SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 56
Baixar para ler offline
Radiologia Aplicada naRadiologia Aplicada naRadiologia Aplicada naRadiologia Aplicada na
Medicina VeterináriaMedicina VeterináriaMedicina VeterináriaMedicina Veterinária
GIA VETEProfa Ass Dra Luciana Del Rio Pinoti CiarliniProfa Ass Dra Luciana Del Rio Pinoti Ciarlini
Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
Departamento de Clínica, Cirurgia e Reprodução AnimalDepartamento de Clínica, Cirurgia e Reprodução Animal
á S ó áá S ó á
RADIOL
OGIA VETE
RINÁRIA
Profa. Ass. Dra. Luciana Del Rio Pinoti CiarliniProfa. Ass. Dra. Luciana Del Rio Pinoti Ciarlini
Responsável pelo Setor de Diagnóstico por Imagem VeterinárioResponsável pelo Setor de Diagnóstico por Imagem Veterinário
Disciplina de Radiologia VeterináriaDisciplina de Radiologia Veterinária
R di l i V t i á iR di l i V t i á iRadiologia VeterináriaRadiologia Veterinária
“Aplicações diagnósticas e terapêuticas“Aplicações diagnósticas e terapêuticasp ç g pp ç g p
da energia radiante nas várias doençasda energia radiante nas várias doenças
dos animais”.dos animais”.
Você sabia que uma das áreasq
mais promissoras
na medicina veterinária éna medicina veterinária é
o setor de diagnóstico
por imagem?
E como na medicina
humana, o serviço de
diagnóstico por imagem dadiagnóstico por imagem da
veterinária também é realizado pelo
té i di l i ?técnico em radiologia?
Exames de diagnóstico por imagem

