SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Proteínas
Farmacêuticas
PrOcEsSoS bIoTeCnOlÓgIcOs
Escola Secundária de Santa Maria da Feira
Trabalho de Pesquisa de Biologia – 12ºB
Trabalho Realizado Por:
Daniela Sousa Marta Pires
Vanessa Costa Xavier Silva
A Biotecnologia nos Processos
Farmacêuticos
• Crescimento exponencial do uso da Biotecnologia na indústria farmacêutica ao
longo do século XXI;
• Amplamente utilizada para manipular diferentes produtos bioquímicos para ativa
ou passivamente atuar como terapia em diferentes tipos de condições;
• Utilização de animais transgénicos ou de plantas transgénicas;
Proteínas com interesse
farmacêutico
Produção de insulina através da E. coli
Hemofilia Úlceras Diabetes
PROTEÍNAS
VÍDEO QUE ALGUEM TEM DE
SACAR DEVIDO ÀS MINHA
REDUZIDAS CAPACIDADES
INFORMÁTICAS
http://www.youtube.com/watch?v=GxnwmPn
AW-8
Proteína Aplicação
Insulina Tratamento da diabetes
Produção de fatores de coagulação do
sangue
Tratamento da hemofilia e de outras
doenças relacionadas com a coagulação
do sangue
Antibióticos Matam as bactérias, os fungos e outros
microrganismos patogénicos
Produção da hormona de crescimento
humano
Tratamento de deficiências de crescimento
infantil.
Fatores de crescimento de colónicas
celulares
Tratamento do cancro como auxiliar de
quimioterapia.
Fator de crescimento da epiderme É possível o tratamento de úlceras e de
feridas da pele.
Anticorpos monoclonais Utilização em reações “in vitro” para
diagnóstico até à utilização “in vivo” no
tratamento de vários tipos de doenças
Proteínas farmacêuticas obtidas
através da Biotecnologia
Importância da Vacinação
Microrganismos na produção de
proteínas humanas
Vantagens e Desvantagens
Vantagens Desvantagens
A aplicação de peptídeos e proteínas como
fármacos, ainda constitui um desafio devido
aos obstáculos que dificultam o transporte e
liberação dessas substâncias no organismo.
As proteínas recombinantes, anticorpos
monoclonais e ácidos nucleicos
apresentam um alto potencial
terapêutico.
Risco de contaminação, dor, desconforto para
o paciente, necessidade de preparações
estéreis e dificuldade para a autoadministração
na administração por via parenteral . Além
disso, a administração sistêmica de proteínas
requer injeções repetidas, que podem
promover uma menor eficácia terapêutica
devido à obtenção de níveis sanguíneos
irregulares do fármaco e baixa adesão do
paciente à terapia.
A utilização das proteínas farmacêuticas
apresenta várias limitações devido à
dificuldade de administração por via oral.
Questões éticas
“Nós não fomos capazes de responder a todos os nossos problemas, na
verdade, não respondemos completamente a nenhum deles. As respostas que
obtivemos serviram apenas para levantar um novo conjunto de questões. De
alguma forma, nos sentimos tão confusos quanto antes, mas pensamos que
estamos confusos em nível muito mais elevado e sobre coisas mais importantes.”
Notas finais
Cartaz
Proteínas farmacêuticas biotecnologia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumos de Português: Memorial do convento
Resumos de Português: Memorial do conventoResumos de Português: Memorial do convento
Resumos de Português: Memorial do conventoRaffaella Ergün
 
Viver no estado novo(carolina vala)
Viver no estado novo(carolina vala)Viver no estado novo(carolina vala)
Viver no estado novo(carolina vala)Ana Cristina F
 
Contos do séculoXX | neo-realismo
Contos do séculoXX | neo-realismoContos do séculoXX | neo-realismo
Contos do séculoXX | neo-realismoDina Baptista
 
25 de abril - Revolução dos Cravos
25 de abril - Revolução dos Cravos25 de abril - Revolução dos Cravos
25 de abril - Revolução dos Cravosbecastanheiradepera
 
