SlideShare uma empresa Scribd logo

Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal

Material sobre Adjunto Adverbial, Adjunto Adnominal e Complemento Nominal. Apresenta exemplos, conceitos e a diferença entre Adjunto Adnominal e Complemento Nominal.

1 de 33
Baixar para ler offline
Termos da oração
Adjunto Adnominal e Adjunto Adverbial
Complemento Nominal
 Adjunto: → Unido/próximo
→ Auxiliar/assistente
Adjunto Adverbial
• Indica circunstância;
• Modifica verbo, adjetivo e advérbio;
• Pode ser advérbio, locução adverbial ou oração
subordinada adverbial.
Adjunto Adverbial
Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça.
Eles andam muito preocupados nos últimos dias.
João corre muito rapidamente.
Adjunto Adverbial
Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça.
Eles andam muito preocupados nos últimos dias.
João corre muito rapidamente.
V.I.
V.I.
V.L.
Adjunto Adverbial
Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça.
Eles andam muito preocupados nos últimos dias.
João corre muito rapidamente.
V.I.
V.I.
V.L.
Sujeito
Sujeito
[EU]
Sujeito oculto
Adjunto Adverbial
Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça.
Eles andam muito preocupados nos últimos dias.
João corre muito rapidamente.
V.I.
V.I.
V.L.
Sujeito
Sujeito
[EU]
Sujeito oculto
Predicativo do sujeito

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
 
Adjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominalAdjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominal
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Sujeito. Predicado
Sujeito. PredicadoSujeito. Predicado
Sujeito. Predicado
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavras Estrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
Uso dos porquês
Uso dos porquêsUso dos porquês
Uso dos porquês
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
 
Tempos verbais
Tempos verbaisTempos verbais
Tempos verbais
 
Forma nominal
Forma nominalForma nominal
Forma nominal
 
Complementos verbais
Complementos verbaisComplementos verbais
Complementos verbais
 
Orações adjetivas
Orações adjetivasOrações adjetivas
Orações adjetivas
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
 

Destaque

Navarro susana ppt
Navarro susana pptNavarro susana ppt
Navarro susana pptUchi Navarro
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominalEdson Alves
 
Os símbolos no "Felizmente há Luar", de Luís Sttau Monteiro
Os símbolos no "Felizmente há Luar", de Luís Sttau MonteiroOs símbolos no "Felizmente há Luar", de Luís Sttau Monteiro
Os símbolos no "Felizmente há Luar", de Luís Sttau MonteiroDina Baptista
 
Análise sintática
Análise sintáticaAnálise sintática
Análise sintáticaKarla Costa
 
Modificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeModificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeAntónio Fernandes
 
Luís XIV e o Absolutismo
Luís XIV e o AbsolutismoLuís XIV e o Absolutismo
Luís XIV e o AbsolutismoJoanaRitaSilva
 
Funções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadoresFunções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadoresMargarida Tomaz
 
Funções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseFunções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseVanda Marques
 

Destaque (13)

Navarro susana ppt
Navarro susana pptNavarro susana ppt
Navarro susana ppt
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
 
Os símbolos no "Felizmente há Luar", de Luís Sttau Monteiro
Os símbolos no "Felizmente há Luar", de Luís Sttau MonteiroOs símbolos no "Felizmente há Luar", de Luís Sttau Monteiro
Os símbolos no "Felizmente há Luar", de Luís Sttau Monteiro
 
Genero resenha
Genero resenhaGenero resenha
Genero resenha
 
Análise sintática
Análise sintáticaAnálise sintática
Análise sintática
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
 
IV.3 Répteis
IV.3 RépteisIV.3 Répteis
IV.3 Répteis
 
Modificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeModificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nome
 
Luís XIV e o Absolutismo
Luís XIV e o AbsolutismoLuís XIV e o Absolutismo
Luís XIV e o Absolutismo
 
Funções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadoresFunções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadores
 
Funções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseFunções sintáticas da frase
Funções sintáticas da frase
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 

Semelhante a Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal

Termos da oração_8º ano_29 DE MAIO.ppt
Termos da oração_8º ano_29 DE MAIO.pptTermos da oração_8º ano_29 DE MAIO.ppt
Termos da oração_8º ano_29 DE MAIO.pptProfa Denise Gonçalves
 
Análise do período simples
Análise do período simplesAnálise do período simples
Análise do período simplesFaell Vasconcelos
 
