Projeto Educativo - ESCOLA NOVA ASSEMBLEIA

867 visualizações

Publicada em

ESCOLA NOVA ASSEMBLEIA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
867
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Educativo - ESCOLA NOVA ASSEMBLEIA

  1. 1. 1 PPRROOJJEETTOO EESSCCOOLLAA AATTRRAATTIIVVAA Escola, lugar de esperança, tranquilidade, conforto e muitas amizades ESCOLA NOVA ASSEMBLEIA
  2. 2. 2 1. Ficha de identificação do projecto Titulo Escola atrativa Área Geográfica: Concelho da Praia Localidade: Achada de Santo António Responsável pela execução: Escola Nova Assembleia Data de realização: Beneficiários: Alunos, professores e todos que nela trabalha Parceiros na execução: __________________________ Duração do projecto: Três anos letivos - 2013/14 , 2014/15 e 2015/16
  3. 3. 3 1. Percurso histórico A história do ensino no bairro onde se insere a Escola do Ensino Básico “Nova Assembleia” seguiu o percurso educativo da Cidade da Praia. Segundo a professora Brasilina Silva Rodrigues, até 1956, época em que ainda não havia qualquer estabelecimento de ensino oficial na Achada de Santo António (ASA), deste bairro deslocavam-se ao Plateau e Lém Ferreira, a fim de frequentarem o ensino básico. Em 1957, foi construída a Escola Grande na ASA, próximo da então Marconi que foi inaugurada no mesmo ano. Com o aumento da população na Praia, houve necessidade de mais escolas noutros pontos da cidade e nesta sequência, uma vez que um único estabelecimento já não atendia às demandas do ensino na ASA foi construída, a escola do Brasil, inaugurada em 1963. Teve como primeiro Director o professor Ivo de Carvalho Silva. As demandas foram crescendo e houve necessidade de mais salas, a ponto de nos anos 70 se ter alugado muitas casas para albergar os alunos do bairro porque a população aumentou significativamente e a procura de estabelecimentos de ensino também. Antes cada sala tinha um(a) director(a) que também leccionava. Nos finais dos anos 80 foi criada uma única direcção que cuidava de todas as escolas da ASA. A primeira directora foi a professora Deolinda Lopes Fortes Duarte que trabalhou de 1986/87 até o ano lectivo 89/90 em que foi substituída pela professora Brasilina Silva Rodrigues. Conforme ainda a professora Brasilina Rodrigues, a actual Escola “Nova Assembleia” que teve como primeira designação Escola OPEP-I, por ter sido a origem do seu financiamento, na OPEP, se lhe chamou Escola OPEP – I. Foi construída em 1992 a partir daí carregou este nome durante vários anos e por
  4. 4. 4 isso por mais que se lhe mude de nome ficou no nome OPEP na memória colectiva e assim ainda muitos a conhecem. Começou a funcionar em 1992 e tinha como satélite as duas escolas: Brasil e Acampamento. Acampamento deixou de funcionar como escola no ano lectivo de 199…/9…. E todos os professores que leccionavam lá, ficaram na OPEP I. Continuou como satélite só a escola do Brasil. Mas no ano lectivo de 2001/02 houve uma fusão das escolas OPEPI e Eugénio Tavares, então a escola do Brasil passou para OPEPII. Logo no ano seguinte as duas escolas foram separadas tendo ficado OPEPI sozinha sem nenhuma escola satélite, funcionando assim desta forma. A partir de determinada altura passou a ser chamada Escola Nova Assembleia. A primeira Directora foi a Professora Brasilina Rodrigues que trabalhou nela até o ano lectivo de 1996/97. Nesse ano foi substituída pela Professora Filomena Carvalho que trabalhou do ano lectivo 1997/98 até o ano lectivo 2000/01. No ano lectivo 2001/02 a gestão da escola foi entregue à Professora Maria da Conceição Sapinho. Na sequência da junção no ano seguinte com a Escola Eugénio Tavares a gestão das duas escolas ficou com a professora Neusa Rodrigues, que era gestora da “Eugénio tavares” Como a fusão não satisfez os beneficiários, decidiu-se pela separação tendo ficado cada escola com a sua direcção. A escola OPEP I ficou novamente sob a gestão da Professora Maria da Conceição Sapinho até a presente data. Eis os nome de alguns professores que passaram por este estabelecimento de ensino:  Professor Alberto Correia já falecido,  Professora Deolinda Duarte (aposentada)  Professora Manuela Gonçalves, (aposentadas)  Professora Maria do Nascimento,  Professora Elizabeth Cardoso, Professora Nívea Silva  Professora Cármen Gonçalves  Professora Maria Filomena Abreu,
  5. 5. 5  Professora Nilza Almeida,  Professora Ana Cordeiro,  Professora Vera  Professora Jaqueline de Pina  Professora Ana Maria,  Professora Joana Elisabeth,  Professor Miguel Fernandes (falecido),  Professora Isabel Sá Nogueira  Professora Maria Fernanda  Professor Dionísio Firmino (atual Delegado do MED de S. Nicolau),
  6. 6. 6 2. CONTEXTO: Diagnóstico e caraterização A Escola Nova Assembleia fica situada na Freguesia de Nossa Srª da Graça, na zona sul, no planalto de Achada de Santo António, cidade da Praia. A maioria da população tem um nível sócio-económico baixo com muitas famílias desempregadas com baixo nível de escolarização, ocupando-se essencialmente da pesca e comércio informal. Isto tudo reflecte na fraca relação entre a escola e a família. Está sediada próxima de diferentes instituições tais como: farmácias, consultórios bancos comerciais, empresas de telecomunicações hotéis, casa comerciais organismos público como a Assembleia nacional, o IFH empresas públicas e privadas de diversos ramos etc. Funciona de segunda a sexta das 8H00 às 18H00, sendo o horário letivo das 8H00 às 12H30 para o período de manhã e das 13 às 17H45 para o período de tarde. O intervalo do período de manhã é das 10H15 às 10H45 e do período de tarde é das 15H40 às 16H10. A interrupção lectiva obedece o calendário estabelecido pelo MED. Normalmente a escola costuma fazer uma reunião geral com os encarregados de educação uma vez no início de cada ano lectivo. Quanto à avaliação, a entrega dos registos das avaliações dos alunos é feita no fim de cada período. No tocante à avaliação da aprendizagem, deve contemplar todas dimensões. A escola tem a preocupação de fornecer aos alunos uma educação de excelência num ambiente seguro e de apoio. Incentivamo-los a darem o melhor deles tanto na sala de aula como na comunidade, para poderem ser bons cidadãos, respeitadores e responsáveis. Possui hoje uma consistente organização, consolidada pelos vários anos de funcionamento, por um corpo docente estável e uma boa imagem na comunidade o que dela faz uma opção preferencial para os pais e
