www.geemgrupo.blogspot.com.br
CAPÍTULO III
Terceira Parte
DATA: 20-06-2016
“Homem, conhece-te a ti mesmo”
INTRODUÇÃO
No capítulo anterior “Vinde a mim”, Camilo informa que Aníbal
comenta sobre a “urgência” de cada um de nós, com...
III – “Homem, conhece-te a ti mesmo”
Camilo e seus amigos participaram de diversos cursos para a
reeducação, alternadament...
LENTE/EDUCADOR = Venerando educador EPAMINONDAS DE
VIGO , Espírito cuja rigidez de COSTUMES, VIRTUDES inatacáveis
e ENERGI...
COMO SE SENTIAM NA PRESENÇA DE EPAMINONDAS...
A vergonha que açoitava seus espíritos era um SUPLÍCIO,
novo e inesperado, d...
COMO ELES SE SENTIAM ?
Profundos abalos sacudiam os refolhos dos seus seres e desejos aflitivos
de fuga precipitada que os...
Mas, percebiam a necessidade dos dois tipos de aulas
para o desenvolvimento psíquico.
3º CURSO = LEIS DA PROVIDÊNCIA NA PR...
Participavam ativamente de estudos e visitas.
Auxiliavam prestando solidariedade e conforto a irmãos mais
desditosos do qu...
ESCLARECIMENTOS DE EPAMINONDAS
De início, explicou que eles deveriam, em 1º lugar:
- receber os ensinos morais expostos no...
Fariam com ele, Epaminondas, curso leve, rápido,
preparatório de Ciência Universal, denominada, em
antigas idades – Doutri...
- com a descida do Mestre Complacente das Esferas de Luz fora
popularizado o Ensino Secreto. Desde então, decretos divinos...
- Grupo do Camilo ( portugueses: Camilo – Belarmino – João e
brasileiros : Raul e Amadeu) receberia Ensinos(*) de forma
gr...
ALTERNAVAM-SE OS CONHECIMENTOS CIENTÍFICOS E PRÁTICOS:
 Nascimento / Progressão lenta e esplendente do Globo Terrestre /
...
DESPREZO DA NATUREZA
Observavam que Flora e Fauna, tudo à mão do homem, tudo
criado para ele, mas que ele despreza conhece...
... até que passaram ao estudo deles mesmos, joias que eram,
Almas, do escrínio sideral, futuros ornamentos da Corte Unive...
- Labores ininterruptos num e noutro plano
- Partiram em caravanas para :
- A) Departamentos Hospitalares – estudos prátic...
SENTIMENTOS DIANTE DOS DESPRENDIMENTOS POR SUICÍDIO
... As impressões de sensibilidade atingiram o seu clímax!
A loucura q...
COMO O GRUPO AGIA ALI...
Piedosamente falavam-lhes encorajando-os , consolando-os, mas não
eram compreendidos, passavam an...
a) Testemunhasse a Deus o reconhecimento pelo muito da
sua misericórdia;
b) Demonstrasse o desejo de relatar aos irmãos de...
MATÉRIAS ESTUDADAS E AUSCULTADAS
- Gênese planetária ou Cosmogonia – Pré-História
- A evolução do ser / Imortalidade da al...
POR QUE ?
Pela bagagem moral inferior que transportaram para o Além-Túmulo
e os deixavam em situações críticas e vexatória...
APARECE AMADEU FERRARI...
Brasileiro, de origem romana, natural do interior do Estado de São
Paulo. Suicidou aos 37 anos j...
Amadeu não compreendia e Epaminondas disse a ele ser
imprescindível compreender.
Foi-lhe colocado um diadema idêntico ao u...
PARA OS DISCÍPULOS
“Ficai atentos! A história desse vosso irmão é também a
vossa história ! Suas quedas mais não represent...
AMADEU PEDE REENCARNAÇÃO EXPIATÓRIA ...
“Apiedai-vos de mim, Senhor! Desgraçado e miserável que sou!
Deixai que eu volte a...
