BLOCO I - O que Compõe em um Micro ComputadorLição 1 - O Que Compõe em um Micro ComputadorLição 2 - O GabineteLição 3 - A ...
Lição 1 - O Que Compõe em um Micro ComputadorUm micro do padrão PC é constituído por um conjunto de placas e interfacesint...
mercado, mas sim aquele que é coerente com a escolha das peças que ocompõem. É no mínimo incoerente você ter o processador...
absolutamente a mesma.                                           O Que Compõe em um Micro Computador1. Gabinete: Local ond...
10. CD-ROM, CD-R ou DVD-ROM: Apesar de em princípio essescomponentes serem opcionais, como todos os programas estão sendoc...
_____________________________________________________________________Pesquise preços. Fique atento aos anúncios de jornais...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bloco I - O que compõe um micro computador

1.722 visualizações

Publicada em

Publicada em: Carreiras
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.722
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bloco I - O que compõe um micro computador

  1. 1. BLOCO I - O que Compõe em um Micro ComputadorLição 1 - O Que Compõe em um Micro ComputadorLição 2 - O GabineteLição 3 - A Placa-mãeLição 4 - ProcessadorLição 5 - Dissipador de Calor e Ventoinha (Cooler)Lição 6 - MemóriaLição 7 - Placa de VídeoLição 8 - Unidade de DisqueteLição 9 - Disco RígidoLição 10 - ModemLição 11 - CD-ROM, CD-R ou DVD-ROMLição 12 - Placa de SomLição 13 - TecladoLição 14 - MouseLição 15 - Monitor de VídeoLição 16 - Estabilizador de TensãoLição 17 - ImpressoraLição 18 - Marcas pcdead.blogspot.com 1
  2. 2. Lição 1 - O Que Compõe em um Micro ComputadorUm micro do padrão PC é constituído por um conjunto de placas e interfacesinterconectadas, produzidas pelos mais diversos fabricantes. Muitos usuáriosacham que a caixa metálica onde o micro está alojado é que é o computador,mas isto não é verdade. O gabinete do micro serve tão-somente para abrigartodo o conjunto.Outro equívoco muito comum é pensar que somente o processador damáquina (ex: i7, i3, Core 2 duo, Dual core, Celeron etc.) define se o seu PCserá bom ou ruim. Escutamos em nosso dia-a-dia “tenho um Dual core”,“vou comprar um I3”, etc., mas indicar somente o processador do micro– apesar de ser alguma referência – no final não quer dizer muita coisa.Isso ocorre porque não é só o processador escolhido que determinará odesempenho e a qualidade do seu micro. A placa-mãe, tipo de memória RAM,disco rígido, placa de vídeo e os demais componentes do micro tambéminfluem diretamente no desempenho e qualidade do seu PC.O ponto de partida para a escolha de qual micro montar é realmente a escolhado processador. A escolha das demais peças do micro é tão importante quantoa escolha do processador, mas, infelizmente, poucas pessoas dão a devidaatenção ao restante da lista de compras.Para você ter uma idéia mais concreta do que estamos falando, uma placa-mãe, topo de linha tem um desempenho muito superior ao das placas-mãemais baratas, chegando a fazer com que o micro tenha um desempenhomuitas vezes 20% superior. Isso significa o seguinte: se você montar ummicro com um processador topo de linha mas usando uma placa-mãe debaixa qualidade (isto é, a mais barata que você encontrar), poderá obter nofinal das contas um desempenho inferior inclusive ao de um micro equipadocom um processador inferior, teoricamente mais lento.Em bom português: se você está com o orçamento apertado, em vez deescolher o processador mais “potente” que você encontrar, talvez valhamais a pena escolher um processador que não seja o mais rápido de todosmas, em compensação, investir a diferença de preço entre os dois naaquisição de peças de melhor qualidade – sobretudo a placa-mãe (que é,depois do processador, o componente que mais influencia no desempenhodo micro).Um bom micro, portanto, não é aquele que tem o processador mais rápido do 2
  3. 3. mercado, mas sim aquele que é coerente com a escolha das peças que ocompõem. É no mínimo incoerente você ter o processador mais caro domercado instalado na placa-mãe mais barata que você encontrou. Ao longodessa Unidade estaremos dando várias dicas sobre como reconhecer ecomprar os demais componentes do seu futuro PC para não ter futuras doresde cabeça.Outro ponto importantíssimo que você precisa saber antes de efetivamenteescolher as peças para o seu micro: para que você o utilizará?Infelizmente a mídia como um todo enfatiza muito o processador da máquina,mas se esquece de duas coisas. Primeiro, nem sempre o processador maispotente do mercado é adequado a todos os usuários. Por exemplo, umapessoa que quer montar um micro apenas para rodar um processador detextos e uma planilha eletrônica não precisa do processador mais rápidoexistente. O motivo é simples: essas aplicações não exigem tantodesempenho. Com a diferença de preço entre o processador mais rápido e omais simples, acredite, o processador mais simples existente no mercadohoje é mais rápido do que a maioria das pessoas precisa, dá para fazer muitacoisa. Já o mesmo caso não é verdade se você for um adolescente querendorodar jogos 3D, que são o tipo de aplicação que mais exige desempenho damáquina. O segundo ponto é que a mídia raramente explora a importânciadas demais peças que o micro deve ter.Outro exemplo apenas para fixar o assunto. Uma pessoa compra um microcom a placa de vídeo on-board (isto é, embutida na própria placa-mãe – nãose preocupe com esses termos esdrúxulos por enquanto; nós iremos explicá-los ao longo dessa Unidade) e depois não entende por que o micro do primoé muito mais rápido para rodar um determinado jogo. “Mas o vídeo do meumicro é 3D, por que ele está tão lento?”