SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
POR QUE FALAR SOBRE MULHERES
NEGRAS NA TECNOLOGIA?
A Pretalab pretende estimular a
inclusão de meninas e mulheres
negras e indígenas no universo das
novas tecnologias. Para isso, estamos
mapeando protagonistas nesse
campo e formalizando parcerias com
organizações que possam dar escala à
solução do problema e colocar a
formação das meninas e mulheres
negras como algo prioritário na
agenda de todo o Brasil.
#PRETALAB
MAPEAMENTO
A partir de um formulário online estamos
coletando histórias de meninas e mulheres
negras e indígenas envolvidas no universo
da inovação e tecnologia no Brasil. A base
de dados servirá para entendermos quais os
principais desafios enfrentando por elas e
também para dar visibilidade a esses
talentos.
Sabemos que apesar de poucas, as
meninas e mulheres negras fazem
diferença onde estão!
Quem são as
mulheres negras
que produzem
tecnologias no
Brasil?
A partir de um formulário online
estamos coletando histórias de meninas
e mulheres negras e indígenas
envolvidas no universo da inovação e
tecnologia no Brasil. A base de dados
servirá para entendermos quais os
principais desafios enfrentando por elas
e também para dar visibilidade a esses
talentos.
Sabemos que apesar de poucas, as
meninas e mulheres negras fazem
diferença onde estão!
#inspirar
VIDEOS
Selecionamos 10 histórias para compor
vídeos de 1 minuto, a serem distribuídos na
internet. O objetivo é dar visibilidade às
mulheres negras que já atuam no campo
da inovação e tecnologia e, assim, estimular
o i n t e r e s s e d e o u t r a s . Ta m b é m
produziremos conteúdo em vídeo com
tutoriais "técnicos" protagonizados por
meninas negras de forma a gerar
representatividade na web brasileira e
chamar a atenção para a questão.
Acreditamos que a representatividade é
fundamental para atrair outras meninas e
mulheres para esse campo, ainda tão
branco e masculino !
Como sonhar ser
algo que você nem
imagina que é
possível?
A partir de um formulário online
estamos coletando histórias de meninas
e mulheres negras e indígenas
envolvidas no universo da inovação e
tecnologia no Brasil. A base de dados
servirá para entendermos quais os
principais desafios enfrentando por elas
e também para dar visibilidade a esses
talentos.
Sabemos que apesar de poucas, as
meninas e mulheres negras fazem
diferença onde estão!
#empoderar
CAMPANHACAMPANHA
Escolas, centros formais e informais de
educação são nossos grandes aliados para,
de um lado, coletar mais dados e, de outro,
estimular a criação de políticas de acesso
para a formação dessas meninas e
mulheres. Também queremos que esses
lugares se tornem hubs de encontro para
discussões pertinentes ao tema.
Focamos na formação de redes de
aprendizagem em escala nacional, a
partir da parceria com diversas
organizações.
A diversidade é
elemento central
para a inovação
A partir de um formulário online
estamos coletando histórias de meninas
e mulheres negras e indígenas
envolvidas no universo da inovação e
tecnologia no Brasil. A base de dados
servirá para entendermos quais os
principais desafios enfrentando por elas
e também para dar visibilidade a esses
talentos.
Sabemos que apesar de poucas, as
meninas e mulheres negras fazem
diferença onde estão!
#democratizar
O Olabi é uma organização social que tem como foco a
promoção da diversidade na produção de tecnologias.
Nascemos no contexto digital em que as ferramentas da
inovação estão nas mãos de quem tem as ideias — e não
apenas em centros de pesquisa, grandes empresas e
parques tecnológicos.
Acreditamos que as tecnologias precisam ser democratizadas
e podem ser produzidas por todos. Nossa sede física é um
makerspace no Rio de Janeiro, mas atuamos globalmente.
Somos parte da rede de laboratórios de fabricação digital
criada na renomada universidade norte-americana MIT, os
fablabs, e também do Global Innovation Gathering, rede que
reúne espaços de inovação de mais de 30 países com
especial foco no hemisfério Sul.
Em três anos de atuação, mais de 20 mil pessoas passaram
por atividades educacionais organizadas pelo Olabi em seu
espaço próprio, espaços parceiros e eventos. O Olabi e
Pretalab contam com o apoio da Fundação Ford.
Obrigada
CONTATO
Sil Bahia
Diretora de Projetos
Olabi
silvana@olabi.co
www.pretalab.com

