A criação do território federal do amapá ii

2.875 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.875
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
280
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A criação do território federal do amapá ii

  1. 1. Motivos e consequências
  2. 2. CONTEXTO HISTÓRICO MUNDIAL NO INÍCIO DA DÉCADA DE 1940 Segunda Guerra Mundial (1939-1945): os Aliados versus o Eixo; Ditadura do Estado Novo (1937-1945): Getúlio Vargas comanda com mãos-de-ferro; Falência econômica do Estado do Pará decorrente do fim do ‘‘ciclo da borracha’’ amazônico; Pobreza das pequenas cidades do interior do Pará, entre elas Amapá, Macapá e Mazagão.
  3. 3. CONTEXTO SOCIOECONÔMICO DO ATUAL AMAPÁ ÀS VÉSPERAS DO TERRITÓRIO Existiam apenas três cidades: Amapá, Macapá e Mazagão; Eram pequenas cidades interioranas e pobres, distantes da capital, Belém; A população era predominantemente negra; A economia baseava-se na agricultura de subsistência; Ausência do poder público: não havia escolas ou saneamento básico e o atendimento médico era precário.
  4. 4.  Foto: habitacoes pobres no canal
  5. 5.  Foto da mãe luzia PINTURA DE FRANCISCA LUZIA DA SILVA, APELIDADA DE MÃELUZIA, QUE, NASCIDA ESCRAVA, REALIZOU CENTENAS DE PARTOS EM SEUSCEM ANOS DE VIDA (1854-1954). NA ÉPOCA, AS CONDIÇÕES MÉDICAS ERAM PRECÁRIAS E OS PARTOS ERAM REALIZADOS EM CASA POR PARTEIRAS
  6. 6. VISTA DA IGREJA DE SÃO JOSÉ DE MACAPÁ, CENTRO DA CIDADE, ÀS VÉSPERAS DA CRIAÇÃO DO TFA. EM FRENTE, OS HABITANTES DA CIDADE REZANDO AO REDOR DO ‘‘CRUZEIRO’’, FATO HABITUAL NA ÉPOCA
  7. 7. MOTIVOS QUE LEVARAM À CRIAÇÃO DO TFA O Governo Federal, para justificar a criação do Território Federal do Amapá, alegava: Falta de segurança das fronteiras em razão da Segunda Guerra Mundial; A ‘‘ameaça’’ do socialismo; A incapacidade dos estados de promover seu próprio desenvolvimento econômico; Vazio demográfico; Falta de economia de mercado; Grande extensão física do litoral.
  8. 8. ESPÉCIME DE AMAPAZEIRO, ÁRVORE QUE DEU NOME AO TERRITÓRIO FEDERAL, NOS ARREDORES DO MUNICÍPIO DE AMAPÁ. NA LÍNGUA DOS ÍNDIOS ARUAQUE, ‘‘AMAPÁ’’ SIGNIFICA ‘‘LUGAR ONDE CHOVE
  9. 9.  Foto nazismo no amapáEXPEDIÇÃO CIENTÍFICA NAZISTA NO RIO JARI GUIADA POR NATIVOS, EM 1936. DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, A INVASÃO DAAMAZÔNIA PELO EXÉRCITO ALEMÃO ERA UM MEDO REAL, POIS ELES JÁ HAVIAM ESTADO AQUI ANTES
  10. 10. A CRIAÇÃO DO TERRITÓRIO E CONSEQUÊNCIAS IMEDIATAS Se deu pelo Decreto-Lei 5812/43, em 13 de setembro de 1943; O primeiro governador nomeado foi Janary Gentil Nunes, que permaneceu até 1954; A capital escolhida foi Amapá, mas foi transferida para Macapá em janeiro de 1944; Os cerca de 2500 habitantes de Macapá, quase todos negros, foram despejados do Centro para os bairros do Laguinho e da Favela (hoje Santa Rita); Foram construídos os prédios públicos necessários à gestão do Território; Imigrantes vieram de várias partes do Brasil à procura de trabalho.
  11. 11. O ESTADO DO PARÁ CEDEU 143 MIL QUILÔMETROS QUADRADOS AO NORTE DE SEU TERRITÓRIO PARA O GOVERNO FEDERAL COM A CRIAÇÃO DO TFA
  12. 12. CAPITÃO JANARY GENTIL NUNES, NOMEADO POR VARGAS PRIMERO GOVERNADOR TERRITORIAL DO AMAPÁ