abordagem inicial das enfermidadesg

70% dos casos70% dos casos
Atuação do técnico e/ou tecnólogoAtuação do técnico e/ou tecnólogoAtuação do técnico e/ou tecnólogoAtuação do técnico e/ou tecnólogo
na Radiologia Veterináriana Radiologia Veterinária
-Semelhança com radiologia pediátrica = pacientes
não são colaborativos e necessitam denão são colaborativos e necessitam de
acompanhamento.
- Complexidade da Medicina Veterinária =
necessidade de dois acompanhantes e/ou de
t ã í i d i t ( t i )contenção química do paciente (anestesia) em
diversas técnicas de posicionamento.
Pesquisa de imagem investePesquisa de imagem investe se mais emse mais emPesquisa de imagem, investePesquisa de imagem, investe--se mais emse mais em
pequenos animais. Cerca de 98% daspequenos animais. Cerca de 98% das
i li di li dpesquisas realizadaspesquisas realizadas
na área de diagnóstico por imagem sãona área de diagnóstico por imagem são
feitas com animais de pequeno porte.feitas com animais de pequeno porte.
Aparelho fixoAparelho fixoAparelho fixoAparelho fixo
Aparelho móvelAparelho móvelAparelho móvelAparelho móvel
Aparelho portátilAparelho portátilp pp p
 tempo de exposição xtempo de exposição x  mAmA
P t ã R di ló iP t ã R di ló iProteção RadiológicaProteção Radiológica
TempoTempo DistânciaDistância
B iB iBarreiraBarreira
Contenção = ProprietárioContenção = Proprietário
Tamanhos:Tamanhos:
18 x 24 cm18 x 24 cm18 x 24 cm18 x 24 cm
24 x 30 cm24 x 30 cm
30 x 40 cm30 x 40 cm
Processamento radiográficoProcessamento radiográficoProcessamento radiográficoProcessamento radiográfico
Técnicas RadiográficasTécnicas Radiográficas
KV = E x 2 + CFKV = E x 2 + CF onde:onde:
Técnicas RadiográficasTécnicas Radiográficas
KV = E x 2 + CFKV = E x 2 + CF, onde:, onde:
E = Espessura (cm)E = Espessura (cm)
CF = Constante Filme (20)CF = Constante Filme (20)
Parte óssea = KV = mAsParte óssea = KV = mAs
Tórax = mAs = KV/10Tórax = mAs = KV/10
Abdô A KV 2Abdô A KV 2Abdômen = mAs = KV x 2Abdômen = mAs = KV x 2
DE MARTIN B W & IWASAKI MDE MARTIN B W & IWASAKI M 19761976DE MARTIN, B.W. & IWASAKI, M.,DE MARTIN, B.W. & IWASAKI, M., 19761976.
NomenclaturaNomenclatura radiográficaradiográficaNomenclaturaNomenclatura radiográficaradiográfica
Nomenclatura Européia X Colégio Americano de RadiologiaNomenclatura Européia X Colégio Americano de Radiologia
11 Ventrodorsal (VD)Ventrodorsal (VD)11-- Ventrodorsal (VD)Ventrodorsal (VD)
22-- Dorsoventral (DV)Dorsoventral (DV)
33 Lateromedial (LM)Lateromedial (LM)33-- Lateromedial (LM)Lateromedial (LM)
44-- Mediolateral (ML)Mediolateral (ML)
55 Dorsopalmar ou DorsoplantarDorsopalmar ou Dorsoplantar55-- Dorsopalmar ou DorsoplantarDorsopalmar ou Dorsoplantar
66-- Craniocaudal ou CaudocranialCraniocaudal ou Caudocranial
77 RostrocaudalRostrocaudal77-- RostrocaudalRostrocaudal
88-- Oblíquas (dorsolateralOblíquas (dorsolateral--palmaromedial oblíqua)palmaromedial oblíqua)
99 Especiais (palmaroproximalEspeciais (palmaroproximal palmarodistal)palmarodistal)99-- Especiais (palmaroproximalEspeciais (palmaroproximal--palmarodistal)palmarodistal)
1010-- FlexionadasFlexionadas
Contenção medicamentosaContenção medicamentosaContenção medicamentosaContenção medicamentosa
Pequenos animaisPequenos animais
Posicionamentos RadiográficosPosicionamentos RadiográficosPosicionamentos RadiográficosPosicionamentos Radiográficos
Posicionamento radiográficoPosicionamento radiográficoPosicionamento radiográficoPosicionamento radiográfico
Objetivos:Objetivos:
Posturas adequadas para facilitar:Posturas adequadas para facilitar:
-- ConfortoConforto-- ConfortoConforto
-- Imobilização e contençãoImobilização e contenção
-- Reprodução mais exata da região sobReprodução mais exata da região sob
exameexameexame.exame.
Radiografia abdominalRadiografia abdominal
Projeção lateral direitaProjeção lateral direita Projeção entrodorsalProjeção entrodorsal
gg
Projeção lateral direitaProjeção lateral direita Projeção ventrodorsalProjeção ventrodorsal
Fotos: Luciana D.R.P. Ciarlini
Epigástrica / Mesogástrica / HipogástricaEpigástrica / Mesogástrica / Hipogástrica
GeraçãoGeração
11oo ano= 12ano= 12
22oo ano = 66ano = 6622oo ano = 66ano = 66
33oo ano= 382ano= 382
44oo 0 2 2010 2 20144oo an0 = 2.201an0 = 2.201
55oo ano = 12.640ano = 12.640
66oo ano = 73.641ano = 73.641
77oo ano= 42.0715ano= 42.0715
88oo ano= 2.422.516ano= 2.422.516
99ooano= 13.968.900ano= 13.968.900
1010oo ano= 20.300.780ano= 20.300.780
Displasia coxoDisplasia coxo--femoralfemoral
Radiografia abdominal – feto enfisematoso
Fotos: Luciana D.R.P. Ciarlini
Projeção lateral
animal em estaçãoç
feixe primário de RX
na horizontalna horizontal
Técnicas Radiográficas ContrastadasTécnicas Radiográficas Contrastadas
Trânsito gastrintestinalTrânsito gastrintestinal –– Sulfato de BárioSulfato de Báriogg
Radiografia torácica – Hérnia diafragmática
Urografia ExcretoraUrografia ExcretoraUrografia ExcretoraUrografia Excretora
Fase: pielogramaFase: pielogramaFase: pielogramaFase: pielograma
UretrocistografiaUretrocistografiagg
Neoplasia vesicalNeoplasia vesical
MielografiaMielografiagg
Grandes animaisGrandes animaisGrandes animaisGrandes animais
Utensílios para Grandes AnimaisUtensílios para Grandes Animais
EqüinosEqüinos –– Sistema LocomotorSistema Locomotorqq
Animais silvestres e exóticosAnimais silvestres e exóticosAnimais silvestres e exóticosAnimais silvestres e exóticos
Grandes mamíferosGrandes mamíferos
Neoplasia ósseaNeoplasia óssea
RépteisRépteis
Pequenos RoedoresPequenos RoedoresPequenos RoedoresPequenos Roedores
Projeção lateral
Projeção
dorsoventral
Pequenos roedoresPequenos roedores
Leiomioma uterino – Porquinho da Índia
PeixesPeixes
Universidade Estadual PaulistaUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita FilhoJúlio de Mesquita Filho
OL
OGIA VETE
RIN
Universidade Estadual PaulistaUniversidade Estadual Paulista –– Júlio de Mesquita FilhoJúlio de Mesquita Filho
Hospital Veterinário “Luiz Quintiliano de Oliveira”Hospital Veterinário “Luiz Quintiliano de Oliveira”
RADIO
NÁRIA
Hospital Veterinário “Luiz Quintiliano de Oliveira”Hospital Veterinário “Luiz Quintiliano de Oliveira”
ADIOL
OGIA VETE
RINÁR
Setor de Radiologia VeterináriaSetor de Radiologia Veterinária
RA
RIA
Setor de diagnóstico por imagem naSetor de diagnóstico por imagem na
veterinária = expansão e necessitaveterinária = expansão e necessitaveterinária = expansão e necessitaveterinária = expansão e necessita
de profissionais especializados.de profissionais especializados.
O setor privado é mais promissor,O setor privado é mais promissor,
pois possui a melhor perspectiva depois possui a melhor perspectiva de
ampliação devido a pequenaampliação devido a pequenaampliação devido a pequenaampliação devido a pequena
oferta e poucos profissionaisoferta e poucos profissionaisp pp p
especializados nessa área.especializados nessa área.
Obrigada pela atenção!
lupinoti@fmva.unesp.br
Radiologia aplicada medicina_veterinaria