  7. 7. 7 encarregados de educação colocarem os seus filhos e educandos. A sua orgânica é estruturada, obedecendo ao seguinte organograma: Gestora Corpo docente Núcleo Pedagógico GCorpo não docente Corpo discente
  8. 8. 8 3. Recursos humanos 3.1. Corpo docente Nela trabalham 16 professores com cerca 500 alunos do 1º ao 6º ano de escolaridade distribuídos da seguinte forma: 2 turmas do 1º ano, 2 do 2º, 3 do 3º, 3 do 4º, 3 do 5º e 3 do 6º. Quadro descritivo do corpo docente Nome Habilitações profissionais Classe que leciona Ana Maria Gonçalves IP 1ª Zilena IP 1ª Maria Iloides Rosa IP 2ª Natália Moreno Oliveira IP 2ª Verónica Correia Cardoso Magistério Primário e 2ª Fase 3 ª Jaqueline Rocha Barbosa IP 3 ª Natalina Correia IP 3 ª Maria de Lourdes da Veiga IP 4ª Liziny Lopes Tavares IP 4 ª Maria da Conceição Tavares IP 4 ª Maria Teresa Tavares IP 5ª Martina da Veiga IP 5 ª Belmira Monteiro Varela IP 5 ª Suzete Freita Santos IP 6 ª Emanuel Horta da Graça IP 6 ª Maria Luísa Carvalho IP 6 ª
  9. 9. 9 3.2. Corpo não docente O corpo docente da escola é composto por uma gestora, uma professora na secretaria, dois guardas (um noturno que é funcionário do Ministério da Educação e um diurno que é pago pelos encarregados de educação), uma encarregada de limpeza e 3 cozinheiras. Quadro descritivo do Corpo não docente 1 Maria da Conceição Sapinho Gestora 2 Maria do Rosário Gomes Adj. Gestora 3 Cecília Tavares Moreira ASG 4 Agostinha Gonçalves Cozinheira 5 Domingas Pires Alves “ 6 Dulcinda da Graça Barbosa “ 7 Umaro Baldé Guarda diurno 8 Norberto Lopes Barreto Guarda noturno
  10. 10. 10 3.3. Corpo discente Como resultado do crescimento da escola o número de efetivos de estudante tem-se mantido num nível alto a ponto das infraestruturas se revelarem insuficientes para atender à demanda. O corpo discente desta escola é assim constituído: Quadro descritivo do corpo discente Nº de alunos Ano Nº de turma 1º 33 2 30 2º 37 2 32 3º 26 334 34 4º 34 334 36 5º 35 3 26 28 6º 36 2 39
  11. 11. 11 4. Recursos infraestruturais A Escola possui 8 salas de aulas funcionando todas de manhã à tarde. Tem um bloco onde funciona a secretaria e o gabinete da gestora, 4 casa de banho (1 para professoras, 1 para professores, 1 para alunas e outro para alunos), a cozinha, o armazém, um salão para as actividades culturais, para além de outras arrecadações que são utilizadas conforme as necessidades da escola. Existe uma sala onde se encontra alguns livros e computadores e ainda a cantina que os alunos compram o lanche durante o intervalo. Há uma cozinha onde é preparada a refeição quente. Ainda há um pátio para a prática de educação física junto ao qual existe mais uma casa de banho, construída por ocasião das obras no referido pátio. 5. Recursos financeiros A escola gere um fundo de contribuição paga pelos encarregados de educação que é de 1.520$00 (mil quinhentos e vinte escudos) anual por cada aluno, mas que nem todos pagam. Por isso há necessidades que a escola não consegue satisfazer por falta de meios.
  12. 12. 12 6. Cenários e matriz sobre as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades Apresenta-se em seguida uma análise de cenários que elucidem sobre as forças e fraquezas, ameaças e oportunidades (análise SWOT) Forças  Consistente organização, consolidada pelos vários anos de funcionamento da Escola  Corpo docente formado e estável  Boa imagem da Escola na comunidade  Infra-estruras com condições mínimas que, melhoradas, poder tornar a um lugar de maior conforto de promoção de amizades e de bom ensino/aprendizagem  Disponibilidade dos pais e encarregados de educação em apoiar os seus filhos e educandos com água para beber Fraqueza  Necessidade de melhoria das infra- estruras, por forma a que a Escola se torne num um lugar de maior conforto (falta de cobertura da placa desportiva e de pintura interior e exterior, ausência de uma sala de informática, de biblioteca, de um espaço para actividades extra curriculares, o estado geral de degradação do edifício, a infiltração da água das chuvas, nos tetos e paredes, portas e janelas velhas, cozinha degradada, problemas de canalização, o piso tosco, mobiliário velho, os quadros pretos inadequados) Oportunidades  Proximidade da escola de instituições potencialmente capazes de serem parceiras na criação de condições para tonar a escola um lugar de maior conforto de promoção de amizades e do processo ensino/aprendizagem  Encarregados de educação com uma larga experiência que nos possa servir para melhorar a nossa atuação Ameaças  Maioria dos alunos oriundos de famílias com nível socioeconómico baixo  Prolemas no abastecimento de água, um constrangimento do ambiente exterior que a qualidade das infra- estruturas sanitárias  Perigos na entrada e saída dos alunos resultante da falta de quebra- molas/passadeiras junto à porta de saída obrigatórias dos alunos  Necessidade do reforço do muro de proteção no lado oriental da Escola para impedir a passagem de estranhos sem controlo.