  13. 13. FESTA DE MARABAIXO NO BAIRRO DO LAGUINHO, DÉCADA DE 50. OSHABITANTES DE MACAPÁ, QUASE TODOS NEGROS, FORAM OBRIGADOS A SE RETIRAR DO CENTRO COM O ADVENTO DO TERRITÓRIO
  14. 14. Os versos cantados durante as festas de Marabaixo, chamados ‘‘ladrões’’, registraram as mudanças sofridas em Macapá com a criação do TFA: ‘‘Aonde tu vais rapaz, por esse caminho sozinho? Eu vou fazer a minha morada lá nos campos do Laguinho Dia primeiro de junho eu não respeito senhor Eu saio gritando vivas ao nosso governador Me peguei com São José, padroeiro de Macapá Para Janary e Coaracy não irem embora do Amapᔑ‘Do jeito que está ficando, estão querendo me deixar sozinho Uns vão para a Favela outros vão para o Laguinho’’ ‘‘O largo de São João já não tem nome de santo Hoje é reconhecido por Praça do Barão do Rio Branco’’ “A Avenida Getúlio Vargas Tá ficando que um primo Tem Hospital, tem escola pros filhos dos trabalhadô Mas as casas foram feitas pra só morar os doutô”
  15. 15. OS PRIMEIROS ANOS DO TFA: O GOVERNO JANARY (1943-1954) O governo Janary foi marcado por obras de infraentrutura urbana, principalmente em Macapá, que objetivavam dar suporte econômico e administrativo ao Governo Territorial: Foram construídas as primeiras escolas da capital, como a Escola Barão do Rio Branco, a Escola Industrial de Macapá (atual E.E Antônio C. Pontes), a Escola Doméstica de Macapá (atual E.E Irmã Santina Riolli), a Escola Normal de Macapá (atual E.E Gabriel A. Café) e o Colégio Amapaense; Foram inaugurados postos de saúde nos municípios e, em Macapá, o Hospital Geral de Macapá, em funcionamento até hoje; Foi iniciado o planejamento urbano do Centro de Macapá; Foram construídas os prédios públicos no Centro e casas para os funcionários públicos do Território; Foi aprovada a construção da Hidroelétrica Coaracy Nunes; Com a contrução da Vila Serra do Navio, da Vila Amazonas, da Estrada de Ferro do Amapá e do Porto de Santana, começou a megaexploração do manganês na Serra do Navio; Foram criados o Polo Agrícola do Matapi e o Posto Agropecuário da Fazendinha; Foram criados mais dois municípios: Oiapoque, em 1945; e Calçoene, em 1956; totalizando cinco municípios em todo o Território Federal.
  16. 16. COLÉGIO AMAPAENSE, 1954
  17. 17. CONSTRUÇÃO DO MERCADO CENTRAL DE MACAPÁ, 1956
  18. 18. CONSTRUÇÃO DA ESTRADA DE FERRO DO AMAPÁ, 1955
  19. 19. VISTA AÉREA DA FORTALEZA DE SÃO JOSÉ DE MACAPÁ, 1956
  20. 20. FORTALEZA DE SÃO JOSÉ DE MACAPÁ, 2010
  21. 21. JANARY NUNES DISCURSANDO AO LADO DE PERSONALIDADES PÚBLICAS DO TERRITÓRIO NA FAZENDINHA, 1956
  22. 22. JULIÃO RAMOS (PRIMEIRO À DIREITA; AO SEU LADO ESTÃO JANUÁRIA, SUAESPOSA, E MESTRE PAVÃO), LÍDER DOS NEGROS DURANTE A TRANSFERÊNCIA DA POPULAÇÃO, EM FRENTE À SUA CASA NO BAIRRO DO LAGUINHO, 1958
  23. 23. VISTA DO CENTRO DE MACAPÁ A PARTIR DO COLÉGIOAMAPAENSE, COM A AVENIDA FAB E A ATUAL E.E. ANTÔNIO CORDEIRO PONTES AO FUNDO, 1958
  24. 24. DOCA DE MACAPÁ, ONDE HOJE É O CANAL DA AVENIDA MENDONÇA JÚNIOR, 1958
  25. 25. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS1. Pontos da História do Amapá – UNIFAP 2001;2. www.bartolomea.com/historia. Acesso em 17/08/2011;3. www.portalretratoap.blogspot.com. Acesso em 17/08/2011;4. pt.wikipedia.org. Acesso em 17/08/2011;5. Conhecimentos pessoais dos autores.

×