Revista Estilo Damha: Edição 1

1.185 visualizações

Publicada em

Revista Estilo Damha: Ano 1 - Edição 1 Sembro/Outubro 2012.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.185
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Estilo Damha: Edição 1

  1. 1. 2 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  2. 2. Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 3
  3. 3. Índice 44 Parque EcoTecnológico recebe certificação AQUA Expediente A revista Estilo Damha é uma publicação 6Damha chega a São Luís do Maranhão 8 trimestral da Damha Urbanizadora e distribuída a todos os clientes e moradores dos empreendimentos da Damha Urbanizadora. Entrevista com o morador e empresário José Carlos Semenzato 12 José Paranhos Diretor Superintendente Akira Wakai Residencial Damha Golf traz novo conceito de morar Diretor Técnico Nélio Galvão Diretor Comercial 17O diálogo sustentável 20 14 José Paschoal Presidente do Instituto INOVA Luiz Lissner Privacidade com requinte 24 Diretor Administrativo-Financeiro Juliana Liberati Diretora Jurídica Entrevista com Zeca Baleiro 27 Fernanda Toledo Diretora de Comunicação e Relacionamento com o Cliente Moda: Quando a primavera chegar Pauta; Daniele Globo Museu da TAM Revisão: RiMa Editora Foto da capa: Assessoria de Imprensa Fotos: Damha Urbanizadora, 37Crônica: Mito em Bronze 38 Iberê Iuri, Renato Tuzi e WFK Banquete Real Editora 10 Comunicação Rua São Sebastião, 2304 - 3ºªº andar - Centro 42 São Carlos / SP - Fone (16) 3413 4637 Para anunciar e ter sua marca na revista: sergio@agencia10.com | (16) 3413 4638 Mini com mania de grandeza SELO FSC4 | Estilo Damha 47 Aconteceu nos residenciais Damha pelo Brasil Setembro | Outubro de 2012
  4. 4. EDITORIAL N ós, aqui na Damha Urbanizadora, Proporcionar aos clientes Damha essas con- usamos frequentemente o termo dições de moradia é o que gostamos de fazer. “qualidade de vida” na interlocução É a nossa essência, como dissemos. com os nossos parceiros de negó- cios, clientes e amigos, e nas peças de venda Por essa razão evoluímos constantemente, dos nossos produtos. crescemos e expandimos os nossos negócios, e procuramos conquistar os nossos clientes Obviamente, sabemos que qualidade de com a competência da nossa equipe, com a vida inclui outros importantes itens, como saú- simplicidade dos nossos processos e com o de, trabalho, questões emocionais e espirituais, senso de responsabilidade que nos acompanha amizades e até a capacidade de compra das desde sempre. pessoas. A própria Organização Mundial da Saúde desenvolveu um questionário para aferir No sentido da constante evolução, a co- a qualidade de vida, que abrange aspectos municação do que estamos fazendo, com físicos, psicológicos, nível de independência, notícias e novidades dos nossos empreen- relações sociais, meio ambiente e outros. dimentos nas principais mídias digitais e nas redes sociais, tem papel fundamental no Mas esse termo, por mais amplo que seja, suporte desse crescimento sustentado. A tem grande relação com o que fazemos na nossa revista não escapa a essa regra. A Viver Damha, pois a essência dos nossos negócios é Damha passa a se chamar Estilo Damha. Um a criação de endereços qualificados para quem magazine de melhor qualidade editorial, com deseja concretizar o sonho de morar bem, formato e designer à altura de quem mora em condição fundamental, no nosso entendimen- um empreendimento Damha. to, à conquista de muitas questões relativas à qualidade de vida. Nesta primeira Estilo Damha o leitor conhece- rá um pouco da biografia do cantor, compositor Morar bem significa sentir-se seguro, sentir- e escritor Zeca Baleiro. Aprenderá as deliciosas se integrado com uma paisagem urbana de alta receitas preparadas para a rainha da Suécia. qualidade, sentir-se pertencente àquele local. Contemplará as lindas decorações das salas Morar bem é ter opções de lazer ao alcance, é de banho, uma coleção de carros Mini, o museu saber que as regras necessárias à manutenção da da TAM. Conhecerá o empresário José Carlos qualidade urbanística e arquitetônica local serão Semenzato, criador de franquias de sucesso, e respeitadas, é ter o seu imóvel valorizado. Morar passeará pela esplendorosa São Luís do Mara- bem é ser respeitado, é se relacionar com os seus nhão, que ganhará, nos próximos dias, mais um vizinhos, é desfrutar de espaços amplos verdes. empreendimento Damha. Morar bem é ter tudo isso a um preço justo e a um custo de manutenção baixo. Boa leitura, e até breve! José Paranhos Diretor Superintendente Damha UrbanizadoraSetembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 5
  5. 5. LANÇAMENTO Daniel 9D São Luís 400 anos de muitas histórias a ilha de São Luís, capital do Ma- culinária exótica e saborosa; apreciar e se ranhão, é um poema de amor – encantar com a rica e diversificada cultura uma terra cantada, declamada e popular, pronto. Sinta-se um ludovicense, versada em registros musicais e gente boa, acolhedora e amiga. Um povo escritos, inspirações dos seus inúmeros que tem um jeito peculiar de agradar e artistas e poetas. agradecer a alegria de compartilhar e viver Basta uma caminhada pelas suas ruas, ali. Um misto de indígenas, africanos, fran- becos e ladeiras adornadas de pedras de ceses, portugueses, holandeses e todas as cantaria; contemplar o seu belo conjunto raças que lutaram por um pedaço desse de casarios coloniais; experimentar sua chão abençoado. Olhe o horizonte, quanta beleza, praias maravilhosas de águas tépidas, convidativas para um bom mergulho em qualquer época do ano. Sinta água na boca só de pensar em comer um arroz de cuxá com peixe frito, tocar matraca no Bumba Meu Boi ou dançar uma “pedrada” bem agarradinho num clube de reggae.6 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  6. 6. São Luís é assim, magnética, com muita luz, cores, ritmos e sa- bores. Uma mistura difícil de resistir e impossível de esquecer. São 400 anos repletos de histórias, lendas e acontecimentos que nos brindam com o início de uma nova era; de progresso, de- senvolvimento, mas sempre preservando suas memórias, seus costumes, crenças e tradições. Parabéns, Ilha do Amor. E agora todo esse colorido está ganhando também o melhor conceito de urbanismo do Brasil: a Damha chegou a São Luís. DECLARAÇÃO DE AMOR Nascido no estado do Piauí, mas criado no Maranhão, o cantor e compositor César Nascimento lançou o seu primeiro DVD, Ilha Magnética, que foi gravado em cenários deslumbrantes de São Luís (MA), Len- çóis Maranhenses, Alcântara e no sul do estado. Com apoio da Damha Urbanizadora, este trabalho reúne sucessos já consagrados entre o público mara- nhense, englobando participações do Bumba Meu Boi de Santa Fé, do Tambor de Crioula do Mestre Felipe e cussivo e tribal. Sua sonoridade singular é resultado da DJ Nega Glícia. A primeira proposta deste projeto de um predomínio maranhense e um estilo peculiar era apenas produzir um clipe da canção Ilha Magné- de dedilhar o violão. A fonte poética de suas letras tica, mas acabou virando um documentário que es- embala o Reggae de Salão, o Bumba Meu Boi e o tampa belíssimas imagens, arte, arquitetura e, lógico, Tambor de Crioula. Participando de diversos festivais muita música. O DVD também inclui depoimentos de e com oito discos gravados ao longo de sua carreira, Ferreira Gullar e Alcione. este multiartista possui um estúdio caseiro, onde exer- Cresceu com a mãe cantando músicas da época de cita novos arranjos e acompanha modernas técnicas ouro do rádio, com os discos de rock, samba dos de gravação. Mergulhou profundamente na cultura irmãos e com os ritmos caribenhos ouvidos pela tia, maranhense, estudando o folclore, a polirritmia e a assim Nascimento foi influenciado por tudo que é per- manifestação afro-brasileira.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 7