  13. 13. 13 OBJECTIVOS E ACTIVIDADES DO PROJETO
  14. 14. 14 Actividade Objetivos Desenvolvimento Data Atividade 1: Abertura do ano letivo e preparação metodológica  Assinalar condignamente o arranque do ano letivo  Identificar os problemas que advém do não seguimento dos alunos e alunas no intervalo  Consciencializar os professores para a problemática dos rapazes que muito cedo estão a abandonar a escola por falta de orientação principalmente na família.  Organizar sessões de preparação metodológica  Identificar os conteúdos  Planificar conteúdos  Preparar o trabalho a ser realizado  Ornamentar as salas de aula de modo a se apresentarem mais atrativas  Sensibilizar os professores para melhor cuidarem do horto.  Transmitir conhecimentos aos professores qual é melhor época para cada tipo de planta Desenvolvimento da atividade 1  Saudação aos professores e professoras com boas vindas com fotos colocados em frutas.  Depois, na sala, conversa com os presentes para lhes dar a conhecer tudo sobre o início do ano letivo inclusive o tema que é ”Alimentação”..  Encontro com professores com a jornalista Dr.ª Marilene Pereira no sentido de colaborar com os professores no sentido de fazerem o recreio orientado tendo como foco rapazes que estão a necessitar de cuidados maiores.  Planificação dos conteúdos de lecionação  Preparação de trabalhos concretos  Confeção de enfeites para a ornamentação das salas de aula, baseado no tema “Alimentação” - Cada professor ou professora com o seu material confeciona frutas e outros alimentos para enfeitar a sala.  Conversa entre as duas representantes do programa sobre horto pedagógico e Professores acerca de como usar o horto para dar aulas, sobre os cuidados a ter com as plantas, a forma natural de adubar as plantas, a época recomendada para cada tipo de planta, do concurso que vai haver sobre melhor horto.  Houve a informação sobre a forma como vão ser os diferentes ciclos.  Observação de um pequeno filme seguido do respetivo comentário. 4/9/13 a 11/9/13
  15. 15. 15 Atividade 2: Arranque das atividades letivas Iniciar as aulas do ano letivo 2013/14 Desenvolvimento da atividade 2 Início das aulas: Todos os professores distribuídos pelas respetivas turmas arranca as atividades letivas 16/9/13 Atividade 3 - Atelier de reciclagem “ Nha Terra nha Cretheu   Consciencializar os alunos e alunas para a problemática da poluição.  Sensibilizar a comunidade educativa para esta problemática  Aproveitar os desperdícios  Confecionar brinquedos e enfeites  Reaproveitar o lixo  Combater a poluição ambiental Desenvolvimento da atividade 3  Uma vez por semana, às sexta-feiras, o promotor do programa vem à escola em cada sala dá as noções sobre os males da poluição através de projeção de diapositivos com ilustrações. Depois de passar a noção em todas as salas, vão passar à fase de fazer mesmo a reciclagem de desperdícios, produzindo brinquedos, enfeites e utensílios diversos.  Exposição dos trabalhos feitos durante o “atelier”. Ao longo do ano letivo
  16. 16. 16 Atividades 4 A Escola como lugar atrativo para a conscientização sobre a problemática da boa alimentação  Assinalar a problemática da alimentação ao longo do ano letivo com destaque para uma semana específica de atividades  Mostrar o valor dos nutrientes  Sensibilizá-los para a necessidade de incentivar os seus educandos no consumo de cada nutriente.  Identificar os grupos  Associar cada alimento ao grupo  Aprender brincando em que cada aluno representa um alimento e fala do valor nutritivo do mesmo  Despertar o hábito de escrita  Despertar o gosto pela pesquisa  Consolidar as noções sobre alimentos.  Associar o valor nutricional de cada alimento ao respetivo grupo.  Viver situações reais de compra e Desenvolvimento da atividades 4  Comemoração da semana da alimentação  Conversa com pais mães, encarregados de educação a fim de compreenderem o valor nutricional de cada nutriente para sensibilizar os seus educandos para comerem tudo que lhes forem dados para poderem corresponder aos objetivos preconizados pela FICASE ao introduzirem mais produtos na alimentação.  Projeção de diapositivos com dados relativos à conversa  Interação entre a nutricionista e os participantes sobre o assunto.  Primeiro há necessidade de produzir algo que ajuda a identificar cada aluno que alimento representa. Preparar fichas com o nome dos diferentes grupos de alimentos. Cada aluno ou aluna com o próprio distintivo toma frente em relação aos colegas e diz o que é, diz os valores nutricionais do referido alimento porque é que deve ser consumido e logo depois vai ficar no lugar onde está a ficha com o nome do grupo que pertence.  Conversa na sala com os alunos sobre o Dia Mundial da Ao longo do ano letivo com destaque para a semana de 14 a 18/10/13
  17. 17. 17 venda de alimentos através de brincadeiras  Consolidar noções adquiridas na aula de matemática  Participar na preparação dos alimentos.  Transmitir os conhecimentos adquiridos aos que não podem participar  Proporcionar momentos de lazer troca de ideias e entre os alunos e alunas, professores e professoras  Saborear uma alimentação rica em nutrientes indispensáveis à saúde  Identificar o valor dos alimentos através de trabalhos manuais, dramatização e poesia  Identificar os diversos grupos  Sensibilizar para a problemática do consumo de alimentos prejudiciais  Despertar a atenção do aluno  Enriquecer o vocabulário  Aprender contos  Reproduzir contos  Representar contos graficamente (desenho e escrita) Alimentação  Pesquisa fora da escola  Representação através da escrita e de desenho  Seleção dos melhores trabalhos  Colagem no painel  Exposição durante alguns dias para poder ser visto por todos e todas  Jornal de parede sobre o tem “alimentos”  Com os produtos alimentares levar os alunos a fazerem trocas como se estivessem no mercado, em que uns fazem de compradores e outros fazem de vendedores.  Cada aluno ou aluna a seu nível efetuará adição, subtração, multiplicação, divisão, percentagem etc.  Contactar um condutor de autocarro para levar os alunos e as alunas e combinar o preço. Depois fazer a recolha do dinheiro nos alunos, para pagarem o transporte.  Visita de estudo à EHTCV  Realização do Mercadinho  Almoço convívio  No pátio os alunos em grupo fazem poesias, pinturas dramatização, numa atividade designada “oficina de alimentação saudável”  Exposição de alimentos  Narração de contos relacionados com alimentação  No salão o pessoal do Centro Cultural Brasil/Cabo Verde com os seus materiais (fantoches, aparelho de som) narram contos aos alunos e no fim fazem representações, de acordo com a capacidade de cada classe.
