SeminárioSaúde e VidaNós do grupo 1 iremos apresentar umseminário sobre os 4 primeiros capítulosdo livro Saúde e Vida, a a...
Capítulo 1                   Um pouco da minha históriaNo capítulo 1 José relata um pouco sobre a sua vida que tinha 12 an...
Capítulo 2                         A vida no hospitalNo dia seguinte ao acontecimento, José se despediu dos irmãos e de su...
e até esqueciam que estavam doentes.   José precisou ficar mais tempo no hospital do que o esperado ficou 3 meses eacabou ...
Capitulo 3          Unidos em torno de um bem maiorPassados dois anos, José já estava completamente curado. Apesar de ter ...
Capitulo 4               Os cuidados com a saúde e o papel                    da medicina preventivaMedicina preventiva é ...
Conclusão Podemos sim concluir que José era um menino exemplar que pensava nos outros ese preocupava com os problemas da s...
e o encaminharam para um hospital mais próximo chegando lá não tinha nenhummédico pois estavam de greve protestando por me...
Saúde e vida G1
Saúde e vida G1
Saúde e vida G1
Saúde e vida G1
Saúde e vida G1
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Saúde e vida G1

305 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
305
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Saúde e vida G1

  1. 1. SeminárioSaúde e VidaNós do grupo 1 iremos apresentar umseminário sobre os 4 primeiros capítulosdo livro Saúde e Vida, a apresentação dosmesmos serão dividida em 4 partes, cadaparte um capítulo .Capítulo 1  Um pouco da minha históriaCapítulo 2  A vida no hospitalCapítulo 3  Unidos em torno de um bem maiorCapítulo 4  Os cuidados com a saúde e o papel da medicinapreventiva
  2. 2. Capítulo 1 Um pouco da minha históriaNo capítulo 1 José relata um pouco sobre a sua vida que tinha 12 anos, morava comos pais, os irmãos com a avó e seu cachorro. Ele vivia em uma casa simples próximoao centro da cidade e cursava o 6° ano do Ensino Fundamental. José tinha uma vida normal como qualquer pessoa, mais ao longo docapítulo ele começa a falar sobre o seu drama. Com 9 anos ele começou a se sentirmal diariamente ficava desanimado até para brincar sentia dores nas juntas e doresde cabeça começou e emagrecer e todas as tardes ficava com febre. Passado duassemanas de muitas tentativas José não conseguiu ser atendido no posto de saúde deseu bairro, um problema comum para nós brasileiros que dependemos da saúdepública que sofremos com isso todas as vezes que necessitamos de atendimento ,então ele teve que ir para hospital perto de sua casa e foi atendido pelo Dr. Alex , odoutor ficou muito preocupado com a sua saúde e resolveu chamar seus pais parauma conversa logo depois os pais de José revelaram que ele estava com câncer , eque ele precisaria ficar internado pois os remédios para o tratamento eram muitofortes e ele poderia ficar sensível á outras doenças. De imediato ele ficoudesesperado e se perguntava como seria a vida no hospital? Com quem ele ficaria,como iria ir para escola? Mais o abraço de seus pais lhe deu confiança paraenfrentar a situação.
  3. 3. Capítulo 2 A vida no hospitalNo dia seguinte ao acontecimento, José se despediu dos irmãos e de sua avó comum abraço apertado e seguiu para o hospital no caminho ele ficou imaginando quaisas pessoas cuidariam dele, como ficaria suas faltas na escola, se sentiria muita dordevido a sua doença. Chegando no hospital ele foi recebido pelo Dr. Alex e pelapsicóloga DRA. Vera que começou a falar sobre o tratamento. Na conversa o doutor e a psicóloga explicam para José que ele estava em umHospital infanto-juvenil para tratamento de câncer, neste meio tempo ele descobreque tinha outras crianças como ele no hospital ou até piores , José logo se enturmacom os colegas do hospital, e se sente tranqüilo e otimista que vai se curar. Mais nem tudo foi gostoso e tranqüilo durante o tratamento José tevemomentos dificeis , os remédios do tratamento eram muito fortes e causava doresele olhava as outras crianças sofrendo e outras não sobreviviam ao tratamento oque lhe deixava desanimado, ele também observou que no hospital faltavaremédios e médicos e as enfermeiras viviam reclamando das condições detrabalhos. Mas apesar de todos os problemas, no hospital também tinha coisas boas todasás quartas-feiras um grupo de adolescentes de um colégio próximo passava astardes no hospital, conversavam e faziam brincadeiras e jogos , nas sextas-feiras
