Satanás tem inventado muitas maneiras de malbaratar os 
meios que Deus tem dado. O jogo de cartas, as apostas, o 
jogo de ...
Não haja singularidades nem excentricidades de 
movimento da parte daqueles que falam a Palavra da 
verdade, pois tais coi...
Grande cuidado cumpre tomar a fim de tornar as 
reuniões de temperança tão elevadas e enobrecedoras 
quanto possível. Evit...
Abster-se de Toda Demonstração Teatral 
Tenho uma mensagem para os que estão com a responsabilidade de nossa obra.* Não 
a...
Nosso bom êxito dependerá de realizarmos a 
obra com a simplicidade com que Cristo a 
realizou, sem nenhuma demonstração t...
A obra feita por Cristo em nosso mundo, eis o que 
deve constituir nosso exemplo, no que respeita à 
exibição. Temos que n...
Um Serviço de Canto Não é um Concerto 
O que me foi apresentado é que, se o Pastor ______ desse 
ouvidos ao conselho de se...
Os que fazem a obra do Senhor nas cidades têm de 
envidar esforço contínuo, perseverante e devotado, em 
favor da educação...
Mediante o emprego de cartazes, símbolos e 
ilustrações de várias espécies, o pastor pode fazer a 
verdade destacar-se cla...
Alguns pastores* cometem o erro de pensar que o 
sucesso depende de arrastar uma grande congregação 
pelo aparato exterior...
A opinião geral é que o trabalho manual seja degradante; todavia, os homens 
se exercitam tanto quanto lhes apraz no críqu...
Os desígnios e objetivos que levam à formação de sociedades literárias 
podem ser bons; mas, a menos que essas organizaçõe...
Veríamos diferente estado de coisas se determinado número se consagrasse 
inteiramente a Deus, e então devotasse seus tale...
 Objeções à mensagem de Deus que podem ser apresentadas: 
 Isso é coisa para aquele tempo; 
 A pessoa que diz isso é um...
Alguns não são ativos estudantes da Bíblia. Não estão dispostos a 
aplicar-se diligentemente ao estudo da Palavra de Deus....
Povo de Deus e o teatro
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Povo de Deus e o teatro

511 visualizações

Publicada em

O plano da salvação para a humanidade tem sido pisado por aqueles que não o levam a sério com as mais diversas dramatizações das verdades eternas.
Quem pode mostrar apenas uma dramatização teatral nas escrituras para que o povo de Deus use dessa prática?
Duvido que alguém encontre.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Povo de Deus e o teatro

  1. 1. Satanás tem inventado muitas maneiras de malbaratar os meios que Deus tem dado. O jogo de cartas, as apostas, o jogo de azar, as corridas de cavalo e as representações teatrais, são todos de sua invenção, e ele tem induzido os homens a levarem avante esses divertimentos com tanto zelo como se estivessem adquirindo para si mesmos a preciosa dádiva da vida eterna. Gastam os homens somas imensas em busca desses prazeres proibidos; e o resultado é que, as faculdades que Deus lhes deu, que foram compradas pelo precioso sangue do Filho de Deus, são degradadas e corrompidas. As faculdades físicas, morais e mentais que por Deus são dadas aos homens, e que pertencem a Cristo, são zelosamente usadas em servir a Satanás, e para desviar os homens da justiça e da santidade. Inventa-se tudo o que possa desviar a mente do que é nobre e puro, e quase se atinge a linha divisória em que os habitantes da Terra serão tão corruptos como os habitantes do mundo antes do dilúvio. ... CONSELHOS SOBRE MORDOMIA, 135
  2. 2. Não haja singularidades nem excentricidades de movimento da parte daqueles que falam a Palavra da verdade, pois tais coisas enfraquecerão a impressão que deve ser produzida pela Palavra. Cumpre guardarmo-nos, pois Satanás está determinado, se possível, a entremear com os cultos sua má influência. Não haja exibição teatral, pois isto não ajuda a fortalecer na Palavra de Deus. Antes distrairá a atenção para o instrumento humano. Carta 352, 1908. MENSAGENS ESCOLHIDAS 2, 24