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Técnicas radiográficas contrastadas veterinaria
Técnicas radiográficas contrastadas veterinariaTécnicas radiográficas contrastadas veterinaria
Técnicas radiográficas contrastadas veterinariaRoberto Mesquita
 
Técnicas de posicionamento para crânio
Técnicas de posicionamento para crânioTécnicas de posicionamento para crânio
Técnicas de posicionamento para crânioSandro Molter
 
Aula sobre ATM e Mandíbula - raios X
Aula sobre ATM e Mandíbula - raios XAula sobre ATM e Mandíbula - raios X
Aula sobre ATM e Mandíbula - raios XRobson Rocha
 
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico   tórax rotina e complementaresPosicionamento radiológico   tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementaresMagno Cavalheiro
 
Estudo radiologico dos ossos da face
Estudo radiologico dos ossos da faceEstudo radiologico dos ossos da face
Estudo radiologico dos ossos da faceThiago Cancio
 
Medicina nuclear aula 01
Medicina nuclear aula 01Medicina nuclear aula 01
Medicina nuclear aula 01Walmor Godoi
 
Meios de Contraste em Tomografia
Meios de Contraste em Tomografia Meios de Contraste em Tomografia
Meios de Contraste em Tomografia Rodrigo Ribeiro Jr.
 