  7. 7. ENTREVISTA Renato Tuzzi O DOUTOR RENTABILIDADE É bela a biografia do empresário José Carlos Semenzato, morador do Resi- dencial Damha I de São José do Rio Preto. Nasceu no pequeno municípiode Cafelândia, filho de um mestre de obras euma doméstica. Quando a sua família mudoupara a vizinha cidade de Lins, iniciou a carreirade sucesso vendendo as deliciosas coxinhaspreparadas pela mãe. Seu primeiro registro emcarteira foi em uma loja de fotocópia, aos 17anos já era operador de computador de umaconstrutora, e foi promovido logo em seguidapara as funções de programador e analista desistemas. Para reforçar o orçamento começoua ministrar aulas no curso de técnico em Pro-cessamento de Dados no Instituto Americanode Lins, cujo trabalho serviu de inspiração paraa fundação da Microlins, em 1991. “Somente 10 anos depois descobri o grande vendedor que existia em mim” Quando Semenzato iniciou a gestão da Mi-crolins, o patrimônio da empresa se resumia aquatro computadores e a receita contábil giravacom a mensalidade de cerca de 15 alunos. Noperíodo de um ano, ele expandiu a marca para17 unidades próprias, abrindo posteriormentepara o segmento de franchising. Em 1998, a Mi-crolins já registrava 29 mil alunos distribuídos em150 franquias e um variado cardápio de opções,com 26 cursos de capacitação. Com o passardos anos, a empresa tornou-se referência na-cional na área de Educação Profissionalizante,com o apresentador Luciano Huck demonstran-do a qualidade deste ensino, em seu progra-ma de auditório na Rede Globo (Caldeirão doHuck). Em 2009, a rede de franquias alcançouum faturamento de aproximadamente R$ 300milhões, gerando cerca de 10 mil empregos Semenzato: concentração e foco, decisõesdiretos e indiretos. que geram excelentes negócios8 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  8. 8. Com o sistema administrativo consolidado em mercado, suas franquias são recomendadas comtorno de 750 unidades e espalhado por 22 estados menção de destaque aos investidores pela Asso-brasileiros, Semenzato decidiu vender a Microlins ciação Brasileira de Franchising (ABF). No confortoao Grupo Multi, em junho de 2010. Atualmente, de seu lar, ao lado da esposa Samara e da filhaSemenzato preside a SMZTO Participações, uma Beatriz (o filho Bruno está estudando fora), Semen-holding de empresas multissetorais responsá- zato conta à Revista Estilo Damha um pouco devel pelas marcas: Instituto Embelleze, Casa do sua trajetória vitoriosa.Sorvete Jundiá, Donna´s Cozinha Criativa, Mixirica,L´Entrecôte de Paris, Odonto Company, Praque­marido, Multicanalidade, Protezione e ACE. Coma sua larga experiência e excepcional visão de “Um País não se faz apenas com doutores e mestres, mas também com técnicos” “Moro no Damha há 10 anos e me sinto muito seguro”Estilo Damha - Como o senhor enxerga a educação ED - Qual o seu conselho para o jovem estudanteprofissionalizante no país e qual o papel das escolas se inserir no mercado de trabalho?particulares e de franchising neste processo? R: Com o aquecimento de nossa economia, nãoR: Um país não se faz apenas com doutores e faltarão oportunidades de estágio nas empresas.mestres, mas também com técnicos. Penso que, Penso ser fundamental que um jovem recém-no Brasil, os cursos profissionalizantes de nível téc- formado busque aprendizado prático em umanico ficaram esquecidos e, hoje, estamos pagando empresa, preferencialmente em uma que estejao preço da falta de investimentos neste setor. Eu alinhada com os seus princípios. Para aqueles queintroduzi no Brasil os cursos profissionalizantes livres, ainda estão à procura de uma profissão, temos pelacom muito sucesso, que, com certeza, contribuíram frente algumas áreas em que jamais faltarão opor-muito para o momento atual, pois a grande maioria tunidades. Dentre elas podemos citar tecnologia,foi contratada pelo mercado. Por outro lado, existe turismo, administração de empresas, comunicação,hoje uma demanda forte por áreas de nível técnico, enfim, são poucos os setores que ficarão de foraque é impossível de ser suprida pela iniciativa privada, deste momento mágico que o Brasil vive.haja vista que os investimentos são altos e somenteo Estado pode bancar esta qualificação.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 9
  9. 9. A Microlins nasceu em 1991 na cidade de Lins, nointerior de São Paulo, e transformou-se na maior ED - Apesar do ímpeto brasileiro para oempresa de cursos profissionalizantes do País. empreendedorismo, muitas microem-Hoje é referência no segmento de educação pro- presas fecham suas portas todos osfissionalizante e conta com mais de 555 unidades anos. Qual a fórmula para prosperar umlocalizadas em todo o território nacional. A Microlins negócio?está entre as 15 maiores franqueadoras do país e R: O sistema de franchising baseia-se emjá formou mais de 4 milhões de alunos. um tripé de suma importância. O primeiro deles é saber vender mais e melhor, ensi- nando o franqueado a vender. O segundoED - Conte um pouco de sua história na Mi- está calcado nas boas práticas administra-crolins, desde a primeira unidade até a venda tivas, de gestão de pessoas, e este pontoao Grupo Multi. pode levar muitas empresas ao fracasso.R: Tudo começou aos 13 anos, quando ainda E o terceiro é que o dono precisa participarmorava em Lins, no interior paulista. Meus pais diretamente da operação do negócio. Esteeram muito pobres e eu comecei a vender sal- tripé é garantido por meio de bons manuaisgadinhos. Mas somente 10 anos depois descobri operacionais, treinamentos constantes eo grande vendedor que existia em mim, desde inovação. Aliás, esta é a palavra mágica,aqueles tempos. Eu tinha um dom natural de pois a empresa que não inova morre comvender e encantar as pessoas, mas é claro que o tempo. Além de tudo isso, é precisocom 13 anos ainda não enxergava este poten- investir na marca para deixá-la conheci-cial. Fui o melhor vendedor de salgadinhos que da. Na SMZTO Participações montamosLins já teve, pois, morando na periferia, consegui um time extremamente experiente, comcomprar um carro com o dinheiro que ganhei pessoas que estão há 20 anos neste ramonas vendas. Já aos 18 anos era programador de franquias. Nosso time é eficiente e estáe analista de sistemas e consegui atingir todas no mercado para ganhar.as etapas da minha carreira na empresa emque trabalhava, mas percebi que não ficariarico daquela maneira. Aos 21 anos montei aMicrolins, empresa que vendi em 2010, com 750franquias espalhadas por todo o Brasil, mais de550 mil alunos e faturamento na casa dos R$300 milhões anuais. Com esta venda senti quehavia realizado a primeira etapa da minha vida,pois me capitalizei e passei a sonhar com novosprojetos. Nasceu, então, a SMZTO Participações,que é sócia de várias empresas, formando umaplataforma multissetorial com atuação, predo-minantemente, em franquias, mas que tambémrealiza investimentos em outras áreas, comotecnologia. O DNA da SMZTO Participações éfortalecer pequenos negócios ou ideias já exis-tentes que estejam indo muito bem no merca-do, mas que necessitem de fermento para seexpandir. Não basta ter uma ideia, é preciso queela seja consistente e tenha sucesso, pois nãofazemos aventuras empresariais. Queremos usar “Os idealizadores da Damhatoda nossa expertise adquirida nestes últimos20 anos para fazer estes pequenos negócios pensaram em tudo e fizeramse desenvolverem de forma sustentável, sem uma infraestrutura queos erros cometidos no passado. valoriza o investimento”10 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  10. 