Consolidação do Japão
Consolidação do JapãoConsolidação do Japão
Consolidação do JapãoRenato Oliveira
 
Linguística textual - Intertextualidade
Linguística textual - IntertextualidadeLinguística textual - Intertextualidade
Linguística textual - IntertextualidadeCatarina Castro
 
Projecto de Leitura - O Triunfo dos Porcos
Projecto de Leitura - O Triunfo dos PorcosProjecto de Leitura - O Triunfo dos Porcos
Projecto de Leitura - O Triunfo dos PorcosDina Baptista
 
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimocaracterísticas temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimoDina Baptista
 
Mundo comunista
Mundo comunistaMundo comunista
Mundo comunistahome
 
Memorial do convento xiv
Memorial do convento xivMemorial do convento xiv
Memorial do convento xiv12anogolega
 
Historia a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoHistoria a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoEscoladocs
 
O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780ameliapadrao
 
Livro de Testes_sentidos.pdf
Livro de Testes_sentidos.pdfLivro de Testes_sentidos.pdf
Livro de Testes_sentidos.pdfRui Cravo
 
Propostas de resolução teste 12º
Propostas de resolução teste 12ºPropostas de resolução teste 12º
Propostas de resolução teste 12ºEscoladocs
 

Mais procurados (20)

Resumos de Português: Memorial do convento
Resumos de Português: Memorial do conventoResumos de Português: Memorial do convento
Resumos de Português: Memorial do convento
 
Cp ng3 dr3.
Cp ng3 dr3.Cp ng3 dr3.
Cp ng3 dr3.
 
Prisões Políticas Do Estado Novo
Prisões Políticas Do Estado NovoPrisões Políticas Do Estado Novo
Prisões Políticas Do Estado Novo
 
Viver no estado novo(carolina vala)
Viver no estado novo(carolina vala)Viver no estado novo(carolina vala)
Viver no estado novo(carolina vala)
 
Contos do séculoXX | neo-realismo
Contos do séculoXX | neo-realismoContos do séculoXX | neo-realismo
Contos do séculoXX | neo-realismo
 
25 de abril - Revolução dos Cravos
25 de abril - Revolução dos Cravos25 de abril - Revolução dos Cravos
25 de abril - Revolução dos Cravos
 
Nelson mandela
Nelson mandelaNelson mandela
Nelson mandela
 
Consolidação do Japão
Consolidação do JapãoConsolidação do Japão
Consolidação do Japão
 
Linguística textual - Intertextualidade
Linguística textual - IntertextualidadeLinguística textual - Intertextualidade
Linguística textual - Intertextualidade
 
Crise 1929
Crise 1929Crise 1929
Crise 1929
 
Projecto de Leitura - O Triunfo dos Porcos
Projecto de Leitura - O Triunfo dos PorcosProjecto de Leitura - O Triunfo dos Porcos
Projecto de Leitura - O Triunfo dos Porcos
 
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimocaracterísticas temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
 
Mundo comunista
Mundo comunistaMundo comunista
Mundo comunista
 
Memorial do convento xiv
Memorial do convento xivMemorial do convento xiv
Memorial do convento xiv
 
Historia a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoHistoria a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumo
 
O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780
 
áSia pacifico
áSia   pacificoáSia   pacifico
áSia pacifico
 
Livro de Testes_sentidos.pdf
Livro de Testes_sentidos.pdfLivro de Testes_sentidos.pdf
Livro de Testes_sentidos.pdf
 
Miguel torga
Miguel torgaMiguel torga
Miguel torga
 
Propostas de resolução teste 12º
Propostas de resolução teste 12ºPropostas de resolução teste 12º
Propostas de resolução teste 12º
 

Destaque

Seminário peptídeos bioativos
Seminário peptídeos bioativosSeminário peptídeos bioativos
Seminário peptídeos bioativosCamilo Teixeira
 
Organismos geneticamente modificados
Organismos geneticamente modificadosOrganismos geneticamente modificados
Organismos geneticamente modificadosDaniela Filipa Sousa
 