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Mulheres negras na tecnologia

Festival 2018 - Juntos pelas crianças
Festival 2018 - Juntos pelas criançasFestival 2018 - Juntos pelas crianças
Festival 2018 - Juntos pelas criançasABCR
 
Planner Summit - Report oficial 2017
Planner Summit - Report oficial 2017Planner Summit - Report oficial 2017
Planner Summit - Report oficial 2017Media Education
 
A geração y de florianopolis
A geração y de florianopolisA geração y de florianopolis
A geração y de florianopolisHiram Damin
 
Redes sociais seguir, compartilhar e curtir o bem
Redes sociais  seguir, compartilhar e curtir o bemRedes sociais  seguir, compartilhar e curtir o bem
Redes sociais seguir, compartilhar e curtir o bemSandro Alencar Fernandes
 
28e7c5_395611b9e6a44600ba472687501c3c51.pdf
28e7c5_395611b9e6a44600ba472687501c3c51.pdf28e7c5_395611b9e6a44600ba472687501c3c51.pdf
28e7c5_395611b9e6a44600ba472687501c3c51.pdfssusercb5ce11
 
Fernanda Bornhausen Sá - Seminário Social Good Brasil
Fernanda Bornhausen Sá - Seminário Social Good BrasilFernanda Bornhausen Sá - Seminário Social Good Brasil
Fernanda Bornhausen Sá - Seminário Social Good BrasilSocial Good Brasil
 
Relatório de atividades Politize! 2019
Relatório de atividades Politize! 2019Relatório de atividades Politize! 2019
Relatório de atividades Politize! 2019Politize!
 
Palestra Black Money
Palestra Black Money Palestra Black Money
Palestra Black Money Fau Ferreira
 
Revista Armazém Ano 2 Número 5 Maio/Junho
Revista Armazém Ano 2 Número 5 Maio/JunhoRevista Armazém Ano 2 Número 5 Maio/Junho
Revista Armazém Ano 2 Número 5 Maio/JunhoAlinesilva.in
 
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York E-Commerce Brasil
 
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York E-Commerce Brasil
 
Amplus encontros estaleiro liberdade
Amplus  encontros estaleiro liberdadeAmplus  encontros estaleiro liberdade
Amplus encontros estaleiro liberdadeLella Sa
 
Curso de Mídias Sociais Digitais Belas Artes
Curso de Mídias Sociais Digitais Belas ArtesCurso de Mídias Sociais Digitais Belas Artes
Curso de Mídias Sociais Digitais Belas Artesbelasartessp
 

Semelhante a Mulheres negras na tecnologia (20)

Cidadania digital
Cidadania digitalCidadania digital
Cidadania digital
 
Mulheres na TI - FGSL 8
Mulheres na TI - FGSL 8Mulheres na TI - FGSL 8
Mulheres na TI - FGSL 8
 
Festival 2018 - Juntos pelas crianças
Festival 2018 - Juntos pelas criançasFestival 2018 - Juntos pelas crianças
Festival 2018 - Juntos pelas crianças
 
Planner Summit - Report oficial 2017
Planner Summit - Report oficial 2017Planner Summit - Report oficial 2017
Planner Summit - Report oficial 2017
 
A geração y de florianopolis
A geração y de florianopolisA geração y de florianopolis
A geração y de florianopolis
 
Redes sociais seguir, compartilhar e curtir o bem
Redes sociais  seguir, compartilhar e curtir o bemRedes sociais  seguir, compartilhar e curtir o bem
Redes sociais seguir, compartilhar e curtir o bem
 
Comunicação Digital e Marcas Políticas
Comunicação Digital e Marcas PolíticasComunicação Digital e Marcas Políticas
Comunicação Digital e Marcas Políticas
 
28e7c5_395611b9e6a44600ba472687501c3c51.pdf
28e7c5_395611b9e6a44600ba472687501c3c51.pdf28e7c5_395611b9e6a44600ba472687501c3c51.pdf
28e7c5_395611b9e6a44600ba472687501c3c51.pdf
 
