Lessons LearnedEnergia de Portugalwww.fabricadestartups.com
www.daylishes.comCopyright Fábrica de Startups 2
Ideia de NegócioA Daylishes é uma plataforma que ajudarestaurantes e clientes a tirar o melhorproveito dos "Pratos do Dia"...
RestaurantesAcquisição:• Pessoal / Presencial para os primeiroscontactos, ativação e formaçãoRetenção:• Self Service• Auto...
Modelo de NegócioDaylishes (team22)Quadro de Validação de HipótesesHipóteses porValidarHipóteses comMaior RiscoHipóteses e...
Lessons LearnedUma plataforma tem o dobro da exigência de um modelodireto de B2B ou B2C:Para fazer “bootstrap” de uma plat...
Lessons LearnedDe inicio temos o nosso modelo planeado. Há medida que vamosvalidando as hipoteses, estas vão sendo refutad...
Lessons LearnedQuanto mais avançamos no projecto, mais vamos lidando compormenores da solução.É preciso por vezes fazer “z...
Lessons LearnedA forma mais eficaz que encontramos de trabalhar em equipa é atribuirtarefas distintas a cada elemento da e...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lessons Learned #5 Team 22 @ Energia de Portugal 2013

753 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
753
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
571
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lessons Learned #5 Team 22 @ Energia de Portugal 2013