DESENROLAR DA LIÇÃO
- Morto o escravo Felício, muito tempo passou.
- Um dia, exéquias solenes do grande senhor traficante ...
“ Vem daí, “Nhonho”, levante-se... Vamos embora...” e o leva dali.
Felício o perdoara e por ele intercedeu junto à Divina ...
POR ISSO...
... Eis a grande Pátria sul-americana debatendo-se contra
problemas complexos, suas sociedades em pelejas
dolo...
ATÉ QUANDO ? ...
... Assim prosseguirão até que a Voz Celeste dos Missionários do
Senhor as oriente para finalidade apazig...
QUE FIZERAM...
... pediram reencarnações na África infeliz e desolada, a fim de
testemunharem novos propósitos ao contato ...
RESIGNAÇÃO DOS NEGROS ...
... Daí, meus discípulos queridos, a doce, mesmo sublime resignação
dessa raça africana digna, p...
QUEM APARECE ?
Felício !...
Sereno, grave, encaminhando-se para seu antigo Senhor de outras
vidas...
REAÇÃO DE AMADEU...
....
POR QUE FELÍCIO REENCARNOU ESCRAVO?
Reencarnou em solo africano a fim de prosseguir na peregrinação
para a redenção comple...
Agora, seria bem certo que continuaria auxiliando-o a
expurgar da consciência uma nova infração: a do
SUICÍDIO!
Assim, ali...
OBRIGADA PELO CARINHO
DA SUA ATENÇÃO!
QUE EU TENHA CONSEGUIDO
COLABORAR UM POUQUINHO PARA O
ENTENDIMENTO DESSA MARAVILHOSA...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Seminário Memórias de Um Suicida - Terceira Parte - Capítulo III - Homem, Conhece-te a Ti Mesmo - 20062016

377 visualizações

Publicada em

Aulas com Epaminondas de Vigo. Necessidade do autoconhecimento para consolidação do conhecimento. Medo do mentor.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
377
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
207
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário Memórias de Um Suicida - Terceira Parte - Capítulo III - Homem, Conhece-te a Ti Mesmo - 20062016

  1. 1. www.geemgrupo.blogspot.com.br
  2. 2. CAPÍTULO III Terceira Parte DATA: 20-06-2016 “Homem, conhece-te a ti mesmo”
  3. 3. INTRODUÇÃO No capítulo anterior “Vinde a mim”, Camilo informa que Aníbal comenta sobre a “urgência” de cada um de nós, como da Humanidade inteira – quer do plano físico-terreno ou do invisível inferior e intermediário – se REEDUCAR sob a orientação das fecundas normas cristãs = Cristianismo= Doutrina Universal que tem por finalidade a RECUPERAÇÃO MORAL do homem para si mesmo e para a sociedade em que for chamado a viver no seu longo carreiro evolutivo. Iniciaram com Aníbal o curso de Filosofia e Análise Comparada = Alvo= Educação moral do homem.
  4. 4. III – “Homem, conhece-te a ti mesmo” Camilo e seus amigos participaram de diversos cursos para a reeducação, alternadamente com o da MORAL estatuída pelo Mestre Nazareno, como: 1º ) FILOSOFIA E ANÁLISE COMPARADA = Aníbal (capítulo anterior) 2º ) CIÊNCIA UNIVERSAL = estudos profundos, análises penosas, mas sublimes. Duplo ensinamento/necessidade: a) estudarem a si próprios, aprendendo a se conhecerem intimamente. Exames pessoais melindrosos eram efetuados com minúcias aterrorizantes para o orgulho, a vaidade, as paixões daninhas que os haviam ajudado na queda para o abismo. b) dissecarem também o caráter, a consciência, a alma, enfim, de seus pares, como de suas irmãs de infortúnio, o que lhes conferiam valioso conhecimento da alma humana ! (por serem aulas mistas).
