Vidas secas

343 visualizações

Publicada em

Seminário sobre a obra literária de Graciliano Ramos -"Vidas Secas".
Nota obtida: 8,9

Publicada em: Dados e análise
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
343
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vidas secas

  1. 1. VIDAS SECAS Graciliano Ramos
  2. 2. INTRODUÇÃO: Vidas Secas foi o romance responsável por popularizar Graciliano Ramos ao retratar a vida de uma família de retirantes. Publicado em 1938, ultrapassou as tendências regionalistas da geração de 1930 e foi o único romance do autor escrito em terceira pessoa. Um dos aspectos que mais impressionam na obra é o seu tema super atual. O romance enfoca o problema das secas e as condições de vida miseráveis do sertanejo brasileiro. Condições essas que praticamente não se alteram ao longo dos anos. Esse livro retrata fielmente a realidade brasileira não só da época que o livro foi escrito, mas como nos dias de hoje tais como injustiça social, miséria, fome, desigualdade, seca, o que nos remete a ideia de que o homem se animalizou sob condições sub-humanas de sobrevivência.
  3. 3. A OBRA
  4. 4. PERSONAGENS PRINCIPAIS
  5. 5. FABIANO
  6. 6. SINHÁ VITÓRIA
  7. 7. “MENINO MAIS VELHO”
  8. 8. “MENINO MAIS NOVO”
  9. 9. CACHORRA BALEIA
  10. 10. * ESTRUTURA DA OBRA
  11. 11. GRACILIANO RAMOS 27/10/1892 †20/04/1953
  12. 12. CONCLUSÃO: É indiscutível a genialidade Graciliano Ramos, mostrada em Vidas Secas. O trabalho impressiona não só pela temática como também pelo enfoque dado à linguagem, a importância dessa no processo de comunicação e sistematização de nossas ideias. Enfim, a interação entre a situação social e o psicologismos dado as personagens fazem de Vidas Secas um dos mais relevantes romances de nossa literatura.
  13. 13. OBRIGADO PELA ATENÇÃO

×