  18. 18. 18 Atividade 5: Aulas de inglês,  Preparar os alunos para competirem no futuro num mundo globalizado  Despertar o gosto para a língua estrangeira Desenvolvimento atividade 5:  Iniciativa para tornar a Escola um lugar de boas referências visando criar nos estudantes capacidades competitivas para o mundo de hoje  Um da Escola miistra auls de inglês a todos alunos de 5ªe 6ª Classe interessados Atividade 6: Aulas de música (flauta):  Despertar o gosto pela música  Aprender a tocar flauta  Formar grupo de flauta. Desenvolvimento da atividade 6:  Nos dias combinados o professor de música vem à escola e de sala em sala ensina os alunos a fazer notas na flauta e depois ensinam-nos a tocar. Conforme a capacidade de aprendizagem dos alunos, agrupá-los de formar grupos para em ocasiões especiais atuarem na escola. Atividade 7 Criação de sala de informática  Socializar com o mundo das novas tecnologias de informação.  Adquirir competências que os ajudam a realizar pequenos trabalhos. Desenvolvimento da atividade 7  Contato com um professor para as possíveis negociações.  Aquisição e/ou preparação de computadores existentes Implementação das aulas Atividade 8 Reparação do mobiliário   Proporcionar um ambiente acolhedor na escola  Reparar as mesas e cadeiras.  Promover a saúde da estrutura óssea dos alunos. Desenvolvimento da atividade 8  Fazer cartas para as diversas empresas que normalmente trocam de mobiliário para oferecerem à escola. Atividade 10 Comemoração  Interiorizar o espírito natalício  Confraternizar com colegas Desenvolvimento da atividade 10  Entoação de cânticos alusivos à data, poemas, teatro e lanche
  19. 19. 19 do Natal na escola  Cultivar o amor convívio na sala de aula. Atividade 11 Preparação do 2º trimestre   Reunião de preparação metodológica Desenvolvimento da atividade 11  Atividades relacionadas com planificação, aquisição de informações Atividade 12 “Nos cultura nos tradison”- atividade visando a angariação de fundos  Identificar os traços da nossa cultura. Desenvolvimento da atividade 12  Reunião com todos os intervenientes para discutir os preparativos.  Local Cinema da Praia  Fazer a distribuição das tarefas por professor e por classe. Cada um fica com a representação de uma ilha.  Haverá abertura com o hino nacional 15/02/14 Atividade 13 Carnaval  Dinamizar a cultura  Proporcionar alegria às crianças  Ter espírito criativo Desenvolvimento da Atividade 13  Encontro entre os intervenientes para programar as atividades de confeção do andor, trajes, o cortejo, a música, o ensaio e o desfile. Atividade 18 Comemoração do dia do Dia da saúde  Assinalar datas importantes cujas comemorações ajudam a conscientizar alunos, professores e comunidade em relação a cada matéria a que reporta cada data  Realização de palestras e debates de temas alusivos a cada efeméride, visitas de estudo, atividades recreativas, almoços de confraternização jornais de parede exposições, entre outras Atividade 19 Comemoração do dia do professor cabo-
  20. 20. 20 verdiano. Atividade 15 Preparação do 3º trimestre  Reunião de preparação metodológica Desenvolvimentoda atividade 15  Atividades relacionadas com planificação e aquisição de informações Atividade 20 Comemoração do dia das cozinheiras  Proporcionar um dia diferente às nossas cozinheiras.  Valorizar o trabalho delas.  Mostrar - lhes a importância que têm no processo ensino aprendizagem. Desenvolvimento da Atividade 13  Através de um ambiente festivo levarem as cozinheiras a sentirem úteis no processo ensino aprendizagem proporcionando-lhes um convívio entre os restantes membros da escola.  Almoço de confraternização em homenagem a elas.  Entrega de diplomas.  Oferta de brindes às cozinheiras Atividade 21 Campanha de limpeza na escola  Despertar o gosto pela higiene  Manter a escola limpa  Proteger as crianças de doenças  Cuidar do nosso património Desenvolvimento da Atividade 13  Depois da mobilização de todos os parceiros e materiais necessários proceder a uma limpeza geral na escola e arredores envolvendo encarregados de educação instituições como as forças armadas câmara municipal entre outras. Atividade 22 Comemorações do dia da criança e criança africana, do ambiente e de luta contra a Desertificação.  Consciencializar para os problemas que afetam as crianças, principalmente as africanas  Comemorar o dia  Proporcionar dias alegres às crianças.  Consciencializar para os direitos e deveres das crianças  Proteger o ambiente  Transmitir valores relacionados a proteção do meio ambiente.  Proteger a camada de ozono. Desenvolvimento da Atividade 13  Realização de palestras sobre os males que afetm acriança africana  Visitas de estudo a parques naturais  Atividades recreativas  Almoços de confraternização  Jornal de parede exposições, entre outras 1 a 17/06/14
  21. 21. 21  Contribuir para a reflorestação do país, através de campanhas de plantação de árvores e cuidados para com as mesmas Atividade 23 Festa dos alunos finalistas  Proporcionar momentos de convívio aos alunos no final de uma etapa da sua vida estudantil que é o fim de um ciclo de estudos  Realização de atividades recreativa  Imposição de Fitas  Lanche-convívio Atividade 24 Encerramento do ano letivo  Despedir da melhor forma possível do ano letivo  Almoço convívio  Tarde recreativa
  22. 22. 22 4.OBJETIVOS E ATIVIDADES DO PROJETO – Ano letivo 2014-15 Actividade Objetivos Desenvolvimento Data Atividade 1: Abertura do ano letivo e preparação metodológica  Assinalar condignamente o arranque do ano letivo  Organizar sessões de preparação metodológica  Identificar os conteúdos  Planificar conteúdos  Preparar o trabalho a ser realizado  Ornamentar as salas de aula de modo a se apresentarem mais atrativas Desenvolvimento da atividade 1  Saudação aos professores e professoras com boas vindas com fotos colocados em frutas.  Organização de sessões de preparação metodológica  Identificação os conteúdos  Planificar conteúdos  Preparação dos trabalhos a seemr realizados  Decoração de salas de aula de modo a se apresentarem mais atrativas  Conversa comos alunos sobre a necessidade da manutenção da escola sempre limpa 4/9/13 a 11/9/13 Atividade 2: Arranque das atividades letivas Iniciar as aulas do ano letivo 2014/15 Desenvolvimento da atividade 2 Início das aulas: Todos os professores distribuídos pelas respetivas turmas arranca as atividades letivas 16/9/13 Atividade 3: Palestra proferida pela Dr.ª Margarida Santos Diretora Nacional de Educação. Preparar os encarregados de educação para as mudanças advenientes da reforma do sistema educativo em curso no nosso país Desenvolvimento da atividade 3 Esclarecer os presentes através de uma pequena exposição e em seguida eles colocavam as dúvidas e ela ia esclarecendo-as.
  23. 23. 23 Atividade 4 Atelier de reciclagem “ Nha Terra nha Cretheu   Consciencializar os alunos e alunas para a problemática da poluição.  Sensibilizar a comunidade educativa para esta problemática  Aproveitar os desperdícios  Confecionar brinquedos e enfeites  Reaproveitar o lixo  Combater a poluição ambiental Desenvolvimento da atividade 4  Uma vez por semana, às sexta-feiras, o promotor do programa vem à escola em cada sala dá as noções sobre os males da poluição através de projeção de diapositivos com ilustrações. Depois de passar a noção em todas as salas, vão passar à fase de fazer mesmo a reciclagem de desperdícios, produzindo brinquedos, enfeites e utensílios diversos.  Exposição dos trabalhos feitos durante o “atelier”. Ao longo do ano letivo Atividade 5: Feira de produtos agrícolas  Angariar fundos para a escola  Estabelecer trocas comerciais  Dinamizar o ambiente  Proporcionar ativdades de acordo com o nosso lema. Desenvolvimento atividade 5:  Com produtos hortícolas oferecidos, fazer uma feira onde as pessoas possam comprar produtos alimentícios de uma forma barata e num ambiente acolhedor. Atividade 6: Aulas de inglês,  Continuar a preparar os alunos para competirem no futuro num mundo globalizado  Despertar o gosto para a língua estrangeira Desenvolvimento atividade 6:  Iniciativa para tornar a Escola um lugar de boas referências visando criar nos estudantes capacidades competitivas para o mundo de hoje  Um da Escola miistra auls de inglês a todos alunos de 5ªe 6ª Classe interessados Atividade 7: Aulas de música (flauta):  Reforçar o interesse e o gosto pela música  Aprender a tocar flauta  Formar grupo de flauta. Desenvolvimento da atividade 7:  Nos dias combinados o professor de música vem à escola e de sala em sala ensina os alunos a fazer notas na flauta e depois