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoTerminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoCristiane Dias
 
01 posicionamento de esterno e costelas
01 posicionamento de esterno e costelas01 posicionamento de esterno e costelas
01 posicionamento de esterno e costelasErica Inacio
 
Aula 8 incidencias
Aula 8  incidenciasAula 8  incidencias
Aula 8 incidenciasrsmbarros
 
Técnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicosTécnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicosradiomed
 
Terminologia Radiografica
Terminologia Radiografica Terminologia Radiografica
Terminologia Radiografica Cristiane Dias
 
Aula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia ComputadorizadaAula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia ComputadorizadaJaqueline Almeida
 

Mais procurados (20)

GEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEM
GEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEMGEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEM
GEOMETRIA E FORMAÇÃO DA IMAGEM
 
RADIOLOGIA PEDIÁTRICA
RADIOLOGIA PEDIÁTRICARADIOLOGIA PEDIÁTRICA
RADIOLOGIA PEDIÁTRICA
 
Técnicas radiográficas contrastadas veterinaria
Técnicas radiográficas contrastadas veterinariaTécnicas radiográficas contrastadas veterinaria
Técnicas radiográficas contrastadas veterinaria
 
Técnicas de posicionamento para crânio
Técnicas de posicionamento para crânioTécnicas de posicionamento para crânio
Técnicas de posicionamento para crânio
 
Radiologia Forense
Radiologia ForenseRadiologia Forense
Radiologia Forense
 
Aula sobre ATM e Mandíbula - raios X
Aula sobre ATM e Mandíbula - raios XAula sobre ATM e Mandíbula - raios X
Aula sobre ATM e Mandíbula - raios X
 
LEGISLAÇÃO RADIOLÓGICA
LEGISLAÇÃO RADIOLÓGICALEGISLAÇÃO RADIOLÓGICA
LEGISLAÇÃO RADIOLÓGICA
 
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico   tórax rotina e complementaresPosicionamento radiológico   tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementares
 
Estudo radiologico dos ossos da face
Estudo radiologico dos ossos da faceEstudo radiologico dos ossos da face
Estudo radiologico dos ossos da face
 
Medicina nuclear aula 01
Medicina nuclear aula 01Medicina nuclear aula 01
Medicina nuclear aula 01
 
URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA RADIOLOGIA
URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA RADIOLOGIAURGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA RADIOLOGIA
URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA RADIOLOGIA
 
Meios de Contraste em Tomografia
Meios de Contraste em Tomografia Meios de Contraste em Tomografia
Meios de Contraste em Tomografia
 
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoTerminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
 
01 posicionamento de esterno e costelas
01 posicionamento de esterno e costelas01 posicionamento de esterno e costelas
01 posicionamento de esterno e costelas
 
Aula 8 incidencias
Aula 8  incidenciasAula 8  incidencias
Aula 8 incidencias
 
Técnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicosTécnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicos
 
Terminologia Radiografica
Terminologia Radiografica Terminologia Radiografica
Terminologia Radiografica
 
Aula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia ComputadorizadaAula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
 
Principios da radiologia
Principios da radiologiaPrincipios da radiologia
Principios da radiologia
 
RADIOLOGIA VETERINARIA TUTORIAL.pdf
RADIOLOGIA VETERINARIA TUTORIAL.pdfRADIOLOGIA VETERINARIA TUTORIAL.pdf
RADIOLOGIA VETERINARIA TUTORIAL.pdf
 

Semelhante a Radiologia aplicada medicina_veterinaria

Papel da radioterapia no tratamento do cancro da mama
Papel da radioterapia no tratamento do cancro da mamaPapel da radioterapia no tratamento do cancro da mama
Papel da radioterapia no tratamento do cancro da mamaRui P Rodrigues
 