  5. 5. LENTE/EDUCADOR = Venerando educador EPAMINONDAS DE VIGO , Espírito cuja rigidez de COSTUMES, VIRTUDES inatacáveis e ENERGIA INQUEBRANTÁVEL, infundia mais que respeito, verdadeira impressão de PAVOR ! Comenta Camilo : “Em sua presença sentíamos desnudados dos disfarces de quaisquer atenuantes inventadas, pois nos dominava a convicção de que não passávamos de rebeldes cuja insensatez obrigava obreiros abnegados do Mundo Espiritual a sacrifícios permanentes a fim de conseguirem elevar-nos das trevas em que nos precipitáramos.”
  6. 6. COMO SE SENTIAM NA PRESENÇA DE EPAMINONDAS... A vergonha que açoitava seus espíritos era um SUPLÍCIO, novo e inesperado, de natureza absolutamente moral, porém superlativa, que se apresentava nesta segunda fase de suas situações de suicidas em preparo de futuras realizações reparadoras. COMO O EMÉRITO EDUCADOR OS AJUDAVA ? Auxiliava-os a esfolhar a própria consciência, levando-a a desdobrar-se até às recordações remotas das sucessivas migrações terrenas pretéritas.
  7. 7. COMO ELES SE SENTIAM ? Profundos abalos sacudiam os refolhos dos seus seres e desejos aflitivos de fuga precipitada que os acobertasse de sua presença, como da deles próprios, alucinando seus sentidos. CAMILO TECE COMPARAÇÕES... ANÍBAL DE SILAS = ternura consolatória do Evangelho, acendia em seus seios fachos beneficentes de confiança no porvir, clareando o âmbito de suas vidas com as alvissareiras possibilidades de redenção. EPAMINONDAS = arrancava lágrimas dos seus corações, renovava angústias ao obrigá-los a estudos no imenso Livro da Alma, arrastando-os a estados de sofrimentos cuja intensidade e aterradora complexidade os faziam atingir os limites da loucura! Era temido, eles lhe tinham PAVOR, mas com ele adquiriram: reconhecimento da inferioridade pessoal para o método da elevação moral pela autoeducação.
  8. 8. Mas, percebiam a necessidade dos dois tipos de aulas para o desenvolvimento psíquico. 3º CURSO = LEIS DA PROVIDÊNCIA NA PRÁTICA MENTOR/LENTE = Souria-Omar. FINALIDADE = Aplicação, na vida prática, dos valores adquiridos durante os estudos e observações dos cursos anteriormente mencionados. ONDE DESENVOLVIA = geralmente fora do santuário, isto é, do recinto da escola, de preferência na crosta da Terra e nos domínios inferiores do Instituto. Estavam na Escola de Ciências da Universidade do Burgo da Esperança.
  9. 9. Participavam ativamente de estudos e visitas. Auxiliavam prestando solidariedade e conforto a irmãos mais desditosos do que eles. Sentiam-se gratos com as aulas rigorosas do Epaminondas de Vigo, sempre lembrando dos preceitos do Cristo: - “Homem ! Conhece-te a ti mesmo!” - “Ninguém entrará no reino de Deus se não nascer de novo!” Ali, pela 1ª vez, depois de dois anos, ouviam o Mestre Epaminondas de Vigo em atitudes varonis, qual gigante da oratória, expondo as bases de uma Doutrina Renovadora até então desconhecida para eles e cujos fundamentos se assentavam na Ciência Universal.
  10. 10. ESCLARECIMENTOS DE EPAMINONDAS De início, explicou que eles deveriam, em 1º lugar: - receber os ensinos morais expostos nos Evangelhos do Redentor, a fim de que adquirissem critério suficiente para só então atingissem outros esclarecimentos que, ministrados à revelia da reeducação moral fornecida por aqueles, resultariam estéreis senão mesmo nulos, se se não tornassem, antes, prejudiciais ! - aqueles 2 anos de aplicação incansável os havia predisposto a “agora” prosseguir os cursos que os favoreceria habilitações para reerguimento moral decisivo !