  24. 24. 24 ensinam-nos a tocar. Conforme a capacidade de aprendizagem dos alunos, agrupá-los de formar grupos para em ocasiões especiais atuarem na escola. Atividade 8 Reforço das condições do funcionamento de sala de informática  Socializar com o mundo das novas tecnologias de informação.  Adquirir competências que os ajudam a realizar pequenos trabalhos. Desenvolvimento da atividade 8  Contato com um professor para as possíveis negociações.  Aquisição e/ou preparação de computadores existentes Implementação das aulas Atividade 9 Remodelação de cozinha Zelar para um ambiente escolar saudável; Preservar o património escolar; Melhorar o aspecto da escola; Adaptar a cozinha às exigências actuais; Melhorar o espaço de trabalho das cozinheiras; Contribuir para a segurança da escola; Assegurar uma melhor higiene e segurança alimentar para os alunos; Desenvolvimento da atividade 9 Conversa entre os utentes da escola para a tomada da decisão relativo à remodelação; Contactar um técnico para a elaboração do orçamento; Apreciação do orçamento para possíveis decisões posteriores; Mobilização de parceiros; Mobilização de recursos financeiros; Contratação de uma equipa para a realização dos trabalhos; Arranque do projecto; Demolição das paredes que devem ser retiradas; Retirar o pavimento existente; Retirar a cobertura por ser de material que prejudica a saúde; Remoção dos escombros; Substituição das fechaduras nas portas para dar mais segurança; Colocação de redes mosquiteiras nas janelas existentes e nas que possivelmente serão colocadas com a remodelação; Colocação de grades de segurança nas janelas; Colocação de extintor de incêndio; Dezembro de 2014
  25. 25. 25 Colocação de casa de gás; Colocação de instalação de iluminação artificial depois da ampliação da cozinha e armazém; Colocação depósito de acrílico preto de 3 toneladas; Construção de fossa séptica; Atividade 10 Datas comemorativas (I)  Dia Mundial da Alimentação  Dia Nacional da Cultura Consciencializar para as questões de alimentação Proporcionar uma alimentação saudável Confeção de pratos Tradicionais Confraternizar uns com os outros Valorizar a nossa cultura Incentivar às comemorações importantes para o país Desenvolvimento da atividade 10 Momentos interativos com: Dança Poesia Canção Almoço 17/10/2014 Atividade 11 Datas comemorativas (II) Dia Mundial da Poupança Promover o espirito de poupança Mostrar a importância de poupar na vida das pessoas Desenvolvimento da atividade 11 Palestra alusiva Atividade 12 Natal na escola  Interiorizar o espírito natalício  Confraternizar com colegas  Cultivar o amor Desenvolvimento da atividade 12  Entoação de cânticos alusivos à data, poemas, teatro e lanche convívio na sala de aula.
  26. 26. 26 Atividade 13 Datas comemorativas (III)  Dia da liberdade e Democracia  Dia dos heróis Nacionais Assinalar datas importantes cujas comemorações ajudam a conscientizar alunos, professores e comunidade em relação a cada matéria a que reporta cada data  Assinalar datas importantes cujas comemorações ajudam a conscientizar alunos, professores e comunidade em relação a cada matéria a que reporta cada data 13 a 20 de Janeiro Atividade 14  Carnaval Dinamizar a cultura Proporcionar alegria às crianças Ter espírito criativo Desenvolvimento da Atividade 14 Encontro entre os intervenientes para programar as atividades de confeção do andor, trajes, o cortejo, a música, o ensaio e o desfile Atividade 15 Datas comemorativas (IV)  Dia mundial da água  Dia do Síndrome de Down  Dia do livro infantil  Dia Mundial da Saúde  Dia do Professor cabo-verdiano  Dia Mundial sem Tabaco  Dia da  Criança e Criança  Assinalar datas importantes cujas comemorações ajudam a conscientizar alunos, professores e comunidade em relação a cada matéria a que reporta cada data Desenvolvimento da Atividade 15  Realização de palestras e debates de temas alusivos a cada efeméride, visitas de estudo, atividades recreativas, almoços de confraternização jornais de parede exposições, entre outras
  27. 27. 27 Africana  Dia Mundial da Erradicação do trabalho infantil  Dia do Ambiente  Dia de Luta contra Desertificação  Dia Mundial da Luta contra Droga Atividade 16 Preparação do 2º trimestre  Reunião de preparação metodológica Desenvolvimento da atividade 16  Atividades relacionadas com planificação, aquisição de informações Atividade 17 Campanha de limpeza na escola Despertar o gosto pela higiene Manter a escola limpa Proteger as crianças de doenças Cuidar do nosso património Desenvolvimento da atividade 17 Depois da mobilização de todos os parceiros e materiais necessários proceder a uma limpeza geral na escola e arredores envolvendo encarregados de educação instituições como as forças armadas câmara municipal entre outras. Atividade 18 Comemorações do dia da criança e criança africana, do ambiente e de luta contra a Desertificação. Consciencializar para os problemas que afetam as crianças, principalmente as africanas Comemorar o dia Proporcionar dias alegres às crianças. Consciencializar para os direitos e deveres das crianças Desenvolvimento da atividade 18  Comemoração do dia com atividades educativas e recreativas  Plantação de árvores  Projeção de um filme que aborda o tema sobre a camada de ozono 1 a 17/06
  28. 28. 28 Proteger o ambiente Transmitir valores relacionados a proteção do meio ambiente. Proteger a camada de ozono. Contribuir para a reflorestação do país, através de campanhas de plantação de árvores. Cuidar delas. . Atividade 19 Núcleo de atendimento do aluno e da família. Dinamizar a criação de um núcleo de atendimento do estudante e da família Desenvolvimento da atividade 19  Primeiro, contacto com as pessoas que supostamente serão capazes de integrar a equipa, ver a disponibilidade delas e em caso de conseguires qual o melhor dia e a melhor hora. Depois agendar uma reunião para poderem familiarizar com a proposta.  Formação de um grupo de encarregados de educação (com psicólogos, médicos entre outras profissões importantes) que possam dar uma ajuda no sentido de ajudar os alunos com algumas necessidades e as respectivas famílias.  Os professores que melhor conhecem os seus alunos fazem a escolha os que melhores necessidades têm a fim de serem vistos pela equipa Atividade 20 Oficinas de orientação Descobrir a aptidão dos alunos Orientar para áreas que possam Desenvolvimento da atividade 20  Primeiramente deve-se contactar pessoas que supostamente