2007 cuidados de enfermagem no transplante hepático eloiza quintela
2007 cuidados de enfermagem no transplante hepático eloiza quintela2007 cuidados de enfermagem no transplante hepático eloiza quintela
2007 cuidados de enfermagem no transplante hepático eloiza quintelaNádia Elizabeth Barbosa Villas Bôas
 
introdução a proteção radiológica radiologia
introdução a proteção radiológica radiologiaintrodução a proteção radiológica radiologia
introdução a proteção radiológica radiologiaPalomaCssiaVasconcel
 
Ultrassonografia de pescoço: tireoide e paratireoide
Ultrassonografia de pescoço: tireoide e paratireoideUltrassonografia de pescoço: tireoide e paratireoide
Ultrassonografia de pescoço: tireoide e paratireoideCibele Carvalho
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificilAnestesiador
 
Técnica inspiração profunda em mama esquerda - radioterapia
Técnica inspiração profunda em mama esquerda - radioterapiaTécnica inspiração profunda em mama esquerda - radioterapia
Técnica inspiração profunda em mama esquerda - radioterapiaGiselle Paula
 
SedaçãO, Analgesia E SequêNcia RáPida De IntubaçãO Reduzido
SedaçãO, Analgesia E SequêNcia RáPida De IntubaçãO ReduzidoSedaçãO, Analgesia E SequêNcia RáPida De IntubaçãO Reduzido
SedaçãO, Analgesia E SequêNcia RáPida De IntubaçãO Reduzidogalegoo
 
11 tabela de-exames_e_posicionamentos_radiograficos
11 tabela de-exames_e_posicionamentos_radiograficos11 tabela de-exames_e_posicionamentos_radiograficos
11 tabela de-exames_e_posicionamentos_radiograficosfalundile
 
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicinaSemiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicinaKarlinhos Talita
 
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJProgrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJAlex Eduardo Ribeiro
 
AULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdf
AULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdfAULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdf
AULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdfJosivaldoSilva32
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificilAnestesiador
 
Radioterapia na medicina veterinaria
Radioterapia na medicina veterinariaRadioterapia na medicina veterinaria
Radioterapia na medicina veterinariadenizecardoso
 
Aplicacoes da energia nuclear
Aplicacoes da energia nuclearAplicacoes da energia nuclear
Aplicacoes da energia nuclearAlex Junior
 
Aplicações da energia nuclear
Aplicações da energia nuclearAplicações da energia nuclear
Aplicações da energia nuclearAgrovet Livros
 

Semelhante a Radiologia aplicada medicina_veterinaria (20)

Papel da radioterapia no tratamento do cancro da mama
Papel da radioterapia no tratamento do cancro da mamaPapel da radioterapia no tratamento do cancro da mama
Papel da radioterapia no tratamento do cancro da mama
 
2007 cuidados de enfermagem no transplante hepático eloiza quintela
2007 cuidados de enfermagem no transplante hepático eloiza quintela2007 cuidados de enfermagem no transplante hepático eloiza quintela
2007 cuidados de enfermagem no transplante hepático eloiza quintela
 
introdução a proteção radiológica radiologia
introdução a proteção radiológica radiologiaintrodução a proteção radiológica radiologia
introdução a proteção radiológica radiologia
 
Apostila1cnen
Apostila1cnenApostila1cnen
Apostila1cnen
 
Ultrassonografia de pescoço: tireoide e paratireoide
Ultrassonografia de pescoço: tireoide e paratireoideUltrassonografia de pescoço: tireoide e paratireoide
Ultrassonografia de pescoço: tireoide e paratireoide
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificil
 
Rp Bs Ind Ex
Rp Bs Ind ExRp Bs Ind Ex
Rp Bs Ind Ex
 
06.cancer de bexiga
06.cancer de bexiga06.cancer de bexiga
06.cancer de bexiga
 
Técnica inspiração profunda em mama esquerda - radioterapia
Técnica inspiração profunda em mama esquerda - radioterapiaTécnica inspiração profunda em mama esquerda - radioterapia
Técnica inspiração profunda em mama esquerda - radioterapia
 
