Gripe a1

1.592 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.592
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
468
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide



































  • Gripe a1

    1. 1. GRIPE A (H1N1)
    2. 2. O AGENTE Imagem do vírus H1N1 da gripe suína (Foto: CDC/Reuters
    3. 3. Vírus da Influenza Humana Orthomyxovirus Tipos Drifts A –Várias espécies Shifts B – Humanos C – Humanos e Suínos
    4. 4. Conceitos Importantes Influenza Sazonal ou Epidêmica Influenza suína / aviária Pandemia de Influenza
    5. 5. Fases da OMS FASE 1 – Ausência de casos em animais FASE 2 – Casos em animais com potencial de infectar humanos FASE 3 – Casos em humanos, porém sem transmissão inter-humana FASE 4 – Transmissão inter-humana, porém bastante limitada FASE 5 – Transmissão inter-humana, que apesar de limitada, atinge conglomerados maiores FASE 6 – Pandemia: transmissão generalizada e sustentada na população global.
    6. 6. Via de transmissão  Gotículas > Contato > Aerossol  Muitas dúvidas sobre a eficiência de cada via  Prevenção de contágio: - Cobrir a tosse ou espirro - Lavagem de mãos frequentes - Luvas, avental, óculos e máscara N95 se contato a menos de 1,5m do paciente suspeito - Isolamento em quarto com porta fechada, pressão negativa se possível - Isolamento domiciliar
    7. 7. EPIDEMIOLOGIA
    8. 8. EPIDEMIOLOGIA
    9. 9. Países Afetados H1N1
    10. 10. % de positivos 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 jan/96 mar/96 mai/96 jul/96 set/96 nov/96 jan/97 mar/97 mai/97 jul/97 set/97 nov/97 jan/98 1996 - 2000 mar/98 mai/98 jul/98 set/98 nov/98 epidemiológica meses do ano jan/99 mar/99 mai/99 BRASIL jul/99 set/99 nov/99 jan/00 mar/00 Projetos GROG - VigiGripe mai/00 Distribuição de amostras de influenza por semana inf A inf B jul/00 set/00 nov/00
    11. 11. Evolução do número de casos no mundo
    12. 12. Casos de H1N1 OMS, 26/5, 06:00h GMT 12.954 casos em 46 países  México: 4806 casos / 85 óbitos = 1,8%  EUA: 6764 casos / 10 óbitos = 0,1%  Canadá :921 casos / 1 óbito = 0,1%
    13. 13. Influenza Grupos de Risco Mortalidade relacionada à gripe: (Mortes/100.000)  Adultos sadios: 2 Doença cardiovascular: 104 Doença pulmonar: 240 Doença cardiovascular & diabetes associadas: 481 Doença cardiovascular & pulmonar associadas: 870 Mais de 90% dos óbitos são em maiores de 65 anos
    14. 14. GRUPO DE RISCO Transplantados  Câncer  AIDS em tratamento  Cardiopatia  Pneumopatia  DRC  DM  Obesidade mórbida
    15. 15. Influenza Grupos de Risco Freqüência de complicações da gripe de acordo com a faixa etária 80% 70% 60% % Complicações 50% 40% 30% 20% 10% 0% 40-49 50-59 60-69 >70 Faixa etária
    16. 16. FATORES DE RISCO  Idade menor que 2 anos  Idade maior que 60 anos  Gestantes
    17. 17. TRANSMISSÃO
    18. 18. NORMAL TRACHEAL MUCOSA 3 DAYS POST-INFECTION 7 DAYS POST-INFECTION Lycke and Norrby Textbook of Medical Virology 1983
    19. 19. DIAGNÓSTICO
    20. 20. SÍNDROME RESPIRATÓRIA AGUDA GRAVE  Febre >38ºC  Tosse e dispnéia  Pode: FR >25 irpm Hipotensão  Criança: Batimento de asa do nariz cianose tiragem desidratação
    21. 21. Influenza/gripe X Resfriado
    22. 22. Diagnóstico Laboratorial  Exames em amostras de lavado de nasofaringe  Boa sensibilidade nos 3 primeiros dias de doença.  Testes rápidos : - Somente Influenza A ou não - Muitos falsos-positivos e negativos
    23. 23. Dados Clínicos Período de incubação: 1 a 7 dias Período de transmissibilidade: -1 a 7 dias Crianças até 14 dias
    24. 24. Prevenção e tratamento
    25. 25. VACINAÇÃO E PANDEMIA CONCOMITÂNCIA DAS GRIPES  Quadro clínico idêntico  Apesar de não ter eficácia contra o H1N1 a vacinação pode:  Diminuir o número de casos investigados  Diminuir o isolamento dos pacientes  Diminuir o uso de antivirais
    26. 26. Prevenção da gripe pela vacinação anual A vacina está indicada para: * Indivíduos > 60 anos de idade * Indivíduos institucionalizados * Adultos e crianças portadores de patologias crônicas (doença pulmonar, cardiovascular, renal, metabólica, etc.) * Adultos e crianças portadores de imunodeficiências ou em uso de tratamentos imunossupressores * Médicos, enfermeiras e demais trabalhadores de estabelecimentos de saúde * Provedores de cuidados domiciliares para indivíduos de risco * Familiares (incluindo crianças) de indivíduos de risco • SBPediatria : crianças - 6 a 24 meses MMWR. 1997; 46: 1-2
    27. 27. Oseltamivir ( Tamiflu )  Uma cápsula de 75mg, 12/12h, 5 dias  Iniciar o tratamento até 48 horas após o início dos sintomas  Profilaxia : 1 comprimido ao dia  Uso adjunto à vacina  Já há relatos de resistência de até 20%! Drugs 1999 Nov; 58 (5): 851-860
    28. 28. CONCLUSÃO
    29. 29. CONCLUSÃO
    30. 30. CONCLUSÃO 1. A influenza epidêmica é uma doença comum e pode ter maior morbimortalidade em grupos específicos.
    31. 31. CONCLUSÃO 1. A influenza epidêmica é uma doença comum e pode ter maior morbimortalidade em grupos específicos.
    32. 32. CONCLUSÃO 1. A influenza epidêmica é uma doença comum e pode ter maior morbimortalidade em grupos específicos.  A pandemia é inevitável, mas deve ser mais branda que as anteriores.
    33. 33. CONCLUSÃO 1. A influenza epidêmica é uma doença comum e pode ter maior morbimortalidade em grupos específicos.  A pandemia é inevitável, mas deve ser mais branda que as anteriores.
    34. 34. CONCLUSÃO 1. A influenza epidêmica é uma doença comum e pode ter maior morbimortalidade em grupos específicos.  A pandemia é inevitável, mas deve ser mais branda que as anteriores.  O uso de máscaras e antivirais deve seguir critérios pré-estabelecidos
    35. 35. CONCLUSÃO 1. A influenza epidêmica é uma doença comum e pode ter maior morbimortalidade em grupos específicos.  A pandemia é inevitável, mas deve ser mais branda que as anteriores.  O uso de máscaras e antivirais deve seguir critérios pré-estabelecidos
    36. 36. CONCLUSÃO 1. A influenza epidêmica é uma doença comum e pode ter maior morbimortalidade em grupos específicos.  A pandemia é inevitável, mas deve ser mais branda que as anteriores.  O uso de máscaras e antivirais deve seguir critérios pré-estabelecidos  A vacinação é mandatória para todos os profissionais de saúde e grupos de risco para

    ×