  3. 3. Grande cuidado cumpre tomar a fim de tornar as reuniões de temperança tão elevadas e enobrecedoras quanto possível. Evitai o trabalho superficial e tudo que seja de natureza teatral. Aqueles que compreendem o caráter sagrado desta obra hão de manter alta a norma. Há, porém, uma classe, que não tem verdadeiro respeito pela causa da temperança; seu único interesse é mostrar sua habilidade na plataforma. Os puros, os refletidos e aqueles que compreendem o assunto da obra, devem ser animados a trabalhar nesses grandes ramos de reforma. Talvez eles não sejam intelectualmente grandes, mas se forem puros e humildes, tementes a Deus e fiéis, o Senhor aceitará os seus labores. Testimonies, vol. 5, pág. 127. TEMPERANÇA, 241
  4. 4. Abster-se de Toda Demonstração Teatral Tenho uma mensagem para os que estão com a responsabilidade de nossa obra.* Não animeis os homens que devem empenhar-se neste trabalho a pensarem que devam proclamar a solene e sagrada mensagem em estilo teatral. Nem um jota nem um til de qualquer coisa teatral deve aparecer em nossa obra. A causa de Deus deve ter molde sagrado e celestial. Fazei com que tudo quanto esteja em conexão com a apresentação da mensagem para este tempo tenha o sinete divino. Não permitais que haja qualquer coisa de natureza teatral, pois isto prejudicaria a santidade da obra. Foi-me mostrado que nos defrontaremos com todas as espécies de experiências e que os homens procurarão introduzir representações estranhas na obra de Deus. Já nos encontramos com tais em muitos lugares. No início de meu trabalho, foi dada a mensagem de que todas as representações teatrais, em conexão com a pregação da verdade presente, fossem desaconselhadas e proibidas. Os homens que pensavam ter um admirável trabalho a fazer procuraram adotar uma estranha atitude e manifestavam esquisitices no movimento do corpo. Eis a instrução que me foi dada: "Não aproveis tal coisa." Estas atitudes, com sabor teatral, não devem ocorrer na proclamação das solenes mensagens que nos foram confiadas. O inimigo acompanhará de perto e aproveitará todas as vantagens que tiver das circunstâncias, a fim de rebaixar a verdade pela introdução de demonstrações indignas. Nenhuma destas apresentações deve ser permitida. As preciosas verdades que nos foram dadas devem ser pregadas com toda a solenidade e com santa reverência. Manuscrito 19, 1910. EVANGELISMO, 138 *(QUEM É QUE ESTÁ NA RESPONSABILIDADE DA OBRA? SÃO OS SIMPLES MEMBROS? QUEM AFINAL DECIDE POR ESSAS PRÁTICAS CONDENADAS PELO CÉU: OS PASTORES OU OS MEMBROS? E POR FIM: QUEM PAGARÁ PELO SANGUE DESSAS PRECIOSAS ALMAS QUE CRISTO DERRAMOU SEU SANGUE: OS QUE APROVAM E PARTICIPAM OU OS QUE DESAPROVAM EM ACORDO COM A PALAVRA DE DEUS?)
  5. 5. Nosso bom êxito dependerá de realizarmos a obra com a simplicidade com que Cristo a realizou, sem nenhuma demonstração teatral. Carta 53, 1904. EVANGELISMO, 139
  6. 6. A obra feita por Cristo em nosso mundo, eis o que deve constituir nosso exemplo, no que respeita à exibição. Temos que nos manter tão afastados do que seja teatral e extraordinário, como Cristo Se manteve em Sua obra. Sensação não é religião; não obstante esta exercerá sua influência pura, consagrada, enobrecedora e santificadora, produzindo vida espiritual e salvação. Carta 53, 1904. EVANGELISMO, 396
  7. 7. Um Serviço de Canto Não é um Concerto O que me foi apresentado é que, se o Pastor ______ desse ouvidos ao conselho de seus irmãos, e não corresse da maneira por que o faz no esforço de obter grandes congregações, exerceria mais influência para bem, e sua obra teria efeito mais benéfico. Ele deve cortar de suas reuniões tudo quanto tenha semelhança com exibições teatrais *; pois tais aparências exteriores não dão nenhuma força à mensagem que ele anuncia. Quando o Senhor puder cooperar com ele, sua obra não precisará ser feita de modo tão dispendioso. Ele não necessitará então fazer tantas despesas em anúncios de suas reuniões. Não porá tanta confiança no programa musical. Esta parte de seu serviço é realizada mais à maneira de um concerto teatral, do que de um serviço de canto em uma reunião religiosa. Carta 49, 1902. EVAGELISMO, 501 *(Será isso uma mensagem para apenas aquele Pastor daquele tempo?)