10. Família Semenzato em frente à sua casa no Damha Rio Preto ED - Além de desenvolver a economia do Brasil ED - Como morador e cliente Damha, qual a e criar empregos, quais vantagens o investidor sua análise sobre o padrão de segurança e terá se tirar o dinheiro do banco e for parceiro qualidade de vida nos residenciais? em uma franquia da SMZTO Participações? R: Moro no Damha há mais de 10 anos e, R: Somos um dos grupos mais experientes do com certeza, sinto-me muito seguro. Sem mercado, com 18 anos à frente da Microlins e contar que temos uma infraestrutura muito outros 8 à frente da Embelleze. Quando um boa. A qualidade de vida é percebida desde empreendedor compra uma de nossas fran- o momento de entrada no condomínio até a quias, temos a responsabilidade de acompa- utilização das áreas de lazer. Os idealizadores nhá-lo, desde a inauguração até a decolagem pensaram em tudo e fizeram uma infraestrutura do negócio. Costumo dizer que somos a garan- que valoriza o investimento. tia de 50% do sucesso do negócio, os outros 50% depende da dedicação do franqueado. ED - A Damha Urbanizadora investe maci- çamente em programas de sustentabilidade. ED - Entre tantos segmentos em que a SMZTO Como empresário e ex-professor, o senhor atua (odontologia, estética, alimentação, se- avalia que todo segmento empresarial tem de gurança, etc.) qual o mais promissor em sua se preocupar com o meio ambiente? opinião? R: Sem dúvida alguma. Cada vez mais, as em- R: Eu diria que todos os segmentos ligados presas estão sendo cobradas por devolver ao crescimento da renda das classes B, C, D para a população um pouco do que elas reti- e E no Brasil, e que possam de alguma forma ram. Penso que em poucos anos não haverá oferecer um produto ou serviço de qualidade, espaço para empresas que não praticarem que caiba no bolso destes consumidores, estão programas de sustentabilidade em toda a sua fadados ao sucesso. cadeia de fabricação, distribuição e reciclagem.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 11
  11. 11. VIVER BEM DAMHA CRIA NOVO E m breve, a Damha Urbanizadora estará em três áreas: Coerência com a Malha Urbana, apresentando, ao mercado imobiliário, o Preservação dos Recursos e Qualidade Ambi- Residencial Damha Golf I, em São Car- ental e Promoção de Proximidade Social. Para los. Este empreendimento recebeu o obter este certificado é necessário atingir umacertificado de Alta Qualidade Ambiental (AQUA) classificação com 4 categorias apresentando oconcedido pela Fundação Vanzolini. Em parce- conceito “excelente”, 5 com “superior” e 8 comria com a empresa Inovatech foi desenvolvido “bom”. Os resultados do Damha Golf I foramum único documento denominado de “Sistema surpreendentes, com 8 categorias classificadasde Gestão de Bairro Sustentável”, com o obje- como “excelente”, 4 com o conceito “superior”tivo de organizar e consolidar todas as ações e 5 com “bom”. Este desempenho atesta quevoltadas para a sustentabilidade e qualidade o empreendimento atendeu às exigências dede vida de seus moradores. Esta metodologia sustentabilidade, graças ao comprometimentoapresenta um novo referencial técnico, englo- e à qualidade da equipe de profissionais dabando cultura regional, tecnologias existentes, empresa, que desenvolveu o programa comhábitos da população, clima e legislação locais. soluções que garantem que o projeto sejaPara conquistar o selo AQUA, a Damha atendeu sustentável, construído e utilizado com impactoa 17 critérios exigidos pela Vanzolini distribuídos ambiental reduzido.12 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  12. 12. CONCEITO DE MORADIA SANTUÁRIO ECOLÓGICO: os pontos positivos são os programas de mobilidade com ciclovia, transporte por carro elétrico, bicicletário (bicicletas para empréstimo), calçadas e ônibus circular até a portaria. Os espaços comuns de lazer e de entretenimento são flexíveis e adaptáveis para diversos formatos de eventos, atividades esportivas, festas e convenções. Com um coeficiente de permeabili- dade em 30%, a água da chuva é reutilizada, sendo controlada e medida por tor- neiras especiais. A energia solar aquece as torneiras e os chuveiros dos vestiários, cuja iluminação exterior agrega lâmpadas de LED e cabeamento subterrâneo. Com o intuito de preservar a natureza do parque, o paisagismo é integrado com a vegetação externa: as ruas obedecem a uma metragem de 10 m de largura separadas por quadras e jardins coletivos. A construção das moradias não poderá ultrapassar 9 m de altura, permitindo amplitude e visualização para quem contem- pla o loteamento pelo lado de fora. O Damha Golf terá 128 lotes, com metragens a partir de 1000 m2.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 13
  13. 13. PASSEIO O SONHO CRIOU ASAS A viões sempre despertaram grandes paixões. Muitas pessoas viajam por várias cidades do mundo para visitarem acervos e coleções sobre este tema. Há cerca de 6 anos, o Brasil possui o Museu da TAM, localizado no Km 249,5 da rodovia Engenheiro Thales de Lorena Peixoto Júnior (SP-318), que liga São Carlos a Ribeirão Preto. Este projeto é um desejo que perdurou por toda a vida dos irmãos João e Rolim Amaro (1942-2001). Eles conseguiram trans- formar o hobby de colecionar aeronaves em um hangar de mitos e lendas, que remonta a toda a história da aviação, desde o 14 Bis de Santos Dumont até as mais modernas máquinas de guerra. O espaço foi inaugurado no ano de 2006, mas em 2008 passou por um minucioso processo de ampliação, restauração e reformula- ção, reabrindo as portas em meados de 2010.14 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  14. 14. Considerado o maior da América Latina, o museu da TAM está instalado em uma área útil de 22 mil m2², englobando mais de 70 modelos de aeronaves, entre estas: Jahu, Lockheed Constellation, Messerchmitt Bf-109, Bandeirante, Fokker 100, Cessna 305 A Bird Dog, Gloster “Meteor” F8, Sikorsky SH-3 Sea King e Mig 21. O espaço também inclui réplicas, dioramas (cenografias que retratam o ambiente), simulador de voo, torre de controle do tráfego aéreo e demais artigos, peças e artefatos que compõem o rico universo aeronáutico. Utilizando terminais com touch screen, os dados e a história de cada exposição são apresentados por audioguides (português, francês, inglês e espanhol) e videoguides para deficientes auditivos. As crianças dispõem de uma área exclusiva, na qual os pais podem brincar com os filhos, ao mesmo tempo em que aprendem sobre o funcionamento básico dos aviões. Volta ao Mundo: Ao passar pelo primeiro acesso do museu, o visitante tem a nítida impressão de que está num saguão de aeroporto. Ao confirmar sua entrada com uma recepcionista devidamente caracterizada (como se estivesse realizando um check-in), ele em- barca numa câmara de baixa luminosidade com várias fotos, vídeos, totens e maquetes, tendo a sensação de viajar no tempo. Na sequência desembarca na parte alta do galpão, onde entra em contato visual com as aeronaves. Ao descer uma rampa vislumbra os mode- los in natura, que são meticulosamente apresentados em ordem cronológica. Ao passear por todo o espaço, o visitante pode acompanhar a trajetória evolutiva da TAM em um túnel de mídia, conhecer o interior de um Fokker 100, observar o funcionamento operacional de uma torre de comando e brincar com o simulador de um caça F18. O Espaço Moda expõe 60 uniformes de pilotos e comissários de diversos agrupamentos militares e companhias mundiais. Esta estrutura é com- Turbina que também faz parte do museu pletada por sanitários, área de convivência, auditório, lanchonete e loja de souvenires. Uniformes de várias partes do globo: jeito estiloso de aprender GeografiaSetembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 15