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01281909
 
Cefet/Coltec Aula 10 Termos da Oração
Cefet/Coltec Aula 10  Termos da OraçãoCefet/Coltec Aula 10  Termos da Oração
Cefet/Coltec Aula 10 Termos da OraçãoProfFernandaBraga
 
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptxAnálise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptxBerlaPaiva
 
Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicadosLaury40
 
PT7_PPT_12 - Advérbio.ppt Para Texto Livro 7º ano
PT7_PPT_12 - Advérbio.ppt Para Texto Livro 7º anoPT7_PPT_12 - Advérbio.ppt Para Texto Livro 7º ano
PT7_PPT_12 - Advérbio.ppt Para Texto Livro 7º anobeatrizvieiradias
 
termos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdftermos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdfssuser6e334c1
 
Classes abertas de palavras
Classes abertas de palavrasClasses abertas de palavras
Classes abertas de palavrasteresafraga
 
Tipos de predicados i
Tipos de predicados   iTipos de predicados   i
Tipos de predicados iLu Mani
 
Análise sintática periodo simples
Análise sintática   periodo simplesAnálise sintática   periodo simples
Análise sintática periodo simplesShirlei Alves
 

Semelhante a Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal (20)

Termos da oração_8º ano_29 DE MAIO.ppt
Termos da oração_8º ano_29 DE MAIO.pptTermos da oração_8º ano_29 DE MAIO.ppt
Termos da oração_8º ano_29 DE MAIO.ppt
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
 
Sintaxe do periodo simples.ppt
Sintaxe do periodo simples.pptSintaxe do periodo simples.ppt
Sintaxe do periodo simples.ppt
 
Análise do período simples
Análise do período simplesAnálise do período simples
Análise do período simples
 
Revisão sintaxe
Revisão   sintaxeRevisão   sintaxe
Revisão sintaxe
 
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
 
Cefet/Coltec Aula 10 Termos da Oração
Cefet/Coltec Aula 10  Termos da OraçãoCefet/Coltec Aula 10  Termos da Oração
Cefet/Coltec Aula 10 Termos da Oração
 
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptxAnálise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
Análise sintática - TERMO ACESSÓRIO.pptx
 
Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicados
 
Sintaxe tudo2
Sintaxe tudo2Sintaxe tudo2
Sintaxe tudo2
 
Adjunto Adnominal .docx
Adjunto Adnominal .docxAdjunto Adnominal .docx
Adjunto Adnominal .docx
 
PT7_PPT_12 - Advérbio.ppt Para Texto Livro 7º ano
PT7_PPT_12 - Advérbio.ppt Para Texto Livro 7º anoPT7_PPT_12 - Advérbio.ppt Para Texto Livro 7º ano
PT7_PPT_12 - Advérbio.ppt Para Texto Livro 7º ano
 
Sintaxe do periodo simples
Sintaxe do periodo simplesSintaxe do periodo simples
Sintaxe do periodo simples
 
termos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdftermos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdf
 
Subordinação
SubordinaçãoSubordinação
Subordinação
 
Classes abertas de palavras
Classes abertas de palavrasClasses abertas de palavras
Classes abertas de palavras
 
Tipos de predicado
Tipos de predicadoTipos de predicado
Tipos de predicado
 
Tipos de predicados i
Tipos de predicados   iTipos de predicados   i
Tipos de predicados i
 
Análise sintática periodo simples
Análise sintática   periodo simplesAnálise sintática   periodo simples
Análise sintática periodo simples
 
Adjuntoadnominal
AdjuntoadnominalAdjuntoadnominal
Adjuntoadnominal
 

Mais de Cynthia Funchal

Parágrafos expositivo x argumentativo
Parágrafos   expositivo x argumentativoParágrafos   expositivo x argumentativo
Parágrafos expositivo x argumentativoCynthia Funchal
 
Concordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominalConcordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominalCynthia Funchal
 
Pontuação em redação
Pontuação em redaçãoPontuação em redação
Pontuação em redaçãoCynthia Funchal
 
Coesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativosCoesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativosCynthia Funchal
 
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Modernismo  2ª fase (Poesia)Modernismo  2ª fase (Poesia)
Modernismo 2ª fase (Poesia)Cynthia Funchal
 
Parnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e SimbolismoParnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e SimbolismoCynthia Funchal
 
Proposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativaProposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativaCynthia Funchal
 
Tipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuaisTipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuaisCynthia Funchal
 
Arcadismo no brasil - autores e obras
Arcadismo no brasil  - autores e obrasArcadismo no brasil  - autores e obras
Arcadismo no brasil - autores e obrasCynthia Funchal
 
