Análise do Filme - A cor do Paraíso

2.954 visualizações

Publicada em

Material apresentado na disciplina de Educação Inclusiva - 2014

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.954
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análise do Filme - A cor do Paraíso

  1. 1. Filme - A Cor do Paraíso Disciplina: Educação Inclusiva Profª: Seândra Macêdo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Piauí – IFPI – Campus Teresina Zona Sul Teresina, Dezembro 2014
  2. 2. Agenda Introdução; Objetivo; Problemática; Justificativa; Análise Narrativa; Os núcleos temáticos; Enredo do filme; Conclusão; Referências. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  3. 3. Introdução Artigo 3º do Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  4. 4. Introdução A pessoa especial pode ser portadora de deficiência única ou de deficiência múltipla. As várias deficiências podem agrupar-se em quatro conjuntos distintos: Deficiência visual, deficiência motora, deficiência mental e deficiência auditiva Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  5. 5. Introdução Segundo Sá, et.al (2007). A cegueira é uma alteração grave ou total de uma ou mais das funções elementares da visão que afeta de modo irremediável a capacidade de perceber cor, tamanho, distância, forma, posição ou movimento em um campo mais ou menos abrangente... Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  6. 6. Introdução ..Pode ocorrer desde o nascimento (cegueira congênita), ou posteriormente (cegueira adventícia, usualmente conhecida como adquirida) em decorrência de causas orgânicas ou acidentais. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  7. 7. Introdução Filme: A Cor do Paraíso Lançado: 1999 Gênero: Drama. País: Irã Roteiro e Direção: Majid Majidi Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  8. 8. Objetivo Indiferença Amor Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  9. 9. Problemática Indiferença vivida pelo pai de Mohammad, que não aceita a deficiência do filho, tentando dessa forma livra-se do filho a qualquer custo. O filme aborda o preconceito vivido pelo garoto dentro da própria casa. O que mostra que muitas vezes os familiares não conseguem aceitar as limitações físicas no qual algum membro da família está submetido. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  10. 10. Justificativa O filme gira entre a delicada relação entre pai e filho, por conta da cegueira de Mohammad . Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  11. 11. Justificativa Cenas que comprovam essa relação: No momento . em que o pai de Mohammad chega ao internato para pega-lo tenta convencer a direção de ficar com ele. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  12. 12. Justificativa Cenas que comprovam essa relação: Momento quando . comunica sua mãe (vó do garoto) que precisa dar um jeito em Mohammad. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  13. 13. Análise Narrativa Síntese Técnica do Filme O elenco envolve: Hossein Mahjoub (Hashem), Mohsen Ramezani (Mohammad), . Salime Feizi (Avó), Farahnaz Safari (Irmã mais velha), Elham Sharifi (Irmã mais nova), Behzad Rafi (Professora da Vila), Mohamad Rahmani (Professor), Morteza Fatemi (Carpinteiro), Kamal Mirkarimi (Diretor), Masoome Zinati (Jovem mulher), Zahra Mizani (Professor da escola) e Ahmed Aminian (Noiva do pai). Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  14. 14. Análise Narrativa Roteiro e Direção: Majid Majidi Ano: 1999 País: Irã . Enredo Principal: Mohammad é um jovem estudante de oito anos que frequenta uma escola para cegos em Teerã. Sua impossibilidade de ver o mundo reforma mais ainda sua habilidade em sentir suas poderosas forças. Depois de um tempo, ele volta a sua terra natal, um vilarejo no norte montanhoso do Irã, junto com seu pai (Hashem), um cativeiro viúvo. (Filme a cor do Paraíso, 2014). Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  15. 15. Núcleos Temáticos O filme gira em torno da delicada relação entre pai e filho, dos laços de amor e carinho de suas irmã (Farahnaz e Elham) e sua . avó (Salime) e da sensibilidade do menino cego. Mohammad é um garoto muito vivo, que tem uma enorme sensibilidade. Seu jeito simples de ver o mundo é uma verdadeira lição de vida. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  16. 16. Núcleos Temáticos O filme gira em torno da delicada relação entre pai e filho, dos laços de amor e carinho de suas irmã (Farahnaz e Elham) e sua . avó (Salime) e da sensibilidade do menino cego. Mohammad é um garoto muito vivo, que tem uma enorme sensibilidade. Seu jeito simples de ver o mundo é uma verdadeira lição de vida. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  17. 17. Núcleos Temáticos No que diz respeito à relação pai e filho: . Pede pra direção do internato ficar com o menino; Vai atrás de um carpinteiro para cuidar dele e até mesmo na hora de deixa-lo com o carpinteiro. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  18. 18. Núcleos Temáticos No que diz respeito ao amor das irmãs e da avó: Quando Mohammad . volta do internato ; Quando o menino chora pra ir à escola com as irmãs e não pode; Sua avó o leva, e quando chega na sala das irmãs elas ficam muito felizes e orgulhosas dele por ele saber ler mais do que os alunos normais e por estar ali com elas. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  19. 19. Núcleos Temáticos No que diz respeito a sua sensibilidade: . vários momentos que o menino usa a natureza pra reforçar o que aprendeu no internato, ditando as vogais com pedras do lago, com areia. Por diversas vezes ele contempla o cantar dos pássaros, o vento a água. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  20. 20. Enredo Narrativo O filme a cor do paraíso é um filme de cunho religioso, que relata a vida do garoto Mohammad, o mesmo tem oito anos, frequentou . por algum tempo uma escola de tempo integral para cegos em Teerã, onde era muito bem tratado e amado por todos. Sua impossibilidade de enxergar o mundo, só reforça sua habilidade em sentir a natureza.... Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  21. 21. Considerações Finais Percebe-se com esse filme como as pessoas com DV contempla as coisas de Deus, precisamente a natureza. Como elas podem . ser descriminadas e amadas ao mesmo tempo e como alguns professores se comportam diante dessa deficiência. Percebe-se com o filme que os DVs são capazes de aprender de diversas formas e que isso pode surpreender aqueles que aparentemente não possuem deficiência nenhuma. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  22. 22. Referências BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Decreto N° 3.298, de 20 de dezembro de 1999. Disponível: http://repositorio.pucrs.br:8080/dspace/bitstream/10923/4874/1/000428161-Texto%2BCompleto-0.pdf . Acesso em: 26 nov.2014. Filme a cor do Paraíso. . 2014. Disponível em: http://ericaferro.blogspot.com.br/2013/08/filme-cor-do-paraiso. html. Acesso em: 26 nov.2014 . A Deficiência. Disponível em: http://www.deficiencia.no.comunidades.net/index.php? pagina=1364432068. Acesso em: 26 nov.2014. FILMOGRAFIA A Cor do Paraíso. Publicado: 1 de ago. 2013. Disponível em: https://www.youtube.com/watch? v=iO8DJGrC8co. Aceso em: 26 nov.2014. Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias
  23. 23. Obrigada! Filme – A Cor do Paraíso Da luz Dias

×