  15. 15. PASSEIO O SONHADOR QUE VOOU LONGE No ano de 1964, Rolim Amaro foi contratado to interesse da mídia. Ele estendia tapete ver- como piloto da Táxi Aéreo Marília (TAM), onde melho, distribuía balas e cumprimentava os pas- desenvolveu uma pujante carreira. Como era sageiros antes do embarque. Em junho deste um exímio profissional foi convidado, em 1966, a ano, a TAM realizou um processo de fusão com trabalhar na Araguaia Táxi Aéreo, prestando o seu a chilena LAN, formando a companhia aérea talento aos fazendeiros da região Centro-Oeste e mais valiosa do planeta, que passará a transpor- Norte do país. Para reconquistar aquele inesque- tar mais de 60 milhões de passageiros por ano. cível funcionário, o proprietário da TAM, Orlando Ometto, ofereceu 33% das ações da empresa. Comandante Rolim Como sócio minoritário, Rolim implantou um efe- tivo programa de reestruturação, renovou a frota de aviões e criou um serviço 24 horas. Na década de 70, o espaço aéreo brasileiro foi dividido em cinco regiões e na época a TAM foi reinaugurada com a nomenclatura de Regional. Em 1975, em uma cartada ousada, Rolim propôs comprar o restante das ações de Ometto pelo valor total de R$ 2 milhões, tornando-se, assim, o único proprietário da empresa. Apresentou uma gestão bastante dinâmica e criativa, atraindo mui- DIÁRIO DE BORDOMUSEU DA TAM R$ 12,50 - professores e estudantes com apresentaçãoRodovia SP-318 (interliga São Carlos a Ribeirão Preto) - Km 249,5 de documentosDistrito de Água Vermelha - São Carlos (SP) R$ 25,00 - adultos. Obs.: os ingressos também podem ser adquiridos pela internet,COORDENADAS AÉREAS: através do site: www.ticketsforfun.com.brLatitude 21º 52’ 35’ ‘ S e Longitude 047º 54’ 12’ ‘ W ACESSIBILIDADEDIAS E HORÁRIOS: Aceita cartões American Express, Diners, Mastercard e VisaQuarta a domingo (10h às 16h) Wi-fi gratuitoObs.: entrada permitida até às 15h Estacionamento amploPREÇOS:Às quartas-feiras - entrada gratuita CONTATO:Quinta a domingo - crianças até 6 anos e idosos Fone: (16) 3306-2020com mais de 65 anos não pagam Site: www.museutam.com.br16 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  16. 16. BAIRRO SUSTENTÁVEL Centro cultural da tribo Terena O DIÁLOGO SUSTENTÁVEL “Os investimentos variam de R$ 40 mil a R$ 450 mil” c om a missão de ajudar a transformar o futuro, a Damha Urbanizadora criou, no ano de 2011, o projeto Associação Bair- ro Sustentável. Este programa atua nas comunidades localizadas nos entornos dos resi- denciais da empresa, promovendo intervenções na requalificação urbana, valorização do indivíduo, resgate da autoestima e qualidade de vida para todos os envolvidos. Estas ações já foram realiza- das nas cidades de Araraquara (SP), Campo Grande (MS), Cidade Ocidental (GO), Porto Alegre (RS) e São Carlos (SP), projetando se estender para todos os empreendimentos Damha espalhados pelo país. Revitalização dos espaços comuns e valorização Os investimentos nesses municípios variaram de da cultura, isto é o Bairro Sustentável R$ 40 mil a R$ 450 mil.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 17
  17. 17. “As propostas implantadas são eleitas pelos próprios moradores, que definem as suas necessidades e prioridades” Fernanda Toledo - Diretora de Comunicação e de Relacionamento com o Cliente, Presidente da Associação Bairro Sustentável Damha O trabalho do Bairro Sustentável começa mui- Após definir todas as prioridades no mais am-to antes das obras do futuro empreendimento. plo espírito democrático, a Damha UrbanizadoraCom uma série de pesquisas e estudos é traça- sabe exatamente quais projetos desenvolver jun-do um panorama completo da comunidade, com to com a comunidade dos bairros, identificando ossuas principais necessidades, carências e área de equipamentos e as estruturas públicas, tais como:abrangência. Também são identificados os prin- praças, ruas, escolas, igrejas, centros comunitárioscipais projetos em andamento, sejam liderados e demais espaços, além de reunir mão de obrapelos órgãos públicos, Organizações Não Gover- local qualificada para atuar nas ações e propiciarnamentais (ONGs), associações, entidades ou em- treinamento de capacitação. Em vários casos, apresas privadas. Este levantamento envolve tam- Damha instala o Bairro Sustentável antes do seubém conversas presenciais com os moradores. A empreendimento ser construído, o que facilita apartir daí, as principais lideranças locais são mapea- integração com toda a comunidade local.das e a Damha realiza reuniões com seus repre-sentantes para explicar o objetivo da empresa naregião, o que a comunidade precisa e como todoo planejamento pode ser desenvolvido de forma “Além de mitigar impactos, otransparente. Bairro Sustentável melhora a vida das pessoas” Sustentabilidade Permanente: Mesmo na fase final do projeto Bairro Susten- tável, a Damha Urbanizadora continua proporcio- nando total assistência aos líderes da comunidade, oferecendo todos os recursos disponíveis, como cursos de gestão, treinamento de normas técnicas e os principais conceitos sobre o meio ambiente. O valor agregado destes benefícios estruturais e de suas construções físicas vem conseguindo res- gatar um sentimento de orgulho em cada cidadão do bairro, pois este se vê como um agente trans- formador de sua própria qualidade de moradia. A premissa deste trabalho resulta na satisfação de Reformas de praças na Cidade Ocidental (GO) um sonho comum, pois conta com o engajamento de várias pessoas e organizações.18 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  18. 18. CAMPO GRANDE (MS) PROJETOS Com 750 índios da etnia Terena, a Aldeia Marçal de Souza se localiza a 2 km do Residencial Damha de Campo Grande. Esta comunidade é liderada por Enir Bezerra, única mulher cacique do Brasil. No primeiro semestre de 2012, o Bairro Sustentável envolveu a reforma, construção e pintura dos muros das ca- sas e dos muros que delimitam a aldeia com desenhos e símbolos da cultura indígena. Uma professora da comunidade aproveitou a presença das crianças no mutirão e passou os ensinamentos de toda a tradição da tribo, que foi se perdendo com a influência da civilização. Todos os muros foram construí- dos com a utilização de materiais de alvenaria e bambu. Toda concepção deste projeto foi coordenada por uma empresa especializada, que forneceu os materiais de construção, as fer- ramentas de pintura e realizou o sistema de amarrações comoCasas da tribo Terena ganharam novos muros era antigamente. CIDADE OCIDENTAL (GO) Próximo ao futuro Residencial Damha Brasíl ia, a comunidade do Jardim ABC é bastante carente. Em parceria com a Pre- feitura, o Bairro Sustentável promoveu um amplo projeto de requalificação urbana distribuído em três ações: revitalização da principal via de acesso, repintura dos muros de duas es- colas e tratamento estético das praças. A avenida recebeu guias, suas calçadas foram niveladas e os canteiros arboriza- dos. A partir da colaboração de alunos e voluntários, as esco- las foram repintadas com um belo visual de artes plásticas, cuja simbologia tinha relação com o aprendizado ministrado pelos professores. Com 50 participantes, moradores locais, as praças receberam plantio de mudas de árvores, arbustos e forrações, além da execução dos passeios em concreto, instalação de bancos e playground. Revitalização da Praça Central do Jardim ABC ARARAQUARA (SP) Em parceria com a comunidade e a Secretaria de Meio Ambiente do município, o Bairro Sustentável recuperou o Córrego do Cupim, que passa por vários bairros da cidade. O plano de ação envolveu o plantio de mudas e a preservação da área, através da separação e da coleta de lixo. Os alunos da rede pública plantaram as mudas de árvores e terão a incumbência de acompanhar todo o crescimento deste processo vegetativo. Outras ações de recuperação do córrego serão realizadas nos próximos meses. SÃO CARLOS (SP) O bairro Jockey Club se localiza no entorno dos Residenciais Damha de São Carlos. Um espaço cedido pela Prefeitura apre- sentava enorme acúmulo de entulhos depositados pela popula- ção. Para resolver este distúrbio urbanístico, o Bairro Sustentável decidiu criar um espaço para convívio e lazer dos moradores, contemplando pista de caminhada, arborização e local para equipamentos de ginástica. A ação desse projeto junto à co- munidade acontecerá ainda no mês de setembro Em paralelo foi realizado um amplo trabalho de conscientização ambiental com os alunos das escolas do bairro. Auxiliados por professo- Conscientização ambiental com escolas do res e monitores, cerca de 60 estudantes conheceram os proje- bairro dentro do Parque EcoEsportivo Damha tos ambientais desenvolvidos no Parque EcoEsportivo Damha.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 19
