1
AsAs
diferentesdiferentes
mudançasmudanças
sociais dasociais da
famíliafamília2º Trimestre de 20162º Trimestre de 2016
L...
TEXTO DO DIATEXTO DO DIA
2
“Disse-lhes ele: Moisés, por
causa da dureza do vosso
coração, vos permitiu
repudiar vossa mulh...
S Í N T E S ES Í N T E S E
3
A sociedade, ao longo dos
tempos, admitiu a formação de
variados arranjos familiares.
Entreta...
4
1. CONCEITO
I. DIREITO E FAMILIAI. DIREITO E FAMILIA
.
A família traduz-se como um grupo social indispensável
para o est...
5
1. CONCEITO
I. DIREITO E FAMILIAI. DIREITO E FAMILIA
.
Entre os hebreus, FAMÍLIA
incluía também os parentes por
afinidad...
6
2. Relevâncias jurídicas e
sociais.
I. DIREITO E FAMILIAI. DIREITO E FAMILIA
.
O cuidado com as questões familiares
apre...
7
3. Variantes históricas
I. DIREITO E FAMILIAI. DIREITO E FAMILIA
.
POLIGAMIA
HOMOAFETIVO
POLIANDRIA
CASAMENTO
EM GRUPO
8
PENSE!PENSE!
 
Será que Deus seSerá que Deus se
importa com oimporta com o
tipo de famíliatipo de família
que éque é
con...
9
PONTOPONTO
IMPORTANTE!IMPORTANTE!
 
O amor de Deus nãoO amor de Deus não
permite que Ele fiquepermite que Ele fique
indi...
10
1. O padrão divino1. O padrão divino
II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE
OS SÉCULOSOS SÉCULOS
.
“Portanto, deixa...
11
1. O padrão divino1. O padrão divino
II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE
OS SÉCULOSOS SÉCULOS
.
“Portanto, deixa...
12
1. O padrão divino1. O padrão divino
II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE
OS SÉCULOSOS SÉCULOS
.
Monogâmico
Heter...
13
2. O homem como chefe da2. O homem como chefe da
famíliafamília
II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE
OS SÉCULOSOS...
14
3. Afetividade é suficiente?3. Afetividade é suficiente?
II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE
OS SÉCULOSOS SÉCULO...
15
PENSE!PENSE!
 
Alguns jovens, não crentes,Alguns jovens, não crentes,
pensam que o casamento épensam que o casamento é
...
16
PONTOPONTO
IMPORTANTE!IMPORTANTE!
 
O padrão divino para aO padrão divino para a
família é a melhorfamília é a melhor
e...
17
1. No Antigo Testamento1. No Antigo Testamento
III. A MONOGAMIA COMOIII. A MONOGAMIA COMO
MODELO BÍBLICOMODELO BÍBLICO
...
18
2. No Novo Testamento2. No Novo Testamento
III. A MONOGAMIA COMOIII. A MONOGAMIA COMO
MODELO BÍBLICOMODELO BÍBLICO
.
No...
19
3. Atualidade nacional3. Atualidade nacional
III. A MONOGAMIA COMOIII. A MONOGAMIA COMO
MODELO BÍBLICOMODELO BÍBLICO
.C...
20
PENSE!PENSE!
 
Reconhecendo a leiReconhecendo a lei
humana a existência dehumana a existência de
arranjos matrimoniaisa...
21
PONTOPONTO
IMPORTANTE!IMPORTANTE!
 