Oficinamunicipaljunho09
Oficinamunicipaljunho09Oficinamunicipaljunho09
Oficinamunicipaljunho09
 
Fernanda Bornhausen Sá - Seminário Social Good Brasil
Fernanda Bornhausen Sá - Seminário Social Good BrasilFernanda Bornhausen Sá - Seminário Social Good Brasil
Fernanda Bornhausen Sá - Seminário Social Good Brasil
 
Relatório de atividades Politize! 2019
Relatório de atividades Politize! 2019Relatório de atividades Politize! 2019
Relatório de atividades Politize! 2019
 
Palestra Black Money
Palestra Black Money Palestra Black Money
Palestra Black Money
 
vieses-inconscientes-cartilha
vieses-inconscientes-cartilhavieses-inconscientes-cartilha
vieses-inconscientes-cartilha
 
Revista Armazém Ano 2 Número 5 Maio/Junho
Revista Armazém Ano 2 Número 5 Maio/JunhoRevista Armazém Ano 2 Número 5 Maio/Junho
Revista Armazém Ano 2 Número 5 Maio/Junho
 
Apresentação RAIO Sebrae
Apresentação RAIO SebraeApresentação RAIO Sebrae
Apresentação RAIO Sebrae
 
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
 
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
Como o empreendedorismo me levou do desemprego a um prêmio em Nova York
 
Amplus encontros estaleiro liberdade
Amplus  encontros estaleiro liberdadeAmplus  encontros estaleiro liberdade
Amplus encontros estaleiro liberdade
 
Curso de Mídias Sociais Digitais Belas Artes
Curso de Mídias Sociais Digitais Belas ArtesCurso de Mídias Sociais Digitais Belas Artes
Curso de Mídias Sociais Digitais Belas Artes
 
Apresentação Instituto Filantropia
Apresentação Instituto FilantropiaApresentação Instituto Filantropia
Apresentação Instituto Filantropia
 

Mais de Gabriela Agustini

Como a cultura maker vai mudar o modo de produção global
Como a cultura maker vai mudar o modo de produção globalComo a cultura maker vai mudar o modo de produção global
Como a cultura maker vai mudar o modo de produção globalGabriela Agustini
 
Cidadãos como protagonistas das transformações sociais
Cidadãos como protagonistas das transformações sociaisCidadãos como protagonistas das transformações sociais
Cidadãos como protagonistas das transformações sociaisGabriela Agustini
 
Movimento Maker e Educação
Movimento Maker e EducaçãoMovimento Maker e Educação
Movimento Maker e EducaçãoGabriela Agustini
 
Diversidade cultural gilberto gil
Diversidade cultural gilberto gilDiversidade cultural gilberto gil
Diversidade cultural gilberto gilGabriela Agustini
 
Social Entrepreneurship - International School of Law and Technology
Social Entrepreneurship - International School of Law and TechnologySocial Entrepreneurship - International School of Law and Technology
Social Entrepreneurship - International School of Law and TechnologyGabriela Agustini
 
A tecnologia pode salvar a gente? | A gente pode salvar a tecnologia?
A tecnologia pode salvar a gente? | A gente pode salvar a tecnologia?A tecnologia pode salvar a gente? | A gente pode salvar a tecnologia?
A tecnologia pode salvar a gente? | A gente pode salvar a tecnologia?Gabriela Agustini
 
Makersfor Global Good Report
Makersfor Global Good ReportMakersfor Global Good Report
Makersfor Global Good ReportGabriela Agustini
 
Apresentação olabi institucional interna - abril 17
Apresentação olabi institucional interna - abril 17Apresentação olabi institucional interna - abril 17
Apresentação olabi institucional interna - abril 17Gabriela Agustini
 
Cultura e tecnologia - aula2
Cultura e tecnologia - aula2Cultura e tecnologia - aula2
Cultura e tecnologia - aula2Gabriela Agustini
 
Cultura e tecnologia - aula1
Cultura e tecnologia - aula1Cultura e tecnologia - aula1
Cultura e tecnologia - aula1Gabriela Agustini
 
