E.E.E.P. DR. NAPOLEÃO NEVES DA LUZ
CURSO TÉCNICO EM COMÉRCIO
TEMA: ANFIBIOS
PROFESSORA: ANA CRISTINA
EQUIPE: MANASSÉS
GUST...
Características gerais
O nome anfíbio significa “vida dupla”, foi designado para esses animais pelo fato de
que eles são c...
Essa que por sua vez está cheia de óvulos, se deixa agarrar pelo macho num abraço até
que ela lance seus gametas na água j...
Circulação
Os anfíbios têm circulação fechada (o sangue circula dentro dos vasos). Como ocorre
mistura de sangue venoso (r...
Questão 2
Os anfíbios podem ser divididos em anuros, urodelos e gimnofionos. Os anuros são
aqueles que possuem patas, entr...
RESOLUÇÃO
Resposta Questão 1
Alternativa “b”. Os anfíbios recebem esse nome porque o girino (larva) desenvolve-se
na água,...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Biologia Anfíbios. 2 ANO ENSINO MÉDIO CARACTERÍSTICAS E ALIMENTAÇÕES DOS ANFÍBIOS. COM QUESTÕES RESOlViDAS sobre o conteúdo.

93 visualizações

Publicada em

características e alimentações do anfíbios. com questões resolvidas sobre o conteúdo. trabalho feito pelos os alunos do 2 ano B da escola profissionalizante Dr. Napoleão Neves Da Luz. Jardim-CEARÁ. DEZEMBRO DE 2016....................

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
93
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biologia Anfíbios. 2 ANO ENSINO MÉDIO CARACTERÍSTICAS E ALIMENTAÇÕES DOS ANFÍBIOS. COM QUESTÕES RESOlViDAS sobre o conteúdo.