A união entre marido,A união entre marido,
mulher e filhos foi omulher e filhos foi...
22
C O N C L U S Ã OC O N C L U S Ã O
.
Famílias pós-modernas são formadas por filhos rebeldes que
não obedecem a Deus nem...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Licao 3 2o trim 2016 as diferentes mudancas

130 visualizações

Publicada em

Lição 03 da revista de escola dominical da CPAD - classe dos jovens - 2º trimestre de 2016

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
130
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Licao 3 2o trim 2016 as diferentes mudancas

  1. 1. 1 AsAs diferentesdiferentes mudançasmudanças sociais dasociais da famíliafamília2º Trimestre de 20162º Trimestre de 2016 LiçãoLição 0303 Pastor Dannilo StélioPastor Dannilo Stélio
  2. 2. TEXTO DO DIATEXTO DO DIA 2 “Disse-lhes ele: Moisés, por causa da dureza do vosso coração, vos permitiu repudiar vossa mulher; mas, ao princípio, não foi assim” (Mateus 19.8).
  3. 3. S Í N T E S ES Í N T E S E 3 A sociedade, ao longo dos tempos, admitiu a formação de variados arranjos familiares. Entretanto, o padrão divino para a família estabelecido no Éden não se alterou, pois a Palavra de Deus não muda. Pr.DanniloStélio
  4. 4. 4 1. CONCEITO I. DIREITO E FAMILIAI. DIREITO E FAMILIA . A família traduz-se como um grupo social indispensável para o estabelecimento de uma civilização forte e duradoura. Ela é a célula-mãe de todas as instituições sociais. A definição de família, à luz do direito, pode, entretanto, assumir várias conotações, dependendo da cultura e da época da sociedade que se analisa. Contudo, independentemente da cultura ou mesmo dos aspectos históricos, há certa convergência em estabelecer que a família se constitui no grupo social composto por pessoas ligadas pela consanguinidade, afinidade e/ou pela existência de vínculos matrimoniais.
  5. 5. 5 1. CONCEITO I. DIREITO E FAMILIAI. DIREITO E FAMILIA . Entre os hebreus, FAMÍLIA incluía também os parentes por afinidade e os escravos (Gn 47.12), apesar de somente os filhos pudessem herdar os bens. A exceção era para o caso de não haver filhos, em que a herança iria para o escravo mais antigo, nascido
  6. 6. 6 2. Relevâncias jurídicas e sociais. I. DIREITO E FAMILIAI. DIREITO E FAMILIA . O cuidado com as questões familiares apresenta-se como algo tão importante para a sociedade que existe uma área do direito dedicada exclusivamente a esse estudo — o Direito de Família. Nas grandes cidades do Brasil, por exemplo, o Poder Judiciário destina juízes para julgarem apenas causas que envolvam essas questões (divórcio, pensão alimentícia, guarda de filhos, direito de visitas dos filhos, dentre outras), pois reconhece a relevância da matéria para o bem estar das pessoas. É a vida de todos nós
  7. 7. 7 3. Variantes históricas I. DIREITO E FAMILIAI. DIREITO E FAMILIA . POLIGAMIA HOMOAFETIVO POLIANDRIA CASAMENTO EM GRUPO
  8. 8. 8 PENSE!PENSE!   Será que Deus seSerá que Deus se importa com oimporta com o tipo de famíliatipo de família que éque é constituídaconstituída
  9. 9. 9 PONTOPONTO IMPORTANTE!IMPORTANTE!   O amor de Deus nãoO amor de Deus não permite que Ele fiquepermite que Ele fique indiferente a questõesindiferente a questões que prejudiquem oque prejudiquem o desenvolvimentodesenvolvimento humano.humano.
  10. 10. 10 1. O padrão divino1. O padrão divino II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE OS SÉCULOSOS SÉCULOS . “Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne” (Gn 2.24). “Portanto, o que Deus ajuntou, não o separe o homem” (Mc 10.9)
  11. 11. 11 1. O padrão divino1. O padrão divino II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE OS SÉCULOSOS SÉCULOS . “Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne” (Gn 2.24). “Portanto, o que Deus ajuntou, não o separe o homem” (Mc 10.9)