  11. 11. Fariam com ele, Epaminondas, curso leve, rápido, preparatório de Ciência Universal, denominada, em antigas idades – Doutrina Secreta . Ensinos secretos só eram ministrados a indivíduos que, durante 10 anos, pelo menos, dessem as mais rigorosas provas de sanidade moral e mental, reforma interior, domínio das paixões, dos instintos, dos desejos em geral, das emoções, pela vontade iluminada com as santas aspirações do Bem e os testemunhos das Virtudes.
  12. 12. - com a descida do Mestre Complacente das Esferas de Luz fora popularizado o Ensino Secreto. Desde então, decretos divinos ordenaram dessem o Ensino Secreto a todas as criaturas, terrenas ou não, desejando o Pai que todos seus filhos fossem iluminados pelo sol das Verdades Eternas! - novos decretos desceram do Mais Alto para que o Ensino fosse ministrado mais ostensivamente, com toda a eficiência possível, bem assim a maior clareza, não a um ou dois de boa vontade, mas à Humanidade toda. Urgia auxiliar a Regeneração do gênero humano, já que estava iminente rigorosa seleção por parte da Providência, entre os Espíritos e os homens pertencentes aos núcleos terrenos...
  13. 13. - Grupo do Camilo ( portugueses: Camilo – Belarmino – João e brasileiros : Raul e Amadeu) receberia Ensinos(*) de forma gradativa, de acordo com a capacidade de cada um, por isso dividir as turmas de forma homogênea. - (*) Ciência Universal = a ser passada a todos! POR QUE ELES IRIAM RECEBER ESSES CONHECIMENTOS... ... Porque fora justamente a falta dos mesmos ensinamentos que os levara, de queda em queda, até à calamitosa situação da queda máxima através do suicídio!
  14. 14. ALTERNAVAM-SE OS CONHECIMENTOS CIENTÍFICOS E PRÁTICOS:  Nascimento / Progressão lenta e esplendente do Globo Terrestre / Sistema Solar / Centelha em ebulição / Trevas  Aguaceiros / Dilúvios / Cataclismos para formação de oceanos/rios  Montanhas / Cadeias graníticas eternas: Alpes/Pirineus=Europa; Himalaia/Tibete=Ásia; Mantiqueira =Brasil(SP-MG-RJ)  Primeiros sinais da vida – Vegetações – Dinossauros monstruosos – lagartos – mastodontes... A Pré-História!  EPOPÉIA DIVINA DA CRIAÇÃO = ABC da Iniciação para eles que não conseguiam entender nem a terça parte do programa excelso ofertado pela natureza.
  15. 15. DESPREZO DA NATUREZA Observavam que Flora e Fauna, tudo à mão do homem, tudo criado para ele, mas que ele despreza conhecer, vivendo como vive, engolfado nas trevas da animalidade através dos milênios, incapaz, por isso mesmo, de tomar posse desse paraíso, que para ele mesmo o Senhor ideou e criou com toda a amabilidade de Pai, com toda a força da sua mente poderosa de Supremo Criador. ASSIM SURGIU, EM LIÇÕES SEQUENTES E HABILMENTE PARCELADAS: A idade do homem / A divisão das raças / A suprema glória do planeta... abrigando, finalmente, a parcela divina que, um dia, deverá refletir a imagem e a semelhança do seu Criador...
  16. 16. ... até que passaram ao estudo deles mesmos, joias que eram, Almas, do escrínio sideral, futuros ornamentos da Corte Universal em que se imprimiu o selo Sagrado do Pensamento Supremo, e para quem tudo, tudo foi imaginado e criado pelo Pai Amoroso que de coisa alguma necessita, que nada quer senão que nos “Amemos uns aos outros!” - Tríplice Natureza humana; - Realidade das vidas sucessivas : leis – consequências benéficas – finalidade magistral/sublime – inalienável necessidade para a gloriosa evolução do ser! - Jornada espinhosa do Espírito - Estágios no Além EXPLICOU-LHES O MESTRE EPAMINONDAS
  17. 17. - Labores ininterruptos num e noutro plano - Partiram em caravanas para : - A) Departamentos Hospitalares – estudos práticos = Souria-Omar- Teócrito-Roberto e Carlos de Canalejas. - B) Terra, periodicamente = Casas de Saúde e Hospitais = estudar fenômenos dos desprendimentos. Casas particulares, prisões à espera de sentenciados à pena capital. Campo Santo = Cemitério. COMO SE COMPORTAR ... ...com domínio das emoções, impor serenidade às forças mentais como ao sentimento, tratando, antes, de refletir, a fim de aplicar esforços no sentido de auxiliar e redimir situações, sem perder tempo precioso com lamentações estéreis e lágrimas improdutivas.
