canonizada e virou santo e agora está no céu intercedendo por nós. A bíblia pede para que sejamos santos (1 Pedro 1.16) isso se refere a santificação que é fazer a vontade de Deus, santo é aquele que abandona seus pecados e anda na presença de Deus. Somente Jesus foi Santo na condição de que devemos adora-lo e que ele
  • 49. intercede por nós. Jesus foi eleito por Deus Pai, muito diferente do catolicismo que o papa que elege alguém que morreu para ser santo sem nenhuma base bíblia válida. Somente Jesus preencheu todos os requisitos para ser chamado o Santo (Lucas 1.35) ...descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; pelo que também o Santo que de ti há de nascer, será chamado filho de Deus. Note que está escrito o Santo. Por causa da sua concepção milagrosa Jesus foi chamado de o Santo. Ele não tinha qualquer mácula do pecado, somente ele foi gerado pelo Espírito Santo no ventre de uma mulher virgem, veio como homem para que pudesse morrer, era Deus para que pudesse salvar o homem do pecado. Somente alguém nessas condições poderia ser chamado de Santo. Nunca existiu aqui na terra um ser humano com essas condições. Somente Jesus preencheu todos os requisitos para ser Santo. Essa foi a única condição para ser Santo. Atribuir essa honra a outros como faz o catolicismo é uma idolatria. A bíblia nunca atribui essa honra de ser chamado de Santo a ninguém, pois ela é dada somente a Jesus, ele não divide a glória dele com ninguém. Satanás quis ter uma honra semelhante a Deus e foi expulso do céu. Alegar que tal pessoa que morreu virou santo e as pessoas fazer pedidos a ele é dividir a honra que foi dada somente a Cristo pois a bíblia nunca citou tal prática usada pelo catolicismo. Porque Deus criou Adão e Eva sabendo que iriam pecar? Também podemos perguntar, porque Deus fez satanás sabendo que ele iria pecar? É a mesma questão de Adão e Eva, se Deus sabia que eles iam cair e as consequências disso então porque os fez? Uma grande parte das pessoas de hoje morrem perdidas, então se Deus sabendo que tal pessoa iria se perder então porque permitiu que ela viesse ao mundo?
  • 50. Deus é onisciente, sabe o presente, o passado e o futuro, mas na sua onisciência não impede os acontecimentos. Deus deu ao ser humano aquilo que chamamos de livre arbítrio, devemos entender que Deus não interfere nas nossas decisões. Da mesma forma que uma pessoa decidiu servir a Deus, essa mesma pessoa poderá no futuro se desviar dos caminhos de Deus. Fazer a vontade de Deus é opção de escolha (Josué 24.15 ) porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor. Deus não criou Adão e Eva em pecado, foram criados perfeitos da mesma forma que satanás também foi, veja esse versículo se referindo a satanás (Ezequiel 28-15) Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti. Mas tanto o casal quanto a satanás, foram criados com livre arbítrio. Isso é válido também para os anjos pois os demônios foram anjos celestiais antes de pecarem contra Deus. Deus criou tanto Adão e Eva quanto aos anjos com decisão de escolha, senão eles obedeceriam a Deus por obrigação e não por opção. Da mesma forma nós servimos a Deus por opção e não por obrigação ou medo. Antes que o mundo fosse formado Deus já sabia que o casal iria pecar e providenciou o plano da redenção humana para resgatar o homem do pecado (Apocalipse 13.8). Então existe a pergunta feita por muitos: Se Deus sabia que o casal iria pecar então porque os fez? Deus os criou para servi-lo, para andarem em comunhão com ele nos seus caminhos. Da mesma forma que cada ser humano que vem ao mundo Deus tem um propósito para cada um deles, mas devido o pecado o homem segue seu próprio caminho separado de Deus ficando sujeito a condenação. Todos os seres criados por Deus, tanto os anjos bem como Adão e Eva e nós seres humanos, todos foram criados com livre arbítrio. Deus não
  • 51. manipula a mente de ninguém, ele não criou robôs ou fantoches para serem manipulados por ele. Deus é onisciente, mas não interfere nas decisões de ninguém. Da mesma forma que Adão e Eva, satanás e os demônios sofreram as consequências das suas decisões tomadas, todo ser humano também sofrerá as consequências por andarem separados de Deus. Deixo esse versículo para encerrar. (Gálatas 6.7-8) Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. 8 Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Porque nascem pessoas com doenças físicas? Vou usar como base (Êxodo 4) onde lá diz que Moisés quis recusar falar com faraó devido a limitação na sua fala. No verso 11 Deus disse a Moisés que foi ele quem fez o mudo, o surdo e o cego. Esse texto não está dizendo que Deus fez com que uma pessoa nascesse cego, mudo, surdo ou qualquer outro tipo de doença. Aqui se refere que Deus fez todas as pessoas, todos as pessoas nascem porque Deus quis, e não que Deus tenha destinada algumas pessoas a nascerem com doenças físicas. Se referindo as enfermidades, todas são resultado da entrada do pecado no mundo através de Adão. Pelo fato de Deus ter todo o poder, ele pode permitir que uma pessoa venha a nascer com alguma doença para que ela venha a ser curada pelo poder de Deus. Vemos o exemplo de um cego que Jesus o curou em (João 9).Os discípulos perguntaram para Jesus quem havia pecado para que ele nascesse daquele jeito, ele ou seus pais, então Jesus disse que ninguém havia pecado, nem ele e nem seus pais, mas ele tinha nascido daquele jeito para que nele se manifestasse o poder de Deus.