. O fato de um vídeo on-board ser 3Dnão significa que ele será rápido... Ou seja, um micro com uma placa-mãecom vídeo on-board – que normalmente é o tipo de placa-mãe mais barato domercado – pode ser excelente para usuários que não irão exigir muitodesempenho, ao passo que não é recomendado para usuários pesados, comoo caso da execução de jogos 3D (uma coisa é um usuário que roda umdeterminado jogo ao final do dia para relaxar – nesse caso até mesmo umvídeo on-board resolve o caso dele; outro caso é o do usuário que roda jogoso dia inteiro, necessitando de um PC de alto desempenho).Um outro equívoco muito comum que vemos todos os dias nas conversasinformais entre leigos é imaginar que, quanto mais rápido o micro for, melhore mais rápido será navegar na Internet. Isso não procede e não faz o menorsentido. A velocidade de navegação na Internet é estipulada por um periféricochamado modem e não tem absolutamente nada a ver com os demaiscomponentes do micro. Se você tiver um Celeron com um modem de 56 Kbps ouum Core 2 Duo com o mesmo modem, a velocidade de navegação será 3
  4. 4. absolutamente a mesma. O Que Compõe em um Micro Computador1. Gabinete: Local onde o micro é alojado; é a “caixa” do micro. Esse gabinete deve ser escolhido deacordo com a placa-mãe escolhida.2. Placa-mãe: Na placa-mãe instalamos o processador, que basicamentedefine o modelo de PC que você tem, além de placas diversas, como a placade vídeo. Você deverá adquirir a placa-mãe de acordo com oprocessadorque você pretende comprar (cada processador usa um tipo diferente de placa-mãe).3. Processador: É encaixado na placa-mãe. Atualmente, encontramos à vendavários tipos de processadores, como o i7 , i5 , i3 e Core 2 duo. Tais Processadoressão fabricados pela INTEL ." Existe Outras Marcas No Mercado "4. Ventoinha para o processador (“fan” ou “cooler”): Vem acoplada a umdissipador de calor e é encaixada sobre o processador. É indispensável, poisevita que ele queime ou “trave” por super aquecimento. A ventoinha deve sercompatível com o processador escolhido.5. Memória (RAM): Encaixada na placa-mãe, é vendida em módulos. Acapacidade de memória é expressa em megabytes (MB) e quanto maismemória tivermos no microcomputador, melhor. É importante notar que háno mercado atualmente Varias tecnologias de memórias ( DDR3 , DDR2 , DDR1 As Mais Populares )A placa-mãe do micro deverá ser compatível com a tecnologiaescolhida. Explicaremos isso em detalhes na Lição 6.6. Placa de Vídeo: Permite a comunicação do microcomputador com o monitorde vídeo. Algumas placas-mãe trazem vídeo on-board, isto é, a própria placa-mãe desempenha o papel da placa de vídeo. Caso você opte por montar ummicro usando esse tipo de placa-mãe, não será necessário por uma placade vídeo.7. Unidade de disquete: Para ler disquetes. Podemos ter teoricamente umaou duas unidades de disquete em nosso microcomputador. ( Opcional. Hoje em dia é substituidopelo leitor de cartão de memoria. Ex. SD , MSD e MMSD )8. Disco Rígido: Para armazenar a programas e dados diversos. Existe 2 tipos de HDHD SATA e IDE9. Modem: O modem é o equipamento que permite que o seu micro conecte-se com outros através da linha telefônica, permitindo o acesso à Internet,bancos de dados eletrônicos (BBS), sistemas de home banking, etc. Esseequipamento a princípio é opcional. 4
  5. 5. 10. CD-ROM, CD-R ou DVD-ROM: Apesar de em princípio essescomponentes serem opcionais, como todos os programas estão sendocomercializados em CD-ROM E DVD-ROM, torna-se indispensável a aquisição de pelomenos uma unidade de CD-ROM Ou DVD-ROM.11. Placa de som: Esse é um componente que já enbutido nas placas mãe (áudio on-board). Mas o mercado da informatica disponibiliza placas de som a venda. ( Breve você vaienterder mais sobre este hardware )12. Teclado: Principal meio de entrada de dados para o micro.13. Mouse: Segundo maior meio de entrada de dados para o micro.14. Monitor de vídeo: Principal meio de saída de dados do micro.15. Estabilizador de Tensão: Indispensável. No estabilizador de tensão ligamoso microcomputador, isolando-o da rede elétrica a fim de que ele não sejadanificado por flutuações da tensão elétrica ou ruídos provenientes da rede.16. Impressora: A impressora é um componente opcional, mas obrigatóriose você pretende ter o trabalho desenvolvido no micro impresso em papel.17. Outros: Nós listamos apenas os componentes obrigatórios, que todo microdeve ter. Outros componentes poderão ser comprados , opcionalmente, casovocê tenha necessidade deles, como scanner, Zip-drive, joystick, câmeradigital, entre outros. 5
  6. 6. _____________________________________________________________________Pesquise preços. Fique atento aos anúncios de jornais especializados. Acada dia que passa, mais baratos ficam os itens de hardware. Isso significaque não vale a pena comprar material para guardar ou estocar: hádesvalorização diária.Ao comprar qualquer material de hardware, exija todos os manuais, cabos edisquetes, além de garantia de pelo menos 3 meses do fornecedor (o ideal éuma garantia de um ano, mas, infelizmente, nem todos os fornecedores dãouma garantia tão alta). Essa é a sua garantia de que todo o processo demontagem correrá tranqüilamente._____________________________________________________________________ pcdead.blogspot.com 6

×