SedaçãO, Analgesia E SequêNcia RáPida De IntubaçãO Reduzido
SedaçãO, Analgesia E SequêNcia RáPida De IntubaçãO ReduzidoSedaçãO, Analgesia E SequêNcia RáPida De IntubaçãO Reduzido
SedaçãO, Analgesia E SequêNcia RáPida De IntubaçãO Reduzido
 
11 tabela de-exames_e_posicionamentos_radiograficos
11 tabela de-exames_e_posicionamentos_radiograficos11 tabela de-exames_e_posicionamentos_radiograficos
11 tabela de-exames_e_posicionamentos_radiograficos
 
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicinaSemiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
 
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicinaSemiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
 
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJProgrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
Progrma de Qualidade em Radioterapia - INCA/RJ
 
AULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdf
AULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdfAULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdf
AULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdf
 
Neoplasia gástrica, o papel do oncologista clinico
Neoplasia gástrica,   o papel do oncologista clinicoNeoplasia gástrica,   o papel do oncologista clinico
Neoplasia gástrica, o papel do oncologista clinico
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificil
 
Radioterapia na medicina veterinaria
Radioterapia na medicina veterinariaRadioterapia na medicina veterinaria
Radioterapia na medicina veterinaria
 
Aplicacoes da energia nuclear
Aplicacoes da energia nuclearAplicacoes da energia nuclear
Aplicacoes da energia nuclear
 
Aplicações da energia nuclear
Aplicações da energia nuclearAplicações da energia nuclear
Aplicações da energia nuclear
 

