SlideShare uma empresa Scribd logo
AMBIGUIDADE EM TEXTOS ESCRITOS

Lutar e vencer

DOCENTE - PROFª DIVA LEA BATISTA DA
SILVA
E-mail- diva.lea@superig.com.br
a) "O professor falou com o aluno
parado na sala."
Quem estava parado na sala? O aluno ou o
professor?
3 tipos de mensagem (Barthes)
1- mensagem lingüística (verbal); auxilia na compreensão das imagens.
Lutar e vencer
SOLUÇÃO -de linguagem"parado na sala" logona comunicação
- quais figuras colocar e de pensamento são aplicadas ao lado
verbal?

do termo a que se refere:
"Parado na sala, o professor falou com o aluno.”

OU
"O professor falou com o aluno, que estava parado
na sala.”
b) "A polícia cercou o ladrão do banco na
rua Santos."
O banco ficava na rua Santos, ou a polícia cercou o
ladrão nessa rua?
Lutar e vencer

SOLUÇÃO-

“Na rua Santos, a polícia cercou o ladrão.”
OU

“A polícia cercou o ladrão do banco que se localiza na
rua Santos."
c)

"Pessoas que consomem bebidas
alcoólicas com frequência apresentam
sintomas de irritabilidade e depressão."
-"As pessoas que, com frequência, consomem bebidas
alcoólicas apresentam sintomas de irritabilidade e depressão.“
Lutar e vencer
OU
-"As pessoas que consomem bebidas alcoólicas apresentam,
com frequência, sintomas de irritabilidade e depressão.”

Uma redação de boa qualidade depende muito do domínio dos
mecanismos de construção da textualidade e da capacidade de
se colocar na posição do leitor.
O RECURSO À AMBIGUIDADE NO TEXTO PUBLICITÁRIO
- Observar o "uso e o abuso" da linguagem plurissignificante, por
meio dos trocadilhos e jogos de palavras.
0BJETIVO - chamar a atenção do interlocutor para a mensagem.

Sempre presente
Ferracini Calçados
Lutar e vencer

Há duas leituras possíveis:
1- o calçado Ferracini é sempre uma boa opção para presentear
alguém;
ou,
2- o calçado Ferracini está sempre presente em qualquer ocasião,
já que, supõe-se, pode ser usado no dia-a-dia ou em uma ocasião
especial.
Se você não se julga ainda preparado para uma
utilização estilística da ambiguidade, prefira uma
linguagem mais objetiva. Procure empregar vocábulos
ou expressões que sejam mais adequadas às
finalidades do seu texto. e vencer
Lutar
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
GUIMARÃES, Nilma. Ambiguidade: evite-a para fazer uma boa
redação Disponível em: http://educacao.uol.com.br/portugues/
ambiguidade-evite-a-para-fazer-uma-boa-redacao.jhtm. Acesso
em: 12 fev. 2012.
AMBIGUIDADE COMO RECURSO ESTILÍSTICO
OBJETIVO - provocar o efeito polissêmico do texto.
Os textos literários, de maneira geral (como romances,
Lutar e vencer

poemas ou crônicas ), são textos com predomínio da
linguagem conotativa (figurada).
Nesse caso, o caráter metafórico pode derivar do emprego
deliberado da ambiguidade.
"Jack Soul Brasileiro", do compositor Lenine.
Já que sou brasileiro
E que o som do pandeiro é certeiro e tem direção
Já que subi nesse ringue
E o país do suingue é o Lutar eda contradição
país vencer
Eu canto pro rei da levada
Na lei da embolada, na língua da percussão
A dança, a muganga, o dengo
A ginga do mamulengo
O charme dessa nação (...)
"JÁ QUE SOU BRASILEIRO” (verso 1)

a) corresponde ao sentido literal do texto, em que o
poeta se afirma comoLutar e vencer de fato.
brasileiro
b) permite pensar em uma referência ao cantor e
Lutar e vencer

compositor Jackson do Pandeiro - o "Zé Jack" -,
um dos maiores ritmistas de todos os tempos,
considerado um ícone da história da música
popular brasileira, de quem Lenine se diz seguidor.
c) referência à "soul music"
norte-americana, que teve
grande influência na música
brasileira a partir da década de
Lutar e vencer