O menino da sua mãe - Fernando Pessoa Ortonimo
O menino da  sua mãe - Fernando Pessoa OrtonimoO menino da  sua mãe - Fernando Pessoa Ortonimo
O menino da sua mãe - Fernando Pessoa OrtonimoDaniela Filipa Sousa
 
Relatório da visita ao Geoparque de Arouca
Relatório da visita ao Geoparque de AroucaRelatório da visita ao Geoparque de Arouca
Relatório da visita ao Geoparque de AroucaDaniela Filipa Sousa
 
biologia 12º - Metodos contracetivos
biologia 12º - Metodos contracetivosbiologia 12º - Metodos contracetivos
biologia 12º - Metodos contracetivosDaniela Filipa Sousa
 
Biologia 12 Biotecnologia Diagnostico De Doencas Fallingstar
Biologia 12 Biotecnologia Diagnostico De Doencas FallingstarBiologia 12 Biotecnologia Diagnostico De Doencas Fallingstar
Biologia 12 Biotecnologia Diagnostico De Doencas FallingstarDiogo
 
Sandro Botticelli - O nascimento de vénus
Sandro Botticelli - O nascimento de vénusSandro Botticelli - O nascimento de vénus
Sandro Botticelli - O nascimento de vénusDaniela Filipa Sousa
 
David Hume - Trab Grupo VI
David Hume - Trab Grupo VIDavid Hume - Trab Grupo VI
David Hume - Trab Grupo VImluisavalente
 
O empirismo de David Hume PTT
O empirismo de David Hume PTTO empirismo de David Hume PTT
O empirismo de David Hume PTTJoaquim Melro
 
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítuloOs Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítuloDaniela Filipa Sousa
 

Destaque (17)

Seminário peptídeos bioativos
Seminário peptídeos bioativosSeminário peptídeos bioativos
Seminário peptídeos bioativos
 
Organismos geneticamente modificados
Organismos geneticamente modificadosOrganismos geneticamente modificados
Organismos geneticamente modificados
 
poema bucólica
poema bucólicapoema bucólica
poema bucólica
 
O menino da sua mãe - Fernando Pessoa Ortonimo
O menino da  sua mãe - Fernando Pessoa OrtonimoO menino da  sua mãe - Fernando Pessoa Ortonimo
O menino da sua mãe - Fernando Pessoa Ortonimo
 
Relatório da visita ao Geoparque de Arouca
Relatório da visita ao Geoparque de AroucaRelatório da visita ao Geoparque de Arouca
Relatório da visita ao Geoparque de Arouca
 
biologia 12º - Metodos contracetivos
biologia 12º - Metodos contracetivosbiologia 12º - Metodos contracetivos
biologia 12º - Metodos contracetivos
 
Biologia 12 Biotecnologia Diagnostico De Doencas Fallingstar
Biologia 12 Biotecnologia Diagnostico De Doencas FallingstarBiologia 12 Biotecnologia Diagnostico De Doencas Fallingstar
Biologia 12 Biotecnologia Diagnostico De Doencas Fallingstar
 
Sandro Botticelli - O nascimento de vénus
Sandro Botticelli - O nascimento de vénusSandro Botticelli - O nascimento de vénus
Sandro Botticelli - O nascimento de vénus
 
Empirismo de Hume
Empirismo de HumeEmpirismo de Hume
Empirismo de Hume
 
David Hume - Trab Grupo VI
David Hume - Trab Grupo VIDavid Hume - Trab Grupo VI
David Hume - Trab Grupo VI
 
Racionalismo - Descartes
Racionalismo - Descartes  Racionalismo - Descartes
Racionalismo - Descartes
 
O empirismo de David Hume PTT
O empirismo de David Hume PTTO empirismo de David Hume PTT
O empirismo de David Hume PTT
 
O racionalismo de Descartes
O racionalismo de DescartesO racionalismo de Descartes
O racionalismo de Descartes
 
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítuloOs Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
 
O empirismo de david hume
O empirismo de david humeO empirismo de david hume
O empirismo de david hume
 