Radiologia aplicada medicina_veterinaria

  • 1. Radiologia Aplicada naRadiologia Aplicada naRadiologia Aplicada naRadiologia Aplicada na Medicina VeterináriaMedicina VeterináriaMedicina VeterináriaMedicina Veterinária GIA VETEProfa Ass Dra Luciana Del Rio Pinoti CiarliniProfa Ass Dra Luciana Del Rio Pinoti Ciarlini Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” Departamento de Clínica, Cirurgia e Reprodução AnimalDepartamento de Clínica, Cirurgia e Reprodução Animal á S ó áá S ó á RADIOL OGIA VETE RINÁRIA Profa. Ass. Dra. Luciana Del Rio Pinoti CiarliniProfa. Ass. Dra. Luciana Del Rio Pinoti Ciarlini Responsável pelo Setor de Diagnóstico por Imagem VeterinárioResponsável pelo Setor de Diagnóstico por Imagem Veterinário Disciplina de Radiologia VeterináriaDisciplina de Radiologia Veterinária
  • 2. R di l i V t i á iR di l i V t i á iRadiologia VeterináriaRadiologia Veterinária “Aplicações diagnósticas e terapêuticas“Aplicações diagnósticas e terapêuticasp ç g pp ç g p da energia radiante nas várias doençasda energia radiante nas várias doenças dos animais”.dos animais”.
  • 3.
  • 4. Você sabia que uma das áreasq mais promissoras na medicina veterinária éna medicina veterinária é o setor de diagnóstico por imagem? E como na medicina humana, o serviço de diagnóstico por imagem dadiagnóstico por imagem da veterinária também é realizado pelo té i di l i ?técnico em radiologia?
  • 5. Exames de diagnóstico por imagem  abordagem inicial das enfermidadesg  70% dos casos70% dos casos
  • 6.
  • 7. Atuação do técnico e/ou tecnólogoAtuação do técnico e/ou tecnólogoAtuação do técnico e/ou tecnólogoAtuação do técnico e/ou tecnólogo na Radiologia Veterináriana Radiologia Veterinária -Semelhança com radiologia pediátrica = pacientes não são colaborativos e necessitam denão são colaborativos e necessitam de acompanhamento. - Complexidade da Medicina Veterinária = necessidade de dois acompanhantes e/ou de t ã í i d i t ( t i )contenção química do paciente (anestesia) em diversas técnicas de posicionamento.
  • 8. Pesquisa de imagem investePesquisa de imagem investe se mais emse mais emPesquisa de imagem, investePesquisa de imagem, investe--se mais emse mais em pequenos animais. Cerca de 98% daspequenos animais. Cerca de 98% das i li di li dpesquisas realizadaspesquisas realizadas na área de diagnóstico por imagem sãona área de diagnóstico por imagem são feitas com animais de pequeno porte.feitas com animais de pequeno porte.
  • 10. Aparelho móvelAparelho móvelAparelho móvelAparelho móvel
  • 11. Aparelho portátilAparelho portátilp pp p  tempo de exposição xtempo de exposição x  mAmA
  • 12. P t ã R di ló iP t ã R di ló iProteção RadiológicaProteção Radiológica TempoTempo DistânciaDistância B iB iBarreiraBarreira Contenção = ProprietárioContenção = Proprietário
  • 13. Tamanhos:Tamanhos: 18 x 24 cm18 x 24 cm18 x 24 cm18 x 24 cm 24 x 30 cm24 x 30 cm 30 x 40 cm30 x 40 cm
  • 15. Técnicas RadiográficasTécnicas Radiográficas KV = E x 2 + CFKV = E x 2 + CF onde:onde: Técnicas RadiográficasTécnicas Radiográficas KV = E x 2 + CFKV = E x 2 + CF, onde:, onde: E = Espessura (cm)E = Espessura (cm) CF = Constante Filme (20)CF = Constante Filme (20) Parte óssea = KV = mAsParte óssea = KV = mAs Tórax = mAs = KV/10Tórax = mAs = KV/10 Abdô A KV 2Abdô A KV 2Abdômen = mAs = KV x 2Abdômen = mAs = KV x 2 DE MARTIN B W & IWASAKI MDE MARTIN B W & IWASAKI M 19761976DE MARTIN, B.W. & IWASAKI, M.,DE MARTIN, B.W. & IWASAKI, M., 19761976.
  • 16. NomenclaturaNomenclatura radiográficaradiográficaNomenclaturaNomenclatura radiográficaradiográfica Nomenclatura Européia X Colégio Americano de RadiologiaNomenclatura Européia X Colégio Americano de Radiologia 11 Ventrodorsal (VD)Ventrodorsal (VD)11-- Ventrodorsal (VD)Ventrodorsal (VD) 22-- Dorsoventral (DV)Dorsoventral (DV) 33 Lateromedial (LM)Lateromedial (LM)33-- Lateromedial (LM)Lateromedial (LM) 44-- Mediolateral (ML)Mediolateral (ML) 55 Dorsopalmar ou DorsoplantarDorsopalmar ou Dorsoplantar55-- Dorsopalmar ou DorsoplantarDorsopalmar ou Dorsoplantar 66-- Craniocaudal ou CaudocranialCraniocaudal ou Caudocranial 77 RostrocaudalRostrocaudal77-- RostrocaudalRostrocaudal 88-- Oblíquas (dorsolateralOblíquas (dorsolateral--palmaromedial oblíqua)palmaromedial oblíqua) 99 Especiais (palmaroproximalEspeciais (palmaroproximal palmarodistal)palmarodistal)99-- Especiais (palmaroproximalEspeciais (palmaroproximal--palmarodistal)palmarodistal) 1010-- FlexionadasFlexionadas