1960.
GERUNDISMO
”Este artigo foi feito especialmente para
que você possa estar recortando, estar
imprimindo e estar fazendo diversas cópias,
para estar deixando discretamente sobre a
mesa de alguém que não consiga estar falando
sem estar espalhando essa praga terrível que
parece estar se disseminando na comunicação
moderna, o gerundismo. (...)”
(Folha de S. Paulo, 18 mar. 2001, cad. A, p.15)
TEXTO CORRIGIDO

Este artigo foi feito especialmente
para que você recorte, imprima, e faça
diversas cópias para deixar discretamente
sobre a mesa de alguém, que não consiga
falar sem espalhar essa praga terrível que
parece disseminar-se na comunicação
moderna, o gerundismo.
VÍCIOS DE LINGUAGEM
Tautologia – consiste em dizer ou escrever
a mesma idéia, com palavras diferentes.
elo de ligação – elo
acabamento final – acabamento
há três anos atrás – há três anos
empréstimo temporário – empréstimo
planos para o futuro – planos
sorriso nos lábios – sorriso
labaredas de fogo – labaredas
TROCADILHO: jogo de palavras

“O qoração é sem sombra de dúvida um
coração doente. Precisa de vitamina C.”
(RODARI, G. Gramática da fantasia. São
Paulo: Summus, 1982, p. 35)
BIBLIOGRAFIA
GUIMARÃES, Nilma. Ambiguidade: evite-a para fazer
uma boa redação. Disponível em:
http://educacao.uol.com.br/portugues/ambiguidadeLutar e vencer
evite-a-para-fazer-uma-boa-redacao.html. Acesso em:
10 fev. 2012.
LENINE. Jack Soul Brasileiro. Disponível em:
http://letras.terra.com.br/lenine/fotos.html. Acesso em:
10 fev. 2012.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Preconceito linguístico
Preconceito linguísticoPreconceito linguístico
Preconceito linguístico
Jamille Rabelo
 
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz 'Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
Danielle Galvão
 
Marcos bagno preconceito lingüístico
Marcos bagno   preconceito lingüísticoMarcos bagno   preconceito lingüístico
Marcos bagno preconceito lingüístico
Mariana Correia
 
Preconceito linguístico nas mídias sociais
Preconceito linguístico nas mídias sociaisPreconceito linguístico nas mídias sociais
Preconceito linguístico nas mídias sociais
Carolina Abdon
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 3-4
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 3-4Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 3-4
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 3-4
luisprista
 
Interpretação de textos apostila
Interpretação de textos   apostilaInterpretação de textos   apostila
Interpretação de textos apostila
efomm2013
 
Prova cancelada do ENEM-2009 resolvida e comentada: Compreensão Textual
Prova cancelada do ENEM-2009 resolvida e comentada: Compreensão TextualProva cancelada do ENEM-2009 resolvida e comentada: Compreensão Textual
Prova cancelada do ENEM-2009 resolvida e comentada: Compreensão Textual
ma.no.el.ne.ves
 
Preconceito Linguístico - Marta Scherre
Preconceito Linguístico - Marta ScherrePreconceito Linguístico - Marta Scherre
Preconceito Linguístico - Marta Scherre
Israel Lima
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 15
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 15Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 15
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 15
luisprista
 
Projeto - Módulo II Versão final - Gênero textual - tirinha
Projeto - Módulo II Versão final - Gênero textual - tirinhaProjeto - Módulo II Versão final - Gênero textual - tirinha
Projeto - Módulo II Versão final - Gênero textual - tirinha
Aline Santana
 
Apresentação português -_dia_10.10.2014
Apresentação português -_dia_10.10.2014Apresentação português -_dia_10.10.2014
Apresentação português -_dia_10.10.2014
bebetocesar
 
Coesão e Coerência Textual
Coesão e Coerência TextualCoesão e Coerência Textual
Coesão e Coerência Textual
Lorena Zambon
 
Humor e ironia
Humor e ironiaHumor e ironia
Humor e ironia
ATAIDE Sampaio
 
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 1 2
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 1 2ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 1 2
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 1 2
luisprista
 
Livro mês janeiro[1]
Livro mês janeiro[1]Livro mês janeiro[1]
Livro mês janeiro[1]
Sandra Nunes
 