  1. 1. E.E.E.P. DR. NAPOLEÃO NEVES DA LUZ CURSO TÉCNICO EM COMÉRCIO TEMA: ANFIBIOS PROFESSORA: ANA CRISTINA EQUIPE: MANASSÉS GUSTAVO DEOCLECIO OSLAN MARCELINO JARDIM-CE 2016
  2. 2. Características gerais O nome anfíbio significa “vida dupla”, foi designado para esses animais pelo fato de que eles são capazes de viver tanto no ambiente terrestre, quanto no aquático, portanto essa é uma característica própria dessa classe. Os anfíbios na verdade, foram os primeiros do filo dos Cordados a fazerem a transição da vida marinha para a terrestre, porém, essa transição não é completa e eles precisaram ainda da água para sua reprodução. A classe se divide de acordo com o corpo em Anuros, Ápodes e Urodelos. Nos estágios iniciais da vida, eles possuemvida aquática e presença de brânquias, após passar por metamorfose, passama ter patas e pulmões. Esses pulmões serão simples, possuirão pouca superfície de contato para a realização das trocas gasosas, não sendo tão eficiente, por isso a existência da respiração cutânea para esses bichos. Esse tipo de respiração se realiza através da pele e é necessário que ela esteja úmida para os gases se difundirem. A pele dos anfíbios por sua vez, conta com uma boa vascularização. Alimentação Na maioria das espécies dessa classe, os girinos são vegetarianos e se alimentam de pequenos pedaços de vegetais que ficam suspensos na água. Porém, ao passar para a fase adulta, passama ser carnívoros, e se alimentam principalmente de insetos e alguns animais invertebrados. Há casos ainda em que os anfíbios adultos comem ovos e girinos de outras espécies. A língua dos anfíbios tem bastante elasticidade e é bem pegajosa em sua ponta. Isso tudo para favorecer a captura das presas, pois, ao lançar a língua para o inseto que se tem como presa, ela gruda nele e este é logo puxado para dentro da boca. Tudo isso acontece com uma rapidez tremenda e antes de engolir o inseto, o anfíbio o pressiona contra seu céu da boa. Alguns dos anfíbios chegama ter um tipo de dente no céu da boca que é responsável pela mobilização do inseto capturado. Os anfíbios tem o estômago desenvolvido, seu intestino termina na cloaca e presença de glândulas. Também possuem substâncias que ajudam a digerir as cascas de insetos. Sua circulação é incompleta, pois nela há mistura do sangue arterial com o venoso; seu coração apresenta três cavidades, sendo dois átrios e um ventrículo. Reprodução Como já foi visto, os anfíbios no geral precisam da água para se reproduzir, mas o local onde se realiza a reprodução vai desde um rio, até mesmo uma simples poça. O ritual de acasalamento começa quando o macho começa a coaxar, assimatraindo a fêmea.
  3. 3. Essa que por sua vez está cheia de óvulos, se deixa agarrar pelo macho num abraço até que ela lance seus gametas na água juntamente com o macho que irá lançar seus espermatozoides. A fecundação então ocorre na água, ou seja, em meio externo – exceto salamandra e cobra cega que têm sua fecundação de maneira interna –. Os ovos fecundados dão origem a larvas, que são os girinos, estes viverão na água até realizarem a metamorfose. Este processo de metamorfose é lento e nele ocorre diversas transformações até passagemao estágio adulto, onde estarão com forma totalmente diferente da que costumavam ter. Respiração No estágio da vida aquática, quando são larvas, os anfíbios respiram por brânquias, como os peixes. Quando adultos, vivem em ambiente terrestre e realizam a respiração pulmonar. Como os seus pulmões são simples e têm pouca superfície de contato para as trocas gasosas, a respiração pulmonar é pouco eficiente, sendo importante a respiração cutânea - processo de trocas de gases como meio ambiente através da pele. A pele deve, necessariamente, estar úmida, pois os gases não se difundem em superfícies secas. As paredes finas das células superficiais da pele permitem a passagemdo oxigênio para o sangue. A pele dos anfíbios é bem vascularizada, isto é, com muitos vasos sanguíneo Nutrição, digestão e excreção Na fase adulta, que ocorre no ambiente terrestre, os anfíbios são carnívoros. Alimentam-se de minhocas, insetos, aranhas, e de outros vertebrados. A língua, em algumas espécies de anfíbios é uma das suas características adaptativas mais importantes. Os sapos caçaminsetos empleno vôo, utilizando a língua que é presa na parte da frente da boca e não na parte mais interna. Quando esticada para fora da boca, a língua desses animais alcança uma grande distância, além de ser pegajosa, outro fator facilitador na captura da presa. Possuem estômago bem desenvolvido, intestino que termina em uma cloaca, glândulas como fígado e pâncreas. Seu sistema digestório produz substâncias capazes de digerir a "casca" de insetos. Os anfíbios fazem a sua excreção através dos rins, e sua urina é abundante e bem diluída, isto é, há bastante água na urina, em relação às outras substâncias que a formam.
  4. 4. Circulação Os anfíbios têm circulação fechada (o sangue circula dentro dos vasos). Como ocorre mistura de sangue venoso (rico em gás carbônico) e arterial (rico em oxigênio) a circulação neste grupo de animais é do tipo incompleta. O coração dos anfíbios é dividido em três cavidades: dois átrios ou aurículas e um ventrículo. Metamorfose A metamorfose envolve uma série de transformações e é um processo bastante lento que transforma o anfíbio jovem (girino) em adulto. Durante esse processo desaparecem as brânquias e desenvolvem-se os pulmões. E surgem também as patas no corpo do animal. Nessa fase, os girinos se alimentamprimeiramente da própria gelatina que os envolve e depois de algas e plantas aquáticas microscópicas. Reproduzem-se através de ovos moles e sem casca, postos na água ou em lugares encharcados, dando origem a uma larva e depois a um adulto através do processo de metamorfose. Existemexceções a essa regra, alguns deles são vivíparos. Em geral, não existe cuidado com a prole dentre os anfíbios. São divididos em três grupos: os sapos, as rãs, as pererecas Anura, as salamandras Caudata e as cecílias Apoda. ATIVIDADE DE FIXAÇÃO Questão 1 Sabemos que o nome anfíbio é derivado do grego e significa duas vidas. Marque a alternativa que indica corretamente o motivo pelo qual receberam esse nome. a) Os anfíbios apresentam esse nome em virtude da presença de uma fase larval e uma fase adulta. b) Os anfíbios apresentam esse nome porque apresentam uma fase larval aquática e uma forma adulta terrestre. c) Os anfíbios possuem esse nome pelo fato de serem capazes de se reproduzirem apenas duas vezes. d) Os anfíbios recebem esse nome em razão da capacidade de alguns mudarem de sexo quando não há o sexo oposto para a reprodução.
  5. 5. Questão 2 Os anfíbios podem ser divididos em anuros, urodelos e gimnofionos. Os anuros são aqueles que possuem patas, entretanto não apresentam cauda. Entre seus representantes, podemos citar: a) Sapos, rãs e salamandras. b) Salamandras, tritões e cecílias. c) Cobras-cegas, sapos e pererecas. d) Salamandra, cobras-cegas e tritões. e) Sapos, pererecas e rãs. Questão 3 Os anfíbios adultos, apesar de viverem no ambiente terrestre, devem sempre se manter próximos a locais úmidos. Isso se deve ao fato de: a) Possuírem exclusivamente respiração branquial. b) Possuírem pele sensível semestruturas que evitam a perda de água. c) Alimentarem-se exclusivamente de animais aquáticos. d) Possuírem pulmões pouco eficientes e ainda necessitarem, em alguns momentos, da realização da respiração branquial. Questão 4 (UFRJ) São anfíbios: a) Sapos e salamandras. b) Rãs e sanguessugas. c) Crocodilos e pererecas. d) Hipopótamos e jacarés. e) Cecílias e lampreias
  6. 6. RESOLUÇÃO Resposta Questão 1 Alternativa “b”. Os anfíbios recebem esse nome porque o girino (larva) desenvolve-se na água, mas quando atinge a fase adulta, torna-se terrestre. Resposta Questão 2 Alternativa “e”. Os anuros são os anfíbios desprovidos de cauda, que possuem como representantes os sapos, as rãs e as pererecas. Resposta Questão 3 Alternativa “b”. Em virtude de sua pele sensível que perde água facilmente, esses animais devem permanecer próximos a ambientes úmidos ou lagos e rios, evitando, assim, sua desidratação. Resposta Questão 4 Apenas a alternativa “a” apresenta somente anfíbios. Nas outras alternativas encontramos, alémde anfíbios, anelídeos (sanguessugas), répteis (crocodilos e jacarés), mamíferos (hipopótamos) e peixes (lampreias).

×