  19. 19. DECORAÇÃO “VErdadeiraS salaS de Banho”20 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  20. 20. PRIVACIDADE COM REQUINTE S egundo uma crônica do escritor Millôr Fernandes, o banheiro é o “castelo do homem”, um ambiente que propor- ciona total liberdade e muita tranquili- dade ao usuário. Depois de um dia cansativo, estressante, que se procura por um momento de paz e relaxamento, este recanto torna-se fundamental para uma renovação de espíri- to. É neste cômodo hermético e solitário que arquitetos e decoradores conseguem criar projetos elegantes, sofisticados, estilizados e bastante luxuosos. Com a mistura de cores e variados tipos de revestimentos, a decora- ção pode ser completamente personalizada, combinando total funcionalidade e praticidade com a inclusão de espelhos, painéis, acessóri- os, peças, gabinetes e mobiliários contemporâ- neos, ecologicamente corretos. O charme do ambiente fica por conta da presença de cris- tais, velas, incensos e outros adereços. Detalhes fazem toda a diferençaSetembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 21
  21. 21. DECORAÇÃONos projetos arquitetônicos atuais, os banhei-ros de luxo são verdadeiras salas de banhoque englobam sauna, hidromassagem e ofurô.Os acabamentos apresentam muito estilo, ailuminação é emitida pelo sistema de LED, abancada da pia é larga e inclui torneira au-tomática e espelho full size. O vaso sanitárioé selado, com descarga e ducha higiênica, eos módulos (porta-toalha, lixeira, bandejas epotes) são leves, compactos e de fácil des-locamento. Todo processo de decoração éplanejado para facilitar a limpeza e evitar a in-cidência de manchas. Os profissionais indicamos produtos e os materiais específicos paraprolongar ao máximo os serviços de reparose manutenção.ResponsabilidadeAmbiental Instalação de LEDs e espelho full size: espaço bem sofisticadoNos projetos destaca-se a preocupação comas questões ecológicas. Busca-se o aproveita- desperdício. Algumas bancadas utilizam ecomento da luz natural e de circulação do ar, silestone, cuja superfície é fabricada a partirvisando menor consumo de água e de energia de materiais reciclados de vidro, garrafa pet eelétrica. Em vez de azulejos, as paredes podem resina de milho. Muitas torneiras dispõem deser pintadas com cores cítricas e brancas, vis- um dispositivo que retrai o fluxo da água, e delumbrando um aspecto de suavidade. um disco interno que limita o aquecimento. OA banheira com painel digital e válvula de es- adorno de plantas e flores complementa acoamento automático, interrompe qualquer formação de uma área bastante agradável. MAIS DICAS FERRARI & ROGATIS ARQUITETURA Catini & Catini Arquiteto: Alessandro Ferrari Arquiteta: Aglais Catini Cidade: Araraquara (SP) Cidade: São José do Rio Preto Fone: (16) 3472.6776 Fones: (17) 8128.0424/9721.1439 Site: www.3dstudioart.com.br http://catiniecatini.wordpress.com e-mail: frarquitetura@hotmail.com email: glacatini@hotmail.com ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA & DIAS & PERALTA ARQUITETOS DESIGN CAIO PELISSON Arquitetos: José Fernando Arquiteto: Caio Pelisson Peralta & João Pedro Dias Cidade: Limeira (SP) Cidade: Campo Grande (MS) Fones: (19) 4103.0809/8133.7909 Fones: (67) 3028.2900 Site: www.arquitetocaio.com Site: www.diaseperalta.com Pias transadas: belas e e-mail: caio.pelisson@gmail.com e-mail: jfperalta@diaseperalta.com ecologicamente corretas22 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  22. 22. Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 23
  23. 23. CAPA MELODIA DE SABORES A o escolher seu nome artístico, o talentoso José Ribamar Coelho Santos não teve como escapar da alcunha de Zeca Baleiro. Este apelido ele ganhou durante a época de faculdade, pelo motivo de sempre: guardar balinhas, chicletes e bombons nos bolsos. Era o colega certo para se solicitar uma destas deliciosas guloseimas, abrindo anos mais tarde uma loja de doces e tortas caseiras. Contudo, Zeca demorou para assimilar este sobrenome de guerra, que foi sugerido pelo produtor de um show, do qual ele participava durante o início de sua carreira. Com cerca de 15 anos de estra- da, Baleiro já acumulou 5 discos de ouro, conquistou prêmios APCA e Sharp, sendo indicado algumas vezes ao Grammy Latino. Sua discografia reúne mais de 20 álbuns (estúdio, ao vivo, coletâneas e trilhas de filmes), e com o último, “O Disco do Ano”, se encontra em turnê pelo País, através do show ‘Calma Aí, Coração’.24 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  24. 24. Suas composições englobam muita personalidade, humor inconfundível e uma poesia original, que despertou interesse de várias personalidades do show business, entre elas: Simone, Gal Costa, Elba Ramalho, Raimundo Fagner, Luíza Possi, Martinho da Vila e Claudia Leitte. Como cantor dispõe de um timbre de voz incomum misturado com um estilo peculiar de tocar instrumentos, que encanta plateias e conquista fãs de todas as faixas etárias. Avesso aos rótulos predefinidos, Baleiro não tem medo de arriscar, juntando todas as tendências rítmicas e agregando músicos de todas as tribos e gerações. Nos palco, se apresenta com figurinos marcantes e sempre idealiza pro- postas inovadoras, como exposições de clipes e outros apetrechos teatrais. Ao longo destes anos, Baleiro conseguiu galgar o ápice da MPB, e é considerado um artista maduro, com total domínio de seu ofício, imprimindo sonoridades agradáveis, arranjos elaborados e rimas frenéticas. Carreira Sortida Antenado com o universo digital, Baleiro trabalha qual expôs suas memórias sentimentais de ativamente com todas as ferramentas virtuais infância e juventude no Maranhão, conectadas disponíveis. Seu site (zecabaleiro.com.br), por com reflexões de botecos, cinema, compor- exemplo, foi classificado entre os três melho- tamento e religião. Para o teatro criou a fábula res em conteúdo na categoria Artista, em uma “Quem tem medo de Curupira?”, cujo espetá- votação com internautas realizada pelo portal culo rendeu vários prêmios. É sócio-proprietário UOL. Inquieto e versátil, estreou, em abril de 2010, do selo Saravá Discos, cujas produções estão o programa “Biotônico”, transmitido pela rádio focadas na documentação e resgate de obras UOL, cujo formato apresentou curiosidades, essenciais. Com uma rotina atribulada e uma bate-papos, aforismos, poesia e, lógico, muita agenda lotada de compromissos profissionais, música. Baleiro também nadou pelas ondas Baleiro achou um tempinho para conceder literárias, lançando o livro “Bala na Agulha”, no uma entrevista à Estilo Damha.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 25
  25. 25. CAPAEstilo Damha - Você é um artista que abraça inúme- ED - Nestes 15 anos de carreira, quais foram asros estilos, promovendo parcerias com cantores e influências que você absorveu em seus arranjosbandas de diversas tendências musicais. A palavra instrumentais e produção musical. Você observoupreconceito não existe em seu dicionário? algo de novo na música nesta última década?ZB: Existe sim (risos). Infelizmente ou não, o precon- ZB: Na verdade, penso que, quando gravei o meuceito faz parte dos valores pessoais de qualquer primeiro disco, minha ‘persona’ musical já estavaum, só que em diferentes proporções. Ouvi música talhada. Gravei tarde, com 31 anos, e já tinha umapopular de toda natureza na infância e adolescência, boa “rodagem”. Mas continuo observador e curioso.e, isso forjou esse meu gosto pela diversidade. Mas Acho que o artista tem de ser um eterno curioso,é óbvio que tenho alguns limites. Há alguns tipos e nesses últimos anos vi muita gente boa produ-de música que não consigo engolir, por mais que zindo, me tornei parceiro de muitos artistas, novosme esforce. e veteranos, e isso só ampliou os meus horizontes. ED - Você é um ferrenho opositor da atual reforma ortográfica. Você avalia que ela empobreceu a Língua Portuguesa? ZB: Sim, não trouxe nada de tão positivo assim, a não ser o fim do trema, que era muito anacrônico (risos). De resto, só ajudou as pessoas a se tornarem mais ignorantes em relação à própria língua.ED - Você já realizou inúmeros shows internacionais.Qual o país que se aproxima do Brasil, no quesitomusicalidade?ZB: Portugal recebe os artistas brasileiros muito bem,talvez porque a língua não seja um impedimento, ED - Qual é a pretensão do livro “Bala na Agulha”?apesar da dificuldade do sotaque. Mas, em geral, Ele apenas sugere momentos de diversão ou desejaos países europeus são muito receptivos com a impor algum tipo de reflexão ao leitor?música brasileira contemporânea. ZB: Sobretudo, ele pretende provocar a imaginação e a reflexão do leitor. Nada muito além disso.ED - Com 15 produtores e várias parcerias, comovocê descreveria o CD: “O Disco do Ano”. ED - Em sua observação de cronista, o que é viverZB: É um disco multicolorido, cheio de nuances bem nos dias de hoje?musicais, sonoras e poéticas. ZB: Difícil esta pergunta, viu! Acho que é viver sem tanta pressa, sem tanta urgência, fazendo um usoED - Além de eclético nas variações musicais, você sensato das ferramentas tecnológicas e usufruindotrabalha com mídias alternativas. Acredita que a da poesia que a vida ainda pode oferecer.internet facilitou a criação do multiartista?ZB: A internet é uma ferramenta fantástica e deve- ED - Defina o artista Zeca Baleiro em uma palavra.mos usá-la com inteligência e de forma lúdica. Não ZB: (Pensativo) Impetuoso é uma boa palavra.sei dizer se “facilitou” de fato, mas é certo que trouxepossibilidades antes impensáveis. E isso pode serum grande trunfo para o artista.26 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  26. 26. Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 27