  12. 12. 12 1. O padrão divino1. O padrão divino II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE OS SÉCULOSOS SÉCULOS . Monogâmico Heterossexual Monossomático Indissolúvel
  13. 13. 13 2. O homem como chefe da2. O homem como chefe da famíliafamília II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE OS SÉCULOSOS SÉCULOS . A Bíblia não fala de família matriarcal. Cabia, ainda, ao pai a instrução religiosa e secular dos membros da família. No NT manteve-se o princípio: o pai sendo o cabeça da família, devendo ser submissos a ele a esposa e os filhos.
  14. 14. 14 3. Afetividade é suficiente?3. Afetividade é suficiente? II. A FAMÍLIA DURANTEII. A FAMÍLIA DURANTE OS SÉCULOSOS SÉCULOS . O casal em união estável tem a bênção de Deus? A afetividade é suficiente para a formação de um núcleo familiar? Homem e mulher podem unir-se para construir uma nova família, independentemente do casa- mento?
  15. 15. 15 PENSE!PENSE!   Alguns jovens, não crentes,Alguns jovens, não crentes, pensam que o casamento épensam que o casamento é algo muito complicado, ealgo muito complicado, e acreditam que é melhor queacreditam que é melhor que o rapaz e a moça primeiroo rapaz e a moça primeiro passem a morar juntos e,passem a morar juntos e, depois, se der certo,depois, se der certo, pensem em casar.pensem em casar.
  16. 16. 16 PONTOPONTO IMPORTANTE!IMPORTANTE!   O padrão divino para aO padrão divino para a família é a melhorfamília é a melhor experiência da vida. Oexperiência da vida. O Senhor, que fez a família,Senhor, que fez a família, sabe que começar bem nosabe que começar bem no casamento faz toda acasamento faz toda a
  17. 17. 17 1. No Antigo Testamento1. No Antigo Testamento III. A MONOGAMIA COMOIII. A MONOGAMIA COMO MODELO BÍBLICOMODELO BÍBLICO . Adão, Sete, Enoque, Noé, Isaque, os filhos de Jacó, Moisés, Arão, Josué, Samuel, Jó, Ezequiel, Oseias, dentre muitos outros tiveram casamentos mono-gâmicos, apesar da sociedade admitir a poligamia.
  18. 18. 18 2. No Novo Testamento2. No Novo Testamento III. A MONOGAMIA COMOIII. A MONOGAMIA COMO MODELO BÍBLICOMODELO BÍBLICO . No tempo de Jesus, a família judaica surgia predomi- nantemente de casamentos monogâmicos. (Mateus 19.3; 22.23-28).
  19. 19. 19 3. Atualidade nacional3. Atualidade nacional III. A MONOGAMIA COMOIII. A MONOGAMIA COMO MODELO BÍBLICOMODELO BÍBLICO .Código Civil de 1916 apresentava o marido como o chefe da família; filhos ilegítimos não eram herdeiros. O divórcio veio a ser permitido apenas em 1977. Constituição Federal de 1988 suprimiu o modelo patriarcal. Recentes decisões do Supremo Tribunal Federal admitem o casamento entre pessoas do mesmo sexo e, inclusive, a adoção de crianças por casais homoafetivos.
  20. 20. 20 PENSE!PENSE!   Reconhecendo a leiReconhecendo a lei humana a existência dehumana a existência de arranjos matrimoniaisarranjos matrimoniais diferentes da monogamia,diferentes da monogamia, o que fazer? Aprovar a leio que fazer? Aprovar a lei dos homens ou ficar comdos homens ou ficar com a de Deus?a de Deus?
  21. 21. 21 PONTOPONTO IMPORTANTE!IMPORTANTE!   A união entre marido,A união entre marido, mulher e filhos foi omulher e filhos foi o projeto de famíliaprojeto de família escolhido pelo Senhorescolhido pelo Senhor para a humanidade.para a humanidade.
  22. 22. 22 C O N C L U S Ã OC O N C L U S Ã O . Famílias pós-modernas são formadas por filhos rebeldes que não obedecem a Deus nem respeitam seus pais e por cônjuges que buscam, cada vez mais, o divórcio. Não há mais lugar para Jesus e para a Bíblia na maior parte dessas famílias! Qual o fim disso tudo? O que fazer? Está escrito: “Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais [...] MAS eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24.15).

×