Conclusão - Dissertação
Conclusão - DissertaçãoConclusão - Dissertação
Conclusão - DissertaçãoCynthia Funchal
 
Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)Cynthia Funchal
 
3ª fase – modernismo brasileiro
3ª fase – modernismo brasileiro3ª fase – modernismo brasileiro
3ª fase – modernismo brasileiroCynthia Funchal
 

Mais de Cynthia Funchal (20)

Parágrafos expositivo x argumentativo
Parágrafos   expositivo x argumentativoParágrafos   expositivo x argumentativo
Parágrafos expositivo x argumentativo
 
Concordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominalConcordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominal
 
Pontuação em redação
Pontuação em redaçãoPontuação em redação
Pontuação em redação
 
Coesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativosCoesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativos
 
Modernismo 1ª fase
Modernismo 1ª faseModernismo 1ª fase
Modernismo 1ª fase
 
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Modernismo  2ª fase (Poesia)Modernismo  2ª fase (Poesia)
Modernismo 2ª fase (Poesia)
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Parnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e SimbolismoParnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e Simbolismo
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
 
Proposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativaProposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativa
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
 
Tipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuaisTipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuais
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Arcadismo no brasil - autores e obras
Arcadismo no brasil  - autores e obrasArcadismo no brasil  - autores e obras
Arcadismo no brasil - autores e obras
 
Conclusão - Dissertação
Conclusão - DissertaçãoConclusão - Dissertação
Conclusão - Dissertação
 
Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Resumo e resenha
Resumo e resenhaResumo e resenha
Resumo e resenha
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
 
3ª fase – modernismo brasileiro
3ª fase – modernismo brasileiro3ª fase – modernismo brasileiro
3ª fase – modernismo brasileiro
 