  • 52. Nesse texto Jesus deixou claro que nem toda doença ou problema é resultado de algum pecado cometido pela pessoa ou por outra. Existem casos que Deus permite doenças ou aflições por causa de algum propósito divino, tanto na vida do incrédulo para que ele se converta, na vida do cristão em pecado para que ele se conserte, e também na vida do cristão fiel como provação. Vemos o exemplo da cegueira de Paulo que contribuiu para a sua conversão. Jesus fez com que ele ficasse cego no caminho para Damasco para que ficasse curado através da oração de Ananias (Atos 9). Toda enfermidade bem como todas aflições que afetam os seres humanos entrou no mundo em consequência do pecado de Adão trazendo a morte aos seres humanos (Romanos 5.12) e por isso o corpo humano é perecível estando sujeito a todo tipo de enfermidade. Somente na ressurreição que os salvos vão ressuscitar com um corpo incorruptível e revestido de imortalidade (1 Coríntios 15.52-54) um corpo transformado semelhante ao corpo de Cristo (Filipenses 3.21). Que idade tinha Adão quando foi criado? A bíblia não diz que idade ele tinha quando foi criado, mas podemos tirar algumas conclusões em cima disso. Adão seria eterno se não pecasse, foi criado para ser eterno já na condição para isso. Então podemos afirmar que ele era adulto pois tinha idade reprodutiva pois teve filhos e foi responsável pelos seus erros indicando maturidade. Então podemos entender que não era criança por ter idade reprodutiva e ser responsável pelos seus erros, também não era velho pois a velhice veio como consequência do pecado. A bíblia traz muitos mistérios que não foram reveladas a nós pela palavra (Deuteronômio 29.29) As coisas encobertas são para o Senhor, nosso
  • 53. Deus; porém as reveladas são para nós e para nossos filhos. Mas referente a nossa salvação a bíblia possui revelações completa para sabermos a vontade de Deus. A idade exata não sabemos, mas podemos saber algo acerca da criação: O homem e a mulher é a criação especial de Deus e não produto da evolução. Toda criação humana vem inicialmente de Adão e Eva Foram criados inferiores e dependentes de Deus. O homem é conhecedor do bem o do mal tendo isso como opção de escolha. Todo ser humano precisa de Deus para ser salvo. Escolhendo o bem, precisa confessar a Cristo seus pecados para ser salvo. Quem é o Espírito Santo? O Espírito Santo é a terceira pessoa da trindade, embora a palavra trindade não exista na bíblia, mas esse nome foi dado ao estudo que fala sobre o Pai, o filho e o Espírito Santo. A bíblia descreve os três como pessoas distintas, vejamos o exemplo a seguir que citou as três pessoas separadas uma da outra (Mateus 3.16-17) E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele. E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo. A bíblia prova que o Espírito Santo é um ser pessoal e não uma força ativa como pensam as testemunhas de Jeová. O Espírito Santo opera no mundo desde que a terra foi formada (Gênesis 1.2) E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
  • 54. Em Gênesis mostra o Espírito Santo ativo na criação do ser humano. (Gênesis 1.26) E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. Note que disse no plural a palavra façamos, indicando a trindade divina. O Espírito Santo é revelado na bíblia como pessoa, com sua própria individualidade e com seus atributos pessoais, ele pensa (Romanos 8.27) sente (Romanos 15.30) determina (1 Coríntios 12.11) entristece (Efésios 4.30). Tudo isso deixa claro que ele é um ser pessoal e não uma força ativa como alguns religiosos pensam e ensinam. www.abibliarespondeonline.blogspot.com.br Quem não é batizado pode tomar a santa ceia? A bíblia não diz se pode ou não pode, mas analisando a bíblia chegaremos à conclusão que não pode. Vamos analisar. (1 Coríntios 11.27-28) portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Este texto fala acerca da santa ceia e deixa claro algumas coisas, no verso 27 diz que não pode tomar a ceia indignamente, isso indica alguém que conhece a verdade, pois terá que ter o conhecimento da palavra para saber quanto a sua condição perante Deus. O verso 28 diz para a pessoa examinar-se a si mesmo, isso indica mais uma vez uma pessoa conhecedora da palavra pois para fazer um autoexame da consciência tem que saber o que é pecado.