  8. 8. Os que fazem a obra do Senhor nas cidades têm de envidar esforço contínuo, perseverante e devotado, em favor da educação do povo. Conquanto devam trabalhar fervorosamente para interessar os ouvintes e conservar esse interesse, têm de ao mesmo tempo precaver-se contra qualquer coisa que se aproxime do sensacionalismo. Nesta época de extravagância e ostentação, em que os homens julgam necessário fazer aparato para conseguir êxito, os escolhidos mensageiros de Deus devem mostrar o erro de gastar meios desnecessariamente, para causar efeito. Ao trabalharem com simplicidade, humildade e gentil dignidade, evitando tudo que seja de natureza teatral, sua obra fará duradoura impressão para bem. OBREIROS EVANGÉLICOS, 346
  9. 9. Mediante o emprego de cartazes, símbolos e ilustrações de várias espécies, o pastor pode fazer a verdade destacar-se clara e distintamente. Isso é um auxílio, e está em harmonia com a Palavra de Deus. Mas quando o obreiro torna seu trabalho tão dispendioso que os outros não podem tirar do tesouro meios suficientes para manter-se no campo, ele não está trabalhando de acordo com o plano de Deus. A obra nas grandes cidades deve ser feita segundo a ordem de Cristo, não segundo os métodos teatrais. Não é uma realização teatral que glorifica a Deus, mas a apresentação da verdade no amor de Cristo. OBREIROS EVANGÉLICOS, 356
  10. 10. Alguns pastores* cometem o erro de pensar que o sucesso depende de arrastar uma grande congregação pelo aparato exterior, anunciando depois a mensagem da verdade em estilo teatral. Isso, porém, é empregar fogo comum, em lugar de fogo sagrado ateado por Deus. O Senhor não é glorificado por essa maneira de trabalhar. Não por meio de notícias sensacionais e dispendiosas exibições, há de Sua obra ser levada a cabo, mas seguindo os métodos de Cristo. "Não por força, nem por violência, mas pelo Meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos." Zac. 4:6. É a verdade nua que, qual espada aguda de dois gumes, corta de ambos os lados, despertando para a vida espiritual os que se acham mortos em ofensas e pecados. Os homens hão de reconhecer o evangelho, quando este lhes for apresentado em harmonia com os desígnios de Deus. OBREIROS EVANGÉLICOS, 383 *(Alguns pastores não quer dizer todos os pastores. O que dizer do seu: acerta ou erra? Leva os mambros ao acerto ou erro?)
  11. 11. A opinião geral é que o trabalho manual seja degradante; todavia, os homens se exercitam tanto quanto lhes apraz no críquete, beisebol, ou em competições pugilísticas, sem serem olhados como pessoas que se degradam. Satanás deleita-se quando vê seres humanos empregando as faculdades físicas e mentais naquilo que não educa, não tem utilidade, não os ajuda a ser uma bênção aos que necessitam de seu auxílio. Enquanto a juventude se adestra em jogos destituídos de valor para eles e para os outros, Satanás joga a partida da vida por sua alma, tirando-lhes os talentos dados por Deus, e substituindo-os por seus próprios atributos maus. É seu empenho levar os homens a passarem por alto a Deus. Busca ocupar-lhes e absorver-lhes tão completamente o espírito, que o Senhor não encontre lugar em seus pensamentos. Não quer que o povo conheça a seu Criador, e fica bem satisfeito se pode pôr em funcionamento jogos e representações teatrais* que por tal forma confundam o senso da juventude de que Deus e o Céu sejam esquecidos. CONSELHOS AOS PAIS, PROFESSORES E ESTUDANTES, 275 *(Afinal de contas existe teatro mundano e teatro celestial? Onde nas escrituras encontramos os patriarcas, ou os profetas, ou os apóstolos ou o próprio Jesus Cristo envolvidos em representações teatrais ou ainda algum ensino nas páginas sagradas a usarem esse tipo de estratagema na pregação do Evangelho?)