Último

1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 

Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal

  • 1. Termos da oração Adjunto Adnominal e Adjunto Adverbial Complemento Nominal
  • 2.  Adjunto: → Unido/próximo → Auxiliar/assistente Adjunto Adverbial • Indica circunstância; • Modifica verbo, adjetivo e advérbio; • Pode ser advérbio, locução adverbial ou oração subordinada adverbial.
  • 3. Adjunto Adverbial Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça. Eles andam muito preocupados nos últimos dias. João corre muito rapidamente.
  • 4. Adjunto Adverbial Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça. Eles andam muito preocupados nos últimos dias. João corre muito rapidamente. V.I. V.I. V.L.
  • 5. Adjunto Adverbial Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça. Eles andam muito preocupados nos últimos dias. João corre muito rapidamente. V.I. V.I. V.L. Sujeito Sujeito [EU] Sujeito oculto
  • 6. Adjunto Adverbial Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça. Eles andam muito preocupados nos últimos dias. João corre muito rapidamente. V.I. V.I. V.L. Sujeito Sujeito [EU] Sujeito oculto Predicativo do sujeito
  • 7. Adjunto Adverbial Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça. Eles andam muito preocupados nos últimos dias. João corre muito rapidamente. V.I. V.I. V.L. Sujeito Sujeito [EU] Sujeito oculto Tempo Meio Lugar Intensidade Tempo Intensidade Modo Predicativo do sujeito
  • 8. Adjunto Adverbial Amanhã, voltarei de bicicleta àquela praça. Eles andam muito preocupados nos últimos dias. João corre muito rapidamente. V.I. V.I. V.L. Sujeito Sujeito [EU] Sujeito oculto Tempo Meio Lugar Intensidade Tempo Intensidade Modo Predicativo do sujeito Modificam o verbo Modifica o verbo Modifica o adjetivo Modifica o verbo Modifica o advérbio Adjuntos Adverbiais
  • 9. Adjunto Adnominal • Determina, especifica ou explica um substantivo; • Pode ser adjetivo, locução adjetiva, pronome, numeral ou oração subordinada adjetiva.
  • 10. Adjunto Adnominal • Determina, especifica ou explica um substantivo; • Pode ser adjetivo, locução adjetiva, pronome, numeral ou oração subordinada adjetiva. O poeta inovador enviou dois grandes livros a seu amigo.
  • 11. Adjunto Adnominal • Determina, especifica ou explica um substantivo; • Pode ser adjetivo, locução adjetiva, pronome, numeral ou oração subordinada adjetiva. O poeta inovador enviou dois grandes livros a seu amigo. Sujeito Simples
  • 12. Adjunto Adnominal • Determina, especifica ou explica um substantivo; • Pode ser adjetivo, locução adjetiva, pronome, numeral ou oração subordinada adjetiva. O poeta inovador enviou dois grandes livros a seu amigo. Sujeito Simples Núcleo do sujeito
  • 13. Adjunto Adnominal • Determina, especifica ou explica um substantivo; • Pode ser adjetivo, locução adjetiva, pronome, numeral ou oração subordinada adjetiva. O poeta inovador enviou dois grandes livros a seu amigo. Sujeito Simples Núcleo do sujeito O = artigo Inovador = adjetivo Modificam o núcleo do sujeito - [poeta] Adjuntos Adnominais
  • 14. Adjunto Adnominal • Determina, especifica ou explica um substantivo; • Pode ser adjetivo, locução adjetiva, pronome, numeral ou oração subordinada adjetiva. O poeta inovador enviou dois grandes livros a seu amigo. Sujeito Simples Núcleo do sujeito O = artigo Inovador = adjetivo Modificam o núcleo do sujeito - [poeta] Adjuntos Adnominais V.T.D.I.
  • 15. Adjunto Adnominal • Determina, especifica ou explica um substantivo; • Pode ser adjetivo, locução adjetiva, pronome, numeral ou oração subordinada adjetiva. O poeta inovador enviou dois grandes livros a seu amigo. Sujeito Simples Núcleo do sujeito O = artigo Inovador = adjetivo Modificam o núcleo do sujeito - [poeta] Adjuntos Adnominais V.T.D.I. O.D. O.I.
  • 16. Adjunto Adnominal • Determina, especifica ou explica um substantivo; • Pode ser adjetivo, locução adjetiva, pronome, numeral ou oração subordinada adjetiva. O poeta inovador enviou dois grandes livros a seu amigo. Sujeito Simples Núcleo do sujeito O = artigo Inovador = adjetivo Modificam o núcleo do sujeito - [poeta] Adjuntos Adnominais V.T.D.I. O.D. O.I. Núcleo do OD Núcleo do OI Preposição
  • 17. Adjunto Adnominal • Determina, especifica ou explica um substantivo; • Pode ser adjetivo, locução adjetiva, pronome, numeral ou oração subordinada adjetiva. O poeta inovador enviou dois grandes livros a seu amigo. Sujeito Simples Núcleo do sujeito O = artigo Inovador = adjetivo Modificam o núcleo do sujeito - [poeta] Adjuntos Adnominais V.T.D.I. O.D. O.I. Núcleo do OD Núcleo do OI Preposição dois = numeral grandes = adjetivo Modificam o núcleo do OD - [livros] seu = pronome possessivo Modifica o núcleo do OI - [amigo] Adjuntos Adnominais Adjunto Adnominal
  • 18. Complemento Nominal • Completa o sentido do nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), assim como o objeto completa o sentido de um verbo; • Sempre tem preposição; • Pode, normalmente, ser substituído por um verbo.
  • 19. Complemento Nominal • Completa o sentido do nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), assim como o objeto completa o sentido de um verbo; • Sempre tem preposição; • Pode, normalmente, ser substituído por um verbo. Ele tem orgulho do filho. Ela estava consciente de seus atos. Ela agiu favoravelmente aos amigos.