  4. 4. e até esqueciam que estavam doentes. José precisou ficar mais tempo no hospital do que o esperado ficou 3 meses eacabou perdendo o ano na escola mais saiu do hospital com uma importantedecisão queria ser médico. De volta á sua casa reencontrou os irmãos, a avó brincou com seucachorro, mas ao mesmo tempo que estava feliz ele pensava nos seus colegas queficaram no hospital ainda doentes e isso reforçava cada vez mais a sua vontade deser médico e ajudar a população mais carente. Para finalizar o capitulo devemos lembrar que o câncer quando tratado logo noinicio tem 70% de chances de cura e foi o que aconteceu com José , foi diagnosticadoe de imediato foi tratado.
  5. 5. Capitulo 3 Unidos em torno de um bem maiorPassados dois anos, José já estava completamente curado. Apesar de ter perdidotodo o ano escolar em quanto estava internado, ele não teve problemas em fazernovos amigos além disso ele carregou com si e a experiência de ter ficado doente ese interessou por assuntos relacionados á saúde. José estudava em uma escola onde os professores se interessavam muito porassuntos ligados ao dia a dia, então ele teve uma idéia para que todos os seuscolegas fizessem uma pesquisa sobre saúde pública, logo depois toda a escola jáestava ligada no assunto desenvolvendo atividades e pesquisas entrevistas commédicos e até vi sitas a hospitais. Assim o projeto cresceu e eles resolveramapresentar o trabalho em uma feira cultural e chamaram o projeto de Saúde e Vida. Com o projeto crescendo cada vez mais as pesquisas foram escolhidas porvotação e vários assuntos sobre saúde foram discutidos como : Cuidados com ásaúde e medicina preventiva ; Prevenção de acidentes da história: Os avançostecnológicos e o futuro da Medicina cada professor ficou responsável por um tema etodos os alunos debatiam o tema e apresentavam na Semana da Saúde. Todas as atividades que surgiram dessa proposta trouxeram vida nova a escola,que aos poucos foi se unindo em torno de um bem maior.
  6. 6. Capitulo 4 Os cuidados com a saúde e o papel da medicina preventivaMedicina preventiva é a especialidade médica que se dedica à prevençãoda doença ao invés de seu tratamento. Á frase “ É melhor prevenir do que remediar“ resume bem a Medicina Preventiva. O Capitulo 4 fala muito sobre medicina preventiva então iremosmostrar um pequeno vídeo sobre este assunto somente um resumo básico.
  7. 7. Conclusão Podemos sim concluir que José era um menino exemplar que pensava nos outros ese preocupava com os problemas da sociedade principalmente em relação á saúde,Nós de grupo conseguimos achar uma lição de moral no meio disso tudo, enquantoJosé ficou internado ele percebeu como é precário a saúde pública onde ele vivia, sóque diferentes de muito mais da metade de nós brasileiros que usamos a saúdepública, José resolveu agir diante de um problema que aconteceu com ele mesmo,não ficou parado como muitos de nós que procuramos atendimentos somos mautratados por pessoas arrogantes e não fazemos nada, existem pessoas que acha queusar a mídia em forma de protesto da algum resultado, se fosse assim não teríamospessoas com AIDS no mundo porque na mídia passa propagandas use camisinha,não teríamos acidentes nas estradas por motoristas embriagado porque naspropagandas das cervejas eles aconselham “Se beber não dirija”. Nós não podemos mudar o MUNDO, mas podemos mudar o "nosso mundo”,mudar a nossa realidade tentar fazer o melhor, lutar pelos nossos direitos pelanossa verdade a saúde é direito de todos e ninguém pode nos negar isso. Podemos imaginar se existe um menino igual á José? De propor á todos oscolegas uma mudança. Na nossa opinião o livro retrata sim o drama poratendimento, mais não como deveria ser retratado , se fossemos reescrever ahistória de José baseada do nosso dia a dia seria mais ou menos assim.José descobriu que tinha câncer tentou atendimento no posto de saúde de seu
  8. 8. e o encaminharam para um hospital mais próximo chegando lá não tinha nenhummédico pois estavam de greve protestando por melhores salários , então ele e oseus pais tiveram de ir á outro hospital do outro lado da cidade chegando lá já eranoite e não tinha médico de plantão José teve que volta para casa e espera até o diaseguinte sofrendo muitas dores nas juntas e febre...

×