SEGURANÇA EM VIAGENS

2.076 visualizações

Publicada em

Um guia para gestores de contas, secretárias e agentes de viagens preocupados com a segurança nas reservas e emissões de passagens dos viajantes.

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.076
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SEGURANÇA EM VIAGENS

  1. 1. SEGURANÇA EM VIAGENS
  2. 2. Uma reunião de negócios bem sucedida num hotel ou o sucesso da reposição de uma equipe offshore dentro de um cronograma, tem relação em parte com o deslocamento em segurança da viagem dos funcionários de uma empresa.
  3. 3. Como medidas de segurança que um agente de viagens pode adotar para o conforto dos viajantes e prevenção de gastos desnecessários com viagens, podemos citar:
  4. 4. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Emitir passagens com o primeiro e último nome do viajante conforme escrito no passaporte. “ Os sobrenomes: JUNIOR, NETO e FILHO podem ser omitidos na emissão de uma passagem aérea, desde que o agente de viagens insira um remark no PNR com o nome completo do passageiro para que no dia do embarque não haja divergências entre o nome no passaporte e o nome emitido na passagem aérea.” Se o nome do viajante na passagem aérea estiver diferente do nome no passaporte, a cia aérea não permitirá o seu embarque e a única forma de corrigir esse erro é emitindo uma nova passagem. “ Esse tipo de situação é muito comum com mulheres recém casadas que mudam o seu sobrenome na identidade e solicitam a emissão da passagem com o sobrenome do marido, esquecendo-se de que no seu passaporte ainda consta o sobrenome de solteira!”
  5. 5. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Monitorar FILAS para avisar o viajante com antecedência sobre o cancelamento ou mudança de horário do vôo. Assim, a viagem do passageiro não será prejudicada por haver tempo hábil de reacomodá-lo em outra cia aérea, se necessário. Quando uma cia aérea cancela ou muda o horário de um vôo, ela informa isso via FILAS por meio dos códigos HX, UN e TK. A maioria das agências de viagens costumam processar FILAS durante a semana. Por essa razão, é recomendável que o viajante ligue na véspera da viagem para confirmar se houve alguma alteração no seu vôo. Pode-se também solicitar ao agente de viagens a inserção do número do seu celular na sua reserva. Assim, o passageiro poderá se antecipar a qualquer imprevisto de viagem ao receber da cia aérea um SMS de alerta de viagem.
  6. 6. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Emitir passagens com conexões com cias aéreas que pertencem a uma mesma aliança aérea (Star Alliance, One World, Sky Team). Assim, caso o passageiro perca a conexão, a cia aérea que teve o vôo atrasado poderá reacomodá-lo mais facilmente em uma das cias pertencentes a sua aliança, sem a necessidade de reemitir o bilhete ou de ter que comprar uma nova passagem. Quando uma passagem aérea é emitida com cias aéreas que não pertencem a uma mesma aliança, os portões de embarque são distantes um do outro (às vezes em outro terminal) e as bagagens podem ser roubadas ou extraviadas durante a transferência de uma aeronave para outra.
  7. 7. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Emitir um único bilhete envolvendo todos os trechos aéreos da viagem internacional do passageiro. Isso dará garantia ao viajante de ser reacomodado no próximo vôo disponível da sua conexão ou ser acomodado em um hotel enquanto aguarda a partida do seu vôo que foi cancelado ou que está atrasado. A emissão de mais de um bilhete internacional para baratear a tarifa implica em risco de perda do vôo na conexão internacional, devido a necessidade de ter que pegar as bagagens e fazer imigração antes de chegar ao destino da viagem!