  29. 29. 29 vocacional condizer com a vocação. serão capazes de integrar a equipa,  Em seguida, ver a disponibilidade delas e em caso de conseguires qual o melhor dia e a melhor hora.  Finalmente, agendar uma reunião para poderem familiarizar com a proposta Atividade 21 Dia das cozinheiras Proporcionar um dia diferente às nossas cozinheiras. Valorizar o trabalho delas. Mostrar - lhes a importância que têm no processo ensino aprendizagem. Desenvolvimento da atividade 21 Através de um ambiente festivo levarem as cozinheiras a sentirem úteis no processo ensino aprendizagem proporcionando-lhes um convívio entre os restantes membros da escola. Almoço de confraternização em homenagem a elas. Entrega de diplomas. Oferta de brindes Atividade 15 Preparação do 3º trimestre  Reunião de preparação metodológica Desenvolvimentoda atividade 15  Atividades relacionadas com planificação e aquisição de informações Atividade 22 Círculo de pais Proporcionar convívio entre os encarregados de educação Discutir temas de interesse para a escola Participar ativamente na vida da escola tentando resolver alguns para o bem da comunidade educativa. Desenvolvimento da atividade 22 Contactar uma encarregada de educação para ver se ela dinamiza essa atividades. Ao longo do ano Atividade 23 Formação de leitores Despertar o gosto Formar bons leitores Dinamizar grupos de leitores na Desenvolvimento da atividade 23 No seio de alunos com idade mais avançada e mais experientes na área de leitura, escolher diversos grupos para fazer sessões de leitura e incentivar os que menos capacidades e menos idade têm
  30. 30. 30 escola para fazerem deles bons leitores. Os próprios grupos escolhem as actividades ( com orientação dos professores de língua portuguesa) a serem levada a cabo. As actividades lúdicas são importantes para tal efeito. Depois dos alunos formados fazer concurso de leitura com prémios para melhor leitor de cada grupo, para o aluno ou alunos que melhor evolução teve e prémio de participação. Os mesmos dinamizadores ficam encarregados de arranjar os prémios. Atividade 24 Educação Ambiental Interiorizar o respeito pelas questões do ambiente Preservar o que é natural Interiorizar as consequências maléficas do uso incorreto dos recursos naturais Desenvolvimento da atividade 24 Palestras, visitas de estudo a lugares com marca de destruição, debater as consequências nefasta dessa destruição, redações sobre temas a fins. Atividade 25 Educação para valores Formar bons cidadãos Preparar cidadãos para estarem corretamente na vida. Promover a cultura cívica Promover uma sólida formação que p prosseguimento dos estudos Contribuir para o desenvolvimento pleno e harmonioso da sociedade Valorizar o relacionamento afetivo Educar para valorização da identidade nacional. Desenvolvimento da atividade 25 Ao longo do ano, pessoas com uma certa idoneidade e que são capazes de transmitir valores para as nossas crianças são encarregadas de fazer sessões com elas para que os valores ficam sempre presentes e sejam postos em prática. Ao longo do ano Atividade 26 Preparar jovens para altas Desenvolvimento da atividade 26
  31. 31. 31 Atleta 2022 competições; Desenvolver o espírito competitivo Desenvolver o gosto pelo atletismo Preparar jovens com vista ao futuro Atividade 27 Transformação do salão em refeitório Adotar a escola de um refeitório Facilitar a distribuição da refeição Melhorar a organização Facilitar o trabalho das cozinheiras Desenvolvimento da atividade 27 Reunião para a tomada de decisão relativo à remodelação; Contactar um técnico para o levantamento das necessidades e a elaboração do orçamento; Apreciação do orçamento para possíveis decisões posteriores; Mobilização de parceiros; Mobilização de recursos financeiros; Contratação de uma equipa para a realização dos trabalhos; Arranque do projecto; Demolição da parede para a ampliação do espaço; Retirar o pavimento existente; Retirar a cobertura por ser de material que prejudica a saúde; Remoção dos escombros; Colocação de extintor de incêndio; Instalação eletrica depois da ampliação Aquisição de mobiliário para equipar o refeitório. Atividade 28 Acompanhamento e tratamento de alunos Dinamizar a oferta de cuidados de saúde Facilitar o acesso à prevenção e ao Desenvolvimento da atividade 28 Identificação dos alunos com problemas Organização das visitas de especialistas (as áreas de
  32. 32. 32 tratamento Prosseguir com as visitas de saúde escolar Melhorar o nível de saúde dos alunos Tornar a escola saudável especialidades possíveis) para identificação de casos menos claros Marcação de consulta de grupos de alunos em centros de especialidades Aquisição de medicamentos e/ou lentes se for o caso e distribuição Sensibilização das autoridades de saúde face aos problemas de saúde das crianças existentes no país Sensibilização dos alunos através de palestras, filmes entre outros meios para as consequências do consumo de alimentos e outras substâncias que prejudicam a saúde Programação de visitas médicas às escolas para possíveis acompanhamentos. Atividade 29 Festa dos alunos finalistas Desenvolvimento da atividade 29  Atividades recreativas  Imposição de fitas  Lanche Atividade 30 Encerramento do ano letivo Desenvolvimento da atividade 30 Confraternização entre professores
  33. 33. 33 OBJETIVOS E ATIVIDADES DO PROJETO – Ano letivo 2015-16 Actividade Objetivos Desenvolvimento Data Atividade 1: Abertura do ano letivo e preparação metodológica  Assinalar condignamente o arranque do ano letivo  Organizar sessões de preparação metodológica  Planificar conteúdos  Ornamentar as salas de aula Desenvolvimento da atividade 1  Saudação aos professores e professoras com votosde boas vindas  Momento de inter-actividades entre professores funcionários alunos e pais/encarregados de educação 4/9/13 a 11/9/13 Atividade 2: Arranque das atividades letivas Iniciar as aulas do ano letivo 2015/16 Desenvolvimento da atividade 2 Início das aulas: Todos os professores distribuídos pelas respetivas turmas arrancam as atividades letivas Atividades 3 A Escola como lugar atrativo para a promoção da cultura e valores da identidade cabo- verdiana  Sensibilizar o alunos para a necessidade de preservação da cultura Cabo-verdiana  Contrbuir para que os alunos consolidem noções fundamentais sobre cultura  Estimular o gosto pela pesquisa sobe cultura e identidade cabo-verdiana Desenvolvimento da atividades 3  Realização de atividades culturais (géneros musicais cabo- verdianos, dança típica, gastronomia local etc)  Pesquisa junto instituições voltadas para a promoção cultural  Produção de pequenos textos sobre a cultura Cabo Verdiana 16/9/13 Ao longo do ano letivo com destaque para a semana de 14 a 18/10/13 Atividades 4  Divulgar a a gastronomia típica cabo- Desenvolvimento atividade 4:
  34. 34. 34 Feira de Gastronomia típica verdiana  Despertar o gosto pela culinária  Incentivar o espírito de pesquisa.  Realização de pesquisa sobre a gastronomia cabo-verdiana  Contato com a culinária cabo-verdiana  A gastronomia típica de várias ilhas será apresentada Atividade 5: Aulas de inglês (continuação de anos anteriores)  Preparar os alunos para competirem no futuro num mundo globalizado  Despertar o gosto para a língua estrangeira Desenvolvimento atividade 5:  Iniciativa para tornar a Escola um lugar de boas referências visando criar nos estudantes capacidades competitivas para o mundo de hoje  Um da Escola miistra auls de inglês a todos alunos de 5ªe 6ª Classe interessados Atividade 6: Aulas de música (flauta): (Continuação de anos anteriores)  Despertar o gosto pela música  Aprender a tocar flauta  Formar grupo de flauta. Desenvolvimento da atividade 6:  Nos dias combinados o professor de música vem à escola e de sala em sala ensina os alunos a fazer notas na flauta e depois ensinam-nos a tocar. Conforme a capacidade de aprendizagem dos alunos, agrupá-los de formar grupos para em ocasiões especiais atuarem na escola. Atividade 7: Cobertura da placa desportiva Adoptar a escola de um campo coberto para a prática de Educação Física; Facilitar a prática de educação física nas horas mais quentes do dia; Promover encontros com outras escolas; Adequar o espaço para reuniões, festas de finalista entre outras actividades; Desenvolvimento da atividade 7: Reunião de preparação para a tomada da decisão relativo às actividades que irão ser levadas a cabo. Contactar um técnico para estudo e a elaboração do orçamento; Apreciação do orçamento para possíveis decisões posteriores; Mobilização de parceiros;
  35. 35. 35 Colmatar lacunas deixadas por falta do salão que irá ser transformado em refeitório; Mobilização de recursos financeiros; Contratação de uma equipa para a realização dos trabalhos; Arranque do projecto; Preparar a armação para a cobertura; Remoção dos entulhos resultantes dos trabalhos; Activação da casa de banho para ser usada as aulas de Educação Física e durante as atividades de convívio; Colocação de depósito de acrílico preto armazenamento de água a ser usada na casa de banho; Colocação de instalação de iluminação eletríca para servir durante a noite; Atividade 8 Reforço do funcionamento da sala de informática  Socializar com o mundo das novas tecnologias de informação.  Adquirir competências que os ajudam a realizar pequenos trabalhos. Desenvolvimento da atividade 8  Contato com um professor para as possíveis negociações.  Aquisição e/ou preparação de computadores existentes Implementação das aulas Atividade 9 Reparação do mobiliário   Proporcionar um ambiente acolhedor na escola  Reparar as mesas e cadeiras.  Promover a saúde da estrutura óssea dos alunos. Desenvolvimento da atividade 9  Fazer cartas para as diversas empresas que normalmente trocam de mobiliário para oferecerem à escola. Atividade 10 Pintura e Embelezamento da Escola;  Zelar para um ambiente escolar saudável;  Preservar o património escolar;  Melhorar o aspeto exterior da escola;  Embelezar a Escola; Desenvolvimento da atividade 10  Conversa entre os utentes da escola para a tomada da decisão relativo à pintura;  Contato com um técnico para a elaboração do orçamento para pintura da escola  Apreciação do orçamento para possíveis decisões posteriores;
  36. 36. 36  Mobilização de parceiros;  Mobilização de recursos financeiros;  Contratação de um técnico para a realização da pintura;  Arranque do projecto;  Execução e acompanhamento;  Avaliação do projecto após a conclusão; Atividade 11 Comemoração do Natal na escola  Interiorizar o espírito natalício  Confraternizar com colegas  Cultivar o amor Desenvolvimento da atividade 11  Entoação de cânticos alusivos à data, poemas, teatro e lanche convívio na sala de aula. Atividade 12 Preparação do 2º trimestre  Reunião de preparação metodológica Desenvolvimento da atividade 12  Atividades relacionadas com planificação, aquisição de informações Atividade 13 Carnaval  Dinamizar a cultura  Proporcionar alegria às crianças  Ter espírito criativo Desenvolvimento da Atividade 13  Encontro entre os intervenientes para programar as atividades de confeção do andor, trajes, o cortejo, a música, o ensaio e o desfile. Atividade 14 Comemoração de Efemérides importantes para a vida da escola  Comemorar datas importantes cujas comemorações ajudam a conscientizar alunos, professores e comunidade em relação a cada matéria a que reporta cada data Desenvolvimento da Atividade 14  Palestras e debates  Visitas de estudo,  Atividades recreativas,  Jornais de parede  Exposições,  Entre outras
  37. 37. 37 Atividade 15 Preparação do 3º trimestre  Reunião de preparação metodológica Desenvolvimentoda atividade 15  Atividades relacionadas com planificação e aquisição de informações Atividade 16 Comemoração do dia das cozinheiras  Proporcionar um dia diferente às nossas cozinheiras.  Valorizar o trabalho delas.  Mostrar - lhes a importância que têm no processo ensino aprendizagem. Desenvolvimento da Atividade 16  Através de um ambiente festivo levarem as cozinheiras a sentirem úteis no processo ensino aprendizagem proporcionando-lhes um convívio entre os restantes membros da escola.  Almoço de confraternização em homenagem a elas.  Entrega de diplomas.  Oferta de brindes às cozinheiras Ao longo do ano Atividade 17 Campanha de limpeza na escola  Despertar o gosto pela higiene  Manter a escola limpa  Proteger as crianças de doenças  Cuidar do nosso património Desenvolvimento da Atividade 17 Mobilização de meios bem como alunos, pais/encarregados da educação e demais membros da comunidade para a realização de campanhas de limpeza na escola e em redor da mesma Atividade 18 Comemorações do dia da criança e criança africana, do ambiente e de luta contra a Desertificação.  Consciencializar para os direitos e deveres das crianças  Proporcionar dias alegres às crianças.  Proteger o ambiente  Transmitir valores relacionados a proteção do meio ambiente.  Proteger a camada de ozono.  Contribuir para a reflorestação do país, . Desenvolvimento da Atividade 18  Realização de palestras sobre os males que afetam acriança africana  Visitas de estudo a parques naturais  Atividades recreativas  Almoços de confraternização  Jornal de parede exposições, entre outras Atividade 19 Festa dos alunos finalistas  Proporcionar momentos de convívio aos alunos no final de uma etapa da sua vida estudantil que é o fim de um ciclo de estudos Desenvolvimento da Atividade 19  Realização de atividades recreativa  Imposição de Fitas  Lanche-convívio Atividade 20 Encerramento do ano letivo  Despedir da melhor forma possível do ano letivo Desenvolvimento da Atividade 20  Almoço convívio  Tarde recreativa
  38. 38. 38 Actividade Objetivos Desenvolvimento Data Atividade 1: Abertura do ano letivo e preparação metodológica  Assinalar condignamente o arranque do ano letivo  Organizar sessões de preparação metodológica  Planificar conteúdos  Ornamentar as salas de aula Desenvolvimento da atividade 1  Saudação aos professores e professoras com votosde boas vindas  Momento de inter-actividades entre professores funcionários alunos e pais/encarregados de educação 4/9/13 a 11/9/13 Atividade 2: Arranque das atividades letivas Iniciar as aulas do ano letivo 2015/16 Desenvolvimento da atividade 2 Início das aulas: Todos os professores distribuídos pelas respetivas turmas arrancam as atividades letivas Atividades 3 A Escola como lugar atrativo para a promoção da cultura e valores da identidade cabo- verdiana  Sensibilizar o alunos para a necessidade de preservação da cultura Cabo-verdiana  Contrbuir para que os alunos consolidem noções fundamentais sobre cultura  Estimular o gosto pela pesquisa sobe cultura e identidade cabo-verdiana Desenvolvimento da atividades 3  Realização de atividades culturais (géneros musicais cabo- verdianos, dança típica, gastronomia local etc)  Pesquisa junto instituições voltadas para a promoção cultural  Produção de pequenos textos sobre a cultura Cabo Verdiana 16/9/13 Ao longo do ano letivo com destaque para a semana de 14 a 18/10/13 Atividades 4 Feira de  Divulgar a a gastronomia típica cabo- verdiana  Despertar o gosto pela culinária Desenvolvimento atividade 4:
  39. 39. 39 Gastronomia típica  Incentivar o espírito de pesquisa.  Realização de pesquisa sobre a gastronomia cabo-verdiana  Contato com a culinária cabo-verdiana  A gastronomia típica de várias ilhas será apresentada Atividade 5: Aulas de inglês (continuação de anos anteriores)  Preparar os alunos para competirem no futuro num mundo globalizado  Despertar o gosto para a língua estrangeira Desenvolvimento atividade 5:  Iniciativa para tornar a Escola um lugar de boas referências visando criar nos estudantes capacidades competitivas para o mundo de hoje  Um da Escola miistra auls de inglês a todos alunos de 5ªe 6ª Classe interessados Atividade 6: Aulas de música (flauta): (Continuação de anos anteriores)  Despertar o gosto pela música  Aprender a tocar flauta  Formar grupo de flauta. Desenvolvimento da atividade 6:  Nos dias combinados o professor de música vem à escola e de sala em sala ensina os alunos a fazer notas na flauta e depois ensinam-nos a tocar. Conforme a capacidade de aprendizagem dos alunos, agrupá-los de formar grupos para em ocasiões especiais atuarem na escola. Atividade 7: Cobertura da placa desportiva Adoptar a escola de um campo coberto para a prática de Educação Física; Facilitar a prática de educação física nas horas mais quentes do dia; Promover encontros com outras escolas; Adequar o espaço para reuniões, festas de finalista entre outras actividades; Colmatar lacunas deixadas por falta do salão que irá ser transformado em Desenvolvimento da atividade 7: Reunião de preparação para a tomada da decisão relativo às actividades que irão ser levadas a cabo. Contactar um técnico para estudo e a elaboração do orçamento; Apreciação do orçamento para possíveis decisões posteriores; Mobilização de parceiros; Mobilização de recursos financeiros;
  40. 40. 40 refeitório; Contratação de uma equipa para a realização dos trabalhos; Arranque do projecto; Preparar a armação para a cobertura; Remoção dos entulhos resultantes dos trabalhos; Activação da casa de banho para ser usada as aulas de Educação Física e durante as atividades de convívio; Colocação de depósito de acrílico preto armazenamento de água a ser usada na casa de banho; Colocação de instalação de iluminação eletríca para servir durante a noite; Atividade 8 Reforço do funcionamento da sala de informática  Socializar com o mundo das novas tecnologias de informação.  Adquirir competências que os ajudam a realizar pequenos trabalhos. Desenvolvimento da atividade 8  Contato com um professor para as possíveis negociações.  Aquisição e/ou preparação de computadores existentes Implementação das aulas Atividade 9 Reparação do mobiliário   Proporcionar um ambiente acolhedor na escola  Reparar as mesas e cadeiras.  Promover a saúde da estrutura óssea dos alunos. Desenvolvimento da atividade 9  Fazer cartas para as diversas empresas que normalmente trocam de mobiliário para oferecerem à escola. Atividade 10 Pintura e Embelezamento da Escola;  Zelar para um ambiente escolar saudável;  Preservar o património escolar;  Melhorar o aspeto exterior da escola;  Embelezar a Escola; Desenvolvimento da atividade 10  Conversa entre os utentes da escola para a tomada da decisão relativo à pintura;  Contato com um técnico para a elaboração do orçamento para pintura da escola  Apreciação do orçamento para possíveis decisões posteriores;  Mobilização de parceiros;
  41. 41. 41  Mobilização de recursos financeiros;  Contratação de um técnico para a realização da pintura;  Arranque do projecto;  Execução e acompanhamento;  Avaliação do projecto após a conclusão; Atividade 11 Comemoração do Natal na escola  Interiorizar o espírito natalício  Confraternizar com colegas  Cultivar o amor Desenvolvimento da atividade 11  Entoação de cânticos alusivos à data, poemas, teatro e lanche convívio na sala de aula. Atividade 12 Preparação do 2º trimestre  Reunião de preparação metodológica Desenvolvimento da atividade 12  Atividades relacionadas com planificação, aquisição de informações Atividade 13 Carnaval  Dinamizar a cultura  Proporcionar alegria às crianças  Ter espírito criativo Desenvolvimento da Atividade 13  Encontro entre os intervenientes para programar as atividades de confeção do andor, trajes, o cortejo, a música, o ensaio e o desfile. Atividade 14 Comemoração de Efemérides importantes para a vida da escola  Comemorar datas importantes cujas comemorações ajudam a conscientizar alunos, professores e comunidade em relação a cada matéria a que reporta cada data Desenvolvimento da Atividade 14  Palestras e debates  Visitas de estudo,  Atividades recreativas,  Jornais de parede  Exposições,  Entre outras Atividade 15 Preparação do 3º trimestre  Reunião de preparação metodológica Desenvolvimentoda atividade 15  Atividades relacionadas com planificação e aquisição de informações
  42. 42. 42 Atividade 16 Comemoração do dia das cozinheiras  Proporcionar um dia diferente às nossas cozinheiras.  Valorizar o trabalho delas.  Mostrar - lhes a importância que têm no processo ensino aprendizagem. Desenvolvimento da Atividade 16  Através de um ambiente festivo levarem as cozinheiras a sentirem úteis no processo ensino aprendizagem proporcionando-lhes um convívio entre os restantes membros da escola.  Almoço de confraternização em homenagem a elas.  Entrega de diplomas.  Oferta de brindes às cozinheiras Ao longo do ano Atividade 17 Campanha de limpeza na escola  Despertar o gosto pela higiene  Manter a escola limpa  Proteger as crianças de doenças  Cuidar do nosso património Desenvolvimento da Atividade 17 Mobilização de meios bem como alunos, pais/encarregados da educação e demais membros da comunidade para a realização de campanhas de limpeza na escola e em redor da mesma Atividade 18 Comemorações do dia da criança e criança africana, do ambiente e de luta contra a Desertificação.  Consciencializar para os direitos e deveres das crianças  Proporcionar dias alegres às crianças.  Proteger o ambiente  Transmitir valores relacionados a proteção do meio ambiente.  Proteger a camada de ozono.  Contribuir para a reflorestação do país, . Desenvolvimento da Atividade 18  Realização de palestras sobre os males que afetam acriança africana  Visitas de estudo a parques naturais  Atividades recreativas  Almoços de confraternização  Jornal de parede exposições, entre outras Atividade 19 Festa dos alunos finalistas  Proporcionar momentos de convívio aos alunos no final de uma etapa da sua vida estudantil que é o fim de um ciclo de estudos Desenvolvimento da Atividade 19  Realização de atividades recreativa  Imposição de Fitas  Lanche-convívio Atividade 20 Encerramento do ano letivo  Despedir da melhor forma possível do ano letivo Desenvolvimento da Atividade 20  Almoço convívio  Tarde recreativa

×