Projeto - Módulo I
Projeto - Módulo IProjeto - Módulo I
Projeto - Módulo I
Aline Santana
 

Mais procurados (16)

Preconceito linguístico
Preconceito linguísticoPreconceito linguístico
Preconceito linguístico
 
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz 'Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
 
Marcos bagno preconceito lingüístico
Marcos bagno   preconceito lingüísticoMarcos bagno   preconceito lingüístico
Marcos bagno preconceito lingüístico
 
Preconceito linguístico nas mídias sociais
Preconceito linguístico nas mídias sociaisPreconceito linguístico nas mídias sociais
Preconceito linguístico nas mídias sociais
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 3-4
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 3-4Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 3-4
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 3-4
 
Interpretação de textos apostila
Interpretação de textos   apostilaInterpretação de textos   apostila
Interpretação de textos apostila
 
Prova cancelada do ENEM-2009 resolvida e comentada: Compreensão Textual
Prova cancelada do ENEM-2009 resolvida e comentada: Compreensão TextualProva cancelada do ENEM-2009 resolvida e comentada: Compreensão Textual
Prova cancelada do ENEM-2009 resolvida e comentada: Compreensão Textual
 
Preconceito Linguístico - Marta Scherre
Preconceito Linguístico - Marta ScherrePreconceito Linguístico - Marta Scherre
Preconceito Linguístico - Marta Scherre
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 15
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 15Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 15
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 15
 
Projeto - Módulo II Versão final - Gênero textual - tirinha
Projeto - Módulo II Versão final - Gênero textual - tirinhaProjeto - Módulo II Versão final - Gênero textual - tirinha
Projeto - Módulo II Versão final - Gênero textual - tirinha
 
Apresentação português -_dia_10.10.2014
Apresentação português -_dia_10.10.2014Apresentação português -_dia_10.10.2014
Apresentação português -_dia_10.10.2014
 
Coesão e Coerência Textual
Coesão e Coerência TextualCoesão e Coerência Textual
Coesão e Coerência Textual
 
Humor e ironia
Humor e ironiaHumor e ironia
Humor e ironia
 
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 1 2
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 1 2ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 1 2
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 1 2
 
Livro mês janeiro[1]
Livro mês janeiro[1]Livro mês janeiro[1]
Livro mês janeiro[1]
 
Projeto - Módulo I
Projeto - Módulo IProjeto - Módulo I
Projeto - Módulo I
 

Semelhante a Ambiguidade em textos escritos diva lea

1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
Aline Roma
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
Aline Roma
 
Manual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacaoManual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacao
Marluce Brum
 
Manual técnicas de redação
Manual   técnicas de redaçãoManual   técnicas de redação
Manual técnicas de redação
rochamendess82
 
Manual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacaoManual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacao
Almerindo Couto
 
Manual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacaoManual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacao
Agassis Rodrigues
 
Nossa lingua portuguesa
Nossa lingua portuguesaNossa lingua portuguesa
Nossa lingua portuguesa
Cristiane Paula Czepak Cris
 
Portugues5em
Portugues5emPortugues5em
Portugues5em
Greice Gomes
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
Deníx Nascimento
 
Variações linguísticas
Variações linguísticasVariações linguísticas
Variações linguísticas
Éric Santos
 
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-es-2012-ppt
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-es-2012-pptAs h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-es-2012-ppt
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-es-2012-ppt
Diva Lea Batista da Silva
 
aula de itinerario 1º ano variedade linguistica.pptx
aula de itinerario 1º ano variedade linguistica.pptxaula de itinerario 1º ano variedade linguistica.pptx
aula de itinerario 1º ano variedade linguistica.pptx
RosenildaAparecidaLa
 
Norma culta e variedade linguística.ppt
Norma culta e variedade linguística.pptNorma culta e variedade linguística.ppt
Norma culta e variedade linguística.ppt
CaioVitor52
 
Texto Tradicional
Texto TradicionalTexto Tradicional
Texto Tradicional
Lurdes Augusto
 
Dica enem
Dica enemDica enem
Dica enem
cvt de beberibe
 
Preconceito Linguístico
Preconceito LinguísticoPreconceito Linguístico
Preconceito Linguístico
Othavylla Tavinha
 
