Transporte hidroviário

1.653 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.653
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Transporte hidroviário

  1. 1. TRANSPORTEHIDROVIÁRIODaniele Cirilo da Silva - RA:4243837703 – 3ºKarina de Cássia S. Slonzon - RA:5626103951 – 3ºLarissa de Oliveira - RA: 4209799876 – 3ºMichelle S. Batista - RA: 5868176410 – 2ºRubens do Prado - RA: 3715640164 – 3º
  2. 2. O BRASIL APRESENTA UMIMENSO POTENCIAL PARAUTILIZAÇÃO DANAVEGAÇÃOFLUVIAL, COM 63 MIL KMDE RIOS E LAGOS/LAGOAS,DISTRIBUÍDOS EM TODO OTERRITÓRIO NACIONAL.DESTE TOTAL, MAIS DE 40MIL KM SÃOPOTENCIALMENTENAVEGÁVEIS. NO ENTANTO,A NAVEGAÇÃO COMERCIALOCORRE EM POUCO MAISDE 13 MIL KM, COMSIGNIFICATIVACONCENTRAÇÃO NAAMAZÔNIA, ONDE OS RIOSNÃO CARECEM DEMAIORES INVESTIMENTOSE AS POPULAÇÕES NÃODISPÕEM DE MUITASOPÇÕES DE MODAISTERRESTRES.
  3. 3. No que tange aos aspectos ambientais, o transportehidroviário possibilita a redução das emissões de gasespoluentes causadores do efeito estufa.
  4. 4. Com relação à participação do setor privado, observa-se que o referido setor não foicapaz de compensar as deficiências de investimento do Poder Público, salvo emsituações pontuais, de pequena escala ou em situações particulares, quando conseguealcançar elevados níveis de eficiência.Outro obstáculo para o desenvolvimento da navegação interior no Brasil é o recorrenteconflito para garantia do uso múltiplo dos recursos hídricos, em especial decorrentes daconstrução de empreendimentos hidrelétricos sem as obras de transposição dessesbarramentos.
  5. 5. No âmbito do PNLT, uma das diretrizes gerais do Ministério dos Transportesconsiste em fomentar o uso mais intensivo e adequado das hidrovias, com ointuito de elevar, em um horizonte entre 15 e 20 anos, a participação do modalaquaviário no Brasil dos atuais 13% para 29%. Para atingir este objetivo, o PNLTjá propõe a efetivação de 205 intervenções hidroviárias, cujo investimentonecessário resulta em um montante de R$ 15, 8 bilhões.
  6. 6. Considerando aabrangência da malhahidroviária brasileira e aevidente necessidade deintervenções nos diversoscorredores hidroviários énecessário estabelecerprioridades. Esta é umadas atividades específicasdo Plano HidroviárioEstratégico.
  7. 7. Ao longo deste período, está previsto um investimento da ordem de R$28,6bilhões para a construção da eclusas prioritárias, sendo que as eclusas demaior prioridade (Prioridade 1) resultam em um montante de R$ 11,6bilhões.Vale salientar que este montante refere-se apenas à construção daseclusas e não contempla os custos envolvidos na contratação de estudospreliminares, projeto básico, projeto executivo e licenças ambientais.
  8. 8. CONCLUSÃO:Transporte Hidroviário:O sistema hidroviário é o transporte de mercadorias em rios, é mais prático,barato e limpo.Só que devido alguns rios brasileiros não terem condições de se navegar,ouserem instáveis ou até mesmo por falta de empreendimento, esse transporte épouco utilizado no Brasil.- É um meio cerca de 20% mais barato que o transporte rodoviário, que é omais utilizado no Brasil.- Para carregamento e descarregamento, é preciso de eclusas, que são locaisfeitos para encher ou esvaziar, facilitando o manuseio da carga e descarga.- Como o custo é mais barato, caso tivéssemos uma rota fluvial adequada, osprodutos seriam mais baratos.- É um meio de transporte menos poluente que o rodoviário.- Há investimentos e obras para ampliação e construção de novos portos/eclusaspara abrirmos espaço para esse transporte que mesmo sendo o menos usadono país, é de grande utilidade.

×