  • 55. Quem não é batizado nas águas conforme o ensino bíblico, não pode tomar a santa ceia, após a conversão o próximo passo é o batismo. O novo convertido deverá ouvir sempre a palavra, quando ele achar que está em condições deverá se batizar, já liberto do mundo e do pecado, então já será um conhecedor da palavra e estará se enquadrando na passagem bíblica citada. Para poder tomar a santa ceia, a pessoa deverá estar em comunhão com Deus e a igreja. Quem tomar santa ceia em pecado ficará sujeito ao juízo divino. Quem nunca ouviu o evangelho não será salvo? Essa é uma pergunta muito questionável. Existe a revelação natural de Deus que ele dá a todo ser humano, através dessa revelação é revelada a sua existência. (Romanos 1.20) porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se veem pelas coisas que estão criadas, para eles fiquem inescusáveis). Deus se revela ao homem, ele prova a sua existência pelas coisas que são criadas conforme o texto acima, a natureza e tudo que Deus criou serve para testemunhar que ele existe pois foi ele que tudo criou, e com isso os incrédulos ficam como diz no final do versículo, inescusáveis, ou seja, imperdoáveis. Veja agora o (salmo 19.1-2)Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite. (Veja o salmo 33.9) porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu. Leiam Gênesis a partir do capítulo um acerca da criação da terra e dos seres vivos.
  • 56. Deus prova a sua existência através das coisas que foram criadas para que através disso o homem reconheça que ele existe e a pessoa por esse motivo tenha interesse em conhecer a sua palavra e Deus venha revelar a essa pessoa qual é a sua vontade. Essa é a revelação natural que Deus dá a todo homem para provar a sua existência, mas não traz a salvação. Agora vamos analisar (Romanos 2.12) porque todos os que sem lei pecaram sem lei também perecerão; e todos os que sob a lei pecaram pela lei serão julgados. A lei que se refere aqui não é a lei do Velho Testamento, mas a lei de Deus referente a obediência a palavra, Paulo quis dizer que aqueles que pecaram sem conhecer a palavra serão condenados da mesma forma que aqueles que conheceram a palavra de Deus mas andaram no pecado. Isso se confirma em (Lucas 12.47-48) E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites; 48, mas o que a não soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos açoites será castigado. E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá. O texto acima indica que aqueles que conheceram a palavra e não obedeceram sofrerão um castigo maior do que aqueles que não conheceram a palavra de Deus por falta de interesse. Fica claro que aqueles que continuarem no pecado mesmo sem ter ouvido a palavra de Deus perecerão, porque até certo ponto todos tem o conhecimento do bem e do mal. Pelo fato de Deus ter se revelado a todo os seres humanos pelas coisas que foram criadas, isso serve para que as pessoas tenham interesse em conhecer a sua palavra, em (Romanos 1.28) deixa claro que aqueles que não tiveram o conhecimento de Deus é porque não tiveram interesse. Também existe a revelação especial que Deus dos aqueles que tiveram interesse em conhecer a sua palavra. Em (1 Coríntios 2.14-15) mostra dois tipos de pessoas, o natural que não conhece a palavra e o espiritual que chegou ao conhecimento de Deus e vive a sua palavra. Veja no texto abaixo: