Arquitetura Renascentista

1.758 visualizações

Publicada em

Slide sobre arquitetura renascentista

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.758
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arquitetura Renascentista

  1. 1. Arquitetura Renascentista
  2. 2. Chama-se de Arquitetura do Renascimento ou Arquitetura Renascentista aquela que foi produzida durante o período do Renascimento europeu, ou seja, durante os séculos XIV, XV e XVI.
  3. 3. A história da arquitetura do Renascimento, como um todo, costuma ser dividida em dois grandes períodos:  Século XIV e início do XV. Neste primeiro momento destaca-se a figura de Filippo Brunelleschi e uma arquitetura que se pretende classicista, mas ainda sem o referencial teórico e, principalmente, a canonização, que caracterizará o período seguinte.  Século XVI. Neste momento, as características individuais dos arquitetos já começam a sobrepor-se às da canonização clássica, o que irá levar ao chamado Maneirismo. Atuam arquitetos como Michelangelo, Andrea Palladio e Giulio Romano.
  4. 4. Características gerais A arquitetura do Renascimento está bastante comprometida com uma visão de mundo assente em dois pilares essenciais: o Classicismo e o Humanismo. Além disso, é preciso lembrar que, ainda que não surja totalmente desvinculada dos valores e hábitos medievais, os conceitos que estão por trás desta arquitetura são os de uma efetiva e consciente ruptura com a produção artística da Idade Média (em especial com o estilo gótico).
  5. 5. História da Arquitetura Renascentista É comum atribuir o momento de gênese da arquitetura do Renascimento à construção da cúpula da Catedral de Santa Maria del Fiore em Florença, por Brunelleschi. Tal episódio não representa apenas uma mera mudança no perfil estilístico que predominava no cenário arquitetônico florentino, mas demonstra a ruptura que o Renascimento viria a representar na própria forma de produzir a arquitetura, abrindo caminho para não só a redescoberta do Classicismo, como para a promoção da tratadística.
  6. 6. Cúpula da Catedral de Florença, uma das principais obras de Brunelleschi
  7. 7. As principais edificações deste período são igrejas, residências construídas no perímetro externo da cidade, fortalezas que assumiam um papel bélico, entre outras. O arquiteto mais conhecido desta época é Brunelleschi, que ao mesmo tempo atuava nos campos da pintura, da escultura e da arquitetura. Entre suas obras principais estão a cúpula da Catedral de Florença e a Capela Pazzi.
  8. 8. Filippo Brunelleschi O arquiteto mais conhecido do Renascimento.
  9. 9. A Capela Pazzi, do Arquiteto Brunelleschi é considerada uma das obras-primas da arquitetura do Renascimento Italiano.
  10. 10. Maneirismo  O maneirismo foi o movimento artístico ocorrido no Cinquecento (e cuja formalização se deu especialmente nas décadas de 1510 e 1520) que evidenciou o desejo, por parte dos arquitetos, humanistas e artistas do período, de uma arte que, ainda que, em essência, se utilizasse dos elementos clássicos, possuísse um conteúdo bastante anticlássico  Os dois principais expoentes do período são Michelangelo e Giulio Romano. Em suas obras, são constantes as referências e citações aos elementos e princípios compositivos clássicos, mas sempre de forma desconstrúida e quase irônica. Voltam-se para o interior padrões decorativos de janelas que deveriam estar colocadas em ambientes externos, criam-se ambientes cênicos em espaços internos que remetem a situações de exterior, brinca-se com os efeitos de ilusão óptica proporcionados pela perspectiva, através de jogos dimensionais inusitados, etc.
  11. 11. Michelangelo, um dos principais arquitetos da segunda fase do Renascimento.
  12. 12. Arquitetura maneirista, que predominou nas décadas de 1510 e 1520

×