O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Variação linguística

6.819 visualizações

Publicada em

Aula sobre variação linguística.

Publicada em: Educação
  • Entre para ver os comentários

Variação linguística

  1. 1. VARIAÇÃO LINGUÍSTICA
  2. 2. Observe a imagem a seguir:
  3. 3. Gírias • Quais gírias mostradas na imagem anterior você conhece? • Já ouviu alguém mais velho (pai, mãe, tio (a), avô, avó) utilizar uma delas?
  4. 4. Gírias As línguas vivem em constante reconstrução, variando de acordo com os anos. Com o passar do tempo algumas palavras/expressões deixam de ser utilizadas ou passam a ser empregadas em casos específicos. Por isso, pessoas com idades diferentes tendem a utilizar palavras distintas para se expressarem.
  5. 5. De onde vem o “você”?
  6. 6. Em uso • Veja na tirinha abaixo um exemplo das mudanças na língua nos anos de 1940, 1980 e 2010.
  7. 7. NORMA-PADRÃO E LÍNGUA COLOQUIAL
  8. 8. Norma-padrão e língua coloquial • A norma-padrão é um modelo, uma referência utilizada em situações formais e com origem em livros literários e canônicos. É também um conjunto de regras preconizada pela gramática normativa, ou seja, é a língua de prestígio utilizada pela elite. • Exemplos: entrevistas de emprego, apresentação de trabalhos, cartas formais, etc.
  9. 9. Norma-padrão e língua coloquial • A língua coloquial é a variação linguística utilizada em situações mais informais. É corriqueira no dia a dia. • Exemplos: conversas com amigos, com a família, etc.
  10. 10. Norma-padrão X Língua coloquial • É correto afirmar que somente a norma-padrão é a forma adequada da língua? • É comum, em nossa sociedade, considerarmos errados os modos diferentes de falar e como certos apenas os usos que seguem a norma- padrão. A forma padrão é, na verdade, apenas uma das modalidades da língua e não a única.
  11. 11. Falar bem é falar adequadamente Adequação ao contexto • Em situações mais formais, empregamos uma variedade linguística mais formal e próxima da norma-padrão. • Em situações informais, empregamos uma variedade linguística informal, próxima ao contexto em que estamos inseridos.
  12. 12. Certo ou Errado? • Observe as imagens a seguir:
  13. 13. Certo ou Errado?
  14. 14. Certo ou Errado?
  15. 15. Variações Linguísticas Regionais
  16. 16. Variações Linguísticas Regionais • O Brasil é um dos países mais extensos do mundo, com uma área de 8 514 876 km², tendo isso como base não temos como imaginar que a língua portuguesa falada no Acre seja a mesma falada no Rio Grande do Sul.
  17. 17. Variações linguísticas regionais • No âmbito da variação linguística regional, podemos observar as diferenças de localidade e do falante de cada região. • As principais diferenças são no uso de palavras distintas para falar sobre a mesma coisa e a entonação dada a cada sílaba.
  18. 18. Variações linguísticas regionais • Podemos citar como fatores para a variação a cultura de cada região e o processo de colonização sofrido pelos falantes, por exemplo, no sul, os principais colonizadores, foram os alemães, já na região nordeste, houve maior colonização Holandesa, sendo assim, podemos notar algumas heranças dessa colonização, por exemplo: Jefferson - son significa filho então nesse caso seria filho de Jeffer, e por isso até hoje podemos notar muitos nomes na região com final son.
  19. 19. Variações linguísticas regionais • No Rio de Janeiro, a principal colonização foi portuguesa, por isso para nós, parece que eles estão sempre sibilando: esssqueiro, esscola, essquina.... • Para exemplificar melhor essas variações, iremos assistir a um vídeo.
  20. 20. Variações linguísticas regionais • https://www.youtube.com/watch?v=RiOUJ-Lf66A • Outro exemplo muito bom para mostrar essas variações é o filme Cine Holliúdy, que como o próprio trailer diz, seria o primeiro filme em “cearenses” com legenda em português. • https://www.youtube.com/watch? v=GyNVtRUWst8
  21. 21. Variações linguísticas regionais • Sendo assim, podemos dizer que o português do Brasil vai muito além do que se vê nos livros.
  22. 22. Variedades Sociais • Modificações da linguagem produzidas pelo ambiente em que se desenvolve o falante pode ocorrer pela diferença de: • Classe social; • Grau de educação; • Profissão; • Idade.
  23. 23. Variedades Sociais • Exemplos: • ‘O réu vive de espórtula, tanto que é notória sua cacosmia’. (linguajar jurídico).
  24. 24. Variedades Sociais • Exemplos: • Oi rapeize do surf brigadão pela moral que vcs tão me dando, pow ta muito bom quando ta batendo aquelas ondas na prainha. Tá show,valeu brigadão. (conversa de surfista).
  25. 25. Variedades Sociais • https://www.youtube.com/watch?v=-bElArY- MmQ • https://www.youtube.com/watch? v=fmOZUnSp8TM • http://www.vagalume.com.br/adoniran- barbosa/saudosa-maloca.html#ixzz3DW4KKZqb
  26. 26. Variedades Sociais • Saudosa Maloca - Adoniran Barbosa Si o senhor não está lembrado Dá licença de contá Que aqui onde agora está Esse edifício alto Era uma casa velha Um palacete abandonado Foi aqui seu moço Que eu, Mato Grosso e o Joca Construímos nossa maloca
  27. 27. Variedades Sociais • Saudosa Maloca - Adoniran Barbosa Mais, um dia Nem quero me lembrar Veio os homens cas ferramentas O dono mandô derrubá Peguemo tudo a nossas coisas E fumos pro meio da rua Apreciar a demolição
  28. 28. Variedades Sociais • Saudosa Maloca - Adoniran Barbosa Que tristeza que eu sentia Cada táuba que caía Duia no coração Mato Grosso quis gritá Mas em cima eu falei: Os homis tá cá razão Nós arranja outro lugar
  29. 29. Variedades Sociais • Saudosa Maloca - Adoniran Barbosa Só se conformemos quando o Joca falou: "Deus dá o frio conforme o cobertor" E hoje nóis pega a páia nas grama do jardim E prá esquecê nóis cantemos assim: Saudosa maloca, maloca querida, Que dim donde nóis passemos dias feliz de nossa vida
  30. 30. Referências • BAGNO, M. Não É Errado Falar Assim. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

×