  • 17. Contenção medicamentosaContenção medicamentosaContenção medicamentosaContenção medicamentosa
  • 20. Posicionamento radiográficoPosicionamento radiográficoPosicionamento radiográficoPosicionamento radiográfico Objetivos:Objetivos: Posturas adequadas para facilitar:Posturas adequadas para facilitar: -- ConfortoConforto-- ConfortoConforto -- Imobilização e contençãoImobilização e contenção -- Reprodução mais exata da região sobReprodução mais exata da região sob exameexameexame.exame.
  • 21.
  • 22. Radiografia abdominalRadiografia abdominal Projeção lateral direitaProjeção lateral direita Projeção entrodorsalProjeção entrodorsal gg Projeção lateral direitaProjeção lateral direita Projeção ventrodorsalProjeção ventrodorsal Fotos: Luciana D.R.P. Ciarlini Epigástrica / Mesogástrica / HipogástricaEpigástrica / Mesogástrica / Hipogástrica
  • 23.
  • 24.
  • 25. GeraçãoGeração 11oo ano= 12ano= 12 22oo ano = 66ano = 6622oo ano = 66ano = 66 33oo ano= 382ano= 382 44oo 0 2 2010 2 20144oo an0 = 2.201an0 = 2.201 55oo ano = 12.640ano = 12.640 66oo ano = 73.641ano = 73.641 77oo ano= 42.0715ano= 42.0715 88oo ano= 2.422.516ano= 2.422.516 99ooano= 13.968.900ano= 13.968.900 1010oo ano= 20.300.780ano= 20.300.780
  • 26.
  • 28. Radiografia abdominal – feto enfisematoso Fotos: Luciana D.R.P. Ciarlini
  • 29. Projeção lateral animal em estaçãoç feixe primário de RX na horizontalna horizontal
  • 30. Técnicas Radiográficas ContrastadasTécnicas Radiográficas Contrastadas
  • 31. Trânsito gastrintestinalTrânsito gastrintestinal –– Sulfato de BárioSulfato de Báriogg
  • 32. Radiografia torácica – Hérnia diafragmática
  • 33. Urografia ExcretoraUrografia ExcretoraUrografia ExcretoraUrografia Excretora Fase: pielogramaFase: pielogramaFase: pielogramaFase: pielograma
  • 34.
  • 38. Grandes animaisGrandes animaisGrandes animaisGrandes animais
  • 39.
  • 40.
  • 41. Utensílios para Grandes AnimaisUtensílios para Grandes Animais
  • 42. EqüinosEqüinos –– Sistema LocomotorSistema Locomotorqq
  • 43.
  • 44. Animais silvestres e exóticosAnimais silvestres e exóticosAnimais silvestres e exóticosAnimais silvestres e exóticos
  • 45.
  • 49. Pequenos RoedoresPequenos RoedoresPequenos RoedoresPequenos Roedores Projeção lateral Projeção dorsoventral
  • 50. Pequenos roedoresPequenos roedores Leiomioma uterino – Porquinho da Índia
  • 52. Universidade Estadual PaulistaUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita FilhoJúlio de Mesquita Filho OL OGIA VETE RIN Universidade Estadual PaulistaUniversidade Estadual Paulista –– Júlio de Mesquita FilhoJúlio de Mesquita Filho Hospital Veterinário “Luiz Quintiliano de Oliveira”Hospital Veterinário “Luiz Quintiliano de Oliveira” RADIO NÁRIA
  • 53. Hospital Veterinário “Luiz Quintiliano de Oliveira”Hospital Veterinário “Luiz Quintiliano de Oliveira” ADIOL OGIA VETE RINÁR Setor de Radiologia VeterináriaSetor de Radiologia Veterinária RA RIA
  • 54. Setor de diagnóstico por imagem naSetor de diagnóstico por imagem na veterinária = expansão e necessitaveterinária = expansão e necessitaveterinária = expansão e necessitaveterinária = expansão e necessita de profissionais especializados.de profissionais especializados. O setor privado é mais promissor,O setor privado é mais promissor, pois possui a melhor perspectiva depois possui a melhor perspectiva de ampliação devido a pequenaampliação devido a pequenaampliação devido a pequenaampliação devido a pequena oferta e poucos profissionaisoferta e poucos profissionaisp pp p especializados nessa área.especializados nessa área.