  8. 8. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Evitar emissão de passagens aéreas com cias aéreas low cost (Webjet, Team, No Ar, BRA, Jet Blue, UsAir, Ryanair, Easyjet, etc). Por mais que as passagens sejam baratas, as taxas de reemissão e restrições dos seus bilhetes não compensa a economia e os aborrecimentos durante a viagem. Cias aéreas low cost costumam apresentar os seguintes problemas: 1) Cancelamento e atraso frequente de vôos. Alguns vôos não são diários enquanto que algumas rotas possuem apenas um único vôo por dia, o que aumenta os riscos do viajante com gastos extras com hospedagem, compra de uma nova passagem, etc, 2) Os bilhetes não são reembolsáveis e nem endossáveis (aceitos por outras cias aéreas), 3) Manutenção deficitária das aeronaves, 4) Frota ultrapassada de aviões, 5) Serviços de bordo de baixa qualidade.
  9. 9. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Emitir passagem aérea com tempo seguro de conexão de vôos. a) O tempo mínimo ideal de conexão é de 2hs. b) O tempo mínimo ideal de conexão com troca de aeroporto é de 4hs. c) Conexão internacional para uma cidade dentro do país de desembarque: Mínimo de 1h 30min. Entretanto, se o país de desembarque exigir visto, o tempo mínimo ideal será de 3hs. Se essa regra não for respeitada, a consequência é a perda do vôo e a cia aérea não garantirá direito algum ao passageiro de ser acomodado em hotel ou de ser reacomodado em vôo de outra cia aérea porque o bilhete foi emitido com tempo insuficiente de conexão.
  10. 10. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Recomendar a emissão de passagens aéreas para o mesmo destino com cias aéreas concorrentes ou com horários diferentes, no caso das viagens de diretores, conselheiros e presidente de uma empresa. Se todos estiverem juntos no mesmo vôo e a cia aérea cancelá-lo, ou se o vôo atrasar, ou se houver um desastre aéreo, o compromisso da empresa será prejudicado porque ninguém comparecerá no horário/dia agendado.
  11. 11. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Emitir passagens aéreas internacionais com rotas de no máximo uma conexão no exterior e preferencialmente que a direção dessas rotas seja do oeste para o leste com o intuito de evitar um maior cansaço na viagem e os sintomas do Jet Lag. Jet Lag é mais frequente em viagens intercontinentais do leste para o oeste. A mudança de fusos horários interrompe o ritmo circadiano e cardíaco do corpo, afeta sua temperatura, os níveis da pressão arterial e os padrões de comportamento, causando sintomas que duram por mais de 2 dias, como: 1) Insônia, fadiga e falta de motivação, 2) Dificuldade de concentração (especialmente em atividades que demande esforço ou habilidade como dirigir, ler ou discutir um acordo de negócios), 3) Comportamento furioso e desorientação. É comum, por exemplo, o viajante retornar duas ou mais vezes para confirmar se trancou a porta do quarto do hotel, ou não.
  12. 12. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Fazer reservas em hotéis longe de áreas de risco (pontos de prostituição, de drogas e próximo de boates). A má localização de hotéis nessas áreas, como a do HOTEL COMFORT NOVA PAULISTA, aumenta a probabilidade de assaltos, inclusive dentro do próprio hotel!!!
  13. 13. SEGURANÇA EM VIAGENS MEDIDAS DE SEGURANÇA EM VIAGENS CONSEQUÊNCIAS SE NÃO ADOTADAS Recomendar seguro viagem para o viajante ter cobertura contra imprevistos de viagens, como: cancelamento ou atraso de vôos, acidentes pessoais, consultas médicas, extravio ou roubo de bagagem, etc. “ Quando a emissão de uma passagem aérea é feita com cartão EBTA, automaticamente o viajante já está coberto pelos serviços de assistência viagem da administradora do cartão.” Um viajante, por exemplo, pode ser deportado ao chegar na Europa, devido a alfândega dos países participantes do acordo de Schengen exigirem comprovação de emissão de apólice de seguro viagem!
  14. 14. written & produced by DOUGLAS WIRES www.BASTIDORESdoTURISMO.blogspot.com www.youtube.com/mrdouglaswires

×