FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
ORIENTAÇÕES
O Slide aqui apresentado, tem como objet...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
01
A Igreja Modelo
Referência: Atos 11, 13
A igreja ...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
02
A Igreja Modelo
a) Acã = eu não serei convosco; n...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
03
A Igreja Modelo
1. Na operação da graça – v. 23 =...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
04
A Igreja Modelo
3. No testemunho fiel de Cristo –...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
05
A Igreja Modelo
II. UMA IGREJA CUJA FAMA SE TORNA...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
05
A Igreja Modelo
Atos 17.21 – toda a cidade coment...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
06
A Igreja Modelo
III. UMA IGREJA ENVOLVIDA NA OBRA...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
07
A Igreja Modelo
IV. UMA IGREJA QUE PRIORIZA A PAL...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
08
A Igreja Modelo
Há muitas igrejas hoje correndo a...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
09
A Igreja Modelo
V. UMA IGREJA ONDE HAVIA COMUNHÃO...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
10
A Igreja Modelo
Uma casa dividida não pode preval...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
11
A Igreja Modelo
VI. UMA IGREJA QUE TEM COMUNHÃO C...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
12
A Igreja Modelo
VII. UMA IGREJA QUE TEM VISÃO
MIS...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
13
A Igreja Modelo
2. A igreja se associa ao Espírit...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
14
A Igreja Modelo
3. Exemplos
3.1. A melhor dieta p...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
15
A Igreja Modelo
A) Um homem que estava morrendo c...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
16
A Igreja Modelo
B) Seminário na Coréia do Sul de ...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
17
A Igreja Modelo
A igreja da Tessalônica começou c...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
18
A Igreja Modelo
Tendo que sair às pressas da cida...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
19
A Igreja Modelo
1 – IGREJA SALVA
a) Estar em Deus...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
20
A Igreja Modelo
2 – IGREJA SUBMISSSA
a) Imitava o...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
21
A Igreja Modelo
3 – IGREJA SOFREDORA
a) Uma igrej...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
22
A Igreja Modelo
4 – IGREJA QUE GANHA ALMAS
a) Em ...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
22
A Igreja Modelo
5 – IGREJA QUE ESTÁ PREPARADA PAR...
FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL
DISCIPLINA: A IGREJA MODELO
23
A Igreja Modelo
A operosidade da Fé, o notável am...
35
35
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

35

16.050 visualizações

Publicada em

USO EXCLUSIVO DA FACULDADE TEOLÓGICA!

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.050
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13.048
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
403
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