  18. 18. SENTIMENTOS DIANTE DOS DESPRENDIMENTOS POR SUICÍDIO ... As impressões de sensibilidade atingiram o seu clímax! A loucura que os atacara outrora subia das profundidades anímicas para onde haviam sido relegadas e irrompiam a contragosto, afligindo-os com o espectro de um pretérito que se transformava em presente! Sofriam tudo de novo! C) Vale Sinistro... Chorando sobre suas desgraças, tiveram ocasião de assistir os irmãos imersos na mesma situação de calamidade que eles tão bem conheciam, examinando-os para verem se estariam em condições de alçarem até o Departamento da Colônia, que lhes caberia.
  19. 19. COMO O GRUPO AGIA ALI... Piedosamente falavam-lhes encorajando-os , consolando-os, mas não eram compreendidos, passavam anonimamente. O QUE CONCLUÍRAM... ... souberam assim que outrora também agiram igual. Eram benevolentemente assistidos por outrem, sem que as condições precárias o suspeitassem. QUE DEVIAM FAZER COM OS CONHECIMENTOS QUE ADQUIRIRAM... - Cumpriam apresentar pontos construídos por eles próprios= exemplificar ; - Extrair análises, tudo que viesse provar seus aproveitamentos na iniciação do psiquismo. Forneciam-lhes suporte logístico: álbuns- cadernos- livros- aparelhos melindrosos... Daí a criação das novelas e a ansiedade de ditar obras aos médiuns o que levou cerca de 30 anos, escrever algo que a um só tempo:
  20. 20. a) Testemunhasse a Deus o reconhecimento pelo muito da sua misericórdia; b) Demonstrasse o desejo de relatar aos irmãos de infortúnio, encarcerados nas dores terrenas, o que o Além lhes reservava. Desnecessário serem escritores. Necessário: APLICAÇÃO e DEVOTAMENTO, porque eram vastíssimos os campos de observação, como grandiosos os motivos diariamente deparados.
  21. 21. MATÉRIAS ESTUDADAS E AUSCULTADAS - Gênese planetária ou Cosmogonia – Pré-História - A evolução do ser / Imortalidade da alma - A tríplice natureza humana / As faculdades da alma - A lei das vidas sucessivas em corpos carnais terrenos ou reencarnação / Medicina Psíquica - Magnetismo – Noções de magnetismo transcendental - Moral cristã / Psicologia / Civilizações terrenas Estudos enriquecidos com a prática e exemplificação que frequentemente os angustiava-desesperava até às lágrimas – os enfermava.
  22. 22. POR QUE ? Pela bagagem moral inferior que transportaram para o Além-Túmulo e os deixavam em situações críticas e vexatórias. Até aqui foi a “Peça Oratória”= Palestra inicial de Epaminondas de Vigo. 1º DIA DE AULA = ADVERTÊNCIAS DE EPAMINONDAS DE VIGO... “Nenhuma tentativa para o reerguimento moral será suficiente se continuarmos presos à ignorância de nós mesmos! Será indispensável, primeiramente, averiguarmos quem somos, donde viemos e para onde iremos, a fim de que nos convençamos do valor da nossa própria personalidade e à sua elevação moral nos dediquemos, devotando a nós próprios toda consideração e o máximo apreço...”