The Eighties
The Eighties The Eighties
The Eighties
 
80s decade
80s decade80s decade
80s decade
 

Semelhante a Proteínas farmacêuticas biotecnologia

Universidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – ueceUniversidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – uecedayrla
 
Universidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – ueceUniversidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – uecedayrla
 
Guia de antimicrobianos_do_hc-ufg
Guia de antimicrobianos_do_hc-ufgGuia de antimicrobianos_do_hc-ufg
Guia de antimicrobianos_do_hc-ufgJardene Diiogenes
 
Farmacoterapia pediátrica - 2010
Farmacoterapia pediátrica - 2010Farmacoterapia pediátrica - 2010
Farmacoterapia pediátrica - 2010Sandra Brassica
 
Como Assegurar a Farmacovigilância (Dr. Marco Stephano)
Como Assegurar a Farmacovigilância (Dr. Marco Stephano)Como Assegurar a Farmacovigilância (Dr. Marco Stephano)
Como Assegurar a Farmacovigilância (Dr. Marco Stephano)biossimilar
 
Trabalho de Biotecnologia
Trabalho de BiotecnologiaTrabalho de Biotecnologia
Trabalho de BiotecnologiaMarcos Politelo
 
Engenharia genética
Engenharia genética Engenharia genética
Engenharia genética Rayanne Leão
 
Engenharia Genética
Engenharia Genética Engenharia Genética
Engenharia Genética Tiago Faisca
 
Projetos i nova droga (1)
Projetos i nova droga (1)Projetos i nova droga (1)
Projetos i nova droga (1)Cíntia Máximo
 
Trabalho probiótico em pediatria
Trabalho probiótico em pediatriaTrabalho probiótico em pediatria
Trabalho probiótico em pediatrialactivos
 
Nutrição Parenteral
Nutrição ParenteralNutrição Parenteral
Nutrição ParenteralSafia Naser
 
O futuro da biotecnologia na indústria farmacêutica - Merck Serono
O futuro da biotecnologia na indústria farmacêutica - Merck SeronoO futuro da biotecnologia na indústria farmacêutica - Merck Serono
O futuro da biotecnologia na indústria farmacêutica - Merck SeronoEmpreender Saúde
 
IntroduçãO Hsa
IntroduçãO HsaIntroduçãO Hsa
IntroduçãO Hsallillianna
 

Semelhante a Proteínas farmacêuticas biotecnologia (20)

Livro oncologia alta
Livro oncologia altaLivro oncologia alta
Livro oncologia alta
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Universidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – ueceUniversidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – uece
 
Universidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – ueceUniversidade estadual do ceará – uece
Universidade estadual do ceará – uece
 
Guia de antimicrobianos_do_hc-ufg
Guia de antimicrobianos_do_hc-ufgGuia de antimicrobianos_do_hc-ufg
Guia de antimicrobianos_do_hc-ufg
 
Farmacoterapia pediátrica - 2010
Farmacoterapia pediátrica - 2010Farmacoterapia pediátrica - 2010
Farmacoterapia pediátrica - 2010
 
Cartilha Biossimilares
Cartilha BiossimilaresCartilha Biossimilares
Cartilha Biossimilares
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Como Assegurar a Farmacovigilância (Dr. Marco Stephano)
Como Assegurar a Farmacovigilância (Dr. Marco Stephano)Como Assegurar a Farmacovigilância (Dr. Marco Stephano)
Como Assegurar a Farmacovigilância (Dr. Marco Stephano)
 
Trabalho de Biotecnologia
Trabalho de BiotecnologiaTrabalho de Biotecnologia
Trabalho de Biotecnologia
 
P.t 39
P.t 39P.t 39
P.t 39
 
Fitoterapia no mundo atual
Fitoterapia no mundo atualFitoterapia no mundo atual
Fitoterapia no mundo atual
 
1. avaliação estado nutricional
1. avaliação estado nutricional1. avaliação estado nutricional
1. avaliação estado nutricional
 