Curso básico de redação Aula 2
Curso básico de redação   Aula 2Curso básico de redação   Aula 2
Curso básico de redação Aula 2
ProfFernandaBraga
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
AFMO35
 
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunhaPet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
MariaLusadeJesusRodo1
 
Funções da linguagem para o vestibular
Funções da linguagem para o vestibularFunções da linguagem para o vestibular
Funções da linguagem para o vestibular
Silene Faro
 

Semelhante a Ambiguidade em textos escritos diva lea (20)

1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
 
1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica1 ano literatura gramatica
1 ano literatura gramatica
 
Manual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacaoManual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacao
 
Manual técnicas de redação
Manual   técnicas de redaçãoManual   técnicas de redação
Manual técnicas de redação
 
Manual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacaoManual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacao
 
Manual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacaoManual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacao
 
Nossa lingua portuguesa
Nossa lingua portuguesaNossa lingua portuguesa
Nossa lingua portuguesa
 
Portugues5em
Portugues5emPortugues5em
Portugues5em
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
 
Variações linguísticas
Variações linguísticasVariações linguísticas
Variações linguísticas
 
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-es-2012-ppt
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-es-2012-pptAs h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-es-2012-ppt
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-es-2012-ppt
 
aula de itinerario 1º ano variedade linguistica.pptx
aula de itinerario 1º ano variedade linguistica.pptxaula de itinerario 1º ano variedade linguistica.pptx
aula de itinerario 1º ano variedade linguistica.pptx
 
Norma culta e variedade linguística.ppt
Norma culta e variedade linguística.pptNorma culta e variedade linguística.ppt
Norma culta e variedade linguística.ppt
 
Texto Tradicional
Texto TradicionalTexto Tradicional
Texto Tradicional
 
Dica enem
Dica enemDica enem
Dica enem
 
Preconceito Linguístico
Preconceito LinguísticoPreconceito Linguístico
Preconceito Linguístico
 
Curso básico de redação Aula 2
Curso básico de redação   Aula 2Curso básico de redação   Aula 2
Curso básico de redação Aula 2
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunhaPet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
 
Funções da linguagem para o vestibular
Funções da linguagem para o vestibularFunções da linguagem para o vestibular
Funções da linguagem para o vestibular
 

Mais de Diva Lea Batista da Silva

Texto publicitário humorístico: convence ou não o leitor-1parte- DLBS-Bogotá-...
Texto publicitário humorístico: convence ou não o leitor-1parte- DLBS-Bogotá-...Texto publicitário humorístico: convence ou não o leitor-1parte- DLBS-Bogotá-...
Texto publicitário humorístico: convence ou não o leitor-1parte- DLBS-Bogotá-...
Diva Lea Batista da Silva
 
As histórias em quadrinhos como pretexto, pré-texto e texto na sala de aula
As histórias em quadrinhos como pretexto, pré-texto e texto na sala de aulaAs histórias em quadrinhos como pretexto, pré-texto e texto na sala de aula
As histórias em quadrinhos como pretexto, pré-texto e texto na sala de aula
Diva Lea Batista da Silva
 
Diferenças entre suposição e hipótese- Diva Lea
Diferenças entre suposição e hipótese- Diva LeaDiferenças entre suposição e hipótese- Diva Lea
Diferenças entre suposição e hipótese- Diva Lea
Diva Lea Batista da Silva
 
Comunicação empresarial o segredo não é a alma do negócio
Comunicação empresarial o segredo não é a alma do negócioComunicação empresarial o segredo não é a alma do negócio
Comunicação empresarial o segredo não é a alma do negócio
Diva Lea Batista da Silva
 
3 calvin e haroldo-relações possíveis com calvino e hobbes-dlbs-2009-curitiba
3 calvin e haroldo-relações possíveis com calvino e hobbes-dlbs-2009-curitiba3 calvin e haroldo-relações possíveis com calvino e hobbes-dlbs-2009-curitiba
3 calvin e haroldo-relações possíveis com calvino e hobbes-dlbs-2009-curitiba
Diva Lea Batista da Silva
 