  27. 27. Animais estampados em seda,sugerindo cores leves e vivas comopano de fundo. O salto confereelegância às produções. Maxicolarainda presente. Jaqueta de invernoreaproveitada no verão, em tom fluo.28 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  28. 28. Motivos florais sempre dão leveza à produção. O romantismo fica por conta dos tons pastéis. Sapatilha e longo são uma opção mais do que acertada. Casaqueto em lã leve para os dias de início de primavera.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 29
  29. 29. Branco e brilho na pantalona bordada(com ou sem salto) e na blusa comsaia longa. Uma aparição mais socialda malha, acompanhada da mesmaproposta no masculino..30 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  30. 30. H oje em dia falamos em possibilidades, muito mais do que obrigatoriedades, em termos de composições de vestuário. Reutilizar peças de estações passa- das significa conhecer as tendências propostas: coleções de estilistas renomados comprovam isso. Couro, branco, transparências e crochês - entre outras opções - estiveram em voga nas coleções outono-inverno e se mantêm up-to-date para a primavera-verão 2013. A 33a. edicão da SPFW trouxe de volta visuais baseados em alfaiata- ria, metal, rendas, couro, animal print, branco e transparências . A proposta atual confessa um retorno aos anos 50 e 80, repaginando sucessos de passarelas . Um verão colorido, com transpa- rências e metais, está a caminho, mostrando bronzeados através de bustiês (anos 50, não 80!!), costas em evidência, crochês e pernas de fora… Os shorts vêm acompanhados de blazers e jaquetas, em proposta mais social. Apostar no branco e nas transparên- cias é acertar nas produções. Tecidos telados, recortes nas peças, estam- pas florais e geométricas aparecem em tons vibrantes, comprovando a atmosfera alegre trazida pelo ve- rão. Volumes na parte superior das produções são acompanhados de Prata em seda ou em aplicações sobre malha garantem o brilho para o próximo verão. O salto, aqui, complementa o glamour. maxibijoux, comprovando que um visual moderno pode ser, ao mesmo tempo, descontraído e sofisticado. Estampas florais e geométricas apa- recem no preview da estação, com muito brilho, ainda, e muito glamour! Modelos: JÉSSICA HINCKEL , DANIELA PIALA, CAROLINE IANELLI ,GUSTAVO VERAZ e os SKATISTAS Vinícius Estevan Massaro de Gouveia e Lucca Cardarelli Fotos: HENRIQUE SANTOS Cabelo e make-up: MAICON VINTECINCO (ESPAÇO ROSANGELA, Araraquara) Agradecimentos: ESPAÇO DE MODA CAROLINA FAGGION, SP Produção, pesquisa e texto: MÔNICA ZAHER (Mônica Zaher Consultoria de Imagem)Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 31
  31. 31. Mix de estampas do mesmo motivo:peles de animais e estampas dospróprios. Moderno e com pegadarocker. Masculino em preto total.Complementos da mesmaproposta e salto, sempre salto!32 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  32. 32. Floral é moderno, casual, leve, gostoso de usar e de olhar. A cara do verão tropical! Salto para uma produção ultrafeminina.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 33
  33. 33. Off-white em lugar do branco.Maxicolar pra quebrar amonotonia. Longo comrasteira, super cool!34 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  34. 34. A elegância, definitivamente, não está em usar a roupa. Mas em saber fazer-se notar atravÉs de seu estilo pessoal, APESAR dela. Vermelho festa, bordado na cintura, dispensa acessórios. Informação na cor e no detalhe. Calçado sem brilho, ao contrário do que se pensa. Ponto focal na pedraria!Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 35
  35. 35. CONSULTORIA DE IMAGEME quem pode usar?É sempre o bom senso quedetermina a ousadia das produções!Não é necessário ser careta paraestar correto, nem ser over para estarna moda. A elegância se faz presentenas composições certas para cadatipo físico. Em termos de moda, nãoexiste o certo ou errado, mas oADEQUADO.Uma roupa nova não garante,absolutamente, a elegância.Compor um estilo e adequá-loao físico, à idade, à profissãoe ao cotidiano tornaqualquer produção acertada. Branco em palha de seda. As tramas rústicas trazem luxo ao modelo exclusivo e artesanal. Produção social requer salto.36 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  36. 36. CRÔNICA O mito, em bronze O álcool corroeu-lhe a vida, é verdade, do mesmo modo que o comportamento transgressivo parece ser a marca de alguns gênios, como Garrincha; em Sócrates, quando morre o homem, emerge o mito, e permanecem os ideais de democracia, seu maior título Recebi hoje [23 de julho] um convite do Departa- O álcool roubou-lhe a vida, é certo. Como também mento Cultural do Corinthians para a “inauguração” [28 é certo que motivava aquele homem simples a se de julho] de um busto de bronze em homenagem a despir da timidez e brindar todos à mesa com bom Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Olivei- humor e inteligência. O comportamento transgressivo ra – literalmente, um dos maiores nomes do futebol parece ser uma das marcas de alguns gênios: Noel, brasileiro –, a fulgurar na Praça da Liberdade, no Parque Billie Holiday, Chet Baker, Amy, o trio Jimi, Janis e Jim, São Jorge. Pergunto, por reles curiosidade, o motivo só para ficarmos na música. E Garrincha, para elencar- que faz meu nome integrar a lista, e a moça do outro mos ao menos um concorrente à altura no universo lado me revela ter sido um pedido de Kátia [Bagnarelli, do futebol; claro, cada qual com suas particularidades. sua última esposa] – eu sempre brincava com Sócrates: “Você foi o único cara que casou mais do que o Fábio Sócrates, como Zico, Falcão, Di Stéfano, Puskás, Jr. e correu menos do que o Romário”. Cruijff, Van Basten, jamais ganhou uma Copa. Sorriu o destino quando o gol que abriu espaço para a conquis- Na última de suas passagens pela agência – às ta inédita da Libertadores pelo Corinthians viesse após vezes, retornando de São Paulo a Ribeirão Preto, ou o um passe de calcanhar de Danilo. Sócrates parecia não inverso, migrando do Interior à Capital, ele parava em se importar muito com futebol. Ele acreditava com a Araraquara para nos ver –, Sócrates divertiu-nos do fi- sujeição e o entusiasmo de um carola nalzinho da tarde até, se não as últimas, boas horas que uma democracia de verdade exige, da noite. Contou-nos que Telê Santana era rígido tanto obrigatoriamente, a participação popu- em relação à preparação e concentração quanto em lar – essa democracia de representa- relação aos esquemas táticos que seus times exibiam. tividade, em que o povo tem apenas o Na Copa de 82, após o jogo contra a Nova Zelândia – voto como instrumento político efetivo, o último da primeira fase, vencido pelo Brasil por 4 a soava a ele como incompleta, como 0 –, Magrão, nosso capitão, foi sorteado para o teste o primeiro passo para um modelo que de doping. Ele e mais um companheiro, além de dois ainda viria. Tanto na