35

  1. 1. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO ORIENTAÇÕES O Slide aqui apresentado, tem como objetivo apresentar um RESUMO do Livro estudo na Disciplina. Dessa forma: 1. Realize a leitura com total cuidado e oração. 2. Utilize a Bíblia, Dicionários e outras fontes teológicas para acompanhamento das passagens mencionadas. 3. As imagens são meramente ilustrativas.
  2. 2. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 01 A Igreja Modelo Referência: Atos 11, 13 A igreja de Antioquia foi iniciada por crentes foragidos e perseguidos. I. UMA IGREJA QUE CONTAVA COM O FAVOR DE DEUS – v. 21 Se Deus é por nós quem será contra nós? Mas onde há pecado Deus retira a sua mão:
  3. 3. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 02 A Igreja Modelo a) Acã = eu não serei convosco; não podereis resistir aos vossos inimigos. b) Hofni e Finéas = Estavam na obra, mas a mão de Deus não estava com eles. c) Sansão = Tornou-se homem comum, porque quebrou seus votos de consagração e o Espírito se retirou dele.
  4. 4. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 03 A Igreja Modelo 1. Na operação da graça – v. 23 = Santidade e piedade. Sem santidade a igreja sai da graça para a desgraça. 2. No crescimento numérico – v. 21,24,26 = Onde a mão de Deus abençoa há conversões. O crescimento vem de Deus. Ele é quem acrescenta os salvos. Jesus é quem edifica a igreja.
  5. 5. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 04 A Igreja Modelo 3. No testemunho fiel de Cristo – v. 26 = Eles convertiam doutrina em vida. Eles imitaram a Cristo. Viviam como Cristo (I Jo 2.4). Nossa vida, palavras, ações, reações, atitudes, levam as pessoas a pensar que somos iguais a Cristo? Ghandi: “No vosso Cristo eu creio. Eu só não creio no vosso cristianismo.” Há pessoas que louvam a Jesus, mas não lhe obedecem.
  6. 6. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 05 A Igreja Modelo II. UMA IGREJA CUJA FAMA SE TORNA NOTÍCIA – v. 22 Quando Deus opera numa igreja, sua fama se divulga. Outras pessoas tomam conhecimento. Não é preciso marketing, quando Deus se manifesta poderosamente na igreja. Ex. Kwa Sizabantu; País de Gales 1904. Caravanas do mundo inteiro iam àquele país.
  7. 7. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 05 A Igreja Modelo Atos 17.21 – toda a cidade comentava as últimas novidades, ou seja, a pregação do apóstolo Paulo. Nossa cidade conhece nossa igreja. As pessoas ouvem falar a nosso respeito? O que eles sabem sobre nós? Que tipo de influência temos exercido?
  8. 8. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 06 A Igreja Modelo III. UMA IGREJA ENVOLVIDA NA OBRA DE ASSISTÊNCIA AOS NECESSITADOS – v. 27-30 A igreja de Antioquia não ficou só na informação, foi à ação. Ajudou pessoas que nunca tinha visoto. Todos participaram da ajuda de forma proporcional – Atos 11.29. Jesus não veio apenas para oferecer o céu, mas também alívio para os fardos da vida. Seremos julgados nesta área da assistência aos necessitados – Mateus 25,31,46.
  9. 9. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 07 A Igreja Modelo IV. UMA IGREJA QUE PRIORIZA A PALAVRA DE DEUS – v. 20,26; 13.1 1. Havia evangelistas – 20 2. Havia mestres – v. 26; 13.1 3. Havia profetas – 13.1 Não há igreja forte sem ênfase na Palavra. A igreja não é guiada por sonhos, visões, revelações, sentimentalismos, experiem- cialismos, mas pela Palavra. A Palavra é o centro.
  10. 10. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 08 A Igreja Modelo Há muitas igrejas hoje correndo atrás da última novidade. Querem sensações fortes, arrepios, cair no espírito, dar gargalhada no espírito, querem arrepios fortes. Querem satisfazer seus desejos. Passam então a decretar, a amarrar demônios nas regiões celestes, passam a decretar a cura dos enfermos, passam a pregar a riqueza terrena, o sucesso, o prazer, o hedonismo, o narcisismo. Esquecem a Palavra.
  11. 11. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 09 A Igreja Modelo V. UMA IGREJA ONDE HAVIA COMUNHÃO UNS COM OS OUTROS – 13.1 1. Não havia preconceitos raciais 2. Não havia preconceitos sociais
  12. 12. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 10 A Igreja Modelo Uma casa dividida não pode prevalecer. A marca da igreja cristã é a comunhão. Sem amor uns pelos outros não podemos ser conhecidos como discípulos de Cristo. Somos um corpo, um rebanho, uma família, ramos da mesma videira, pedras do mesmo santuário. A falta de comunhão como na igreja de Corinto é sinal de carnalidade e infantilidade.