  23. 23. APARECE AMADEU FERRARI... Brasileiro, de origem romana, natural do interior do Estado de São Paulo. Suicidou aos 37 anos julgando possível escapar a certos feitos imprudentes, bem como a ameaça de uma câncer que começara a intumescer-lhe a região glótica. Pô-lo à sua frente e o interrogou, demonstrando autoridade: - O vosso nome, caro discípulo? - Onde residíeis antes de ingressardes nestes sítios? - Por que procurastes abandonar vosso destino...? Tribunal da consciência - Esse ato – suicídio – lavou a nódoa de que vos havíeis contaminado antes? Considerai-vos inculpado, honesto, honrado após o mesmo ato?
  24. 24. Amadeu não compreendia e Epaminondas disse a ele ser imprescindível compreender. Foi-lhe colocado um diadema idêntico ao usado pelo mestre para as dissertações. AMADEU FERRARI = VOLTA AO PRETÉRITO PRESENTE PASSADO POBREZA = roubou quantia que lhe fora confiada. CÂNCER = região glótica: língua e garganta. REPÚDIO DE AMOR - Enriqueceu em 1840 no comércio abominável de escravos da Angola/Brasil. - Mandou queimar língua de um escravo. - Aviltara jovem escrava.
  25. 25. PARA OS DISCÍPULOS “Ficai atentos! A história desse vosso irmão é também a vossa história ! Suas quedas mais não representam que as quedas da própria humanidade em lutas diárias com as próprias paixões! Pela mesma razão não deveis comentar o que ireis presenciar, antes observai a lição que vos será fornecida como exemplo, do qual extraireis a necessária moral para aplicá-la em vós mesmos... pois será útil lembrar que sois todos almas decaídas a quem a iniciação em princípios de moral elevada e redentora trata de conduzir aos pórticos do Dever !”
  26. 26. AMADEU PEDE REENCARNAÇÃO EXPIATÓRIA ... “Apiedai-vos de mim, Senhor! Desgraçado e miserável que sou! Deixai que eu volte ainda uma vez à qualidade humana e veja minha própria língua, assim como a boca e a garganta desaparecerem sob a trituração de qualquer malefício, reduzidas ao ponto a que reduzi as do desventurado escravo Felício... Dai-me a miséria, Senhor! Que eu sofra o suplício da fome, da sede e que nem mesmo possa falar a fim de me queixar! Que de mim se afastem com asco, deixando-me expungir sozinho esta nódoa infamante que me amesquinha diante de mim próprio!... “Inevitável o retorno dele às reencarnações expiatórias” - disse Epaminondas. Outra vez a pobreza, o câncer, o perjúrio...
  27. 27. DESENROLAR DA LIÇÃO - Morto o escravo Felício, muito tempo passou. - Um dia, exéquias solenes do grande senhor traficante de escravos. - Momento sagrado da realidade no Além-Túmulo = cumprimento integral da Justiça Incorruptível! - Debate-se perdido em pleno sertão africano, atacado de hedionda falange de fantasmas negros sedentos de vingança: Pais – Mães – Filhas. - Todos lhe pediam contas dos martírios que sofreram! Entregue a si. - Muitos pavores o enlouqueceram. - Tornou-se demente espiritual. - Muitos anos, depois de muito sofrer, encontra o escravo Felício que lhe estende a destra, no intuito de erguê-lo:
  28. 28. “ Vem daí, “Nhonho”, levante-se... Vamos embora...” e o leva dali. Felício o perdoara e por ele intercedeu junto à Divina Complacência. Enquanto o drama se estendia, o mestre Epaminondas emitia conceitos... “As sociedades brasileiras sofrem hoje e sofrerão ainda... Consequências das iniquidades... Escravização de seres humanos... A coletividade que expiará o grande opróbio, o acervo de maldades e infâmias praticadas”
  29. 29. POR ISSO... ... Eis a grande Pátria sul-americana debatendo-se contra problemas complexos, suas sociedades em pelejas dolorosas consigo próprias, vitimadas por um acúmulo de agravos que as desorientam, ocupando postos mais bem bafejados aqueles que ontem se viram oprimidos e vergados sob aflições coletivas, relegados a indiferença das classes favorecidas. ... Os orgulhosos e imprevidentes do passado... (“O povo tem o governo que merece!”)