política como no neozelandeses, foram encaminhados a uma sala por campo, o Doutor antevia as melhores um agente da Fifa, que abriu a geladeira e perguntou o jogadas. O busto, imóvel que cada um queria beber para fazer xixi. Nisso, ele no- diante do vento que pas- tou um fardo de latinhas de cerveja e uma garrafa de seia pela Zona Leste, há vinho, ou espumante – não me lembro daquilo que ele de eternizar a beleza, a fir- mal se lembrava quando relembrou o episódio. Todos meza, a convicção de seu pediram água. E ele: “Cerveja”. Ia tomando, seguia para sonho por um mundo mais o banheiro, voltava, dizia que não havia conseguido, e coletivo. Por baixo da ter- repetia o processo, até escassear a geladeira, o que ra, nosso destino comum: inclui ter bebido todas as latinhas e mais o vinho, ou o corpo. Por cima dela, o espumante. Aí então ele fez xixi. Não tinha mais nin- mito. Em bronze. guém no estádio. Só ele, o agente e Juca Kfouri, que cobria a seleção brasileira tendo Sócrates como prin- cipal fonte. Juca o acompanhou até o hotel. “Imaginem vocês. Eu combinei com o Telê que fumaria três cigar- ros por dia durante os treinamentos para a Copa e du- rante a própria Copa. E eu não bebia nada fazia sei lá quanto tempo”. Ao adentrar o saguão, lá estava Telê. Braços cruzados, cara fechada. Sócrates aproximou- se, passos não tão fáceis e, voz amolecida, exclamou: Rodney Brocanelli “Telê... Se tiver esse negócio de doping no próximo jogo, pode deixar: eu vou, viu?”. Rodrigo Brandão é jornalista. Ao lado de Fábio Pereira e Cacá Esteves, entrevistou Sócrates para a revista Boemia. Para ler a entrevista, considerada por ele próprio como, se não a melhor, uma das melhores que concedeu, acesse www.revistaboemia.com.br (Entrevistas/2ª Edição).Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 37
  37. 37. GASTRONOMIA F ilha de pai alemão e mãe brasileira, a rainha da Suécia, Silvia Renate Som­ merlath, morou em São Paulo dos 3 ao 14 anos de idade e domina o português com extrema fluência. Chamada carinhosa- mente pela imprensa de a “Rainha Brasileira”,BANQUETE Silvia visita constantemente o País engajada nos trabalhos humanitários de sua Organização Não-Governamental (ONG), Child Hood, que luta contra o abuso e exploração sexual de REAL crianças e adolescentes. Quando desembar- ca na capital paulista e se hospeda na casa de parentes no refinado bairro Morumbi, a majestade faz questão de ser servida pelas irmãs Ana e Edir Nascimento, proprietárias do restaurante 339 Gastronomia, situado no Broa Golf Resort, limite geográfico do município de Itirapina/São Carlos (SP).Balinha da Rainha Aperitivo foi criado em homenagem À realeza38 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  38. 38. A rainha saboreia o talento culinário destas chefs desde o ano de 1987, época em que Ana trabalhava como copeira da tradicional família Camargo Corrêa, no Pantanal. Quando Ana se mudou para a residência dos Camargo, em São Paulo, as duas engataram uma forte amizade e a monarca sueca acompanhou toda a evolução profissional da amiga, que se transformou numa excelente profissional da gastronomia, em parceria com a irmã Edir. Além de servir o seu delicioso cardápio, as chefs também ensinaram o casal real a cozi- nhar variados pratos típicos, oriundos de diversos estados brasileiros. Em homenagem à realeza, o clã Nascimento desenvolveu duas apetitosas receitas: a Farofa de Banana e a Balinha da Rainha. Ana e a rainha Sílvia: amizade real que se solidificou no tempo MÃOS DE FADAS: Com a mag-nífica visão panorâmica do Broa Resort Golf, o 339Gastronomia é um sonho realizado pela família cluindo saladas, acompanhamentos, carnes, frutosNascimento, cujo menu oferece mais de 20 mas- do mar e sobremesas. Com a participação de umasas gourmets sobressaindo o sabor da farinha de equipe experiente e dedicada, a empresa tambémtrigo, os variados tipos de molho e o capricho dos trabalha com eventos e buffet, servindo ainda asrecheios frescos. Outros pratos requintados e bem suas delícias nos melhores e mais finos restauranteselaborados ganham a preferência da clientela, in- paulistanos, como o Alucci Alucci. Agradável ambiente no 339 Gastronomia em Itirapina (SP)Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 39
  39. 39. GASTRONOMIA BALINHA DA RAINHA,Ingredientes para a Massa Amarela- 500 g de farinha de trigo- 5 ovos- 1 colher de sopa de azeite- 1 colher de sobremesa de sal- Misturar tudo e reservarIngredientes para a Massa Verde- 500 g de farinha de trigo- 3 gemas e 2 ovos inteiros- 1 colher de sopa de azeite- 1 colher de sobremesa de sal- maço de brócolis pré-cozidos e batidos no liquidificador com os ovosIngredientes para o Recheio- ½queijo brie- 2 gemas- 1 xícara de pistache moído smaklig måltid!!- 1 pitada de pimenta do reino Bom apetite em sueco!- 1 fio de melModo de Preparo da Massa Modo de Preparo- Abrir as massas separadamente (amarela e verde). - Recheie a massa preparada e feche em- Cortar a massa verde em tirinhas, que comporão formato de bala. a balinha. Colocar estas tiras em cima da base da - Cozinhe em água fervente por 3 minutos. massa amarela e passar no cilindro. - Sirva com molho de sua preferência (*).- Cortar a base para a balinha (retângulo de 10 x 20 cm). (*) O predileto da rainha é o molho de tomate. FAROFA DE BANANA Ingredientes - 3 bananas-da-terra maduras - 3 ovos cozidos - 1 cebola média - 2 xícaras de farinha de mandioca - 1 pitada de sal - 2 colheres de sopa de manteiga Modo de Preparo - Cortar as bananas em quatro, fritar em óleo quente e reservar. - Bicar os ovos, a cebola e refogar na manteiga com os outros ingredientes. Irmãs Nascimento: receita de - Misture tudo e ajuste o sal, se necessário. família que fermenta delícias Obs.: Sirva com arroz branco.40 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  40. 40. Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 41
  41. 41. AUTO ESTILO C ompacto no tamanho, mas gi- MINIATURAS gante em sofisticação, simpatia, e elegância. Sobre a chancela atual da alemã BMW Group, oCOM MANIA DE inglês Mini Cooper Roadster é um auto- móvel todo estiloso, que não abre mão do conforto interno e de sua tecnologia GRANDEZA de ponta, proporcionando um sistema de fácil dirigibilidade. Muitos acessórios (250 opções), alta potência de motor e total estabilidade em sua aerodinâmica. Distribuídos em 4 modelos (Hardtop, Convertible, Clubman e Countryman), do mais clássico ao conversível, estes Minis apresentam computador de bordo, transmissão manual em 6 velocidades, diversas combinações de cores e dese- nhos originais.42 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  42. 42. BEAUTIFUL DAY: O Damha Golf Club de São Carlos serviu de cenário para o I Mini Day By Driver. O evento contou com a exposição de toda linha Mini, e os convidados presentes tiveram a oportunidade de realizar um test-drive. Na área interna do Club House foi montado um painel simulando uma pista, e o briefing do trajeto foi explicado pelo piloto Cé- sar Urnhani, do programa Autoesporte da Rede Globo. Após esta breve explanação, o interessado escolhia um veículo e dirigia pelas belas paisagens do Parque EcoEsportivo Damha. Para celebrar este momento especial, a BMW promoveu uma oferta imbatível: o valor de qualquer modelo era dividido em 12 parcelas iguais, sem a incidência de juros. Reconhecido como uma lenda do automobilismo mundial, o Mini E tem gente que acha que é o foi concebido em 1957 pelo engenheiro Alec Issigonis. O seu principal carrinho do Mr. Bean ainda! objetivo era criar um veículo de 4 lugares com dimensões reduzidas; o potente motor foi colocado transversalmente em relação à linha de eixos, recorrendo à tração nas rodas dianteiras. Esta ousadia em sua estrutura permite ao motorista alcançar maior agilidade na conversão e melhor aderência dos pneus, durante as manobras com curvas fechadas e sinuosas. Despertou interesse dos consumidores ao conquistar as celebridades de Hollywood, os Beatles e a sisuda monarquia britânica. Sua fama se espalhou pelos quatro cantos do planeta, ao ser exposto no seriado hu- morístico Mr. Bean.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 43
