O uso sustentável das energias

931 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
931
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
430
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O uso sustentável das energias

  1. 1. O Uso sustentável das Energias 5º Ano SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR AMADEUS FACULDADE AMADEUS NUCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA E EXTENSÃO PROFESSORA: NADJA GRUPO: DANIELLE SOUZA DENISE GUIMARÃES FABIANE DANTAS MÔNICA MENDES VALÉRIA VASCONCELOS VIVIANE VASCONCELOS WECSLEY OLIVEIRA
  2. 2. Por que Projetos? • O trabalho com projetos em sala de aula amplia nossas possibilidades de construção de conhecimento de forma mais global, tendo como eixo a aprendizagem significativa. • Possibilita ainda, o diálogo com a realidade dos alunos ampliando seus conhecimentos, com as diversas áreas de conhecimento e fomenta a perspectiva de trabalho coletivo entre professores, alunos e comunidade escolar.
  3. 3. • Permite ainda uma avaliação processual do desenvolvimento escolar dos alunos envolvidos e da reflexão permanente sobre a prática pedagógica, pois esta estratégia não se apoia em normas e regras rígidas. O grupo constrói seu processo de aprendizagem a partir do momento em que sana dificuldades e buscando aprofundamentos.
  4. 4. Para que projetos? • Para responder a problemas colocados pelos alunos, pelo contexto educacional, social, econômico, cultural, etc. E ainda para detectar necessidades de aprendizagens, necessidade de aprofundamento e sistematização de conteúdos necessários para o desenvolvimento do projeto e da formação do indivíduo.
  5. 5. Apresentação do projeto • Ao logo do tempo a degradação dos recursos naturais em decorrência da evolução humana foi uma constante. Atualmente, o desenvolvimento social e científico é pautado, dentre outros aspectos, na sustentabilidade. No que diz respeito à geração de energia elétrica muitas são as alternativas, as chamadas energias limpas são as mais coerentes com o conceito de sustentabilidade, pois garantem a geração de energia sem maiores agressões ao meio ambiente.
  6. 6. Problema • A proposta desse projeto é promover o esclarecimento acerca da geração de energia limpa e a importância desse recurso para o desenvolvimento social, assim como a conscientização dos alunos para a preservação dos recursos naturais do planeta.
  7. 7. Objetivos ▫ OBJETIVO GERAL: • Promover a compreensão sobre a produção das energias elétrica limpa no Brasil. • • • • ▫ OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Despertar o interesse da leitura e pesquisa; Incentivar a leitura através de textos e imagens; Instigar no aluno a importância de buscar soluções, interpretar dados, observar e registrar descobertas. Promover ações na escola e na comunidade que contribuam para economizar energia e evitar usos inadequados e predatórios dos recursos naturais disponíveis
  8. 8. CONTEÚDOS POR DISCIPLINA: Português • Despertar o interesse da leitura; • Explorar os gêneros literários; • Produção através da leitura, interpretação de texto e imagem. Matemática • Leitura das contas/consumo • Interpretação de gráficos e interpretação História • História de Sergipe- Canindé/Piranhas
  9. 9. • Geografia • Transposição do Rio São Francisco • • Ciências • Tipos de Energia: aspectos positivos e negativos • Sustentabilidade • Artes • Energia eólica/catavento de papel • • Educação Física • Passeio Ciclístico/caminhada • • Educação Tecnológica • • • • • Google Maps Prezi Ferramentas onlines(redes sociais e ambientes) Blogs( registro do professor e alunos)
  10. 10. • CRONOGRAMA • 3 MESES(AGOSTO, SETEMBRO, OUTUBRO) • • RECURSOS • • • • • • Quadro/lousa Material de papelaria Sala de Informática Computador Internet Televisão
  11. 11. • METODOLOGIA • • • • • Apresentação do tema Contextualização e mediação do tema Identificação do problema Atividades com propostas de soluções Avaliação – feedback
  12. 12. • PRODUTO FINAL • Feira expositiva com todas as atividades desenvolvidas pelos alunos nas disciplinas envolvidas no projeto.
  13. 13. AVALIAÇÃO • É processual, já que cada etapa do trabalho vai sendo avaliada. As necessidades de aprimoramento em cada momento são visualizadas e consequentemente aprimoradas. • A autoavaliação deve ser priorizada, observando o envolvimento individual e coletivo. • O papel do professor é imprescindível para ajudar os discentes a superar as dificuldades .
  14. 14. • Segundo Dias e outras (2004), • "O que inaugura esta prática pedagógica como inovadora é o fato de aceitarmos o desafio da desinstalação, de desfazer certezas, conviver com o provisório, ressignificar determinadas opções, adotando o currículo como fio condutor do trabalho que será desenvolvido, de forma flexível, não linear, a partir de questões levantadas pelos alunos e/ou condições contextuais que emergirem das situações do cotidiano. (p.230)"
  15. 15. • Hernandez e Ventura (1998) consideram os projetos de trabalho como articulação de conhecimentos escolares e que a perspectiva do conhecimento é global e relacional. Esta ferramenta possibilita a criação de estratégias de organização do conhecimento considerando as informações buscadas e a amplitude de busca para a resolução do problema levantado.
  16. 16. Referências • http://www.webartigos.com/artigos/projetos-em-sala-de-aul •  NOGUEIRA, NilboRibeiro. Pedagogia dos projetos: etapas, papéis e atores.4 ed. São Paulo: Érica, 2008. • ______. Uma jornada interdisciplinar rumo ao desenvolvimento de múltiplas inteligências. São Paulo: Érica, 2001. • PRADO, Maria Elisabette B. B. Pedagogia de Projeto: Fundamentos e implicações. Disponível em: <www.eadconsultoria.com.br/matapoio/biblioteca/tex tos.../texto18.pdf>. Acesso em: 27 mar. 2012.
  17. 17. • DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. 3ª ed. Campinas – SP, Autores Associados, 1998. • FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. • HERNÁNDEZ, Fernando e VENTURA, Montserrat. A Organização do Currículo por Projetos de Trabalho, 5aed. Porto Alegre: Artmed, 1998. • HERNÁNDEZ, Fernando. Cultura Visual, Mudança educativa e Projeto de Trabalho. Porto Alegre: Artmed,2000. • HERNÁNDEZ, Fernando. Os Projetos de trabalho e a necessidade de transformar a escola. In: Presença • Pedagógica (20). Belo Horizonte, 1998.

×