Engenharia genética
Engenharia genética Engenharia genética
Engenharia genética
 
Engenharia Genética
Engenharia Genética Engenharia Genética
Engenharia Genética
 
Projetos i nova droga (1)
Projetos i nova droga (1)Projetos i nova droga (1)
Projetos i nova droga (1)
 
Trabalho probiótico em pediatria
Trabalho probiótico em pediatriaTrabalho probiótico em pediatria
Trabalho probiótico em pediatria
 
Nutrição Parenteral
Nutrição ParenteralNutrição Parenteral
Nutrição Parenteral
 
O futuro da biotecnologia na indústria farmacêutica - Merck Serono
O futuro da biotecnologia na indústria farmacêutica - Merck SeronoO futuro da biotecnologia na indústria farmacêutica - Merck Serono
O futuro da biotecnologia na indústria farmacêutica - Merck Serono
 
IntroduçãO Hsa
IntroduçãO HsaIntroduçãO Hsa
IntroduçãO Hsa
 

Último

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 

Último (20)

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 

Proteínas farmacêuticas biotecnologia

  • 1. Proteínas Farmacêuticas PrOcEsSoS bIoTeCnOlÓgIcOs Escola Secundária de Santa Maria da Feira Trabalho de Pesquisa de Biologia – 12ºB Trabalho Realizado Por: Daniela Sousa Marta Pires Vanessa Costa Xavier Silva
  • 2. A Biotecnologia nos Processos Farmacêuticos • Crescimento exponencial do uso da Biotecnologia na indústria farmacêutica ao longo do século XXI; • Amplamente utilizada para manipular diferentes produtos bioquímicos para ativa ou passivamente atuar como terapia em diferentes tipos de condições; • Utilização de animais transgénicos ou de plantas transgénicas;
  • 3. Proteínas com interesse farmacêutico Produção de insulina através da E. coli
  • 5. VÍDEO QUE ALGUEM TEM DE SACAR DEVIDO ÀS MINHA REDUZIDAS CAPACIDADES INFORMÁTICAS http://www.youtube.com/watch?v=GxnwmPn AW-8
  • 6. Proteína Aplicação Insulina Tratamento da diabetes Produção de fatores de coagulação do sangue Tratamento da hemofilia e de outras doenças relacionadas com a coagulação do sangue Antibióticos Matam as bactérias, os fungos e outros microrganismos patogénicos Produção da hormona de crescimento humano Tratamento de deficiências de crescimento infantil. Fatores de crescimento de colónicas celulares Tratamento do cancro como auxiliar de quimioterapia. Fator de crescimento da epiderme É possível o tratamento de úlceras e de feridas da pele. Anticorpos monoclonais Utilização em reações “in vitro” para diagnóstico até à utilização “in vivo” no tratamento de vários tipos de doenças Proteínas farmacêuticas obtidas através da Biotecnologia
  • 8. Microrganismos na produção de proteínas humanas
  • 9. Vantagens e Desvantagens Vantagens Desvantagens A aplicação de peptídeos e proteínas como fármacos, ainda constitui um desafio devido aos obstáculos que dificultam o transporte e liberação dessas substâncias no organismo. As proteínas recombinantes, anticorpos monoclonais e ácidos nucleicos apresentam um alto potencial terapêutico. Risco de contaminação, dor, desconforto para o paciente, necessidade de preparações estéreis e dificuldade para a autoadministração na administração por via parenteral . Além disso, a administração sistêmica de proteínas requer injeções repetidas, que podem promover uma menor eficácia terapêutica devido à obtenção de níveis sanguíneos irregulares do fármaco e baixa adesão do paciente à terapia. A utilização das proteínas farmacêuticas apresenta várias limitações devido à dificuldade de administração por via oral.
  • 10. Questões éticas “Nós não fomos capazes de responder a todos os nossos problemas, na verdade, não respondemos completamente a nenhum deles. As respostas que obtivemos serviram apenas para levantar um novo conjunto de questões. De alguma forma, nos sentimos tão confusos quanto antes, mas pensamos que estamos confusos em nível muito mais elevado e sobre coisas mais importantes.”