  43. 43. CERTIFICAÇÕES Perspectiva artística do futuro prédio do Instituto Inova Parque ecotecnolÓgico recebe selo aqua O Parque EcoTecnológico Damha em São Carlos (SP) recebeu o certificado de Alta Qualidade Ambiental (AQUA) conferido pela Fundação Vanzolini. Administrado pelo Instituto Inova, este empreendimento se transformou no primeiro e único parque de base tecnológica sustentável do país. Com o apoio dos consultores da Inovatech Engenharia, o EcoTec- nológico expressa 17 categorias de desempenho distribuídas em três importantes temas: integração e coerência do bairro; recursos naturais, qualidade ambiental e sanitária; integração na vida social; e fortalecimento das dinâmicas econômicas. Outro aspecto positivo é um efetivo sistema de gestão, que alia as normas técnicas da ISO 14001 com o AQUA. Portaria do EcoTecnológico44 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  44. 44. O EcoTecnológico Damha dispõe de umaárea aproximada de 400 mil m²2 dividida emdois condomínios. Com 72 lotes distribuídosem seis quadras, a primeira parte medecerca de 93 mil m²2², sendo que a segun-da abrange cinco quadras com 71 lotes emais de 154 mil m²2². A proposta é abrigarempresas, laboratórios, núcleo de inovaçãoe incubadora. A mão de obra altamenteespecializada está praticamente ao lado,com a presença de três universidades lo-cais (USP, UFSCar e Unicep), além de duasunidades da Embrapa. Longe dos conges-tionamentos e deslocamentos típicos dasgrandes cidades e regiões metropolitanas,os cientistas encontrarão, no mesmo lo-cal, um ambiente empresarial conectadocom condomínios residenciais, centrosesportivos, áreas de serviços, dispositivosde entretenimento e programas focados Perspectiva interna do Instituto Inovaem sustentabilidade.Engenharia Verde – Para se instalar no Parque EcoTecnológico, as empresas inte-ressadas terão de obedecer a uma série de requisitos relacionados a nove itens de sustentabilidade. Oprojeto arquitetônico considera características específicas do local, orientação e volumetria da construção eaproveitamento dos recursos naturais, gerando energia solar, insolação, iluminação e ventilação adequadas.O controle no consumo de água e o reaproveitamento da água de chuva também estão previstos nestasnormas de construção. Outra ação obrigatória é a economia de energia elétrica implantada com um ade-quado sistema de iluminação. Este processo também incorpora gestão dos resíduos, descarte de materiaise um eficiente modelo de transporte e mobilidade.Representantes da Damha,da consultoria Inovatec eda Fundação Vanzolini, queparticiparam da certificaçãoAQUA do Parque EcoTecnológicoSetembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 45
  45. 45. 46 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  46. 46. ACONTECEU Moradores de Prudente fisgam descontração Em parceria com os condôminos, a adminis- dos belíssimos espelhos d’água do residencial, tração do Damha I de Presidente Prudente onde confraternizaram e contaram engraça- organizou o Dia da Pescaria, evento progra- das histórias de pescador. Cada participante mado duas vezes por ano, em datas próximas doou 1 kg de alimento não perecível, que fo- de feriados ou finais de semana. No período ram repassados para entidades beneficentes das 9h às 17h, as famílias se reuniram ao redor do município.Anderson Marchiori: provando que bom pescador não mente Claudinei Quirino e Ana Luiza: filha de peixe, peixinho é Arraiá no Village I Rio PretoOs moradores do Village Damha Ide Rio Preto organizaram uma típicae gostosa festa junina. Além dasbarracas com diversos quitutes eguloseimas houve queima de fogos,dança de quadrilha e um animadobaile. Este evento serviu de instru-mento de confraternização e inte-gração com toda a comunidadeque habita no entorno deste Resi-dencial.Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 47
  47. 47. ACONTECEU Espaço integra condôminos O Centro de Convívio do Damha I de Uberaba está ´Damheiros´ em puro estado de alegria e descontração promovendo diversos eventos, cujo ambiente aproxi- ma os moradores. As programações são bem varia- das e englobam muita música, guloseimas, gincanas, jogos de salão e atividades lúdicas. Além das festas esporádicas, os temas seguem as datas especiais do calendário, como Páscoa, Dia das Mães, dos Pais e das Crianças, Natal, Ano Novo, entre tantas outras. Lazer com muita atividade e disputa sadia Damha Uberaba celebra o Dia dos PaisPais e filhos em ação: várias atividades físicas para movimentar o dia Wellington e filhas em um dia de muita alegria Para comemorar o Dia dos Pais, a gerência do Damha I de Uberaba organizou uma grande festa, com muitas atividades físicas, de lazer e entretenimento. Além de divertir os pais, este evento reuniu toda a família e seus convida- dos. Tanto a área interna quanto a externa do Centro de Convívio do Damha I Uberaba, se transformou em ambientes que promovem Soaraia, Maressa, Myrian e Mônica: descontração enorme harmonia entre todos os moradores ao lado dos pais e maridos deste residencial. 48 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  48. 48. ACONTECEU Piracicaba aprova Centro de Convívio Inaugurado há mais de 1 ano, o Centro de Convívio e Lazer do Damha I de Piracicaba se transformou no local preferido dos moradores. Além da bela arquitetura, o espaço engloba toda a infraestrutura necessária para a realização de aniversários, casamentos, bodas, bailes e inúmeras outras atividades e eventos. Centro de Convívio: espaçoso e aconchegante Festa de 1 ano de Matheus: local perfeito para família e amigos Informativo conecta moradores em Prudente Com a tiragem de mil exemplares, a Associação de Condôminos do Damha I de Presidente Prudente edita o jornal Bem Estar. As matérias divulgam os eventos do residencial, relembram as ações de alguns projetos importantes e apresentam dicas de cidadania, saúde, cultura, gastronomia, turismo, entretenimento e temas variados. A principal finalidade é aproximar o síndico de seus moradores, para que eles possam participar do dia a dia dos assuntos do condomínio, sugerindo ideias e soluções. Edição do Bem Estar: leitores informados e antenadosDamha Rio Preto homenageia mãesAlgumas mães Com o slogan: “Minha mãe é uma Damha”, o Resi-homenageadas: dencial IV de São José do Rio Preto organizou umRenata Tessarolo,Junia Balura e belíssimo evento em homenagem às mães. Com umRosangela Moretti cardápio sofisticado e som ao vivo, a festa presenteou as mamães do condomínio, além de realizar, também, sorteio de vários brindes. Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 49
  49. 49. ACONTECEU Torneio de Tênis empolga moradores A gerência do Residencial Damha I de Presi- em 10 categorias, divididas por faixa etária e nível dente Prudente participou de todo o processo de habilidade técnica. Muitos confrontos foram de organização do 1º Torneio Caiado Fiat/Damha realizados nas duas quadras de piso rápido do de Tênis, que recebeu a inscrição de mais de condomínio, que também sediaram as partidas 140 tenistas. Os jogadores foram distribuídos finais e a solenidade de premiação.Quique Total: Celmir, Marcel, Pitico, Enio, Wellington, Dadão e Elcio Edson Miyashita em ação: vencedor da categoria A adulto Mães e Filhos aprendem a arte do Karatê Para integrar os seus condôminos, o Residencial Damha Campo Grande está ministrando aulas de karatê ex- clusivas para mulheres e crianças. A finalidade deste projeto é incentivar a mãe a participar ativamente da vida social do filho, buscando aprimorar a qualidade física e o senso de disciplina. Defesa pessoal em família: ‘ippon’ em prol da qualidade de vidaParticipe das próximas edições da Estilo Damha. Envie fotos dos eventos e novidades do seu condomínio para: assessoria@damha.com.br e faça, ainda mais, parte desse estilo único Damha de viver.50 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012
  50. 50. Setembro | Outubro de 2012 Estilo Damha | 51
  51. 51. 52 | Estilo Damha Setembro | Outubro de 2012

×