2 humor, crítica e-ou ironia nas tiras de bill watterson- dlbs-bauru-2009
2 humor, crítica e-ou ironia nas tiras de bill watterson- dlbs-bauru-20092 humor, crítica e-ou ironia nas tiras de bill watterson- dlbs-bauru-2009
2 humor, crítica e-ou ironia nas tiras de bill watterson- dlbs-bauru-2009
Diva Lea Batista da Silva
 
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-2012
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-2012As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-2012
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-2012
Diva Lea Batista da Silva
 

Mais de Diva Lea Batista da Silva (7)

Texto publicitário humorístico: convence ou não o leitor-1parte- DLBS-Bogotá-...
Texto publicitário humorístico: convence ou não o leitor-1parte- DLBS-Bogotá-...Texto publicitário humorístico: convence ou não o leitor-1parte- DLBS-Bogotá-...
Texto publicitário humorístico: convence ou não o leitor-1parte- DLBS-Bogotá-...
 
As histórias em quadrinhos como pretexto, pré-texto e texto na sala de aula
As histórias em quadrinhos como pretexto, pré-texto e texto na sala de aulaAs histórias em quadrinhos como pretexto, pré-texto e texto na sala de aula
As histórias em quadrinhos como pretexto, pré-texto e texto na sala de aula
 
Diferenças entre suposição e hipótese- Diva Lea
Diferenças entre suposição e hipótese- Diva LeaDiferenças entre suposição e hipótese- Diva Lea
Diferenças entre suposição e hipótese- Diva Lea
 
Comunicação empresarial o segredo não é a alma do negócio
Comunicação empresarial o segredo não é a alma do negócioComunicação empresarial o segredo não é a alma do negócio
Comunicação empresarial o segredo não é a alma do negócio
 
3 calvin e haroldo-relações possíveis com calvino e hobbes-dlbs-2009-curitiba
3 calvin e haroldo-relações possíveis com calvino e hobbes-dlbs-2009-curitiba3 calvin e haroldo-relações possíveis com calvino e hobbes-dlbs-2009-curitiba
3 calvin e haroldo-relações possíveis com calvino e hobbes-dlbs-2009-curitiba
 
2 humor, crítica e-ou ironia nas tiras de bill watterson- dlbs-bauru-2009
2 humor, crítica e-ou ironia nas tiras de bill watterson- dlbs-bauru-20092 humor, crítica e-ou ironia nas tiras de bill watterson- dlbs-bauru-2009
2 humor, crítica e-ou ironia nas tiras de bill watterson- dlbs-bauru-2009
 
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-2012
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-2012As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-2012
As h qs como pretexto, pré texto e texto-dlbsilva-salamanca-2012
 

Último

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 

Último (20)