  1. 1. Lessons LearnedEnergia de Portugalwww.fabricadestartups.com
  2. 2. www.daylishes.comCopyright Fábrica de Startups 2
  3. 3. Ideia de NegócioA Daylishes é uma plataforma que ajudarestaurantes e clientes a tirar o melhorproveito dos "Pratos do Dia", agregando ainformação sobre os pratos do dia de cadarestaurante aderente, facilitando a escolhaaos clientes que querem diversificar. Estaplataforma é diferente dos restantesdirectórios de restaurantes, por se focarnum conteúdo simples, dinâmico e muitoprático: "encontrar agora, algo que apeteçacomer e que esteja pronto a servir. Aquiperto".Copyright Fábrica de Startups 3
  4. 4. RestaurantesAcquisição:• Pessoal / Presencial para os primeiroscontactos, ativação e formaçãoRetenção:• Self Service• Automated ServicesUtilizadores• Self Service• Cocriação• Automated ServicesRestaurantes• Expor oferta diária online• B.I.• Ranking com base em reviewsdos utilizadoresUtilizadores• Centralizar ofertas diárias• Simplificar o processo deescolha• Crow Sourcing RatingMarketingDesenvolvimento de Plataforma erespectivos clientesEquipa de Vendas• Força de vendas do parceiro daindustria de bens alimentaresEquipa de DesenvolvimentoPlayer da Industria de BensAlimentares• Parceiro da Industria de bensalimentares que tenha marcaprópria e canais de distribuiçãoque procure presença online emobileHotéis da cidade• Providenciam uma aplicaçãoque serve de guia derestauração da área.• Ampliação da oferta deserviços para os clientes• Ajudam nos a promover aaplicação junto dos turistasForça de VendasDesenvolvimento da plataformaMarketingPay as you go• Pré-carregamentos feitos pelos restaurantes, para que depois seja descontado 0,01€ porprato listado. 0,05€ por detalhe do prato consultado. 0,25€ por direção do restauranteconsultadaDireto• Licenciamento da aplicação ao parceiro da industria de bens alimentares• Licenciamento da aplicação aos parceiros da industria da HotelariaDaylishes Daylishes5.0Restaurantes• Força de Vendas• Web (www.daylishes.com)Utilizadores• Mobile Apps• Web (www.daylishes.com)Colaboradores de Empresas quealmoçam fora todos os diasRestaurantes com pratos do dia emenus• em polos EmpresariaisTuristas• Que devido aodesconhecimento precisam deinformação da oferta à suavolta e aliado a issocomentários de outrosutilizadores para darcredibilidade aos pratos e aosrestaurantesPlayer da Industria de BensAlimentares• B.I.Grossista da indústria de bensalimentares• Providenciam nos a sua forçade vendas e a carteira declientes• Adquirem BI e uma aplicaçãocom o seu brandingParceiros• Pessoal / presencial para manter aparceria com grossistas e hoteis
  5. 5. Modelo de NegócioDaylishes (team22)Quadro de Validação de HipótesesHipóteses porValidarHipóteses comMaior RiscoHipóteses emTesteCH05 16Os restaurantesacedem à web porpc.CH06 10Os restaurantesacedem por tablet.HipótesesValidadasCH02 20Os nossos utilizadoresvão usar a App noSmartPhone.CH03 20O melhor métodopara adquirirutilizadores é viaredes sociais.CS02 25Os utilizadoresprecisam umaplataforma que reúnee centraliza a ofertadiária de pratos dodia.RS03 10Os hotéis estãodispostos a pagarlicença para usar anossa aplicaçãoVP01 16O nosso BI érelevante para osparceirosCS01 25Os restaurantesprecisam umaplataforma paracomunicar a suaoferta diária.RS01 25O restaurante estádisposto a aderir emmodo “Pay as yougo”.CR01 12O melhor métodopara adquirirrestaurantes é visitapresencial.CR02 15Os utilizadores irãoparticipar na co-criação decomentáriosKP02 16Os grossistas estãointeressados empromover a nossaaplicação junto dosseus restaurantes.CR03 12Os restaurantes têmautonomia suficientepara usarem o self-service paraesclarecem as suaseventuais dúvidasHipótesesInvalidadasCH01 12Os nossos utilizadoresvão usar a plataformaweb.CH07 0O melhor métodopara adquirirutilizadores é viamarketing offline.CH04 10O melhor métodopara adquirirrestaurantes é onlinemarketing.KP01 12Os hotéis estãointeressados empromover a nossaaplicação junto dosturistas.RS02 16Os grossistas estãodispostos a pagarlicença para usar anossa aplicaçãoKA01 20Equipa temdisponibilidade parafazer a vendarestaurante arestaurante.CR04 12Os automatedservices irão auxiliara manter a relaçãocom os clientes(restaurantes eutilizadores)Versão6.0Copyright Fábrica de Startups S.A.www.fabricadestartups.com
  6. 6. Lessons LearnedUma plataforma tem o dobro da exigência de um modelodireto de B2B ou B2C:Para fazer “bootstrap” de uma plataforma é preciso mostrar ao lado daprocura que temos muito oferta e vice versa. Depois é precisoconcretizar esta promessa, para não parecer uma “festa só com umapessoa”.Copyright Fábrica de Startups 6
  7. 7. Lessons LearnedDe inicio temos o nosso modelo planeado. Há medida que vamosvalidando as hipoteses, estas vão sendo refutadas ou reforçadas pelofeedback dos clientes.No entanto também vamos obtendo sugestões. A certa altura temosque abrandar a recolha de feedback e opiniões, para reduzir o ruido,focar e tentar criar o MVP baseado no feedback que temos. Depoiscom o MVP faremos outro pivot ao modelo de negócio. Sem elecorremos o risco de ficar em “analysis paralysis”Copyright Fábrica de Startups 7
  8. 8. Lessons LearnedQuanto mais avançamos no projecto, mais vamos lidando compormenores da solução.É preciso por vezes fazer “zoom out”, rever as prioridades e voltar aatacar o projecto. Isto permite também olhar em redor a ver se existemoutras oportunidades no horizonte e não sofrer de miopia, devido aoexcesso de tempo passado a criar a nossa solução.Copyright Fábrica de Startups 8
  9. 9. Lessons LearnedA forma mais eficaz que encontramos de trabalhar em equipa é atribuirtarefas distintas a cada elemento da equipa. Depois esse elementotermina a tarefa e pede comentários.Desde modo evitamos estar a trabalhar todos no mesmodesafio, sendo que isso cria ruído excessivo e força a que hajaconsenso antes de avançar.Com o método de “fazer rápido o suficiente” e pedir comentários, oprocesso é mais fluido e eficiente, sendo possível paralelizar astarefas. Os comentários depois fazem com os restantes elementos daequipa também fiquem a par do que está a ser feito e senecessário, intervir também na tarefa.Copyright Fábrica de Startups 9

×