Global Innovation Gathering featured in Make Magazine Germany
Global Innovation Gathering featured in Make Magazine GermanyGlobal Innovation Gathering featured in Make Magazine Germany
Global Innovation Gathering featured in Make Magazine GermanyGabriela Agustini
 
Inovação de baixo para cima e o poder dos cidadãos
Inovação de baixo para cima e o poder dos cidadãos Inovação de baixo para cima e o poder dos cidadãos
Inovação de baixo para cima e o poder dos cidadãos Gabriela Agustini
 
Makerspaces e hubs de inovação
Makerspaces e hubs de inovaçãoMakerspaces e hubs de inovação
Makerspaces e hubs de inovaçãoGabriela Agustini
 
Autodesk University Brasil 2016
Autodesk University Brasil 2016 Autodesk University Brasil 2016
Autodesk University Brasil 2016 Gabriela Agustini
 

Mais de Gabriela Agustini (20)

Como a cultura maker vai mudar o modo de produção global
Como a cultura maker vai mudar o modo de produção globalComo a cultura maker vai mudar o modo de produção global
Como a cultura maker vai mudar o modo de produção global
 
Cidadãos como protagonistas das transformações sociais
Cidadãos como protagonistas das transformações sociaisCidadãos como protagonistas das transformações sociais
Cidadãos como protagonistas das transformações sociais
 
Inovação digital
Inovação digital Inovação digital
Inovação digital
 
Movimento Maker e Educação
Movimento Maker e EducaçãoMovimento Maker e Educação
Movimento Maker e Educação
 
Cultura digital - Aula 4
Cultura digital - Aula 4Cultura digital - Aula 4
Cultura digital - Aula 4
 
Cultura Digital- aula 3
Cultura Digital- aula 3Cultura Digital- aula 3
Cultura Digital- aula 3
 
Cultura Digital- aula 2
Cultura Digital- aula 2Cultura Digital- aula 2
Cultura Digital- aula 2
 
Diversidade cultural gilberto gil
Diversidade cultural gilberto gilDiversidade cultural gilberto gil
Diversidade cultural gilberto gil
 
Social Entrepreneurship - International School of Law and Technology
Social Entrepreneurship - International School of Law and TechnologySocial Entrepreneurship - International School of Law and Technology
Social Entrepreneurship - International School of Law and Technology
 
A tecnologia pode salvar a gente? | A gente pode salvar a tecnologia?
A tecnologia pode salvar a gente? | A gente pode salvar a tecnologia?A tecnologia pode salvar a gente? | A gente pode salvar a tecnologia?
A tecnologia pode salvar a gente? | A gente pode salvar a tecnologia?
 
Makersfor Global Good Report
Makersfor Global Good ReportMakersfor Global Good Report
Makersfor Global Good Report
 
Apresentação olabi institucional interna - abril 17
Apresentação olabi institucional interna - abril 17Apresentação olabi institucional interna - abril 17
Apresentação olabi institucional interna - abril 17
 
7 Forum Nacional de Museus
7 Forum Nacional de Museus7 Forum Nacional de Museus
7 Forum Nacional de Museus
 
Apresentacao metashop
Apresentacao metashopApresentacao metashop
Apresentacao metashop
 
Cultura e tecnologia - aula2
Cultura e tecnologia - aula2Cultura e tecnologia - aula2
Cultura e tecnologia - aula2
 
Cultura e tecnologia - aula1
Cultura e tecnologia - aula1Cultura e tecnologia - aula1
Cultura e tecnologia - aula1
 
Global Innovation Gathering featured in Make Magazine Germany
Global Innovation Gathering featured in Make Magazine GermanyGlobal Innovation Gathering featured in Make Magazine Germany
Global Innovation Gathering featured in Make Magazine Germany
 
Inovação de baixo para cima e o poder dos cidadãos
Inovação de baixo para cima e o poder dos cidadãos Inovação de baixo para cima e o poder dos cidadãos
Inovação de baixo para cima e o poder dos cidadãos
 
Makerspaces e hubs de inovação
Makerspaces e hubs de inovaçãoMakerspaces e hubs de inovação
Makerspaces e hubs de inovação
 
Autodesk University Brasil 2016
Autodesk University Brasil 2016 Autodesk University Brasil 2016
Autodesk University Brasil 2016
 