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 

Ambiguidade em textos escritos diva lea

  • 1. AMBIGUIDADE EM TEXTOS ESCRITOS Lutar e vencer DOCENTE - PROFª DIVA LEA BATISTA DA SILVA E-mail- diva.lea@superig.com.br
  • 2. a) "O professor falou com o aluno parado na sala." Quem estava parado na sala? O aluno ou o professor? 3 tipos de mensagem (Barthes) 1- mensagem lingüística (verbal); auxilia na compreensão das imagens. Lutar e vencer SOLUÇÃO -de linguagem"parado na sala" logona comunicação - quais figuras colocar e de pensamento são aplicadas ao lado verbal? do termo a que se refere: "Parado na sala, o professor falou com o aluno.” OU "O professor falou com o aluno, que estava parado na sala.”
  • 3. b) "A polícia cercou o ladrão do banco na rua Santos." O banco ficava na rua Santos, ou a polícia cercou o ladrão nessa rua? Lutar e vencer SOLUÇÃO- “Na rua Santos, a polícia cercou o ladrão.” OU “A polícia cercou o ladrão do banco que se localiza na rua Santos."
  • 4. c) "Pessoas que consomem bebidas alcoólicas com frequência apresentam sintomas de irritabilidade e depressão." -"As pessoas que, com frequência, consomem bebidas alcoólicas apresentam sintomas de irritabilidade e depressão.“ Lutar e vencer OU -"As pessoas que consomem bebidas alcoólicas apresentam, com frequência, sintomas de irritabilidade e depressão.” Uma redação de boa qualidade depende muito do domínio dos mecanismos de construção da textualidade e da capacidade de se colocar na posição do leitor.
  • 5. O RECURSO À AMBIGUIDADE NO TEXTO PUBLICITÁRIO - Observar o "uso e o abuso" da linguagem plurissignificante, por meio dos trocadilhos e jogos de palavras. 0BJETIVO - chamar a atenção do interlocutor para a mensagem. Sempre presente Ferracini Calçados Lutar e vencer Há duas leituras possíveis: 1- o calçado Ferracini é sempre uma boa opção para presentear alguém; ou, 2- o calçado Ferracini está sempre presente em qualquer ocasião, já que, supõe-se, pode ser usado no dia-a-dia ou em uma ocasião especial.
  • 6. Se você não se julga ainda preparado para uma utilização estilística da ambiguidade, prefira uma linguagem mais objetiva. Procure empregar vocábulos ou expressões que sejam mais adequadas às finalidades do seu texto. e vencer Lutar REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA GUIMARÃES, Nilma. Ambiguidade: evite-a para fazer uma boa redação Disponível em: http://educacao.uol.com.br/portugues/ ambiguidade-evite-a-para-fazer-uma-boa-redacao.jhtm. Acesso em: 12 fev. 2012.
  • 7. AMBIGUIDADE COMO RECURSO ESTILÍSTICO OBJETIVO - provocar o efeito polissêmico do texto. Os textos literários, de maneira geral (como romances, Lutar e vencer poemas ou crônicas ), são textos com predomínio da linguagem conotativa (figurada). Nesse caso, o caráter metafórico pode derivar do emprego deliberado da ambiguidade.
  • 8. "Jack Soul Brasileiro", do compositor Lenine. Já que sou brasileiro E que o som do pandeiro é certeiro e tem direção Já que subi nesse ringue E o país do suingue é o Lutar eda contradição país vencer Eu canto pro rei da levada Na lei da embolada, na língua da percussão A dança, a muganga, o dengo A ginga do mamulengo O charme dessa nação (...)
  • 9. "JÁ QUE SOU BRASILEIRO” (verso 1) a) corresponde ao sentido literal do texto, em que o poeta se afirma comoLutar e vencer de fato. brasileiro
  • 10. b) permite pensar em uma referência ao cantor e Lutar e vencer compositor Jackson do Pandeiro - o "Zé Jack" -, um dos maiores ritmistas de todos os tempos, considerado um ícone da história da música popular brasileira, de quem Lenine se diz seguidor.
  • 11. c) referência à "soul music" norte-americana, que teve grande influência na música brasileira a partir da década de Lutar e vencer 1960.
  • 12. GERUNDISMO ”Este artigo foi feito especialmente para que você possa estar recortando, estar imprimindo e estar fazendo diversas cópias, para estar deixando discretamente sobre a mesa de alguém que não consiga estar falando sem estar espalhando essa praga terrível que parece estar se disseminando na comunicação moderna, o gerundismo. (...)” (Folha de S. Paulo, 18 mar. 2001, cad. A, p.15)
  • 13. TEXTO CORRIGIDO Este artigo foi feito especialmente para que você recorte, imprima, e faça diversas cópias para deixar discretamente sobre a mesa de alguém, que não consiga falar sem espalhar essa praga terrível que parece disseminar-se na comunicação moderna, o gerundismo.
  • 14. VÍCIOS DE LINGUAGEM Tautologia – consiste em dizer ou escrever a mesma idéia, com palavras diferentes. elo de ligação – elo acabamento final – acabamento há três anos atrás – há três anos empréstimo temporário – empréstimo planos para o futuro – planos sorriso nos lábios – sorriso labaredas de fogo – labaredas
  • 15. TROCADILHO: jogo de palavras “O qoração é sem sombra de dúvida um coração doente. Precisa de vitamina C.” (RODARI, G. Gramática da fantasia. São Paulo: Summus, 1982, p. 35)
  • 16. BIBLIOGRAFIA GUIMARÃES, Nilma. Ambiguidade: evite-a para fazer uma boa redação. Disponível em: http://educacao.uol.com.br/portugues/ambiguidadeLutar e vencer evite-a-para-fazer-uma-boa-redacao.html. Acesso em: 10 fev. 2012. LENINE. Jack Soul Brasileiro. Disponível em: http://letras.terra.com.br/lenine/fotos.html. Acesso em: 10 fev. 2012.