  13. 13. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 11 A Igreja Modelo VI. UMA IGREJA QUE TEM COMUNHÃO COM DEUS – 13:2 e 3 1. Adoram a Deus = Servem, cultuam, louvam, estão juntos na adoração. 2. Oram e jejuam = Onde há oração e jejum há manifestação da voz de Deus. A igreja precisa orar mais. Jejuar mais.
  14. 14. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 12 A Igreja Modelo VII. UMA IGREJA QUE TEM VISÃO MISSIONÁRIA – 13.2,3 1. A igreja se envolve com os missionários que o Espírito Santo separa = Jejuam, oram, ouvem a voz do Espírito, obedecem e impõem a mãos sobre os missionários.
  15. 15. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 13 A Igreja Modelo 2. A igreja se associa ao Espírito Santo nesse processo de envio = A igreja despede os missionários, mas é o Espírito Santo quem os envia (v. 3,4) e os orienta (At 16.7). É o Espírito Santo quem abre e fecha portas.
  16. 16. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 14 A Igreja Modelo 3. Exemplos 3.1. A melhor dieta para revitalizar a igreja é a dieta missionária. Quando nos envolvemos com a salvação dos outros, aquecemo-nos a nós mesmos.
  17. 17. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 15 A Igreja Modelo A) Um homem que estava morrendo congelado nas montanhas de neve, nos alpes. Resolveu deitar numa tora coberta de neve e morrer. Ao deitar percebeu que seu corpo se encostou num objeto. Averiguou e percebeu que era um homem quase morto de frio. Trabalhou duramente para salvar sua vida durante duas horas. Ao término ambos estavam vivos e aquecidos. A melhor dieta espiritual é lutar pela salvação dos outros.
  18. 18. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 16 A Igreja Modelo B) Seminário na Coréia do Sul de pastores que estão se preparando para morrer = E nós o que temos feito por missões? Graças a Deus podemos dizer que nossa igreja já está envolvida com este projeto do coração de Deus. Mas ainda muito mais para ser feito. Vamos olhar para a igreja mãe das missões transculturais e seguir o seu exemplo.
  19. 19. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 17 A Igreja Modelo A igreja da Tessalônica começou com um chamado especial do Espírito Santo a Paulo: “Passa a Macedônia e ajuda-nos”- Atos 16.9. Ao cumprir o chamado, Paulo conhece um povo sedento pelas coisas espirituais e em três finais de semana, planta naquela cidade de pouco mais de 70 mil habitantes uma igreja com características muito interessantes. A história da plantação desta igreja está registrada em Atos 17.
  20. 20. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 18 A Igreja Modelo Tendo que sair às pressas da cidade, Já em Corinto, o apóstolo Paulo, preocupado com aquele povo, envia Timóteo e com o retorno deste, fica muito feliz com os relatos e escreve, aos tessalonicenses, a primeiras das suas cartas às igrejas. O que esta nascente igreja Tessalônica tinha de diferente que chamou à atenção do apóstolo? Vejamos as cinco qualidades de uma igreja modelo, lendo o texto.
  21. 21. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 19 A Igreja Modelo 1 – IGREJA SALVA a) Estar em Deus, Estar em Cristo, estar no Espírito Santo - em plena convicção – v.1 b) Um fé operosa; amor abnegado; firmeza da vossa esperança – v.3
  22. 22. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 20 A Igreja Modelo 2 – IGREJA SUBMISSSA a) Imitava o apóstolo, imitava a Cristo – V.6 – Mime-tai (Mímica) b) Olhavam para o seu pastor carnal e para Cristo – (1Co 11.1) – Paulo era o modelo a ser seguido;
  23. 23. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 21 A Igreja Modelo 3 – IGREJA SOFREDORA a) Uma igreja salva e submissa, inevitavelmente irá sofrer perseguição do mundo – O mundo nos odeia – João 15.18-20 e) Será que somos uma igreja sofredora ou não dá pra notar a distinção entre a igreja e o mundo? f) Quando uma igreja sofre, ela cresce.
  24. 24. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 22 A Igreja Modelo 4 – IGREJA QUE GANHA ALMAS a) Em pouco tempo, se torna uma igreja referência para os que estão em redor; b) A tarefa primária da igreja é o evangelismo e expansão – chegar até os confins da terra; todas as demais coisas, são meios
  25. 25. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 22 A Igreja Modelo 5 – IGREJA QUE ESTÁ PREPARADA PARA A VOLTA DE CRISTO a) Viver na dimensão da volta de Cristo – Se Jesus voltar hoje, você vai ou fica?; b) A vida dos irmãos da igreja, não pode ter pontos cegos, obscuros, questões mal resolvidas;
  26. 26. FACULDADE E SEMINÁRIOS TEOLÓGICO NACIONAL DISCIPLINA: A IGREJA MODELO 23 A Igreja Modelo A operosidade da Fé, o notável amor e a firme esperança da igreja Tessalônica, a tornaram modelo para as demais igrejas da época e ainda de hoje. Até que Jesus volte, e ELE VOLTARÁ, aleluias, a igreja prossegue a sua jornada.

×