Último

AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 

Mulheres negras na tecnologia

  • 1.
  • 2. POR QUE FALAR SOBRE MULHERES NEGRAS NA TECNOLOGIA?
  • 3.
  • 4. A Pretalab pretende estimular a inclusão de meninas e mulheres negras e indígenas no universo das novas tecnologias. Para isso, estamos mapeando protagonistas nesse campo e formalizando parcerias com organizações que possam dar escala à solução do problema e colocar a formação das meninas e mulheres negras como algo prioritário na agenda de todo o Brasil. #PRETALAB
  • 6. A partir de um formulário online estamos coletando histórias de meninas e mulheres negras e indígenas envolvidas no universo da inovação e tecnologia no Brasil. A base de dados servirá para entendermos quais os principais desafios enfrentando por elas e também para dar visibilidade a esses talentos. Sabemos que apesar de poucas, as meninas e mulheres negras fazem diferença onde estão! Quem são as mulheres negras que produzem tecnologias no Brasil?
  • 7. A partir de um formulário online estamos coletando histórias de meninas e mulheres negras e indígenas envolvidas no universo da inovação e tecnologia no Brasil. A base de dados servirá para entendermos quais os principais desafios enfrentando por elas e também para dar visibilidade a esses talentos. Sabemos que apesar de poucas, as meninas e mulheres negras fazem diferença onde estão! #inspirar
  • 9. Selecionamos 10 histórias para compor vídeos de 1 minuto, a serem distribuídos na internet. O objetivo é dar visibilidade às mulheres negras que já atuam no campo da inovação e tecnologia e, assim, estimular o i n t e r e s s e d e o u t r a s . Ta m b é m produziremos conteúdo em vídeo com tutoriais "técnicos" protagonizados por meninas negras de forma a gerar representatividade na web brasileira e chamar a atenção para a questão. Acreditamos que a representatividade é fundamental para atrair outras meninas e mulheres para esse campo, ainda tão branco e masculino ! Como sonhar ser algo que você nem imagina que é possível?
  • 10. A partir de um formulário online estamos coletando histórias de meninas e mulheres negras e indígenas envolvidas no universo da inovação e tecnologia no Brasil. A base de dados servirá para entendermos quais os principais desafios enfrentando por elas e também para dar visibilidade a esses talentos. Sabemos que apesar de poucas, as meninas e mulheres negras fazem diferença onde estão! #empoderar
  • 12. Escolas, centros formais e informais de educação são nossos grandes aliados para, de um lado, coletar mais dados e, de outro, estimular a criação de políticas de acesso para a formação dessas meninas e mulheres. Também queremos que esses lugares se tornem hubs de encontro para discussões pertinentes ao tema. Focamos na formação de redes de aprendizagem em escala nacional, a partir da parceria com diversas organizações. A diversidade é elemento central para a inovação
  • 13. A partir de um formulário online estamos coletando histórias de meninas e mulheres negras e indígenas envolvidas no universo da inovação e tecnologia no Brasil. A base de dados servirá para entendermos quais os principais desafios enfrentando por elas e também para dar visibilidade a esses talentos. Sabemos que apesar de poucas, as meninas e mulheres negras fazem diferença onde estão! #democratizar
  • 14. O Olabi é uma organização social que tem como foco a promoção da diversidade na produção de tecnologias. Nascemos no contexto digital em que as ferramentas da inovação estão nas mãos de quem tem as ideias — e não apenas em centros de pesquisa, grandes empresas e parques tecnológicos. Acreditamos que as tecnologias precisam ser democratizadas e podem ser produzidas por todos. Nossa sede física é um makerspace no Rio de Janeiro, mas atuamos globalmente. Somos parte da rede de laboratórios de fabricação digital criada na renomada universidade norte-americana MIT, os fablabs, e também do Global Innovation Gathering, rede que reúne espaços de inovação de mais de 30 países com especial foco no hemisfério Sul. Em três anos de atuação, mais de 20 mil pessoas passaram por atividades educacionais organizadas pelo Olabi em seu espaço próprio, espaços parceiros e eventos. O Olabi e Pretalab contam com o apoio da Fundação Ford.
  • 15. Obrigada CONTATO Sil Bahia Diretora de Projetos Olabi silvana@olabi.co