  30. 30. ATÉ QUANDO ? ... ... Assim prosseguirão até que a Voz Celeste dos Missionários do Senhor as oriente para finalidade apaziguadora, no trabalho sublime da reconciliação individual por amor do Cristo de Deus! QUEM FORAM OS ESCRAVOS... ... Nem todos apresentavam caracteres primitivos ! - Grandes falanges de romanos ilustres, do Império dos Césares. - Patrícios orgulhosos. - Guerreiros altivos. - Autoridades das hostes de Diocleciano, Adriano e Maxêncio.
  31. 31. QUE FIZERAM... ... pediram reencarnações na África infeliz e desolada, a fim de testemunharem novos propósitos ao contato de expiações decisivas, fustigando assim o desmedido orgulho que a raça poderosa dos romanos adquirira com as mentirosas glórias do extermínio da dignidade e dos direitos alheios! ... suplicaram, ainda e sempre corajosos, novas conquistas! Mas, agora, nas pelejas contra si próprios, no combate ao orgulho daninho que os perdera! ... suplicaram disfarce carnal qual armadura redentora, em envoltórios negros, onde peadas fossem suas possibilidades de reação e arvorada em suas consciências a branca bandeira da paz, flâmula augusta concedida pela reparação do mal!
  32. 32. RESIGNAÇÃO DOS NEGROS ... ... Daí, meus discípulos queridos, a doce, mesmo sublime resignação dessa raça africana digna, por todos os motivos, da nossa admiração e do nosso respeito, a passividade heroica que nem sempre se estribou na ignorância e na incapacidade oriunda de um estado inferior, mas também no desejo ardente e sublime da própria reabilitação espiritual! E O ESCRAVO FELÍCIO, QUEM ERA?... ... Contemplado como símbolo entre todos. Quando existiu e exerceu autoridade sob as ordens de Adriano, voltou a Roma em Espírito, terminado que foi seu compromisso entre a raça africana e retornou sua antiga falange de itálicos. ... (Abrira-se uma porta lateral...)
  33. 33. QUEM APARECE ? Felício !... Sereno, grave, encaminhando-se para seu antigo Senhor de outras vidas... REAÇÃO DE AMADEU... ... contemplava-o de olhar pávido, já agora senhor de todo o seu passado de Espírito... FELÍCIO DE TRANSFORMA ... ... Lenta e imperceptivelmente sob o poder da vontade, que opera facilmente sobre a configuração do envoltório astral, e deixava-se ver agora, na atual qualidade de Rômulo Ferrari... O genitor de Amadeu!
  34. 34. POR QUE FELÍCIO REENCARNOU ESCRAVO? Reencarnou em solo africano a fim de prosseguir na peregrinação para a redenção completa, sob os auspícios daquele Meigo Nazareno a quem perseguira ao tempo de Adriano (Imperador Romano 117-138) - Publius Aelius Traianus Hadrianus- 24.01.76 – 10.07.138 (62 anos) na pessoa de seus adeptos! Recebera nova fase de progresso sob a acolhida de outro nome. Transportara-se, jovem ainda, para a Terra de Santa Cruz, levado por indefinível sentimento de atração, ali constituindo família e piedosamente consentindo em servir de genitor para o antigo algoz...
  35. 35. Agora, seria bem certo que continuaria auxiliando-o a expurgar da consciência uma nova infração: a do SUICÍDIO! Assim, ali no Santuário, encerra a Primeira Lição. Saíram dali convictos, agradecidos assim expressando: “Oh! Deus de Misericórdia! Sede bendito por nos terdes concedido a LEI DA REENCARNAÇÃO!... “
  36. 36. OBRIGADA PELO CARINHO DA SUA ATENÇÃO! QUE EU TENHA CONSEGUIDO COLABORAR UM POUQUINHO PARA O ENTENDIMENTO DESSA MARAVILHOSA OBRA! BOA NOITE ! SIGAMOS FELIZES AOS NOSSOS LARES! A TODOS !!...

×