  • 20. Complemento Nominal • Completa o sentido do nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), assim como o objeto completa o sentido de um verbo; • Sempre tem preposição; • Pode, normalmente, ser substituído por um verbo. Ele tem orgulho do filho. Ela estava consciente de seus atos. Ela agiu favoravelmente aos amigos. Sujeito Sujeito Sujeito
  • 21. Complemento Nominal • Completa o sentido do nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), assim como o objeto completa o sentido de um verbo; • Sempre tem preposição; • Pode, normalmente, ser substituído por um verbo. Ele tem orgulho do filho. Ela estava consciente de seus atos. Ela agiu favoravelmente aos amigos. Sujeito Sujeito Sujeito V.T.D. V.L. V.I.
  • 22. Complemento Nominal • Completa o sentido do nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), assim como o objeto completa o sentido de um verbo; • Sempre tem preposição; • Pode, normalmente, ser substituído por um verbo. Ele tem orgulho do filho. Ela estava consciente de seus atos. Ela agiu favoravelmente aos amigos. Sujeito Sujeito Sujeito V.T.D. V.L. V.I. O.D. Predicativo do sujeito Adjunto Adverbial
  • 23. Complemento Nominal • Completa o sentido do nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), assim como o objeto completa o sentido de um verbo; • Sempre tem preposição; • Pode, normalmente, ser substituído por um verbo. Ele tem orgulho do filho. Ela estava consciente de seus atos. Ela agiu favoravelmente aos amigos. Sujeito Sujeito Sujeito V.T.D. V.L. V.I. O.D. Predicativo do sujeito Adjunto Adverbial Substantivo (núcleo do OD) Adjetivo (núcleo do predicativo) Advérbio (núcleo do adjunto adverbial)
  • 24. Complemento Nominal • Completa o sentido do nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), assim como o objeto completa o sentido de um verbo; • Sempre tem preposição; • Pode, normalmente, ser substituído por um verbo. Ele tem orgulho do filho. Ela estava consciente de seus atos. Ela agiu favoravelmente aos amigos. Sujeito Sujeito Sujeito V.T.D. V.L. V.I. O.D. Predicativo do sujeito Adjunto Adverbial Substantivo (núcleo do OD) Adjetivo (núcleo do predicativo) Advérbio (núcleo do adjunto adverbial) Complemento Nominal Complemento Nominal Complemento Nominal
  • 25. Complemento Nominal • Completa o sentido do nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), assim como o objeto completa o sentido de um verbo; • Sempre tem preposição; • Pode, normalmente, ser substituído por um verbo. Ele tem orgulho do filho. Ela estava consciente de seus atos. Ela agiu favoravelmente aos amigos. Sujeito Sujeito Sujeito V.T.D. V.L. V.I. O.D. Predicativo do sujeito Adjunto Adverbial Substantivo (núcleo do OD) Adjetivo (núcleo do predicativo) Advérbio (núcleo do adjunto adverbial) Complemento Nominal Complemento Nominal Complemento Nominal Ele orgulha-se [do filho] - OI Ela conscientiza-se [de seus atos] - OI Ela favorece [os amigos] - OD
  • 26. Adjunto Adnominal x Complemento Nominal • Adjunto Adnominal → determina, modifica, especifica. • Complemento Nominal → completa o sentido.
  • 27. Adjunto Adnominal x Complemento Nominal • Adjunto Adnominal → determina, modifica, especifica. • Complemento Nominal → completa o sentido. A lembrança de meu pai alegrou-me. A lembrança de meu pai alegrou-me.
  • 28. Adjunto Adnominal x Complemento Nominal • Adjunto Adnominal → determina, modifica, especifica. • Complemento Nominal → completa o sentido. A lembrança de meu pai alegrou-me. A lembrança de meu pai alegrou-me. Complemento Nominal Adjunto Adnominal
  • 29. Adjunto Adnominal x Complemento Nominal • Adjunto Adnominal → determina, modifica, especifica. • Complemento Nominal → completa o sentido. A lembrança de meu pai alegrou-me. A lembrança de meu pai alegrou-me. Complemento Nominal Adjunto Adnominal = Lembrei-me de meu pai, o que me alegrou. = O meu pai lembrou-se de algo, o que me alegrou.
  • 30. Adjunto Adnominal x Complemento Nominal • Adjunto Adnominal → determina, modifica, especifica. • Complemento Nominal → completa o sentido. A lembrança de meu pai alegrou-me. A lembrança de meu pai alegrou-me. Complemento Nominal Adjunto Adnominal = Lembrei-me de meu pai, o que me alegrou. = O meu pai lembrou-se de algo, o que me alegrou. O.I. → complemento verbal
  • 31. Adjunto Adnominal x Complemento Nominal • Adjunto Adnominal → determina, modifica, especifica. • Complemento Nominal → completa o sentido. A lembrança de meu pai alegrou-me. A lembrança de meu pai alegrou-me. Complemento Nominal Adjunto Adnominal = Lembrei-me de meu pai, o que me alegrou. = O meu pai lembrou-se de algo, o que me alegrou. O.I. → completa o sentido do verbo Sujeito → age sobre o verbo
  • 32. Adjunto Adnominal x Complemento Nominal • Adjunto Adnominal → determina, modifica, especifica. • Complemento Nominal → completa o sentido. A lembrança de meu pai alegrou-me. A lembrança de meu pai alegrou-me. Complemento Nominal Adjunto Adnominal = Lembrei-me de meu pai, o que me alegrou. = O meu pai lembrou-se de algo, o que me alegrou. O.I. → completa o sentido do verbo Sujeito → age sobre o verbo = paterna
  • 33. Cynthia Funchal http://www.portuguesatodaprova.com.br • A reprodução, alteração e utilização dos slides e textos é livre para fins didáticos, porém, recomenda-se a citação da fonte. É expressamente proibida, para distribuição comercial, a veiculação deste material.