  12. 12. Os desígnios e objetivos que levam à formação de sociedades literárias podem ser bons; mas, a menos que essas organizações sejam regidas pela sabedoria vinda de Deus, tornar-se-ão um positivo mal. São geralmente admitidas pessoas irreligiosas e cujo coração e vida não são consagrados, sendo muitas vezes colocadas nos lugares de mais responsabilidade. Talvez se adotem regras e regulamentos julgados suficientes para manter à distância qualquer influência perniciosa; mas Satanás, astuto general, está em atividade para moldar a associação de maneira a lhe convir aos planos; e, a seu tempo, é muitas vezes bem-sucedido. O grande adversário encontra fácil acesso àqueles a quem tem dominado anteriormente, realizando por meio deles o seu fito. Vários entretenimentos são introduzidos para tornar interessantes as reuniões, e atrativas para os mundanos, e assim as atividades da chamada sociedade literária degeneram muitas vezes em desmoralizantes representações teatrais e tolices vulgares. Todas essas satisfazem a mente carnal, em inimizade contra Deus; não robustecem, porém, o intelecto, nem consolidam a moral. CONSELHOS AOS PAIS, PROFESSORES E ESTUDANTES, 542
  13. 13. Veríamos diferente estado de coisas se determinado número se consagrasse inteiramente a Deus, e então devotasse seus talentos à obra da Escola Sabatina, avançando sempre em conhecimento, educando-se para que pudessem instruir a outros quanto aos melhores métodos a serem empregados na obra; mas não devem os obreiros procurar métodos pelos quais ofereçam um espetáculo, consumindo tempo em representações teatrais e exibições de música, pois isto não beneficia a ninguém. Não é bom ensaiar crianças para que façam discursos em ocasiões especiais. Devem elas ser ganhas para Cristo, em lugar de gastar tempo, dinheiro e esforços para uma encenação, que todo esforço seja feito a fim de preparar os molhos para a colheita. CONSELHOS SOBRE ESCOLA SABATINA, 154
  14. 14.  Objeções à mensagem de Deus que podem ser apresentadas:  Isso é coisa para aquele tempo;  A pessoa que diz isso é um fanático e extremista (lembrando apenas que nenhuma palavra pessoal pode ser encontrada nos textos do espirito de profecia que foram dados pelo próprio Jesus. Assim sendo quem é o fanático e extremista: eu que aceito O Seu Testemunho ou Ele que dá o Testemunho?)  Os textos estão fora de contexto; (Sinceramente não encontrei nos textos nada que aprove representações teatrais em meio ao povo de Deus. Se puderem me provar o contrário eu me retratarei de minha crença no Espírito de profecia dados por Deus à Sua igreja em relação a esse e outros temas. Ou essa não é a Igreja de Deus?)
  15. 15. Alguns não são ativos estudantes da Bíblia. Não estão dispostos a aplicar-se diligentemente ao estudo da Palavra de Deus. Como resultado dessa negligência, trabalham sob grande desvantagem e não conseguem, em seus esforços ministeriais, realizar um décimo da obra que podiam ter feito, se houvessem percebido a necessidade de aplicar com afinco sua mente ao estudo da Palavra. Poderiam tornar-se tão familiarizados com as Escrituras, tão fortalecidos pelos argumentos bíblicos, que enfrentariam os oponentes e apresentariam as razões de nossa fé, fazendo triunfar a verdade e silenciar a oposição. Os que ministram a Palavra devem possuir um conhecimento tão completo da mesma quanto lhes seja possível. Precisam estar continuamente pesquisando, orando e aprendendo, ou o povo de Deus avançará no conhecimento de Sua Palavra e vontade, e deixará esses pretensos mestres para trás. Quem instruirá o povo quando esse tiver mais conhecimento do que seus professores? Todos os esforços desses pastores são infrutíferos. Há necessidade de que o povo lhes ensine a Palavra de Deus mais perfeitamente, antes que sejam capazes de instruir a outros. Testemunhos Para a Igreja, Vol. 2 - Capítulo 61— Mensagem aos Pastores.

×